Em Araraquara, Gurias perdem a primeira no Brasileirão A1

Gurias foram superadas pela Ferroviáia/Foto: João Callegari/Arquivo

As Gurias Coloradas foram superadas pela Ferroviária, na noite deste domingo (27/03), em partida da quarta rodada do Brasileirão A1. Luana e Fany Gauto marcaram os gols da vitória paulista no confronto, disputado em Araraquara, na Fonte Luminosa, e encerrado com o placar de 2 a 0, resultado que deixa o Clube do Povo na quarta posição do país, dono de nove pontos. O Inter voltará a campo no próximo sábado (02/04), quando será mandante diante do Red Bull Bragantino.


Jogo franco, e de eficiência mandante

A primeira etapa transcorreu de maneira aberta no gramado da Fonte Luminosa, com as duas equipes criando boas oportunidades nos 15 minutos que inauguraram o confronto. A melhor delas, tramada pela Ferroviária, esbarrou no travessão, vilão afeano junto de Mayara, que participou do lance com um tapa providencial na bola. O perigo imposto à defesa colorada empolgou o time da casa, que gradualmente assumiu o controle do jogo, contando com os erros de passe do Inter para não sofrer com contragolpes, e assim abriu a conta aos 37, com Luana.

As Gurias responderam muito bem ao gol rival. Logo na saída de bola, por exemplo, Fabi Simões escapou pelo corredor direito e cruzou bola que, de tão fechada, surpreendeu e encobriu Luciana, mas morreu em tiro de meta. Segundos mais tarde, Duda quase empatou em chute forte e rasteiro de fora da área, que saiu pela linha de fundo. Quem também tirou tinta do poste foi Isabela, em cabeceio de teimosa precisão. Já aos 41, Maii Maii entortou duas marcadoras com lindo drible para invadir a área com liberdade, mas finalizou nas mãos de Luciana.

O ditado é conhecido: quem não faz, leva. Aos 45, enquanto tentava tomar ar para dar fim à pressão colorada, a Ferroviária escapou em velocidade pela direita, com Eudimila, e chegou ao segundo gol. A camisa 13 deixou duas marcadoras para trás antes de servir Fany Gauto, que acertou lindo chute, da meia-lua da grande área, no ângulo da meta vermelha.


Luciana brilha

As Gurias criaram muitas chances na etapa final. Ao longo do segundo tempo, Mauricio Salgado realizou trocas que, constantemente, tornavam a equipe mais ofensiva, a exemplo das entradas de Biazinha e Tamara nas vagas de Maii Maii e Haas. Seguras atrás, as coloradas sequer sofreram grandes riscos, embora oferecessem mais espaços, mas acabaram pecando na finalização de jogadas, principal motivo para a derrota. Segura no gol, Luciana também operou intervenções fundamentais nas incursões mais agudas do Inter, contribuindo para a manutenção do zero no placar alvirrubro.


Primeiro tempo

1min – Da intermediária esquerda de ataque, Duda cobra falta e tenta surpreender Luciana. Com direção, mas sem força, a bola morre nos braços da goleira afeana.

3min – UH! Isa Haas lança linda bola para Duda, que ajeita de cabeça na direção de Lelê. Pela direita da área grená, a centroavante chuta rasteiro, e Luciana defende.

7min – MAAAAAAAY! Fany Gauto, pela direita da entrada da área colorada, ajeita para a perna canhota e chuta com desvio. Mayara espalma e a bola explode no travessão. Boa chance das locais.

12min – Diante de lançamento para Laryh, May sai do gol e, como líbera, afasta.

21min – SORRIIIIIISO! Eudimila avança pela direita, corta para dentro e chuta forte. Bola poderia ter endereço, mas é travada por bloqueio da xerife colorada.

24min – UH! Da direita, Duda cobra falta na direção de Isa Haas. Antes dela, Luciana deixa o gol e encaixa.

33min – Mylena Carioca, pela direita da área colorada, cruza rasteiro. Na segunda trave, Ana Alice desvia, de canela, pela linha de fundo.

34min – Responde o Inter! Duda, da esquerda, cobra falta na direção de Isa, que desvia para defesa de Luciana.

37min – Luana aproveita escanteio bem cobrado por Fany e, livre, manda para as redes.

38min – POR CIIIIMA! Fabi recebe de Zóio, tabela com Maiara e, da direita, cruza fechado. A bola encobre Luciana, mas sai em tiro de meta para a Ferroviária. Quase, quase!

38min – PRA FOOOOOOOOOORA! Duda, da intermediária de ataque, corredor central, ajeita para a perna direita e chuta forte. Rasteira, ela sai ao lado do gol de Luciana.

39min – UHHHH! Fabi, da direita, cobra escanteio na primeira trave, onde Isabela sobe com estilo e acerta forte testaço. Bola sai tirando tinta.

41min – LUCIAAAAAAAAANA! Maii Maii recebe de Fabi, faz o giro na entrada da área, deixa duas marcadoras para trás e chuta forte. Goleira afeana salva as locais.

45min – Mais um de acréscimo. Vamos a 46.

45min – Fany Gauto acerta lindo chute de perna canhota e amplia para a Ferroviária.

46min – Intervalo em Araraquara.


Segundo tempo

1min – Ingryd recebe de Laryh e chuta forte. De fora da área, a bola sai com grande perigo.

4min – UUUUUH! Duda tabela com Millene, invade a área pela esquerda e chuta forte. Luciana encaixa sem rebote. Grande defesa!

5min – DE NOVO ELA! Luciana defende firme bom chute de Maii Maii. Gurias querem descontar!

7min – Eudimila cobra falta frontal com enorme perigo, mas desvio na barreira manda a bola por escanteio.

8min – Fany, da direita, levanta na área colorada. May afasta em um tapa.

11min – Amarelo para Isa.

13min – QUE CHAAAAANCE! Millene tira proveito de corte ruim da zaga rival, invade a área em velocidade e ajeita para Fabi, que enche o pé e manda por cima.

14min – Três trocas nas Gurias. Entram Biazinha, Capelinha e Tamara nas vagas de Haas, Zóio e Maii Maii.

19min – Capelinha amarelada por falta no campo de ataque.

22min – Millene emenda chute forte, da entrada da área, pela linha de fundo.

23min – GURIAS SEGUEM EM CIMA! Biazinha recupera a posse dentro da grande área e chuta de perna canhota. Luciana defende mais uma.

24min – Tamara recebe o amarelo por impedir contra-ataque adversário.

26min – Suzane entra na Ferroviária. Saiu Fany.

28min – Luana impede arranque de Duda e é advertida com amarelo.

29min – Duda cobra falta por cima da barreira, mas sem força, e Luciana defende.

33min – Mais duas trocas na Ferroviária. Aline e Maisa substituem Karina e Eudimila.

36min – Mai entra em campo. Duda é substituída.

37min – QUASE O GOL COLORADO! Mai, em sua primeira jogada no confronto, costura pelo corredor central e lança Mileninha. Camisa 11 sairia cara a cara com Luciana, mas a goleira antecipa a jogada e defende.

38min – Vem Aline Milene nas Guerreiras Grenás. Deixa o campo Ingryd.

39min – MILAAAAAAAGRE! Millene e Mai tabelam, a meio-campista recebe na entrada da área e chuta forte. Luciana, agora com dificuldades, faz a defesa.

45min – Mais três. Vamos a 48!

48min – Fim de jogo em Araraquara.


Ficha técnica:

Ferroviária (2): Luciana; Carol Tavares, Ana Alice, Camila e Mylena Carioca; Luana, Ingryd (Aline Milene) e Karina (Maisa); Fany Gauto (Suzane), Laryh e Eudimila (Aline Gomes). Técnica: Roberta Batista.

Internacional (0): Mayara; Isa Haas (Tamara), Bruna Benites e Sorriso; Fabi Simões, Zóio (Capelinha), Duda (Mai), Maiara (Biazinha) e Isabela; Millene e Lelê (Mileninha). Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Luana, aos 37’/1ºT, e Fany Gauto, aos 45’/1ºT (F).

Cartões amarelos: Luana (F). Isa Haas, Capelinha e Tamara (I).

Arbitragem: Pietro Stefanelli, auxiliado por Miguel Cataneo da Costa e Robson Ferreira Oliveira. Quarto árbitro: Lucas Bellote.

Estádio: Arena Fonte Luminosa-SP.

Millene vence lesão e pandemia para desencantar pelo Inter no Beira-Rio

Millene Fernandes marcou seu primeiro gol pelo Inter/Foto: João Callegari

Após um ano no exterior, a artilheira do penúltimo Campeonato Brasileiro, quando marcou o maior número de gols em uma única edição do Nacional A1, retornava para o futebol do país. Goleadora nata, protagonista na relação de atletas que mais vezes balançaram as redes na principal competição de clubes do Brasil, Millene era um reforço à altura do Clube do Povo. Felizes, colorados e coloradas contavam as horas para o início da temporada de 2021, ansiosos para torcer pela craque da camisa 14. Até que uma lesão mudou tudo.

Camisa 14 é uma das referências do ataque do Inter/Foto: João Callegari

Natural do município de Cacoal, em Rondônia, Millene foi revelada pelo Atlético-MG, clube que defendeu de 2012 a 2015, quando partiu para o Rio Preto-SP. Fulminante, a caminhada da jogadora por São Paulo contou com título brasileiro logo na primeira temporada, e não demorou para despertar a atenção do Corinthians, que contratou a atacante em 2018, logo após Fernandes levantar a taça do Paulistão.

Autora de cinco gols no Brasileirão de 2017, Millene praticamente dobrou essa estatística no primeiro ano como atleta do Timão. Campeã do país em 2018, a camisa 14 contribuiu com nove tentos na caminhada até o título. O auge individual, porém, chegou na temporada seguinte, quando Fernandes fez história ao marcar 19 vezes na campanha vice-campeã do Brasil, maior número já registrado em uma única edição da elite do futebol nacional.

Millene nos tempos de Parque São Jorge/Foto: Bruno Teixeira/Corinthians

A julgar pela contínua evolução que Millene construía, reconhecida até mesmo com convocações para a Seleção, tudo levava a crer que 2020 seria o melhor ano da já vitoriosa carreira da atacante. Logo no início da temporada, a artilheira, que acabara de ser eleita a craque do Brasileirão passado, decidiu alçar voos internacionais, e partiu para o futebol chinês. No Oriente, entretanto, ela defenderia o Wuhan Xinjiyuan, equipe sediada em cidade que serviu de epicentro para a pandemia de Covid-19.

Artilheira encerrou 2019 com gol pelo Brasil/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Diante da gravidade da situação, a brasileira decidiu partir de Wuhan e retornar para casa, mas o processo de saída da China não foi fácil. Apenas em março, após semanas de quarentena na Europa, Millene chegou ao Brasil, inicialmente emprestada para o Corinthians, equipe que sequer voltou a defender devido à imediata interrupção das competições nacionais. Já junho, o time detentor do passe da atleta solicitou seu retorno para o Oriente, adiando o reencontro de Millene com os estádios canarinhos.

“Eu teria mais uma temporada na China, mas,

com tudo que estamos vivendo, de muitas incertezas,

optei por ficar um pouco mais próxima da família.

E escolhi o Inter por acreditar no projeto.”

Millene, março de 2021
Atacante chegou ao Inter no início de 2021/Foto: Mariana Capra

Março de 2021, dia dois. Depois da saída de Byanca Brasil, artilheira da temporada recém-encerrada, o Inter anunciava Millene Fernandes para a composição do ataque colorado. No lugar da 9, que partiu para o Santos ocupando o posto de jogadora com mais gols marcados em Brasileirões Femininos – à época 48 -, chegava a 14, que então já somava 46 tentos anotados em todas as edições que havia disputado do Nacional. Consenso em Porto Alegre? A reposição estava mais do que à altura.

“Podem esperar de mim uma atleta muito dedicada,

com sede de dar o melhor e ajudar a equipe.

Venho com muita empolgação!”

Millene, março de 2021

Infelizmente, a euforia com a nova contratada, ao mesmo tempo que grande, foi breve. Pouco tempo após desembarcar em Porto Alegre e antes mesmo da estreia na temporada, Millene sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, que só poderia ser tratada mediante intervenção cirúrgica, resultando em longo período fora de combate. A partir de então, a dedicação prometida pela atleta no momento de sua chegada seria necessária não para brilhar gramados, mas, sim, para vencer os meses de fisioterapia.

Millene (E) e Livia Rodrigues (D): dupla trabalhou forte ao longo de 2021/Foto: João Callegari

E assim fez Millene. Sempre com um sorriso no rosto, símbolo da vontade contagiante que lhe servia de combustível, a atacante encarou os longos meses de recuperação com a cabeça erguida. Dia após dia, de semana em semana, a rondoniana fez por merecer cada novo capítulo desbravado rumo ao retorno aos gramados, dos trabalhos de academia e caminhadas no campo aos primeiros contatos com bola e posteriores atividades ao lado do grupo.

“Tive a lesão, fiquei um ano todo fora, foi muito ruim.

Sofri demais mentalmente,

fiquei muito triste,

mas entendo que faz parte da profissão.

Millene, fevereiro de 2022
Pouco a pouco, Millene buscou a melhor forma/Foto: Joao Callegari

Ao mesmo tempo em que perseguia com obstinação a plenitude física durante os trabalhos da semana, a cada rodada de Brasileirão ou Campeonato Gaúcho a atacante marcava presença nas arquibancadas coloradas para apoiar suas companheiras. Aos 26 anos, Millene também se mostrou uma atleta de grupo, vibrando intensamente com as vitórias que levaram as Gurias à semifinal do país, ao Tri do Rio Grande do Sul e à pioneira participação na Ladies Cup. Mais do que adaptada ao elenco, portanto, a craque iniciou 2022 pronta para voltar a fazer o que mais ama.

“Confesso que

estou ansiosa!”

Millene, em fevereiro de 2022
Pronta para um grande 2022!/Foto: João Callegari

Fevereiro de 2022, dia quatro. No Beira-Rio, as Gurias Coloradas disputavam a primeira partida da história da Supercopa do Brasil, e, em campo, Millene debutava como jogadora do Clube do Povo. Diante do Real Brasília, a camisa 14 participou de 85 intensos minutos, que integraram as quartas de final do torneio eliminatório. Na melhor oportunidade que teve, Fernandes quase marcou um golaço, mas teve lindo chute de perna direita parado pela goleira Dida, heroína da polêmica vitória de 1 a 0 da equipe visitante.

Craque quase estreou com gol/Foto: João Callegari

Verdade seja dita, a estreia poderia ser melhor, e Millene, bem como o restante do elenco, sabia que a evolução dependia apenas das próprias Gurias. Se o jogo contra o Real ocorreu míseras duas semanas após a reapresentação para 2022, agora o calendário vermelho reservava um longo mês de pré-temporada para o Inter, que aproveitou ao máximo o período que antecedeu o começo do Brasileirão.

A rodada de abertura do Campeonato Brasileiro A1 foi disputada com mando do Clube do Povo. No Sesc, as Gurias superaram o Cresspom-DF por 2 a 1, em partida que contou com gols de Lelê e Sorriso para o Internacional. Responsável pelo penúltimo passe na jogada que abriu o placar da tarde, Millene, enfim, vencia a primeira com as Gurias, vitória que logo recebeu a companhia de outra, esta conquistada em cima da Esmac-PA.

Millene (C) comemora com Fabi (D) e Lelê (E) na vitória sobre o Cresspom/Foto: João Callegari

Em Belém, a camisa 14, titular pela terceira vez no ano, superou com naturalidade a elevada exigência do confronto, que foi disputado, especialmente no primeiro tempo, debaixo de intensa chuva. Além disso, ela ainda participou ativamente da trama do segundo dos quatro gols marcados pelo Inter na vitória de 4 a 0, e só não deixou o seu por teimosia da goleira e do destino. Parecia que a hora de desencantar com a camisa colorada ainda não havia chegado, e nós logo entenderíamos o porquê.

“Eu tô muito feliz!

Sonhava com esse momento todos os dias!”

Millene, após enfrentar o São Paulo
Rondoniana também foi importante na segunda vitória/Foto: Alex Daniel/Esmac

Março de 2022, dia 21. De volta ao Beira-Rio, as Gurias Coloradas precisavam vencer o São Paulo para se isolar na liderança e confirmar o melhor início de Brasileirão A1 de sua história. Diante do rival superado nas inesquecíveis quartas de final nacionais do ano passado, o Futebol Feminino do Clube do Povo tinha a chance de escrever mais um feito relevante. O palco para isso, gigante, estava pronto. A jogadora certa? Também, como finalmente percebemos.

Corridos cinco minutos de partida, Duda e Lelê fizeram boa combinação no corredor central do ataque, e a camisa 10, após receber pivô da centroavante, mal precisou levantar a cabeça para encontrar Millene. Livre pela direita, a camisa 14 dominou em cima da risca da grande área e não fez questão de interagir muito com a bola. Pelo contrário, já no segundo toque finalizou forte e rasteiro, por baixo da goleira Carla, que nada pôde fazer. Gol!

O gol da craque/Fotos: João Callegari

Eufórica, Millene nem precisou ouvir o barulho das redes estufadas para começar a correr sem direção pela área paulista. Com efusivos socos no ar, a camisa 14, primeiro, vibrou sozinha, mas logo tratou de convocar as colegas de time para a festa. Enquanto era comemorada por suas amigas, agradeceu aos céus pelo tão sonhado reencontro com as redes, e, por último, ainda chamou as parceiras de ataque, Lelê e Fabi, para a já famosa dancinha diante das câmeras.

“Estava muito ansiosa por esse momento.

Que isso possa acontecer mais vezes,

o Campeonato está competitivo e a vitória é muito importante.”

Millene, após enfrentar o São Paulo
A festa com o gol no Gigante/Foto: João Callegari

Na etapa final, a artilheira seguiu em campo até os 32 minutos, e só foi substituída quando o placar já indicava vantagem de 2 a 0 para o Inter, que marcara o segundo gol com Bruna Benites. Vitoriosas, as Gurias mantiveram os 100% de aproveitamento e encerraram a terceira rodada no topo da tabela do Campeonato Brasileiro. Colocação importante, é claro, mas que em nada satisfaz o interesse de quem tem ambições tão grandes quanto as do Inter.

No próximo domingo (27/03), as Gurias visitarão a Ferroviária, atual vice-líder do Brasil, em Araraquara. Mais uma vez, a vitória será o objetivo do time de Maurício Salgado, que voltará a contar com o poético faro artilheiro da camisa 14 para seguir brilhando no Nacional. Que em 2022, torcemos, Millene repita o 1975 de outro 14, o ídolo Escurinho. Apoio para isso, afinal, não irá faltar. Pra cima delas, braba!

Tamo junto, Millene!/Foto: João Callegari

Bastidores da terceira vitória seguida das Gurias no Brasileirão

O primeiro gol da capitã no Beira-Rio, Millene desencantando com a camisa do Clube do Povo e mais três pontos na tabela! A noite de segunda-feira (21/03) foi de vitória importante das Gurias no Gigante, e o Canal do Inter te apresenta agora os bastidores do terceiro triunfo seguido no Brasileirão A1!

Fotos: Gurias Coloradas 2 x 0 São Paulo – 3ª rodada/Brasileirão A1

Em partida da terceira rodada do Brasileirão A1, as Gurias Coloradas contaram com gols de Millene Fernandes e Bruna Benites para superar o São Paulo, no Beira-Rio, por 2 a 0. Confira as imagens do triunfo, que levou o Inter à primeira colocação isolada no Nacional!

Gurias vencem o São Paulo e seguem na liderança isolada do Brasileirão A1

Gurias são líderes isoladas do Brasileirão A1/Foto: João Callegari

As Gurias estão on, roteando e liderando! No Beira-Rio, as coloradas superaram o São Paulo, na noite desta segunda-feira (21/03), pelo placar de 2 a 0, e assim dispararam no topo da tabela do Brasileirão A1 de 2022. Millene, no primeiro tempo, e Bruna Benites, na etapa final, marcaram os gols da vitória do Clube do Povo nesta terceira rodada, resultado que deixa a equipe de Maurício Salgado com nove pontos.

Agora, as Gurias voltam suas atenções para a Ferroviária, adversária no próximo domingo (27/03), às 18h, em Araraquara. O duelo, que integrará a quarta rodada do Brasileirão A1, colocará o Inter de frente com as atuais vice-líderes do campeonato, que atualmente somam sete pontos no Nacional. Pra cima delas, brabas!

Vitória foi a terceira do Inter em três jogos/Foto: João Callegari

Gurias em ritmo alucinante

O time de Maurício Salgado foi a campo com novidades no gramado do Beira-Rio. Utilizando de expediente que já explorara nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, o técnico colorado armou as Gurias com três zagueiras, e o esquema não demorou para surtir efeito. Logo aos cinco, Duda, que jogava alinhada em um quarteto de meio-campistas, recebeu bom pivô de Lelê e, com espaço, serviu Millene. Cara a cara com a goleira Carla, a camisa 14 chutou forte e rasteiro para marcar seu primeiro gol pelo Clube do Povo.

Millene abriu o placar logo aos cinco/Foto: João Callegari

O São Paulo tentou responder ao gol colorado com arremates de longa distância, normalmente explorados ou pela falsa-atacante Naná, de muita movimentação pelo centro do ataque, ou pelas velocistas Micaelly e Shashá. Segura, a selecionável goleira Mayara operou defesas importantes nessas raras ocasiões em que a defesa vermelha foi batida, ao passo que, na frente, as Gurias também tiveram suas novas chances paradas por Carla, que igualmente contribuiu para a etapa inicial ser encerrada com o 1 a 0 alvirrubro no placar.

Grupo comemora o gol de Millene/Foto: João Callegari

Novo esquema, mesma aplicação

O Inter retornou com mudanças para a etapa final. No papel, entrou Capelinha na vaga de Lelê. Em campo, o 3-5-2 deu lugar às duas linhas de quatro, com a substituta ocupando a lateral-direita e deslocando Fabi, antes ala, para a meia. Na frente, Maii Maii e Millene assumiram o ataque, ao passo que Duda passou a chamar de seu o corredor esquerdo do meio de campo do Clube do Povo. Nesta disposição, as Gurias também foram céleres para ampliar o escore.

Todas as reverências a ti, capitã/Foto: João Callegari

Da direita, Fabi cobrou escanteio com precisão, direto na segunda trave, onde Bruna Benites apareceu livre para emendar testaço forte e consciente em direção às redes paulistas. O gol foi o primeiro marcado pela capitã e ídola colorada no Beira-Rio, oitavo dela com a camisa do Inter e último do confronto com o São Paulo. Último, se registre, não por falta de insistência das Gurias, que voltaram a levar perigo em escapes de Biazinha, alçada a campo durante a etapa final, mas por falta de pontaria – e também, é claro, mérito da zaga rival.

Início de Brasileirão das Gurias já é histórico/Foto: João Callegari

A vitória estabelece um feito histórico para as Gurias, que pela primeira vez desde 2019, quando estrearam na elite do futebol brasileiro feminino, venceram as três primeiras rodadas do Nacional. Até aqui, as coloradas também já bateram o Cresspom, no Sesc, por 2 a 1, gols de Lelê e Sorriso, e a Esmac, superada em Belém-PA por 4 a 0. Na ocasião, Duda, Maiara, Biazinha e Mileninha marcaram os gols do Clube do Povo.


Primeiro tempo

5min – GOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOL! É GOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOL! O PRIMEIRO DE MILLENE PELO INTER! O PRIMEIRO DA NOITE! É DE ARTILHEEEEEEEEIRA! Lelê faz o pivô para Duda, que recebe com espaço no corredor central da intermediária de ataque das Gurias antes de perceber Millene, livre na direita da área paulista. Camisa 14 domina com estilo e finaliza sem chances de defesa na saída de Carla. Gurias na frente no Gigante!

O gol de Millene na narração da Rádio Colorada

9min – MAY! Yayá fica com a sobra de chute espirrado de Naná e, dentro da área, chuta cruzado. Goleira de Seleção, paredão das Gurias defende!

11min – PRA FORA! Duda escapa pela direita da intermediária ofensiva e arrisca com a canhota. Perigosa, ela sai ao lado do poste paulista.

14min – Como joga a minha xerife! Shashá escapa pela direita e tenta se aproximar da área colorada na base da velocidade. Sorriso, precisa, trava de carrinho.

Sorriso mostrou a segurança de sempre na zaga/Foto: João Callegari

15min – De fora da área, Micaelly arrisca rasteiro. No centro do gol, May encaixa.

16min – CAAAARLA! Lelê é lançada pela direita da área do São Paulo e chuta forte. Rasteira, ela é encaixada pela goleira rival.

Lelê se movimentou muito enquanto esteve em campo/Foto: João Callegari

32min – Shashá tenta invadir a área colorada pela esquerda, mas é muito bem travada por Bruna Benites.

33min – QUE TABELA! Isabela sai da esquerda e costura a zaga adversária a toques curtos. No corredor direito, ela é lançada por Fabi, mas com muita força. Seria boa a oportunidade!

35min – MAAAAAAAAAYARA! Shashá e Naná tabelam pela esquerda da área colorada, a bola chega até a ponta paulista e ela chuta forte. Bola tinha endereço, mas é espalmada pela camisa 12 do Inter!

Mayara não sofreu gols em sua primeira partida pós-convocação/Foto: João Callegari

44min – Boa trama! Millene costura da esquerda para o centro e aciona Fabi, que chuta forte e rasteiro. No canto, Carla cai e encaixa.

45min – Mais um. Vamos a 46!

46min – Intervalo no Beira-Rio!


Segundo tempo

0min – Gurias retornam com mudança. Capelinha entra no lugar de Lelê.

Capelinha entrou no intervalo/Foto: João Callegari

4min – UH! Sorriso, de cabeça, emenda escanteio cobrado com força por Duda. A bola sai ao lado da meta paulista.

6min – BRU-NA BE-NI-TES! Capitã colorada trava avanço de Micaelly com lindo carrinho, só na bola. Torcida gostou!

11min – Maressa recebe de Formiga e, de fora da área, arrisca chute forte. Com perigo, ele sai em tiro de meta para Mayara.

13min – UUUUUH! Capelinha cruza bola fechada e forte, que quase encobre Carla. A goleira, atenta, dá um tapa e manda por escanteio.

13min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOL! É GOL DO INTER, É GOL DA TRÊS DO BEIRA-RIO, É GOL DA CAPITÃ DAS GURIAS, É GOL DE BRUNA BENIIIIIIIITES! Pela direita, Fabi Simões cobra escanteio com força, na segunda trave, com açúcar para a três do Beira-Rio. Bruna mal precisa sair do chão e, com estilo e força, acerta um testaço indefensável. As Gurias ampliam!

A emissora oficial do Inter comemorou assim o gol de Bruna Benites

15min – Três trocas na equipe visitante. Isa, Dani e Rafa entram nas vagas de Yayá, Clara e Shashá.

16min – POR CIIIIIMA! Sorriso descola lindo lançamento para Duda, que invade a área do São Paulo pela esquerda e tenta o toque por cobertura. Forte demais, a bola supera o travessão por detalhe.

Duda quase fez um golaço/Foto: João Callegari

22min – Isabella recebe o amarelo por retardar cobrança de falta adversária.

23min – Thaís se irrita com Millene e tenta agredir a atacante colorada. Amarelo apresentado!

28min – Fe Palermo entra no São Paulo. Giovana deixa o campo.

32min – Duas substituições no Clube do Povo. Mileninha e Biazinha substituem Maii Maii e Millene.

Maii Maii foi titular pelo terceiro jogo seguido/Foto: João Callegari

33min – Muda também o time visitante. Serrana entra na vaga de Micaelly.

36min – COM ESTILO! Fabi, da direita, cruza à meia-altura. Bonito, Sorriso emenda de puxeta, mas coloca muita força, e ela sai em tiro de meta.

39min – UUUUUH! Duda, à direita da área paulista, surpreende e cobra falta fechada. Seca, a batida tira tinta do travessão.

40min – FEZ FILA! Biazinha deixa três marcadoras para trás, a última após caneta, e arrisca. Carla defende.

41min – Duda deixa o campo no Inter. Vem Maiara.

Maurício fez quatro trocas no jogo/Foto: João Callegari

45min – Mais cinco. Vamos a 50!

46min – COOOOOOORTA, THAÍS! Bia volta a deixar a zaga para trás e, em jogada de muita velocidade, chega à altura da grande área antes de cruzar rasteiro. Camisa quatro antecipa Milena e manda pela linha de fundo.

50min – FIM DE JOGO NO GIGANTE!

Esquece: mais três pra conta!/Foto: João Callegari

Ficha técnica:

Internacional (2): Mayara; Haas, Bruna Benites e Sorriso; Fabi Simões, Zóio, Duda (Maiara), Maiara (Mileninha) e Isabela; Lelê (Capelinha) e Millene (Biazinha). Técnico: Maurício Salgado.

São Paulo (0): Carla; Giovana (Fe Palermo), Thaís Regina, Pardal e Clara (Dani); Maressa, Formiga e Yayá (Isa); Micaelly, Naná e Shashá (Rafa Travalão). Técnico: Lucas Piccinato.

Gols: Millene, aos 5’/1ºT, e Bruna Benites, aos 13’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Isabela (I). Thaís (S).

Arbitragem: Lucas Guimarães Horn, auxiliado por Maíra Mastella Moreira e Estefani Estrela da Rosa. Quarto árbitro: Anderson Farias.

Estádio: Beira-Rio.

Pós-jogo | “Um dos dias mais importantes na minha história aqui”, revela D’Alessandro após reestrear pelo Inter

Voltamos para casa! Na estreia do Inter como mandante em 2022, a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande festejou importante vitória de 2 a 0 em cima do União Frederiquense, construída através dos gols de Wesley e D’Alessandro, em duelo da segunda rodada do Gauchão. Após o jogo, Alexander Medina, que pela primeira vez ocupou a casamata do Gigante, concedeu entrevista coletiva na qual analisou a atuação colorada e repercutiu a segunda vitória em dois jogos como técnico do Clube do Povo. Confira as principais aspas!

“Fizemos muitas coisas boas, e outras que temos que seguir melhorando, como acontece em todas as equipes que estão em formação. Estamos trabalhando duro, e vamos seguir crescendo e avaliando jogadores, que temos no plantel e ainda não somaram muitos minutos, nos próximos jogos. Buscamos uma harmonia entre atacar e defender, para criar mais oportunidades do rival, e que ele crie o mínimo possível.”

Alexander Medina

“Acredito nos jogadores que têm uma áurea diferente nos clubes. Andrés é muito identificado com a história recente do Inter, ganhou títulos, está muito feliz, e transmite isso. Para alguns, pode surpreender a atuação dele, mas não para quem o vê treinar. Entrou muito bem, gerando situações, e marcando um gol de falta. Me alegro por ele!”

Alexander Medina

“É uma satisfação e um prazer ter pisado pela primeira vez no Beira-Rio como treinador do Inter. A torcida nos recebeu muito bem e, por sorte, pudemos lhes presentear com uma vitória, o que era importante. Recebemos apoio durante todo o jogo.”

Alexander Medina

Depois do jogo, os estreantes David e Wesley, além do reestreante D’Alessandro, também concederam entrevista, mas de maneira exclusiva para as redes do Inter. Primeiro a falar, David comemorou a positiva estreia com vitória, comentou sua adaptação à rotina do Clube do Povo e compartilhou a felicidade que sente por vestir a camisa colorada. Veja!

Dono de estreia dos sonhos, Wesley celebrou o retorno com gol aos gramados. Mais novo camisa 9 do Internacional, o centroavante, que recentemente se recuperou de lesão, precisou de apenas 12 minutos para balançar as redes como atleta do Colorado, feito devidamente comemorado diante dos microfones alvirrubros. Assista:

Por fim, mas muito longe de ser menos importante, falemos da divina perna canhota de D’Alessandro. Sem defender o Inter desde o dia 20 de dezembro de 2020, o gringo reestreou com a camisa colorada em grande estilo. Aos 30, o ídolo substituiu Taison. Aos 38, garantiu a vitória colorada em precisa cobrança de falta. Emocionando, definiu a noite como uma das mais marcantes de sua carreira pelo Clube do Povo. Contemple:

Imagens: Internacional x União Frederiquense – 2ª rodada/Gauchão 2022

Na estreia colorada como mandante em 2022, D’Alessandro volta e marca, Wesley também deixa o seu, e Inter supera União Frederiquense por 2 a 0 no Beira-Rio. Confira as imagens do triunfo:

D’Ale volta, marca e Inter vence na estreia como mandante em 2022

D’Ale e Taison comemoram o segundo gol do Inter/Foto: Ricardo Duarte

D10S ESTÁ ENTRE NÓS! Na volta de D’Alessandro, ídolo marca, Wesley também, e Inter vence o União Frederiquense por 2 a 0. Válida pela segunda rodada do Gauchão, a partida, primeira disputada pelo Clube do Povo no Beira-Rio em 2022, ainda marcou as estreias do goleador Wesley e de David com a camisa colorada. Agora, o time de Medina, que soma seis pontos na tabela, volta suas atenções ao São Luiz, adversário na próxima quarta-feira (02/02), às 19h, em Ijuí.


Acelerando na hora certa

Colorado segue 100% no Gauchão/Foto: Ricardo Duarte

O Inter foi senhor do relógio no primeiro tempo, quando soube dosar o ritmo para criar suas ofensivas à retaguarda frederiquense. Escalado com David na ponta-direita, estreante responsável por conferir maior profundidade ao corredor de ataque, e Boschilia na esquerda, dono de constantes trocas de posição com o armador Taison, o Clube do Povo abriu o placar logo aos 12, quando o centroavante Wesley cobrou pênalti (que sofrera segundos antes) para estrear na lista de artilheiros da história alvirrubra.

A vantagem, que se diga, ajudou na postura colorada, que alternava entre momentos de maior verticalidade e outros de valorização da posse de bola. Quando queria acelerar, o time de Medina apostava em lançamentos para David, sempre postado de maneira a ampliar o campo disponível para o Clube do Povo. A melhor chance, porém, veio nos pés de Taison, que recebeu grande assistência de Wesley e exigiu milagre de Cetin. Inaugurado o intervalo, o placar de 1 a 0 estava mantido.

Primeiro jogo pelo Inter, primeiro gol/Foto: Ricardo Duarte

Jogo complicado? D10S resolve!

O reinício de confronto presenciou minutos de jogo franco no Beira-Rio, inicialmente com maior volume ofensivo do Inter, que quase ampliou a conta com Moisés e Edenilson. A partir dos 10, as rédeas da partida foram tomadas pela equipe visitante, que também assustou. Primeiro, quem escapou em velocidade foi Joãozinho, providencialmente travado por Cuesta. Depois, Anderson Magrão armou escape que Bruno Méndez parou no último instante, com falta. Por fim, Eliomar exigiu milagre de Daniel no minuto 27.

Diante das dificuldades, Medina recorreu a um remédio conhecido pelo povo vermelho: a genialidade de Andrés D’Alessandro. Alçado a campo no minuto 30, o ídolo incendiou o Beira-Rio desde o primeiro segundo em campo. Com a tradicional qualidade na perna canhota, o argentino, que não vestia desde o dia 20 de dezembro de 2020 o manto que lhe serve de segunda pele, escreveu mais um capítulo em sua história com o Internacional, cobrando míseros oito minutos para balançar as redes.

ELE VOLTOU!/Foto: Ricardo Duarte

Rasteiro, no canto esquerdo, onde estava o goleiro, D’Ale cobrou falta assinalada a centímetros da linha da grande área e ao lado da meia-lua. Carregada pela mística de mais de 13 anos de coloradismo do cobrador, a bola partiu em câmera lenta, na mesma velocidade que o Beira-Rio explodiu para soltar grito há tantos meses engasgado. Dos pés de um dos maiores ídolos de sua história, o Inter chegava ao 2 a 0!

Te amamos, D10S/Foto: Ricardo Duarte

Primeiro tempo

7min – Boschilia consegue bonito lançamento para David, que invade a área rival em velocidade, domina no peito e engatilha o arremate. Atento, Heltton antecipa e afasta.

12min – PÊNALTI PARA O INTER! Na cobrança de escanteio da direita, Wesley é puxado por Eliomar e o árbitro flagra.

13min – GOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! WESLEY, WESLEY, WEEEEESLEY! Camisa nove assume a responsabilidade da cobrança e o faz com estilo. No canto direito, goleiro Cetin até vai nela, mas sem chance de defesa. Inter na frente no Gigante, e o artilheiro comemora bonito, com um soco no ar.

O primeiro gol de Wesley na voz da Rádio Colorada

14min – Liziero puxa Joãozinho e recebe o amarelo.

19min – UH! David tabela com Edenilson, recebe dentro da área, domina no peito e chuta mascado. Cetin abafa!

25min – QUAAAAAAAAAAAASE! David recebe em profundidade na área frederiquense e, pela direita da grande área, cruza rasteiro. Por detalhe, nem Wesley, nem Taison conseguem o desvio para as redes.

31min – Mercado recebe o amarelo.

37min – POR CIMA! Boschilia recebe de Moisés, ganha espaço com a finta de corpo e chuta de canhota. Forte, ela supera o superior.

44min – MILAAAAAAAAAAAGRE! Wesley faz lindo pivô para Taison, que sai de cara com Cetin e finaliza buscando o canto direito. Com o pé, Cetin salva os visitantes. Seria uma pintura!

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo no Gigante!


Segundo tempo

0min – Inter retorna com mudança. Vem Mauricio, sai Boschilia.

1min – Talis sobe bem na área colorada e desvia com perigo.

7min – Edenilson e David tabelam em velocidade pela direita e se aproximam da área com perigo. De maneira parcial, a zaga corta, mas a sobra é de Taison, que abre para Moisés. O lateral cruza rasteiro, e Talis afasta em definitivo.

8min – UUUUUUUH! Edenilson fica com a sobra de chute espirado de Mauricio e, da quina direita da grande área, emenda de primeira. Cetin, sem rebote, salva.

9min – CUEEEEEEEEEEESTA! Joãozinho invade a área colorada, faz a finta e, de frente para o gol, chuta rasteiro. Patrón trava com a perna esquerda. Salvou!

12min – Dourado entra, Liziero sai. Muda Medina.

14min – Anderson Magrão recebe de Eliomar, ajeita para a perna esquerda e chuta rasteiro. Com perigo, ela sai ao lado da meta vermelha.

19min – Amarelo para Bruno Méndez.

25min – Colocado, Edenilson cobra falta frontal. Forte, ela sai por cima.

27min – BONITA TRAMA! De pé em pé, Inter chega ao ataque. Taison abre o jogo em Moisés, que aciona Mauricio. Dele, de primeira, a bola chega em David, que cruza na direção de Wesley. Antes dele, a zaga afasta em definitivo!

28min – DANIEEEEEEEEEEEEEL! Da direita, Tony Jr. cruza bola fechada e forte, que Eliomar desvia na pequena área colorada. Em lance de puro reflexo, o goleiro espalma.

30min – ELE VOLTOU! O BEIRA-RIO CANTA PARA O SEU MAESTRO! D10S ESTÁ ENTRE NÓS! D’Alessandro substitui Taison e volta a vestir o manto colorado. Na mesma mexida, vem Caio no lugar de David.

38min – É DELE! É GOL DE D10S! É GOL DELE! É DO HOMEM! É DO MAESTRO DO BEIRA-RIO! DO CRAQUE NASCIDO PARA JOGAR NO INTER! DE UM DOS MAIORES ÍDOLO DE NOSSA HISTÓRIA! Praticamente da risca da grande área, D’Alessandro cobra falta rasteira. No canto de Cetin, ela mata o goleiro no pique e explode nas redes, fazendo chorar as quase 10 mil pessoas presentes no Gigante!

A Mais Vermelha ao lado de um dos maiores

39min – Cadorini entra, Wesley sai. Última troca no Inter!

40min – No União, quem vem a campo é Mazinho. Joãozinho sai.

45min – Mais duas trocas na equipe visitante: Daivison e Everton Sena vêm, Anderson Magrão e Eliomar vão.

45min – Mais quatro!

49min – FIM DE JOGO! VENCEMOS, E ELE VOLTOU!


Ficha técnica:

Internacional (2): Daniel; Gabriel Mercado, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Liziero (Rodrigo Dourado), Edenilson, Boschilia (Mauricio), Taison (D’Alessandro) e David (Caio Vidal); Wesley Moraes (Matheus Cadorini). Técnico: Alexander Medina.

União Frederiquense (0): Cetin; Lessa, Talis, Heltton e Jander; Igor Silva, Marquinhos, Tony Jr., Eliomar (Everton Sena) e Joãozinho (Mazinho); Anderson Magrão (Daivison). Técnico: Daniel Franco.

Gols: Wesley, aos 13’/1ºT, e D’Alessandro, aos 38’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Liziero, Bruno Méndez e Mercado (I).

Arbitragem: Francisco Soares Dias, auxiliado por Mauricio Coelho Silva Penna e Artur Avelino Preissler. Quarto árbitro: Bruno Alexandre da Silva Leites.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 9.871. Pagantes: 7.568. Adversários: 137. Menores: 514. Não pagantes: 1.652

Renda: R$ 321.997,40

Bastidores da terceira vitória no returno

O Clube do Povo contou com a força aérea de Yuri Alberto e Rodrigo Dourado para vencer o Bahia, no último domingo (26/09), por 2 a 0. Válido pela 22ª rodada do Brasileirão, o confronto, disputado no Beira-Rio, foi o terceiro consecutivo encerrado com triunfo do time de Aguirre, que já ocupa a sétima colocação nacional, a um ponto do G6. Confira os bastidores da partida!

Força aérea resolve, e Inter vence Bahia por 2 a 0 no Beira-Rio

Vence o Clube do Povo! O Inter superou o Bahia por 2 a 0, na tarde deste domingo (26/09), em partida da 22ª rodada do Brasileirão. Yuri Alberto e Rodrigo Dourado marcaram os gols do triunfo colorado, terceiro consecutivo no Nacional, que leva o time de Aguirre, invicto há oito partidas, aos 32 pontos na tabela.

Sétimo colocado, o Inter volta a campo na noite do próximo sábado (02/09), quando visita o Atlético-MG, líder do Campeonato Brasileiro, no Mineirão. O duelo, que integra a 23ª rodada nacional, ocorre a partir das 21h, e será o último disputado pelo Clube do Povo antes de interrupção no calendário colorado em virtude da convocação de Edenilson para a disputa de rodada tripla das Eliminatórias para a Copa do Mundo.


Jogo enroscado

Internacional e Bahia não criaram grandes chances no primeiro tempo, que acabou definido pelo quilate das individualidades coloradas. Dono da posse de bola e da iniciativa, o Clube do Povo apostou bastante na força aérea de Patrick, constantemente acionado, em especial por Heitor e Lindoso, nas costas de Nino Paraíba. Embora criadas, porém, as oportunidades assim tramadas não levaram verdadeiro perigo ao gol de Mateus Claus, que esteve bastante seguro até os minutos finais.

De sua parte, o Bahia, que iniciou o confronto com postura mais tímida, custou a se soltar dentro das quatro linhas. A principal arma explorada pelo Esquadrão foi o pivô de sua dupla de centroavantes Rodallega e Gilberto, que exibia simpatia pelo corredor direito do ataque tricolor. A melhor oportunidade do rival, inclusive, saiu dos pés do segundo, que ficou com a sobra de cruzamento não desviado pelo primeiro. Daniel, seguro, salvou o Inter, praticamente inaugurando o melhor momento da etapa inicial.

Aos 39, Edenilson demonstrou atenção maior do que a zaga rival para, em pouquíssimos segundos, receber a bola do gandula e cobrar escanteio na primeira trave. Yuri Alberto, igualmente ligado, atacou o cruzamento em velocidade. Fulminante, o testaço do camisa 11 morreu nas redes de Mateus Claus, que nada pôde fazer para impedir o tento colorado. Com vantagem parcial, o Inter retornava aos vestiários embalado.


Espaços para os dois lados

As emoções que faltaram na etapa inicial apareceram em grande quantidade no tempo final. Logo dos vestiários, o Bahia retornou ofensivo, disposto a buscar a igualdade o quanto antes. Ao mesmo tempo que se soltava, contudo, o Esquadrão oferecia espaços na retaguarda, facilitando o jogo de contra-ataques do time de Aguirre. Aos 15, Yuri quase ampliou em um desses, enquanto o Tricolor, no minuto 23, só não chegou ao empate por milagre de Daniel.

Franco, o jogo teve no Internacional o autor de seu segundo gol. Aos 30, Victor Cuesta aproveitou a sobra de escanteio parcialmente cortado pela zaga e, da intermediária esquerda de ataque, levantou na segunda trave. Mortal, Dourado desviou de cabeça para o chão, impossibilitando qualquer intervenção de Matheus Claus. Nos instantes finais, tanto Colorado quanto Esquadrão voltaram a assustar, mas ninguém tornou a mudar o placar. Fim de jogo, e vitória confirmada!


Primeiro tempo

2min – UH! Yuri recebe de Edenilson, invade a área caindo pela esquerda, supera dois marcadores e tenta o cruzamento rasteiro para Patrick. Lucas Fonseca abafa o passe, e a bola sai em escanteio.

8min – Lindoso recebe de Heitor e, pela direita da intermediária de ataque, levanta na segunda trave. Patrick desvia, Mateus Claus encaixa.

10min – Muda o Bahia. Gilberto entra, Rodriguinho, lesionado, sai.

11min – UUUUUUUH! Taison, Paulo Victor e Patrick tabelam pela esquerda. O camisa 10 recebe do Pantera e, de fora da área, finaliza forte. Com desvio, ela sai em escanteio.

18min – ENCAIXA O GOLEIRO! Heitor recupera a posse para o Inter no campo de ataque, costura da direita para o centro e busca Yuri na profundidade. Camisa 11 domina abrindo ângulo para a perna direita e tenta o cruzamento, que desvia na zaga e morre nas mãos de Mateus Claus.

19min – Mugni amarelado por carrinho em Heitor.

26min – Heitor recebe o cartão por falta em Juninho Capixaba.

29min – Não é replay: Lindoso levanta da direita, Patrick ganha pelo alto na esquerda. Bola sai em tiro de meta.

33min – Após cobrança curta de escanteio, Heitor levanta na área pela direta. Cuesta desvia, Claus encaixa.

36min DA-NI-EL! Juninho Capixaba cruza da esquerda, a bola passa por Rodallega, mas Gilberto consegue o domínio na segunda trave. Atacante soteropolitano solta a bomba, goleiro colorado defende.

36min – Amarelo para Rodriguinho, falta feia em Patrick.

39min – GOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! YURI, YURI, YURI ALBEEEEEEERTO! TESTAÇO, COM ASSISTÊNCIA DE SUPERED! Da direita, Edenilson cobra escanteio antes mesmo da zaga rival se posicionar. Em altíssima velocidade, Yuri ataca a primeira trave e cabeceia com força. No ângulo, Claus até voa, mas sem nenhuma chance de defesa. Bola na rede, festa colorada!

O gol de Yuri Alberto na narração da Rádio Colorada

45min – Vamos a 48! Mais três.

47min – Gilberto, de muito longe, cobra falta direta. Forte, a bola sai em tiro de meta para o Inter.

48min – Intervalo no Gigante!


Segundo tempo

6min – PAPAAAAAAAAAAAAAAAAI! Paulo Victor recebe de Taison e, pelo corredor esquerdo, dá um elástico em cima de Nino Paraíba. O adversário fica para trás, e o lateral colorado deixa para Patrick, que é atropelado a centímetros da área. Falta!

7min – UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH! Da altura da quina esquerda da área visitante, Taison cobra a falta com muita força. Direta, a batida sai com veneno, em direção ao ângulo, mas Mateus Claus voa para espalmar.

9min – Bahia chega com Nino Paraíba pela direita. O lateral cruza na primeira trave, e Gilberto consegue o desvio. Quicando, a bola sai em tiro de meta.

15min – COOOOOORTA A ZAGA! Inter sai de trás em altíssima velocidade. Taison e Yuri tabelam e o camisa 10 abre jogo até Edenilson, que invade a área pela direita e tenta o cruzamento. Antes de Yuri, Nino Paraíba consegue o corte.

17min – Muda o Inter! Vem Guerrero, sai Taison.

17min – Duas trocas também no Bahia. Thony Anderson e Galdezani entram, Óscar Ruiz e Isnaldo saem.

23min – MILAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGRE! DANIEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEL! Após cruzamento da esquerda, Gilberto sobe com autoridade na área colorada e desvia buscando ângulo. De mão trocada, goleiro do Inter espalma para salvar o Inter. Que defesa!

26min – Patrick dá lugar a Mauricio. Muda o Inter.

28min – UH! Inter escapa em contra-ataque rápido, que tem Edenilson como condutor. O camisa oito deixa para Dourado, que abre em Yuri. Camisa 11 tenta para Guerrero, mas a zaga manda em escanteio.

30min – É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É O SEGUNDOOOOOOOOOOOOOOOOO! GOL, GOL, GOL, GOL, GOL, GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! DOURADOOOOOOOOOOOOOO! Após cobrança de escanteio pela direita, a zaga do Bahia consegue o corte parcial, mas a sobra é de Cuesta. Especialista como sempre, ele levanta da intermediária esquerda com açúcar, na medida para Dourado acertar um testaço. No cantinho, ela amplia a vantagem colorada!

A narração da emissora oficial do Clube do Povo para o gol de Dourado

33min – Lucas Fonseca e Edson deixam o campo na equipe visitante. Gustavo Henrique e Patrick de Lucca entram.

35min – UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUH! O dono do contra-ataque colorado agora é Yuri, que escapa pela direita e solta uma bomba rasteira. Mateus Claus esbanja incrível reflexo para espalmar o arremate em escanteio.

36min – Palacios e Gustavo Maia entram no Clube do Povo. Yuri e Heitor deixam o campo.

38min – Nino vai ao fundo pela direita e cruza. Na altura da marca do pênalti, Rodallega desvia, e a bola sai ao lado do poste colorado.

44min – Cuesta recebe o amarelo por falta em Galdezani.

45min – Quatro de acréscimos. Jogo vai a 49!

47min – ESTREANTE FAMINTO! Gustavo Maia recebe na esquerda, pedala para cima de Gustavo Henrique, puxa para a perna direita e finaliza colocado. Mateus Claus espalma, e Guerrero não consegue o rebote por detalhe.

49min – Nino Paraíba escapa pela direita e cruza rasteiro. Gilberto desvia, a bola toma altura, encobre Daniel, mas também supera a meta colorada.

50min – FIM DE JOGO! VITÓRIA COLORADA!


Ficha técnica:

Internacional (2): Daniel; Heitor (Gustavo Maia), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Paulo Victor; Edenilson, Rodrigo Lindoso, Rodrigo Dourado e Patrick (Mauricio); Taison (Guerrero) e Yuri Alberto (Carlos Palacios). Técnico: Diego Aguirre.

Bahia (0): Mateus Claus; Nino Paraíba, Lucas Fonseca (Gustavo Henrique), Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Óscar Ruiz (Galdezani), Edson (Patrick), Mugni e Isnaldo (Thony Anderson); Rodriguinho (Gilberto) e Rodallega. Técnico: Diego Dabove.

Gols: Yuri Alberto, aos 39’/1ºT, e Rodrigo Dourado, aos 30’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Heitor e Cuesta (I). Mugni e Gilberto (B).

Arbitragem: Bruno Arleu de Araujo, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Correa e Michael Correia. Quarto árbitro: Roger Goulart. VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga.

Estádio: Beira-Rio.