Dos juvenis à titularidade profissional: conheça a trajetória de Bruno Praxedes

Há dois anos ele estreava com a camisa colorada. Há 365 dias, avançava para as quartas do mais tradicional torneio de base do Brasil. Hoje, é titular do Inter vice-líder do Brasileirão. Catapultado por precisa perna canhota, Praxedes ascendeu rapidamente com as cores do Clube do Povo. Conheça a trajetória do jovem até o primeiro gol como profissional.


Início nos juvenis

Praxedes em ação pela categoria Sub-17/Foto: Mariana Capra

Contratado no início de 2019 após passagem pelo Fluminense, Bruno Conceição Praxedes chegou ao Inter com 16 anos. Reforço para a categoria Sub-17, o carioca de Itaboraí encantou logo nos primeiros treinos, rapidamente justificando o porquê de sua chegada ao Clube do Povo e garantindo vaga entre os titulares que disputaram a Copa Santiago no mês de janeiro.

“Alguns jogadores,
um pouco diferenciados,
você tem que antecipar.”

Erasmo Damiani, em entrevista para a Rádio Colorada no mês de dezembro

Encerrada a participação no torneio, os juvenis receberam férias até o mês de março, quando as atividades foram retomadas. Mantido na titularidade, Praxedes marcou diante do Caxias, no segundo amistoso preparativo para o Brasileirão Sub-17, seu primeiro gol com a camisa colorada. Na sequência, o jovem voltou a balançar as redes na jornada 13 que disputou como atleta alvirrubro. Tento de número dois anotado por Bruno, um em jogos oficiais, saiu na quinta rodada do Nacional, contra o América-MG.

Coelho sofreu o primeiro gol oficial de Praxedes na base/Foto: Mariana Capra

Na estreia do Gauchão Sub-17, Praxedes voltou a marcar. O meia fez o primeiro na vitória colorada por 2 a 0 sobre o São José, no CT de Alvorada. Novos encontros com as redes ocorreram na jornada seguinte, diante do Oriente, e nas rodadas de número sete e oito. Por fim, Bruno ainda marcaria em cima do Sergipe, adversário alvirrubro na primeira fase da Copa do Brasil juvenil.

Bruno comemora gol dos juvenis/Foto: Mariana Capra

Brilho nos juniores

Não foram apenas os números de Praxedes que evoluíram com o correr dos meses. Dentro de campo, as grandes atuações, catapultadas por alta qualidade na perna canhota e rara visão de jogo, despertaram a curiosidade de Fábio Matias, técnico da categoria Sub-20. Chancelado pelos diretores da base alvirrubra, entre eles o gerente geral Erasmo Damiani, o comandante então convocou Bruno para o Sub-20.

“No meio do meu primeiro ano aqui, antecipamos os atletas em potencial para eles já começarem a vivenciar uma nova categoria e terem um desafio maior. Foi o que nós fizemos com o Praxedes, que, se fosse pela idade, estaria agora começando a jogar no Sub-20. Quanto potencial estaríamos jogando fora? Por isso, antecipamos. Mas ele não pulou. Primeiro, passou meio ano na 17, e aí foi para a 20.”

Erasmo Damiani para a Rádio Colorada
Praxedes, o terceiro da direita para a esquerda/Foto: Mariana Capra

Praxedes estreou no Sub-20 em partida diante do Fluminense, disputada no dia 8 de agosto de 2019. Vindo do banco, o meio-campista substituiu Lucas Ramos e teve boa atuação, recompensada com a titularidade na rodada seguinte, quando o Celeiro empatou em 2 a 2 com o Grêmio, no Passo D’Areia.

Jovem teve boa atuação no Gre-Nal Sub-20/Foto: Mariana Capra

Consolidado na categoria Sub-20, Bruno chegou a reforçar o time juvenil na partida de volta das quartas da Copa do Brasil. Diante do seu ex-clube, abriu o placar para o Inter com gol de cabeça, chegando a sete na trajetória construída com as cores do Clube do Povo. Apesar do tento, o Colorado acabou eliminado do torneio, desclassificação que encerrou, definitivamente, a trajetória de Praxedes no Sub-17.

Praxedes vazou as redes tricolores/Foto: Mariana Capra

Com as atenções completamente voltadas aos juniores, Praxedes logo desencantou na categoria. Em partida da 15ª rodada do Brasileirão, o jovem marcou, em Belo Horizonte, o primeiro gol colorado diante do Cruzeiro. Dono de oito tentos com a camisa vermelha, Bruno garantia grande prestígio junto à comissão, reconhecimento atestado na sua manutenção entre os 11 iniciais independente de esquema, fosse com três ou quatro meio-campistas.

Gol de Praxedes contra o Cruzeiro/Imagens: MyCujoo

Finalizado o Brasileiro, a equipe Sub-20 passou a focar nas Copas de encerramento da temporada da base. A Ipiranga, primeira, foi antecedida por amistoso preparatório disputado contra o Lajeadense no CT de Alvorada. Vitorioso por 13 a 0, o Clube do Povo contou com gol de Praxedes, que continuaria o bom momento durante o torneio, no qual atuou como titular em todas as partidas.

“Todo meio-campista de alto nível tem algumas coisas que fazem a diferença. Praxedes consegue antever o jogo, enxerga de uma forma diferente. Domina uma função onde a velocidade do jogo, principalmente agora, no profissional, é alta. Ele tem que evoluir coisas naturais de um jovem, mas é um jogador que apresenta coisas diferentes em relação aos da mesma posição.”

Fábio Matias para a Rádio Colorada

Inscrito na Copa São Paulo com a icônica camisa 8 do Clube do Povo, Praxedes marcou dois gols na competição, ambos belíssimos, anotados na partida de estreia e nas quartas de final. Apesar dos poucos 17 anos, o meia demonstrou, ao longo do torneio, mentalidade digna dos mais experientes praticantes do esporte bretão, sempre consciente quanto ao momento de acelerar ou esfriar o jogo.

Gol de Praxedes nas quartas da Copinha/Imagem: SporTV

Chegada aos profissionais

Figura unânime na lista de craques da Copinha, Bruno despertou elogios e expectativa não apenas na torcida colorada, mas também junto à comissão técnica principal, como comprova a data de estreia do jovem com o grupo adulto. Campeão na base no dia 25 de janeiro, em primeiro de fevereiro Praxedes já defendia o Clube do Povo para sua primeira partida como profissional. Diante do Ypiranga, em Erechim, saiu do banco aos 30 minutos da etapa final.

“Comecei 2020 muito bem. Espero dar alegrias à torcida, e agradeço a eles e também os companheiros pelo carinho. Estou muito feliz em poder fazer minha estreia pelo profissional.”

Bruno Praxedes
Bruno em sua estreia como profissional/Foto: Ricardo Duarte

Para além do refino técnico, Praxedes também se sobressaiu pela polivalência dentro de campo. Capaz de atuar nas três funções mais adiantadas da meia-cancha do Clube do Povo de Eduardo Coudet – treinador colorado de então, que escalava o Inter no 4-1-3-2 – o jovem participaria de outras seis partidas do Gauchão de 2020, incluindo duelo eliminatório disputado no Beira-Rio contra o Esportivo.

“Todo atleta sonha em jogar uma Libertadores, mas a gente tem que trabalhar e, pouco a pouco, ir ganhando espaço. Na hora certa, nós, garotos, vamos entrar e dar o nosso melhor.”

Bruno Praxedes
Praxedes ganhou ‘casca’ ao longo do Gauchão/Foto: Ricardo Duarte

Ao mesmo tempo em que era aprovado com êxito nos testes estaduais, Bruno foi inscrito para os grupos da Libertadores. No principal torneio de clubes do continente, estreou na primeira rodada da chave E. Substituto de Cuesta, entrou aos 33 do segundo tempo e, diante de grande público, ofereceu duas assistências açucaradas que Gustavo por pouco não transformou no quarto gol em cima da Universidad Católica-CHI. O alto nível valeria ao jovem atuações em mais duas partidas da fase, contra América de Cali, quando foi titular, e Católica.

Praxedes serviu, Gustavo finalizou/Imagem: SporTV

Por falar em titularidade, a estreia de Praxedes entre os 11 iniciais colorados ocorreu no dia 8 de agosto, data da abertura do Brasileirão. Diante do Coritiba, no Couto Pereira, a cria do Clube do Povo teve boa exibição até deixar o campo, aos 23 da etapa final.

Também como titular, registre-se, Bruno figurou nos três confrontos seguintes que disputou no Nacional. Depois, no encerramento do primeiro turno, Praxedes somou duas vindas do banco, contra São Paulo e Vasco, e outra partida atuando desde a abertura, esta contra o Athletico-PR, também marcada por grande atuação do jovem.

“Eu jogo aonde me botar.
Estou preparado para
dar meu melhor.”

Bruno Praxedes

A estreia do Inter na Copa do Brasil também contou com titularidade de Praxedes. Desta vez na esquerda da trinca central, o meio-campista permaneceu em campo até os 13 da etapa final de duelo contra o Atlético-GO. Enquanto atuou, o jovem protagonizou oportunidades importantes com Moisés, lateral autor de gol na partida. Na volta diante dos goianos, Bruno substituiu Galhardo aos 38 do segundo tempo.

Patrick e Praxedes têm atingido entrosamento cada vez maior/Foto: Ricardo Duarte

Titularidade com Abel

Passados mais de nove meses de sua promoção aos profissionais, Praxedes estava devidamente entrosado ao grupo principal quando Abel Braga chegou ao Inter. Com o novo treinador, reconhecido entusiasta do trabalho junto às categorias de base, Bruno percebeu a oportunidade perfeita para se firmar entre os titulares. Assim, em sua terceira partida sob o comando do campeão mundial, o jovem se mostrou pronto para ganhar mais minutos.

“A cada jogo que passa,
o Praxedes está se soltando.
Ele deu um equilíbrio legal para o meio.”

Abel Braga

Reserva no primeiro mês de Abel no comando alvirrubro, Bruno atuara alguns minutos diante de Santos e América-MG antes de ser chamado a campo no segundo tempo de confronto contra o Atlético, no Mineirão. Alçado aos 14 minutos, deu novo fôlego para o Clube do Povo, renovando a disposição tanto para pressionar a saída de bola rival quanto para criar oportunidades em ritmo mais rápido e irrastreável para os encaixes da defesa rival. Seguindo esta cartilha, inclusive, o empate foi conquistado pelo Colorado, gol de Peglow.

Os ‘guri’ do Celeiro: Praxedes e Peglow/Foto: Ricardo Duarte

A consequência do brilho em território mineiro foi a surpreendente titularidade no jogo de volta das oitavas da Libertadores, disputado no dia 9 de dezembro contra o Boca Juniors. Encarregado de conectar seus pares de meio de campo, o jovem encarou a temida Bombonera com naturalidade comum aos que atuam no quintal de casa. Leve, combinou com Edenilson e Patrick, formando trio protagonista da excelente atuação vermelha, que encerrou o primeiro tempo dona de 65% da posse de bola.

A soberania de Praxedes contra os xeneizes/Foto: Ricardo Duarte

“O Abel vem fazendo um excelente trabalho. No começo, não deu pra ele mostrar muito, mas agora temos essa sequência. Ele gosta de garoto da base, utiliza bastante, é o que ele tem feito comigo e o Caio Vidal, e isso é muito bom pro nosso crescimento.”

Bruno Praxedes

Convocado para a Seleção Sub-20, Praxedes não pôde disputar a jornada seguinte do time colorado. Enquanto os comandados de Abel derrotaram por 2 a 1 o Botafogo, no Beira-Rio, o jovem venceu, junto dos companheiros Pedro Henrique e Mauricio, o amistoso Torneio Internacional Sub-20, realizado na Granja Comary ao lado das seleções de Chile, Bolívia e Peru. Bruno se tornou titular do Brasil ao longo da competição, certame no qual marcou um gol.

Mauricio (E), observador técnico Ricardo Sobrinho, Praxedes e Pedro Henrique: Inter representado na Granja Comary

Presente nos 90 minutos do embate contra o Chile, último do certame Internacional, Praxedes retornou aos titulares colorados menos de 24 horas depois de deixar a Granja Comary. No dia 19 de dezembro, o jovem teve o privilégio de ocupar a função de armador diante do Palmeiras, na partida de despedida do ídolo D’Alessandro. Exaurido pela maratona particular que encarava, Bruno atuou apenas no primeiro tempo, mas ocupou papel importante no irretocável triunfo de 2 a 0.

À disposição para os treinos, Bruno passou a somar crescente entrosamento com seus companheiros de setor. Atualmente, o dono da camisa 45 atua caindo do centro para a faixa esquerda do meio de campo colorado, exercendo tanto a função de armador central quanto de interno nas ocasiões em que fica alinhado a Edenilson.

Dentro desta mecânica, o dia 27 de dezembro ofereceu nova boa atuação de Praxedes com as cores do Internacional. Diante do Bahia, ele ficou em campo até os 37 do segundo tempo, e contribuiu para novo triunfo maiúsculo dos comandados de Abel Braga.

O ano de 2021 foi inaugurado com a manutenção de Praxedes entre os titulares, fato comprovado na escalação colorada que derrotou o Ceará, no Castelão, na quinta-feira sete de janeiro. A constância nos minutos dentro de campo, porém, contrastou com a grande novidade na carreira do jovem, vivenciada, já no Beira-Rio, três dias depois.

“Estamos numa sequência muito boa,
mas temos que manter o pé no chão.
Ainda tem muito pela frente.”

Bruno Praxedes após o jogo contra o Goiás

Sem Edenilson, Abel escalou o meio de campo colorado com Nonato e Bruno, mudança que exigiu protagonismo ainda maior do 45 dentro de campo. A principal resposta do carioca, que esteve diretamente envolvido em todas as construções do ataque do Inter, veio a minutos do intervalo, após escanteio açucarado de Rodinei, pela direita.

“Um momento
que vai ficar marcado
pra sempre
na minha vida.”

Bruno Praxedes depois de marcar seu primeiro gol profissional

Na primeira trave, Praxedes subiu soberano e, do alto de seu 1,86m, cabeceou forte. Goleiro alviverde, Tadeu apenas tentou golpear com a vista, mas sequer acompanhou a velocidade que a bola tomou em direção às redes véu de noiva. Pela primeira vez como profissional, Bruno marcava um gol, e o fazia em palco que figura entre os maiores do futebol mundial.

O gol contra o Goiás pode ser definido como justo, por coroar toda a dedicação do atleta ao longo da temporada. Foi, também, merecido, à altura das qualidades que catapultaram o carioca até o estrelato colorado. Simbólica bola na rede, serviu de ponto alto à grande atuação de Bruno. Exatamente por isso, a comemoração foi efusiva, digna quem sabe o caminho a ser seguido para acumular sorrisos e alegrias em vermelho e branco. Pra cima, Praxedes!

Entrevista com Erasmo Damiani

Gerente Geral das categorias de base do Clube do Povo, Erasmo Damiani foi o último entrevistado da Rádio Colorada em 2020. Em mais uma edição especial de fim de ano, o Programa do Inter desta quinta-feira (31/12) apresentou papo especial com o dirigente do Celeiro, que abordou temas como captação de atletas, título na Copa São Paulo de Futebol Júnior, metodologias para revelação de jogadores e muito mais. Confira a íntegra:

Sport Club Internacional · Rádio Colorada|Exclusiva com Erasmo Damiani, Gerente Geral das categorias de Base do Inter |31/12/20