Edenilson é eleito melhor volante do Brasileirão em duas premiações

Camisa 8 voltou a ser destaque (Foto: Ricardo Duarte)

O final da temporada trouxe para Edenilson premiações individuais em dose dupla. Nesta sexta-feira (10/12), o camisa 8 colorado voltou a ser eleito como o melhor volante do Campeonato Brasileiro nos dois principais prêmios do país, o Bola de Prata da ESPN e o Prêmio Brasileirão da CBF, repetindo o feito do último ano.

Nesta edição do Campeonato Brasileiro o jogador anotou 11 gols e ofereceu sete assistências para os companheiros, totalizando 18 participações diretas em gols marcados pela equipe. Ao todo, foram 15 gols e 10 assistências na temporada de 2021, números que o deixaram como vice-artilheiro do time, atrás apenas do atacante Yuri Alberto.

Edenilson e sua segunda Bola de Prata (Foto: Ricardo Moreira)

As boas atuações em 2021 o levaram ser convocado por Tite para defender a Seleção Brasileira durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo no Catar. O camisa 8 colorado vestiu a Canarinho em duas oportunidades, diante do Uruguai e do Peru.

27x SuperEd: meio-campista assume artilharia do novo Beira-Rio

Edenilson é o artilheiro do novo Beira-Rio/Foto: Ricardo Duarte

Da genialidade de D’Alessandro à infiltração artilheira de Edenilson! A descrição do primeiro gol marcado por SuperEd no Beira-Rio serve de resumo ideal para o feito atingido pelo meio-campista no último sábado (13/11). Ao marcar duas vezes na vitória de 2 a 1 do Inter sobre o Athletico-PR, pela 32ª rodada do Brasileirão, o camisa oito do Clube do Povo chegou a 27 tentos anotados na casa colorada, superou D10s, que soma 25, e assumiu a artilharia isolada do Gigante pós-reabertura.

“As alegrias que vivo nesse Clube são diferentes,

são intensas, são marcantes. Eu amo este clube.

Muito feliz em poder ajudar a equipe e, também, com a honra de

me tornar o artilheiro do novo Beira-Rio!”

Edenilson no Instagram
Edenilson (8) ultrapassou D’Ale na artilharia histórica do novo Beira-Rio/Foto: Ricardo Duarte

Contratado no final de março de 2017, praticamente três anos após a reinaguração do Beira-Rio, Edenilson levou cerca de seis meses para desencantar na casa do povo colorado. Assistido por cruzamento magistral de D’Alessandro, o primeiro encontro do camisa oito com as redes do Gigante ocorreu no dia 27 de setembro, e abriu o placar na vitória do Clube do Povo sobre o América-MG, resultado importante na caminhada que reconduziu o Inter rumo ao seu lugar de direito no futebol nacional.

De cabeça, o gol em cima do Coelho sintetiza com perfeição uma das principais valências apresentadas por Ed ao longo das 246 partidas que o atleta já disputou com a camisa colorada. Dono de rara aceleração, o camisa oito não hesitou em atacar a área rival diante do espaço oferecido pela defesa nas cercanias da marca do pênalti. O jogador, que lê espaços como poucos, somente interrompeu o arranque para chegar às alturas e, delas, acertar o primeiro dos quatro indefensáveis testaços que já desferiu no Gigante.

Primeiro gol de Edenilson foi marcado contra o América-MG/Foto: Ricardo Duarte

Após encerrar sua primeira temporada de vermelho com apenas um gol no Beira-Rio, Ed reencontrou as redes da Padre Cacique logo no início de março de 2020. Contra o Cianorte, pela Copa do Brasil, o atleta marcou, de perna canhota, o segundo de vitória em cima dos paranaenses. Já o terceiro tento do craque no Gigante foi, também, o único do Gre-Nal 417, disputado diante de mais de 44 mil colorados e coloradas. Dois meses mais tarde, o camisa oito fecharia o ano com mais uma bola nas redes do América-MG.

A estreia de Edenilson nas súmulas continentais chegou em 2019. Nos grupos da Libertadores, o camisa oito transformou o gramado do Beira-Rio em pista de atletismo e, da defesa ao ataque, levou poucos segundos para fazer o Beira-Rio explodir com o segundo do Inter em cima do River. Temporada que seria a mais artilheira do meio-campista como local até então, o ano ainda contaria com tento em semifinal de Copa do Brasil e golaços contra CSA, Avaí e Botafogo, no Brasileirão.

Edenilson vazou o River na Libertadores de 2019/Foto: Ricardo Duarte

O gol 10 de Edenilson no Beira-Rio contou com o garçom ideal. Mais uma vez servido pelo arco D’Alessandro, o camisa oito foi flecha para invadir a área do Pelotas e fazer o Gigante festejar pela primeira vez um gol seu em Gauchão. Ano dos golaços, predicado justificado pelas pinturas que o meio-campista fez contra Santos e Vasco, 2020 ainda reservaria mais uma irônica coincidência entre SuperEd e D10s. Diante do Palmeiras, em partida que marcou a despedida do ídolo argentino do Clube do Povo, o gaúcho de Porto Alegre abriu o escore do confronto no exato instante em que o décimo minuto era atingido nos cronômetros.

Também pela temporada de 2020, mas já em 2021, Ed apresentou outro recurso que logo seria tomado como especialidade pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Nas respectivas rodadas 32 e 33 do Brasileirão passado, o meio-campista decretou as vitórias do Inter sobre Grêmio e Bragantino através de irrepreensíveis cobranças de pênalti. Agora craque da marca do cal, o veloz leitor de espaços se tornava, cada vez mais, artilheiro da confiança do povo vermelho.

Especialidade em pênaltis começou na temporada passada/Foto: Ricardo Duarte

Temporada alguma foi tão artilheira para Ed no Beira-Rio quanto 2021. Primeiro, no Gauchão, o camisa oito balançou as redes de nossa casa em três ocasiões, duas delas em cobranças de pênalti, expediente também usado para vazar o Olimpia-PAR na fase de grupos da Libertadores. Eleito melhor volante do Brasileirão de 2020, Edenilson abriu o Nacional de 2021 com 20 gols marcados no número 891 da Padre Cacique, número ampliado já na primeira rodada, quando nova penalidade virou tento, este celebrado contra o Sport.

A regularidade de Edenilson no Brasileirão, torneio no qual ocupa a vice-artilharia, impressiona. No início da competição, quando o Inter oscilou, o camisa oito garantiu importantes pontos para a equipe, como na partida contra o Ceará, quando fez, de pênalti, o gol do empate colorado no Gigante. Na retomada alvirrubra, o craque seguiu protagonista. Diante do Fluminense, por exemplo, SuperEd marcou duas vezes, ambas de cabeça, no triunfo de 4 a 2.

Os cliques do gol 25 de Ed/Fotos: Ricardo Duarte

Edenilson igualou D’Alessandro na artilharia do novo Beira-Rio no último dia 19 de setembro. Em partida da segunda rodada do returno, o meio-campista foi decisivo para chegar ao gol 25 no Gigante. Nos acréscimos, a segundos do apito final, ele recebeu assistência de Yuri para, a dribles, conquistar a área do Fortaleza e garantir o 1 a 0 do Clube do Povo. Faltava um para SuperEd assumir o posto de goleador da casa vermelha, e o tento precisava sair diante da torcida alvirrubra.

No sexto embate consecutivo disputado pelo Clube do Povo com presença de público no Beira-Rio, Edenilson foi protagonista para os presentes no Gigante. Na etapa inicial, o camisa oito empatou o jogo com chute rasteiro que Santos não defendeu, e Pedro Henrique, embora insistente, não impediu de encontrar as redes. Já no segundo tempo, o SuperEd esteve ainda mais demais! Cara a cara com o goleiro, ele reagiu ao descontrole da retaguarda do Athletico-PR com a sutileza das estrelas. De cobertura, mansamente, o Inter chegava ao 2 a 1.

Ed viveu noite especial contra o Furacão/Foto: Ricardo Duarte

Embalado pelos dois gols que marcou contra o Furacão, Edenilson disputará, nesta terça-feira (16/11), o primeiro superclássico de seleções de sua carreira. Convocado pela terceira vez consecutiva para a Seleção Brasileira, o meio-campista enfrentará a Argentina, fora de casa, em partida das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Encerrado o duelo continental, o craque se incorporará ao elenco colorado que, amanhã, visita o Cuiabá, a partir das 19h, pela 33ª rodada do Brasileirão. Pra cima, Ed!

Estamos contigo, Ed!/Foto: Ricardo Duarte

Bastidores da virada sobre o Athletico-PR

Mais uma vitória pra conta! De virada, o Colorado garantiu mais três pontos sobre o Athletico-PR neste sábado (13/11), pela 32ª rodada do Brasileirão. Os dois gols colorados da partida foram marcados por Edenilson, decretando o placar de 2 a 1 no Gigante. Confira os bastidores no Canal do Inter!

Pós-jogo | “A gente sabe que a nossa torcida faz a diferença!” Comemora Edenilson, nome da vitória colorada sobre o Athletico-PR

Com dois gols de SuperEd, o Inter venceu mais uma no Beira-Rio! Pela 32ª rodada do Brasileirão, o Clube do Povo virou para cima do Athletico-PR para conquistar o 2 a 1, que leva o Colorado aos 47 pontos na tabela. Depois do jogo, o técnico Diego Aguirre concedeu entrevista coletiva na qual repercutiu os principais destaques do triunfo vermelho. Confira as aspas:

“Fizemos um bom jogo, ganhamos merecidamente. Foi uma vitória muito importante, e precisávamos dela. Estamos brigando para classificar para a Libertadores, e temos que continuar, até o final do Campeonato, tentando o máximo de triunfos possíveis. Estou feliz pelo desempenho. Inter, hoje, jogou muito. Pressionou, jogou, teve personalidade. Começou perdendo e foi buscar. Apresentamos muitas coisas boas hoje, e temos que continuar assim até o final.”

Diego Aguirre, sobre a atuação colorada

“Foi outra boa coisa que aconteceu hoje: nós trabalhamos muito com a base, muitos jogadores treinam com a gente durante a semana, e Cadorini é mais um do grupo. Hoje, teve a oportunidade de jogar como titular e, para mim, fez um jogo muito bom. É um centroavante de área, que brigou, teve personalidade para jogar e se movimentar. Um perigo permanente. Meninos que podem jogar e que, pouco a pouco, vão virando realidade.”

Diego Aguirre, sobre a estreia de Cadorini como titular profissional

“É um orgulho, para mim, ter um jogador na Seleção Brasileira. Para o Inter, também. Hoje, ainda fez dois gols. Estamos muito felizes por ele. É provável que ele possa estar em Cuiabá, muito provável, mas vamos esperar para tomar essa decisão.”

Diego Aguirre, sobre Edenilson

Ainda na orla do campo, quem também falou, mas de maneira exclusiva à mídia do Inter, foi a dupla Palacios e Edenilson. Com os dois gols deste sábado, o camisa oito assumiu a artilharia colorada no novo Beira-Rio, palco que já testemunhou 27 seus. Convocado para a Seleção Brasileira na sexta-feira passada (12/11), o atleta se apresenta ao time de Tite neste domingo, dois dias antes de duelo da canarinho contra a Argentina. Assista à aspa do goleador.

Titular pela segunda partida consecutiva e dono de mais uma boa atuação com a camisa colorada, abrilhantada por assistência para o primeiro gol da noite, Palacios comemorou a vitória sobre o Athletico, analisou sua sequência dentro de campo e projetou o duelo da próxima quarta, quando o Inter visitará o Cuiabá na Arena Pantanal.

Com show de SuperEd, Inter vence o Athletico por 2 a 1 no Beira-Rio

Ele tá demais! Ele é de Seleção! Com dois gols de Edenilson, o Clube do Povo superou o Athletico-PR, na noite deste sábado (13/11), em partida da 32ª rodada do Brasileirão. A vitória de 2 a 1, conquistada de virada, leva o Colorado aos 47 pontos na tabela, e aproxima o time de Aguirre do G6 do país. Agora, o Inter volta suas atenções ao Cuiabá, adversário na próxima quinta-feira (17/11), na Arena Pantanal, às 19h.


Adversário incomoda, mas Inter pressiona

A história do primeiro tempo pode ser dividida em dois capítulos. O primeiro, vivenciado até o minuto 15, contou com maior posse do lado visitante, que conseguia envolver o Internacional e criar espaços para arrematar da entrada da área vermelha. O segundo momento do confronto foi de domínio colorado. Afinal, mesmo dono da bola, o Clube do Povo conseguia agredir em velocidade a zaga atleticana, que sofria tanto nas costas de Pedrinho, ala-esquerdo, quanto para conter Moisés e Patrick, intensos para incomodar a direita da defesa rival.

Centralizado nas costas de Cadorini, o chileno Palacios voltou a ter boa atuação com a camisa do Inter. Aos 21, ele pegou a sobra de corte da zaga e exigiu defesa segura de Santos, que dois minutos mais cedo quase fora vazado por testaço de Lindoso. Pouco depois, Carlos foi garçom de Patrick, que saiu de cara com o goleiro, fintou o goleiro, mas chutou sem direção. Quando o tento colorado parecia iminente, Terans fez bonita jogada individual para inaugurar a conta.

A desvantagem pouco impactou o anímico do time de Aguirre, que empatou aos 39. Moisés, em velocidade pela esquerda, deixou a marcação comendo poeira e cruzou rasteiro. Na altura da meia-lua, Palacios recebeu e, de primeira, acelerou até Edenilson, que encheu o pé diante da saída de Santos. Zagueiro responsável pela cobertura, Pedro Henrique até conseguiu desviar a bola, mas sem impedir que ela balançasse as redes paranaenses. Placar final do primeiro tempo: 1 a 1!


O SuperEd tá demais

Se o Athletico-PR conseguiu conter o ânimo vermelho no início do primeiro tempo, o mesmo não se pode dizer da abertura da etapa final. Insinuante, o Clube do Povo martelou desde o reinício do confronto, uma vez mais apostando na força do trio de meias formado por Edenilson, Palacios e Patrick. O gol da virada, contudo, custava a sair, motivando Aguirre a colocar Mauricio na vaga de Cadorini.

A troca aumentou a presença colorada na região central do campo, e foi recompensada em poucos minutos. Aos 19, Johnny e Mauricio tabelaram com estilo até o camisa 27 invadir a área. Travado pela marcação, o arremate do meio-campista encontrou rebote no pé direito de Edenilson, que finalizou de cobertura para anotar o segundo seu e do Inter na noite. Em vantagem, Aguirre colocou Heitor e Mercado, redesenhou a defesa com três zagueiros, e garantiu os três pontos.


Primeiro tempo

4min – UH! Palacios arma contra-ataque colorado, tabela com Edenilson e, da entrada da área, finaliza com a canhota. Sem direção, ela sai em tiro de meta.

7min – Terans avança pelo centro da intermediária ofensiva e chuta forte. Ao lado da meta de Lomba, ela saiu com perigo.

14min – SANTOS! Inter dispara pela direita com Cuesta, que aciona Edenilson. Camisa oito, ao lado da grande área, cruza rasteiro. Antes de Cadorini, goleiro atleticano faz a defesa.

19min – PRA FOOOOOOOOOOOOORA! Patrick recebe de Moisés, investe contra Marcinho e, pela esquerda da grande área, cruza com açúcar. Na segunda trave, Lindoso desvia com liberdade, mas tira demais da meta e ela sai ao lado do poste.

21min – SAAAAAAAAAALVA A ZAGA! Cadorini se livra da marcação e cruza rasteiro da direita. Patrick ganha a dividida e chuta, mas bloqueado por Pedro Henrique. Na volta, o rebote é de Palacios, que exige defesa de Santos.

23min – Bruno Méndez apresenta a sola e é advertido. Amarela para o uruguaio.

25min – Marcinho repete a solada, e a arbitragem repete o amarelo. Agora, para os visitantes.

28min – QUAAAAAAAAAAAASE O COLORADO! Edenilson fica com a sobra após escanteio cobrado pelo Athletico e aciona Palacios. O chileno dá ainda mais velocidade ao lance, dribla a marcação e encontra Patrick, que sai de cara com Santos, ganha ângulo para a perna direita e chuta rasteiro. Na rede, de fora!

29min – Kayzer aparece com liberdade na área colorada, mas finaliza sem direção. Assustam os visitantes!

35min – Contra-ataque atleticano acionado por Santos, que lança Terans. O uruguaio invade a área pela direita, corta para dentro e finaliza seguro.

39min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DE SELEÇÃO! É DE CRAQUE! É DE JOGADOR COLORADO E CANARINHO! ED, ED, ED, SUPERED! A jogada começa em altíssima velocidade e é armada por Moisés, que arrasta a marcação pela esquerda e inverte o jogo pelo chão. De primeira, Palacios, na meia-lua da grande área, só ajeita para Edenilson, que finaliza de primeira. Batido, Santos apenas assiste Pedro Henrique desviar, mas não impedir o gol colorado. Tudo igual no Gigante!

Assim a Rádio Colorada narrou o gol de empate do Inter

42min – E o Inter não para! Saravia faz boa tabela com Palacios pela direita e cruza aberto. A zaga tira, mas a sobra é de Moisés, que emenda de primeira. Ao lado!

43min – Com dores, Lindoso deixa o campo. Vem Johnny.

45min – Mais três! Vamos a 48.

46min – Cittadini recebe cruzamento de Marcinho e finaliza para fora.

48min – Intervalo no Gigante!


Segundo tempo

0min – Athletico volta com mudança: Pedro Rocha por Nikão.

2min – O homem não é de Seleção por acaso! Edenilson domina bola espirrada com enorme classe e, sem deixar ela cair, enche o pé. Santos encaixa.

3min – Ele tá afim de jogo! Palacios costura a zaga pela esquerda da entrada da área e finaliza rasteiro. Saiu com perigo!

5min – UUUUH! Patrick escapa pela esquerda e cruza na direção de Cadorini. Antes dele, Pedro Henrique, em desabalada carreira, afasta pela linha de fundo.

11min – Muda o Inter! Mauricio entra, Cadorini sai.

19min – É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! COMO JOGA O MEU CAMISA OITO! COMO JOGA EDENILSON! O MEU OITO É BRABO! O MEU OITO É CRAQUE! O MEU OITO É DE SELEÇÃO! SUPEREEED! Inter tabela com muito estilo pelo centro do gramado. Johnny, responsável pelo desarme no campo de ataque, tabela com Mauricio e aciona o camisa 27 com passe de gancho. O meia tenta o chute, é travado, mas o rebote fica com Edenison, livre na direita da área paranaense. Santos tenta abafar o chute, mas toma de cobertura! Golaço!

O golaço de Edenilson foi assim comemorado nos microfones da Colorada

24min – Thiago Heleno acerta Palacios sem bola e recebe o amarelo.

26min – Kayzer e Thiago Heleno saem no Furacão. Carlos Eduardo entra, bem como Zé Ivaldo.

31min – Heitor por Saravia, Mercado no lugar de Palacios. Muda Aguirre.

31min – Palacios leva o amarelo por retardar a saída.

33min – Cuesta e Moisés amarelados por reclamação.

36min – Bissoli e Jáder são as últimas novidades no Furacão. Saíram Christian e Pedro Henrique.

39min – Terans e Mauricio amarelados. Mais confusão.

45min – Vamos a 50! Mais cinco.

46min – Dourado recebe o amarelo.

50min – ACABOU! INTER VENCE!


Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba, Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Edenilson, Rodrigo Lindoso (Johnny), Rodrigo Dourado e Patrick; Palacios (Mercado) e Matheus Cadorini (Mauricio). Técnico: Diego Aguirre.

Athletico-PR (1): Santos; Pedro Henrique (Bissoli), Thiago Heleno (Zé Ivaldo) e Nico Hernández; Marcinho, Christian (Jáder), Cittadini e Pedrinho; Nikão (Pedro Rocha), Renato Kayzer (Pedro Rocha) e Terans. Técnico: Alberto Valentim.

Gols: Edenilson, aos 39’/1ºT e 19’/2ºT (I). Terans, aos 35’/1ºT (A).

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Palacios, Cuesta, Mauricio, Rodrigo Dourado e Moisés (I). Marcinho, Terans e Thiago Heleno (A).

Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro. Quarto árbitro: Francisco Soares Dias. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 10.046. Pagantes: 7.595. Adversária: 30. Menores: 160. Não pagantes: 2.261

Renda: R$ 368.000,00

Edenilson volta a ser convocado para a Seleção Brasileira

Virou rotina! Convocado nas duas últimas Datas FIFA, Edenilson voltou a ser chamado para a Seleção Brasileira nesta sexta-feira (12/11). Diante da suspensão do volante Casemiro, o técnico Tite recorreu ao craque colorado para compor o elenco que enfrentará a Argentina, fora de casa, na próxima terça (16/11).

Inicialmente, Tite não convocaria titulares dos principais times do Brasil para as duas últimas rodadas das Eliminatórias disputadas em 2021, mas foi demovido da ideia a partir de uma feliz coincidência nos calendários canarinho e colorado. Como o Inter irá a campo já neste sábado (13/11), quando enfrenta o Athletico-PR, Edenilson não desfalcará a equipe de Aguirre durante o tempo que servir ao país.

Com a amarelinha, Edenilson já foi a campo diante de Peru e Uruguai. Novamente convocado, ele ainda se converte no simbólico primeiro atleta chamado por Tite após a Seleção confirmar classificação para a Copa de 2022, feito atingido na última quinta-feira (11/11), depois de vitória sobre a Colômbia. Líder das Eliminatórias, o Brasil venceu 11 das 12 partidas que disputou até aqui na caminhada rumo ao Catar.

Edenilson volta a atuar pelo Brasil durante vitória de 4 a 1 sobre o Uruguai

Edenilson foi a campo pelo Brasil diante do Uruguai/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira goleou o Uruguai, na noite desta quinta-feira (14/10), em partida da 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. A vitória de 4 a 1 do time do técnico Tite, campeão da Sul-Americana com o Inter em 2008, marcou a segunda atuação de Edenilson vestindo verde e amarelo. Alçado a campo aos 42 do segundo tempo, o meio-campista do Clube do Povo teve mais uma boa atuação pela Canarinho.

Edenilson entrou em campo no lugar de Fred, atleta cria do Celeiro de Ases que brilhou com assistência para o primeiro gol do Brasil, marcado por Neymar aos nove da etapa inicial. Com a camisa 15 às costas, o vice-artilheiro colorado no Brasileirão atuou na segunda função do meio de campo canarinho, com liberdade para se movimentar a partir do corredor direito da região central. Inserido nesta dinâmica, participou das duas últimas tramas da Seleção no jogo ao longo dos poucos mais de seis minutos que permaneceu em campo antes do apito final.

Craque colorado teve boa movimentação nos minutos que permaneceu em campo/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Primeiro, Edenilson tabelou com Everton Ribeiro e, após escapar pelo centro, abriu jogo até Gabigol, que levantou para a área. Em velocidade, Neymar conseguiu o domínio dentro do retângulo, mas foi travado antes de arrematar. No lance, SuperEd aparecia com espaço na altura da marca do pênalti. Logo depois, o oito colorado só não deu assistência para o 10 do Brasil por culpa de Coates, que impediu que bonita trama da dupla fosse concluída com gol. Na cobrança da falta, o atleta do PSG quase fez o quinto, mas mandou por cima.

Da direita do meio para o campo inteiro: prazer, Edenilson/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Segunda partida de Edenilson pelo Brasil, que já estreara com a amarelinha no último dia 10 de setembro, quando o time de Tite superou o Peru por 2 a 0 em confronto da 10ª rodada das Eliminatórias para a Copa, a vitória sobre o Uruguai levou a Seleção aos 31 pontos na tabela. Com 15 de vantagem para a Colômbia, atual quarta colocada, a Canarinho, líder da corrida sul-americana para o Catar, está virtualmente classificada para o Mundial de 2022. Já SuperEd retorna ao Inter após ser desfalque nas três últimas rodadas.

Edenilson volta a ser convocado por Tite

Edenilson já marcou nove gols no Brasileirão 2021/Foto: Ricardo Duarte

O artilheiro do Brasileirão voltou a ser convocado para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo! Camisa oito colorado, Edenilson foi relacionado pelo técnico Tite para nova rodada tripla sul-americana. O meio-campista, que estreou pela Seleção Brasileira na Data FIFA mais recente, integra lista de 25 nomes divulgada nesta sexta-feira (24/09), e que também conta com o goleiro Alisson e o meia Fred, crias do Celeiro de Ases.

Entrevistado pelo Canal do Inter acerca da convocação, SuperEd compartilhou o sentimento de ser convocado pela segunda vez consecutiva para a Seleção. Realizando, mais uma vez, um sonho de criança, o camisa oito destacou o alto nível dos companheiros de Brasil, time que atualmente lidera as Eliminatórias Sul-Americanas com incríveis 100% de aproveitamento nas oito rodadas que já disputou. Além disso, Edenilson comentou como ele e família receberam a notícia do chamamento por Tite.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

“Muito feliz, honrado, de estar podendo representar o nosso país juntamente com a Seleção. Como falei da outra vez, é a melhor do mundo, com os melhores jogadores, então, sei o quão difícil é chegar até ela, e valorizo muito isso. Foi bem emocionante. Estava em casa, ansioso, porque sabia da possibilidade, tinham essas questões burocráticas de novo, de quem seria liberado e quem não seria. Meu filho também ficou emocionado de novo, dessa vez não filmei ele, mas tenho certeza que está muito feliz.”

Edenilson

Dono de oito gols no Brasileirão 2021, Edenilson integra grupo que enfrentará, nos dias 7, 10 e 14 de outubro, as respectivas equipes de Venezuela, Colômbia e Uruguai. O clássico com os charruas ocorrerá em Manaus, enquanto os dois primeiros duelos serão realizados com mando adversário. O meio-campista tem apresentação marcada para o próximo dia 4, segunda-feira seguinte à partida entre Inter e Atlético-MG.

Edenilson estreou pelo Brasil no último dia 9 de setembro, em vitória sobre o Peru/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Bastidores da segunda vitória consecutiva no Brasileirão

Duas vitórias consecutivas, sete pontos de invencibilidade e mais três pontos na conta. Emocionante, o 1 a 0 conquistado na manhã do último domingo (19/09) aproximou o Inter da parte de cima da tabela. Confira os bastidores da partida disputada no Beira-Rio!

Pós-jogo | “A vitória vale muito”, comemora Aguirre em entrevista coletiva

O início da tarde deste domingo (19/09) foi movimentado no Beira-Rio. Após contar com gol de Edenilson, marcado nos acréscimos da etapa final, para superar o Fortaleza por 1 a 0, o Clube do Povo chegou a sete jogos de invencibilidade e duas vitórias consecutivas no Brasileirão. Os feitos atingidos com o triunfo, bem como a maior proximidade da ponta de cima da tabela, foram repercutidos por Diego Aguirre em coletiva concedida depois do jogo. Confira as principais aspas:

“O resultado é o mais importante. Quem fala outra coisa, no futebol, para mim não é verdade. Mas, obviamente, temos que encontrar os caminhos para conseguir a vitória. Acho que hoje temos que valorizar muito os três pontos. Enfrentamos, na realidade, um dos melhores times do Campeonato Brasileiro, que está no G4, nas semifinais da Copa do Brasil. Então, a vitória vale muito. Tem muito valor.”

Diego Aguirre

“Mais um jogo em que não sofremos gols. Fomos competitivos, lutamos, brigamos e acreditamos. No final, procuramos a vitória e conseguimos. Estou feliz. Obviamente, sempre tem que trabalhar, sempre há coisas para melhorar, mas, quando você enfrenta um time que está em um bom momento, é normal que sofra, que tenha momentos de dificuldades. Nós superamos isso, e estou muito feliz. Essa é a verdade. Com certeza, vou comemorar muito. Nós sofremos muito quando estamos no futebol, porque dependemos do resultado e de momentos. Então, este é um momento de felicidade que sinto. Comemorei o gol, porque fazer nos acréscimos é sempre muito emocionante. De verdade, me sinto feliz, e temos que continuar com humildade, com trabalho, pois, pouco a pouco, vamos melhorar coisas. Continuar evoluindo.”

Diego Aguirre

Somos um time. Não há a parte esquerda, a parte direita, a parte do meio ou da frente. Não. Somos um time. Lembro que antes falavam dos problemas defensivos, e, hoje, acho que o Inter está defendendo muito. Quantos gols sofremos nos últimos jogos? Poucos. Isso precisa ser valorizado. A organização defensiva, a atuação do time todo. Estamos trabalhando muito para evoluir e, a cada jogo, tentar entregar mais.

Diego Aguirre

Herói do jogo, Edenilson conversou de maneira exclusiva com as redes sociais do Inter ainda no gramado do Beira-Rio. Artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro com nove gols marcados, o camisa oito do Clube do Povo destacou a boa fase do Inter, comemorou os três pontos conquistados e reforçou a importância do foco no jogo a jogo, encarando cada jogo com uma final no calendário alvirrubro. Veja:

Quem também concedeu entrevista exclusiva para a Mídia do Inter foi o zagueiro Bruno Méndez. Dono de mais uma atuação extremamente segura na zaga colorada, o uruguaio festejou a alegria oferecida pelo elenco à Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, valorizou o alto nível do adversário deste domingo e compartilhou a boa fase defensiva com todos os companheiros de time. Assista.