Gurias vencem Elite e garantem liderança da chave com uma rodada de antecedência

Priscila (19) comemora o segundo do Inter com Ariely/Foto: Ricardo Marchetti

Líderes como nunca! As Gurias Coloradas visitaram o Elite, na tarde deste domingo (24/10), pela quinta rodada da fase de grupos do Gauchão. No Estádio da Zona Sul, em Santo Ângelo, o Inter contou com dois gols de Priscila, que chegou a seis no Estadual e assumiu a artilharia vermelha, e outro da estreante Júllia para vencer o rival do noroeste do Rio Grande do Sul por 3 a 1.

Com o resultado, as Gurias, que seguem 100% no torneio, chegam a 15 pontos na tabela e atingem pontuação fora do alcance dos demais companheiros de grupo. No próximo domingo (31/10), as coloradas enfrentarão o Juventude, lanterna da chave, na rodada de encerramento da primeira fase. Já o adversário do Inter nas semis será o Brasil de Farroupilha, embate também definido neste domingo.

Gurias venceram a quinta seguida no Gauchão/Foto: Ricardo Marchetti

Priscila é decisiva

As Gurias Coloradas entraram em campo já classificadas para a fase de semifinais do Gauchão. Por isso, Maurício Salgado escalou uma equipe repleta de jovens, que conquistaram importante experiência no gramado do Zona Sul. Outra atração entre as 11 iniciais foi a lateral-esquerda Belinha, que voltou a atuar após período considerável afastada por lesão. Para completar, o belíssimo uniforme rosa do Clube do Povo, vestido pelas atletas neste domingo, também fez por merecer destaque!

Maranhão foi mais uma vez titular no Estadual/Foto: Ricardo Marchetti

Embaladas pelo ritmo das caras novas presentes dentro de campo, as Gurias precisaram de míseros 10 minutos para abrir a conta em Santo Ângelo. Quem começou a jogada do gol foi Thessa, que recuperou a posse na intermediária de ataque e acionou Maranhão. A camisa 29 dominou com a perna direita antes de enquadrar o corpo e servir linda assistência para Priscila, que sequer dominou e, praticamente em cima da linha da grande área, emendou lindo voleio sem-pulo, endereçado ao ângulo da meta visitante.

As Gurias quase ampliaram nos minutos seguintes. Primeiro, Maranhão, após jogada de Maiara, até balançou as redes, mas teve seu tento anulado por impedimento. Pouco depois Priscila decidiu ser garçonete e, em lance que contou com giro de pivô, serviu Rafa, que saiu cara a cara com a goleira e finalizou buscando o canto. Teimoso, o poste adiou o segundo gol do Inter.

Priscila foi o nome do jogo/Foto: Ricardo Marchetti

Quem não fez, já diria o ditado, leva. Aos 35, Renata tirou proveito do pique da bola para antecipar a marcação colorada e, de muito longe, arriscar rasteiro. Forte, a bola morreu no contrapé de Vivi. Oito minutos mais tarde, entretanto, a igualdade foi desfeita por Priscila, que chegou ao seu sexto gol no Gauchão. Dentro da pequena área, a artilheira das Gurias recebeu grande passe de Ariely e apenas cutucou para as redes, já abertas após a saída da goleira.


Júllia brilha na estreia

Júllia (E) comemora com Maranhão (C)/Foto: Ricardo Marchetti

A trave voltou a incomodar o Inter no segundo tempo. Com apenas 12 segundos, Rafa investiu contra a marcação pela direita e, já próxima da linha de fundo, cruzou fechado, encobrindo a goleira, que foi salva pelo poste oposto. Depois, aos 11 minutos, Leidiane cobrou falta pela direita da área mandante, e Djeni, elemento-surpresa na primeira trave, cabeceou com estilo. Indefensável, a bola explodiu na barra superior.

Por sorte, as chances foram pouco lamentadas pelo Inter. Decidida a servir mais uma assistência no Gauchão de 2021, Leidiane pareceu se inspirar em Rafa quando, da direita, cobrou escanteio com altura, mas sem curva, e viu a bola tomar o endereço da segunda trave. Por ali, Júllia, que acabara de entrar para disputar sua primeira partida pelo Inter, mostrou perfume de gol para empurrar às redes e fazer o terceiro.

Lateral Ariely teve boa atuação em Santo Ângelo/Foto: Ricardo Marchetti

O gol de Júllia foi, também, o último da tarde, apesar da insistência da própria, que voltou a assustar em bonito cabeceio, e de suas companheiras, como Rafa e Priscila, que deram muito trabalho à zaga rival. Igualmente o Elite teve boa chance, em cobrança de pênalti endereçada ao travessão. Nos minutos finais, o estado do gramado, acidentado desde o primeiro apito, anulou qualquer esperança de voos maiores para qualquer uma das equipes.


Ficha técnica:

Internacional (3): Vivi (Mayara); Leidi (Vick), Isa Haas, Ari (Kewllen) e Belinha (Ariely); Thessa (Bárbara), Djeni, Maiara (Júllia) e Maranhão; Rafa Travalão e Priscila.

Gols: Priscila, aos 10’/1ºT e aos 43’/1ºT, e Júllia, aos 16/2ºT (I). Renata, aos 35’/1ºT (E).

Arbitragem: Gederson Vinicio Foletto, auxiliado por Jonas André Carls e Rafael Scolari Lavalhos.

Estádio: Zona Sul-RS.

Inter garantiu liderança do grupo com uma rodada de antecedência/Foto: Fernando Marchetti

Bastidores da vitória contra o Coelho

Na segunda partida consecutiva com torcida no Beira-Rio, o Inter recebeu e superou o América-MG, pela 26ª rodada do Brasileirão, por 3 a 1. Da chegada ao Estádio e o discurso de Taison aos gols por um ângulo exclusivo e os parabéns de Paixão ao grupo, confira tudo o que rolou no Beira-Rio na noite de quarta-feira (13/10)!

Pós-jogo | “Futebol sem torcida não é futebol”, define Aguirre sobre o retorno do público

O Inter venceu mais uma diante de sua torcida! Na noite desta quarta-feira (13/10), o Clube do Povo recebeu o América-MG, em um Beira-Rio embalado por mais de nove mil colorados e coloradas, em partida da 26ª rodada do Brasileirão. Com show de Patrick, que marcou dois, o time de Aguirre superou os mineiros pelo placar de 3 a 1, escore também construído por gol de Yuri Alberto. Após o jogo, o comandante alvirrubro concedeu coletiva para a imprensa. Confira as principais aspas:

Foto: Ricardo Duarte

“Seria justo falar que nos impusemos fisicamente sobre o rival no segundo tempo. O time cresceu, pressionou, e fez um segundo tempo muito bom. Tivemos essa força física e, também, a qualidade individual em algumas circunstâncias. Vencemos um dos times que está melhor nessa última sequência de jogos, que vinha em uma fase de oito jogos sem perder, e que está muito bem trabalhado e vai seguir tirando pontos de cada um. Valorizo a vitória, e acho que o resultado foi justo.”

Aguirre

Futebol sem torcida não é futebol.

Falta o mais importante,

que é a conexão entre arquibancada e jogadores.

Isso está acontecendo.

Aguirre

“É bom lembrar algumas coisas. Alguns meses atrás, quando o time vinha de uma fase de muitos jogos sem ganhar, nós trabalhamos e conseguimos essa fase positiva, que temos que continuar. Os jogadores estão se esforçando muito, mostrando hierarquia, atitude, compromisso e determinação. Quando se tem tudo isso, além da qualidade individual, você está perto de que as coisas aconteçam. Temos que continuar trabalhando, com muita humildade, e tomara que consigamos atingir os objetivos que temos para o final do ano.”

Diego Aguirre
Foto: Ricardo Duarte

“Estamos em uma fase que é positiva, só isso.

Não conseguimos nada.

Temos que cuidar esse momento,

não pensar que somos mais do que ninguém,

e continuar trabalhando.”

Aguirre

Diante do América-MG, Patrick transformou o Beira-Rio em Wakanda. Com dois gols e uma atuação de enorme personalidade, o Pantera brilhou com mais uma atuação decisiva. Depois do jogo, a estrela da noite conversou de maneira exclusiva com a Mídia do Inter, em papo que aproveitou para compartilhar sua felicidade com a boa exibição, além de reforçar a confiança no trabalho realizado pelo grupo. Confira!

O segundo gol de Patrick contou com preciosa assistência de Mauricio. Pela direita da intermediária ofensiva, o camisa 27 serviu exímio cruzamento para o testaço do Pantera, que não desperdiçou a oportunidade de recolocar o Inter à frente no placar. No lance, o garçom precisou ignorar as dores que sentia por pancada sofrida minutos antes, como revelou em entrevista para as redes coloradas. Veja!

Coube a Yuri Alberto a responsabilidade de fechar o placar na vitória colorada. De cabeça, o camisa 11 aproveitou rebote de finalização de Caio, que explodira no travessão, para marcar o terceiro do Clube do Povo. Sincero, o artilheiro do Brasileirão reconheceu que não vivia uma noite inspirada, mas compartilhou com a torcida, incessante no apoio, os méritos para balançar as redes americanas. Assista à entrevista do goleador!

Sétimo colocado com 39 pontos, o Inter soma um a menos do que Corinthians e Palmeiras, respectivos sexto e quinto na tabela. Diretamente envolvido na luta pelo G6, o Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (17/10), exatamente contra o Porco, em partida da 27ª rodada do Brasileirão. O confronto ocorrerá, a partir das 16h, no Allianz Parque.

Beira-Rio vira Wakanda, e Inter vence o América-MG por 3 a 1

Beira-Rio? Na noite desta quarta-feira (13/10), o número 891 da Avenida Padre Cacique se converteu em um portal para Wakanda. No embalo de Patrick, o Inter superou o América-MG, em partida da 26ª rodada do Brasileirão, por 3 a 1, gols do Pantera, duas vezes, e de Yuri, mais novo artilheiro do Nacional.

+ Assista aos Bastidores da partida;

+ Confira a repercussão da vitória no pós-jogo colorado;

Com o resultado, o Inter, que segue na sétima colocação, chega aos 39 pontos no Brasileiro, um a menos do que Corinthians e Palmeiras, respectivos sexto e quinto colocados. No próximo domingo (17/10), o Clube do Povo visita exatamente o Porco, a partir das 16h, pela 27ª rodada do Nacional.


Na falta de espaços, os detalhes definem

Vagner Mancini, técnico do América-MG, certamente estudou com afinco os méritos que levaram o Inter a golear a Chapecoense na rodada passada. Atento ao tradicional ímpeto colorado nos movimentos que iniciam cada partida disputada no Beira-Rio, o Coelho cozinhou o primeiro terço de partida, apostando na individualidade de Ademir para acumular faltas e escanteios no corredor direito de seu ataque. Diante da escassez de espaços, coube ao Clube do Povo agir com velocidade.

Com a mão, Lucas Kal, na intermediária esquerda do ataque colorado, interceptou passe de Dourado. Assinalada pelo árbitro, a falta foi rapidamente cobrada pelo camisa 13 do Clube do Povo, que percebeu Patrick com enorme espaço. Na entrada da área, o Pantera nem deixou a bola quicar e, de imediato, emendou lindo voleio, indefensável para Cavichioli. Golaço, mas que pouco imperou como único do placar.

Na saída de bola, o América-MG chegou com força pela esquerda e, tirando proveito de corte incompleto da zaga colorada, empatou com Ademir. O gol, segundo da noite, foi também o último do primeiro tempo, que seguiu marcado pela compactação defensiva visitante e os poucos arremates perigosos do Internacional. Desses, o mais destacado saiu dos pés de Yuri, mas foi seguramente encaixado pelo arqueiro.


Beira-Rio e linha de frente fazem a diferença

Com dores, Lindoso precisou ser sacado no retorno do intervalo. Em seu lugar, entrou Johnny, que armou a primeira grande trama do Inter na etapa final, finalizada por Yuri, mas defendida por Cavichioli. O lance acendeu de vez os mais de nove mil colorados e coloradas presentes nas arquibancadas do Beira-Rio, que empurraram o Inter para cima da equipe visitante. A pressão de time e torcida, como de costume no Gigante, pouco custou para fazer efeito, e foi coroada por gol do grande nome da noite.

Com dores e prestes a ser sacado, Mauricio recebeu com espaço pela meia-direita. O vazio a ele oferecido, talvez, fosse consequência de soberba da defesa do Coelho, que subestimou a capacidade do atleta em contribuir para o jogo. Decisivo como de costume, o camisa 27 levantou na medida para Patrick, o Pantera Negra do Beira-Rio, transformar de vez o Gigante em Wakanda. De casquinha, o super-herói antecipou a saída do goleiro da meta e mandou para as redes, que balançaram no mesmo ritmo da torcida vermelha.

Invicto há oito jogos e dono da terceira melhor campanha do returno, o América-MG se mandou para o ataque diante da desvantagem. Dois centroavantes e outra dupla de armadores entraram em campo, denotando a evidente sede mineira pelo empate. A postura, contudo, teve como consequência a oferta dos antes raros espaços para o ataque vermelho, devidamente explorados por Yuri e Caio aos 44. O 11 serviu o dono da 47, que finalizou para milagre do goleiro. Após explodir no poste, a bola se ofereceu para o artilheiro do Brasileirão, que marcou seu 11º no torneio, terceiro do Clube do Povo na noite, último da quarta-feira!


Primeiro tempo

13min – GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! PINTUUUUUUUUUUUUUURA! OBRA DE ARTE! GÊNIO, GÊNIO, GÊNIO, GÊÊÊÊÊÊNIO! PATRICK, PATRICK, É DO PANTEEEEEEERA! Dourado, inteligentíssimo, cobra falta rápida na intermediária esquerda de ataque. O ganchinho do 13 encontra Patrick, que nem deixa a bola picar e emenda um voleio cinematográfico. Sem chances de defesa para Cavichioli, a bola estufa as redes americanas. Inter na frente após um começo truncado!

A narração da Rádio Colorada para o golaço de Patrick

15min – Após corte parcial da zaga colorada, Ademir fica com o rebote e finaliza de dentro da área. Daniel ainda resvala, mas não impede o empate visitante.

22min – DANIEEEEEEEEEEEL! Fabrício Daniel invade a área colorada a dribles e, cara a cara com o goleiro do Inter, arremata forte, mas abafado por excelente saída da meta.

23min – UH! Yuri recebe nas costas da marcação americana e, dentro da área, pela direita, finaliza cruzado. A bola sai mascada, e o goleiro encaixa.

40min – Mauricio cobra escanteio pela direita, Cavichioli corta na pequena área, e Cuesta, na altura da meia-lua, emenda de primeira. Forte, ela sai por cima.

45min – Mais três. Vamos a 48!

48min – Intervalo no Beira-Rio.


Segundo tempo

0min – Inter volta com novidade. Lindoso deixa o campo, Johnny entra.

8min – GRANDE JOGADA! Johnny avança pela direita e aciona Mauricio, que consegue excelente devolução para o camisa 30. Dele para Yuri, que arremata apertado pela marcação. Cavichioli encaixa.

11min – UUUUUUUUUUUUUUUUUUUH! Moisés faz grande jogada pelo corredor esquerdo e, rente à linha de fundo, cruza para trás. Yuri, na marca do pênalti, aparece livre e desvia com estilo, mas com muita força. Quase, quase!

12min – Amarelo para Felipe Azevedo! Caçou Maurico.

13min – POR DETAAAAAAAAAAAAAAAAALHE! Moisés cobra falta fechada da intermediária direita de ataque. Aberta, a bola passa na frente de todo mundo e sai ao lado do poste americano.

17min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! O JOGO É DEEEEEEELE! O JOGO TEM NOME, E SE CHAMA PATRIIIIIIIIICK! PANTERA, PANTERA, PANTEEEEEEEEERA! O SUPER-HERÓI DO POVO COLORADO! O ARTILHEIRO DA NOITE! Mauricio, com dores e aguardando para ser substituído, recebe pela direita do ataque e oferece sua última contribuição da quarta-feira: na segunda trave, levanta com açúcar para Patrick, que desvia antes da saída de Cavichiolo e manda para as redes. Inter na frente!

Comemore o segundo do Inter na voz da Colorada!

18min – Mauricio deixa o campo. Vem Caio Vidal!

19min – Duas trocas no América-MG: Ribamar e Rodolfo vêm, Fabrício Daniel e Felipe Azevedo vão.

23min – MOISÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉS! América-MG sobe pela esquerda com Ribamar, que cruza rasteiro. Antes de Ademir, Moisés trava e manda pela linha de fundo.

24min – Entrou afim de confusão… Ribamar amarelado por desentendimento com Mercado.

26min – Paulo Victor substitui Patrick. Saiu na maca o Pantera.

31min – Taison faz bonita jogada pelo centro e finaliza da entrada da área. Levou perigo.

31min – Nazário e Diego Ferreira são as novidades de Mancini. Substituem Valoura e Patric.

39min – Toscano entra, Kal sai, e o América-MG fecha as cinco trocas.

40min – MERCAAAAAAAAAAAAAAADO! América-MG chega forte pela esquerda, Ademir consegue o arremate praticamente na pequena área, mas o zagueiro argentino se atira em frente a bola e salva o Inter.

44min – FALTAVA O DEEEEEEEEEEELE! FALTAVA O DELEEEEEEEEEEEEEEEE! É GOL, É GOL, É GOL, É GOOOOOOOOOOOOOOOL! YURIIIIIIIIII! Camisa 11 dá linda bola para Caio Vidal, que recebe livre, leve e solto na meia-lua, invade a área e desloca Cavichioli. O goleiro consegue um milagre, ela explode no travessão, mas o rebote é de Yuri Alberto, que ganha da zaga por cima e amplia. O Inter vence mais uma no Beira-Rio!

Gol de artilheiro, narração de colorado!

45min – Vamos a 50! Mais cinco!

46min – Taison e Moisés deixam o campo. Entram Cadorini e Zé Gabriel.

49min – Paulo Victor recebe o amarelo.

50min – FIM DE JOGO! VENCE O CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE DO SUL!


Ficha técnica:

Internacional (3): Daniel; Saravia, Mercado, Victor Cuesta e Moisés (Zé Gabriel); Rodrigo Lindoso (Johnny), Rodrigo Dourado, Mauricio (Caio Vidal) e Patrick (Paulo Victor); Taison (Matheus Cadorini) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

América-MG (1): Matheus Cavichioli; Patric (Diego Ferreira), Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon Lopes; Lucas Kal (Marcelo Toscano), Juninho, Ademir, Juninho Valoura (Bruno Nazário) e Felipe Azevedo (Rodolfo); Fabrício Daniel (Ribamar). Técnico: Vagner Mancini.

Gols: Patrick 13’/1ºT e 17’/2ºT, e Yuri Alberto, aos 44’/2ºT (I). Ademir, os 14’/1ºT (A).

Cartões amarelos: Paulo Victor (I). Felipe Azevedo (A).

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira, auxiliado por Jean Marcio dos Santos e Lorival das Flores. Quarto árbitro: Vinicius Gomes do Amaral. VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 9.711. Pagantes: 8.272. Menores: 124. Não pagantes: 1.315.

Renda: R$ 426.240,00

Bastidores da histórica classificação das Gurias

ESTAMOS NAS SEMIFINAIS! As Gurias Coloradas fizeram história no domingo passado (22/08), e o Canal do Inter te apresenta os bastidores da gigante vitória de 3 a 1 sobre o São Paulo, que garantiu vaga entre as quatro melhores equipes do país. Confira!

Gurias fazem história, superam São Paulo por 3 a 1 e avançam para as semifinais do Brasileirão A1

Gurias fizeram história no Morumbi/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

É NOSSA! A VAGA É NOSSA! A VAGA É DO CLUBE DO POVO! De virada, as Gurias Coloradas superaram o São Paulo por 3 a 1, na manhã deste domingo (22/08), e se classificaram para as semifinais do Brasileirão A1. Fabi Simões, Ari e Shashá marcaram no Morumbi, as últimas duas já depois dos 40 minutos da etapa final, e garantiram a vaga no tempo normal do confronto.

Na luta por vaga na decisão, o Inter enfrentará o Palmeiras, que eliminou o Grêmio, também neste domingo, após vitória de 4 a 1 no Allianz Parque. Semifinalista, a campanha de 2021 já é a melhor da história das Gurias no Brasileirão A1, e contará com, no mínimo, mais 180 minutos de feitos relevantes.

Festa das semifinalistas/Foto: João Callegari

Sem ceder às injustiças

A classificação não veio por acaso, há de se registrar. Após derrota de 2 a 1 na partida de ida, o cenário do Morumbi podia soar adverso, mas plenamente reversível. Em busca do resultado, as Gurias iniciaram a partida martelando o rival e empilhando oportunidades, deixando clara nossa ambição por protagonismo em nível nacional.

As 11 titulares de uma manhã inesquecível/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

O ditado, infeliz e teimoso, reforça, há anos, que chances desperdiçadas são punidas. E se as Gurias não fizeram, elas sofreram. Fortuito, o gol tricolor saiu aos 21, após cobrança de falta que explodiu no poste e retornou na cabeça de Gislaine. Abatimento, porém, não faz parte do dicionário do Inter, que logo empatou.

Corriam 34 minutos quando Fabi recebeu bom passe de Djeni e ganhou na briga e na vontade da marcadora. Artilheira das Gurias no Brasileirão, a camisa sete cortou ângulo para a perna direita e chutou no canto oposto, sem chances de defesa para Carla, que certamente ouviu a bola explodir no poste antes de estufar as redes tricolores. O placar de 1 a 1 finalizava o primeiro tempo!

Fabi comemora o empate colorado/Foto: Livia Villas Boas/CBF

PARA A HISTÓRIA!

Assim como nos instantes de abertura do jogo, o reinício do duelo presenciou importante volume ofensivo das Gurias, constantemente em busca de gol que, pelo menos, levaria a decisão para as penalidades. A pressão, porém, também significou considerável desgaste, consequência do intenso calor registrado na capital paulista. Superada a casa dos 15 minutos, o São Paulo começou a somar maior posse de bola.

Segundo tempo foi truncado para as Gurias/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

O segundo terço da etapa final tornou pessimistas os que não conhecem a história do Clube do Povo. Da casamata, Maurício promovia mudanças que deixavam o time mais ofensivo e com maior fôlego, mas a bola insistia em procurar os pés paulistas, que se adonavam do meio de campo. Pelo terceiro ano consecutivo, as Gurias deixavam o Brasileirão A1 nas quartas. Mas, em 2021, estávamos no Morumbi – no mês de agosto.

Proprietária das bolas paradas, Djeni Becker ajeitou com carinho, aos 40 minutos, antes de cobrar falta na intermediária direita de ataque. Com açúcar, a camisa oito levantou em conformidade ao manual, na altura da marca do pênalti. Por ali, a predestinada Ari apareceu livre para desviar à queima-roupa. Os pênaltis estavam garantidos, mas não satisfaziam a ambição das guerreiras vermelhas.

Predestinada, Ari!/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Desesperado, o São Paulo partiu para o ataque. Se a vaga ainda não estava perdida, o anímico para as penalidades ficava destroçado. Um gol, portanto, parecia imperativo para a equipe paulista disputar sua segunda semifinal nacional consecutiva. Ofensivo demais, entretanto, o rival esqueceu de Shashá. Velocista atacante que defende o Inter desde 2018, a camisa 33 recebeu de Wendy, aos 47, e teve caminho para avançar.

Gol no Beira-Rio, assistências no Morumbi: Djeni Becker/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Mais do que metros, Shshá percorreu, até a área paulista, anos – em específico, quatro, de história das Gurias. De frente para a goleira, a atacante finalizou com precisão. Em se tratando de Inter, contudo, o gol não poderia vir apenas na qualidade. Por isso, quando a bola explodiu no poste e voltou para a 33, ela apostou na raça. De carrinho, o gol saía. A vaga era nossa. Ninguém mais tirava. Coloradas? Também, mas classificadas!

Na raça, para a história, Shashá marcou/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Primeiro tempo

1min – Boa trama! Inter avança em velocidade pela esquerda do campo e Shashá tenta o cruzamento rasteiro. Antes de Fabi Simões, a zaga corta o perigo.

5min – UH! Ari finaliza de longe, com força. Bola sai por cima.

8min – Gurias seguem na pressão! Fabi recebe de Mari Pires, corta para dentro e finaliza. Com desvio, ela quase engana Carla, mas a goleira defende.

11min – Encaixa, Vivi! Yayá finaliza de longe, e goleira do Inter defende sem problemas.

Goleira ajudou Inter a conquistar a vaga/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

13min – PRA FOOORA! Djeni e Shashá tabelam na intermediária de ataque. Camisa 33 recebe na entrada da área e solta a bomba, que sai em tiro de meta para o São Paulo.

21min – Micaelly cobra falta fechada, na direção da área colorada. Cobrança explode no poste e, no rebote, Gislaine manda para as redes.

24min – SAAAAAALVA, CARLA! Ariane corta a marcação e, pela intermediária esquerda de ataque, solta a bomba. Goleira defende, e manda em escanteio.

26min – VIVIIIIII! Após bate-rebate na área colorada, goleira opera um milagre em arremate de Dani.

34min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOL! É DO IIIIIIINTER! É DAS GURIAS COLORAADAS! É DA MINHA ARTILHEIRA, DA MINHA SETE, É DE FABI SIMÕES! Djeni Becker serve linda bola para Fabi, que invade a área paulista pela direita e, mesmo com o desvio da zaga, consegue o domínio e finaliza com curva. A bola explode no poste e morre nas redes paulistas. Tudo igual no Morumbi!

Comemore o gol de Fabi com a narração da Rádio Colorada

44min – Duda recebe de Micaelly e, na área colorada, pela direita, finaliza rasteiro. Sem direção, ela sai em tiro de meta.

45min – Mais três. Vamos a 48.

46min – Duda amarelada. Chegou atrasada na Isa.

48min – Encerrado o primeiro tempo.

Fabi empatou na reta final do primeiro tempo/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Segundo tempo

0min – Gurias voltam com mudança. Mari Pires sai, Wendy entra.

3min – UUUUUUUUUH! Shashá recupera a posse na saída paulista, avança até a meia-lua da grande área e manda uma bomba. Carla, espetacular, espalma.

9min – PRESSÃO! Fabi recupera na saída de bola, toma ela de Gislaine e, dentro da área, pela direita, cruza rasteiro. Antes de Djeni, defesa tira.

10min – POR CIIIIIIIIIMA! Fabi faz boa jogada pela direita e cruza rasteiro. Djeni ajeita para Leidi, que solta uma bomba. A bola assovia no poste superior.

Grupo unido em busca do resultado/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

11min – QUASE! Wendy invade a área colorada pela direita, supera duas marcadoras mas, na dividida com a terceira, a bola espirra e vai até Carla.

13min – Dani invade a área colorada pela esquerda e cruza. Na pequena área, Jaqueline fura o cabeceio. Tiro de meta.

17min – Troca o Clube do Povo. Vem Mileninha, vai Rafa Travalão.

18min – Naná é novidade no São Paulo. Duda deixa o campo.

21min – QUE CHEGADA! Fabi enfileira duas e serve Shashá, que escapa com campo aberto pela frente, invade a área e manda rasteiro. Carla defende em dois tempos.

Shashá brilhou no Morumbi/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

23min – Micaelly faz grande jogada, supera duas zagueiras do Inter e entra na área vermelha. Poderia passar, mas escolheu o chute e mandou por cima.

26min – Mai escolhida por Maurício. Entra no lugar de Leidi.

27min – Carol é novidade no time da casa. Glaucia sai.

35min – Vivi! Em contra-ataque rápido, Micaelly corta para a canhota e, próxima da pequena área, chuta rasteiro. Goleira do Inter defende.

36min – Fabi arrisca da intermediária ofensiva e a bola sai por cima.

40min – É NOOOOOOOOOOOOOOSSO! É GOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOL! É DAS GURIAS COLORADAS! É DO CLUBE DO POVO! É DA ACADEMIA FEMININA ALVIRRUBRA! É DA NOSSA PAIXÃO! ARI! ARI! ARI! Pela direita da intermediária de ataque, Djeni levanta na área paulista. Ari se projeta em frente à zaga rival e desvia, indefensável, para as redes. Viramos no Morumbi, empatamos no agregado!

A mais vermelha das narrações para o gol de Ari!

45min – Quatro de acréscimos. Vamos a 49.

47min – A VAGA É NOOOOOOOOOOOOOOOOSA! A VAGA É VERMELHAAAAAAAA! A VAGA É DAS GURIAS! A VAGA É NOSSA! É GOL! É GOL! É GOL! É GOL! É GOL! É GOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É CONTRA-ATAQUE DE ALMANAQUE! É DE SHASHÁ! É DE SHASHÁ! É DE SHASHÁ! É GOL! É GOL DA VITÓRIA! É GOL DA VAGA! Após escanteio pela direita, Isa serve Wendy no corredor direito. Ela tem espaço, ela tem vazio, e percebe Shashá nas costas da zaga. Da uruguaia para a camisa 33, que invade a área e chuta rasteiro. A bola explode no poste e volta para a atacante, que manda para dentro. De carrinho, para as redes. É GOL!

Se emocione com a narração da emissora oficial do Clube do Povo

49min – ACABOOOOOOOOOOOU! ACABOOOOOOOOOOOU! É NOSSA! A HISTÓRIA SEGUE SENDO ESCRITA! É NOSSA! É NOSSA A VAGA!


Ficha técnica:

São Paulo (1): Carla; Giovana, Lauren, Gislaine e Dani; Maressa, Yayá, Jaqueline e Micaelly; Duda (Naná) e Glaucia (Carol). Técnico: Lucas Piccinato.

Internacional (3): Vivi; Leidi (Maiara), Bruna Benites, Sorriso e Ari; Mariana Pires (Wendy), Isa Haas, Djeni e Shashá; Fabi Simões e Rafa Travalão (Mileninha). Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Gislaine, aos 21’/1ºT (S). Fabi Simões, aos 34’/1ºT, Ari, aos 40’/2ºT, e Shashá, aos 47’/2ºT (I).

Cartão amarelo: Duda (I).

Arbitragem: Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Diego Morelli de Oliveira. Quarta árbitra: Marianna Nanni Batalha.

Estádio: Morumbi-SP.

Gurias vencem a terceira consecutiva no Brasileirão Sub-18

Gurias venceram com brilho de Mileninha/Foto: Adriano Fontes, CBF

Segue as líderes! As Gurias Coloradas Sub-18 superaram o América-MG, na tarde deste sábado (10/07), pela terceira rodada do Brasileirão da categoria. A artilheira Mileninha marcou todos os gols do Inter na vitória de 3 a 1 sobre o Coelho, resultado que isola o Clube do Povo na liderança do grupo B, agora com nove pontos.


Susto superado com gabarito

Não poderia ser pior o início de confronto para as Gurias Coloradas, vazadas logo aos quatro minutos. Após corte parcial da defesa vermelha, Bianca emendou chute forte, rasteiro, e abriu o placar para as mineiras. A resposta do Inter chegou aos 11, quando Mileninha, servida por Livia, finalizou na pequena área. Teimosa, a bola saiu ao lado do poste do Coelho.

Liriel incomodou a zaga mineira/Foto: Adriano Fontes, CBF

A estratégia colorada em busca do empate, até certo ponto atrapalhada pela recorrente cera das adversárias, esteve pautada por veloz circulação da bola no campo de ataque, dinâmica que revelou espaços no corredor direito da defesa americana. Primeira a aproveitar o vazio, Liriel assustou com chute forte aos 19, quando Larrisa deu rebote, e Mileninha, por detalhe, não finalizou antes do encaixe definitivo da goleira.

Oito minutos mais tarde, a camisa nove não perdoou. Lançada por Ket, que avançara pela esquerda, a artilheira colorada finalizou de cobertura para empatar em Sorocaba. O gol foi o quarto de Mileninha na competição, logo acompanhado, aos 36, pelo quinto. Assistida por Mai, Loirão apenas rolou para a goleadora alvirrubra, debaixo das traves, dar números finais ao primeiro tempo.

Mileninha construiu a virada ainda no primeiro tempo/Foto: Adriano Fontes, CBF

Jogo resolvido

Diante de rival que abrira a rodada com os mesmos seis pontos que o Inter, as Gurias sabiam da importância de vencer para disparar no topo do grupo B. Exatamente por isto, o reinício de confronto presenciou pressão intensa do Clube do Povo, que passou a acumular chances a partir dos 14, quando Mileninha, flagrada por impedimento, marcou gol anulado.

Maju ajudou a empurrar o Inter para o ataque/Foto: Adriano Fontes, CBF

Aos 15, quem levou perigo foi Ket, que arrematou por cima. Dois minutos mais tarde, Mai apareceu livre, na direita da área americana, e mandou por cima. Iminente, o gol saiu aos 19. Uma vez mais marcado por Mileninha, que acertou lindo testaço, após escanteio cobrado por Loirão, no contrapé da goleira rival.

Mileninha marcou de cabeça o terceiro/Foto: Adriano Fontes, CBF

Garantida a vantagem de dois gols, Fábio Sanhudo rodou peças do elenco, que vive intensa maratona desde a última terça-feira (06/07), data da estreia vermelha no Brasileirão Sub-18. Inalterado, o placar seguiu em 3 a 1 até o encerramento da partida, assim garantindo os três pontos para o Inter, que volta a campo na próxima segunda (12/07), às 10h30, diante do próprio América-MG.

Duda Flores apresentou a segurança de sempre na defesa/Foto: Adriano Fontes, CBF

Ficha técnica:

Internacional: Gabi Barbieri; Livia (Ju Romanelli), Mari Barbieri (Guta), Duda Flores e Liriel (Carol Gil); Ket, Thalita, Maju e Mai (Teté); Loirão (Manu) e Mileninha. Técnico: Fábio Sanhudo.

Gols: Bianca, aos 4’/1ºT (A). Mileninha, aos 27′ e 36’/1ºT (I).

Arbitragem: Pietro Dimitrof Stefanelli, auxiliado por Rodrigo Meirelles Bernardo e Izabele de Oliveira.

Estádio: CT do Sorocaba 1.

Gurias encerram primeira fase do Brasileirão Sub-16 com 100% de aproveitamento

Gurias seguem invictas no Brasileirão Sub-16/Foto: Adriano Fontes, CBF

As Gurias Coloradas Sub-16 superaram o Iranduba, na manhã desta quarta-feira (30/06), pela terceira rodada do Brasileirão da categoria. Gaby Tomé, duas vezes, e Berchon marcaram na vitória de 3 a 1 do Inter, que deixou as comandadas de David da Silva, líderes do grupo A, com nove pontos na tabela de classificação.

O adversário do Inter na semifinal, que ocorre na próxima sexta-feira (02/07), será conhecido no final da tarde desta quarta, após o encerramento da última rodada da primeira fase. Os duelos eliminatórios são disputados em jogo único. Atuais campeãs do Brasileirão Sub-16, as Gurias buscam o bicampeonato em Sorocaba.

Semifinal será disputada em jogo único/Foto: Adriano Fontes, CBF

Pacientes, Gurias dominam

Já classificadas, as Gurias foram a campo com novidades na escalação, caso das entradas de Lidia, Erica, Gaby Tomé e Vitória. Apesar das trocas, o bom nível apresentado nas últimas partidas foi mantido diante do Iranduba-AM, com o Inter controlando as ações do jogo e criando boas chances, que esbarraram na grande atuação da goleira Eluiza.

Gurias não se abalaram com o gol sofrido cedo/Foto: Adriano Fontes, CBF

Quem marcou no primeiro tempo foi o time amazonense, que converteu, em bonito chute de Rayssa, a única chance que criou. Nem mesmo a persistência da desvantagem, porém, afetou o desempenho das Gurias, que seguiram pressionado na etapa final. Assim, aos três, o gol de empate finalmente saiu. Locatelli pegou a sobra de confusão na área do Iranduba-AM e serviu Gaby Tomé, que mandou no ângulo.

Tomé voltou a marcar aos 15, novamente em lance de grande oportunismo. A camisa 19 do Clube do Povo pegou rebote de defesa de Eluiza, que espalmara cobrança de falta de Maiara, e teve tranquilidade para dominar na coxa e arrematar no ângulo. Berchon, nove minutos mais tarde, fechou o placar, completando excelente cruzamento de Tainá Maranhão, que construíra arranque vertical pela esquerda.

Jogo aéreo foi decisivo nesta quarta/Foto: Adriano Fontes, CBF

Ficha técnica:

Internacional: Brito (Julinha); Lidia, Guta, Larissa e Erica; Amanda Locatelli (Berchon), Bruna Wink e Maiara; Gaby Tomé, Vitória (Clarinha) e Maranhão (Tayla). Técnico: David da Silva

Gols: Rayssa, aos 6’/1ºT (IR). Gaby Tomé, aos 3’/2ºT e aos 15’/2ºT, e Berchon, aos 24’/2ºT (I).

Arbitragem: Lucas Canetto Bellote, auxiliado por Juliana Vincentin Esteves e Robson Ferreira Oliveira. Quarto árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro.

Estádio: CT do Sorocaba 1.

Bastidores da vitória das Gurias

Pela quinta rodada do Brasileirão A1, as Gurias Coloradas superaram a Ferroviária, no Beira-Rio, por 3 a 1. Confira os bastidores da vitória, construída com gols de Mariana Pires, Rafa Travalão e Juliana!

Fotos: Gurias Coloradas 3 x 1 Ferroviária

No Beira-Rio, as Gurias Coloradas superaram a Ferroviária, na noite deste sábado (01/05), pelo placar de 3 a 1. Mariana Pires, Rafa Travalão e Juliana marcaram na vitória, que correspondeu à quinta rodada do Brasileirão A1. Confira as imagens do triunfo gigante!