Bastidores da goleada no Morumbi

Uma vitória antológica que nos alçou à liderança do Brasileirão! Assista aos bastidores da goleada no Morumbi, exclusivamente no Canal do Inter!

Pós-jogo: colorados repercutem grande vitória no Morumbi

O Inter conquistou grande vitória na 31ª rodada do Brasileirão. Por 5 a 1, com três gols de Yuri Alberto, um de Caio e outro de Cuesta, o Clube do Povo derrotou o São Paulo, no Morumbi, e reassumiu a liderança do Campeonato. Encerrada a partida, diversos representantes colorados repercutiram o importante triunfo conquistado na capital bandeirante. Confira as principais aspas:

“O Abel tem me dado muita confiança. Seja jogando de centroavante, seja jogando de ponta. Ele me passa uma confiança muito grande, me deixa jogando muito leve, e essa vitória foi muito importante para nós pegarmos uma confiança. Agora, é descansar que domingo a gente tem um grande jogo, e vamos em busca de mais três pontos.”

Yuri Alberto

“Nós nos colocamos no bolo, na confusão. Uma coisa é certa: foi uma atuação inteligente. Jogamos muito com a cabeça. A tomada de decisão, em quase todos os lances, foi muito boa. Eu acredito que não é uma atuação de campeão, mas estamos tendo sorte, o que normalmente um campeão tem.”

Abel Braga

Ainda na beira do gramado, Victor Cuesta conversou de maneira exclusiva com a Mídia do Inter. Autor do primeiro gol da noite, o patrão da defesa colorada, acompanhado de Lomba, comemorou a vitória e mandou caloroso abraço para Rodrigo Moledo.

Os guris do Celeiro estão sempre juntos! Na hora de dar entrevista, não poderia ser diferente. Praxedes e Peglow, dupla de grande atuação na noite desta quarta (20/01), analisaram a goleada alvirrubra no Morumbi, resultado construído também por seus pés, como comprova a açucarada assistência de João para Yuri marcar o quarto do Clube do Povo.

Fotos: São Paulo 1×5 Inter – Brasileirão/31ª rodada

Inter viveu noite épica no Morumbi

Inter dá show no Morumbi e assume a liderança do Brasileirão

Histórico! Em uma atuação de luxo dos comandados de Abel Braga, o Clube do Povo goleou o São Paulo, no Morumbi e conquistou a sétima vitória consecutiva no Brasileirão. Iniciado às 21h30, o clássico nacional, válido pela 31ª rodada do Campeonato, teve como placar final o 5 a 1 colorado, construído através dos gols de Cuesta, Caio e Yuri, este três vezes.

+ Confira as aspas do pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida

O triunfo leva o Inter à liderança do campeonato com 59 pontos, dois a mais do que o São Paulo. Na próxima rodada, o Clube do Povo volta a campo às 16h de domingo (24/01), no Beira-Rio, para enfrentar o Grêmio no Gre-Nal 429.


Exibição de almanaque

O Internacional construiu primeiro tempo de almanaque no gramado do Morumbi. Com linhas adiantadas, o time de Abel Braga encaixotou os locais e, transcorridos cinco minutos, já somava duas grandes oportunidades. Aos sete, a recompensa para tamanha ousadia chegou: gol de Cuesta após cruzamento de Moisés.

A vantagem permitiu ao Clube do Povo postura mais reservada, mas nem por isso vazia de compromisso. Dono do jogo, o Inter seguiu acumulando oportunidades, especialmente através da inteligentíssima movimentação de Yuri Alberto, sempre à procura das costas da zaga adversária. Aos 24, o camisa 11 recebeu livre e, garçom, acionou Caio, que finalizou com muita tranquilidade para ampliar.

Antes do intervalo, Luciano descontou para os locais. Nem o tento, contudo, alterou o cenário do confronto. Embora dono de maior posse de bola, o São Paulo seguiu preso à defesa colorada, enquanto o Inter, na frente, voltou a criar oportunidades. O placar, porém, seguiu indicando 2 a 1 até o apito final do primeiro tempo.


Para a história

Se o primeiro tempo beirou a perfeição, a etapa final atingiu o feito com maestria. Desesperado para conquistar a igualdade, o São Paulo retornou dos vestiários com postura excessivamente ofensiva. Nos 10 minutos iniciais, até pressionou, mas não levou grande perigo. Logo depois, a maturidade do Inter foi novamente comprovada.

O Clube do Povo adiantou suas linhas e assustou com escapada de Peglow. Tiago Volpi encaixou firme o cruzamento da jovem promessa colorada, mas não contava com a subida das linhas alvirrubras. Na saída de jogo rival, Dourado interceptou e Yuri, frio, começou o show. Inter 3 a 1!

Baqueado, o São Paulo foi às cordas com o tento. O time de Abel Braga percebeu. Lançado por Peglow após grande tabela deste com Edenilson e Praxedes, Yuri saiu de cara com Volpi, driblou o goleiro e, sem olhar, mandou para as redes. Quarto colorado, saiu aos 20.

Dois minutos depois, veio o quinto. Mais uma vez, o dono da 11 foi lançado nas costas da zaga, desta vez por Patrick. Do campo de defesa, o goleador partiu e, já na grande área, mandou cruzado. Volpi resvalou, mas não afetou o rumo da esférica. Inter 5 a 1, três pontos na conta, hat-trick de Yuri e liderança assegurada!


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – UH! Inter pressiona no campo ofensivo. Patrick recupera a posse e serve Yuri, que ajeita para a direita e finaliza forte, colocado. Volpi salva.

4min – PRA FOOOOOORA! Jogada ensaiada do Clube do Povo! Praxedes levanta na segunda trave e, pela esquerda da grande área, Dourado escora para Cuesta. O zagueiro chega batendo. Com desvio, ela sai tirando tinta do poste superior.

7min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É COLORADO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! CUESTA! CUESTA! CUESTA! Moisés cobra falta pela esquerda da intermediária ofensiva na medida para Victor Cuesta. El Patrón, dono da grande área rival, antecipa-se à zaga e manda um testaço, indefensável para Volpi. Inter em vantagem no Morumbi! Inter jogando muito no Morumbi!

O gol de Cuesta na narração da Rádio Colorada

13min – POR DETALHE! Edenilson vai ao fundo pela direita e cruza rasteira. Caio domina e finaliza mascado. Na sobra, Patrick quase consegue completar para as redes pela esquerda, mas Bruno Alves corta preciso.

15min – PRA FOOOOOOORA! Patrick seve Yuri, que invade a área tricolor pela esquerda e finaliza com o pé direito. Desviada, a bola sai tirando tinta do poste direito de Volpi.

18min – UH! Praxedes faz grande jogada pelo corredor esquerdo, vai ao fundo e cruza rasteiro. Na entrada da área, Yuri domina e solta a canhota. Por cima, por pouco.

23min – Luciano costura da direita para o centro e finaliza rasteiro. Em dois tempos, Lomba salva.

24min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOL! CAIO, CAIO, CAIO, CAIO VIDAL! Inter sai em bola afastada do campo de defesa. Patrick escora de cabeça, Yuri costura para o centro e aciona Caio, que invade a área e, com a perna direita, manda cruzado. Na saída do goleiro, ela morre nas redes. O Inter abre vantagem!

Na voz da emissora do Clube do Povo, o gol de Caio Vidal

28min – AMARELADOS! Caio impede contra-ataque de Brenner com falta. Recebe amarelo, mas o rival, irritado, acerta a cria do Celeiro sem bola e também é advertido com cartão.

31min – PRA FORA! Yuri, de novo lançado pela esquerda, invade a grande área e corta para a direita. Reta, ele finaliza rasteiro e leva perigo.

34min – Escanteio cobrado pela direita recebe escorada na primeira trave e, debaixo da meta, Luciano desconta para o São Paulo.

40min – PRA FOOOORA! Inter escapa em rápido contra-ataque. Praxedes, de carrinho, acha Caio na profundidade. O garoto invade a área, vai ao fundo e cruza buscando Yuri. Volpi corta, mas o rebote é de Patrick, que enche o pé. Tiro de meta para os locais.

43min – SAAAAAALVA, LÉO! Patrick dá grande passe para Yuri, que invade a área, sai de frente com Volpi e finaliza truncado. Que chance teve o Clube do Povo!

45min – Mais três. Vamos a 48.

48min – Encerrada a etapa inicial.


Segundo tempo

0min – Equipes voltam a campo com mudanças. No Inter, entra Peglow na vaga de Caio, que deixa o campo com dores. De parte do São Paulo, Igor Gomes e Vitor Bueno entram, Gabriel Sara e Léo saem.

7min – RODINEI! Vitor Bueno, pela esquerda da grande área, pega a sobra de cruzamento que atravessou o retângulo colorado e enche o pé. Ela explode nas costas do lateral-direito do Clube do Povo.

14min – GOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOL! YURI! YURI! YURI ALBERTO FAZ A FESTA DA TORCIDA COLORADA! Dourado e Peglow dobram a pressão na saída de bola paulista, o meia-atacante bloqueia a saída de jogo rival e a bola sobra limpa com Yuri. De frente para Volpi, o camisa 11 esbanja toda a tranquilidade do mundo para enviar às redes. É O TERCEIRO DO CLUBE DO POVO!

Como a Colorada narrou o primeiro gol de Yuri

17min – Muda o São Paulo. Sai Juanfran, entra Paulinho Bóia.

20min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É GOLEADA! É MAIS UM DE YURI! É MAIS UM COLORADO! É MAIS UM PRA FESTA DA MAIOR E MELHOR TORCIDA DO RIO GRANDE! Edenilson recebe de Praxedes e deixa com Peglow, que vê Yuri nas costas de Luan. O camisa 31 serve o artilheiro, que dribla Volpi e, sem olhar, amplia.

O 4 a 1 pela Mais Vermelha

21min – Muda Abel. Praxedes dá lugar a Lindoso!

22min – Bruno Alves recebe o amarelo por caçar Peglow.

22min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO CLUBE DO POVO, É DA ACADEMIA DO POVO, É DO ROLO COMPRESSOR, É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! HOJE ELE PEDE MÚSICA! HOJE ELE É O NOME DO JOGO. HOJE ELE É O HERÓI! YURI! YURI! YURI! Patrick intercepta passe de Tchê Tchê e lança Yuri. Desde o campo de defesa o jovem parte, invade a grande área pela esquerda e finaliza forte. Volpi desvia nela, mas não defende. INTER TEM 5!

A narração do quinto gol, na voz da Rádio Colorada

23min – SAAAAAAAAAAAALVA, VOLPI! Peglow escapa pela direita, invade a área, corta para dentro e finaliza com a canhota. Goleiro tricolor salva.

25min – Dupla troca no Clube do Povo. Entram Johnny e Zé Gabriel, saem Dourado e Cuesta.

29min – Yuri Alberto sai, Leandro Fernández entra. Feitas as cinco trocas no Clube do Povo.

35min – Muda o São Paulo. Tchê Tchê sai, Diego Costa entra.

45min – FIM DE JOGO! GOLEADA COLORADA!


Ficha técnica:

São Paulo (1): Tiago Volpi; Juanfran (Paulinho Bóia), Bruno Alves, Léo (Igor Gomes) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê (Diego Costa) e Gabriel Sara (Vitor Bueno); Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Internacional (5): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny) e Edenilson; Caio Vidal (Peglow), Praxedes (Rodrigo Lindoso) e Patrick; Yuri Alberto (Leandro Fernández). Técnico: Abel Braga.

Gols: Victor Cuesta, aos sete, Caio, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Yuri Alberto, aos 14, 20 e 22 minutos do segundo tempo (I). Luciano, aos 34 minutos do primeiro tempo (S).

Cartões amarelos: Brenner e Bruno Alves (S). Caio Vidal (I).

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Correa e Michael Correia. VAR: Rodrigo Nunes de Sá.

Estádio: Beira-Rio.

Raio-X: tudo sobre a visita colorada ao Morumbi

Dia de Inter no Morumbi! O Clube do Povo visita o São Paulo, às 21h30 desta quarta-feira (20/01), em partida da 31ª rodada do Brasileirão. Confronto de líderes do Campeonato, define quem assumirá a ponta até o próximo final de semana. Confira, abaixo, tudo sobre o duelo decisivo!


Transmissão


A cobertura da Rádio Colorada terá início às 20h desta quarta (20/01), com a apresentação do Portões Abertos. A atração contará com entrevista de Jorge Avancini, vice-presidente de Marketing e Mídia do Internacional. Na sequência, a Jornada Esportiva começa às 21h15, e se estende até o encerramento da partida, quando começa o Vestiário Vermelho, pós-jogo que repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, todos os detalhes do confronto. Acompanhe a emissora oficial do Clube do Povo no FM 95,5 ou via Site e App do Inter!

Faça o download do APP do Inter para Android;

Clique para fazer o download do APP do Inter para IOS

Participe da jornada através do InterZap: (51)99189-4124

As redes sociais (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) do Clube do Povo apresentarão o mais completou minuto a minuto da internet, recheado de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, a Rede Globo e o Premiere anunciam transmissão.


Vamo, Colorado!


O Clube do Povo já está em São Paulo! Após breves dois dias de preparação para o embate em território paulista, o elenco colorado embarcou para a capital bandeirante no início da tarde desta terça-feira (19/01), horas depois da realização de treino no CT Parque Gigante.

Diante do Tricolor, Abel não conta com nenhum novo desfalque. Seguem fora os atletas lesionados há mais tempo: Galhardo, Moledo, Guerrero, Saravia e Boschilia. Pendurados, chegam para a partida os defensores Victor Cuesta e Matheus Jussa, os meio-campistas Rodrigo Lindoso, Rodrigo Dourado e Marcos Guilherme, além de Boschilia, e os atacantes Caio Vidal, Abel Hernández e Leandro Fernández.

Meio-campista destaque na recente fase colorada, Patrick concedeu entrevista coletiva, na última segunda-feira (18/01), projetando o clássico contra o São Paulo. O Pantera destacou a importância do confronto, mas reforçou que o embate será mais um na sequência de decisões que se avizinham para o Clube do Povo. Confira:

Já na véspera da partida, quem falou foi Lucas Ribeiro. Aniversariante de terça-feira, quando completou 22 anos de idade, o zagueiro, titular a partir da lesão de Rodrigo Moledo, lamentou a injúria do companheiro, mas destacou a vontade de dar continuidade às atuações de alto nível que o camisa quatro vinha somando. Assista:


Arbitragem


Marcelo de Lima Henrique apita, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Correa e Michael Correia. VAR: Rodrigo Nunes de Sá. Quarteto do Rio de Janeiro.


O Rival


São Paulo chega mobilizada para o duelo desta quarta/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Embora líder do Brasileirão, o São Paulo não vive seu melhor momento no Campeonato. Após tropeços nas três últimas rodadas, o Tricolor chega relativamente pressionado para o embate diante do Clube do Povo. Recente, a oscilação dos paulistas encontra justificativa, também, por desfalque de peso na linha de frente.

Tricolor tropeçou nas últimas partidas que disputou/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Quarto na lista de goleadores do Brasileirão, o atacante Luciano já soma quatro partidas distante dos gramados. Peça fundamental no esquema de Fernando Diniz, o atacante sofre com uma inflamação em um Cisto de Baker, e tem sua ausência sentida pelos companheiros de equipe. Entrevistado pela Rádio Colorada para projetar o duelo desta quarta, Giovanni Chacon, setorista do São Paulo pela Rádio Jovem Pan, explica os motivos que fizeram do atleta peça fundamental na escalação paulista.

“Taticamente, e eu acho que isso é importante de ressaltar, o Luciano tem uma função muito mais de voltar, quando a bola está no campo defensivo, para iniciar a jogada. Você vê ele fazendo uma função de segundo volante, de começar a distribuição no meio de campo. Sem ele, o Brenner fica muito perdido, pois o melhor casamento entre duplas de atacantes foi Luciano e Brenner.”

Chacon sobre a ausência de Luciano

> Confira a íntegra do papo com Giovanni:

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Raio-X do confronto: São Paulo x Internacional | 20\01\2020
Luciano é o segundo garçom tricolor no Brasileiro, com três assistências/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Autor de 12 gols na atual edição do Campeonato Brasileiro, o atacante segue com presença incerta no duelo desta quarta. Nas palavras de Chacon, o clube paulista trata com otimismo as chances de contar com Luciano, mas não oficializa o retorno, sabedor da delicada situação que o atleta passa. Desde o afastamento do companheiro, Brenner, que já balançou as redes 11 vezes no Nacional, não conseguiu vazar mais nenhuma defesa.

Fernando Diniz comanda o São Paulo desde setembro de 2019/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Responsável por solucionar os problemas tricolores, Fernando Diniz tem no conhecimento do grupo de atletas um grande trunfo. Segundo técnico com trabalho mais longevo do país, ele também precisará lidar com desfalque importante no sistema defensivo. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Arboleda é baixa, e pode ser substituído tanto por Diego Costa quanto por Léo Pelé, informa Chacon.

“O Arboleda é um zagueiro muito seguro na questão defensiva, e não tão bom no quesito saída de bola. Diego ou Léo, pra mim, são a mesma coisa em questão de qualidade. Se eu fosse apostar, diria que a dupla contará com Bruno Alves e Diego.”

Giovanni Chacon
Arboleda é desfalque para o Tricolor/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Quem tem presença garantida contra o Inter é Daniel Alves. Melhor jogador da Copa América de 2019, o jogador exibe, aos 36 anos, forma física invejável. Presente em 46 dos 57 jogos do São Paulo na temporada, em todos como titular, o atleta foi substituído apenas em duas ocasiões. Suas recentes exibições, porém, suscitaram críticas junto à torcida tricolor, reclamações que, embora compreensíveis, não afetam a titularidade do ídolo de Sevilla e Barcelona. Pelo menos, é assim que pensa Giovanni.

“Ele (Daniel) não cansa. Tem um baita preparo físico. Mas, quanto à questão de atuação, ele tem umas partidas que não vai bem. Até mesmo contra o Athletico-PR (rodada passada), ele foi abaixo do que pode apresentar. Mas continua como titular. É uma liderança, com experiência, e que tem recurso.”

Giovanni Chacon
Daniel Alves veste a 10 tricolor/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Para Chacon, o provável time do São Paulo para esta quarta-feira conta com Tiago Volpi; Juanfran, Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes e Gabriel Sara; Luciano e Brenner. Caso Luciano não tenha condições de jogo, Tchê Tchê deve entrar em sua vaga, encorpando o meio de campo. Ainda, além da incerteza quanto a Diego, que pode ser preterido por Léo, Juanfran também tem chances de ser preservado. Caso o espanhol não atue, Igor Vinícius deve ser o escolhido para a lateral-direita.

Juanfran sentiu dores na última rodada/Foto: Rubens Chiri, SPFC.net

Situação de tabela


É duelo decisivo! Quem vencer no Morumbi, encerra a partida na liderança do Brasileiro. Segundo colocado com 56 pontos, o Clube do Povo soma um a menos do que o São Paulo, atual líder. Assim, se triunfar nesta quarta, o Inter coloca dois pontos de vantagem sobre o Tricolor.

Em caso de empate, a distância de um ponto em relação ao topo será mantida, bem como a vice-liderança do Brasileirão. A única equipe capaz de ultrapassar o Clube do Povo nesta rodada é o Atlético-MG, que precisaria derrotar o Grêmio, na Arena, em partida marcada para as 19h15 desta quarta, e torcer por derrota colorada no Morumbi. Confira os primeiros oito classificados do Campeonato:

PJVEDGPGCSG
1 – São Paulo57301695502822
2 – Internacional56301686482820
3 – Atlético-MG53291658513714
4 – Flamengo52291577503911
5 – Palmeiras51291496432617
6 – Grêmio502912143382414
7 – Fluminense46301371040373
8 – Santos4529129841365

Estatísticas


Não é por acaso que Inter e São Paulo ocupam o topo do Brasileirão. Equipes que dividem o posto de terceira defesa menos vazada do Campeonato, respectivos terceiro e segundo melhor ataque do torneio, Clube do Povo e Tricolor Paulista somam o mesmo número de vitórias na competição: 16 para cada lado.

No contexto do duelo desta quarta, o equilíbrio também é mantido. De acordo com números do ge.com, enquanto o São Paulo é o terceiro melhor mandante, aproveitamento de 74%, o Colorado ocupa o posto de quarto melhor visitante, dono de seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas fora do Beira-Rio.

Defesa menos vazada quando local, apenas sete vezes em 14 jogos, o Tricolor terá pela frente o quarto ataque e a terceira retaguarda entre times que atuam longe de casa. Ao todo, o Inter já marcou 19 gols em 15 partidas disputadas fora de seus domínios, e teve suas redes balançadas em 15 ocasiões.

A grande diferença entre as equipes está justamente naquela que Chacon aponta como principal debilidade do atual São Paulo. Oitavo ataque mandante, com 23 gols em 14 jogos, o Tricolor sofre para vazar defesas bem postadas.

“O São Paulo tem muitas dificuldades para enfrentar equipes mais fechadas. Claro que o Diniz tem trabalhado para conseguir furar defesas mais bem postadas, mas acho que o caminho para vencer o São Paulo é jogar de maneira um pouco mais reativa.”

Giovanni Chacon

O desempenho do São Paulo em 2021 corrobora com a afirmação de Giovanni. Em três partidas disputadas, a equipe marcou apenas três gols. Sofridos, foram seis. Destes, dois saíram após desarmes sofridos pelo Tricolor no seu campo de defesa, enquanto outros três foram consequência de contra-ataques, números que comprovam relativa inquietude da equipe quando encara escassez de espaços.


Palco


Maior estádio particular do Brasil, o Cícero Pompeu de Toledo foi inaugurado, parcialmente, no dia 02 de outubro de 1960. Entregue completo apenas em 1970, 18 anos após o início de suas obras, o Morumbi contava, à época, com capacidade para 149.408 pessoas. Atualmente, o palco, cujo campo tem 105m x 68m de dimensões, comporta públicos de até 66.795.

A imponência do histórico Morumbi/Foto: Igor Amorim, SPFC.net

Retrospecto


Dois gigantes do futebol brasileiro, Inter e São Paulo constroem confronto dono de histórico extremamente equilibrado. O Clube do Povo já venceu o Tricolor em 26 ocasiões, enquanto sofreu 28 reveses. Igualdades, até hoje, foram 25, em duelo que já presenciou 88 gols colorados e 97 tentos paulistas.

Fernandão (E), Índio (C) e Dagoberto (D) durante confronto no Brasileirão de 2010

Epopeias no Morumbi


Palco que remete memórias de grandes triunfos à torcida colorada, o Morumbi sediou pela primeira vez uma vitória do Inter em 1968, quando o Clube do Povo superou o São Paulo por 1 a 0, gol de Bráulio. Nos anos 70, partidas marcantes contra Santos, em 1976, e principalmente Palmeiras, nas semifinais do Nacional de 79, marcadas por brilho de Falcão, ampliaram a narrativa vermelha no palco da Zona Sul da capital bandeirante.

Falcão e Pedrinho antes do duelo semifinal do Brasil, 1979

O maior dos triunfos, contudo, chegou em 2006, quando o Clube do Povo abriu a decisão da Libertadores na casa do São Paulo. Sob o comando de Abel Braga, o Inter construiu atuação praticamente impecável, coroada com dois gols de Rafael Sobis, principal protagonista de histórico triunfo por 2 a 1 que abriu caminho para o primeiro título da América.

Pula que é gol do Sobis!