Inter é superado na Venezuela

O Clube do Povo visitou o Deportivo Táchira-VEN, na noite desta terça-feira (11/05), pela quarta rodada do grupo B da Libertadores. No Estádio Pueblo Nuevo, o Colorado saiu na frente, gol de Galhardo, mas sofreu a virada dos locais, vitoriosos por 2 a 1.

Agora, o Inter volta suas atenções para o Gauchão, campeonato pelo qual recebe, no próximo domingo (16/05), às 16h, o Grêmio. A partida abre a final do Estadual. Pela Libertadores, o Colorado visita, na quinta-feira da semana que vem (20/05), o Olimpia. Duelo ocorre a partir das 21h.


Inter com espaços

O Clube do Povo criou boas oportunidades na primeira etapa de partida, especialmente pelo corredor esquerdo de ataque. Logo aos três, Moisés foi ao fundo e cruzou com açúcar para Yuri Alberto, que desviou na primeira trave e, por detalhe, não inaugurou o marcador.

Combativo, o Táchira tentava apertar a saída de bola colorada. Quando bem-sucedida, porém, a troca de passes vermelha encontrava espaços nas costas da marcação rival. Mesmo assim, o escore seguiu zerado até o intervalo, também de parte do time da casa, que assustou apenas com Góndola, em oportunidade que enviou pela linha de fundo.


Colorado leva a virada

O Inter abriu o placar assim que reiniciado o confronto, quando Cuesta sofreu pênalti convertido por Thiago Galhardo. Em desvantagem, o time da casa realizou mudanças na linha de ataque, trocas recompensadas com nítida melhor dentro de campo. De tanto pressionar, a equipe chegou primeiro ao empate e, depois, nos instantes finais, a virada.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – UHHHH! GRANDE JOGADA! Inter recupera a posse na intermediária ofensiva e progride a toques rápidos. Nonato, que tabelara com Taison e Dourado, abre jogo para Moisés, que vai ao fundo e cruza na primeira trave. Yuri desvia, e ela sai ao lado do poste esquerdo de Varela.

8min – Por detalhe! Taison arranca pelo meio e tenta passe em profundidade para Yuri. A defesa não consegue o corte mas, forte demais, a bola escapa do 11 colorado.

11min – POR CIMA! Zé Gabriel pega a sobra de corte parcial da defesa e arrisca. Forte, sai por cima.

19min – PRA FORA! Góndola é lançado nas costas da zaga colorada e, cara a cara com Lomba, finaliza buscando o canto. Ela sai em tiro de meta para o Inter.

20min – ELA NÃO ENTROU? Marcos Gulherme estica linda bola para Saravia, que cruza na direção de Galhardo. O camisa 17 invadia a pequena área, mas é antecipado por Varela. A bola, no rebote, explode em Thiagol e, teimosa, sai pela linha de fundo.

21min – Lucas Gómez acerta carrinho violento em Taison. Amarelo apresentado!

22min – QUASE, QUASE! Taison solta a bomba da entrada da área, Varela tenta a defesa em dois toques, mas ela explode em seu pé e quase toma o caminho da meta.

25min – Taison sofre nova falta advertida com amarelo, agora cometida por Camacho.

27min – Agora, quem recebe o amarelo é Dourado. Pareceu dividida de jogo, mas Góndola levou a pior.

33min – SAAAAAAAAAAAAALVA, VARELA! Moisés entorta Covea pela ponta direita de ataque, vai ao fundo e cruza rasteiro. Galhardo resvala de calcanhar, e quase coloca no contrapé do goleiro, que se estica para defender.

36min – PRA FOOOORA! Taison estica com Yuri. Na profundidade, ele invade a área venezuelana e tenta o chute cruzado. Ela cruza a pequena área, mas sai em linha de fundo.

39min – De novo, Moisés! O lateral vai ao fundo e cruza aberto. Galhardo desvia, mas Varela defende.

42min – Cova arrisca de fora da área, pela esquerda. Assustou, mas saiu em tiro de meta.

43min – Saravia recebe o amarelo por falta na região central do campo.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – FIM DE PAPO NA PRIMEIRA ETAPA!


Segundo tempo

5min – PÊNALTI PARA O INTER! Após cobrança de escanteio da esquerda, Granados puxa a camisa de Cuesta tanto, mas tanto, que quase deixa o zagueiro despido. Lateral venezuelano recebe o cartão amarelo.

6min – GOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTER! É GOL! É DO CLUBE DO POVO! É GOL! É DA ACADEMIA DO POVO! GALHARDO, GALHARDO, THIAGOL GALHARDOOO! Batida séria! Camisa 17 colorado enche o pé na cobrança e manda no centro do gol venezuelano. Varela até resvala na bola, mas nada consegue fazer. Inter na frente!

10min – ENSAIADA! Moisés cobra escanteio curto para Marcos Guilherme. Ele deixa mais atrás para Taison, que cruza na segunda trave. Dourado coloca para a confusão, e Yuri desvia na direção do gol, mas manda pela linha de fundo. Bonita execução!

12min – POR CIIIIIMA! Marcos Guilherme recebe de Yuri, aplica uma meia-lua no marcador e, da entrada da área, solta a bomba. Por cima, por pouco!

13min – Mudanças no Inter! Mauricio na vaga de Marcos Guilherme, Rodinei no lugar de Saravia.

15min – Hernández por Pérez Greco. Muda o Táchira.

15min – Galhardo recebe o amarelo por falta em Covea.

16min – LOOOOOOOOOOOOMBA! Góndola recebe lançamento de longa distância, mata no peito e, sem deixar cair, emenda lindo voleio. Goleiro colorado voa para defender.

17min – Inter teria contra-ataque de quatro contra um, mas Covea impede o escape de Taison. Amarelo.

19min – LOOOOOOOOOOOMBA! Covea sai cara a cara com o goleiro colorado, tenta o drible, mas é bloqueado pelo arqueiro. No rebote, Gómez manda no poste, e a sobra é de Góndola, cujo arremate Dourado bloqueia em cima da linha.

21min – LOMBA! LOMBA! LOMBA! Gómez recebe de Góndola e, da pequena área, finaliza. Goleiro resvala, ela ameaça tomar a direção do gol, mas o arqueiro encaixa.

23min – SAAAAAAAAAAAAAAAALVA, VARELA! Yuri Alberto é lançado nas costas da marcação, sai cara a cara com o goleiro adversário e tenta o toque por cima. Arqueiro opera um milagre e, no rebote, Taison tem arremate bloqueado.

23min – Praxedes por Nonato, Edenilson na vaga de Taison. Duas trocas no Inter.

27min – Muda o Táchira. Entram Chácon e Angarita, saem Góndola e Gómez.

31min – Hernández empata para o Táchira.

34min – Dourado sai, Lindoso vem. Muda o Inter.

39min – Pênalti para o Táchira.

40min – Cova marca para o time da casa.

43min – Entra Velasco no Táchira. Covea deixou o campo.

47min – Praticamente na risca da grande área, Zé Gabriel é derrubado por Vivas. Falta e amarelo indicados.

48min – SALVA, VARELA! Cuesta cobra com força, goleiro opera um milagre.

49min – NA ZAGA! Moisés cobra escanteio da esquerda e o Inter acumula arremates dentro da área. Todos, contudo, bloqueados pela defesa venezuelana.

50min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Deportivo Táchira-VEN (2): Cristopher Varela; Pablo Camacho, Carlos Vivas, Lucas Trejo e José Granados; Francisco Flores, Maurice Cova e Michael Covea (Yeferson Velasco); Freddy Góndola (Yerson Chácon), Edgar Pérez Greco (Nelson Hernández) e Lucas Gómez (Duglar Angarita). Técnico: Juan Tolisano.

Internacional (1): Marcelo Lomba; Renzo Saravia (Rodinei), Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso) e Nonato (Bruno Praxedes); Marcos Guilherme (Mauricio), Taison (Edenilson) e Yuri Alberto; Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Gols: Thiago Galhardo, aos 6’/2ºT (I). Nelson Hernández, aos 31’/2ºT, e Maurice Cova, aos 40’/2ºT (D).

Cartões amarelos: José Granados, Carlos Vivas, Lucas Gómez, Michael Covea e Pablo Camacho (D). Rodrigo Dourado, Thiago Galhardo e Renzo Saravia (I).

Arbitragem: Wilmar Roldán, auxiliado por Miguel Roldán e Richard Ortiz. Quarto árbitro: Carlos Ortega. Quarteto colombiano.

Estádio: Pueblo Nuevo, situado em San Cristóbal (VEN).

Fotos: Deportivo Táchira-VEN x Inter

Clube do Povo visita o Deportivo Táchira-VEN pela quarta rodada do grupo B da Libertadores. Confira as imagens!

Raio-X: o que você precisa saber sobre a visita ao Táchira-VEN

Noite de Libertadores na Venezuela! Líder do grupo B da competição, o Clube do Povo visita o Deportivo Táchira-VEN, a partir das 19h15 desta terça-feira (11/05), pela quarta rodada do torneio. Confira entrevista da Rádio Colorada com Oscar Castro, jornalista venezuelano, projetando o confronto. Abaixo, você encontra todas as informações sobre o duelo!

Sport Club Internacional · Raio-X #24 | Deportivo Táchira-VEN x Internacional, entrevista com Oscar Castro | 11/05/2021

Transmissão 📻

Dona da jornada mais vermelha da internet, a Rádio Colorada estará ao vivo a partir das 18h desta terça-feira. Com completos pré e pós-jogo, além de narração feita de torcedor(a) para torcedor(a), a emissora oficial do Clube do Povo pode ser acompanhada via Site e APP do Inter! Confira a programação:

AtraçõesPlataformas
18hPortões AbertosInternet e App do Inter
19h15Jornada EsportivaInternet e App do Inter
21h15Vestiário ColoradoInternet e App do Inter

As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contarão com completo minuto a minuto da partida. Com imagens, a Conmebol TV anuncia transmissão.


Vamo, Inter! 💪

Segunda-feira contou com treino na Venezuela/Foto: Ricardo Duarte

O Colorado viveu maratona intensa nos últimos dias. Após golear o Juventude por 4 a 1 no sábado passado (08/05), e assim garantir vaga na decisão estadual, o Inter embarcou para a Venezuela ainda na manhã de domingo. Quase nove horas de viagem depois, o elenco chegou a San Cristóbal-VEN, cidade palco do duelo contra o Táchira, já no encerramento do Dia das Mães.

A logística exigiu bastante dos atletas, que treinaram apenas na véspera da partida. Na tarde desta segunda (10/05), Miguel Ángel Ramírez e comissão realizaram atividades táticas no complexo do Deportivo Táchira, sucedidas pelo reconhecimento do gramado do Estádio Templo Nuevo, endereço que sediará o confronto desta terça.

Elenco conheceu o endereço da partida desta terça/Foto: Ricardo Duarte

Diante do Deportivo Táchira-VEN, Ramírez não poderá contar com Heitor, Patrick e Paolo Guerrero, trio de lesionados. Após deixar o campo com dores no último sábado, Palacios é dúvida, e será reavaliado até o momento da partida. Taison, por outro lado, volta a ficar à disposição do técnico colorado.

Miguel conta com baixas, retornos e dúvidas para a partida/Foto: Ricardo Duarte

Entrevistado de maneira exclusiva pelo Canal do Inter no último domingo (09/05), Rodinei comentou a intensa rotina do elenco colorado. De acordo com o lateral-direito, a longa viagem desgastou o grupo, mas não a ponto de atrapalhar a preparação para o duelo válido pela quarta rodada da Libertadores.

“Agora é a hora de a gente virar a chave, pensar na Libertadores, no jogo contra o Deportivo Táchira. A viagem foi muito cansativa, oito horas, mas isso aí não é desculpa. Estamos preparados para fazer um bom jogo e levar mais uma vitória para Porto Alegre.”

Rodinei

Quem também concedeu entrevista foi Moisés. Escolhido para a tradicional coletiva de véspera de Libertadores, o lateral-esquerdo revelou suas expectativas para o confronto diante do Táchira. A partida, nas palavras do camisa 20, será disputada por um Inter mais leve, embalado pelas duas vitórias consecutivas na competição.

“A gente vive uma boa fase, que é fruto do nosso dia a dia. Conseguimos recuperar os três pontos perdidos na estreia. Agora, é um jogo totalmente diferente. Creio que nossa equipe está leve para poder fazer um bom jogo. Sabemos da importância de dar um salto na tabela, manter a liderança e distanciar do nosso rival.”

Moisés

Moisés ainda falou sobre a função atualmente desempenhada pelos laterais colorados. Tradicionalmente presos ao limite do campo, os atletas de flanco têm atuado, sob o comando de Miguel Ángel, mais próximos dos meias. A função, revelou, está sendo cada vez melhor assimilada pelo grupo.

“Nós somos acostumados a fazer a ultrapassagem por fora, e o professor pede que a gente se apresente por dentro, para ter mais um jogador no meio. Vem dando certo. O Rodinei tem aparecido muito bem, assim como eu e outros jogadores, o Heitor, o Leo e o Renzo. É tudo fruto do treinamento. Estamos fazendo o máximo, e conseguindo entender o pedido do professor.”

Moisés

Arbitragem 🧑‍⚖️

Wilmar Roldán apita, auxiliado por Miguel Roldán e Richard Ortiz. Quarto árbitro: Carlos Ortega. Quarteto colombiano.


Rival 🆚

Aurinegro busca a reabilitação na Libertadores/Foto: DVG, Twitter Deportivo Táchira

O Deportivo Táchira-VEN estreou na Libertadores com importante vitória sobre o Olimpia-PAR, de virada, por 3 a 2, resultado que alimentou grandes expectativas no público venezuelano. Os dois confrontos seguintes, porém, impuseram dupla de derrotas para os tachirenses, que agora buscam rápida reação para manter vivo o sonho de vaga nos mata-matas, como revela Oscar Castro.

“Táchira vai para seu segundo jogo como mandante, e depois já espera o Always Ready-BOL, também aqui em San Cristóbal. Para sonhar chegar nos mata-matas, tem que somar pontos. A partida contra o Inter é exigente, mas nada está escrito que o Inter já ganhou. Vamos ver como o Táchira vai se sentir como local, se mostra seu potencial.”

Oscar Castro
Adversário aposta na força do fator local/Foto: DVG, Twitter Deportivo Táchira

Ídolo aurinegro, o atacante Edgar Pérez Greco seguiu a mesma linha de raciocínio em entrevista coletiva concedida na tarde desta segunda-feira (10/05). O atleta, capitão do Táchira e descendente de fundadores da equipe, reconheceu as dificuldades da partida, mas reforçou a importância de uma boa atuação dentro de casa.

“Sabemos da magnitude da partida, vamos enfrentar um grande rival, mas estamos em casa, e queremos fazer as coisas certas. Será uma noite inesquecível no Pueblo Nuevo, infelizmente sem o apoio da nossa torcida, mas sentimos o amor e confiança deles. Não apenas nas ruas, mas também nas redes sociais.”

Edgar Pérez Greco
Greco (21) é uma dos maiores jogadores da história do Táchira/Foto: Ricardo Duarte

Os consecutivos tropeços a nível continental não possuem muitas semelhanças no roteiro que apresentaram dentro de campo. Afinal, se a derrota para o Inter foi entendida como inquestionável, o tropeço de 2 a 0 para o Always Ready, na Bolívia, deixou um gosto amargo à torcida aurinegra, que encontrara motivos, ao longo do jogo, para sonhar com um melhor resultado.

“Aquela derrota de 4 a 0 mostrou o mérito e a grandeza do Inter no confronto. Porém, no jogo de La Paz, esperávamos, e me parece que o Táchira merecia, um melhor resultado. Quando estava 1 a 0, faltou calma e precisão nas poucas oportunidades que teve, enquanto o primeiro gol saiu de um lateral, e o segundo um pênalti bem duvidoso.”

Oscar Castro
Rival foi superado na altitude de La Paz/Foto: DVG, Twitter Deportivo Táchira

Em relação aos nomes que iniciaram a partida de duas semanas atrás, no Beira-Rio, Michel Covea desponta como provável novidade na formação tachirense. O atleta, contudo, pode não ser a única mudança promovida pelo técnico Juan Domingo Tolisano no meio de campo, de quem se espera postura mais combativa para esta terça-feira.

Uma mudança poderia ser, numa linha de contenção, um terceiro volante, mas que seja misto. Assim, teríamos Covea desde o início, trabalhando com Góndola, e uma linha com Cova, Flores e um terceiro, Velasco ou Zalzman. Zalzman é um volante misto, que tem saída e marcação. O Velasco é um volante de marcação, que não tem saída.”

Oscar Castro
Dono da camisa 10, Covea deve ser titular nesta terça/Foto: DVG, Twitter Deportivo Táchira

A provável escalação aurinegra também conta com novidades na defesa, que deve repetir a dupla de zaga titular na partida do último sábado, data de vitória por 2 a 0 sobre o Trujilianos, em San Cristóbal. Os 11 nomes especulados, portanto, são: Cristopher Varela; Nelson Hernández, Pablo Camacho, Lucas Trejo e José Granados; Maurice Cova, Francisco Flores e Velazso ou Zalzman; Covea e Freddy Góndola; Lucas Gómez.


Palco 🏟️

A arquibancada principal do Pueblo Nuevo/Foto: Ricardo Duarte

O Estádio Pueblo Nuevo, chamado pela torcida aurinegra de ‘Templo Sagrado’, conta com capacidade para 38.755 pessoas. Casa do Deportivo Táchira, o palco foi completamente reformulado para a disputa da Copa América de 2007, quando sediou diversas partidas da Seleção Venezuelana, incluindo o duelo de quartas de final contra o Uruguai. A partida, encerrada com vitória charrua por 4 a 1, contou com dois gols e uma assistência de Diego Forlán.


Classificação 🧮

Colorado vem de duas vitórias consecutivas/Foto: Ricardo Duarte

O Inter chega para a quarta rodada na liderança do grupo B. Dono de seis pontos, o Colorado supera o Always Ready-BOL, segundo colocado, pelo saldo de gols, positivo em sete tentos, quatro a mais do que o rival. O Táchira, por outro lado, é lanterna da chave. Os venezuelanos, vazados em cinco ocasiões, mandaram duas bolas para as redes.

PJVEDGPGCSG
1 – Internacional632011037
2 – Always Ready-BOL63201523
3 – Olimpia-PAR33102510-5
4 – Deportivo Táchira-VEN3310238-5
Inter busca se aproximar da classificação às oitavas/Foto: Ricardo Duarte

Último confronto ⏱️

Inter e Deportivo Táchira-VEN se enfrentaram na segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. A partida, disputada a partir das 21h30 da terça-feira 27 de abril, presenciou primeiro tempo de luxo do Clube do Povo, que atordoou os visitantes através da intensidade de seus jogadores de ataque.

Victor Cuesta, Patrick e Thiago Galhardo marcaram para o Inter no primeiro tempo, garantindo importante vitória parcial de 3 a 0. Na volta do intervalo, Palacios recebeu o segundo amarelo, e o Colorado passou a atuar com um jogador a menos. Apesar da inferioridade numérica, o domínio foi mantido, consistência recompensada com o gol de Yuri Alberto, último da noite.

Inter desembarca na Venezuela

Menos de 24h após golear o Juventude e confirmar presença na final do Gauchão, o Clube do Povo desembarcou, no final da tarde deste domingo (09/05), na cidade de San Cristóbal. Capital do venezuelano estado de Táchira, o município sediará, a partir das 19h15 da próxima terça-feira (11/05), duelo entre Inter e Deportivo Táchira, válido pela quarta rodada do grupo B da Libertadores.

Agora é a hora de a gente virar a chave, pensar na Libertadores, no jogo contra o Deportivo Táchira. A viagem foi muito cansativa, oito horas, mas isso aí não é desculpa. Estamos preparados para fazer um bom jogo e levar mais uma vitória para Porto Alegre.

Rodinei, para o Canal do Inter

A rotina da delegação colorada foi intensa neste Dia das Mães. Às 10h, o grupo já se encontrava no Salgado Filho, de onde partiu para Manaus. A capital do Amazonas serviu de escala no trajeto até o Aeroporto Internacional de Santo Domingo. Dele, os representantes do Inter seguiram de ônibus até San Cristóbal, trecho responsável por uma das nove horas de duração total da viagem.

Elenco embarcou na manhã deste domingo/Foto: Ricardo Duarte

Breve, a preparação colorada para o duelo continental viverá seu último capítulo na tarde desta segunda-feira (10/05). Em território venezuelano, Miguel Ángel e comissão promoverão o único treinamento com vistas ao embate diante do Táchira. O técnico colorado inclusive comentou, em coletiva após o jogo contra o Juventude, sua visão sobre a maratona de jogos que vive o Colorado.

“A cabeça quer que nos recuperemos rápido, mas a realidade é que, quando se precisa jogar partidas seguidas, vão pesando as pernas. Hoje, vimos. A sequência com tão poucos dias de recuperação é complicada. Quando ganhas, fica um pouco melhor, porque está alegre. Mas é difícil. Temos que trocar o chip por um resultado que nos aproxime da classificação na Libertadores.”

Miguel Ángel Ramírez
Duelo do primeiro turno foi encerrado com vitória vermelha/Foto: Ricardo Duarte

Na Venezuela, o Inter defende a liderança da chave. Com duas vitórias nas primeiras três rodadas, o Clube do Povo soma os mesmos seis pontos do Always Ready-BOL, mas leva vantagem no saldo de gols, superior em quatro tentos. Lanterna do grupo, o Táchira tem três pontos, e busca, diante do Colorado, a reabilitação no torneio.

Patrick marcou o segundo na goleada do Inter

Inter e Deportivo se enfrentaram na segunda rodada da Libertadores. No Beira-Rio, o Colorado superou os visitantes por 4 a 0, gols de Cuesta, Patrick, Galhardo e Yuri. A goleada, vale lembrar, foi construída apesar de o Clube do Povo atuar em desvantagem numérica durante boa parte da etapa final.

“Fizemos um bom jogo contra eles dentro de casa, mas, com certeza, agora vai ser uma pedreira. Jogo difícil. Libertadores não tem jogo fácil, tem que guerrear, tem que lutar, mas o nosso time vem demonstrando isso. Raça nunca vai faltar, estamos conseguindo fazer belas partidas e impor o estilo que o Miguel vem pedindo.”

Rodinei, para o Canal do Inter

Embalado na competição depois de superar o Olimpia, por 6 a 1, na semana passada, o Clube do Povo será o segundo adversário do Táchira na Venezuela. Na estreia, o Deportivo derrotou o Olimpia, por 3 a 2, no Estádio Pueblo Nuevo, palco do confronto desta terça.

Estádio Pueblo Nuevo/Foto: Site Deportivo Táchira

A partida desta terça-feira contará com completa cobertura da Rádio Colorada. Mais vermelha da internet, a emissora oficial do Clube do Povo estará no ar a partir das 18h, e seguirá ao vivo até o encerramento de toda a repercussão do duelo. As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) também contarão com rico minuto a minuto. Torça com a gente!

Bastidores da goleada na Libertadores

O Inter superou o Deportivo Táchira, na última terça-feira (27/04), por 4 a 0. Partida da segunda rodada do grupo B da Libertadores, foi disputada no Beira-Rio, e contou com gols de Victor Cuesta, Patrick, Thiago Galhardo e Yuri Alberto para o Clube do Povo. Confira os bastidores da vitória:

Inter presenteia dirigentes do Deportivo Táchira com placa alusiva ao jogo

O Sport Club Internacional, por meio do 1° vice-presidente Dannie Dubin (na ponta direita, na foto acima) e do vice-presidente de Relacionamento Social Cauê Vieira (à esquerda, na foto), prestou uma homenagem ao Deportivo Táchira antes da partida no Beira-Rio. Uma placa alusiva ao jogo válido pela 2ª rodada do Grupo B da Libertadores foi oferecida a dirigentes do clube venezuelano como demonstração de fidalguia ao adversário da noite na competição continental.

Pós-jogo | As entrevistas que sucederam a goleada continental

Após golear o Deportivo Táchira-VEN por 4 a 0, o Clube do Povo chegou aos três pontos na Libertadores 2021 e, assim, dorme na liderança do grupo B da competição. Após a partida, Miguel Ángel Ramírez, técnico colorado, e Victor Cuesta, zagueiro autor de um gol e dono de uma assistência, concederam entrevista coletiva para a imprensa do continente. Confira as principais aspas:

“Não sei se foi o melhor jogo, porque tivemos, no Gauchão, jogos muito bons. Mas é importante, importante para seguir trabalhando, para seguir adequando as peças, e sempre se trabalha melhor quando se ganha, quando se ganha bem. Nos dá confiança para dar continuidade ao trabalho, e espero seguir somando. Já temos outra partida em casa, e vamos tentar fazer todo o possível para voltar a somar três pontos.”

Miguel Ángel Ramírez
A coletiva de Miguel Ángel Ramírez

“Importante ganhar aqui em casa. Precisávamos nos recuperar da derrota que tivemos em La Paz. Hoje, era importante conseguir os três pontos. E a gente vem treinando muito a bola parada. Temos grandes cobradores. Rodinei, mais uma vez, bateu muito bem durante o jogo todo. Aliás, estraguei uma assistência dele, tive a possibilidade de fazer mais um gol. Mas o importante é a vitória, e que a gente continue nessa pegada porque ainda falta muita competição.”

Victor Cuesta
A íntegra da fala de Cuesta

De maneira exclusiva, quem conversou com a Mídia do Inter foi o atacante Thiago Galhardo. Camisa 17, o atleta, responsável pelo terceiro gol colorado contra os venezuelanos, fez questão de destacar a força do grupo do Clube do Povo, que goleou em três das últimas quatro partidas que disputou. Confira:

Outro nome que marcou gol e conversou com as redes coloradas foi Patrick. O Pantera comemorou a vitória, importante para a recuperação do Inter no grupo, mas ressaltou: a competição está apenas no começo. Veja a fala do camisa cinco da Libertadores!

Inter goleia na segunda rodada dos grupos da Libertadores

O Inter goleou o Deportivo Táchira-VEN, na noite desta terça-feira (27/04), em partida da segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Com gols de Victor Cuesta, Patrick, Thiago Galhardo e Yuri Alberto, o Clube do Povo construiu importante vitória por 4 a 0, que leva o Colorado aos três pontos na chave B.

+ Confira as entrevistas pós-jogo

Atual líder do grupo, o Colorado volta a campo, pela Libertadores, na quarta-feira da próxima semana (05/05). O adversário, no Beira-Rio, será o Olimpia-PAR, em partida marcada para as 21h. Antes disso, o Clube do Povo visita o Juventude, às 16h de domingo (02/05), na abertura das semifinais do Gauchão.


Show colorado

Que primeiro tempo de luxo construiu o Clube do Povo no Beira-Rio! À exceção dos primeiros 10 minutos, marcados pela eficácia da defesa venezuelana, que inclusive ousava adiantar linhas na tentativa de pressionar a saída de bola vermelha, o Colorado atordoou os visitantes com a intensidade de suas peças de frente.

Mauricio, uma delas, quase abriu o placar aos 18, em bonito chute enviado para escanteio. Cobrado por Rodinei, o corner encontrou indefensável cabeceio de Victor Cuesta, responsável por inaugurar o marcador. Os visitantes ainda tentavam se reencontrar no jogo quando, aos 23, Patrick pegou a sobra de excelente trama do ataque e mandou para as redes. Vantagem!

Maduro, o Colorado igualmente soube dosar o ritmo. Na casa dos 30, por exemplo, voltou a criar oportunidades, mas também valorizou a posse de bola, que bateria na casa dos 70% até o intervalo. A ofensividade, todavia, valeria novo gol. Aos 43, Cuesta, cirúrgico, lançou. Galhardo, mortal, marcou. Que atuação!


Um a menos no campo, um a mais no placar

A partida foi reiniciada no mesmo ritmo dos minutos que antecederam o intervalo. Desta vez, porém, Varela, goleiro adversário, decidiu aparecer como potencial vilão, operando dois milagres nos instantes que sucederam o apito do árbitro. Pouco depois, Palacios recebeu o segundo amarelo, em expulsão que alterou brevemente o cenário do duelo.

Iludido com a possibilidade de descontar a vantagem vermelha, o Táchira adiantou suas linhas, liberou os laterais, acumulou atacantes e, verdade seja dita, somou crescente posse de bola. A postura, ao mesmo tempo, ofereceu espaços, percebidos por Mauricio, que aos 29 lançou Yuri. Cara a cara, o atacante escapou em velocidade, invadiu a área e mandou uma bomba para marcar o último da noite.


Melhores momentos – primeiro tempo

9min – UH! Rodinei recebe lindo toque de Palacios e, pela direita da área venezuelana, tenta o cruzamento rasteiro. A zaga corta com Granados, ela ainda desvia no lateral colorado, e morre em lateral.

12min – ESTAVA? Do campo de defesa, Moisés descola excelente lançamento para Palacios. Ele dispara nas costas da zaga rival, e é indicado em impedimento pela arbitragem.

13min – CANTO BOLA! Edenilson é lançado por Rodinei e ajeita com Mauricio, que chega batendo. Desviada, ela vai em escanteio.

18min – BONITO! De pé em pé, Inter roda até o campo de ataque. Mauricio, pela esquerda da intermediária, manda uma bomba rasteira, que Varela espalma para dentro da confusão. Antes de Galhardo, Granados afasta por escanteio.

19min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DA ACADEMIA DO POVO! É GOOOOOOOOOOOOL! CUESTA! CUESTA! Rodinei, que fase do meu garçom! O lateral cobra escanteio na segunda trave, aberto, que Cuesta testa em direção ao ângulo esquerdo da meta venezuelana. Cova tentou, mas não alcançou a endereçada.

O gol de Cuesta na voz da Rádio Colorada

21min – UUUUUUH! Moisés, pela esquerda da intermediária de ataque, arrisca um canhotaço. Desviada, ela sai tirando tinta.

22min – SAAAAAAAAALVA, VARELA! Rodinei cobra novo escanteio pela direita. Mais uma vez aberta, ela reencontra Cuesta, que agora cabeceia para baixo. Goleiro venezuelano opera um milagre.

23min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOL! É GOOOOOL! PATRICK, É GOL DO MEU PANTERA, É GOL DO PANTERA NEGRA DO BEIRA-RIO! Edenilson, da defesa, lança Galhardo. O camisa 17 dispara em altíssima velocidade, deixa marcador e goleiro no chão e serve Mauricio. O camisa 27 finaliza, mas é travado por milagre de Varela. No rebote, porém, não houve dúvida. Patrick, com a canhota, mandou na bochecha da rede. INTER AMPLIA!

Assim a Mais Vermelha narrou o gol de Patrick

24min – Na comemoração, Patrick recebe o amarelo.

28min – Pérez Greco serve linda bola para Gómez, que domina e, na entrada da pequena área colorada, finaliza cruzado. Gondola não consegue completar, e ela morre pela linha de fundo.

30min – Camacho recebe o cartão por falta em Moisés.

32min – QUE TAPA, PAPAI! Ed serve passe milimétrico para Galhardo, por cima. O camisa 17 domina e tenta servir Patrick, mas a defesa corta. Na sequência, arbitragem indica impedimento de Thiagol.

33min – COOOOOOOOORTA A DEFESA! Palacios serve para Galhardo. Nas costas da marcação, o camisa 17 tenta servir Mauricio em bonito calcanhar. Defesa, porém, afasta.

39min – Táchira pressiona e soma cruzamentos parcialmente cortados. No último deles, Cova recebe na entrada da área e arrisca. Por cima, mas assustou.

43min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOL! GOL DO INTER! GOL DO INTER! GOL DO INTER! QUE GOLAÇO, QUE JOGADA! THIAGOOOOOOOOOOOOOOOOOL! Sofrida na altura do meio de campo, falta colorada é cobrada com enormes inteligência e precisão por Cuesta. Nas costas da marcação, Galhardo domina, corta o marcador em drible de letra, e ajeita para a perna esquerda antes de finalizar sem chances para Varela. O Inter já tem três!

Galhardo marcou, e a Colorada vibrou!

44min – Na comemoração, Galhardo recebeu o amarelo.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

46min – Palacios recebe o amarelo por falta em Granados.

47min – FIM DE PAPO! Inter três, Táchira zero. Grande vantagem!


Segundo tempo

0min – Táchira volta com novidade. Covea entra, Greco sai.

5min – MILAAAAAAAAAAAGRE! Edenilson recupera a bola para o Inter e lança Patrick. Nas costas da marcação, o Pantera domina, invade a grande área e manda a bomba, que Varela defende com o rosto.

10min – UHHHHHHHHH! Mauricio, dentro da área pela esquerda, cruza na medida. Dourado, na altura da marca do pênalti, desfere um testaço. Varela, de novo, salva.

12min – Nova mudança no Táchira. Entra Velasco, sai Hernández.

13min – Palacios recebe o segundo amarelo e é expulso.

19min – Troca dupla no Inter. Yuri por Galhardo, Marcos Guilherme no lugar de Patrick.

23min – UH! Edenilson, de ganchinho, serve Dourado, que desvia com a nuca, mas sem força. Varela defende.

24min – Covea amarelado por falta em Cuesta.

25min – Góndola amarelado. Acertou Rodinei.

27min – Chacon por Góndola, Angarita no lugar de Gómez. Táchira mudou.

28min – No Inter, Rodinei, combalido após pancada de Góndola, deixa o campo. Heitor entra. Outra novidade é Nonato, que substitui Edenilson.

29min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É GOL COLORADO! É DO CLUBE DO POVO! YURI, YURI, YURI ALBERTOOOOOOOO! Inter recupera a posse de bola pela esquerda do campo de defesa com Mauricio, que lança na medida para Yuri. Camisa 11 domina, dispara, invade a área, tira da marcação e, de canhota, estufa as redes. É O QUARTO!

Confira a narração da emissora do Clube do Povo para o gol de Yuri

30min – Na sequência do gol do Inter, entrou Fernández. Francisco deixou o campo.

31min – PRA FOOOOOOOOOOOOOOOOORA! QUE ASSISTÊNCIA, MAURICIO! Camisa 27 serve, Marcos Guilherme escapa, invade a área e, ao perceber a hesitação de Varela, tenta por cobertura. Para fora!

33min – SAAAAAAAAAAAAALVA! Nonato recebe de Yuri e, da altura da meia-lua, manda colocado, no canto direita. Varela se estica todo e manda em escanteio.

36min – Zé Gabriel sai, Pedro Henrique entra. Inter completa as trocas.

38min – LOMBA! Chacon invade a área colorada pela esquerda e finaliza. Goleiro encaixa, seguro.

40min – UH! Nonato e Mauricio tabelam pela direita da grande área venezuelana. O camisa 27 domina, ajeita para a canhota e manda chute forte, mas sem direção.

41min – EM CIIIIIIIIMA DA LINHA! Marcos Guilherme lança Yuri nas costas da marcação. O camisa 11 dribla Varela e manda rasteiro, mas Camacho, debaixo das traves, corta em escanteio.

45min – Vamos a 49. Mais quatro.

46min – LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMBA! Covea invade a grande área colorada a dribles e finaliza abafado pelo goleiro colorado. No rebote, o arqueiro salta em direção aos pés de Chacon e impede arremate que parecia certo. Canto bola.

49min – FIM DE PAPO! GOLEADA DO INTER!


Ficha técnica:

Internacional (4): Marcelo Lomba; Rodinei (Heitor), Zé Gabriel (Pedro Henrique), Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Nonato) e Mauricio; Carlos Palacios, Thiago Galhardo (Yuri Alberto) e Patrick (Marcos Guilherme). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

Deportivo Táchira (0): Cristopher Varela; Pablo Camacho, Carlos Vivas, Lucas Trejo e José Granados; Francisco Flores (Marlon Fernández), Maurice Cova e Nelson Hernández (Yeferson Velasco); Freddy Góndola (Yerson Chacón), Edgar Pérez Greco (Michael Covea) e Lucas Gómez (Duglar Angarita). Técnico: Juan Domingo Tolisano.

Gols: Victor Cuesta, aos 19’/1ºT, Patrick, aos 23’/1ºT, Galhardo, aos 43’/1ºT, e Yuri Alberto, aos 29’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Patrick, Thiago Galhardo e Carlos Palacios (I). Pablo Camacho, Freddy Góndola e Michael Covea (D)

Cartão vermelho: Carlos Palacios (I).

Arbitragem: Andrés Matonte, auxiliado por Horacio Ferreiro e Agustín Berisso. Quarto árbitro: Diego Riveiro. Quarteto uruguaio.

Estádio: Beira-Rio.

Fotos: Inter 4 x 0 Deportivo Táchira (2ª rodada/Libertadores)

Conheça os adversários do Inter na Libertadores 2021

Bicampeão da Libertadores, dono de 64 vitórias conquistadas ao longo de 13 participações no torneio, o Clube do Povo conheceu, na tarde da última sexta-feira (09/04), o caminho que precisará percorrer na edição de 2021 do principal campeonato de clubes da América. Realizado na sede da CONMEBOL, no Paraguai, o sorteio da fase de grupos definiu o Inter na chave B, ao lado de Olimpia-PAR, Deportivo Táchira-VEN e Always Ready-BOL. Saiba mais sobre os rivais colorados na abertura da competição:


> Gigante paraguaio

O Inter nadou de braçadas no futebol brasileiro em 1979. Continentalmente, porém, o protagonista do esporte foi outro. Dono de temporada perfeita, o Olimpia conquistou incrível Quádrupla Coroa na temporada. Campeonato Paraguaio, Copa Interamericana (disputada contra o hondurenho Santanecos, campeão da CONCACAF), Copa Libertadores e Copa Intercontinental foram as taças erguidas pelo Franjeado de Hugo Talavera, capitão, Ever Hugo Almeida, goleiro, Luis Cubilla, técnico, e companhia.

Olimpia conquistou o Clausura paraguaio/Foto: Olimpia Media

Respeitável, a biografia do Olimpia conta com outras duas taças da Libertadores, erguidas em 1990 e 2002, esta última com a participação de Enciso, jogador de passagem marcante pelo Inter. Maior campeão do futebol paraguaio com 45 taças, o cabeça de chave do grupo B garantiu vaga na Libertadores através da conquista do Clausura nacional.

Orteman assumiu recentemente a casamata alvinegra/Foto: Olimpia Media

Sob o comando de Orteman, ex-volante uruguaio que participou da conquista da América em 2002, o Decano sonha em expandir seu protagonismo para além das fronteiras paraguaias. Desde 2013, quando disputou a final da Libertadores contra o Atlético-MG, o Olimpia conseguiu avançar às oitavas da América em uma única ocasião, na temporada de 2019.

O grande destaque individual de La O é Roque Santa Cruz. Experiente centroavante de 39 anos, maior artilheiro da história da Seleção Paraguaia e ex-companheiro de Paolo Guerrero no Bayern de Munique, o experiente atleta conta com parceiro também letal na linha de frente alvinegra: el pollo Recalde, goleador do Olimpia na presente temporada.

Recalde (E) e Santa Cruz (D), dupla artilheira/Foto: Olimpia Media

Gigante que é, o Olimpia usa com relativa frequência o mítico Defensores del Chaco. Sua casa, porém, é o Estádio Manuel Ferreira. Famoso pelo mosaico presente na arquibancada principal, que imita um eletrocardiograma acompanhado das principais taças da história do clube, o endereço conta com capacidade para 24.686 pessoas.

Estádio Manuel Ferreira/Foto: Site Olimpia

> Experiente venezuelano

Vice-campeão nacional em 2020, o Deportivo Táchira ainda não foi a campo na atual temporada. Equipe venezuelana com mais participações na história da Libertadores, totalizando 23, impõe ao Inter o maior deslocamento nesta fase de grupos. A distância de Porto Alegre a São Cristóbal, cidade do Aurinegro, supera os 7.000 quilômetros.

Aurinegro vive últimos dias de pré-temporada/Foto: Deportivo Táchira

Convivendo com intensa reformulação no elenco, o time venezuelano estreia no campeonato nacional na próxima quinta-feira (15/04). Apostando no grande trunfo da manutenção do técnico Juan Domingo Tolisano, o Táchira receberá, no Estádio Pueblo Nuevo de San Cristóbal, visita do Hermanos Colmenarez.

A exemplo do Olimpia, o Táchira também conta com experiente atacante na linha de frente. Aos 39 anos, Edgar Pérez Greco é a grande esperança de gols para a torcida aurinegra. Atleta histórico, campeão nacional com o Deportivo na temporada 2010-2011, o goleador balançou redes nos amistosos preparatórios realizados ao longo do último mês de março, provando que o faro artilheiro segue em dia.

Greco em ação nos amistosos de pré-temporada/Foto: Deportivo Táchira

Para além do avante, o Táchira também conta com outros destaques individuais, casos do defensor Pablo Camacho, dos meias Zalzman, Cova, Tortolero e Covea, e do atacante Angarita. O sexteto integrou recente convocação de José Peseiro, comandante da Seleção da Venezuela, para período de treinos na capital Caracas.

Maurice Cova é uma das armas aurinegras/Foto: Deportivo Táchira

Palco onde o Táchira disputa suas partidas como mandante, o Pueblo Nuevo conta com capacidade para 38.755 pessoas. Reformulado para a Copa América de 2007, o Estádio é chamado de Templo Sagrado pelos torcedores aurinegros.

Panorama do Pueblo Nuevo/Foto: Deportivo Táchira

> Sensação boliviana

O Always Ready atua em um dos estádios mais altos do mundo. Mandante no Estádio Municipal de El Alto, cidade natal do clube, a equipe costuma jogar a 4.090 metros de altitude, condição que impõe grande obstáculo para os adversários visitantes. Na Libertadores, contudo, o adversário colorado deve mandar suas partidas em La Paz, localizada 400 metros abaixo.

Os atuais campeões da Bolívia/Foto: Always Ready

A edição de 2021 será a segunda na história da Libertadores a contar com o Always Ready. Distante do torneio desde 1968, a equipe garantiu vaga na competição após conquistar o último Campeonato Boliviano, taça que coroou ascensão meteórica no futebol local.

Após anos na segunda divisão nacional, o Always Ready retornou à elite no ano de 2018. Contando com aporte financeiro da família de Fernando Costa Sarmiento, atual presidente da Federação Boliviana, o clube contratou diversos ídolos do país para formar uma esquadra histórica.

Festa foi grande com a taça nacional/Foto: Always Ready

Fernando Saucedo, volante, Carlos Lampe, goleiro, Samuel Galindo, meia, e Rodrigo Ramallo, atacante, são algumas das estrelas do elenco, as quais receberam há pouco a companhia de Juan Arce, também jogador de frente. Outra novidade que desembarcou recentemente nos campeões bolivianos é Enrique Hernández, venezuelano oriundo do Caracas. Na casamata, Sebastián Nuñez comanda a equipe.

Unido, Always Ready quer fazer história/Foto: Always Ready

O calendário do Inter nos grupos da América:

20/04 – Always Ready x Inter – 19h15
27/04 – Inter x Deportivo Táchira – 19h15
05/05 – Inter x Olimpia – 21h
11/05 – Deportivo Táchira x Inter – 19h15
20/05 – Olimpia x Inter – 20h
26/05 – Inter x Always Ready – 19h