Mário Sérgio é o Personagem do Mês do Museu do Inter

Mário Sérgio Pontes de Paiva, um dos gigantes a vestir a camisa 11 colorada, é a personalidade destaque escolhida pelo Museu do Inter neste mês de setembro. Campeão Brasileiro invicto em 1979, o “vesgo”, como era chamado, construiu trajetória gloriosa no Clube do Povo, marcada por grande destaque tanto dentro quanto fora de campo.

Mário Sérgio e Falcão: ídolos colorados

Nascido no dia 7 de setembro de 1950, Mário Sérgio, revelado pelo Flamengo, foi contratado por um Inter que visava a dar um salto de qualidade para o Campeonato Brasileiro após desempenho frustrante no Gauchão de 1979. Junto de Bira e Benitez, o camisa 11 ajudou a conduzir a equipe de Ênio Andrade ao tricampeonato invicto.

Apelidado em referência aos geniais passes que desferia em uma direção enquanto olhava para o lado contrário, o ídolo construiu as jogadas dos dois gols marcados pelo Clube do Povo na finalíssima disputada contra o Vasco, no Beira-Rio. À frente de seu tempo, aparecia, no papel, como um ponta-esquerda, mas constantemente somava-se ao trio Jair, Falcão e Batista, criando quadrado mágico de meio-campistas no time colorado.

Após sua aposentadoria, tornou-se treinador, profissão que intercalou com a de comentarista esportivo. Treinou o Inter na reta final do Brasileirão de 2009, atingindo o vice-campeonato nacional.

A vida de Mário Sérgio foi interrompida em 2016, no trágico acidente que vitimou a delegação da Chapecoense que disputaria a final da Copa Sul-Americana. Saudades eternas, ídolo!

Pesquisa: Museu do Inter.

Yuri Alberto é apresentado e revela sonho realizado

Atacante foi apresentado oficialmente (Foto: Ricardo Duarte)

Anunciado como novo reforço colorado na última semana, Yuri Alberto concedeu sua primeira entrevista coletiva como jogador do Inter no final da tarde desta segunda-feira (10/08). Apresentado com a camisa de número 11 pelo vice-presidente de futebol Alessandro Barcellos e o diretor executivo Rodrigo Caetano, Yuri destacou seu “sonho” em atuar pelo Colorado e que não vê a hora da estreia.

Antes de o jogador conversar com os jornalistas, os dirigentes deram as boas-vindas ao atacante e destacaram suas características, potencial futuro e empenho do atleta em vir para o Beira-Rio.

Atleta foi apresentado por Rodrigo Caetano (E) e Alessandro Barcellos (D) (Foto: Ricardo Duarte)

“Ele tem características que têm adesão à forma e ao modelo que estamos buscando implementar e evoluindo ao longo da atual temporada. É um investimento importante que o Clube faz. Por óbvio, olhando o seu presente. Mas, também, mirando o futuro”, declarou Barcellos, que também destacou a gana do jogador em atuar pelo Colorado. “O seu desejo de jogar no Inter foi fundamental para concretizar a contratação. É desta forma que estamos montando um grupo vencedor, com atletas jovens, de futuro, mas, principalmente, que queiram vir para cá construir uma história conosco”.

O diretor executivo Rodrigo Caetano fez coro a Barcellos com relação ao empenho do atleta em firmar com o Inter e ainda destacou que o Clube fez um acordo com o Santos para a liberação de Yuri. “Ele fez um contrato conosco de cinco anos. O Internacional possui 75% dos direitos econômicos. Podemos dizer que, não só fizemos um bom negócio esportivo, como também é um atleta que pode futuramente nos dar o retorno esperado na parte econômica”

Yuri Alberto é o novo camisa 11 colorado (Foto: Ricardo Duarte)

Confira alguns trechos da entrevista de Yuri

Motivado
“O esforço do Inter serviu como motivação. Fiquei um pouco ansioso, mas, também, tranquilo. Deixei nas mãos dos meus representantes.  Só foquei em me preparar para chegar bem e, hoje, no meu primeiro treino, fiquei muito feliz. Cheguei bem, treinei muito bem. Isso que me deixou muito feliz.”

Professor estrangeiro
“Já tive a experiência de trabalhar com treinador ‘gringo’, que foi o Sampaoli e a comissão dele. No Santos também atuei com alguns, como o Pato, Derlis, Soteldo. Então, eu consigo entendê-los. Até consigo me expressar um pouco. Hoje, até brinquei com o Cuesta perguntando como estava meu espanhol e ele disse que eu estava muito bem.”

Sonho realizado
“Fiquei muito feliz com o que a torcida me mandou nas redes sociais, que acredita em mim. Isso me motiva. Estou muito feliz de vestir essa camisa. Pra mim, é um sonho realizado. Vamos por mais vitórias, conquistar muitos títulos e que eu também consiga fazer os meus gols”


Revelado pelo Santos, ascendendo aos profissionais com apenas 16 anos, Yuri é figura frequente nas seleções de base do Brasil. Foi campeão sul-americano sub-17, em 2017, e disputou a Copa do Mundo da categoria no mesmo ano. Em 2019, foi capitão da Seleção Brasileira sub-20 e, em fevereiro de 2020, participou da campanha que classificou a Seleção Sub-23 para as Olimpíadas de Tóquio.

Ficha do atleta:
Nome: Yuri Alberto Monteiro da Silva
Nascimento: 18/03/2001
Natural: São José dos Campos-SP
Altura: 1,82m

Carreira:
2013 | Santos-SP
2017 | Seleção Brasileira sub-17
2019 | Seleção Brasileira sub-20
2020 | Seleção Brasileira sub-23

Conquistas:
2017 | Campeonato Sul-Americano Sub-17 (Seleção Brasileira)