Mais de 9500 colorados acompanharam a final da Copinha no Pacaembu

Um sábado para ficar marcado para sempre na memória do torcedor colorado: o dia em que São Paulo viu um clássico Gaúcho tomar conta da cidade. Um 25 de janeiro colorido pelo vermelho e branco de uma equipe que entregou até a última gota de suor em campo. Repetindo os feitos de 1974, 1978, 1980 e 1998, após um jogo de acirrar os ânimos, a equipe sub-20 colorada sagrou-se campeã, pela quinta vez, da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Quem, desde o início, esteve acompanhando a campanha das jovens promessas coloradas foi a massa alvirrubra – colorados paulistas e aqueles que viajaram centenas de quilômetros para estar lado a lado com a equipe. Juntos, vestindo o manto sagrado, apoiaram a gurizada durante os mais de 90 minutos. O coração de quem não pode estar no Pacaembu sentiu-se bem representado, já que cerca de 9500 colorados estiveram presentes em um estádio distante mais de mil quilômetros da nossa casa. Isso prova aquilo que nós colorados já sabíamos: o Inter é Gigante!

O número de colorados em solo Paulista elevou-se nos últimos anos. Nessa expansão, entra em cena o trabalho que é realizado pelo departamento de Relacionamento Social do Clube junto aos representantes colorados longe de Porto Alegre. Em 2013 eram nove consulados; atualmente contabiliza-se mais de 60. A prova disto aconteceu, não só no jogo final, mas em toda a Copinha. Afinal, onde tem jogo do Inter, tem torcida e consulado representando o Clube do Povo.

Celeiro de Ases bate o Botafogo-SP e vai à semifinal da Copinha

O Celeiro de Ases está na semifinal da Copa São Paulo de Juniores! Com uma exibição segura e imponente na noite desta sexta-feira (17/01), o Inter bateu o Botafogo-SP pelo placar de 2 a 0, pelas quartas de final do torneio. Os gols da partida, disputada na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, foram marcados ainda no primeiro tempo, por Praxedes e Cesinha.

O Inter iniciou a partida em ritmo eletrizante e, logo aos seis minutos do primeiro tempo, Praxedes abriu o placar. E com um golaço. A zaga adversária afastou parcialmente e a bola ficou com o camisa 8 colorado, que bateu de chapa, com muita categoria, no ângulo esquerdo, demonstrando estar com a canhota bem calibrada.

Sem deixar o adversário respirar, o Celeiro de Ases ampliou ainda no primeiro tempo, em uma bela jogada coletiva. Aos 30min, o volante Murilo lançou com perfeição Lucas Mazetti na ponta direita, o lateral caprichou no cruzamento e Cesinha apareceu entre os defensores para completar de cabeça.

Na segunda etapa, o Colorado ainda acumulou chances para ampliar e fazer o terceiro. Aos 6min, Lucas Mazetti fez grande jogada pela direita, cortou o marcador e cruzou na medida para o cabeceio de Guilherme Pato. Leonardo teve dificuldade para fazer a defesa em dois tempos. Dez minutos depois, Caio foi lançado em profundidade e bateu em cima do goleiro. Matheus Monteiro ainda tentou no rebote, mas mandou na rede pelo lado de fora.

FICHA TÉCNICA

Internacional (2): Emerson Júnior; Lucas Mazetti, Volnei, Carlos Eduardo e Leonardo; Murilo (Igor), Praxedes (Lucas Ramos) e Cesinha; Guilherme Pato, Matheus Monteiro (Thális) e Caio (João Victor). Técnico: Fábio Matias.

Botafogo-SP (0): Leonardo; Marlon, Matheus, Henrique e Layon (Rafael); João Victor, Caio de Luna e Gabriel Teixeira (Dudu); Dentinho (Matheus), Wesley e Rondinelly (Edgar). Técnico: Fernando Braghin.

Gols: Praxedes, aos 6’/1T, Cesinha, aos 30’/1T (I)

Local: Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP.

Arbitragem: Gustavo Holanda Souza, auxiliado por Luis Felipe Prado Silva e Leandra Cossete.

Cartão amarelo: Henrique (B).

Copa SP: Inter bate o RB Brasil e está nas quartas de final

O Celeiro de Ases está nas quartas de final da Copa São Paulo de Juniores! Não foi nada fácil, mas o Colorado teve garra para buscar a classificação na disputa de penalidades, nesta quarta-feira (15/01), pelas oitavas de final do torneio, diante do RB Brasil. Após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Inter venceu por 6 a 5 nos pênaltis e ficou com a vaga. Nas quartas de final, o adversário será o Botafogo de Ribeirão Preto. O jogo será nesta sexta-feira (17/01), às 19h15, em Araraquara. 

O Colorado chegou às oitavas de final após vencer o Desportivo Brasil pelo placar de 2 a 1, com direito a golaço de letra de Léo Ferreira. Já o RB Brasil passou pelo Paraná com vitória por 3 a 0. Na primeira fase, o Inter venceu Confiança e Linense pelo placar de 3 a 0, além de empatar abaixo de temporal com o Capivariano, garantindo o primeiro lugar da chave.

Os gols saíram somente na segunda etapa. O RB Brasil saiu na frente aos 11 minuos com o zagueiro Fonseca, em jogada de bola aérea. Mas o Colorado teve personalidade para empatar e, por pouco, não virou a partida. Aos 28 minutos, Lucas Mazetti recebeu pela direita e cruzou na medida para a chegada de Cesinha. O camisa 10 bateu com categoria para igualar o placar.

Nas penalidades, o equilíbrio se manteve. Yago, Sergio, Juliano, Brown e Vitinho converteram para o time paulista, enquanto Everton desperdiçou a sexta cobrança. Pelo Inter, Matheus Monteiro, Cesinha, Tiago Barbosa, Carlos Eduardo, Nicolas e Thális converteram suas cobranças e garantiram a presença colorada na próxima fase.

Com o resultado desta quarta-feira, o Colorado está classificado para as quartas de final, onde enfrentará o Botafogo de Ribeirão Preto. Nas oitavas de final, o time paulista eliminou o Londrina também nos pênaltis (3 a 1), após empate por 1 a 1 no tempo normal.

FICHA TÉCNICA:

RB Brasil (1) (5): Nicolas; Juliano, Machado, Fonseca e Gui (Everton); Wandrew (Itapira), Pires (Yago), Moreira (Júlio César) e Rafa (Sergio); Bruno (Vitinho) e Brown. Técnico: Juninho Chicchinato.

Internacional (1) (6): Emerson Júnior; Lucas Mazetti, Tiago Barbosa, Carlos Eduardo e Leonardo; Murilo (Igor), Lucas Ramos (Guilherme Pato), Praxedes (Thális), Cesinha e Matheus Monteiro; Caio (Léo Ferreira). Técnico: Fábio Matias.

Gols: Fonseca, aos 11’/2T (R); Cesinha, aos 28’/2T (I)

Local: Estádio Benitão, em Rio Claro.

Inter encerra fase de grupos da Copa São Paulo em primeiro lugar

O Clube do Povo enfrentou, na tarde desta quinta-feira (09/01), o Capivariano-SP, em partida da terceira e última rodada da fase de grupos da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Disputado debaixo de torrencial chuva, que tornou as condições do gramado praticamente impraticáveis para o bom futebol, o confronto, iniciado às 17h15, foi encerrado com empate sem gols.

Partida transcorreu sob forte chuva (Fotos: Leonardo Fister/SC Internacional)

De mal a pior. Assim pode ser definido o estado do gramado que sediou o duelo entre líder e vice do Grupo 7 nesta quinta-feira. Defendendo a ponta do chaveamento e jogando por um empate, o Inter encontrou campo bastante acidentado desde os primeiros movimentos da partida, disputada no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbarar d’Oeste. Com o passar do tempo e continuidade do temporal, a situação foi agravada, impondo grande obstáculo aos 11 iniciais do Celeiro de Ases, que, já classificado, foi a campo com equipe bastante modificada em relação àquela que jogou as duas primeiras partidas. Mesmo assim, as promessas coloradas conseguiram criar boas oportunidades ao longo da etapa inicial, apostando em jogadas de bola longa e, principalmente, aérea. Chances perigosas, mas insuficientes para abrir o marcador, que seguiu zerado até o intervalo.

Iniciado com atraso, por conta do estado do campo, o segundo tempo seguiu roteiro bastante similar ao da etapa predecessora. Truncado, o duelo passou a ser melhor jogado a partir dos 20 minutos, graças ao fim da chuva. Deste momento em diante, o Celeiro de Ases criou suas principais chances, especialmente com Guilherme Pato, que aos 25 minutos carimbou o poste e, aos 30, criou boa jogada que, na sobra, foi convertida em gol por Luiz Henrique, duvidosamente anulado pela arbitragem. O tento, mesmo que ilegal, foi o único dos 90 minutos, encerrados com o branco no escore.

Com o resultado, o Celeiro de Ases garante a primeira colocação do Grupo 7 da competição. Ao todo, foram sete pontos somados em três partidas, além de seis gols marcados e nenhum sofrido. Na segunda fase do torneio, de 32 avos, o Inter enfrenta o Volta Redonda, que se classificou para as eliminatórias após encerrar seu chaveamento, de número 8, na segunda posição. Disputado em jogo único, o confronto será nesta sábado (11/01), às 13h45. 

Ficha técnica:

Capivariano (0): Pedro Henrique; Ronald, Anthony, Jemmes e Vitinho; Juan (João Victor), Jesus, Lucas Afonso (Daniel) e Emanuel (Junior); Paulinho e Danilo (Anderson). Técnico: Erick André Martins.

Internacional (0): Vitor Hugo; Carrijo, Adriel, Carlos Eduardo e Thális; Murilo, Lucas Ramos e Igor (Volnei); João Victor (Matheus Monteiro), Luiz Henrique (Caio) e Guilherme Pato (Lucas Mazetti). Técnico: Fábio Matias.

Cartões amarelos: Igor (I). Juan, Anthony e Jemmes (C).

Local: Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães – SP

Com uma rodada de antecedência, Inter garante classificação à segunda fase da Copinha

O Celeiro de Ases enfrentou o Linense-SP no início da noite desta segunda-feira (06/01), em partida da segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Iniciado às 19h15, o confronto, disputado no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, foi encerrado com vitória colorada pelo placar de 3 a 0, gols de Caio, duas vezes, e Nicolas. Com o resultado, o Inter, tetracampeão do torneio, chega aos seis pontos na competição e garante classificação, com uma rodada de antecedência, para a segunda fase do certame. 

 Foto: Leonardo Fister/SC Internacional

Após estrear seu uniforme vermelho para a temporada de 2020 na última sexta-feira (03/01), durante vitória por 3 a 0 sobre o Confiança-PB, nesta segunda o Clube do Povo vestiu, pela primeira vez, o fardamento branco que será usado pelo alvirrubro neste ano. Já disponível para venda nas lojas física e virtuais do Inter, o manto se provou pé quente desde os primeiros movimentos da partida, uma vez que, logo a um minuto, Cesinha, camisa 10 e capitão colorado, carimbou o travessão em potente chute de perna canhota, já fincando a bandeira da equipe gaúcha no campo ofensivo. Ainda no primeiro terço do embate, Caio e Praxedes voltaram a colocar a defesa do Linense para trabalhar. 

O gol colorado, contudo, saiu apenas aos 35 minutos, em jogada que colocou à prova a qualidade do apoio do flanco direito gaúcho, que na partida passada já oferecera dois gols ao Celeiro de Ases. Nesta segunda, a jogada partiu de Lucas Mazetti, que do fundo cruzou na altura da marca do pênalti. Por lá, Cesinha dividiu com a zaga e ela sobrou para Caio. Brigador, o centroavante conseguiu grande arremate, milagrosamente defendido pelo arqueiro Henrique. Felizmente, o rebote foi do camisa 9 alvirrubro, que não perdoou. Inter 1 a 0, resultado que só não foi ampliado na sequência pois Rafael, zagueiro da equipe paulista, salvou, sobre a linha, aos 46 minutos, aquele que seria o segundo do Clube do Povo na etapa inicial. Tento que, felizmente, não fez falta.

Cumprindo profecia que sua mãe fizera mais cedo, Caio voltou a marcar aos 13 minutos do segundo tempo. Completando grande jogada de Matheus Monteiro, que chegou a sua segunda assistência no torneio, o centroavante colorado chutou rasteiro na saída do goleiro para ampliar. Na sequência, aos 22, a ofensiva colorada veio pela esquerda com Nicolas, que fez tradicional jogada de ponta, cortando do lado para dentro, e mandou colocado, no cantinho, para marcar o terceiro e último do Inter no jogo. Agora, o Clube do Povo volta suas atenções para o Capivariano-SP, adversário na terceira e última rodada da fase de grupos, confronto que acontece na próxima quinta-feira (09/01), às 17h15. Empatado em pontos com o futuro rival, o Alvirrubro garantirá a liderança do chaveamento, de número sete, mesmo em caso de empate.

Ficha técnica da partida:

Linense (0): Henrique; Victor, Raphael, Milton, Diego (João Pedro); Pablo (Wilton), Luiz Henrique (Juninho), Edmundo, Eduardo e João Carlos (Vitor); Danilo. Técnico: Edivan dos Santos Coelho.

Internacional (3): Emerson Júnior; Lucas Mazetti, Pedro Henrique, Tiago Barbosa (Carlos Eduardo) e Leonardo Borges (Igor); Volnei (Murilo), Praxedes (Lucas Ramos) e Cesinha (Thális); Nicolas, Caio, Matheus Monteiro (Guilherme Pato). Técnico: Fábio Matias.

Gols: Caio, aos 35 minutos do primeiro tempo e 13 minutos do segundo tempo; e Nicolas, aos 22 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Pablo e Danilo (L). Cesinha (I).

Arbiragem: Marcelo de Jesus Santos, auxiliado por João Petrucio Marimônio de Jesus dos Santos e João Pedro de Morais.

Estreia com vitória na Copinha

O Celeiro de Ases estreou na edição de 2020 da Copa São Paulo de Futebol Júnior na tarde desta sexta-feira (03/01), contra a equipe do Confiança, da Paraíba. Iniciado às 15h e disputado no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, o confronto foi finalizado com vitória colorada pelo placar de 3 a 0, gols de Cesinha, Tiago Barbosa e Praxedes. Integrante do Grupo 7 da Copinha, o Inter, tetracampeão do torneio, agora volta suas atenções para a equipe do Linense, adversária na segunda rodada, em partida marcada para as 19h15 da próxima segunda-feira (06/01).

Inspirado desde os primeiros movimentos do embate, que serviu de estreia para o novo manto colorado, camisa que inaugura parceria do Clube do Povo com a adidas, o Inter abriu o placar logo aos 9 minutos, com Cesinha. Camisa 10 e capitão do Celeiro de Ases na partida, o jovem completou cruzamento de Matheus Monteiro, vindo da direita, para marcar o primeiro do Colorado na competição.

O tento em nada cessou o ímpeto colorado. Pelo contrário, serviu para comprovar que o caminho para os gols era, de fato, pela direita. Aos 17, Matheus Monteiro pegou a sobra de confusão na grande área e exibiu muita tranquilidade para dominar no peito e soltar de bate-pronto. No pique, a redonda superou o goleiro, mas acabou sendo salva, em cima da linha, pela defesa. Na sequência do lance, Nicolas cabeceou consciente, mas o arqueiro encaixou seguro. Dois minutos depois, contudo, não teve jeito: Lucas cruzou rasteiro, a bola atravessou a extensão da área e Tiago, como elemento surpresa, ampliou.

O terceiro gol colorado veio poucos segundos depois, aos 20. Não permitindo respiro à ainda atordoada defesa da equipe paraibana, Praxedes avançou em velocidade, ajeitou para a canhota e mandou, de fora da área, chute forte, que morreu no canto da meta, consagrando o terceiro tento do Inter. Golaço, foi o último antes do intervalo – não por falta de ação do Celeiro de Ases, uma vez que, aos 35 minutos, o travessão parou lindo testaço de Nicolas, que completou grande jogada de Matheus, desta vez pela esquerda; enquanto, dois minutos depois, foi o goleiro quem impediu o quarto, em defesa de grande reflexo após chute de Caio Vidal.

Com a vantagem no placar, o Clube do Povo retornou para o segundo tempo em ritmo menos intenso em relação ao visto na primeira etapa, muito por conta do gramado pesado, que exigia grande empenho físico dos atletas do Celeiro de Ases. Mesmo assim, foram várias as chances criadas, mas que esbarraram na boa atuação do goleiro adversário. Encerrada a partida, aos 48 minutos do segundo tempo, a vitória colorada estava garantida, assim como os três pontos nesta estreia na Copinha. Vamo, Inter!

Internacional (3): Emerson; Lucas, Pedro Henrique, Tiago Barbosa (Carlos Eduardo) e Leonardo; Volnei (Murilo), Cesinha e Praxedes (Thalis); Matheus Monteiro (Guilherme Pato), Caio e Nicolas (Lucas Ramos).

Confiança (0): Marcos; Manoel (Joeferson), Daniel, John e Natan (Erivaldo); Elvis, Lybson e Julio César; Matheus (Edcleison), Luiz Fernando (Natan) e David (Willian).

Gols: Cesinha, aos 9 minutos do primeiro tempo, Tiago Barbosa, aos 19 minutos do primeiro tempo, e Praxedes, aos 20 minutos do primeiro tempo (I).

Cartões amarelos: Tiago e Praxedes (I) Willian (C).

Arbitragem: João Batista do Nascimento Avelino, auxiliado por Ricardo Luis Buzzi e Donizeti de Jesus Pereira.

Local: Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães-SP.