Bastidores da vitória em cima da Chapecoense

O Clube do Povo superou a Chapecoense, na última quinta-feira (24/06), na partida de reestreia de Diego Aguirre na casamata colorada. Fora de casa, Caio Vidal e Yuri Alberto garantiram a vitória de 2 a 1 do Inter. Confira os Bastidores da partida, válida pela sexta rodada do Brasileirão:

Pós-jogo | A repercussão da vitória no retorno de Aguirre

Aguirre voltou, o Inter ganhou! Na reestreia do uruguaio, o Clube do Povo contou com gols de Caio Vidal e Yuri Alberto para superar a Chapecoense, fora de casa, por 2 a 1. Após o confronto, válido pela sexta rodada nacional, os artilheiros da noite falaram para as redes sociais coloradas, enquanto o comandante concedeu coletiva. Confira as principais aspas.

Estamos começando, trabalhamos somente dois dias. Temos muito por fazer, mas, o mais importante de hoje, foi a vitória. Os três pontos, que estávamos precisando para, daqui para a frente, ter um pouco mais de calma para trabalhar nossas ideias. Gostei muito do espírito da equipe, me senti identificado.

Diego Aguirre

“Nós viemos aqui

para jogar uma final.”

Diego Aguirre

Mostramos uma ideia de futebol que eu gosto. Muita velocidade, muita intensidade, pressão. Tivemos muitas finalizações, perdemos oportunidades para matar o jogo. A vitória foi merecida, e o Inter, hoje, mostrou coisas boas.

Diego Aguirre

Ainda na orla do gramado, Caio comemorou a grande noite do Colorado em Chapecó. Autor do primeiro gol e dono de grande atuação na Arena Condá, o jovem atacante também elogiou Diego Aguirre, além de projetar o duelo do próximo domingo, diante do América-MG. Assista:

Yuri não escondeu a felicidade com o fim do jejum de gols que vivia. O reencontro com as redes foi fundamental para a vitória colorada, triunfo celebrado também pela produção ofensiva do Clube do Povo, que criou boas chances em solo catarinense. Veja:

Na reestreia de Aguirre, Inter vence em Chapecó

Seis anos depois, Diego Aguirre voltou à casamata colorada, e a reestreia correu em grande estilo! Pela sexta rodada do Brasileirão, o Clube do Povo superou a Chapecoense, fora de casa, por 2 a 1. Caio Vidal e Yuri Alberto marcaram no confronto, disputado a partir das 19h desta quinta-feira (24/06).

+ Confira as entrevistas pós-jogo;

Segunda vitória do Inter no Brasileirão, o triunfo em Chapecó leva o Colorado aos oito pontos na tabela de classificação. Agora, o Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (27/06), às 20h30, quando visita o América-MG. A partida terá como palco o Independência.


Aguerridos!

O duelo desta quinta marcou a reestreia de Diego Aguirre no comando alvirrubro. Técnico do Inter no primeiro semestre de 2015, o uruguaio chegou a 26 vitórias à frente do Clube do Povo. O triunfo, conquistado na 51ª partida disputada pelo profissional na casamata vermelha, também deu fim a jejum de cinco partidas do Colorado sem vitórias na Arena Condá.


Inter mordendo

O Colorado foi muito competitivo no gramado da Arena Condá. Aplicado sem a bola e vertical quando com a posse, o Clube do Povo incomodou a Chapecoense desde o apito inicial, e a postura, aguerrida, encontrou reflexo logo aos cinco minutos de confronto. Neste instante, Patrick apertou, Yuri recuperou, Mauricio serviu, e Caio, livre, finalizou para as redes.

Jair Ventura mudou a disposição alviverde após o gol de Caio. Com Fernandinho pela ponta-esquerda e Ravanelli próximo a Anselmo Ramon, o treinador aumentou a presença ofensiva de seus atletas. Ao mesmo tempo, ofereceu mais espaços para o contra-ataque colorado, aproveitados, aos 34, por Yuri, que marcou o último da etapa inicial depois de assistência de Patrick.


Jogo corrido

A Chapecoense retornou do intervalo com Bruno Silva na vaga de Ronei. Ofensiva, a mudança lançou a equipe ainda mais para cima do Inter. Crescentemente interessado nos contra-ataques, o Clube do Povo também seguiu criando chances, configurando um panorama bastante franco na etapa final.

Apesar de os dois lados criarem, somente os locais balançaram as redes no segundo tempo. Derlan, aos nove, foi quem descontou. O terceiro do Inter, registre-se, não saiu muito por culpa do goleiro João Paulo, que viveu noite inspirada, além do poste, protagonista em duas ocasiões.


Primeiro tempo

5min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOL COLORADOOOOOOO! Inter pressiona no campo ofensivo com Patrick e recupera a posse através do pivô de Yuri Alberto. Do camisa 11 a bola segue até Mauricio, que percebe Caio nas costas de Derlan. Frio, o camisa 47 finaliza cruzado e manda para as redes catarinenses. Inter na frente em Chapecó!

O gol de Caio Vidal na narração da Rádio Colorada!

10min – UH! Mauricio é servido por Patrick, vai ao fundo pela esquerda e cruza na direção de Yuri. Antes dele, Ignácio consegue desvio providencial. Lateral para o Inter.

12min – SAAAAAAAAAALVA, JOÃO PAULO! Após escanteio para o time da casa, Mauricio fica com a sobra e aciona Caio. O camisa 47 dispara em altíssima velocidade, invade a área pela direita e cruza na direção de Yuri. Zagueiro corta, mas Edenilson pega a sobra e finaliza. Goleiro abafa e salva.

19min – Uh! Zé Gabriel recebe de Edenilson e, pela direita do ataque, solta a bomba. Levou perigo.

20min – Ravanelli cobra falta pela direita da grande área colorada. Na segunda trave, Felipe Santana sobe bem e desvia ao lado do poste vermelho.

22min – MILAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGRE! Linda trama do Clube do Povo! Edenilson, de calcanhar, aciona Yuri. Também de letra, o centroavante deixa Mauricio na cara do gol. O camisa 27 solta a bomba, mas João Paulo opera um milagre e salva o time da casa.

24min – Chape responde com Matheus Ribeiro. Pela direita da área colorada, ele solta um tirambaço, que Fernandinho desvia sem direção.

33min – Encaixa, João Paulo! Caio Vidal pega a sobra de bola espirrada na zaga alviverde e enche o pé. Goleiro defende no centro do gol.

34min – Ronei recebe o primeiro amarelo do jogo.

34min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOL! GOL NÃO, GOLAÇO! PINTURA! DO MEU 11! DO MEU ARTILHEIRO! É GOOOOOOOOOOOOOOL! YURI, YURI, YURI ALBEEEEEERTO! Lucas Ribeiro opera lindo desarme em cima de Anselmo Ramon e deixa com Edenilson. Rapidamente, o camisa oito aciona Patrick, que serve, com a direita, assistência preciosa para Yuri. Camisa 11 colorado dispara em velocidade, invade a área e, à queda de João Paulo, responde com arremate seguro. É o segundo!

Comemore o gol de Yuri na voz da Mais Vermelha

36min – UUUUUUUUUUH! Caio Vidal escapa em altíssima velocidade pela direita e cruza aberto. A bola tinha o endereço de Mauricio, mas Ignácio corta para escanteio. O Inter pressiona!

37min – MILAAAAGRE! Confusão na grande área é encerrada por Yuri Albert. De cabeça, pela esquerda da área catarinense, ele testa para baixo, e João Paulo, no susto, defende.

45min – Mais quatro. Vamos a 49!

46min – Zé Gabriel recebe o amarelo por falta em Fernandinho.

49min – Intervalo em Chapecó.


Segundo tempo

0min – Chapecoense volta com mudança. Bruno Silva entra, Ronei sai.

3min – DANIEL! Bruno Silva cruza da esquerda para Anselmo Ramon, que cabeceia forte. Goleiro colorado encaixa com enorme segurança.

4min – UUUUUUH! QUE SEQUÊNCIA! Caio Vidal escapa pela direita e rola para Yuri. Centroavante faz o corta-luz para Edenilson, que costura em frente à área e serve linda bola para o camisa 11 finalizar. João Paulo opera um milagre, Yuri insiste no rebote, Ignácio corta em cima da linha e, na sobra, Patrick finaliza para nova defesa providencial do goleiro.

9min – Derlan, de cabeça, desconta para a Chape.

10min – Dourado e Zé Gabriel deixam o campo. No Inter, entram Johnny e Leo Borges.

13min – NA TRAAAAAAAAVE! Johnny percebe escape de Leo e serve o lateral, que tabela com Patrick e, dentro da grande área, cruza fechado. Ela explode no poste.

16min – Encaixa! Heitor traz da direita para dentro e solta o canhotaço. João Paulo segura.

18min – Duas mudanças na Chapecoense. Felipe Silva entra, Guedes sai. Perotti vem, Anselmo Ramon vai.

20min – UUUUH! Caio, de novo, escapa pela direita em velocidade e cruza rasteiro. A bola vai nas costas de Yuri, e muito à frente de Mauricio. Pecado!

20min – Bruno Silva faz boa jogada pela esquerda e finaliza. Daniel, seguro, defende em dois tempos.

21min – NO POOOOOOOOOOOOOOOOOOSTE! Mauricio, pela intermediária direita de ataque, abre ângulo para a canhota e manda um foguete. Ela voa em altíssima velocidade até o travessão de João Paulo, onde explode, teimosa.

23min – Caio Vidal recebe o amarelo por falta em Felipe Santana.

25min – Totalmente descompensado, Derlan atropela Caio. Saiu o amarelo.

28min – INACREDITÁVEL! DOIS MILAGRES! Caio recebe na altura da meia-lua e deixa para Yuri, que invade a área com liberdade e finaliza de canhota. Rasteiro, o arremate é defendido com o pé por João Paulo. No rebote, Patrick manda com curva, e o goleiro opera novo milagre.

29min – Lindoso entra no Inter. Mauricio deixa o campo.

30min – PRA FOOOOOOORA! De pé em pé, Colorado chega! Patrick serve Johnny pela esquerda, o meio-campista invade a área e finaliza de canhota. Levou muito perigo!

31min – Edenilson, por reclamação, leva o amarelo.

32min – Ravanelli, de longe, cobra falta direta. Ela vem com curva, e Daniel manda por escanteio.

32min – MILAAAGRE DE DANIEL! Após cruzamento da direita, Ignácio antecipa a marcação colorada e finaliza. Com o pé, Daniel salva o Inter.

33min – Derlan sai, Foguinho entra. Chapecoense troca de novo.

40min – Mike por Fernandinho. Quinta mudança do time local.

42min – ELA NÃO QUER ENTRAR! Edenilson cobra escanteio fechado da esquerda. Yuri desvia na primeira trave, ela passa em frente a João Paulo e, no segundo poste, pica em frente a Patrick antes de sair pela linha de fundo.

45min – Mais seis. Vamos a 51.

48min – Vini Mello por Caio é a troca no Inter.

50min – Confusão no reservado colorado. Bruno Silva recebe o vermelho após agredir Peglow e Caio. Vidal também foi expulso.

52min – Após consulta ao VAR, árbitro expulsa Danilo Fernandes.

56min – FIM DE JOGO! Vitória colorada!


Ficha técnica:

Chapecoense (1): João Paulo; Matheus Ribeiro, Ignácio, Felipe Santana e Derlan (Foguinho); Guedes (Felipe Silva), Ronei (Bruno Silva), Ravanelli e Lima; Fernandinho (Mike) e Anselmo Ramon (Perotti). Técnico: Jair Ventura.

Internacional (2): Daniel; Zé Gabriel (Leo Borges), Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Heitor; Rodrigo Dourado (Johnny), Caio Vidal (Vinicius Mello), Edenilson, Mauricio (Rodrigo Lindoso) e Patrick; Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Gols: Caio Vidal, aos 5’/1ºT, e Yuri Alberto, aos 34’/1ºT (I). Derlan, aos 9’/2ºT (C).

Cartões amarelos: Zé Gabriel, Edenilson e Caio Vidal (I). Ronei e Derlan (C).

Cartões vermelhos: Bruno Silva (C). Caio Vidal e Danilo Fernandes (I).

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ), auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ). Quarto árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC). Árbitro de Vídeo (VAR): Adriano Milczvski (PR). Auxiliar do VAR: Luciano Roggenbaum (PR).

Estádio: Arena Condá, situada em Chapecó (SC).

Inter tem atuação de gala e despacha o Olimpia: 6 a 1

Grupo comemora o primeiro gol da noite/Foto: Ricardo Duarte

Chuva de gols! O gramado do Beira-Rio sediou uma atuação irretocável do Inter nesta quarta-feira (05/05). Disputada a partir das 21h, a jornada colorada contra o Olimpia, válida pela terceira rodada do grupo B da Libertadores, foi encerrada com imponente 6 a 1 alvirrubro. Victor Cuesta, Edenilson, Thiago Galhardo, duas vezes, Yuri Alberto e Caio Vidal marcaram na maior goleada da história do Clube do Povo na competição, que também marcou a reestreia de Taison com o manto vermelho.

> Confira as entrevistas pós-jogo

Pela Libertadores, o Inter volta a campo na próxima terça-feira (11/05), às 19h15, na Venezuela. O adversário, no Estádio Pueblo Nuevo, será o Deportivo Táchira. Antes, o Clube do Povo disputa, às 19h deste sábado (08/05), os últimos 90 minutos da semifinal do Gauchão. No Beira-Rio, os comandados de Miguel Ángel Ramírez jogam para reverter o 1 a 0 conquistado na ida pelo Juventude.

Inter é líder do grupo B da Libertadores/Foto: Ricardo Duarte

O Taison voltou!

Exatos 4.271 dias depois, Taison voltou a vestir a camisa colorada. Novo 10 do Clube do Povo, o atacante reestreou pelo Inter como titular, e teve grande atuação, protagonizando boas oportunidades ao longo dos 72 minutos que passou dentro de campo. Anunciado no último dia 16 de abril, o pelotense participou, por exemplo, do terceiro gol do Inter, armando jogada finalizada por Galhardo. O filho retornou para casa!

Ele está de volta!/Foto: Ricardo Duarte

Inter envolvente

Com o objetivo de surpreender, o Olimpia tentou pressionar o Inter nos primeiro cinco minutos de partida. Logo, porém, descobriu que a postura avançada tinha como consequência a oferta de espaços na defesa. Ofensivo, o Clube do Povo os explorou, inicialmente, pela esquerda, flanco ocupado por Mauricio, Moisés e, na fase ofensiva, Taison.

Zagueiro-artilheiro, Cuesta marcou mais um na Libertadores/Foto: Ricardo Duarte

A partir dos 15, o Inter inverteu o lado sobrecarregado. Pela direita, Taison, com liberdade, atuou próximo de Rodinei e Marcos Guilherme, em nova postura que encontrou o mesmo fim: pressão colorada. De tanto martelar, o Clube do Povo abriu o placar em filme conhecido. Rodinei, da direita, cobrou escanteio. Cuesta, na pequena área, testou para as redes. Inter na frente, e assim seguiria até o intervalo.


Atropelo

Frio, calculista e colorado: Edenilson segue impecável nas penalidades/Foto: Ricardo Duarte

A diferença entre as etapas primeira e segunda do Inter ficou por conta da efetividade. Após o intervalo, o Colorado converteu tudo que criou. Minutos depois do reinício do confronto, Mauricio tentou acionar Moisés, mas teve sua assistência cortada por mão do zagueiro. Pênalti, que Edenilson converteu.

Os gols de número três e quatro coincidiram no autor. Primeiro, Galhardo pegou rebote de Marcos Guilherme, então servido por Taison, para completar em direção às redes abertas. Depois, Thiagol foi mais ousado: assistido por Praxedes, partiu de frente com Olveira e encobriu o desnorteado arqueiro. Virava goleada – mas tinha mais!

Galhardo marcou dois e chegou a três na Libertadores/Foto: Ricardo Duarte

Alçado a campo no lugar do artilheiro da noite, Yuri fez o quinto. O camisa 11 completou para as redes linda jogada coletiva, iniciada na defesa, abrilhantada por Rodinei, e assinada pelo garçom Marcos Guilherme. Logo depois, Caio Vidal aprontou.

Yuri também deixou o dele, segundo que marca na competição/Foto: Ricardo Duarte

Caio ficou com a sobra de corte parcial da defesa, que sofreu para afastar cruzamento de Saravia, lateral que voltou aos gramados após mais de sete meses, e emendou bicicleta cinematográfica. Pintura, de número 200 da história colorada na Libertadores, 400º anotado no Beira-Rio desde a reinauguração de nossa casa. No apagar das luzes, Derlis González ainda fez o de honra paraguaio.

Ciclista Caio fez uma pintura no Beira-Rio/Foto: Ricardo Duarte

Melhores momentos – primeiro tempo

3min – UUUUUUUUUUUUUUUUH! Taison, ele está de volta! Camisa 10 costura da esquerda para o centro, aciona Galhardo e, em altíssima velocidade, invade a grande área. Cara a cara com Olveira, ele tenta a assistência para Marcos Guilherme, mas a zaga corta.

5min – Arriscou! Sosa, da intermediária ofensiva, finaliza direto pela linha de fundo.

8min – PRA FOOOOOOOOOOOOOOOOORA! Taison, de novo ele! Da esquerda da grande área para a quina do retângulo, camisa 10 conduz antes de cruzar aberto. Edenilson raspa na bola, mas não consegue colocar direção. Saiu por detalhe!

10min – Atento, Olveira! Moisés aplica uma meia-lua no marcador e invade a área. Antes dele, goleiro deixa a meta e encaixa rasteiro.

16min – ERA O GOL! Marcos Guilherme intercepta a saída de bola paraguaia, ajeita com Galhardo, o 17 devolve e, praticamente na marca do pênalti, Relâmpago não consegue o arremate.

17min – AMARELOU! Polenta puxa Marcos Guilherme. Falta e cartão indicados.

18min – OLVEIRA! Moisés, em frente à grande área, mais pela direita, cobra falta direta. Goleiro, ligado, encaixa.

21min – UH! Edenilson, pela direita de grande área, cruza. Taison, invadindo o retângulo, finaliza. Por cima.

28min – Inter faz a zaga rival dançar! Dourado aciona Taison. Na pequena área, ele deixa mais atrás para Rodinei, que cruza, mas é travado.

28min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! NÃO, NÃO É DÉJÀ VU! NÃO É FILME REPETIDO! CUESTA, CUESTA, CUESTAAAAAAA! Rodinei cobra escanteio pela direita com muito açúcar, rasante. Na pequena área, Victor Cuesta se atira em lindo peixinho e testa para as redes paraguaias. Inter na frente!

A emoção do gol de Cuesta na narração da Rádio Colorada

31min – UHH! Quase, quase! Dourado desarma a saída de bola rival e deixa com Taison, que avança pelo centro e abre jogo com Mauricio. Da esquerda da grande área, o 27 cruza para Galhardo, que testa por cima.

34min – OLVEIRA! Taison serve linda assistência para Galhardo. Pela direita da grande área, o camisa 17 manda chute cruzado, mas o goleiro encaixa.

36min – Recalde é lançado na área colorada. Antes dele, Zé Gabriel faz o corte, mas ela desvia no atacante e toma a direção do gol vermelho. Lomba encaixa!

37min – TÁ BONITO! Taison pra Mauricio, que cruza aberto. Marcos Guilherme pega a sobra, aciona Rodinei e dele novamente ao camisa 27, que cruza rasteiro. Galhardo domina e faz o pivô para Edenilson, que chega batendo. Olveira encaixa.

40min – Só assim para parar! Silva derruba Mauricio e recebe o amarelo.

42min – UH! Rodinei, pela esquerda da intermediária, cobra falta direto. Passou perto!

44min – Alejandro Silva invade a área colorada pela direita e cruza rasteiro. Ninguém completa, e ela sai em tiro de meta.

45min – A placa sobe indicando mais um. Vamos a 46.

46min – Intervalo de jogo no Beira-Rio!


Segundo tempo

3min – MILAAAAAAAGRE! Taison, da esquerda para o centro, enfia em Marcos Guilherme. Na profundidade, o camisa 23 finaliza, mas o goleiro opera um milagre.

3min – ERA O SEGUNDO! Taison, rodeado de cinco defensores paraguaios, percebe Galhardo livre e serve. O camisa 17 finaliza e marca, mas é flagrado em condição irregular pela arbitragem.

5min – É PÊNALTI! Marcos Guilherme intercepta a saída de bola do Olimpia e serve Taison. Ele deixa com Mauricio, que tenta a cavadinha para Moisés, mas tem seu passe interceptado pela mão de Benítez. PENALIDADE!

6min – É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO COLORADO, DO CLUBE DO POVO, DA ACADEMIA DO POVO, DA ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕÕÕÕÕÕÕES! EDENILSON, EDENILSON, SUPEREDDD! Com a tranquilidade costumeira, camisa oito cobra bem demais. Goleiro para o lado esquerdo, bola na rede direita, festa no Gigante!

A narração da emissora do Clube do Povo para a cobrança de Edenilson

8min – Edenilson recebe o amarelo após discussão com Ortiz, do Olimpia.

9min – Sosa sai, Derlis entra. Roque Santa Cruz também é novidade, sacando Rojas.

18min – GOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO, DA ACADEMIA DO POVO, DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! THIAGOL, THIAGOL, THIAGOL GALHARDOOOOOOOOO! Taison recebe pela esquerda da grande área e enfia para Marcos Guilherme, que ainda conta com corta-luz de Galhardo para receber em liberdade. Ele finaliza, Olveira espalma, mas o rebote foi imperdoável. De primeira, Thiagol manda para as redes paraguaias e faz o terceiro!

Thiagol marca, Rádio Colorada comemora

19min – Derlis González acerta carrinho violento em Rodinei. Amarelo apresentado.

20min – Muda o Inter. Vem Praxedes, sai Mauricio.

22min – Ojeda desarma na área colorada e finaliza. Pra fora, por pouco.

25min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOL NÃO, GOLAÇOOOOOOOOOOOO! PINTURA! OBRA DE ARTE! ESPETÁCULO! GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO DO CLUBE DO POVO, QUE ENCHE DE ALEGRIA OS NOSSOS CORAÇÕES! Galhardo tabela com Praxedes e recebe passe espetacular da cria colorada. Cara a cara com Olveira, o 17 finaliza por cima. Enorme tranquilidade para encobrir o goleiro, frieza para ampliar a goleada no Gigante!

A pintura de Galhardo na voz da emissora do Clube do Povo

26min – Três mudanças no Inter! Yuri Alberto, Nonato e Caio Vidal entram, Thiago Galhardo, Edenilson e Taison saem.

26min – No Olimpia, novidades. Camacho e Otálvaro vêm, Silva e Benítez vão.

31min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOL! PISCOU? O INTER MARCOU! PISCOU? O COLORADO CHEGOU! Inter sai com enorme tranquilidade do campo de defesa, trocando passes. Pela direita, Rodinei recebe com liberdade e serve Marcos Guilherme. Nas costas da marcação, o camisa 23 avança até a grande área e, cara a cara com Olveira, serve Yuri. O camisa 11 empurra para as redes e faz o quinto!

Na voz da Mais Vermelha, o gol de Yuri Alberto

32min – Muda o Inter! Afastado dos gramados desde 29 de setembro de 2020, Saravia é quem entra. Rodinei saiu.

32min – Saulcedo substitui o lesionado Polenta.

34min – GOOOOOOOOOOLAAAAAAAAAAÇO! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOLAAAAAAAAAAAÇO! PINTURA! O MEU GURI É OUSADO! É LIGEIRO! É DIFERENTE! Saravia arranca pelo corredor direito, puxa para a canhota e cruza na segunda trave. A zaga consegue o corte, mas apenas parcial, pois Caio percebe a bola à feição para emendar linda bicicleta e arrisca. Indefensável, com a benção de Luís Fernando, com a classe do Celeiro, com a assinatura colorada: 6 a 0!

A ousadia de Caio pelos microfones da Colorada

38min – Pênalti para o Olimpia, cometido por Dourado em cima de Otálvaro.

40min – Derlis González desconta.

45min – Vamos a 48! Mais três!

48min – UM, DOIS, TRÊS, QUATRO, CINCO E SEIS! FIM DE PAPO NO BEIRA-RIO!


Ficha técnica:

Internacional (6): Marcelo Lomba; Rodinei (Renzo Saravia), Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Nonato) e Mauricio (Bruno Praxedes); Marcos Guilherme, Thiago Galhardo (Yuri Alberto) e Taison (Caio Vidal). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Olimpia (1): Gastón Olveira; Alan Benítez (Sergio Otálvaro), Antolín Alcaraz, Diego Polenta (Saul Salcedo) e Iván Torres; Richard Ortiz e Rodrigo Rojas (Roque Santa Cruz); Alejandro Silva (Nestor Camacho), Braian Ojeda e Ramón Sosa (Derlis González); Jorge Recalde. Técnico: Sergio Orteman.

Gols: Victor Cuesta, aos 28’/1ºT, Edenilson, aos 6’/2ºT, Thiago Galhardo, aos 18’/2ºT e 25’/2ºT, Yuri Alberto, aos 31’/2ºT, e Caio Vidal, aos 34’/2ºT (I). Derlis González, aos 40’/2ºT.

Cartões amarelos: Edenilson (I); Diego Polenta, Derlis González e Alejandro Silva (O).

Arbitragem: Facundo Tello, auxiliado por Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky. Quarto árbitro: Nestor Pitana. Quarteto argentino.

Estádio: Beira-Rio.

Caio Vidal e Peglow: do Celeiro à disputa do título

Guris oriundos do Celeiro de Ases, Caio Vidal e Peglow são peças importantes do técnico Abel Braga na disputa do título nacional. Os jovens analisaram o momento e destacaram a força do grupo na reta final do Brasileirão. Confira no Canal do Inter!

Bastidores da goleada no Morumbi

Uma vitória antológica que nos alçou à liderança do Brasileirão! Assista aos bastidores da goleada no Morumbi, exclusivamente no Canal do Inter!

Inter dá show no Morumbi e assume a liderança do Brasileirão

Histórico! Em uma atuação de luxo dos comandados de Abel Braga, o Clube do Povo goleou o São Paulo, no Morumbi e conquistou a sétima vitória consecutiva no Brasileirão. Iniciado às 21h30, o clássico nacional, válido pela 31ª rodada do Campeonato, teve como placar final o 5 a 1 colorado, construído através dos gols de Cuesta, Caio e Yuri, este três vezes.

+ Confira as aspas do pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida

O triunfo leva o Inter à liderança do campeonato com 59 pontos, dois a mais do que o São Paulo. Na próxima rodada, o Clube do Povo volta a campo às 16h de domingo (24/01), no Beira-Rio, para enfrentar o Grêmio no Gre-Nal 429.


Exibição de almanaque

O Internacional construiu primeiro tempo de almanaque no gramado do Morumbi. Com linhas adiantadas, o time de Abel Braga encaixotou os locais e, transcorridos cinco minutos, já somava duas grandes oportunidades. Aos sete, a recompensa para tamanha ousadia chegou: gol de Cuesta após cruzamento de Moisés.

A vantagem permitiu ao Clube do Povo postura mais reservada, mas nem por isso vazia de compromisso. Dono do jogo, o Inter seguiu acumulando oportunidades, especialmente através da inteligentíssima movimentação de Yuri Alberto, sempre à procura das costas da zaga adversária. Aos 24, o camisa 11 recebeu livre e, garçom, acionou Caio, que finalizou com muita tranquilidade para ampliar.

Antes do intervalo, Luciano descontou para os locais. Nem o tento, contudo, alterou o cenário do confronto. Embora dono de maior posse de bola, o São Paulo seguiu preso à defesa colorada, enquanto o Inter, na frente, voltou a criar oportunidades. O placar, porém, seguiu indicando 2 a 1 até o apito final do primeiro tempo.


Para a história

Se o primeiro tempo beirou a perfeição, a etapa final atingiu o feito com maestria. Desesperado para conquistar a igualdade, o São Paulo retornou dos vestiários com postura excessivamente ofensiva. Nos 10 minutos iniciais, até pressionou, mas não levou grande perigo. Logo depois, a maturidade do Inter foi novamente comprovada.

O Clube do Povo adiantou suas linhas e assustou com escapada de Peglow. Tiago Volpi encaixou firme o cruzamento da jovem promessa colorada, mas não contava com a subida das linhas alvirrubras. Na saída de jogo rival, Dourado interceptou e Yuri, frio, começou o show. Inter 3 a 1!

Baqueado, o São Paulo foi às cordas com o tento. O time de Abel Braga percebeu. Lançado por Peglow após grande tabela deste com Edenilson e Praxedes, Yuri saiu de cara com Volpi, driblou o goleiro e, sem olhar, mandou para as redes. Quarto colorado, saiu aos 20.

Dois minutos depois, veio o quinto. Mais uma vez, o dono da 11 foi lançado nas costas da zaga, desta vez por Patrick. Do campo de defesa, o goleador partiu e, já na grande área, mandou cruzado. Volpi resvalou, mas não afetou o rumo da esférica. Inter 5 a 1, três pontos na conta, hat-trick de Yuri e liderança assegurada!


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – UH! Inter pressiona no campo ofensivo. Patrick recupera a posse e serve Yuri, que ajeita para a direita e finaliza forte, colocado. Volpi salva.

4min – PRA FOOOOOORA! Jogada ensaiada do Clube do Povo! Praxedes levanta na segunda trave e, pela esquerda da grande área, Dourado escora para Cuesta. O zagueiro chega batendo. Com desvio, ela sai tirando tinta do poste superior.

7min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É COLORADO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! CUESTA! CUESTA! CUESTA! Moisés cobra falta pela esquerda da intermediária ofensiva na medida para Victor Cuesta. El Patrón, dono da grande área rival, antecipa-se à zaga e manda um testaço, indefensável para Volpi. Inter em vantagem no Morumbi! Inter jogando muito no Morumbi!

O gol de Cuesta na narração da Rádio Colorada

13min – POR DETALHE! Edenilson vai ao fundo pela direita e cruza rasteira. Caio domina e finaliza mascado. Na sobra, Patrick quase consegue completar para as redes pela esquerda, mas Bruno Alves corta preciso.

15min – PRA FOOOOOOORA! Patrick seve Yuri, que invade a área tricolor pela esquerda e finaliza com o pé direito. Desviada, a bola sai tirando tinta do poste direito de Volpi.

18min – UH! Praxedes faz grande jogada pelo corredor esquerdo, vai ao fundo e cruza rasteiro. Na entrada da área, Yuri domina e solta a canhota. Por cima, por pouco.

23min – Luciano costura da direita para o centro e finaliza rasteiro. Em dois tempos, Lomba salva.

24min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOL! CAIO, CAIO, CAIO, CAIO VIDAL! Inter sai em bola afastada do campo de defesa. Patrick escora de cabeça, Yuri costura para o centro e aciona Caio, que invade a área e, com a perna direita, manda cruzado. Na saída do goleiro, ela morre nas redes. O Inter abre vantagem!

Na voz da emissora do Clube do Povo, o gol de Caio Vidal

28min – AMARELADOS! Caio impede contra-ataque de Brenner com falta. Recebe amarelo, mas o rival, irritado, acerta a cria do Celeiro sem bola e também é advertido com cartão.

31min – PRA FORA! Yuri, de novo lançado pela esquerda, invade a grande área e corta para a direita. Reta, ele finaliza rasteiro e leva perigo.

34min – Escanteio cobrado pela direita recebe escorada na primeira trave e, debaixo da meta, Luciano desconta para o São Paulo.

40min – PRA FOOOORA! Inter escapa em rápido contra-ataque. Praxedes, de carrinho, acha Caio na profundidade. O garoto invade a área, vai ao fundo e cruza buscando Yuri. Volpi corta, mas o rebote é de Patrick, que enche o pé. Tiro de meta para os locais.

43min – SAAAAAALVA, LÉO! Patrick dá grande passe para Yuri, que invade a área, sai de frente com Volpi e finaliza truncado. Que chance teve o Clube do Povo!

45min – Mais três. Vamos a 48.

48min – Encerrada a etapa inicial.


Segundo tempo

0min – Equipes voltam a campo com mudanças. No Inter, entra Peglow na vaga de Caio, que deixa o campo com dores. De parte do São Paulo, Igor Gomes e Vitor Bueno entram, Gabriel Sara e Léo saem.

7min – RODINEI! Vitor Bueno, pela esquerda da grande área, pega a sobra de cruzamento que atravessou o retângulo colorado e enche o pé. Ela explode nas costas do lateral-direito do Clube do Povo.

14min – GOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOL! YURI! YURI! YURI ALBERTO FAZ A FESTA DA TORCIDA COLORADA! Dourado e Peglow dobram a pressão na saída de bola paulista, o meia-atacante bloqueia a saída de jogo rival e a bola sobra limpa com Yuri. De frente para Volpi, o camisa 11 esbanja toda a tranquilidade do mundo para enviar às redes. É O TERCEIRO DO CLUBE DO POVO!

Como a Colorada narrou o primeiro gol de Yuri

17min – Muda o São Paulo. Sai Juanfran, entra Paulinho Bóia.

20min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É GOLEADA! É MAIS UM DE YURI! É MAIS UM COLORADO! É MAIS UM PRA FESTA DA MAIOR E MELHOR TORCIDA DO RIO GRANDE! Edenilson recebe de Praxedes e deixa com Peglow, que vê Yuri nas costas de Luan. O camisa 31 serve o artilheiro, que dribla Volpi e, sem olhar, amplia.

O 4 a 1 pela Mais Vermelha

21min – Muda Abel. Praxedes dá lugar a Lindoso!

22min – Bruno Alves recebe o amarelo por caçar Peglow.

22min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO CLUBE DO POVO, É DA ACADEMIA DO POVO, É DO ROLO COMPRESSOR, É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! HOJE ELE PEDE MÚSICA! HOJE ELE É O NOME DO JOGO. HOJE ELE É O HERÓI! YURI! YURI! YURI! Patrick intercepta passe de Tchê Tchê e lança Yuri. Desde o campo de defesa o jovem parte, invade a grande área pela esquerda e finaliza forte. Volpi desvia nela, mas não defende. INTER TEM 5!

A narração do quinto gol, na voz da Rádio Colorada

23min – SAAAAAAAAAAAALVA, VOLPI! Peglow escapa pela direita, invade a área, corta para dentro e finaliza com a canhota. Goleiro tricolor salva.

25min – Dupla troca no Clube do Povo. Entram Johnny e Zé Gabriel, saem Dourado e Cuesta.

29min – Yuri Alberto sai, Leandro Fernández entra. Feitas as cinco trocas no Clube do Povo.

35min – Muda o São Paulo. Tchê Tchê sai, Diego Costa entra.

45min – FIM DE JOGO! GOLEADA COLORADA!


Ficha técnica:

São Paulo (1): Tiago Volpi; Juanfran (Paulinho Bóia), Bruno Alves, Léo (Igor Gomes) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê (Diego Costa) e Gabriel Sara (Vitor Bueno); Luciano e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Internacional (5): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny) e Edenilson; Caio Vidal (Peglow), Praxedes (Rodrigo Lindoso) e Patrick; Yuri Alberto (Leandro Fernández). Técnico: Abel Braga.

Gols: Victor Cuesta, aos sete, Caio, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Yuri Alberto, aos 14, 20 e 22 minutos do segundo tempo (I). Luciano, aos 34 minutos do primeiro tempo (S).

Cartões amarelos: Brenner e Bruno Alves (S). Caio Vidal (I).

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Correa e Michael Correia. VAR: Rodrigo Nunes de Sá.

Estádio: Beira-Rio.

Humilde e trabalhador: saiba mais sobre Caio Vidal

De jovem promessa descoberta pelo Centro de Prospecção a titular do grupo profissional alvirrubro, Caio Vidal constrói início de carreira marcado por extrema dedicação com as cores do Clube do Povo. Obstinado a realizar sonhos seus e de sua família, o cearense da capital vive, desde que chegou ao Inter, em constante ascensão. Do Sub-20 aos Aspirantes, e consequente protagonismo no 2020 do Celeiro, o atacante fez por merecer a alegria do primeiro gol com a camisa vermelha. Conheça mais da jovem promessa colorada.

“Na minha infância eu vinha pro Estádio comemorar.
Passei por dificuldade para chegar aqui e
realizar o sonho da minha mãe.”

Caio Vidal

A decisão do Campeonato Pernambucano Sub-20 de 2018 reservou uma surpresa para o público. Gigante recifense, o Santa Cruz era o favorito da maior parte da crônica, que pouco considerava as chances do Porto de Caruaru. Apelidada de Gavião, a equipe, localizada no Agreste nordestino, buscava o Tetra na competição, sonho que virou realidade muito graças a Caio Vidal da Rocha. Decisivo, o cearense atacante, que construira caminhada destacada ao longo do torneio, marcou dois gols na vitória de 3 a 2 que garantiu o troféu para o interior do estado.

Embalado o Gavião chegou à Copa São Paulo de 2019. Integrante do grupo 18, sediado em Jundiaí, o Porto duelou com Red Bull, Paulista e Vila Nova-GO por uma vaga na segunda fase. Novamente, Caio brilhou. Autor de três gols e uma assistência nas três rodadas do chaveamento, o camisa 9 ocupou papel fundamental na classificação da equipe pernambucana, que acabaria eliminada na estreia dos mata-matas pelo tradicional Corinthians.

Caio marcou dois gols na rodada de estreia da Copinha

Apesar da eliminação, o atacante já estava consolidado. Observador técnico do Centro de Análise e Prospecção de Atletas (CAPA), responsável por cobrir in loco as partidas de Jundiaí dentro da força-tarefa de olheiros do Inter na Copa São Paulo de 2019, Rodrigo Weber revela que o desempenho de Caio na fase de grupos foi suficiente para despertar o interesse colorado.

“No primeiro jogo ele arrebenta e a gente decide voltar pro segundo já com intenção de aprofundar. Ele repete boa atuação, e aí entra, de forma definitiva, na nossa lista de interesse. O relatório completo é bem amplo, mas, basicamente, três características chamaram nossa atenção no futebol do Caio. Primeiro, a personalidade, a coragem de ser o protagonista. Depois, a capacidade de vitória pessoal nas disputas de um contra um, saindo pros dois lados. Por fim, a agilidade para trocar de direção e girar com velocidade com a bola.”

Rodrigo Weber
Caio em ação na final do Gauchão Sub-20 de 2019/Foto: Mariana Capra, Internacional

Cobiçado por grandes do futebol brasileiro, Caio acertou, ainda no primeiro trimestre do ano, transferência para o Inter. No Clube do Povo, estreou em 6 de abril de 2019. Vindo do banco, participou de vitória por 3 a 1 sobre o Juventude em partida da terceira rodada do Gauchão Sub-20.

Titular a partir da semana seguinte, o jovem atacante marcaria seis gols na campanha campeã do Rio Grande. Dono de atuações consistentes também no Brasileirão da categoria, onde brilhou, por exemplo, em clássico Gre-Nal disputado no Estádio Passo D’Areia, Caio logo passou a ser relacionado para jogos do Inter B.

Caio e Praxedes durante Gre-Nal da categoria júnior/Foto: Mariana Capra, Internacional

“Eu acho que o papel do técnico de base é detectar os pontos fortes e fracos do indivíduo. Coincidentemente, o Caio chegou ao Inter na mesma época que eu retornei ao Clube. Então, é um atleta que a gente teve a oportunidade de trabalhar durante todo esse período. Por praticamente um ano, ele ficou em situação de indefinição em relação à comissão, jogando como atacante e jogador de lado.”

Fábio Matias, em entrevista para a Rádio Colorada em dezembro de 2020

Com o Sub-23, Caio foi importante para a conquista do Brasileirão de Aspirantes. Presente em seis confrontos do Nacional, brilhou na partida de ida das semis, quando marcou, aos 48 do segundo tempo, belíssimo gol de voleio que garantiu triunfo por 2 a 1 sobre o Bahia, fora de casa. Na decisão, contra o Grêmio, foi a campo, alçado do banco, nos dois clássicos.

Imagem: MyCujoo

“O trabalho do CAPA é de aportar ao diretor executivo e ao vice-presidente de Futebol o maior número de informações, para minimizar a margem de erro na contratação. Utilizamos muitos dados. O Inter, inclusive, tem uma ferramenta de análise de dados que nenhum outro clube do Brasil possui. Então, a captação é uma área importante, mas ainda mais é a humildade do próprio jogador em treinar e aprender, bem como o trabalho feito pela comissão da base. O Caio comprova.”

Rodrigo Weber

O sempre vibrante e dedicado Caio Vidal/Foto: Mariana Capra, Internacional

Como de costume no calendário das categorias de base do Brasil, a temporada de 2019 só chegou ao fim após a disputa da Copa São Paulo em janeiro de 2020. Dono da camisa 9 do Clube do Povo, Caio disputou todas as partidas do Penta colorado. Titular no comando de ataque, marcou dois gols na caminhada do título, e chamou a atenção por sua intensa movimentação na linha de frente. Distante da figura de um centroavante fixo, sabia escolher a hora de servir como pivô ou buscar as costas da marcação.

“O Caio evoluiu muito de um ano para o outro, mesmo com a pandemia. Pós-Copa São Paulo, analisamos que teríamos que, pela característica dele de um para um, de velocidade de ações, oportunizar ele pelo corredor lateral. É um cara muito corajoso naquele espaço do campo. Por ali, ele foi, no ataque, o principal jogador nosso dentro Brasileiro Sub-20”

Fábio Matias, em entrevista para a Rádio Colorada em dezembro de 2020
Caio no clássico que definiu a Copa SP de 2020/Foto: Ricardo Duarte, Internacional

Nova temporada, nova função. De centroavante, Caio virou, após a Copinha, ponta. Posição que define como sua preferida, por permitir que explore ao máximo os imparáveis arranques de um contra um, ofereceu ao jovem momento de inquestionável protagonismo no Celeiro de Ases. Na beirada do campo, disputou 14 partidas entre Brasileirão e Copa do Brasil juniores, e marcou cinco gols. Proeminente entre os mais jovens, foi chamado por Abel Braga aos profissionais.

Gol de Caio contra o Galvez-AC, Copa do Brasil Sub-20/Imagens: MyCujoo

“Eu lembro que estava na base e o Léozão, preparador de goleiros, me chamou dizendo que eu ia treinar no profissional. Peguei a van e fui. No primeiro treino, o Abel já me passou bastante confiança, chegou pra mim e disse ‘muleque, pega a bola e vai pra cima. Personalidade e coragem!’ Ele me chamou e disse que era a minha hora de brilhar. Só tenho a agradecer. O Abelão é sensacional”

Caio Vidal

Embora mágico, o dia 18 de novembro de 2020, data da estreia de Caio com a camisa colorada, não foi simples para a cria do Celeiro. Alçado a campo no minuto 23 da segunda etapa de partida contra o América-MG, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil, o atacante tinha como missão dar maior verticalidade à equipe de Abel Braga.

Atuando pelo corredor direito, Caio sofreu incríveis cinco faltas nos breves minutos que disputou, ajudando na blitz ofensiva que resultou em gol de Yuri Alberto nos instantes finais. Igualado o 1 a 0 do confronto de ida, a decisão da vaga foi para os pênaltis, encerrados com triunfo do Coelho. Dolorido, o revés ofereceu como alento a boa atuação do mais novo atleta do grupo principal do Clube do Povo, à época com 20 anos recém-completados.

A titularidade chegou na partida seguinte, disputada quatro dias após o confronto em Belo Horizonte. Caio estreou no Brasileirão contra o Fluminense, e construiu nova atuação segura. Logo depois, porém, a sequência precisou ser interrompida, primeiro devido a indisposição estomacal, depois por covid-19, problemas que o tornaram desfalque em quatro partidas. O retorno aos gramados, como reserva, ocorreu em 12 de dezembro. Aos 13 minutos do segundo tempo, ele substituiu Marcos Guilherme e foi para cima do Botafogo.

“Pra mim, é um momento gratificante. A oportunidade que o Abelão está me dando, o grupo me abraçou bem… agradeço muito. Acho que estou vivendo um dos melhores momentos da minha vida. Na base eu estava me destacando muito bem, acredito que o Abel viu e chegou minha oportunidade, que agarrei com unhas e dentes. Não quero sair daqui. É daqui pra frente, quero manter titular e honrar muito essa camisa.”

Caio Vidal

De volta aos 11 iniciais, Caio incomodou a defesa do Palmeiras. Partida da 26ª rodada do Brasileirão, o duelo contra o Alviverde foi o primeiro disputado pelo Inter com Praxedes e Vidal entre os titulares. Jovens que conquistaram a confiança de Abel Braga, ajudaram a surpreender o adversário, que vivia grande fase. O primeiro gol colorado na partida, encerrada com vitória de 2 a 0, saiu, inclusive, de escanteio cavado pelo ponta-direita após belíssima diagonal feita na direção da meta paulista

“Achei que as características de Praxedes e Caio iriam dar um poder maior para o time jogar como eu vejo o futebol, como eu gosto. E, a cada jogo que passa, eles estão se soltando. O Caio é do drible, da força, da velocidade. Mas, vamos com o pé no chão. Sabemos que ele vai crescer com naturalidade.”

Abel Braga
Caio quase marcou contra o Bahia, na Fonte Nova

Na rodada seguinte, Caio foi um dos melhores atletas colorados na vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, na Fonte Nova. Cada vez mais à vontade, por pouco não marcou, em belíssima jogada da direita para o centro, seu primeiro gol como profissional. Douglas, arqueiro rival, impediu o tento do jovem atacante, certamente com ajuda do destino, que preparava a melhor das surpresas para o número 47 do Clube do Povo.

“Há três, quatro anos, eu estava aqui no Castelão assistindo a um Ceará e Fortaleza com meu pai, que hoje está no Céu. Ele era Fortaleza doente, queria dedicar esse gol a ele também. Acho que lá de cima ele está bastante feliz. E dedicar a minha mãe, uma mulher guerreira que criou eu e meu irmão com bastante carinho e amor. Batalho todos os dias para dar o melhor pra ela. Não consegui ainda, mas vou.”

Caio Vidal

O primeiro tempo do duelo entre Inter e Ceará, disputado no Castelão e integrante da 28ª rodada nacional, exigiu muito da defesa colorada. Pressionado pelo time da casa, o Clube do Povo sabia que qualquer escape rápido seria fatal para conquistar os três pontos. Cirúrgico como de costume, Abel Braga sugeriu a Caio, no intervalo, que o jovem passasse a circular do corredor direito para dentro da defesa rival. O garoto atendeu ao conselho.

Aos sete minutos, Edenilson disparou em velocidade e percebeu Caio entre Samuel Xavier e Bruno Pacheco, laterais adversários. Com açúcar, o camisa oito serviu Vidal. Exibindo DNA entrosado ao Castelão, o camisa 47 esperou o momento certo para se projetar na área, antecipar à zaga, dominar para a canhota e arrematar. Com desvio, ela superou Richard e morreu nas redes do Vozão. Inter na frente!

O gol de Caio, contra o Ceará, na narração da Colorada

“Não tenho palavras. Marcar um gol com essa camisa colorada, na minha terra, na Arena Castelão, é sensacional. Queria agradecer a todos pelo apoio. Agradecer também a comissão do professor Abel e o grupo, que estão me abraçando. É um gol para o grupo, uma vitória para a nação colorada.”

Caio Vidal

A festa de Caio não terminou no palco de seu primeiro gol como profissional. Após brilhar dentro de campo e emocionar a todos fora dele, o atacante recebeu, na porta do hotel em que o Inter estava hospedado, o especial abraço de sua mãe, Dona Marinete. Recepcionado pela família, o atleta não conteve as lágrimas ao lado daqueles que lhe servem de principal motor na luta rumo ao estrelato do futebol brasileiro. Inesquecível, o sétimo dia de 2021 permitiu a Vidal realizar um de seus grandes sonhos.

“Pra mim foi muito gratificante encontrar minha família depois de uma noite maravilhosa. Não tem coisa melhor. Jogar na minha terra! Minha mãe estava muito feliz, emocionada. Estou realizando um sonho dela, mas tenho que conseguir realizar mais outros ainda, falta muito.”

Caio Vidal

Sexto atleta colorado que mais sofreu faltas no Brasileirão, com uma média de quatro por jogo, a maior do grupo, Caio sabe o caminho para seguir realizando sonhos e somando alegrias para a família Vidal. Decidido a comprar uma nova casa para sua mãe, determinado a fazer história com o Inter e consciente do árduo caminho que já trilhou até virar profissional, o atacante finalizou a mágica noite com dois recados. À Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, prometeu muito trabalho. Para Dona Marinete, reforçou o amor.

“Mãe, a gente vai vencer.
Vamos conseguir juntos,
como estivemos desde o começo.”

Caio Vidal
O abraço entre Caio e Dona Marinete

Bastidores: Ceará 0x2 Inter

Com gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, Colorado bate o Ceará e chega à quarta vitória seguida no Brasileirão. Confira no Canal do Inter os bastidores do triunfo em Fortaleza!

Pós-jogo: colorados repercutem a vice-liderança do país

Vice-líder do Brasileirão, o Inter superou o Ceará, nesta quinta-feira (07/01), fora de casa. Garantido o 2 a 0, gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, os representantes do Clube do Povo repercutiram a importância da quarta vitória consecutiva no Brasileirão. Confira as principais aspas das entrevistas de Abel Braga, Caio e Paulo Bracks, novo diretor executivo alvirrubro.

“Queria dizer pra minha mãe que, hoje em dia, eu acho que o filho dela está conseguindo vencer. Queria desejar esse gol para ela, uma mulher guerreira. Mãe: a gente vai conseguir junto, como desde o começo, sempre batalhando.”

Caio Vidal

“Nós sofremos no primeiro tempo, e sofremos muito porque seis, sete jogadores estavam escorregando. Aí trocamos a chuteira, o rendimento melhorou, as coisas fluíram melhor, e é isso que estamos buscando, jogo a jogo. Não vamos fazer deste uma coisa espetacular, porque sofremos muito mais do que contra o Bahia. Vamos continuar.”

Abel Braga

“Eu encontrei um grupo muito unido, muito focado. Comissão técnica, igualmente. O trabalho nosso, como executivo, parte de manter este equilíbrio, esta estabilidade. Desta euforia, ou até mesmo eventuais críticas, que são naturais, a gente vai tentar blindar, para que os objetivos grandes que estão próximos sejam alcançados.”

Paulo Bracks

Assim que encerrado o duelo desta 28ª rodada do Brasileirão, Caio Vidal, autor do primeiro gol colorado na noite, conversou de maneira exclusiva com a Mídia do Inter. Ainda no gramado do Castelão, o jovem artilheiro exibiu sua felicidade por debutar na lista de goleadores do Clube do Povo exatamente na cidade em que nasceu. Assista:

Yuri Alberto também conversou com a mídia colorada após o apito final. Artilheiro da atual passagem de Abel Braga pela casamata alvirrubra, o atacante, que chegou a seis gols no Brasileirão, esbanjou alegria ao comemorar a vitória vermelha. Veja: