Inter vence Tolima e avança para a fase de grupos da Libertadores

Estamos nos grupos da Libertadores! O Clube do Povo recebeu, na noite desta quarta-feira (26/02), o Tolima-COL, para a disputa da partida de volta da terceira fase preliminar da competição. Iniciado às 21h30, o confronto teve o 1 a 0 para o Inter como placar final, gol de Guerrero. Com o resultado, o Colorado avança para a Chave E do torneio, que conta com América de Cali-COL, Grêmio e Universidad Católica. O primeiro duelo acontece às 19h15 da próxima terça-feira (03/03), diante dos chilenos, no Gigante. 

O Clube do Povo veio a campo disposto a abrir o placar nos primeiros minutos. Embalado pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que das arquibancadas apoiava incessante, o Colorado acumulou grandes oportunidades no primeiro terço da etapa inicial, exigindo defesas fundamentais do goleiro Montero, suficientes para manter o placar zerado após a pressão alvirrubra. Com o passar do tempo, o Tolima conseguiu respiro importante para se encontrar em campo e exigir de Lomba suas primeiras defesas, sempre seguras. A resposta de Coudet foi rápida: colocar Marcos Gulherme em campo, adiantando a equipe. Troca ousada, que, no minuto anterior ao intervalo, provou-se cirúrgica: em contra-ataque veloz, D’Alessandro e Marcos Guilherme triangularam pela direita, o gringo entortou a marcação com La Boba encantandor e, rasteiro, serviu Guerrero, que completou para o gol aberto. Para o momento da descida dos vestiários, Inter na frente!

À frente no placar, o Clube do Povo voltou para o último tempo exibindo tranquilidade que objetivava, em escapadas precisas e intensas, tentar definir a partida. Até criou para isso, mas sofreu, aos 16 minutos, a expulsão de D’Alessandro pelo segundo amarelo. Com um a menos, quem se sobressaiu foi Guerrero, perfeito na retenção de bola no campo de ataque e fundamental para garantir preciosos segundos de posse de bola ao Colorado. Já nos acréscimos, Lomba promoveu um milagre salvador, assim garantindo a vitória alvirrubra e vaga para o Inter na fase de grupos da Libertadores.

O Clube do Povo volta a campo no próximo sábado (29/02), quando visita, às 19h, o Caxias. A partida, que terá como sede o Estádio Centenário, marca a abertura do segundo turno do Campeonato Gaúcho, e antecede, em poucas horas, o início da fase de grupos da Libertadores. Na próxima terça (03/03), às 19h15, o Beira-Rio será palco de duelo entre Inter e Universidad Católica, confronto que já conta com serviço de jogo liberado. Vamos juntos, em busca de mais noites memoráveis como a que vivemos nesta quarta. Vamo, Inter!

Confira os melhores momentos do confronto:

Primeiro tempo:

1min – SAAAAAAALVA MONTERO! Inter roda a bola na entrada da área adversária. Ela chega para Guerrero que, na altura da meia-lua, corta para a direita e solta a bomba. Goleiro colombiano voa no canto para espalmar.

2min – Pressiona o Inter! De pé em pé a redonda chega até Guerrero, que aciona Edenilson. Dele com D’Ale, que avança pela direita e cruza fechado. A bola atravessa a extensão da meta e vai pela linha de fundo.

7min – ENSAIADA! D’Alessandro cobra escanteio pela direita com força, aberto. O ataque colorado parte em direção à primeira trave, carregando a defesa, enquanto Guerrero dá alguns passos para trás. A bola vai na direção do peruano, que domina no peito e, no momento de finalizar, toma o tranco. Novo escanteio!

9min – MONTEEERO! Boschilia vai ao fundo pela esquerda e cruza boa bola, na altura da marca do pênalti. Por ali sobe Guerrero, que cabeceia buscando o ângulo. Goleiro encaixa.

15min – OPA! Lindoso domina a bola pela intermediária e chama Guerrero, mais à frente. O peruano arma a parede para fazer o domínio, mas é atropelado por Quiñónes. Falta.

16min – UUHHH! D’Alessandro cobra buscando o ângulo esquerdo de Montero. A bola desvia na barreira e sai pela linha de fundo, levando muito perigo.

21min – UHHHH! Lindoso cruza da direita buscando Guerrero, que se projetava nas costas da marcação. O peruano não chega nela que, forte demais, encontra Uendel, rente à linha de fundo pela esquerda. O lateral chuta, levando perigo.

24min – UHHHHHHHH! Rodinei faz grande jogada pela direita e lança Edenilson, que vai ao fundo e cruza rasteiro buscando Guerrero. O peruano se projeta tentando chegar nela e atrapalha Montero, que deixara o gol para ficar com a bola, mas não conseguiu encaixar. Por detalhe a redonda não sobrou com o camisa 9 do Inter.

28min – Campaz lança Estupiñán, que estava impedido. Na sequência do lance, Lomba já atrapalhava o camisa 7 colombiano em boa saída do gol.

30min – LOOOOMBA! Campaz cobra falta em velocidade pela direita do ataque colombiano, oferecendo passe curto para Francisco Rodríguez. O camisa 19 manda uma bomba da intermediária, direto no ângulo direito da meta alvirrubra. De mão trocada, o arqueiro colorado voa para defender.

Foto: Anderson KBLO/S.C.Internacional

33min – UHHHHHHHHHHH! Na sobra de escanteio parcialmente afastado pela zaga colombiana, D’Alessandro cruza, de canhota, boa bola, fechando na direção do gol. Fuchs sobe livre, quase na pequena área, e desvia buscando o canto. Por detalhe!!

38min – SAAAAAALVA MONTERO! Grande trama do ataque colorado. Guerrero recebe boa bola de Boschilia e faz a parede para Edenilson, que avança pela direita e abre com o camisa 21. Dele, de calcanhar, para Uendel, que domina com a canhota, puxa para a direita e chuta rasteiro. Goleiro colombiano encaixa.

39min – Muda o Inter. Vem Marcos Guilherme, sai Rodrigo Lindoso.

43min – POR CIIIIMA! Musto toca na frente para Guerrero que, de primeira, deixa com Boschilia. O camisa 21 solta uma bomba, de canhota, que tira tinta do travessão visitante.

44min – Lomba! Campaz lança Estupiñán na esquerda do ataque colombiano. O camisa 7 deixa ela picar e, na sequência, engata chute forte, rasteiro. Com o pé, o goleiro colorado defende.

45min – Mais três minutos de acréscimos.

47min – UUUUUHHHH! Grande momento do ataque colorado. Marcos Guilherme vai ao fundo pela direita e cruza na segunda trave, buscando Edenilson. Quiñónes afasta de peixinho, mas a sobra é do camisa 8, na entrada da área. Ele corta para a esquerda e engatilha o chute, mas é travado. A jogada prossegue até Super Ed novamente, que domina ao lado de Uendel e cruza de canhota. Fechada, ela cai quase em cima da linha, assustando Montero, que defende em dois tempos.

48min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! DO CLUBE DO POVO, DO COLORADO, ALEGRIA DO NOSSO CORAÇÃO! Inter dispara em muita velocidade pela direita. D’Alessandro conduz o contra-ataque abrindo para Marcos Guilherme. Imparável, o relâmpago Marquinhos escapa da marcação e deixa com D’Ale, que domina na entrada da área e mostra que ainda está no clima de carnaval, chamando Banguero para dançar. La Boba nele que, sentado, assiste ao camisa 10 invadindo a área e cruzando rasteiro, na medida para Guerrero. O homem, o brabo, o pistoleiro não perdoou, apenas completando, debaixo das traves, para as redes colombianas. Inter na frente!

49min – Encerrado o primeiro tempo!

Segundo tempo:

2min – Marcos Guilherme recebe passe de Boschilia pela esquerda, ajeita para dentro e solta arremate rasteiro. Ela vai ao lado da meta de Montero, assutando o goleiro colombiano.

5min – UHH! D’Alessandro sofre falta na intermediária, pela esquerda. Quem cobra é Guerrero, em chute forte e venenoso que supera por centímetros o travessão colombiano.

7min – Cartão amarelo para D’Alessandro.

9min – Campaz pega a sobra de bola espirrada na intermediária ofensiva e manda chute forte. Picando, a redonda vai ao lado da trave esquerda de Lomba.

9min – Rodinei leva cartão amarelo.

10min – SAAAAALVA A ZAGA! Guerrero recebe boa bola pela direita, corta para dentro e solta a bomba. Ela explode na marcação e volta para D’Alessandro, que pega a sobra e manda de direita, ao lado do poste direito da equipe colombiana.

14min – Quiñonés é amarelado por falta em Guerrero.

16min – D’Alessandro leva o segundo amarelo e é expulso.

18min – Muda o Tolima. Vem Albornoz, sai Ríos.

23min – Segunda troca dos visitantes. Francisco Rodríguez deixa o campo para a entrada de Jorge Ramos.

26min – Terceira e última troca nos visitantes. Estupiñán dá lugar a Miranda.

28min – POR CIIIIMA! Edenilson dá grande passe em profundidade para Marcos Guilherme, que vai ao fundo, espera a chegada de Guerrero e cruza muito bem. O centroavante divide com a zaga e a bola é parcialmente espirrada, sobrando limpa, na entrada da área, com Musto. O camisa 5 enche o pé e quase acerta o ângulo da meta visitante.

35min – SALVA! Boschilia cobra falta pela esquerda da intermediária, na medida para Musto, que cabeceia forte. Seguro, Montero encaixa no centro do gol.

41min – Segunda troca na equipe colorada. Vem Johnny, sai Boschilia.

45min – Vamos a 49. Mais quatro!

47min – POR CIIIIIMA! Uendel avança pela esquerda e cruza rasteiro. Montero afasta parcialmente e ela fica, na marca do pênalti, para Guerrero, que vira e finaliza forte. A bola vai por cima, assustando.

47min – Muda o Inter. Entra Moledo, sai Rodinei.

47min – LOOOOOOOOOOOOOOMBAAAA! Albornoz é lançado pela esquerda do ataque colombiano, invade a área colorada e, de frente para Lomba, finaliza. Magistral, a saída do goleiro abafa o arremate e salva o Internacional. Vamo, Colorado!

48min – MONTEEEEEEERO! Inter responde em contra-ataque pela direita. Edenilson dispara em velocidade, escapa do último marcador e, da intermediária, toca para Guerrero. De frente para o goleiro o centroavante tenta por cobertura, mas Montero, com muito reflexo, voa para salvar o Tolima.

49min – Cartão amarelo para Marcos Guilherme.

49min – FIM DE JOGO! VITÓRIA E VAGA SÃO COLORADAS! VAMO, INTER!

Ficha técnica:

Internacional (1): Marcelo Lomba; Rodinei (Moledo), Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Uendel; Musto, Edenilson, Rodrigo Lindoso (Marcos Guilherme) e Boschilia (Johnny); D’Alessandro e Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet.

Tolima (0): Montero; Castrillón, Moya, Quiñones e Banguero; Robles, Ríos (Albornoz) e Gordillo; Estupiñán (Miranda), Campaz e Rodríguez (Jorge Ramos). Técnico: Hernán Torres.

Gols: Paolo Guerrero, aos 48’/1ºT.

Cartões amarelos: D’Alessandro, Marcos Guilherme e Rodinei (I). Banguero e Quiñonés (T).

Cartões vermelhos: D’Alessandro (I).

Arbitragem: Guillermo Guerrero apita, auxiliado por Christian Lescano e Ricardo Baren. Trio do Equador.

Local: Beira-Rio.

Público: 35.117. Pagantes: 32.342. Menores: 1.123. Não pagantes: 1.652.

Renda: R$ 1.452.590,00

Libertadores: saiba tudo sobre o próximo adversário colorado

Em busca de vaga na fase de grupos da Libertadores, o Clube do Povo enfrenta, a partir das 21h30 desta quarta-feira (19/02), o Tolima, em confronto que abre a terceira fase preliminar do torneio. Tendo como sede a cidade de Ibagué, na Colômbia, a partida corresponde aos primeiros 90 minutos de duelo dotado de contornos decisivos. Afinal de contas, quem se classificar do embate entre Inter e Deportes integrará a Chave E, que já conta com América de Cali, Grêmio, Universidad Católica. Confira, abaixo, tudo sobre o adversário de mais uma jornada continental do Colorado.

O Clube

Fundado no dia 18 de dezembro de 1954, logo de seu surgimento o Deportes Tolima exibiu intensa e curiosa relação com o futebol argentino. Formado majoritariamente por hermanos, o primeiro elenco de ‘Los Pijaos’ a disputar campeonatos oficiais, na temporada de 1955, chegou a utilizar o fardamento do Racing, de Avellaneda, enquanto procurava por uma camisa própria.

Hoje, passados 65 anos de sua fundação, a equipe se encontra devidamente consolidada no cenário colombiano, possuindo, mais do que uniforme e atletas reconhecidos por todo o continente, vistosa sala de troféus, em muito encorpada no século XXI. Atualmente, o Tolima ostenta três títulos da elite nacional, sendo dois Campeonatos, vencidos em 2003 e 2018, e uma Copa, erguida em 2014.

Libertadores

Nesta temporada o Tolima disputa sua segunda Libertadores consecutiva. Classificados para o torneio após encerrar o ano de 2019 na terceira colocação geral do campeonato colombiano, os adversários colorados deste meio de semana estrearam no certame continental na segunda fase preliminar. O adversário na ocasião foi o Macará, do Equador, em duelo encerrado com o 2 a 0 no agregado, escore construído através de dois triunfos pelo placar mínimo, gols anotados por Leandro Campaz.

Em 2019, integrando o Grupo G ao lado de Boca Juniors, Athletico e Jorge Wilstermann, o Tolima somou 8 pontos em seis rodadas, encerrando o chaveamento na terceira colocação, a um ponto dos paranaenses. Não foi diante do time curitibano, contudo, que os colombianos tiveram o mais marcante de seus encontros contra equipes brasileiras. Pelo contrário, a lembrança mais famosa de duelos entre ‘Los Pijaos’ e brazucas aconteceu ainda no início dos anos 10, mais precisamente em 2011. Enfrentando, na Pré-Libertadores, o Corinthians de Paulinho, Ralf, Chicão e Ronaldo, o Deportes segurou importante igualdade sem gols em São Paulo para depois aplicar irretocável 2 a 0 em sua casa e, assim, avançar à fase de grupos do torneio.

Momento

O Tolima foi a campo pela última vez na sexta-feira passada, dia 14 de fevereiro. Em partida da quinta rodada do Apertura, a equipe visitou o Rionegro Águilas. Encerrado com igualdade de 1 a 1 no marcador, o confronto teve em Andrey Quiñonez o artilheiro de ‘Los Pijaos’, que seguraram a frente do marcador até os 46 da etapa final, mas deixaram o triunfo escapar em gol de Andrés Rentería. Na ocasião, o técnico Hernán Torres mandou sua equipe a campo com Montero; Vásquez, Quiñones, Mosquera e Banguero; Henao, Gordillo, Campaz, Cataño e Andrey Quiñonez; Rojas.

Sede

O Deportes Tolima é um clube de Ibagué, principal cidade do departamento de Tolima, na Colômbia. Tratado como a ‘capital da música’ no país, o município se encontra a mais de 200km de Bogotá e aproximadamente 1.200m acima do nível do mar.

Presidente da Colômbia na segunda metade do século XIX, Manuel Murillo Toro é homenageado com o nome de batismo do estádio do Tolima. De capacidade para cerca de 30 mil torcedores, o campo foi inaugurado em 1955, à época com lugares para pouco menos de cinco mil pessoas. Para esta quarta-feira (19/02), a previsão é de casa cheia, inclusive devido a promoções na venda de ingressos para a torcida da casa.

Fotos: Universidad de Chile 0x0 Inter – Libertadores

Imagens da partida de ida da fase preliminar da Libertadores, em Santiago!

Inter enfrenta Universidad de Chile na segunda fase preliminar da Libertadores

Caminho definido! Bicampeão da América, o Clube do Povo conheceu, no último sábado (18/01), seu adversário na segunda fase preliminar da Libertadores. Será a Universidad de Chile, classificada para o maior torneio de clubes do continente após avançar à decisão da Copa local superando o Unión Española, por W.O. O duelo diante dos chilenos será disputado em partidas de ida e volta, com a primeira acontecendo em Santiago-CHI, às 19h15 do dia 4 de fevereiro, e os últimos 90 minutos no Beira-Rio, uma semana depois, também às 19h15.

Inter e Universidad de Chile se enfrentaram pela última vez no ano de 2015, também em confrontos válidos pela Libertadores. Integrantes do Grupo 4, as equipes tiveram seu primeiro encontro realizado na quinta-feira 26 de fevereiro. Primeira do certame disputada no remodelado Beira-Rio, a partida, acompanhada por 35.833 ensandecidos colorados e coloradas, foi encerrada com o placar de 3 a 1 para o Clube do Povo.

No returno da fase de grupos, o Inter viajou a Santiago para a disputa da penúltima partida do chaveamento disposto a conquistar pontos que encaminhassem classificação às oitavas. Nem o mais otimista colorado poderia imaginar, no entanto, que, ao soar do último apito, o Clube do Povo garantiria vitória pelo placar de 4 a 0. Maior goleada do Colorado como visitante no principal torneio de clubes do continente, esteve marcada por show de Nilmar, nome do jogo com dois gols.

Classificado para a Libertadores após encerrar o Brasileirão na sétima colocação, o Internacional figura no certame pela 13ª vez em sua história. Somando 59 vitórias em 120 jogos disputados no torneio, se superar a Universidad o Colorado enfrentará, na terceira fase preliminar, quem avançar de embate entre Maracá, do Equador, e Tolima, da Colômbia. Identificado pela CONMEBOL como G4, o confronto também terá seu vencedor sendo decidido no Beira-Rio. Deste chaveamento sairá a última equipe do Grupo E, que já conta com Grêmio, Universidad Católica, do Chile, e América de Cali, da Colômbia. Vamos juntos nesta caminhada, torcida colorada. Vamo, Inter!