Bate-papo com sócios de Belo Horizonte-MG

Mais uma vez, o Internacional levou o Clube ao seu Povo. Em Belo Horizonte-MG, os sócios(as) João Oldoni, Luiz Miranda, Eduardo Klein, Marcius Saldanha, Marianna Poeta e Gabriela Cioba, participaram do ‘Bate-Papo com o Sócio’. Na ocasião, os colorados e as coloradas se reuniram para conversar com o Vice-presidente de Relacionamento Social, Cauê Vieira, com o Executivo de Futebol, Paulo Bracks, e com Flávio Ordoque, Secretário-geral do Conselho de Gestão. O encontro ocorreu às vésperas da partida entre Inter e América, no dia 27 de junho.

Bate-Papo: base tem reunião com preparador físico Octavio Manera

Preparador da equipe profissional conversou com o Celeiro de Ases (Fotos: Ricardo Duarte)

Em mais uma atividade para dar sequencia ao alinhamento com o futebol profissional, na tarde desta quarta-feira (27/05) uma reunião por vídeo foi realizada entre os membros das categorias de base do Internacional e o preparador físico do grupo principal, Octavio Manera. Ontem, o bate-papo foi com o técnico Eduardo Coudet.

Assim como seu compatriota, Manera falou por mais de uma hora sobre o trabalho de preparação física desenvolvido no grupo profissional e respondeu pacientemente todos os questionamentos feitos pelos preparadores físicos e profissionais dos setores de fisiologia e fisioterapia.

O preparador físico da equipe juvenil, Alex Khun, avaliou positivamente o encontro.

“Muito bom estar em contato com o grupo profissional, ainda mais com uma comissão destaque na América do Sul. O Octavio mostrou que gosta de compartilhar conhecimento e por isso estamos torcendo para que tudo possa se normalizar logo e assim irmos até o CT conversar pessoalmente e ter uma outra troca de experiências, como foi a de hoje, onde todos aprendemos muito”, concluiu.

Já o preparador da equipe júnior, João Goulart, enalteceu a proximidade dos métodos aplicado no profissional e também na base.

“Foi um primeiro contato muito bom. Ele é muito solícito e deixou bem claro o método praticado por eles, que é muito próximo ao nosso. Assim o jogador que chegar no profissional já chega em um nível bem próximo ao que se espera lá”, afirmou.

Após o convite feito por Manera, para que assim que possível os profissionais assistam a treinos do grupo principal, o Coordenador Técnico Rodrigo Lameira elogiou a dupla de argentinos pelos bate-papos da semana:

“As impressões foram as melhores possíveis, tanto o Octavio quanto o Coudet vieram de peito aberto e nos fizeram sentir que fazemos parte do processo. Eles mostraram suas convicções e o porquê de estarem em alto nível”.

Base colorada tem bate-papo com Coudet

Comandante colorado, Eduardo Coudet participou de um bate-papo por vídeo com funcionários, gerência e técnicos das categorias de base do Internacional. Organizado com o objetivo de apresentar a mentalidade do argentino a respeito do processo de formação de atletas, o encontro, extremamente proveitoso, durou cerca de uma hora e 30 minutos. Ao longo da conversa, o responsável pela casamata alvirrubra contou detalhes de sua carreira, revelou as características que costuma observar em jogadores mais novos, destacou seu gosto por trabalhar com jovens e, ainda, respondeu perguntas dos treinadores do Celeiro de Ases.

‘Chacho’, como é conhecido, também demonstrou grande conhecimento acerca do time júnior do Internacional, relembrando detalhes de uma das partidas disputadas na campanha do pentacampeonato da Copa São Paulo, conquistado, pelo Clube do Povo, em janeiro deste ano. Para Fabio Matias, comandante da categoria, este tipo de reunião ajuda muito na sequência dos trabalhos no CT de Alvorada. “Tivemos a oportunidade de escutar as ideias do nosso treinador e entender o jogo pela ótica dele. Isto nos auxilia muito no desenvolvimento e adaptação das nossas rotinas de treinamento, para que o atleta tenha uma adaptação ao profissional rápida e mais eficiente.”

Na mesma linha seguiu o gerente Erasmo Damiani, que enalteceu a oportunidade do encontro. “Foi uma hora e meia de conversa muito produtiva. Conhecemos mais a fundo as ideias dele quanto à formação, leitura de forma e estrutura de jogo. Isto é enriquecedor para todos, ainda mais com as respostas que tivemos do Coudet.”

A pedido do próprio treinador, que esbanjou simpatia ao longo da conversa, reiterando constantemente que não tinha pressa e que estava à disposição de todos, o bate-papo durou 30 minutos a mais do que o planejado. Ao final da reunião, Coudet ainda convidou os profissionais a acompanharem os treinamentos que comanda no CT Parque Gigante, assim que terminadas as restrições sanitárias. “Vai ser um prazer recebê-los em nossas atividades. Fica aqui o convite!”