Humilde e trabalhador: saiba mais sobre Caio Vidal

De jovem promessa descoberta pelo Centro de Prospecção a titular do grupo profissional alvirrubro, Caio Vidal constrói início de carreira marcado por extrema dedicação com as cores do Clube do Povo. Obstinado a realizar sonhos seus e de sua família, o cearense da capital vive, desde que chegou ao Inter, em constante ascensão. Do Sub-20 aos Aspirantes, e consequente protagonismo no 2020 do Celeiro, o atacante fez por merecer a alegria do primeiro gol com a camisa vermelha. Conheça mais da jovem promessa colorada.

“Na minha infância eu vinha pro Estádio comemorar.
Passei por dificuldade para chegar aqui e
realizar o sonho da minha mãe.”

Caio Vidal

A decisão do Campeonato Pernambucano Sub-20 de 2018 reservou uma surpresa para o público. Gigante recifense, o Santa Cruz era o favorito da maior parte da crônica, que pouco considerava as chances do Porto de Caruaru. Apelidada de Gavião, a equipe, localizada no Agreste nordestino, buscava o Tetra na competição, sonho que virou realidade muito graças a Caio Vidal da Rocha. Decisivo, o cearense atacante, que construira caminhada destacada ao longo do torneio, marcou dois gols na vitória de 3 a 2 que garantiu o troféu para o interior do estado.

Embalado o Gavião chegou à Copa São Paulo de 2019. Integrante do grupo 18, sediado em Jundiaí, o Porto duelou com Red Bull, Paulista e Vila Nova-GO por uma vaga na segunda fase. Novamente, Caio brilhou. Autor de três gols e uma assistência nas três rodadas do chaveamento, o camisa 9 ocupou papel fundamental na classificação da equipe pernambucana, que acabaria eliminada na estreia dos mata-matas pelo tradicional Corinthians.

Caio marcou dois gols na rodada de estreia da Copinha

Apesar da eliminação, o atacante já estava consolidado. Observador técnico do Centro de Análise e Prospecção de Atletas (CAPA), responsável por cobrir in loco as partidas de Jundiaí dentro da força-tarefa de olheiros do Inter na Copa São Paulo de 2019, Rodrigo Weber revela que o desempenho de Caio na fase de grupos foi suficiente para despertar o interesse colorado.

“No primeiro jogo ele arrebenta e a gente decide voltar pro segundo já com intenção de aprofundar. Ele repete boa atuação, e aí entra, de forma definitiva, na nossa lista de interesse. O relatório completo é bem amplo, mas, basicamente, três características chamaram nossa atenção no futebol do Caio. Primeiro, a personalidade, a coragem de ser o protagonista. Depois, a capacidade de vitória pessoal nas disputas de um contra um, saindo pros dois lados. Por fim, a agilidade para trocar de direção e girar com velocidade com a bola.”

Rodrigo Weber
Caio em ação na final do Gauchão Sub-20 de 2019/Foto: Mariana Capra, Internacional

Cobiçado por grandes do futebol brasileiro, Caio acertou, ainda no primeiro trimestre do ano, transferência para o Inter. No Clube do Povo, estreou em 6 de abril de 2019. Vindo do banco, participou de vitória por 3 a 1 sobre o Juventude em partida da terceira rodada do Gauchão Sub-20.

Titular a partir da semana seguinte, o jovem atacante marcaria seis gols na campanha campeã do Rio Grande. Dono de atuações consistentes também no Brasileirão da categoria, onde brilhou, por exemplo, em clássico Gre-Nal disputado no Estádio Passo D’Areia, Caio logo passou a ser relacionado para jogos do Inter B.

Caio e Praxedes durante Gre-Nal da categoria júnior/Foto: Mariana Capra, Internacional

“Eu acho que o papel do técnico de base é detectar os pontos fortes e fracos do indivíduo. Coincidentemente, o Caio chegou ao Inter na mesma época que eu retornei ao Clube. Então, é um atleta que a gente teve a oportunidade de trabalhar durante todo esse período. Por praticamente um ano, ele ficou em situação de indefinição em relação à comissão, jogando como atacante e jogador de lado.”

Fábio Matias, em entrevista para a Rádio Colorada em dezembro de 2020

Com o Sub-23, Caio foi importante para a conquista do Brasileirão de Aspirantes. Presente em seis confrontos do Nacional, brilhou na partida de ida das semis, quando marcou, aos 48 do segundo tempo, belíssimo gol de voleio que garantiu triunfo por 2 a 1 sobre o Bahia, fora de casa. Na decisão, contra o Grêmio, foi a campo, alçado do banco, nos dois clássicos.

Imagem: MyCujoo

“O trabalho do CAPA é de aportar ao diretor executivo e ao vice-presidente de Futebol o maior número de informações, para minimizar a margem de erro na contratação. Utilizamos muitos dados. O Inter, inclusive, tem uma ferramenta de análise de dados que nenhum outro clube do Brasil possui. Então, a captação é uma área importante, mas ainda mais é a humildade do próprio jogador em treinar e aprender, bem como o trabalho feito pela comissão da base. O Caio comprova.”

Rodrigo Weber

O sempre vibrante e dedicado Caio Vidal/Foto: Mariana Capra, Internacional

Como de costume no calendário das categorias de base do Brasil, a temporada de 2019 só chegou ao fim após a disputa da Copa São Paulo em janeiro de 2020. Dono da camisa 9 do Clube do Povo, Caio disputou todas as partidas do Penta colorado. Titular no comando de ataque, marcou dois gols na caminhada do título, e chamou a atenção por sua intensa movimentação na linha de frente. Distante da figura de um centroavante fixo, sabia escolher a hora de servir como pivô ou buscar as costas da marcação.

“O Caio evoluiu muito de um ano para o outro, mesmo com a pandemia. Pós-Copa São Paulo, analisamos que teríamos que, pela característica dele de um para um, de velocidade de ações, oportunizar ele pelo corredor lateral. É um cara muito corajoso naquele espaço do campo. Por ali, ele foi, no ataque, o principal jogador nosso dentro Brasileiro Sub-20”

Fábio Matias, em entrevista para a Rádio Colorada em dezembro de 2020
Caio no clássico que definiu a Copa SP de 2020/Foto: Ricardo Duarte, Internacional

Nova temporada, nova função. De centroavante, Caio virou, após a Copinha, ponta. Posição que define como sua preferida, por permitir que explore ao máximo os imparáveis arranques de um contra um, ofereceu ao jovem momento de inquestionável protagonismo no Celeiro de Ases. Na beirada do campo, disputou 14 partidas entre Brasileirão e Copa do Brasil juniores, e marcou cinco gols. Proeminente entre os mais jovens, foi chamado por Abel Braga aos profissionais.

Gol de Caio contra o Galvez-AC, Copa do Brasil Sub-20/Imagens: MyCujoo

“Eu lembro que estava na base e o Léozão, preparador de goleiros, me chamou dizendo que eu ia treinar no profissional. Peguei a van e fui. No primeiro treino, o Abel já me passou bastante confiança, chegou pra mim e disse ‘muleque, pega a bola e vai pra cima. Personalidade e coragem!’ Ele me chamou e disse que era a minha hora de brilhar. Só tenho a agradecer. O Abelão é sensacional”

Caio Vidal

Embora mágico, o dia 18 de novembro de 2020, data da estreia de Caio com a camisa colorada, não foi simples para a cria do Celeiro. Alçado a campo no minuto 23 da segunda etapa de partida contra o América-MG, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil, o atacante tinha como missão dar maior verticalidade à equipe de Abel Braga.

Atuando pelo corredor direito, Caio sofreu incríveis cinco faltas nos breves minutos que disputou, ajudando na blitz ofensiva que resultou em gol de Yuri Alberto nos instantes finais. Igualado o 1 a 0 do confronto de ida, a decisão da vaga foi para os pênaltis, encerrados com triunfo do Coelho. Dolorido, o revés ofereceu como alento a boa atuação do mais novo atleta do grupo principal do Clube do Povo, à época com 20 anos recém-completados.

A titularidade chegou na partida seguinte, disputada quatro dias após o confronto em Belo Horizonte. Caio estreou no Brasileirão contra o Fluminense, e construiu nova atuação segura. Logo depois, porém, a sequência precisou ser interrompida, primeiro devido a indisposição estomacal, depois por covid-19, problemas que o tornaram desfalque em quatro partidas. O retorno aos gramados, como reserva, ocorreu em 12 de dezembro. Aos 13 minutos do segundo tempo, ele substituiu Marcos Guilherme e foi para cima do Botafogo.

“Pra mim, é um momento gratificante. A oportunidade que o Abelão está me dando, o grupo me abraçou bem… agradeço muito. Acho que estou vivendo um dos melhores momentos da minha vida. Na base eu estava me destacando muito bem, acredito que o Abel viu e chegou minha oportunidade, que agarrei com unhas e dentes. Não quero sair daqui. É daqui pra frente, quero manter titular e honrar muito essa camisa.”

Caio Vidal

De volta aos 11 iniciais, Caio incomodou a defesa do Palmeiras. Partida da 26ª rodada do Brasileirão, o duelo contra o Alviverde foi o primeiro disputado pelo Inter com Praxedes e Vidal entre os titulares. Jovens que conquistaram a confiança de Abel Braga, ajudaram a surpreender o adversário, que vivia grande fase. O primeiro gol colorado na partida, encerrada com vitória de 2 a 0, saiu, inclusive, de escanteio cavado pelo ponta-direita após belíssima diagonal feita na direção da meta paulista

“Achei que as características de Praxedes e Caio iriam dar um poder maior para o time jogar como eu vejo o futebol, como eu gosto. E, a cada jogo que passa, eles estão se soltando. O Caio é do drible, da força, da velocidade. Mas, vamos com o pé no chão. Sabemos que ele vai crescer com naturalidade.”

Abel Braga
Caio quase marcou contra o Bahia, na Fonte Nova

Na rodada seguinte, Caio foi um dos melhores atletas colorados na vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, na Fonte Nova. Cada vez mais à vontade, por pouco não marcou, em belíssima jogada da direita para o centro, seu primeiro gol como profissional. Douglas, arqueiro rival, impediu o tento do jovem atacante, certamente com ajuda do destino, que preparava a melhor das surpresas para o número 47 do Clube do Povo.

“Há três, quatro anos, eu estava aqui no Castelão assistindo a um Ceará e Fortaleza com meu pai, que hoje está no Céu. Ele era Fortaleza doente, queria dedicar esse gol a ele também. Acho que lá de cima ele está bastante feliz. E dedicar a minha mãe, uma mulher guerreira que criou eu e meu irmão com bastante carinho e amor. Batalho todos os dias para dar o melhor pra ela. Não consegui ainda, mas vou.”

Caio Vidal

O primeiro tempo do duelo entre Inter e Ceará, disputado no Castelão e integrante da 28ª rodada nacional, exigiu muito da defesa colorada. Pressionado pelo time da casa, o Clube do Povo sabia que qualquer escape rápido seria fatal para conquistar os três pontos. Cirúrgico como de costume, Abel Braga sugeriu a Caio, no intervalo, que o jovem passasse a circular do corredor direito para dentro da defesa rival. O garoto atendeu ao conselho.

Aos sete minutos, Edenilson disparou em velocidade e percebeu Caio entre Samuel Xavier e Bruno Pacheco, laterais adversários. Com açúcar, o camisa oito serviu Vidal. Exibindo DNA entrosado ao Castelão, o camisa 47 esperou o momento certo para se projetar na área, antecipar à zaga, dominar para a canhota e arrematar. Com desvio, ela superou Richard e morreu nas redes do Vozão. Inter na frente!

O gol de Caio, contra o Ceará, na narração da Colorada

“Não tenho palavras. Marcar um gol com essa camisa colorada, na minha terra, na Arena Castelão, é sensacional. Queria agradecer a todos pelo apoio. Agradecer também a comissão do professor Abel e o grupo, que estão me abraçando. É um gol para o grupo, uma vitória para a nação colorada.”

Caio Vidal

A festa de Caio não terminou no palco de seu primeiro gol como profissional. Após brilhar dentro de campo e emocionar a todos fora dele, o atacante recebeu, na porta do hotel em que o Inter estava hospedado, o especial abraço de sua mãe, Dona Marinete. Recepcionado pela família, o atleta não conteve as lágrimas ao lado daqueles que lhe servem de principal motor na luta rumo ao estrelato do futebol brasileiro. Inesquecível, o sétimo dia de 2021 permitiu a Vidal realizar um de seus grandes sonhos.

“Pra mim foi muito gratificante encontrar minha família depois de uma noite maravilhosa. Não tem coisa melhor. Jogar na minha terra! Minha mãe estava muito feliz, emocionada. Estou realizando um sonho dela, mas tenho que conseguir realizar mais outros ainda, falta muito.”

Caio Vidal

Sexto atleta colorado que mais sofreu faltas no Brasileirão, com uma média de quatro por jogo, a maior do grupo, Caio sabe o caminho para seguir realizando sonhos e somando alegrias para a família Vidal. Decidido a comprar uma nova casa para sua mãe, determinado a fazer história com o Inter e consciente do árduo caminho que já trilhou até virar profissional, o atacante finalizou a mágica noite com dois recados. À Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, prometeu muito trabalho. Para Dona Marinete, reforçou o amor.

“Mãe, a gente vai vencer.
Vamos conseguir juntos,
como estivemos desde o começo.”

Caio Vidal
O abraço entre Caio e Dona Marinete

Bastidores: Ceará 0x2 Inter

Com gols de Caio Vidal e Yuri Alberto, Colorado bate o Ceará e chega à quarta vitória seguida no Brasileirão. Confira no Canal do Inter os bastidores do triunfo em Fortaleza!

Inter vence no Castelão e chega à vice-liderança do Brasil

O Clube do Povo superou o Ceará, na noite desta quinta-feira (07/01), por 2 a 0. Caio Vidal e Yuri Alberto marcaram os gols da vitória colorada no Castelão, resultado que alçou o Inter à segunda colocação do Brasileirão, com 50 pontos. Os comandados de Abel Braga voltam a campo no próximo domingo (10/01), às 18h15, quando recebem o Goiás, no Beira-Rio. Vamo, Colorado!

+ Confira as aspas do pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida

Confira os gols da vitória na narração da Rádio Colorada:

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Gols de Ceará 0x2 Internacional | 07/01/2021

Etapa inicial complicada

Os cinco minutos de abertura da partida ofereceram uma propaganda enganosa do que seria a etapa inicial. Primeiro, quem levou grande perigo foi o time da casa, que só não abriu o marcador graças a Cuesta, preciso para cortar arremate sobre a linha fatal. Depois, Praxedes respondeu servindo Patrick. Já na área rival, o Pantera só não finalizou pois Richard, atento, operou segura e providencial saída da meta.

Superado o intenso início de partida, o Inter somou breve período de maior posse de bola. A partir dos 15, porém, o Ceará cresceu no duelo e somou escapes perigosos. Com dificuldades para trocar passes, o Clube do Povo pouco retinha a esférica, e tinha suas raras tramas obstruídas por faltas do time local. Apesar das oportunidades criadas, o Alvinegro não conseguiu vazar a meta vermelha, e o intervalo chegou com igualdade sem gols indicada no escore.


Competência no segundo tempo

O Inter voltou com outra postura para a etapa final. Logo aos dois, Yuri Alberto colocou Richard para trabalhar, dando o tom da ânsia colorada pelos três pontos. Aos sete, o desejo passou a virar realidade: Edenilson disparou pelo centro e serviu Caio, que infiltrou nas costas da marcação e, cara a cara com o arqueiro, finalizou de canhota para marcar o seu primeiro gol com a camisa vermelha. Placar aberto!

A vantagem colorada encontrou, do lado cearense, resposta ofensiva. Abrindo mão de um primeiro volante de origem, Guto Ferreira ofereceu espaços que Abel Braga decidiu explorar deslocando Yuri para o corredor direito e posicionando seu xará uruguaio no comando de ataque. Aos 31, o técnico vermelho foi recompensado.

Após bola alçada por Rodrigo Moledo, Abel Hernández desviou e Yuri, fazendo o facão, disparou. Em velocidade, o camisa 11 antecipou a zaga, saiu de frente com Richard e, tranquilo como sempre, cavou. Inter 2 a 0, três pontos garantidos e quarta vitória consecutiva, no Brasileirão, encaminhada.

> Confira as entrevistas coloradas no pós-jogo!


Melhores momentos – primeiro tempo

2min – Salva, Cuesta! Em cima da linha, Patrón colorado corta arremate de Vina que já superara Lomba. Providencial!

6min – RICHARD! Praxedes arranca em veloz contra-ataque para o Inter e serve Patrick em profundidade. Pantera ficaria cara a cara com o arqueiro, mas este deixa a meta e encaixa seguro. Responde o Clube do Povo!

9min – FALTA! Rodinei deixa Léo Chú para trás e chega às cercanias da grande área. Lateral sofre o carrinho, e árbitro assinala. Boa oportunidade.

14min – Lomba tenta driblar Cléber, perde a posse e a sobra é de Charles. O volante finaliza, e o goleiro colorado se redime com grande defesa.

17min – Nada? Moisés investe contra Samuel Xavier, invade a grande área, chega à linha de fundo e, após carrinho adversário, não consegue evitar a saída da bola em tiro de meta. Árbitro indica apenas tiro de meta.

19min – Amarelado. Samuel Xavier, visivelmente irritado após lindo lance de Patrick, acerta o Pantera. Falta e cartão.

29min – Caio Vidal segue bastante caçado dentro de campo. Agora, quem acertou foi Charles. Amarelado o volante.

30min – Dourado! Sobral recebe de Cléber e, nas cercanias da pequena área, finaliza forte. Volante colorado consegue o bloqueio!

39min – MOISÉÉÉÉÉÉS! Léo Chú invade a área colorada pela esquerda e cruza rasteiro. Antes de Sobral, que teria meta aberta para concluir, lateral do Clube do Povo corta pela linha de fundo.

45min – Vamos a 47. Mais dois de acréscimos.

46min – Lomba! Samuel Xavier recebe na quina da grande área colorada e, pela direita, solta chute forte. Arqueiro encaixa bem, seguro.

47min – Encerrada a primeira etapa.


Segundo tempo

1min – Richard! Praxedes arremata de fora da área, a bola desvia na marcação e, dentro da área, Yuri cabeceia na direção da meta. Goleiro rival defende.

3min – Lomba! Léo Chú cruza da esquerda. Na segunda trave, goleiro colorado corta. Perigo espantado!

7min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO CLUBE DO POVO! É DA ACADEMIA DO POVO, DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES, DO CELEIRO DE ASES! CAIO, CAIO, CAIO! Edenilson dispara pelo centro e serve linda bola em profundidade para Caio, que toma a frente e finaliza de canhota. Desviada, a bola supera Richard e mansa, insistente, morre nas redes alvinegras. Inter na frente!

10min – Muda o Ceará. Vem Lima, sai Charles.

14min – NÃO PARAM DE CAÇAR ELE! Bruno Pacheco solta o braço em Caio. Falta e amarelo!

16min – Yuri recebe o primeiro amarelo colorado na partida.

18min – Cuesta recebe o amarelo por falta em Lima.

20min – Pedro Naressi por Sobral. Muda o Ceará.

24min – Naressi é amarelado por falta em Edenilson.

25min – Dupla troca no Clube do Povo. Caio e Praxedes deixam o campo para as entradas de Abel Hernández e Lindoso.

26min – Uh! Moisés recebe de Edenilson, vai ao fundo e cruza. Abel deixa passar, favorecendo Yuri, que cabeceia. Bola sai levando perigo!

30min – Mais duas mudanças no Ceará. Entram Saulo e Wescley, saem Cléber e Fabinho.

31min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE DO SUL! É DO COLORADO! É DELE, É DELE, É DE YURI ALBERTO! Após bola lançada do campo de defesa, Abel Hernández escora, de casquinha, para Yuri. Pela direita, ele domina escapando da marcação, sai de frente com Richard e preciso, açucarado, cava por cima do arqueiro. Golaço!

42min – Após excelente bloqueio, Moledo choca-se com Marcelo Lomba. Combalido, arqueiro colorado deixa o campo para a entrada de Daniel.

43min – Amarelados Abel Hernández e Lima.

45min – Vamos a 53. Mais oito minutos!

46min – Wescley recebe o amarelo por falta em Abel.

47min – No Inter, entra Leandro. Sai Yuri!

50min – DANIEL! Lima costura da direita para a esquerda e finaliza colocado. Goleiro defende!

52min – Edenilson recebe o amarelo por falta na meia-lua da grande área colorada.


Ficha técnica:

Ceará (0): Richard; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Lima) e Fabinho (Wescley); Fernando Sobral (Pedro Naressi), Vina e Léo Chú; Cléber (Saulo). Técnico: Guto Ferreira.

Internacional (2): Marcelo Lomba (Daniel); Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado e Edenilson; Caio Vidal (Abel Hernández), Bruno Praxedes (Rodrigo Lindoso) e Patrick; Yuri Alberto (Leandro Fernández). Técnico: Abel Braga.

Gols: Caio Vidal, aos sete, e Yuri Alberto, aos 31 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Samuel Xavier, Pedro Naressi, Bruno Pacheco e Charles, Wescley e Lima (C). Yuri Alberto, Abel Hernández e Victor Cuesta (I).

Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima, de Minas Gerais, auxiliado por Alessandro Alvaro de Matos, da Bahia, e Felipe Alan Costa de Oliveira, também de Minas. VAR: Adriano Milczvski, do Paraná.

Estádio: Arena Castelão, Fortaleza (CE).

Raio-X: tudo sobre a estreia colorada em 2021

Novo ano, mesma temporada. A estreia colorada em 2021 ocorre nesta quinta-feira (07/01), às 19h, no Estádio Castelão, em Fortaleza. Diante do Ceará, os comandados de Abel Braga disputam partida da 28ª rodada do Brasileirão. Confira, abaixo, tudo sobre o confronto.


Vamo, Colorado!


Os preparativos visando ao duelo em território cearense foram encerrados na manhã desta quarta-feira (06/01), no CT Parque Gigante. Para a partida diante do Bahia, o técnico colorado conta com os retornos de Marcelo Lomba, Rodrigo Moledo e Moisés, ausentes na rodada passada. Por outro lado, Thiago Galhardo, suspenso, é desfalque, bem como Danilo Fernandes e Uendel, dupla com problemas musculares.

Para encaminhar a equipe que irá a campo no Castelão, Abel Braga aproveitou quantidade considerável de dias livres para treinamentos. Sem atuar desde o dia 27 de dezembro, quando derrotou por 2 a 1 o Bahia, fora de casa, o Clube do Povo busca, em Fortaleza, o quarto triunfo consecutivo no Campeonato Nacional.

A delegação colorada desembarcou em Fortaleza no início da noite desta quarta. Horas antes, ainda no CT Parque Gigante, Caio Vidal, cria do Celeiro de Ases, concedeu entrevista exclusiva para a Mídia do Inter. Titular nas últimas partidas disputadas pelo Clube do Povo, o atacante comemorou a sequência na equipe, além de projetar a reta final do Brasileirão. Confira:


Transmissão


A Rádio Colorada promete novo show de cobertura nesta quinta. A emissora oficial do Clube do Povo estará ao vivo a partir das 18h, com apresentação de completo pré-jogo. Às 19h, chega a Jornada Esportiva, que será sucedida, ao soar do último apito, pelo Vestiário Vermelho*, atração que repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, todos os detalhes do confronto recém-encerrado. Acompanhe a transmissão no FM 95,5 ou via Site e App do Inter.

As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) apresentarão o mais completo minuto a minuto da web, recheado de imagens ao vivo compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, Premiere e TNT anunciam transmissão


O Rival


Foto: Felipe Santos/Ceará

Campeão da Copa do Nordeste em 2020, o Ceará sonha com uma vaga para a próxima edição da Libertadores, feito que garantiria chave de ouro para o encerramento de uma grande temporada alvinegra. Atual 11º colocado no Campeonato Brasileiro, o Vozão soma 36 pontos no torneio, oito a menos do que o Palmeiras, sexto na tabela, última equipe dentro da zona de classificação para o principal certame de clubes das Américas.

Guto Ferreira é o atual técnico do Ceará. Terceiro profissional a ocupar a casamata alvinegra na temporada, ele sucede Enderson Moreira, que ocupara o cargo entre fevereiro, após a saída de Argel Fucks, e março, quando partiu para o Cruzeiro. Treinado pelo atual comandante, o Vozão disputou 44 partidas. Destas, venceu 20, perdeu 13 e empatou 11, números que constroem aproveitamento de 53,7%. Com Guto, o Time do Povo cearense ainda marcou 68 gols, 15 a mais do que os sofridos.

Guto Ferreira é o atual técnico alvinegro/Foto: Twitter Ceará, DVG

Individualmente, o grande destaque cearense é Vina. Meio-campista com mais participações diretas em gols no Brasileirão, 14, o dono da camisa 29 alvinegra já anotou oito tentos na atual edição do torneio nacional, média de 0.4 por jogo. Capaz de atuar nos dois lados ou pelo centro do meio de campo, o polivalente curitibano também já ocupou o comando de ataque do Vozão. Nas graças da torcida, é a grande esperança do Ceará para esta reta final de temporada.

Vina é um dos destaques do Ceará em 2020/Foto: Felipe Santos, Ceará

Para o duelo diante do Inter, a imprensa cearense especula um Ceará bastante ofensivo. Recuperado de Covid-19, Richard deve retomar a titularidade na meta, embora Fernando Prass tenha chances de atuar. Na defesa, Samuel Xavier e Bruno Pacheco serão os respectivos laterais direito e esquerdo, enquanto Tiago Pagnussat terá a provável companhia de Luiz Otávio na dupla de zaga – Klaus corre por fora. No meio, Fabinho e Fernando Sobral serão os volantes, enquanto Lima, Vina e Léo Chú formarão o trio ofensivo. Cléber, centroavante, completará a nominata de Guto Ferreira.

Cléber deve comandar o ataque alvinegro nesta quinta/Foto: Felipe Santos, Ceará

Arbitragem


O mineiro Felipe Fernandes de Lima apita, auxiliado por Alessandro Alvaro de Matos, da Bahia, e Felipe Alan Costa de Oliveira, também de Minas Gerais. VAR: Adriano Milczvski, do Paraná.


Estatísticas das equipes


Quarto melhor visitante da atual edição do Brasileirão, o Clube do Povo duela, nesta quinta, com o décimo mandante. Dono de 9 vitórias, 9 empates e 9 derrotas nas 27 rodadas que já disputou, o Ceará registra, em seus domínios, 51% de aproveitamento, atingidos graças a cinco triunfos, cinco igualdades e três reveses.

De acordo com números do Globoesporte.com, os adversários colorados têm uma média de 13,9 finalizações por partida que disputam como locais – marcando um gol a cada 11,3 arremates. Enquanto visitante, o Clube do Povo oferece apenas 8,9 chute aos rivais, embora seja vazada a cada 8,3.

Ofensivamente, o Inter, quando visitante, finaliza uma média de 10,6 vezes por jogo, e precisa de apenas 8,8 arremates para marcar gols. O número fica ainda mais positivo quando atestado que o Ceará permite 11,1 arremates rivais por partida disputada no Castelão. A cada 10,3, o Vozão sofre um tento.


Situação de tabela


O Inter chega para o jogo diante do Ceará ocupando a quinta colocação no Nacional. Dono de 47 pontos, o Clube do Povo soma um a menos do que o Grêmio, quarto, e dois em relação ao Flamengo, terceiro. As duas equipes, porém, já foram a campo nesta rodada, bem como o São Paulo, atual líder.

Mais do que ultrapassar a dupla de rivais, com uma vitória no Castelão o Colorado chegaria à vice-liderança nacional, uma vez que o Galo, atual segundo, só disputará a jornada 28 do Brasileirão no próximo dia 27 de janeiro. Empate ou derrota mantêm o Inter na quinta colocação, pois, embora um revés deixe os comandados de Abel Braga ao alcance do Palmeiras, o Alviverde, envolvido com as semis da Libertadores, também teve seu duelo desta rodada adiado.

Para o Ceará, a vitória é fundamental na luta por vaga na Libertadores. À frente do Vozão, 11º com 36, estão Athletico Paranaense, com 37, Corinthians, 39, Santos, 39, e Fluminense, 43. A equipe seguinte é o Palmeiras, que abre o G6. Confira os oito primeiros classificados do Brasileirão:

PJVEDGPGCSG
1 – São Paulo56281684492623
2 – Atlético-MG49271548463412
3 – Flamengo49271476473710
4 – Grêmio482712123372314
5 – Inter47271386412615
6 – Palmeiras44261286372512
7 – Fluminense4328127939327
8 – Santos3927109838353

O palco


Estádio Governador Plácido de Castelo, o Castelão é o principal endereço do futebol cearense. Inaugurado em 1973, cinco anos após o início das obras de construção, o palco da partida desta quinta-feira foi completamente modernizado entre os anos de 2010 e 2013. Reinagurada, a sede da Copa das Confederações de 2013 e do Mundial de 2014 passou a contar com a atual capacidade de 60.326 pessoas.


Retrospecto


O Ceará leva a vantagem no histórico de confrontos com o Clube do Povo. Ao todo, a equipe alvinegra derrotou o Inter em oito ocasiões, enquanto o Colorado soma sete vitórias sobre o Vozão. Ocorreram, ainda, seis igualdades nos 21 duelos já disputados pelas duas equipes.

Rodrigo Moledo enfrenta o Ceará, em Fortaleza, durante sua primeira passagem pelo Inter

Último confronto


O Beira-Rio sediou, na quinta-feira 10 de setembro de 2020, duelo entre Inter e Ceará válido pela nona rodada do Brasileirão. Extremamente disputado na etapa inicial, o confronto contou com gol de Thiago Galhardo, após excelente jogada de Edenilson, aos 44 minutos de partida. O artilheiro do Nacional ampliou – e deu números finais à jornada – no segundo tempo, aos 30. No placar, 2 a 0. Na tabela, mais três pontos.

Inter superado no Castelão

O Clube do Povo visitou o Fortaleza, na noite deste sábado (19/09), para a disputa de partida da 11ª rodada do Brasileirão. Iniciado às 19h, o confronto, realizado no Castelão, teve o 1 a 0 para os mandantes como placar final, gol de Felipe. O Inter agora volta suas atenções para a Libertadores, torneio pelo qual recebe, na próxima quarta-feira (23/09), o Grêmio, em partida de abertura do returno continental.


Etapa inicial movimentada

O Clube do Povo iniciou a partida com atitude, apertando a saída de bola cearense e exibindo intensa movimentação na linha de frente. O flanco direito, com Edenilson, Saravia e Leandro Fernández, causou problemas constantes à retaguarda tricolor, que sofria especialmente com o atacante argentino, dono de excelente oportunidade aos 23 da etapa inicial. Pouco depois, Patrick deixou o campo lesionado. Em seu lugar entrou Nonato, deslocando Johnny para o corredor esquerdo. Ato contínuo, Fernández passou a ocupar a faixa canhota, e por ali também criou grande chance, desperdiçada, por detalhe, pelo centroavante Leo Ferreira.

De sua parte, o Fortaleza seguiu fiel ao estilo de jogo do técnico Rogério Ceni. Recusando-se a quebrar bolas no campo de defesa, o Leão do Pici aceitava a pressão colorada, apostando em saídas velozes que pudessem escapar dos atacantes alvirrubros e, assim, criar situações de mano a mano para os velozes Osvaldo, Romarinho e David. Além do trio, o lateral-direito Marlon também assustou com seus rápidos avanços, igualmente incapazes de alterar o escore, que permaneceu em branco quando da chegada do intervalo.


Segundo tempo de confusões da arbitragem

O segundo tempo transcorreu marcado por acidentada atuação de Marielson Alves Silva. Logo aos quatro, o árbitro ignorou pênalti sofrido por Musto, cometido por Paulão. Aos 25, outra penalidade, esta cometida em Leandro Fernández, foi igualmente desconsiderada pela arbitragem.

Dentro de campo, o Inter retornou para os 45 minutos finais criando boas oportunidades, municiadas por D’Alessandro, novidade em relação aos 11 que desceram para os vestiários. No melhor momento do Clube do Povo, porém, quem abriu o placar foi o Fortaleza, em chute forte de Felipe que deu números finais ao duelo.


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – UH! Edenilson recebe bom passe de Johnny, vai ao fundo e cruza buscando Leo Ferreira. Centroavante sobe bem e consegue o desvio, mas sem direção. Inter começa o jogo pressionando.

3min – Pela linha de fundo… Inter escapa bem pela direita a partir de arranque de Moledo, que lança Saravia. O lateral chega na linha de fundo e cruza fechado, mas a bola sai direto em tiro de meta para Felipe Alves.

5min – FELIPE ALVES! Leandro Fernández cobra escanteio pela direita. Aberta, a bola buscava Rodrigo Moledo, na marca do pênalti, mas goleiro tricolor deixa a meta e consegue afastar.

8min – MOISÉS! Após confusão na grande área colorada, lateral trava Wellington Paulista, que ficava com a bola de frente para a meta alvirrubra. Musto completa, enviando para escanteio.

13min – POR CIMA! Leandro Fernández recebe pela direita, corta para dentro e solta o canhotaço. Forte, a bola toma muita altura e supera o poste superior de Felipe Alves.

14min – Osvaldo é lançado em velocidade, vai ao fundo pela esquerda e cruza para Romarinho, que até desvia, mas sem direção alguma. Tiro de meta para Lomba.

18min – Passou perto! Felipe recebe na intermediária, ajeita para a direita e solta a bomba. Com muita curva, a bola sai tirando tinta do poste esquerdo de Lomba.

23min – COMO NÃO ENTROU?? Edenilson serve Leandro Fernández, que domina pela direita da grande área, finta em cima da marcação, abre para a canhota e manda rasteiro. A bola tira tinta da trave e explode na rede pelo lado de fora. O Inter passa muito perto de abrir o marcador!

25min – Com muitas dores, Quintero deixa o campo. Entra Jackson.

29min – Agora quem muda é Coudet. Entra Nonato, sai Patrick. A partir da troca, Johnny assume a função de meia-esquerda, enquanto o substituto passa a atuar como central. Edenilson completa a trinca, ocupando o flando direito.

30min – Marlon é lançado na esquerda da área colorada e cabeceia com muito perigo. Bola sai por cima do gol de Lomba.

31min – POR CENTÍÍÍÍMETRO! Leandro Fernández é lançado pela esquerda, ganha de Jackson, invade a área e rola rasteiro para Leo Ferreira, que se atira na bola, mas não consegue completar em direção ao gol aberto. Na sequência do lance, árbitro paralisa a jogada por falta na origem do lance.

35min – ENSAIADA! Edenilson cobra escanteio curto para Leandro Fernández, que cruza aberto. Moisés aparece como elemento surpresa na segunda trave e desvia para Johnny, que tenta o domínio, mas é travado pela marcação.

37min – FELIPE ALVES! Leo Ferreira faz excelente trabalho de pivô para Saravia, que cruza aberta, buscando Johnny. Jovem meio-campista consegue o desvio, mas sem tanta força. Defesa segura do goleiro tricolor.

42min – UUUH! Moisés recebe de Johnny e cruza buscando o segundo poste. Leo Ferreira passa da bola, mas se estica todo e consegue desviar. Bola sai por cima do gol, levando perigo.

45min – Vamos a 47. Mais dois de acréscimos.

47min – Fim de papo na primeira etapa.


Segundo tempo

0min – Inter de volta com mudança. D’Alessandro entra na vaga de Johnny. Nonato, agora, passa a ocupar a esquerda da trinca de meio-campistas.

2min – OPA! Juninho impede escapada de Edenilson e é punido com cartão amarelo.

3min – Leandro Fernández cobra com muito perigo. Bola cruza a extensão da meta tricolor sem desvio algum. Dentro da área, Paulão acertou violento carrinho em Musto. Lance será revisto no VAR.

6min – Jogo que segue. Árbitro não viu pênalti no lance.

11min – Bem, Zé! Fortaleza tem falta perigosa pela direita da intermediária. Cobrada aberta, a bola pingava perigosa na área vermelha, mas Zé Gabriel afasta pela linha de fundo.

14min – UH! Leandro Fernández vai ao fundo e cruza rasteiro. A bola chegaria limpa para Edenilson, já presente na pequena área. Antes dele, todavia, Paulão corta.

15min – PRA FOOOOOORA! D’Alessandro serve assistência açucarada para Leandro Fernández. Jackson trisca na bola, tirando ela da feição para o argentino, que manda, de canhota, ao lado do poste cearense.

16min – SAAAAAALVA A ZAGA! Agora, Fernández é o garçom. Ele serve Leo Ferreira, que invade a área e arremata travado por Paulão. A bola sai em escanteio para o Clube do Povo!

18min – D’Alessandro leva o amarelo. Motivo incerto.

20min – Felipe pega a sobra de corte parcial da defesa colorada e manda uma bomba para as redes de Lomba. Placar aberto.

23min – PERDEU! Nonato recupera a posse para o Inter e deixa com D’Ale, que dispara em velocidade pelo centro. Camisa 10 chega às cercanias da grande área acompanhado por Leandro Fernández e Leo Ferreira, e decide pelo passe em direção ao centroavante, que não consegue o domínio. Que oportunidade!

25min – Leandro Fernández é derrubado na área do Fortaleza. Árbitro ignora.

26min – Nonato leva o amarelo por falta na intermediária defensiva.

27min – Dupla troca no Inter! Boschilia e Abel Hernández entram nas vagas de Leandro Fernández e Leo Ferreira.

30min – Cartão amarelo para Boschilia.

31min – Muda Ceni, e em dobro. Yuri César no lugar de Osvaldo, Ronald na vaga de Wellington Paulista.

36min – UH! Moisés avança pela esquerda e cruza aberto. Abel vence no alto e cabeceia com perigo, mas a bola sai em tiro de meta.

37min – Duas últimas trocas para o Fortaleza. Fragapane e Orobó nas vagas de David e Romarinho.

39min – Coudet também faz sua quinta troca. Nonato deixa o campo para a entrada de Lindoso.

40min – Orobó marca para o Fortaleza, mas o lance estava claramente impedido. Irregularidade referendada pelo VAR.

45min – Vamos a 53. Mais oito minutos.

46min – Eduardo Coudet recebe o amarelo por reclamação.

52min – Mais um. Vamos a 54.

54min – Encerrada a partida.


Ficha técnica:

Fortaleza (1): Felipe Alves; Marlon, Juan Quintero (Jackson), Paulão e Carlinhos; Juninho, Felipe, David (Franco Fragapane), Romarinho (Orobó) e Osvaldo (Yuri César); Wellington Paulista (Ronald). Técnico: Rogerio Ceni.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Rodrigo Moledo, Zé Gabriel e Moisés; Damián Musto; Edenilson, Johnny (Andrés D’Alessandro) e Patrick (Nonato, depois Rodrigo Lindoso); Leandro Fernández (Gabriel Boschilia) e Leonardo Ferreira (Abel Hernández). Técnico: Eduardo Coudet.

Gol: Felipe, aos 20 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Juninho (F). Nonato e Andrés D’Alessandro (I).

Arbitragem: Marielson Alves Silva apita, auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias, trio baiano. VAR: Paulo Roberto Alves Júnior, do Paraná.

Estádio: Arena Castelão, Fortaleza-CE.

Fotos: Fortaleza x Inter

Colorado encarou partida fora de casa pelo Brasileirão

Raio-X: as informações sobre o duelo contra o Fortaleza

Em busca da manutenção do topo da tabela, o Clube do Povo visita o Fortaleza, neste sábado (19/09), para a disputa de duelo da 11ª rodada do Brasileirão. O confronto, segundo consecutivo do Inter, líder do torneio, fora de casa, ocorre no Castelão, às 19h. Para ficar por dentro de tudo sobre a partida, confira, abaixo, o nosso Raio-X!


Vamo, Inter!

Primeiro colocado com 20 pontos conquistados, o Colorado soma dois a mais do que o Atlético-MG, vice-líder. Embalado após triunfo de 4 a 3 sobre o América de Cali-COL, conquistado na quarta passada (16/09), no Beira-Rio, pela Libertadores, o Clube do Povo busca, diante do Fortaleza, três pontos importantes na luta pelo topo do Brasileirão. Na última vez que foi a campo pelo torneio nacional, o Inter foi superado pelo Goiás, na Serrinha, por 1 a 0.

Dono dos melhores ataque e defesa do torneio, o Clube do Povo pode manter a liderança mesmo em caso de empate contra o Fortaleza. Para tanto, o Galo não poderia superar o Atlético-GO. O choque de Atléticos acontece também neste sábado, às 21h, no Centro-Oeste brasileiro.

Eduardo Coudet comandou, nesta sexta-feira (18/09), a última atividade colorada antes da partida. No CT Parque Gigante, o treinador orientou exercícios técnicos e táticos para definir os onze que iniciarão o duelo diante do Fortaleza. Diante do Leão, o comandante não poderá contar com Cuesta e Praxedes, suspensos. Além deles, Paolo Guerrero, Yuri Alberto, Peglow, Pottker e Marcos Guilherme estão lesionados e também desfalcam o Inter.


O rival

Comandado pelo técnico Rogério Ceni, o Fortaleza ocupa a 10ª posição na tabela nacional. Dono de 12 pontos no Brasileirão, o Leão empatou, na rodada passada, com o Grêmio, em Porto Alegre. Osvaldo marcou o gol dos visitantes, que até saíram na frente, mas cederam a igualdade, de 1 a 1, já na etapa final.

Na capital gaúcha, Ceni mandou o Fortaleza a campo com Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos (Bruno Melo); Ronald (Luiz Henrique), Juninho, David (Yuri César), Romarinho e Osvaldo (Derley); Wellington Paulista (Marlon). Para o duelo diante do Inter, Gabriel Dias, expulso na rodada passada, é desfalque confirmado.


Arbitragem

Marielson Alves Silva apita, auxiliado por Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias, trio baiano. VAR: Paulo Roberto Alves Júnior, do Paraná.


Transmissão

A Rádio Colorada estará ao vivo a partir das 18h deste sábado com a apresentação do ‘Portões Abertos’, pré-jogo legitimamente alvirrubro, enriquecido com reportagens direto do Estádio Castelão. A jornada esportiva terá início às 18h45, e será sucedida, ao soar do último apito, pelo ‘Vestiário Vermelho’, que repercutirá, até as 22h, todos os detalhes do confronto, transmitindo entrevistas exclusivas e também as coletivas dos representantes do Clube do Povo. Acompanhe a cobertura através de Site ou App do Inter.

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

Responsáveis pelo melhor e mais completo minuto a minuto da web, as redes sociais do Clube do Povo (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contarão, como de costume, com grande cobertura, repleta de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, TNT e Premiere anunciam transmissão.


Retrospecto alvirrubro

Inter e Fortaleza já disputaram 16 confrontos até hoje. O Clube do Povo soma oito triunfos, quatro a mais do que o adversário, em histórico que ainda conta com quatro igualdades.

Na última vez que as duas equipes se cruzaram no Castelão, a vitória foi colorada. Em partida da 15ª rodada do Brasileirão 2019, Wellington Silva marcou o único gol do fim de tarde cearense, garantindo os três pontos para o Alvirrubro.