Nota oficial – Eleições

Colorados e Coloradas,

Na tarde desta segunda-feira, dia 20 de dezembro de 2021, o Sport Club Internacional foi intimado de uma decisão liminar proferida em ação cautelar de produção antecipada de provas sobre a eleição ocorrida em dezembro de 2020, ajuizada por doze associados, entre os quais integrantes da chapa concorrente.

A ação é direcionada contra as empresas responsáveis pelo sistema de votação utilizado naquela eleição, o qual pretendem os autores seja auditado, e contra o Sport Club Internacional, de quem é exigido, tão-somente, o fornecimento da lista digital dos associados que votaram.

O Sport Club Internacional irá tratar esta ação com o devido respeito, seriedade e firmeza, assim como com a transparência, ética e correção que caracteriza o Conselho de Gestão, a Mesa Diretora do Conselho Deliberativo e o nosso Clube como um todo.

Todas as solicitações da Justiça serão atendidas visando esclarecer qualquer dúvida referente àquele pleito.

Porto Alegre, 21 de dezembro de 2021.

Sport Club Internacional

Alessandro Pires Barcellos

Presidente do Conselho de Gestão

Sergio Roberto Juchem

Presidente do Conselho Deliberativo

Inter celebra Mundial no Japão em café da manhã para convidados

O aniversário de 15 anos da conquista do Mundial de Clubes foi festejado em grande estilo pelo Internacional! Na manhã desta sexta-feira (17/12), o Colorado organizou, no Gigante da Beira-Rio, café da manhã comemorativo à maior conquista de sua história, prestigiado por ex-atletas e dirigentes campeões no Japão, sócios e sócias e torcedores símbolo da biografia do Clube do Povo do Rio Grande do Sul.

Café da manhã comemorou os 15 anos do Mundial colorado/Foto: Felipe Bortoluzzi

Mediado pelo comunicador Lelê Bortholacci, o evento contou com as ilustres presenças do presidente Alessandro Barcellos, de Ceará, lateral-direito titular na conquista do Mundial, Fernando Carvalho, mandatário colorado na época do título, Marcelo Medeiros e Giovanni Luigi, ex-presidentes do Clube, e Fernanda Bizzotto, Enzo e Eloá – respectivos esposa e filhos do Eterno Capitão Fernandão.

Enzo (E), Eloá e Fernanda receberam homenagem do Clube/Foto: Felipe Bortoluzzi

Já entre os convidados, 15 sócios e sócias foram sorteados pelo Clube e prestigiaram a cerimônia, que teve como primeiro ato a apresentação da camisa lançada pelo Inter em referência aos 15 anos do título do Mundial. Réplica licenciada do manto utilizado na final, a peça, que foi dada de presente aos associados, conta com a assinatura de Fernandão e um QRCode que direciona o público ao discurso que nosso Eterno Capitão concedeu minutos antes do início do duelo contra o Barcelona.

Desde 2014, quando a data foi oficialmente instituída no calendário de Porto Alegre, o 17 de dezembro marca, também, o Dia do Torcedor Colorado, e foi exatamente o povo vermelho quem assumiu o protagonismo da cerimônia a partir da entrega de homenagens a ilustres alvirrubros. Primeiro, Sergio Juchem, presidente do Conselho Deliberativo, outorgou, in memorian, a Medalha Irmãos Poppe a Aldo Dias Rosa, histórico dirigente colorado dos anos 1970.

Na sequência, Fernanda Bizzotto, Enzo e Eloá receberam das mãos de Mauri Luiz da Silva, vice-presidente do Conselho, o diploma de Capitão Emérito que foi outorgado a Fernandão na mais recente reunião do Legislativo colorado, realizada no último dia 29 de novembro. Também nessa, Noêmia Martins Fontoura, Sérgio da Silva Vanacor e Jorge Luis de Oliveira foram consagrados Torcedores Eméritos do Internacional, título que lhes foi dado em reconhecimento à devoção de cada um ao Clube do Povo.

Os diplomas para os Torcedores Eméritos também foram entregues na cerimônia desta sexta. Para Sérgio, o famoso ‘Macaco’, coube a Mirella Ferrari, 2ª secretária do Conselho, entregar o certificado. Já a ‘Vô Noêmia’ recebeu o diploma de Vânia Damin, 1ª secretária da casa, enquanto Alessandro Barcellos homenageou Jorge, o ‘Nego Beleza’. Além da certidão, os três ainda ganharam, é claro, a camisa comemorativa aos 15 anos do Mundial.

Vó Noêmia também foi homenageada/Foto: Felipe Bortoluzzi

De volta à viagem no tempo, Fernando Carvalho foi convidado a discursar diante do público presente. Emocionado, o histórico dirigente do Clube do Povo assumiu o microfone na companhia de seus antigos companheiros de gestão, e fez questão de compartilhar os méritos da conquista com todos que faziam parte do Internacional no mágico ano de 2006.

“O Mundial foi uma conquista de todos, com o respaldo do torcedor. Hoje, aqui, eu me emociono. Nós, enquanto Clube, temos que resgatar nossa história permanentemente. Parabéns a todos pelo evento!”

Fernando Carvalho

Das diretivas para as quatro linhas, quem falou na sequência foi o ídolo Ceará. Camisa dois na campanha que conquistou o planeta, o algoz de Ronaldinho representou o grupo de atletas campeões, e discursou sobre a árdua missão que teve na finalíssima, quando anulou o então melhor jogador do mundo.

“Um cearense que sai da roça, passando necessidade e, de repente, se vê no topo do mundo. É uma conquista feita por todos, com muito sacrifício, muita doação e muita determinação. Esperamos, e estamos na torcida, para que isso aconteça novamente.”

Ceará
Ídolo Ceará representou os campeões/Foto: Felipe Bortoluzzi

Encerrando as manifestações, Alessandro Barcellos celebrou a alegria estampada no rosto de todos os presentes. Acompanhado dos vice-presidentes Dannie Dubin, Luiz Carlos Bortolini e Humberto Busnello, o mandatário do Clube do Povo ainda saudou a presença dos ex-presidentes colorados que prestigiaram a cerimônia e destacou a essência vitoriosa e trabalhadora que caracteriza o Internacional.

“A gente tem que relembrar esses feitos. Quem não olha para sua história, não constrói o futuro. É um momento de festa e comemoração. Ninguém nunca vai esquecer dessa conquista. Nem nós, nem os que virão, pois é nossa obrigação reverenciar essa data e a tomar como exemplo.”

Alessandro Barcellos

Presidente Alessandro Barcellos encerrou o cerimonial/Foto: Felipe Bortoluzzi

Ato contínuo à fala do presidente, uma queima de fogos encerrou a festiva manhã desta sexta-feira, que ainda contará com mais atrativos para a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Às 18h, a Rádio Colorada apresentará o especial ‘Gigantes de Yokohama’, que contará a história do título a partir das vozes dos grandes protagonistas da conquista. Comemore, torcedor colorado! Hoje, como em nenhum outro momento do ano, o dia é todo seu!

Em entrevista para a Rádio Colorada, Victor Grunberg tira dúvidas sobre o aumento do público no Beira-Rio

O Gre-Nal 434 estabelecerá o novo recorde de público do Beira-Rio após o retorno da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande às arquibancadas da casa vermelha. Atendendo a decreto do governo gaúcho, o Gigante poderá receber até 50% de sua capacidade no clássico deste sábado, o que totaliza cerca de 25 mil pessoas. Com o objetivo de esclarecer potenciais dúvidas de colorados acerca da novidade, o vice-presidente de Patrimônio e Administração alvirrubro, Victor Grunberg, participou do Programa do Inter, noticiário da Rádio Colorada, desta sexta-feira (05/11). Confira a íntegra:

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Victor Grunberg esclarece dúvidas sobre aumento do público no Gigante | 05/11

De imediato, Victor elucidou os ritos adotados até a mudança no decreto estadual. O aumento da capacidade permitida nos estádios foi decretado pelo governo gaúcho em decorrência das constantes reuniões realizadas entre o poder público e representantes dos clubes do Rio Grande do Sul, e reconhece a qualidade dos protocolos adotados pelo Colorado.

“A liberação de presença e percentual de público não é o Clube quem define. É o governador, com o gabinete de crise. A Federação Gaúcha e os outros clubes que disputam a Série A têm participado de reuniões semanais e, vou ser muito sincero, acho que a gente tem sido um exemplo. Assim como a gente construiu de 30% para 50%, estamos pleiteando, para o ano que vem, os 100%, sempre acompanhando o avanço da vacinação na segunda dose, que é um fator muito importante.”

Victor Grunberg
Torcida colorada convive com rígidos protocolos desde o retorno ao Beira-Rio/Foto: Felipe Bortoluzzi

Exatamente a respeito dos protocolos, Victor destacou as poucas mudanças que precisarão ser adotadas pelo Inter. As novidades mais impactantes na rotina colorada, como o acesso em duas etapas ao Estádio, dividido entre os portais de entrada no Pátio e as próprias catracas, são um exemplo de rotina que será mantida neste sábado. Por outro lado, grupos de até seis pessoas poderão assistir à partida juntos – o dobro do anteriormente permitido.

“As mudanças, em aspectos operacionais, são pequenas. O governo tinha liberado 30% de presença de público. Agora, temos liberação para 50%. Antes, podiam se reunir grupos de até três pessoas. Agora, são seis. Pessoal está organizando as fitas de isolamento. E faço o reforço: ocorrem duas verificações. Uma, para entrar no perímetro do Estádio, nos portais, e, depois, nas catracas. Na primeira, também se avalia a questão da carteira de vacinação, e convocamos o torcedor para chegar o mais cedo o possível.”

Victor Grunberg
Antes, até três pessoas podiam assistir ao jogo juntas/Foto: Ricardo Duarte

O dirigente colorado fez questão de reforçar a importância de que a torcida chegue antecedência para o clássico do Beira-Rio. Os portões do Estádio, como de costume desde o retorno do público, serão abertos três horas antes do apito inicial, e os bares localizados no pátio estarão operando, dentro dos protocolos exigidos, para atender da melhor maneira aqueles que superarem a primeira barreira de acesso Gigante.

Os portões abrem com três horas de antecedência, e a questão dos bares internos, que me questionam bastante, estarão à disposição. Abertos, seguindo os protocolos de restaurantes e bares daqui do Rio Grande do Sul. Normalmente, quem chega em cima da hora fica na fila. Nesse jogo, em que além da carteirinha, se cobra o E-Ticket, que tem que ser nominal, e a verificação da carteira de vacinação, gera um pouco de fila. Então, quem puder, vai chegando, e vamos respeitar o regramento. Nossa expectativa está lá em cima!”

Victor Grunberg
Chegue cedo ao Gigante!/Foto: Ricardo Duarte

A respeito dos portais de acesso, Victor ressaltou que são quatro as entradas ofertadas à torcida. Dessas, as localizadas no Edifício Garagem e no Sunset têm convivido com poucas filas, e são aconselhadas para quem busca maior velocidade no momento de entrar no Estádio. Quaisquer mudanças, vale lembrar, são constantemente informadas pelos colaboradores do Clube do Povo, que acompanham em tempo real o comportamento do público nas cercanias do Gigante.

“A gente tem acessos na Estátua do Fernandão/Letreiro, no Gigantinho, no Sunset e no Edifício Garagem. Tem formado bastante fila na altura do Letreiro, e a fila é menor no Edifício e no Sunset. Recomendo ao torcedor que use essas entradas. Temos pessoas com megafone fazendo essas indicações, porque a nossa equipe está sempre assistindo às câmeras e vendo o que acontece no pátio e no complexo.”

Victor Grunberg
Portal localizado na altura do letreiro tem concentrado filas

Praticamente inexistem lugares à venda para o Gre-Nal 434. As entradas para o clássico foram comercializadas seguindo o novo ritual de serviço de jogo para partidas no Gigante, através do qual o Clube do Povo disponibiliza uma determinada carga de ingressos para cada grupo de categorias de sócios e sócias. Os critérios adotados pelo Inter no processo de segmentação da massa associativa também foram apresentados por Victor na entrevista para a Rádio Colorada.

“Nós pegamos os dados de 2018 e 2019, avaliamos a assiduidade das categorias e tentamos fazer proporcional. Existem diversas modalidades, e as segmentamos em quatro grupos. O primeiro nem precisaria fazer Check-In. O segundo, sim. Já o grupo três compra ingresso com desconto, enquanto o quarto paga ingresso cheio, mas com preferência – o Nada Vai Nos Separar -, e também tem a Academia do Povo, para a qual destinamos a mesma quantidade de lugares de antes da pandemia. Pelas métricas, tentamos trazer o Beira-Rio mais próximo do que a gente tinha na normalidade.”

Nota oficial – Torcida visitante no Beira-Rio

O Sport Club Internacional vem a público comunicar que reconhece o esforço de seus associados e torcedores em geral durante o período de enfrentamento da Pandemia Covid-19. Desde o início da pandemia o Clube vem discutindo e buscando meios para que o acesso da torcida ocorra de acordo com as mais rígidas normas de segurança, não medindo esforços e investimento mesmo diante de um momento econômico desfavorável em virtude do período pandêmico que enfrentamos.

Neste momento, entretanto, o Clube se vê premido pelos normativos da CBF e do Estado do Rio Grande do Sul no que diz respeito ao acesso da torcida visitante em nosso Estádio. Assim, diante das conversas mantidas com os órgãos públicos por meio de suas autoridades, até o presente momento não recebemos qualquer posição contrária ao acesso de torcedores visitantes no Estádio Beira-Rio, em que pese nossa veemente posição em sentido oposto.

Historicamente o Clube vem se manifestando no sentido de que os jogos de futebol sejam assistidos pelas torcidas de ambas as equipes, o que, entretanto, neste momento mostra-se impróprio e imprudente pelos aspectos de segurança sanitária e pública (controle de acesso de torcedores, ausência de identificação visual, distanciamento social, etc.).

Dessa maneira, informamos que exclusivamente para atendimento dos normativos ora vigentes, os ingressos para torcida do SC Corinthians Paulista serão vendidos por intermédio do website do SC Internacional, sendo que os torcedores interessados deverão cumprir os protocolos vigentes e que são idênticos àqueles exigidos ao nosso torcedor. Acompanharemos de forma vigilante todos os desdobramentos relacionados à presença de torcida visitante em nosso Estádio.

‘O Inter precisa de união’, propõe novo vice de futebol

Emílio Papaléo Zin foi apresentado oficialmente (Fotos: Ricardo Duarte)

O departamento de futebol tem nova peça importante em sua engrenagem. Emílio Papaléo Zin foi apresentado nesta quarta-feira (11/08) como novo vice-presidente da pasta. O conselheiro se disse honrado com o convite e pediu a união por parte de todos os colorados para alavancar o sucesso do Clube.

Pouco antes da entrevista, o conselheiro e advogado, que conta com mais de duas décadas de serviços prestados ao Inter, foi apresentado oficialmente ao grupo de jogadores e comissão técnica, conversando diretamente com o grupo dentro do gramado do CT Parque Gigante.

Dirigente conversou com elenco colorado

O dirigente contou com a presença de Alessandro Barcellos na coletiva de apresentação. Lado a lado com o novo vice de futebol, o presidente ressaltou a postura e conhecimento da engrenagem colorada por parte do escolhido.


“É um colorado que traz no seu DNA as características do diálogo e da transparência, e, ao mesmo tempo, a firmeza e autoridade que esse posto exige. É um colorado que vive o Clube, participa do nosso comitê de futebol, que foi quem montou o projeto, vem acompanhando as reuniões sistemáticas que fazemos. É um conselheiro que sabe muito bem o que está acontecendo, tenho certeza que entra nessa engrenagem de forma tranquila com relação ao conhecimento da realidade que vivemos, às dificuldades e aos desafios que temos pela frente” , avaliou Barcellos.

Em suas primeiras palavras, Papaléo agradeceu o chamado: “Estou extremamente honrado com o convite. Agradeço a confiança em mim depositada nessa árdua missão e desafio que me propus a aceitar. Espero corresponder a expectativa.”

Entre as atribuições da vice-presidência de futebol, Papaléo insistiu que a unificação em torno do Clube é fundamental para atingir voos maiores.


“O Internacional está precisando de união. Não estamos aqui como representantes de movimentos políticos, nós estamos aqui como colorados. Precisamos nos unir em torno de objetivos em comum. Embora o passado seja uma roupa que não nos serve mais, a história nos mostra que o Internacional, sempre que foi exitoso, esteve unido. Preponderantemente é nisso que temos que focar, blindar os jogadores, dar condições para que eles possam jogar futebol sem interferências externas”, declarou o novo vice de futebol.

Confira a entrevista na íntegra:

Clube do Povo reforça a campanha ‘O Esporte Aquece e Alimenta’

Iniciativa reuniu membros de Inter, Grêmio e São José (Foto: Chico Santana)

O Clube do Povo entrou em campo para mais uma importante campanha: ‘O Esporte Aquece e Alimenta’. Com iniciativa da Secretaria do Esporte e Lazer (SEL), o pontapé inicial foi dado na tarde desta segunda-feira (7/6), no drive thru da campanha, com a participação de Inter, Grêmio e São José.

Os clubes de futebol da capital uniram forças junto ao governo gaúcho para promover a arrecadação de mantimentos para famílias em situação de vulnerabilidade. Os donativos serão encaminhados para a Defesa Civil, em Porto Alegre, e prefeituras no interior do estado, onde será feita a coleta, a triagem e posterior distribuição.

No lançamento oficial, o Clube do Povo esteve representado pela meio-campista Djeni, das Gurias Coloradas, e pelo vice-presidente de Relacionamento Social, Cauê Vieira, que reforçou o engajamento colorado na campanha:

“O Internacional, Clube do Povo, tem em suas raízes o apoio à comunidade, seja através das ações próprias desenvolvidas por seus consulados, torcidas organizadas e FECI, ou pelo apoio a iniciativas governamentais como a capitaneada pela SEL. Estar ao lado dos que necessitam faz parte da nossa cultura e reforça o papel social do Clube junto aos gaúchos e gaúchas.”

Cauê Vieira – vice-presidente de Relacionamento Social
Cauê Vieira e Djeni representaram o Inter (Foto: Chico Santana)

Participe!

A campanha tem como foco arrecadar doções de alimentos não perecíveis e cestas básicas que serão destinadas às famílias que enfrentam dificuldades em decorrência da pandemia da Covid-19, além do recolhimento dos agasalhos.

Para fazer a sua parte e contribuir deixe a sua doação no drive thru da campanha, localizado no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff) – Avenida Borges de Medeiros, nº 1501, em Porto Alegre.

Podcast debate homofobia no futebol

Neste Dia Internacional contra a Homofobia, convocamos todos a refletir. Até quando aceitaremos a intolerância enraizada na maior paixão do Brasil? O oitavo Podcast ‘Resenha Colorada’ debate o preconceito de gênero no futebol nacional. Confira!

Apresentação:
Cauê Vieira – VP de Relacionamento Social

Convidados:
Janice Cardoso: Diretora Feminina e de Inclusão;
Gill Azevedo – Sócia Colorada desde 2006;
João Abel – Jornalista autor do livro “Bicha! Homofobia Estrutural no Futebol”.

Pré-jogo: Inter presenteia dirigentes do Olimpia com placa

Cauê Vieira (E) e Flavio Ordoque (3° da esquerda para direita) representaram o Inter

O Sport Club Internacional prestou uma homenagem ao Olimpia antes da partida desta noite, no Beira-Rio. Uma placa contendo referência ao jogo válido pela 3ª rodada da Libertadores da América foi oferecida a dirigentes do clube paraguaio como demonstração de respeito e fidalgia ao time visitante. O presente foi entregue em um dos camarotes do Gigante pelo vice-presidente de Relacionamento Social Cauê Vieira e pelo secretário-geral Flavio Ordoque.

Nota oficial

O Sport Club Internacional informa que Juan Pablo Boeira, contratado para ocupar o cargo de diretor de Vendas e Marketing, anunciou hoje a sua saída do Clube para assumir outros desafios.

Agradecemos o trabalho realizado e desejamos sucesso na nova trajetória.

Comunicado oficial

O Sport Club Internacional anuncia nesta quarta-feira (7) o desligamento de funcionários de diferentes áreas do clube.

Já era previsto que o momento atípico que o mundo está vivendo, com a pandemia da COVID-19, causasse grandes impactos nas receitas e colocasse o Clube em uma nova realidade. O momento é de transição e de adaptação ao novo cenário.

Gostaríamos de agradecer a todos pela dedicação e respeito que sempre tiveram ao Colorado.

Com o orçamento de 2021, o Clube precisou criar um conjunto de ações, que já estão sendo executadas desde o começo da atual temporada. O objetivo é conseguir enfrentar o momento difícil de pandemia.

Dentre essas medidas estão: redução de contratos com parceiros, fornecedores e suprimentos; redução de investimentos e redução da folha de pagamentos e do quadro funcional, ajustando o Clube para a nova realidade.

A venda de atletas também será necessária em 2021 para viabilizar o pagamento de todas as despesas ordinárias.

É fundamental salientar que as ações partem da premissa de não prejudicar a performance esportiva do Internacional, uma vez que essa gestão tem como objetivo principal manter o clube como protagonista no cenário esportivo conjugado com o equilíbrio financeiro.