FECI promove ações de Páscoa

A gurizada atendida pelas ações sociais da FECI (Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional) teve sua Páscoa repleta de delicias e alimentos. A ação feita neste ano foi viável por consequência das doações feitas por parceiros que auxiliam na atenção social dada a estes jovens.

No sábado (03/04), foram distribuídos alimentos, ovos de chocolate e kits de doçuras, além de afeto. O Internacional doou ovos de chocolate; a empresa RR Sport Gerenciamento de Atletas de Futebol, leite, chocolates, refrigerantes e biscoitos waffer; e o diretor da FECI, Dario Rodrigues, auxiliou com kits de páscoa.

Foram atendidas cerca de 150 crianças. A distribuição contou com a presença do vice-presidente da FECI, Marco Aurélio Kihs.

Cumprindo os protocolos de segurança sanitária exigidos devido à pandemia de Covid-19, a FECI dá continuidade às ações de promover acolhimento e afeto social, renovando os votos de esperança por tempos melhores para todos.

Inter apresenta orçamento sem déficit para 2021

O Sport Club Internacional teve a aprovação do seu novo plano orçamentário para temporada 2021. O orçamento para este ano, que já havia sido apresentado anteriormente, foi refeito pela nova gestão do clube por recomendação do conselho fiscal. O novo orçamento mostra números mais conservadores e economias em diversas áreas, buscando melhores condições para o enfrentamento das dívidas de curto e longo prazos.

No documento apresentado ficam visíveis alguns objetivos da nova gestão, como a redução dos custos e despesas, o aumento das receitas e a busca pela eficiência em todas as áreas da instituição. “Ao analisar as receitas para este ano, é preciso ter um olhar cuidadoso para a realidade difícil que se apresenta. Os valores das premiações dos campeonatos do ano passado aparecem neste ano, melhorando as receitas, o que pode confundir os leitores mais superficiais. Entretanto, para esse segundo ano de pandemia, as projeções de receitas do Internacional são mais conservadoras nos aspectos relacionados às receitas oriundas da performance esportiva. Diante disso, o clube ainda vai necessitar da venda de atletas para equilibrar suas contas”, afirma o presidente Alessandro Barcellos.

Na parte dos custos e despesas, embora os números apresentem uma redução que pode parecer pequena em relação ao ano passado, algumas ações trazem benefícios importantes no longo prazo. Em 2021, boa parte do ano será impactada por renegociações e medidas que trazem um efeito parcial no primeiro momento, mas que, consolidadas, permitem uma economia anual projetada bastante relevante. “Neste sentido, se compararmos o mês de dezembro de 2020 frente ao projetado para o mês de dezembro de 2021, notaremos uma economia significativa que, anualizada, pode trazer aproximadamente R$ 55 milhões para o caixa do Clube a partir de 2022″, revela Barcellos.

As medidas buscam manter o Clube protagonista nas competições que participa. Segundo Giovane Zanardo dos Santos, CEO do Inter, “os esforços em encontrar espaços para redução de custos e despesas buscam canalizar estes recursos não apenas para o enfrentamento da dívida, mas para investimentos na manutenção da competitividade das equipes masculina e feminina, bem como na formação de atletas e na aplicação da ciência de dados para melhorar o acerto nas decisões de investimentos, trazendo para o Clube um aumento da eficiência operacional”.

A revisão do orçamento sinaliza o comprometimento do Conselho de Gestão com a estratégia econômica e financeira do Clube para o longo prazo. Embora ainda seja dependente da negociação de atletas para equilibrar o orçamento em 2021, a busca pela racionalização de custos e despesas e a preocupação em elevar as receitas correntes têm clara sinalização de que o Internacional utilizará os recursos de venda de ativos, no futuro, para investimentos na formação de atletas e na manutenção da competitividade esportiva.

A palavra de ordem da gestão é performance dentro e fora de campo e, para isso, está em andamento um redesenho do organograma do Clube. Isso culminou com a condução, no último dia 11, de Santos para o cargo de CEO, com o propósito de liderar todas as áreas em busca do alinhamento dos objetivos estratégicos traçados no projeto apresentado pelo Conselho de Gestão e validado nas urnas.

Está claro para o Conselho de Gestão a necessidade de implementação imediata de ações voltadas ao enfrentamento do endividamento e pela busca do equilíbrio econômico do Clube. O senso de urgência é dado pelo presidente quando diz que “não podemos mais negociar com o tempo”, visão corroborada pela área financeira do Clube.

Inter recebe recertificação ISO 9001:2015

Processo de auditoria ocorreu de forma remota

Entre os dias 10 e 12 de fevereiro, os processos certificados no Sistema de Gestão da Qualidade do Internacional passaram por nova fase de auditoria externa pela certificadora ABS-QE, que avaliou a operação de jogos dentro do Gigante da Beira-Rio. Essa foi a segunda e última etapa do processo que iniciou em outubro de 2020, quando os processos administrativos do clube foram auditados.

Como resultado, o clube foi recertificado na norma ISO 9001, mantendo uma tradição que vem desde 2008, quando o Inter se tornou o primeiro clube de futebol da América Latina a adquirir esse certificado de Qualidade.

O processo de auditoria ocorreu de forma remota, respeitando os protocolos de segurança devido à pandemia de Covid-19, e foi acompanhada pela equipe do Departamento da Qualidade, capitaneada pela coordenadora, Emmanuelle Abreu e o assistente Thiago Mauer, e pelo Vice-Presidente de Planejamento, Carlos Otacílio Massena, e Diretor de Planejamento, Fábio Lavinsky.

Gurias Coloradas se reapresentam para a temporada 2021

Elas estão de volta! As Gurias Coloradas se reapresentaram para o novo ano na tarde desta terça-feira (09/02). Recepcionadas no Beira-Rio, as bicampeãs gaúchas participaram de cerimonial no gramado do Gigante, prestigiado por dirigentes do Departamento de Futebol e membros do Conselho de Gestão. A temporada 2021 já tem data estreia: no próximo dia 28 de março começa o Brasileirão Feminino, primeiro torneio do ano.

Após desembarcarem no Beira-Rio às 16h, as gurias partiram para o vestiário e, uma vez fardadas, seguiram até o histórico relvado da casa do Clube do Povo. Ali, ouviram as falas de Alessandro Barcellos, presidente colorado, Humberto Busnello, quarto vice-presidente, João Patrício Herrmann, vice-presidente de Futebol, Claudio Curra, diretor de Futebol Feminino, e Leonardo Menezes, gerente de Futebol Feminino. Vale lembrar que 2021 é o primeiro ano das Gurias sob a pasta do Departamento de Futebol.

Encerrada a recepção, Alessandro Barcellos, João Patrício Herrmann e Claudio Curra concederam coletiva que marcou a reabertura oficial da temporada do futebol feminino. Mandatário colorado, Alessandro destacou a utilização do Beira-Rio como palco da cerimônia de reapresentação das Gurias, atitude que definiu como simbólica dos compromissos assumidos pela direção.

“Sabemos daquilo que é compromisso nosso: a utilização das categorias de base, a ampliação do nome, da marca e do trabalho do Internacional pelo Brasil, e a garantia de que o Clube, como um todo, trabalha no mesmo sentido de fortalecer o futebol feminino, trazendo a equipe principal para jogar no Beira-Rio, a nossa casa.”

Alessandro Barcellos

Na sequência, João Patrício Herrmann projetou os resultados esperados para a temporada. De acordo com o vice-presidente de Futebol, a expectativa é pela continuidade dos resultados que já foram conquistados pelas Gurias Coloradas.

“Uma satisfação estar aqui. O futebol feminino é uma modalidade em que o Internacional vem se destacando. A motivação é muito grande, a gente já tem alguns torneios com a Sub-18 em andamento, e o resultado é muito positivo. Espero que a gente continue conquistando títulos e revelando atletas.”

João Patrício Herrmann

Por fim, quem falou foi Claudio Curra. O diretor das Gurias ressaltou o poderio do elenco colorado, além de comemorar a integração com o Departamento de Futebol e os frutos que poderão ser colhidos no horizonte do Clube do Povo.

“O alinhamento com o Futebol vai proporcionar uma estrutura melhor para a comissão, dando uma força ainda maior para este grupo que é forte, que já mostrou que pode muito, e que foi mantido na sua grande maioria e acrescentado por algumas atletas. A gente fala que o bolo tem que ter cereja. Mas nós fizemos um bolo de cerejas!

Claudio Curra

O grupo apresentado contou com Vivi, Luana e Wendy, trio de reforços já contratados para a temporada. Por outro lado, o elenco esteve desfalcado de Fabi Simões, que resolve problemas pessoais e é aguardada para os próximos dias. Atletas do Sub-18, envolvidas na disputa do Campeonato Brasileiro da categoria, também encorparão o elenco após o torneio. Confira a lista das jogadoras presentes no Beira-Rio nesta terça:

GoleirasZagueirasLateraisMeio-campistasAtacantes
Vivi e Mayara;Bruna Benites, Sorriso, Isa Haas e Ari;Fabi Simões, Leidiane e Belinha;Juliana, Thessa, Djeni, Rafa Travalão e Mariana Pires;Shashá,
Luana Grabias,
Wendy Carballo