Fora de casa, Inter empata sem gols com o Atlético-GO

O Clube do Povo empatou sem gols com o Atlético-GO, na noite deste domingo (29/08), em partida da 18ª rodada do Brasileirão. Com o ponto conquistado no Antônio Accioly, o Colorado chega a 23 pontos na competição.

Os comandados de Diego Aguirre retornam aos gramados no dia 13 de setembro, após final de semana de folga em virtude da disputa da Data FIFA que conta com Edenilson, Palacios e Guerrero convocados. Diante do Sport, a partida abre o returno, e terá como palco a Ilha do Retiro.


Defesas levam a melhor

Nem Colorado, nem Dragão levaram verdadeiro perigo às defesas adversárias no primeiro tempo desta 18ª rodada do Brasileirão. Caracterizada por retaguardas bem postadas, a etapa inicial presenciou momento de maior verticalidade dos dois lados ainda na casa dos 10 minutos, quando Yuri, para o Inter, e André Luís, do lado do Atlético-GO, levaram perigo em lances de relativa confusão das zagas rivais.

Mais uma vez segura, a dupla de zaga formada por Bruno Méndez e Victor Cuesta anulou com exatidão as tramas de João Paulo e Zé Roberto, tabela que se mostrou perigosa ao longo deste primeiro turno de Brasilierão. Na frente, os melhores momentos colorados saíram da aproximação de Taison a Moisés e Patrick, trio que conseguiu boas tramas pela esquerda, mas nenhuma consagrada com gol.


Mandantes retornam melhor, Inter termina em cima

Quem retornou melhor dos vestiários foi o Atlético-GO, que acumulou boas chances nos 10 minutos de abertura da etapa final. Janderson, logo após a saída da bola, assustou pela esquerda, enquanto João Paulo teve arremate cortado em cima da linha, de maneira providencial, por Bruno Méndez. Aos 13, Zé Roberto também levou perigo, mas em lance paralisado por irregularidade na origem.

Após segundo terço de muitas paralisações, os 15 minutos finais de jogo presenciaram pressão colorada. A partir das entradas de Mauricio, Caio Vidal e Palacios, o Inter construiu enorme volume ofensivo, armado a partir da velocidade do trio e das paredes de Paolo Guerrero, que muito incomodava a zaga. Ninguém, contudo, foi capaz de balançar as redes, que seguiram intactas até o último apito.


Primeiro tempo

9min – UUUUUUUUUUUUH! Yuri recebe de Taison, invade a área rubro-negra e, rente à linha de fundo, tenta o passe rasteiro, para trás. A zaga não afasta, o ataque não completa, e a posse retorna ao 11 do Inter, que finaliza bloqueado por grande saída de Fernando Miguel.

10min – BEM, DANIEL! Igor Cariús arrisca despretensioso, mas com força, pela esquerda. A bola explode na zaga do Inter e toma a direção do lado direito da área vermelha. Antes de André Luis, goleiro colorado deixa o gol e afasta.

11min – COOOOORTA A ZAGA! Taison, que visão! Camisa 10 percebe Moisés nas costas da zaga e serve. Lateral vai até a linha de fundo e cruza rasteiro. Antes de Patrick, Arnaldo manda pela linha de fundo.

26min – Arnaldo sai cara a cara com Daniel e, dentro da área, finaliza para as redes. Gol é anulado por impedimento do lateral-direito rubro-negro.

28min – Lesionado, Arthur Henrique deixa o campo no Dragão. Entra Janderson.

32min – Daniel! João Paulo finaliza de muito longe, e goleiro colorado espalma com segurança.

35min – SALVA, FERNANDO MIGUEL! Edenilson lança Yuri nas costas da zaga atleticana. Camisa 11 dominaria com total liberdade, mas goleiro rubro-negro deixa a meta e afasta o perigo.

45min – Mais um. Vamos até 46!

46min – Encerrado o primeiro tempo.


Segundo tempo

1min – Janderson é lançado em velocidade pela esquerda, consegue o drible na segunda tentativa e chuta cruzado. Daniel espalma, Moisés corta, e arbitragem interrompe o lance por impedimento.

5min – SAAAAALVA, BRUNO MÉNDEZ! Em cima da linha, zagueiro corta finalização de João Paulo, que já superara o goleiro Daniel. Grande lance do uruguaio!

13min – Zé Roberto recebe com espaço na área colorada, mas lance é paralisado por irregularidade na origem da jogada. Atacante reclama e recebe o amarelo.

15min – Johnny por Guerrero. Muda o Inter.

15min – Dourado impede escapada de Janderson e recebe o amarelo.

25min – Vêm Palacios e Paulo Victor no Clube do Povo. Taison e Moisés deixam o campo.

26min – André Luiz escapa pelo corredor direito e finaliza fechado. Daniel encaixa.

28min – NA TRAAAAAAAAAAVE! Heitor costura da direita para o centro e finaliza com a canhota. A bola supera Fernando Miguel, mas explode no poste direito da meta atleticana. Teimosia para não entrar!

32min – Rickson e Montenegro entram no Atlético-GO. Saem André Luis e Zé Roberto.

33min – Por reclamação, Palacios recebe o amarelo.

35min – Caio e Mauricio por Patrick e Yuri. Aguirre completa as cinco mudanças.

37min – UH! Daniel lança linda bola para Edenilson, que escapa pela esquerda e aciona Caio. Camisa 47 corta para a perna direita e, dentro da área, finaliza rasteiro. Fernando Miguel encaixa.

39min – UUUUUUUUUH! Mauricio arma contra-ataque para o Inter e deixa com Caio, que tenta o passe rasteiro na segunda trave. Guerrero teria o gol aberto para marcar, mas a zaga cortou em escanteio!

42min – UUUUUUH! DE NOVO, MAURICIO SERVE! Agora, do 27 para Palacios, que invade a área pela direita, ajeita para soltar a bomba e manda por cima. Quase, quase!

45min – Com quatro de acréscimos, vamos a 49.

49min – Jogo encerrado em Goiânia.


Ficha técnica:

Atlético-GO (0): Fernando Miguel; Arnaldo, Wanderson, Éder e Igor Cariús; Baralhas, Willian Maranhão, André Luis (Rickson), João Paulo e Arthur Henrique (Janderson); Zé Roberto (Montenegro). Técnico: Eduardo Barroca.

Internacional (0): Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Edenilson, Johnny (Guerrero), Rodrigo Dourado e Patrick (Caio Vidal); Taison (Palacios) e Yuri Alberto (Mauricio). Técnico: Diego Aguirre.

Cartões amarelos: Zé Roberto (A). Rodrigo Dourado e Palacios (I).

Arbitragem: Marielson Alves Silva, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Edevan de Oliveira Pereira. Quarto árbitro: Osimar Moreira da Silva Júnior. VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia.

Estádio: Antônio Accioly-GO.

Fotos: Atlético-GO x Internacional – 18ª rodada/Brasileirão 2021

Inter visita o Atlético-GO pela 18ª rodada do Brasileirão 2021. Confira as imagens da partida!

Raio-X: Clube do Povo visita o Atlético-GO na 18ª rodada do Brasileirão

A partir das 18h15, Colorado enfrenta o Dragão em Goiânia/Foto: Ricardo Duarte

Para dar continuidade à sequência de quatro jogos de invencibilidade, o Inter visita o Atlético-GO, a partir das 18h15 deste domingo (29/08), pela 18ª rodada do Brasileirão. Penúltima do primeiro turno, a partida foi projetada pela Rádio Colorada em entrevista com Nathália Freitas, setorista do Dragão pela Rádio Sagres. Confira a íntegra da conversa e, na sequência, fique por dentro de tudo sobre o duelo.

Sport Club Internacional · Raio-X #47 | Atlético-GO x Internacional | 29/08/2021

Transmissão 📻

Se é dia de Inter, é dia de torcer com a Rádio Colorada! Ao vivo a partir das 17h deste domingo, a emissora oficial do Clube do Povo apresentará, como de costume, a jornada mais vermelha do planeta bola. Confira a programação:

Domingo (29/08)Plataforma
0hProgramação musicalInternet e App do Inter
17h Raio-XInternet e App do Inter
17h30Portões AbertosInternet e App do Inter
18h15Jornada EsportivaInternet e App do Inter
20h15Vestiário VermelhoInternet e App do Inter
21h30Programação musicalInternet e App do Inter
Torça com a gente!/Foto: João Callegari

Enriquecido por imagens dos principais lances da partida, o tradicional minuto a minuto das redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) marcará presença na cobertura do duelo entre Clube do Povo e Dragão. Na TV, Premiere e SporTV anunciam transmissão.


Vamo, Inter! 💪

Colorado encerrou preparativos na tarde deste sábado/Foto: Ricardo Duarte

A equipe colorada contou com período considerável de dias livres para ajustar detalhes antes da partida contra o Dragão. Iniciada na última terça-feira (24/08), a preparação para a 18ª rodada do Brasileirão viveu seu capítulo final já no Centro-Oeste brasileiro. Após embarcar para Goiânia no final da tarde de sexta (27/08), o elenco alvirrubro trabalhou, neste sábado (28/08), na Serrinha, casa do Goiás.

Diante do Atlético-GO, Aguirre não poderá contar com Rodrigo Lindoso. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o volante, que vinha formando dupla com Dourado, se junta a Renzo Saravia na lista de desfalques do Inter. Mauricio, por outro lado, volta a ficar disponível após liberação do Departamento Médico. O meio-campista sofrera, ainda no início do mês, lesão muscular na coxa esquerda.

Aguirre tem desfalques para escalar o Inter/Foto: Ricardo Duarte

Marcada, como de costume, por aspas dos atletas colorados, a semana foi de entrevista exclusiva de Edenilson para o Canal do Inter. Pilar do time de Aguirre, o camisa oito, que tem atuado pela direita do meio de campo, com maior liberdade para se somar ao ataque, compartilhou suas expectativas para o duelo no Antônio Accioly.

“É um momento importante na competição. A gente conseguiu crescer nos últimos jogos. Ter mais tempo para treinar fez a diferença, e sete pontos em nove é muito bom. Esperamos manter. Agora, vem um jogo difícil, contra uma equipe muito bem treinada, que sempre faz bons campeonatos. Vamos preparados. A gente espera buscar o resultado positivo.”

Edenilson

Artilheiro do Brasileirão, no início da rodada, com os mesmos oito tentos de Gilberto e Bruno Henrique, Edenilson se destaca como o jogador que mais participou de gols no torneio, graças às cinco assistências que também registra. A boa fase foi analisada pelo próprio SuperEd, que compartilhou seus méritos com o restante da equipe.

“Fico feliz por estar ajudando.

Tudo é fruto do trabalho.

O gol nunca é feito por um jogador só,

existe todo um trabalho para que aconteça.”

Edenilson

Sobre a equipe, Edenilson compartilhou a satisfação de dividir momento artilheiro com Yuri Alberto, autor de cinco gols nos últimos três jogos, e Taison, que tem protagonizado grandes exibições desde seu retorno ao Clube do Povo. Junto, o trio forma linha de frente que, sempre acompanhada por Patrick, dono do corredor esquerdo, já balançou as redes 10 vezes desde a 15ª rodada, momento em que a atual formação foi adotada por Aguirre.

“O Yuri, pra mim, tem um potencial gigantesco. Todos estamos vendo isso, e a gente, que trabalha no dia a dia, sabe da margem de crescimento que ele tem. Já o Taison, a gente sempre conversou. Antes de ele voltar para cá, falava que jogaríamos juntos. Agora, está se concretizando. Assim, a equipe está crescendo.”

Edenilson

Entrevistado na quarta (25/08), o meio-campista voltou a atrair holofotes na sexta, quando foi convocado por Tite, técnico da Seleção Brasileira, para a disputa de rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo. Recompensa natural para o brilho exibido pelo protagonista camisa oito, o chamado foi comemorado com o companheirismo de sempre por Edenilson, incapaz de esconder a euforia com o privilégio de defender a Canarinho pela primeira vez em sua carreira.

“É uma sensação única, difícil descrever, um sentimento que não cabe no peito. Na hora, quis ligar para a minha família e agradecer cada companheiro, os de hoje e os que passaram. Só tenho a agradecer. Representar a maior seleção do mundo, que tem mais história, o país do futebol! São poucos que têm esse privilégio, e me sinto honrado.”

Edenilson

Quem pode atuar ao lado de Edenilson antes da apresentação do camisa oito à Seleção é Johnny. Cotado para a vaga de Rodrigo Lindoso, o meio-campista, curiosamente, briga com outros dois convocados por lugar entre os titulares. Guerrero, chamado pelo Peru, e Palacios, relacionado pelo Chile, são as alternativas mais ofensivas de que dispõe Aguirre. A respeito da briga por espaço, a jovem cria do Celeiro conversou com o Canal do Inter neste sábado.

“A gente sabe da dificuldade do jogo, e vem com a ideia de manter a nossa sequência. De não tomar gol, e fazer o nosso, para sair com os três pontos. A equipe toda está preparada. Quem o professor optar, vai desempenhar o papel da melhor forma. Tenho certeza.”

Johnny

Arbitragem 👨‍⚖️

Marielson Alves Silva apita, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Edevan de Oliveira Pereira. Trio da Bahia. Quarto árbitro: Osimar Moreira da Silva Júnior, de Goiás. VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia, do Rio de Janeiro.


Rival 🆚

Rival não sofreu sustos no primeiro turno/Foto: DVG/Atlético-GO

É muito segura a campanha construída pelo Atlético-GO até o presente momento. Sétimo colocado com 24 pontos, o Dragão venceu seis, empatou outras seis e perdeu cinco das 17 rodadas que já disputou no Nacional de 2021. Consistente, o desempenho cria expectativas altas na torcida, que lamenta não estar ainda mais próxima do G4, como revelou Nathália na entrevista para a Rádio Colorada.

“O Atlético-GO bateu a pontuação do primeiro turno da temporada passada faltando jogos para virar o turno atual. Aqui, se encara a campanha como muito boa, consistente, mas, com certeza, poderia ser ainda melhor. Apesar de todos comemoraram o momento, a sensação é de o time tinha chances de estar mais perto do G4.”

Nathália Freitas
Em casa, Dragão ficou no 1 a 1 com a Chape na rodada passada/Foto: DVG/Atlético-GO

A relativa frustração de torcida e crônica com a campanha rubro-negra se deve, em grande parte, à oscilação do Atlético-GO como mandante. Sem vencer no Antônio Accioly há cinco rodadas, o Dragão já desperdiçou chances importantes de se aproximar do pelotão de frente do Brasileiro. A instabilidade do time de Eduardo Barroca em seus domínios, de acordo com Nathália, encontra justificativa na dificuldade da equipe para encontrar espaços nas defesas mais fechadas.

“O estilo de jogo do Atlético-GO impossibilita um melhor desempenho. Os times vêm para cá e jogam um pouco mais fechados, principalmente os que ocupam a parte baixa da tabela. E o Dragão ficou sem o João Paulo, que é o único camisa 10 do elenco. Os outros meio-campistas são volantes que jogaram de forma improvisada, o que prejudicou a criação. Com a volta do João, já melhorou.”

Nathália Freitas
João Paulo é o 10 rubro-negro/Foto: DVG/Atlético-GO

Comandante atleticano desde a primeira rodada do Brasileirão, quando fez sua estreia substituindo Jorginho, Eduardo Barroca simboliza bem os sentimentos confusos da torcida rubro-negra para com a campanha do time. Respaldado pela direção e extremamente envolvido com o cotidiano do Dragão, o técnico não goza de grande prestígio junto à crônica esportiva de Goiás.

“Barroca foi muito contestado quando chegou aqui, principalmente pela torcida, que até hoje não tem ele como unanimidade. Hoje, a maioria vai dizer que não gosta do trabalho, mas ele tem muito respaldo da diretoria. Pediu parar morar no CT, que tem um hotel que serve de concentração, e isso mexe com a confiança que a presidência tem.”

Nathália Freitas
Barroca comanda o adversário desde o início do Brasileiro/Foto: DVG/Atlético-GO

Diante do Inter, o Dragão terá os desfalques de Natanel e Dudu, ao mesmo tempo que contará com os reforços Rickson e Pedro Henrique, regularizados junto à CBF. Recém-chegados, porém, o volante e o zagueiro não devem ser titulares. Assim, os prováveis 11 de Barroca são: Fernando Miguel; Arnaldo, Éder, Wanderson (Oliveira ou Werley) e Arthur Henrique; Maranhão, Baralhas e João Paulo; André Luiz, Zé Roberto e Janderson.


Palco 🏟️

Panorama do Antônio Accioly/Foto: DVG/Atlético-GO

Enfrentar o Clube do Povo carrega significado especial para a torcida do Atlético-GO. Na temporada passada, foi exatamente diante do Inter, em partida da 23ª rodada do Brasileirão, que o Dragão disputou sua primeira partida da elite brasileira no Antônio Accioly. Inaugurado em 1930, o Estádio passou por amplas reformas em 2020, obras que o tornaram apto a receber jogos da Série A. Atualmente, os destaques ficam pela capacidade, de 12.500 pessoas, e o potente sistema de iluminação.


Retrospecto do confronto 📊

Damião e Kleber comemoram vitória conquistada em 2011/Foto: Alexandre Lops

O Clube do Povo leva ampla vantagem no retrospecto de seu confronto com o Atlético-GO. Superado uma única vez ao longo das 12 partidas já disputadas pelas duas equipes na história, o Colorado bateu o Dragão em sete ocasiões, além de marcar 24 gols, 14 a mais do que os anotados pelo rival.


Um 2020 colorado 🔙

Moisés marcou no Atlético-GO em 2020/Foto: Ricardo Duarte

Os excelentes números do Inter diante do Dragão podem ser parcialmente justificados pela temporada passada. Adversários nas oitavas de final da Copa do Brasil, Colorado e Atlético-GO abriram a disputa do mata-mata nacional em Goiás, onde o Clube do Povo, com gols de Leandro Fernández e Moisés, conquistou importante vitória de 2 a 1. O placar, inclusive, foi repetido no Beira-Rio, quando Galhardo e Rodinei marcaram os tentos alvirrubros.

Inter teve bom desempenho diante do Dragão na temporada passada/Foto: Ricardo Duarte

O primeiro triunfo do ano passado, porém, saiu no Brasileirão. Em partida da 4ª rodada, o Clube do Povo superou o Atlético-GO, no Beira-Rio, por 3 a 0. Musto e Galhardo, este duas vezes, a primeira após jogada de cinema de Patrick, garantiram os três pontos. No returno, as equipes empataram sem gols no Accioly. O duelo marcou o início de histórica sequência invicta do Inter no torneio, que teria como ponto alto as nove vitórias consecutivas encarrilhadas a partir da 25ª jornada nacional.

Patrick foi importante na vitória do primeiro turno passado/Foto: Ricardo Duarte

Fotos: Inter 2×2 Flamengo

Colorado encara adversário direto na tabela de classificação do Brasileirão

Inter empata no Beira-Rio e segue na ponta do Brasileirão

Inter e Flamengo empataram por 2 a 2 no Beira-Rio, na noite deste domingo (25/10), em partida da 18ª rodada do Brasileirão. Marcado por arbitragem infeliz de Wilton Pereira Sampaio, que ofereceu sete minutos de acréscimos para o empate dos visitantes, o duelo contou com gols de Abel Hernández e Thiago Galhardo para o Clube do Povo. Com o resultado, o Colorado, dono de 35 pontos, segue na liderança nacional.

+ Confira as coletivas pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida


Ritmo alucinante

A primeira dezena de minutos da partida correu de maneira alucinante. Dono das ações que abriram a partida, o Clube do Povo criou duas chances claras em cinco minutos, a primeira com Abel, a segunda dos pés de Heitor. Na sequência, aos sete, não houve vacilo do lado vermelho, somente de parte dos cariocas. Isla tentou driblar Patrick e teve a posse tomada pelo Pantera, que invadiu a área rival e rolou para Abel completar em direção à meta aberta. Curta, a vantagem alvirrubra foi encerarda aos 10 por Pedro, em gol de fora da área.

A igualdade no marcador encontrou reflexo dentro de campo. Durante a casa dos 10 minutos, a posse de bola das duas equipes esteve bastante próxima, ocasião aproveitada pelo Colorado para tomar um ar e renovar o fôlego antes de retomar a marcação pressão na saída de jogo carioca. O aperto foi reiniciado aos 20, e logo na sequência, após Abel apertar Gustavo Henrique, Galhardo ficou com a sobra para, cara a cara com Hugo, finalizar em direção às redes. Após o tento, as duas equipes voltaram a criar oportunidades, o Inter inclusive marcou novo gol, anulado por impedimento de Thiagol, mas o placar não voltou a ser alterado.


Protagonismo para o apito

Wilton Pereira Sampaio minou a partida na etapa final. Exibindo critério excessivamente rigoroso para punir o Inter, o homem do apito não era tão criterioso com as irregularidades da equipe visitante. Dentro de campo, o Flamengo tratava de igualar o marcador e, para isso, adotava postura muito ofensiva. O Clube do Povo, por outro lado, assustava em contra-ataques perigosíssimos. No encerramento do jogo, absurdos sete minutos cumpriram seu objetivo: o empate visitante.

Melhores momentos – primeiro tempo

1min – PRA FOOOORA! QUE FATIADA, ZÉ! Zagueiro dono da 35 colorada inverte o jogo para Heitor, que vai ao fundo e cruza. A zaga corta, mas o rebote é do lateral, que levanta na cabeça de Abel. Número 99 manda pela linha de fundo, com muito perigo.

2min – MILAAAAAAAAGRE! Galhardo faz pivô maravilhoso para Heitor, que invade a área e manda rasteiro, no cantinho. Hugo salva os visitantes!

5min – OUSOU! Lindoso lança Galhardo nas costas da adiantada linha rival. Camisa 17 domina partindo do centro para a esquerda, percebe a saída de Hugo e tenta por cobertura. Atento, goleiro faz a defesa em dois tempos.

7min – GOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! A ACADEMIA DO POVO ESTÁ NA FRENTE, E O NOME DO GOL É ABEL HERNÁNDEZ! Patrick pressiona em cima, incomoda a saída de jogo rubro-negra. Isla tenta o drible para trás e tem a carteira tomada pelo Pantera, que invade a área pela esquerda e cruza rasteiro. No retângulo pequeno aparece Abel Hernández, que completa para a meta vazia. Inter na frente!

https://www.facebook.com/scinternacional/posts/3569935333045692

Confira a narração do gol pela Rádio Colorada:


8min – Cartão para Lindoso, falta em Arão.

10min – Pedro avança com liberdade e, de frente para a área colorada, manda rasteiro, no canto. Tudo igual.

14min – Amarelo para Danilo Fernandes. Do banco, goleiro é advertido por reclamação.

24min – GOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO MEU ARTILHEIRO, É O SEGUNDO DO CLUBE DO POVO, É DE THIAGOL! Abel Hernández pressiona Gustavo Henrique pela esquerda da defesa carioca. O zagueiro hesita, a bola é espirrada e sobra com Thiagol, que domina de cabeça e, cara a cara com Hugo, finaliza rasteiro. Academia do Povo abre 2 a 1 no Beira-Rio!


O gol de Galhardo narrado pela Rádio Colorada:


29min – Lomba! Isla invade a área colorada pela direita e cruza na linha da pequena área. Pedro cabeceia, mas com pouca força, nas mãos do goleiro colorado.

37min – SAAAAAAAAALVA, HUGO! Heitor, que linda bola! Em profundidade, nas costas de Filipe Luís, lateral-direito lança Galhardo, que invade a área e manda rasteira, cruzada. Goleiro rival salva, uma vez mais, os visitantes.

38min – POR CIIIIMA! Patrick faz fila, costurando do centro para a esquerda, vai ao fundo, deixa Isla no chão e cruza na pequena área. Natan corta, mas a sobra fica com Galhardo, que domina no peito e tenta de bicicleta. Passou perto!

41min – SERIA UM GOL HISTÓRICO! Após triangulação com Edenilson e Marcos Guilherme, pela direita, Heitor percebe Thiago Galhardo nas costas da zaga e passa rasteiro. Camisa 17 sai de frente com Hugo e toca linda bola por cobertura, de ganchinho. Ela entra, mas a jogada é anulada por impedimento de Thiagol.

42min – Amarelo para Vitinho: carrinho forte em Zé Gabriel.

45min – Mais três minutos. Vamos a 48!

47min – Falta! Gustavo Henrique acerta carrinho forte no tornozelo de Abel. Amarelo para ele.

49min – Começa o intervalo, acaba o primeiro tempo!


Segundo tempo

2min – Gerson acerta o cotovelo no rosto de Moledo. Árbitro nada marca.

4min – POOOOOOSTE! Edenilson cruza da direita para a entrada da área. Por ali, Abel Hernández ajeita em Marcos Guilherme, que chega batendo de primeira, colocado. A bola, teimosa, explode na trave esquerda de Hugo.

6min – Pedro tenta de voleio, pela direita da área colorada. A bola toma muita força e vai por cima do travessão carioca.

9min – Moledo! Camisa 4 não dá descanso para Pedro, que invade a área colorada. Apertado, porém, sai com bola e tudo.

12min – No travessão! Pedro recebe de Isla, faz o giro e manda a bomba. Lomba salva. No rebote, Filipe Luís chega emendando de primeira e acerta o poste superior.

16min – PRA FOOOOOOORA! Edenilson progride pelo centro e percebe Patrick, livre nas costas de Isla. O Pantera domina, invade a área e manda cruzado, rasteiro. A bola tira tinta do poste esquerdo de Hugo.

18min – SALVA, GERSON! Galhardo escapa em contra-ataque rápido para o Inter e serve Patrick, que invade a área mas, no momento de arrematar, é desarmado pelo 8 do Flamengo.

20min – HEITOR! Vitinho é lançado nas costas da zaga colorada, dribla Lomba e finaliza rasteiro. Lateral-direito tira em cima da linha, ela sobra com Pedro, que também tem seu chute afastado sobre a linha fatal, uma vez mais pelo dois do Inter.

22min – Dupla troca no Inter. Entra Dourado, sai Marcos Guilherme. No ataque, quem vem é D’Alessandro. Deixou o campo Abel. Com as mudanças, Edenilson é deslocado para a direita da trinca de meio-campistas.

23min – Lomba recebe o amarelo.

25min – Galhardo e Natan recebem o amarelo por desentendimento.

29min – Moledo leva o amarelo.

32min – Amarelo para Dourado.

32min – Galhardo deixa o campo para a entrada de Pottker.

36min – Arão recebe o amarelo por falta em Patrick.

38min – Dupla troca no Inter. Moisés por Uendel, Musto na vaga de Lindoso.

42min – Arão deixa o campo, vem Michael. Vitinho sai para a entrada de Lincoln.

45min – Absurdos sete minutos adicionais.

46min – Everton Ribeiro faz boa jogada pela direita e cruza em Gustavo Henrique, que desvia no contrapé de Lomba. A bola passa perto, mas sai em tiro de meta.

50min – Everton Ribeiro empata para o Flamengo.

52min – Mais dois.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Zé Gabriel e Uendel (Moisés); Rodrigo Lindoso (Damián Musto); Marcos Guilherme (Rodrigo Dourado), Edenilson e Patrick; Thiago Galhardo (William Pottker) e Abel Hernández (Andrés D’Alessandro). Técnico: Eduardo Coudet.

Flamengo (2): Hugo; Mauricio Isla, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Thiago Maia, Willian Arão (Michael), Everton Ribeiro, Vitinho (Lincoln) e Gerson; Pedro. Técnico: Domènec Torrent.

Gols: Abel Hernández, aos sete minutos do primeiro tempo, e Thiago Galhardo, aos 24 minutos do segundo tempo (I); Pedro, aos 10 minutos do primeiro tempo, e Everton Ribeiro, aos 50 minutos do segundo tempo (F).

Cartões amarelos: Tiago Maia, Willian Arão, Natan, Gustavo Henrique e Vitinho (F). Rodrigo Lindoso, Rodrigo Moledo, Thiago Galhardo, Marcelo Lomba, Rodrigo Dourado e Danilo Fernandes (I).

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO). Quarto árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda (SC). Árbitro de Vídeo (VAR): Elmo Alves Resende Cunha (GO). Auxiliares do VAR: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO).

Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre – RS.