“É uma oportunidade de ouro”, exalta Gustavo Maia

Atacante falou pela primeira vez com a camisa 7 colorada (Fotos: Ricardo Duarte)

Mais um jovem talento agrega o elenco colorado! Desta vez, o atacante Gustavo Maia, que vem do Barcelona, da Espanha, para alçar voo no Internacional. Formado na base do São Paulo, ele chega por empréstimo até 31 de dezembro de 2022, com valor estipulado para compra ao término do vínculo.

O atleta foi apresentado no final da tarde desta segunda-feira (30/08), ao lado do vice presidente de futebol, Emílio Papaléo Zin, e do diretor executivo, Paulo Bracks. Emocionado ao receber a histórica camisa 7 do Clube do Povo, o jovem talento ressaltou a “oportunidade de ouro” em vestir o manto colorado.

Atleta foi apresentado por Paulo Bracks (E) e Emílio Papaléo Zin (D)

“Além de um ano na Europa, tem uma larga experiência nas seleções brasileiras de base, onde deixou uma boa impressão a todos que o viram. O Inter dá as boas-vindas e estamos muito contentes com a tua chegada. Conte conosco, com todo nosso apoio para uma rápida adaptação e prontamente seja mais um a somar nesse nosso grupo já tão qualificado.”

Emílio Papaléo Zin – vice-presidente de futebol

“É o nosso sexto reforço esse ano. Estamos sendo bastante criteriosos nas contratações, dentro de uma análise igualmente minuciosa, para que os atletas sejam apresentados para o presente e futuro do Clube.”

Paulo Bracks – diretor executivo de futebol
Gustavo Maia reforça o ataque colorado

Apesar da pouca idade, o garoto mostrou personalidade e que está totalmente focado nos objetivos em Porto Alegre. Garantiu estar bem fisicamente, com gana de mostrar serviço nos treinamentos e agarrar a oportunidade.

Confira os principais trechos da entrevista:

Posicionamento
“Gosto de jogar pela ponta. Ponta esquerda, ponta direita ou centralizado. Não tenho problema com posição, já joguei até de lateral. Pode contar comigo para qualquer posição.”

Experiência no Barcelona
“Minha passagem pelo Barcelona durou um ano. Pude aprender com muitos jogadores lá. Tive a oportunidade de fazer alguns treinos no time A. É um clube muito grande, com estrutura espetacular. Foi uma boa experiência.”

Atacante de 20 anos conheceu o Gigante

Expectativa
“Estou com as melhores expectativas para chegar, jogar, trabalhar duro no dia a dia. Assim, ter oportunidades nos jogos. Meu maior objetivo é fazer história no Clube e poder continuar aqui.”

“Novos” colegas
“O Inter tem um grupo muito qualificado, com grandes jogadores. Tive o prazer de jogar com o Mauricio e o Yuri na Seleção. Vim para agregar e, com a ajuda do grupo, poder evoluir.”


Camisa 7
“É uma emoção que não cabe no peito usar a camisa número 7, que foi de Taison e outros ídolos. É uma honra para mim. Pode ter certeza que vou honrar essa camisa com garra, vontade e muito foco.”

Nova oportunidade
“No Barcelona, faltou um pouco de adaptação e ritmo de jogo. Acho que estou pronto para jogar aqui no Inter. É uma oportunidade de ouro que estou tendo aqui. É um clube espetacular, com jogadores incríveis.”

Aprender e evoluir
“Eu tenho muito a aprender aqui com os jogadores mais experientes do grupo, como o Edenilson, o Paolo Guerrero, entre outros. Estou aqui para evoluir, mostrar meu futebol. Tenho certeza que darei muitas felicidades para o torcedor colorado.”

Veja a apresentação na íntegra:

Ficha técnica:
Nome: Gustavo Maia da Silva
Data Nascimento: 22/01/2001
Local Nascimento: Brasília
Altura: 1,68m

Carreira:
2015 | São Paulo
2020 | Barcelona
2021 | Internacional

Conquistas:
2016 | Copa do Brasil sub-15
2017 | Taça BH sub-17
2017 | Copa Ouro sub-17
2018 | J League Challenge Cup sub-18
2020 | Torneio Internacional sub-20 (Brasil)

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 5)

Na quinta parte da série especial Valdomiro 75 Anos, trazemos algumas curiosidades do nosso eterno camisa 7 diante do Grêmio. Vimos que Valdomiro marcou seu primeiro gol já em seu primeiro clássico. E sobre gols, nunca perdemos quando ele deixou sua marca: foram 3 empates e 6 vitórias. Além disso, 7 dos 54 clássicos disputados com o ídolo em campo garantiram troféus.

O clássico que ficaria marcado na memória dos colorados e do próprio Valdomiro ocorreu em um dia 17 de dezembro, em uma dessas coincidências da vida. Foi o Gre-Nal nº 52 do ponta-direita, válido pela final do Gauchão de 1978. Nessa partida, o camisa 7 marcou os dois gols da vitória (foi a única vez em clássicos) por 2 a 1, que deu o título para o Inter. Além disso, ele atingiu seu décimo gol na história dos confrontos.

Outro clássico especial de Valdomiro foi o de número 50, pelo Gauchão, disputado no dia 26 de novembro de 1978, com empate em 0 a 0 no Estádio Olímpico.

Na 6ª parte da série, veremos curiosidades sobre os 711 jogos de Valdomiro. Seus tripletes, momentos em que sua trajetória cruzou com a de outros ídolos e muito mais.

Via Museu do Inter

> Veja mais do Especial Valdomiro 75 Anos:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4