Bastidores da vitória no Rio

Na bola e na raça, o Inter superou o Vasco, em São Januário, por 2 a 0. Partida da 36ª rodada, contou com gols de Dourado e Galhardo para o Clube do Povo, que somou três pontos fundamentais na luta pelo título. Confira os bastidores do duelo:

Pós-jogo colorado: a repercussão da vitória em São Januário

O Inter segue na liderança do Brasileirão! Em São Januário, o Clube do Povo superou o Vasco por 2 a 0, gols de Rodrigo Dourado e Thiago Galhardo, na 36ª rodada do Nacional. Encerrado o confronto, Alessandro Barcellos e Abel Braga concederam entrevista coletiva, enquanto Galhardo e Rodinei, ainda no campo de jogo, falaram com exclusividade para a mídia colorada. Confira as principais aspas:

“Essa partida teve elementos extracampo. Se tem um pênalti que não existiu, e o Cuesta ganha o cartão amarelo e está fora do jogo, de uma semana decisiva. Nós não aceitamos este tipo de arbitragem. Agora, é a hora da onça beber água. O Internacional quer fazer com que o resultado dentro de campo seja justo para quem quer que seja. Não vamos aceitar, de nenhuma maneira, interferências externas.”

Alessandro Barcellos

“Hoje, o grande fator, é que era um dia especial para mim. Falam tanto do velho, mas comemorei 338 jogos num clube gigante. Imagina o que isso representou pra mim! Já estou com a bola do jogo, vai ser autografada quando tiver uma caneta apropriada. Então, eu não queria, num jogo desses, que nós perdêssemos. Agora, faltam 180 minutos. Nós vamos lutar por cada um desses.”

Abel Braga

Lateral de excelente atuação no gramado de São Januário, Rodinei falou na orla do gramado. Celebrado pelos companheiros de equipe, o camisa 22 comemorou a vitória do Clube do Povo e reforçou a importância da continuidade do trabalho alvirrubro.

Ausente dos gramados desde o 10º dia de janeiro, Thiago Galhardo retornou de lesão neste domingo. Em grande estilo, o artilheiro do Brasileirão precisou de poucos minutos para decretar o triunfo colorado com lindo chute de perna canhota. Sobre o tento, o camisa 17 conversou com a Mídia do Inter, e você confere o papo agora!

Clube do Povo vence em São Januário e segue no topo do Brasil!

SEGUE O INTER! O Clube do Povo superou o Vasco, em São Januário, por 2 a 0. Dourado, cedo na etapa inicial, e Galhardo, aos 50 do segundo tempo, marcaram na vitória do Inter. Disputada a partir das 16h deste domingo (14/02), a partida integrou a 36ª rodada do Nacional.

+ Confira as aspas do pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida

O Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (21/02), às 16h, no Maracanã. Diante do Flamengo, os comandados de Abel Braga disputam a penúltima rodada do Brasileirão. O duelo envolve líder, Inter, com 69 pontos, e vice, dono de 68.


> Controle na etapa inicial

Ignorando o mando de campo adversário, o Inter tomou as rédeas nos primeiros movimentos da partida. Intenso no campo de ataque, o Clube do Povo apertou a saída de bola rival e construiu veloz movimentação na linha de frente. Aos 9, quando Fernando Miguel já somava duas grandes defesas, Dourado foi soberano na área carioca e, no contrapé do arqueiro, testou forte, colocando o Inter na frente.

À frente no marcador, o Inter passou a dosar o ritmo da partida. Alternando entre momentos de maior presença ofensiva e outros de retaguarda mais bem postada, o Clube do Povo construiu boas escapadas, por pouco não consagradas em bola na rede adversária. Do outro lado, o Vasco apostava em bolas alçadas na área colorada, mas não incapazes de oferecer uma finalização que atingisse a meta alvirrubra.


Protagonismo da arbitragem

A etapa final contou com critérios bastante duvidosos de parte da arbitragem. Apresentando excessivo rigor contra o Clube do Povo, o homem do apito assinalou pênalti muito polêmico para o Vasco, aos 30. A falta, verdade seja dita, ocorreu durante contexto de pressão dos locais, que martelavam em busca do empate.

Responsável pela cobrança, Cano desperdiçou. O Inter, consciente de que não restava tempo a perder, entendeu o recado e voltou a pressionar. Nos acréscimos, Peglow e Galhardo colocaram Fernando Miguel para trabalhar. Logo depois, aos 50, o artilheiro do Brasileirão tabelou com a joia do Celeiro e, de canhota, mandou no canto. Desta vez, sem chance de defesa. Vitória de 2 a 0 garantida, bem como a liderança do país.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – UUUH! Edenilson intercepta a saída de bola vascaína e lança Caio Vidal nas costas da zaga rival. O camisa 47 desvia, exigindo boa defesa de Fernando Miguel.

5min – MILAAAAAAAAAGRE! Edenilson recebe na entrada da área vascaína e manda o foguete. Ela explode em Praxedes, volta para o camisa oito colorado e ele estica até Yuri. O atacante solta o pé, e Fernando Miguel salva o Vasco em linda defesa.

6min – PRA FORA! Edenilson cobra escanteio da direita, a zaga afasta parcialmente e, da meia-lua, Mauricio emenda de primeira. Forte, a bola sai tirando tinta.

9min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DA ACADEMIA DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! DOURADO, DOURADO, DOURADO MARCA PARA O CLUBE DO POVO! Moisés cobra falta pela esquerda da intermediária de ataque. Na segunda trave, Dourado voa soberano para desviar no contrapé de Fernando Miguel. Inter na frente!

O gol de Dourado na narração da Rádio Colorada

17min – Amarelo! Caio Vidal dispara da esquerda para o centro em altíssima velocidade. O camisa 47 pisa na meia-lua e, a centímetros da grande área, sofre o puxão de Bruno Gomes. Falta e cartão indicados.

23min – SALVA, MIGUEL! Yuri Alberto é lançado por Lucas Ribeiro. Pela direita, o camisa 11 invade a área rival e finaliza forte. Fernando espalma em escanteio.

24min – Mauricio recebe amarelo por falta em Benítez.

24min – Parada técnica para reidratação.

26min – Reiniciada a partida.

35min UH! Inter dispara em veloz contra-ataque pela esquerda. Yuri estica para Moisés, que chega ao fundo e cruza rasteiro. Caio tenta de letra, mas ela desvia na marcação e sai em escanteio.

39min – Pela direita da intermediária de ataque, Vasco cobra falta em dois toques. Benítez levanta na segunda trave, mas, forte demais, ela sai em tiro de meta.

44min – Arbitragem apresenta amarelo para Rodinei por falta em Henrique.

45min Placa sobe indicando seis minutos de acréscimos. Vamos a 51.

49min – Por cima! Moisés cobra lateral na área vascaína. A defesa corta, mas a sobra é de Caio, que emenda forte, de primeira. Ela supera o travessão.

51min – Encerrado o primeiro tempo! Vitória parcial do Clube do Povo.


Segundo tempo

0min – Inter retorna com mudança. Mauricio deixa o campo para a entrada de Rodrigo Lindoso.

13min – UH! Lindoso recebe de Yuri Alberto, conduz para a entrada da área e solta o canudo. Ela sai ao lado do poste de Fernando Miguel.

18min – Muda o Vasco. Entra Juninho, sai Bruno Gomes.

25min – Trocas no Inter. Praxedes por Nonato, Caio por Galhardo.

30min – Alteração também no Vasco. Neto Borges por Henrique.

31min – Árbitro indica pênalti duvidoso para o Vasco e amarela Cuesta.

33min – Por reclamação, Moisés é advertido.

34min – Árbitro consulta o vídeo.

36min – Acredite se quiser: penalidade confirmada.

37min – PRA FORA! PÊNALTI ASSIM NÃO ENTRA!

42min – Pikachu no lugar de Léo Matos.

43min – Abel completa o leque de alterações. Dourado sai, Johnny entra. Peglow vem, Yuri vai.

45min – Mais sete. Vamos a 52!

46min – Nonato sofre violento carrinho na entrada da área. Árbitro não marca.

48min – Em condição irregular, Cano finaliza da entrada da pequena área. Lomba defende com o pé, ela explode no poste superior, e só então o impedimento é assinalado.

49min – DOIS MILAGRES! Rodinei vai ao fundo pela direita e aciona Edenilson, que levanta na segunda trave. Peglow desvia, mas Fernando Miguel defende. Na saída errada dos locais, Galhardo recupera e finaliza de direita. Rasteira, é encaixada pelo goleiro.

50min – GOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! GALHARDO, GALHARDO, GALHARDO, GALHARGOL ESTÁ DE VOLTA À ARTILHARIA DO PAÍS! Peglow intercepta na saída de jogo rival e, inteligentíssimo, invade a área vascaína pela direita. A joia do Celeiro deixa com Edenilson, que devolve para o garoto. Dele com Galhardo, que finaliza rasteira, de canhota, precisa, açucarada, para garantir a vitória alvirrubra. Agora, o Colorado tem dois!

Como a Colorada comemorou o gol de Galhardo

51min – Na comemoração, Galhardo recebe o amarelo por tirar a camisa.

52min – ACABOU! ACABOU E O INTER GANHOU!


Ficha técnica:

Vasco (0): Fernando Miguel; Léo Matos (Yago Pikachu), Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique (Neto Borges); Bruno Gomes (Juninho), Leonardo Gil e Carlinhos; Martín Benítez, Germán Cano e Talles Magno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Internacional (2): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny) e Edenilson; Mauricio (Rodrigo Lindoso), Bruno Praxedes (Nonato) e Caio Vidal (Thiago Galhardo); Yuri Alberto (João Peglow). Técnico: Abel Braga.

Gols: Rodrigo Dourado, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Thiago Galhardo, aos 50 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Bruno Gomes (V). Rodinei, Moisés, Victor Cuesta e Mauricio (I).

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza (SP), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP); Quarto árbitro: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ); Árbitro de Vídeo (VAR): José Cláudio Rocha Filho (SP); Auxiliares do VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP) e Fabrício Porfirio de Moura (SP).

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ).

Fotos: Vasco 0x2 Inter – Brasileirão/36ª rodada

Colorado bateu o Vasco no São Januário

Raio-X: tudo do duelo em São Januário

Dia de nova decisão no calendário do Clube do Povo! O Colorado vai a campo neste domingo (14/02), a partir das 16h, para enfrentar o Vasco. A partida, que ocorre em São Januário, faz parte da 36ª e antepenúltima rodada do Brasileirão. Confira entrevista da Rádio Colorada com João Almirante, jornalista cruz-maltino, projetando o embate entre dois gigantes do futebol nacional. Abaixo, você encontra todas as informações do duelo!

Sport Club Internacional · Raio-X #05 | Vasco x Internacional, entrevista com João Almirante | 14/02/2021

Transmissão


Dona da jornada mais alvirrubra do planeta, a Rádio Colorada abre transmissão para o duelo às 15h deste domingo. Pré-jogo da emissora, o Portões Abertos se estende por 45 minutos, dando lugar à Jornada Esportiva. Encerrado o duelo chega o Vestiário Vermelho, atração que apresenta, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, toda a repercussão do duelo. Acompanhe a Colorada no Canal do Inter no Youtube, no FM 95.5 ou via Site e App do Inter!

Faça aqui o download do APP do Inter para Android;

Clique para fazer o download do APP do Inter para IOS;

Participe da jornada através do InterZap: (51)99189-4124

As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contarão com o mais completo minuto a minuto da internet, recheado de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


Vamo, Colorado!


Inter, de Praxedes, enfrenta o Vasco neste domingo

O Inter já está no Rio de Janeiro. O Clube do Povo embarcou para a capital carioca no início da tarde deste sábado (13/02), horas após o último treino preparativo para o duelo diante do Vasco. Realizada no CT Parque Gigante, a atividade, comandada pelo técnico Abel Braga, contou com trabalhos táticos e de bola parada.

Diante do Vasco, Abel não contará com Uendel, Patrick, Zé Gabriel e Leandro Fernandez, suspensos. Rodrigo Lindoso e Moisés, por outro lado, voltam a ficar à disposição, bem como Thiago Galhardo. Chegam pendurados para a partida os defensores Victor Cuesta e Matheus Jussa, os meias Marcos Guilherme e Boschilia, e o atacante Abel Hernández.

Baixa desde o dia 10 de janeiro, Thiago Galhardo volta a ficar disponível

Breve, a preparação para o embate em São Januário começou na última quinta-feira (11/02). Lateral-esquerdo dono de quatro assistências no Brasileirão, terceira melhor marca do Clube do Povo, Moisés foi quem concedeu entrevista neste intervalo de tempo. O camisa 20 reforçou a importância da mentalidade de jogo a jogo e projetou o confronto diante dos cariocas. Confira:


Arbitragem


Flávio Rodrigues de Souza apita, auxiliado por Danilo Ricardo Manis e Alex Ang Ribeiro, trio de São Paulo. O quarto árbitro será Carlos Eduardo Braga, do Rio de Janeiro, enquanto o VAR fica a cargo do também paulista José Cláudio Rocha Filho.


O Rival


Grupo vascaíno está mobilizado na luta contra o Z4/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco da Gama

O Vasco chega pressionado para o duelo deste domingo. Há quatro partidas sem vencer, o adversário colorado abre o Z4 com 37 pontos conquistados, um a menos do que o Bahia e um a mais do que o Goiás, equipes imediatamente acima e abaixo do Cruz-Maltino, 17º, e que já foram a campo nesta rodada. Sobre o momento alvinegro, João Almirante destaca o impacto negativo deixado pela derrota de 3 a 0 para o Fortaleza, ocorrida na última quarta, no Castelão.

“A contar pelo último jogo, o Vasco chega em frangalhos para essa partida contra o Inter. O último jogo foi realmente muito ruim, uma sensação de time entregue, sem forças. Agora, vamos tentar recolher os cacos e fazer uma partida como fizemos contra o Galo, por exemplo, e tentar surpreender. E a gente vai jogar com a pressão do Inter também, né? O Internacional vem a São Januário precisando da vitória.”

João Almirante
Vasco, de Marcelo Alves, conquistou importante 3 a 2 sobre o Galo/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco da Gama

A temporada foi bastante movimentado na casamata alvinegra. Após abrir 2020 com Abel Braga, o Vasco também passou pelos comandos de Ramon Menezes e Ricardo Sá Pinto antes da chegada de Luxemburgo, atual técnico cruz-maltino. Contratado a pedido dos próprios jogadores, o profissional, que já comandou a equipe em nove partidas, construiu início empolgante, com quatro pontos em duas rodadas, mas não conseguiu dar continuidade aos bons números.

“Os jogadores pediram o Mauricio Copertino, auxiliar do Luxemburgo, porque imaginavam que o Luxa estava com Covid-19. Mas logo no outro dia ele apareceu, o Vasco foi lá e pegou. Era um nome de consenso na torcida e de desejo do elenco, que começou fazendo um “feijãozinho com arroz”. Depois, na hora de tentar fazer o time mais ofensivo, deu uma perdida.”

João Almirante
Luxemburgo vive sua segunda passagem por São Januário/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco

O revés na rodada passada deixou lições para a equipe cruz-maltina. Escalado com muitos jovens, o Vasco até começou o jogo pressionando o Fortaleza, mas após o gol de Igor Gomes, marcado aos seis minutos, sucumbiu. Para Almirante, a oscilação passa também pela baixa experiência do time, que sofreu com a desvantagem no marcador.

“A gente tem jogadores na base realmente muito bons, realmente promissores, mas são garotos, e garotos oscilam. Eles entram, muitas vezes, para ser a solução do Vasco. Em jogos decisivos, nessa reta final, você precisa um pouco de experiência. Acho que o Luxa não vai repetir isso nesse jogo de domingo.”

João Almirante
Aos 18 anos, Talles Magno é uma das grandes esperanças vascaínas/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco da Gama

Em meio à tamanha oscilação, as boas notícias do Vasco chegam do exterior. Contratados no início da temporada 2020, os argentinos Cano e Benítez são as principais esperanças da torcida na luta contra o descenso. Artilheiro do time no Brasileirão, o primeiro já marcou 13 vezes no Campeonato – 12 dentro da grande área rival – , enquanto o segundo soma duas assistências, um tento e o segundo maior número de dribles da equipe cruz-maltina no torneio.

“Benítez e Cano são as principais ameaças, os jogadores que podem fazer a diferença. O Cano desperdiça pouquíssimas chances, tem uma eficiência muito grande, não costuma falhar. O Benítez se entrega muito. Um cara que pede a bola, que assume. Anulando esses dois jogadores, é meio caminho andado para conseguir um bom resultado contra o Vasco.”

João Almirante
Cano (14) e Benítez se cumprimentam/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco da Gama

Diante do Inter, a grande dúvida na escalação carioca reside na lateral-esquerda. Após sofrer forte pancada na última rodada, o titular Henrique convive com tratamentos diários para ter condições de jogo contra o Inter.

Sem Henrique, os prováveis escolhidos de Luxemburgo são: Fernando Miguel; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Neto Borges; Bruno Gomes, Léo Gil e Benítez; Pikachu, Cano e Talles. Gabriel Pec, para a ponta-esquerda, e Caio Lopes, na vaga de Gil, correm por fora.

Henrique (37) é a grande dúvida de Luxemburgo/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco da Gama

Situação de tabela


Líder do Brasileirão com 66 pontos, o Inter soma um a mais do que o Flamengo, atual segundo colocado. Igualadas em número de vitórias e de jogos disputados, as equipes encontram diferença também no saldo de gols, superior em seis para o Clube do Povo, que não pode ser alcançado nesta rodada em caso de vitória sobre o Vasco.

Clube do Povo não contará com Patrick neste domingo

Se empatar em São Januário, o Clube do Povo fica ao alcance de um vitorioso Flamengo. Somente em caso de vitória, inclusive, o Rubro-Negro consegue ultrapassar o Inter, mesmo se o Alvirrubro for derrotado pelo Cruz-Maltino. O Urubu recebe o Corinthians, também às 16h deste domingo, no Maracanã. Terceiro na tabela, o Atlético-MG, com 62 pontos, já foi a campo na rodada: empatou em 1 a 1 com o Bahia, no Mineirão. Confira os oito primeiro colocados:

PJVEDGPGCSG
1 – Internacional66351997583325
2 – Flamengo65351988634419
3 – Atlético-MG623618810594316
4 – São Paulo593416117543717
5 – Fluminense57351691049409
6 – Grêmio563513175513714
7 – Palmeiras533314118463214
8 – Santos503513111150482
Abel Hernández é uma das esperanças de gol para o duelo em São Januário

Estatísticas


Duelo entre o quinto pior mandante, com 45% de aproveitamento, e o segundo melhor visitante, dono de sete vitórias, cinco empates e cinco reveses longe de casa, o confronto entre Vasco e Inter envolve equipes de números contrastantes. Fora do Beira-Rio, o Clube do Povo tem a segunda defesa, com 16 gols sofridos em 17 partidas. A retaguarda do Cruz-Maltino, por outro lado, é oitava no critério, vazada em 17 ocasiões – média de um tento por jogo.

Solidez defensiva é trunfo do Inter na busca dos três pontos

De acordo com números do ge.com, o ataque do Inter, quarto entre os visitantes (24 gols marcados), é o terceiro de maior eficiência. Em média, o Clube do Povo precisa de 7,5 arremates para marcar um gol fora de casa, número menor do que os chutes que desfere por jogo longe do Beira-Rio: 10,6. Como mandante, o Vasco é o terceiro que menos finaliza – 10,8 -, e o 11º em eficácia, cobrando 10,2 tentativas para balançar redes rivais.

Defensivamente, o Inter é quem menos permite finalizações quando visitante, média de 9,5 por jogo. Resistente, o Clube do Povo exige 10,2 chutes para ter suas redes vazadas. Oferecendo, em média, 12,2 tentativas aos rivais que atuam em São Januário, o Vasco é 13º no índice de chutes sofridos. O número é o mesmo cobrado para sofrer um gol, estatística que garante ao Alvinegro a sétima posição em solidez.

Artilheiro colorado no Brasileirão com 16 gols, Galhardo pode fazer a diferença no Rio

Palco


Estádio Vasco da Gama, popularmente conhecida como São Januário, a casa cruz-maltina figura entre as mais tradicionais do futebol brasileiro. Inaugurado em 1927, o palco, dono de rica história também em eventos não-futebolísticos, tem capacidade para cerca de 22 mil pessoas.

O charme da Baixada Vascaína/Foto: Site Vasco da Gama

Retrospecto


Inter e Vasco já se enfrentaram 71 vezes. Dono de 29 vitórias, o Clube do Povo leva vantagem no histórico do confronto, que também conta com 26 triunfos cariocas e 16 igualdades. Ocorreram, até hoje, 102 tentos colorados, dois a mais do que os cruz-maltinos.


Primeiro turno


Inter e Vasco se encontraram na 17ª rodada do Brasileirão 2020. Disputado a partir das 18h15 do dia 18 de outubro, o duelo, que marcou a estreia da camisa rosa alvirrubra, contou com grande atuação do Clube do Povo. Protagonista desde os primeiros movimentos, o Colorado abriu o placar aos 24, em lindo chute de fora da área de Edenilson. Galhardo, aos 38 minutos, deu números finais ao placar do Beira-Rio.

Moisés analisa duelo contra o Vasco

O lateral-esquerdo Moisés concedeu entrevista exclusiva para a Mídia do Inter neste sábado (13/02). Retornando de suspensão, o camisa 20 conversou ainda no CT Parque Gigante, após o último treino preparativo para o duelo contra o Vasco. No papo, o atleta projetou a difícil partida que espera o Clube do Povo, a partir das 16h de domingo (14/02), em São Januário.

“Será um jogo importantíssimo para nós, que estamos brigando pelo título. Claro que o Vasco tem as coisas dele para brigar, é um adversário muito difícil, que tem as suas qualidades. Sabemos o que vamos enfrentar lá, mas estamos bem preparados, fizemos uma boa semana, para fazer um ótimo jogo amanhã.”

Moisés

Terceiro maior garçom do Inter no Brasileirão, empatado com Heitor e Patrick, todos donos de quatro assistências, Moisés reforçou a importância do foco no jogo a jogo. De acordo com o lateral, a ansiedade na reta final pode até aumentar, mas junto com ela também cresce a concentração do Clube do Povo.

“O Campeonato, nessa reta final, vai afunilando mais. Faltam três rodadas, mas a gente, como todos vêm falando, é no jogo a jogo. Não pensar nos dois últimos jogos, agora a gente só pensa no Vasco. Estamos tentando ter o máximo de concentração possível para diminuir essa ansiedade.”

Moisés

Por fim, o canhoto também reforçou a determinação do grupo para o próximo duelo. De acordo com Moisés, o tropeço para o Sport já foi digerido pelo elenco, que, apoiado pela experiência do técnico Abel Braga, está pronto para o desafio de São Januário.

“A derrota já ficou, só temos um dia para lamentar. O time está leve, tranquilo. Professor Abel, com sua experiência, passou tranquilidade para a gente. Todo mundo tem confiança no grupo, e é isso: enfrentar mais um jogo dificílimo. Sabemos que temos que vencer, respeitando o adversário, mas vamos em busca dos três pontos.”

Moisés