Bastidores da última La Boba

Ao todo, foram 529 jogos, 13 títulos, 97 gols, 113 assistências e o coração da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Se todo carnaval tem sim, com a La Boba não seria diferente. E que privilégio ter passado por esses 14 anos de pura magia ao teu lado, Cabezón. Os Bastidores da última partida da carreira de D’Alessandro já estão no ar. Emocione-se:

“Eu amo esse Clube!” D’Ale se despede do futebol com festa e vitória

D’Ale foi Inter até o fim/Foto: Ricardo Duarte

Quando chegou a Porto Alegre para iniciar sua terceira passagem pelo Inter, D’Alessandro deixou claro que desejava se despedir do futebol ao lado do povo colorado, mas nem seus sonhos mais otimistas poderiam imaginar as emoções que estavam guardadas para o último jogo de sua carreira. Diante do Fortaleza, neste domingo de páscoa (17/04), o gringo chorou, sorriu, vibrou, reclamou, cantou e, o mais importante, venceu – como o protagonista de sempre.

Autor de um golaço, o de número 97 que marcou com a camisa do Inter, D’Alessandro desfilou à vontade ao longo dos quase 80 minutos em que permaneceu no gramado que lhe consagrou maestro. Depois, do reservado viveu sua primeira experiência na nova posição que ocupa, a de torcedor, com o gol de Alemão, que garantiu os três pontos para o Clube do Povo quando o relógio já se aproximava dos acréscimos da etapa final. Por fim, após o último apito, o ídolo foi tanto apaixonado quanto apaixonante para reger a festa das mais de 36 mil pessoas que não aceitavam a ideia de arredar o pé do Beira-Rio.

O primeiro ato do pós-carreira de D’Ale foi um emocionado abraço no parceiro Taison. Desfalque na segunda rodada do Brasileirão devido a edema muscular, o irmão e aprendiz do gringo apareceu no gramado tão logo o jogo foi encerrado, e fez questão de carregar, em seus braços, a estrela da noite até o centro do campo, onde Andrés recebeu não apenas o delirante sentimento do público, mas também o carinho de seus companheiros, que aos gritos festejaram a vitoriosa carreira do amigo e capitão.

Ensurdecedor, o rugir do Beira-Rio foi silenciado apenas sob às ordens do próprio estádio, que conclamou o povo a assistir uma linda homenagem veiculada em seus telões para o ídolo. Poético e nostálgico, o vídeo de agradecimento apresentado ao público presente no Gigante foi logo sucedido por mais cantoria, que embalou os últimos passos de D’Alessandro no número 891 da Padre Cacique. Diante de um corredor de aplausos, o gringo, acompanhado de seus familiares, ainda confraternizou com amigos e ex-companheiros antes de, enfim, tomar o rumo do túnel de vestiários.

Das chuteiras para os microfones, D’Ale encontrou tempo para conceder sua última entrevista coletiva como jogador de futebol. Irreverente e bem-humorado, o gringo travou mais um inesquecível encontro com a imprensa, ao longo do qual falou a respeito da história que construiu com a camisa colorada, analisou o legado que deixou no Clube do Povo, projetou os próximos passos de sua vida, desabafou sobre a emocionante despedida e, é claro, se declarou ao Inter, paixão que aprendeu a nutrir desde os primeiros dias que passou em Porto Alegre. Confira as principais aspas do ídolo:

Foto: Ricardo Duarte

“Eu nunca achei que era mais do que eu sou. Eu trabalhei para merecer o que aconteceu hoje. Sou mais um em uma história enorme, enorme, de atletas que ganharam muito mais do que eu, de atletas com uma identificação muito maior do que a minha. Mas isso não tira o que eu fiz.”

D’Alessandro
Foto: Ricardo Duarte

“A partir de amanhã, eu começo a mandar currículo (risos). Brincadeiras à parte, eu tenho uma dívida muito grande com o Inter. Quem me conhece, sabe o que o Inter representa na minha casa. Representa muito. Muito. Não só para mim, mas para a minha família. Do futuro, ninguém sabe, mas eu sinto que minha história com o Clube não fechou.”

D’Alessandro
Foto: Ricardo Duarte

“Legado a gente vai construindo. Tem uma palavra, para mim, que é fundamental: comprometimento. Por mais que tu tenha vontade, se tu não está comprometido com a causa, com a história do clube, com a camisa, não adianta. Tentei fazer tudo pelo lado do exemplo. Nunca cheguei tarde em um treinamento. Comprometido com o horário, com o pessoal que trabalha no Clube. Isso é o mínimo.”

D’Alessandro
Foto: Ricardo Duarte

“Para mim, não foi difícil gostar do Inter. Lá atrás, os presidentes, companheiros, colegas, funcionários, treinadores, me ensinaram a gostar do Clube. Eu amo esse Clube. Estou no lugar que eu quero. Na minha vida, River e Inter, em diferentes fases da minha carreira, me ajudaram muito, mas o tempo que eu fiquei aqui é incrível. Fez com que o Inter vire o Clube em que eu queria me aposentar.”

D’Alessandro
Foto: Ricardo Duarte

Ninguém é maior que o Clube. O tempo e a história dizem isso. Sempre falo do Índio, por exemplo. O maior vencedor da história do Inter, não é? Passou. O Bolívar passou. Hoje, eu estou passando. Passaram muitos. Muitos que ganharam mais do que eu.”

D’Alessandro
Foto: Ricardo Duarte

“O que aconteceu é incrível. Não sei o que falar. Eu sonhava, primeiro, com a vitória. Falei para o grupo, esqueçam da minha despedida. Nós precisávamos ganhar. E, depois, o gol fechou toda uma história que foi perfeita. Sinceramente, a ficha ainda não caiu. Estou meio no ar. Mas tu viu como eu comemorei. Os caras se jogavam em cima de mim, e eu dizia pra ter calma, porque tinha o VAR. Não sabia como comemorar, saí correndo. Graças a Deus foi gol, e a história fechou como eu imaginava.”

D’Alessandro

Inesquecível: assim foi a última La Boba do nosso maestro, que além de despedida, também serviu de recomeço. Nesta segunda-feira (18/04), todos amanheceremos de cabeça erguida, com o ânimo renovado de quem veste uma camisa que não é vermelha por mero acaso. Nossas cores, afinal, são encarnadas. Vibrantes, como D’Alessandro foi até o fim. E como seguirá sendo. Porque D’Ale é Inter. E Inter sempre será D’Ale.

Fotos: Inter 2 x 1 Fortaleza – 2ª rodada/Brasileirão 2022

No Beira-Rio lotado, o Inter venceu o Fortaleza por 2 a 1, na noite deste domingo (17/04), em duelo da segunda rodada do Brasileirão 2022. Os gols do Clube do Povo na partida, última da carreira do ídolo D’Alessandro, foram marcadas pelo próprio D10s, em uma pintura de perna esquerda, e por Alemão, que balançou as redes pela primeira vez com a camisa colorada. Confira as imagens do histórico confronto!

A vitória que D’Ale merecia: com golaço do ídolo, Inter vira sobre o Fortaleza no Beira-Rio lotado

Inter venceu na despedida de D’Alessandro/Foto: Ricardo Duarte

O dia 17 de abril de 2022 jamais será esquecido pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Na noite deste domingo de páscoa, Andrés Nicolás D’Alessandro, um dos principais ídolos da história colorada, viveu a última partida de sua carreira, que foi disputada como o craque merecia: na raça, na bola, na emoção de um Gigante lotado e com vitória do Clube do Povo do Rio Grande do Sul.

No Beira-Rio, o camisa 10, titular do jogo, marcou um golaço nos acréscimos do primeiro tempo. Já na etapa final, D’Ale viu, do banco, Alemão fazer o segundo da vitória de 2 a 1 do Inter sobre o Fortaleza, válida pela segunda rodada do Brasileirão. O resultado deixa o Colorado com três pontos na tabela do Nacional, campeonato pelo qual o Clube do Povo volta a campo no próximo sábado (23/04), às 19h, diante do Fluminense, no Maracanã.

Alemão decidiu na reta final de partida/Foto: Ricardo Duarte

Inter ligado

O clima de festa estava armado, mas de nada ele serviria não fosse a sintonia apresentada entre time e torcida desde o primeiro apito. A presença de D’Ale entre os titulares injetou ainda mais ânimo na massa colorada, que iniciou o jogo ao lado do Inter, e foi recompensada com bons escapes pelo corredor esquerdo de ataque, armados tanto por Renê quanto por Pena. Já pela direita, o camisa 10, escalado como nos tempos do Bi da Libertadores, aprontava das suas junto de Bustos, e os dois, juntos, construíram trama que Wesley quase transformou em gol aos 27.

Torcida e time jogaram juntos contra o Fortaleza/Foto: Ricardo Duarte

Aos 40, instantes após a arbitragem ignorar duas possíveis penalidades para o Inter, D’Alessandro quase foi garçom. Depois de erro do goleiro Max Walef, Gabriel ficou com a posse na intermediária ofensiva e lançou o argentino, que de primeira deixou com Mauricio. Dentro da área, o meio-campista dominou com a perna esquerda e, de imediato, chutou de direita, mas teve seu gol tirado por desvio da zaga. Era noite de fortes emoções.


D10s

O empate saiu dos pés dele/Foto: Ricardo Duarte

Os acréscimos já haviam sido indicados quando o árbitro, atendendo a chamado do VAR, ignorou o critério que havia estabelecido ao longo do primeiro tempo e marcou pênalti em favor do Fortaleza. Às vésperas do intervalo, o time visitante abria o placar, e os mais de 36 mil colorados e coloradas presentes no Beira-Rio, sentindo o momento de adversidade, corriam os olhos em direção a D’Alessandro, como muitas vezes fizemos ao longo dos últimos 14 anos. Contra os problemas, apostávamos, de novo, em um representante nosso no gramado. E é claro que ele respondeu.

O último grito de gol/Foto: Ricardo Duarte

Imediatamente após a saída de bola no centro do gramado, D’Ale, presente na intermediária esquerda do campo de defesa, virou jogo até Bustos, que atacava pela direita. Em velocidade, o camisa 10 tratou de se aproximar do parceiro e conterrâneo, iniciando tabelinha envolvente. Em dado momento, porém, dois adversários cercaram o craque, que parecia não ter mais para onde seguir. A não ser entre as pernas de seu marcador. Dada a caneta, D’Alessandro tinha o gol a sua frente.

Mesmo sem ângulo, o ídolo sentiu que poderia superar Max Walef, e disparou violento canhotaço. Esforçado, o goleiro rival até tocou na bola, mas sem a menor chance de fazer a defesa. Pela 97ª vez, em seu jogo 529, D10s marcava um gol pelo Inter. Incrédulo com o que acabara de fazer, o artilheiro da noite comemorou com uma desorientada corrida, finalizada já diante de sua família, presente na altura do Portão 8 do Beira-Rio. Tudo igual no Gigante, que com os olhos cheios d’agua recebeu o apito do intervalo.

Todos saúdam D10s/Foto: Ricardo Duarte

Colorado passa por cima de tudo e todos

O Colorado voltou dos vestiários no embalo da linda festa que encerrara o primeiro tempo. Logo aos dois, Wesley e Johnny arrancaram suspiros da torcida, fazendo crer que a virada estava próxima. No minuto seguinte, porém, a arbitragem marcou novo pênalti para o Fortaleza. Por reclamação, o protagonista da noite ainda foi advertido com amarelo. Tudo levava a crer que o destino armava uma armadilha para o Inter. Tudo menos os gritos do povo, que amaldiçoou a cobrança de Pikachu. No poste!

Tem pênalti que não entra…/Foto: Ricardo Duarte

A vitória voltou a ficar próxima depois da chance desperdiçada pelos visitantes, que foi sucedida pelo momento de maior pressão do Clube do Povo na partida. Dono do campo de defesa adversário, o time treinado por Cauan de Almeida ainda contava com uma atuação de luxo de Rodrigo Moledo, que, titular pela primeira vez em 15 meses, impedia qualquer possibilidade de contra-ataque cearense e alimentava a blitz colorada, enquanto a bola insistia em não entrar.

Incomodado com a inoperância de seu ataque, Vojvoda trocou toda a linha de frente do Fortaleza aos 21. Percebendo maior disposição do lado rival, Cauan respondeu renovando o fôlego do meio de campo aos 26, quando sacou D’Alessandro, aplaudido de pé por torcida, companheiros, rivais e, inclusive, arbitragem. O jogo de xadrez das casamatas equilibrou o confronto durante poucos minutos, até Alemão substituir Wesley, que deixou o campo esgotado depois de boa atuação.

Uh! Alemão!/Foto: Ricardo Duarte

Colorado de infância, Alemão estava predestinado a marcar seu primeiro gol pelo Inter logo em uma noite tão importante para o Clube do Povo. Assim que entrou em campo, o centroavante cavou faltas que reforçaram a presença alvirrubra no campo de ataque. O momento de consagração, porém, surgiu aos 44, quando Boschilia recebeu de Bustos e lançou o centroavante. Cara a cara com o goleiro, ele chutou de perna direita, no contrapé, para garantir os três pontos. Explosão no Beira-Rio!

Festa entre colorados/Foto: Ricardo Duarte

Primeiro tempo

7min – Amarelo para Capixaba. Caçou D’Alessandro.

8min – UUUH! D’Ale serve Renê, que invade a área do Fortaleza pela esquerda e cruza rasteiro. Landazuri trava em escanteio.

15min – Vargas é flagrado em condição irregular pela arbitragem, mas somente após lance de ataque cearense ser concluído. Nesse, Moisés desperdiçou boa chance.

16min – Bom escape! Pena, pela esquerda, encara a marcação no mano a mano e chuta rasteiro. Walef encaixa.

21min – Mercado recebe o cartão após falta em Robson.

27min – QUASE! Bustos percebe Wesley no mano a mano e lança em profundidade. Centroavante leva a melhor sobre Titi, carrega até a área e cruza por baixo. Zaga corta em escanteio!

28min – SALVA A ZAGA! D’Ale, gênio, percebe Bustos nas costas de Capixaba e serve o lateral, que cruza rasteiro. Wesley chuta, mas Benevenuto, providencial, coloca o pé na frente e desvia pela linha de fundo.

30min – BEM, JOHNNY! Matheus Vargas faz a diagonal para a direita da área colorada, recebe bom passe e tenta a assistência para quem chega de trás. Volante alvirrubro não hesita e corta o perigo!

38min – De longe, Moisés chuta com pique para surpreender Daniel, mas goleiro colorado encaixa sem rebote.

39min – NADA? Bustos é atropelado por Capixaba. Lateral estava dentro da área rival, pela direita, mas infração foi ignorada pelo árbitro.

40min – QUE CHAAAAAAAAAAAAAAANCE! Max sai jogando errado, e Gabriel tira proveito da falha do goleiro. Volante estica para D’Alessandro, que recebe ao lado da meia-lua e deixa, de primeira, com Mauricio. Dentro da área, 27 domina e chuta mascado, ao lado.

45min – Mais um de acréscimo. Vamos a 46!

48min – Após consulta ao VAR, árbitro assinala pênalti para o Fortaleza e adverte Johnny com cartão.

50min – Yago Pikachu abre o placar para o time visitante.

51min – MEU DEUS DO CÉU! MEU DEUS DO CÉU! MEU DEUS DO CÉU! EU TE AMO, D’ALESSANDRO! EU TE AMO, MAESTRO! OBRIGADO POR ESCOLHER O INTER! OBRIGADO POR SER DO INTER! NÓS TE AMAMOS! É GOL! É GOL! É GOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É UM GOLAÇO! É UMA PINTURA! É MAGIA, É GENIALIDADE, É POESIA, É DESTINO, É TRABALHO, É DIVINO! D’Alessandro arma jogada pela direita, tabela com Bustos, encara a marcação de dois defensores, aplica uma caneta desconcertante em Felipe, invade a área e, mesmo sem ângulo, solta um canhotaço. Um foguete, empurrado por milhares de colorados e coloradas, que até explode nas mãos de Walef, mas morre nas redes visitantes. GOLAÇO! O DE NÚMERO 97 DE D’ALE PELO INTER!

O gol de D’Alessandro na narração da Rádio Colorada

52min – Intervalo no Gigante.


Segundo tempo

0min – Inter retorna com Bruno Méndez na vaga de Mercado.

2min – QUASE A VIRADA! Pena cobra lateral pela esquerda direto na área, na direção de Wesley, que prende a marcação com o corpo e chuta forte. Max salva, Mauricio pega o rebote e cruza para Johnny, que desvia por cima.

3min – Robson é derrubado, e arbitragem assinala pênalti para o Fortaleza.

4min – D’Alessandro recebe o amarelo por reclamação.

8min – NO POOOOOOOOOOOOOOOOSTE! PIKACHU COBRA NO POSTE! VAMOS VIRAR, COLORADO!

11min – FOI BONITO! Wesley faz a parede para Mauricio, que recebe na direita da área e cruza na direção de Pena. O camisa 14 estava livre, mas a bola veio forte demais!

15min – Mauricio, D’Ale e Bustos fazem uma roda de bobo pela direita e ganham espaço para o cruzamento, feito pelo 27. Livre, Wesley desvia, mas ela sai sem força e vai nas mãos de Max.

19min – O QUE O MOLEDO ESTÁ JOGANDO, MEUS AMIGOS, É BRINCADEIRA! Pikachu aparecia livre na área colorada, mas sequer consegue o domínio antes do desarme do meu zagueiro. Daniel, atento, fica com a sobra.

21min – Vojvoda responde à pressão colorada com três trocas. Entram Crispim, Romero e Kayzer nas vagas de Matheus Vargas, Moisés e Robson.

23min – Bustos cobra falta rápida pela direita do ataque. Acionado, Mauricio vai até a entrada da área e arrisca de canhota. Walef encaixa.

26min – Obrigado, D’Ale! Você é eterno, e o 891 da Padre Cacique será SEMPRE a tua casa! Camisa 10 deixa o campo para a entrada de Boschilia. Também vieram Caio e Dourado, substitutos de Mauricio e Johnny.

32min – Alemão vem a campo no Inter. Wesley, com dores, é sacado.

33min – UH! Boschilia cobra falta pela esquerda. Ela supera a barreira, mas também o poste.

34min – Capixaba é substituido por Vojvoda. Entra Lucas Lima.

37min – Boschilia reclama e, por isso, recebe o amarelo.

40min – ELA NÃO QUER ENTRAR! Do corredor central da intermediária de ataque, Pena cobra falta direto. Ele buscava o ângulo de Walef, que até se esticou, mas não chegou nem perto. Teimosa, contudo, a bola sai pela linha de fundo.

41min – Romero amarelado. Puxou Renê.

44min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOL DE QUEM JOGOU! É GOL DE QUEM TENTOU! É GOL DE QUEM PRESSIONOU! É GOL DO CLUBE DO POVO, É GOL DE UM COLORADO, É GOL DE ALEMÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO! Em velocidade, Inter sai para o contra-ataque desde a esquerda do campo de defesa. Na direita, Bustos recebe e cruza bola rasteira na direção de Boschilia, que atua como garçom e coloca no pé de Alemão. De primeira, o chute do centroavante, de perna direita, sai no contrapé de Walef e morre no cantinho. Vira? Virou, meu povo!

Alemão virou, e a Colorada narrou assim

45min – Mais seis! Vamos a 51.

45min – No lance do gol, dois amarelos foram apresentados: Alemão, por comemorar abraçado à torcida, e Jussa, que reclamou.

49min – UUUUUUUUUUUUUUUUH! Caio é lançado na esquerda da área rival e solta o canhotaço por cima. Quase o terceiro.

51min – ACABOU! ACABOU! ACABOU! O INTER VENCE NO GIGANTE!


Ficha técnica:

Internacional (2): Daniel; Bustos, Rodrigo Moledo, Gabriel Mercado (Bruno Méndez) e Renê; Gabriel, Johnny (Rodrigo Dourado), Mauricio (Caio Vidal) D’Alessandro (Boschilia) e Carlos de Pena; Wesley Moraes (Alemão). Técnico: Cauan de Almeida.

Fortaleza (1): Max Walef; Landazuri, Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Zé Welison, Felipe, Juninho Capixaba (Lucas Lima) e Matheus Vargas (Lucas Crispim); Robson (Renato Kayzer) e Moisés (Silvio Romero). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Gols: Yago Pikachu, aos 50’/1ºT (F). D’Alessandro, aos 51’/1T, e Alemão, aos 44’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Mercado, D’Alessandro, Boschilia, Alemão e Johnny (I). Capixaba, Silvio Romero e Matheus Jussa (F).

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima. Quarto árbitro: Rafael Rodrigo Klein. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 36.573. Não pagantes: 23.906. Pagantes: 12.667.

Renda: R$ 644.027,00

Raio-X: na despedida de D’Alessandro, Inter encara o Fortaleza pelo Brasileirão

Diante do Fortaleza, D’Ale se despedirá dos gramados/Foto: Ricardo Duarte

Dia 17 de abril de 2022. Domingo de páscoa. Domingo de Inter em campo no Beira-Rio. Domingo que, desde já, está eternizado na história do Sport Club Internacional. A partir das 18h, Clube do Povo e Fortaleza duelarão pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Importante para as pretensões coloradas no Nacional, a partida também marcará a despedida de Andrés Nicolás D’Alessandro dos gramados. A seguir, você encontra todas as informações sobre o confronto.

Transmissão;
Ingressos;
Pré-jogo com Churrasco especial;
Preparação do Inter;
Relacionados colorados;
Arbitragem;
De olho no rival;
Duelo mais recente entre as equipes;
Histórico do confronto;


Transmissão 📻

A programação da emissora oficial do Clube do Povo estará no ar a partir das 16h30 deste domingo, horário em que a Rádio Colorada apresentará a última entrevista de D’Alessandro como atleta alvirrubro. Na sequência, às 17h10, começará o pré-jogo Portões Abertos, e, com ele, a jornada mais vermelha do planeta bola. O relato minuto a minuto das redes sociais do Inter (TwitterInstagram e Facebook) também acompanhará, com imagens dos principais lances da noite, o duelo válido pela segunda rodada do Brasileirão, que ainda contará com transmissão do Premiere. Torça com a gente!

ProgramaçãoPlataforma
20h30Portões AbertosSite e APP do Inter
21h30Jornada EsportivaSite e APP do Inter
23h30Vestiário VermelhoSite e APP do Inter

Dia de lotar o Gigante para D’Ale 🏟️

Segundo jogador com mais partidas disputadas com a camisa colorada, D’Alessandro é, como nós, um apaixonado pelo Inter. Devoto às cores vermelha e branca, o argentino, multicampeão ao longo dos 14 anos que defendeu o Clube do Povo, fez questão de retornar a Porto Alegre para os últimos meses de sua carreira, decidido a se despedir do futebol no gigante palco do qual eternamente será maestro. Agora, a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande conta com condições especiais para dar adeus ao ídolo, já que sócios(as) de todas as modalidades terão acesso liberado às áreas livres do Beira-Rio neste domingo, necessitando apenas realizar o Check-In ou a simbólica compra de ingresso gratuito.

O Gigante, e D’Ale, te esperam!/Foto: Ricardo Duarte

A parcela da torcida que não é sócia também conta com preço diferenciado para confirmar presença no jogo contra o Fortaleza, uma vez que, nas áreas livres do Gigante, a entrada, que tradicionalmente custa R$ 100,00, está sendo comercializada por metade do preço. Clique aqui para acessar o serviço de jogo e conferir mais informações sobre ingressos! Neste domingo, todos os caminhos levam ao Beira-Rio, onde passado e presente se encontrarão para saudar um gigante e lutar por três pontos no principal campeonato do país. Contamos com o teu apoio!


Vem pro Churrasco do Povo Colorado! 🇦🇹

O tradicional Churrasco do Povo Colorado é a melhor pedida para o pré-jogo diante do Fortaleza! A partir das 10h, a torcida vermelha está convocada a tomar o Parque Marinha do Brasil, nas cercanias do Gigantinho, para celebrar o aniversário de 113 anos do Inter, comemorado no último dia quatro. Aberta a todos os alvirrubros e alvirrubras, a festa será embalada por shows musicais realizados a partir de trio elétrico, e contará com quiosque para associações, banheiros químicos disponibilizados pelo Clube e espaço para fotos com os troféus do Mundial e da Libertadores.


Preparação concluída

Sob novas ordens, o elenco se preparou para encarar o Fortaleza ao longo da última sexta-feira e do sábado de véspera da partida (16/04). Auxiliar da comissão técnica colorada, Cauan de Almeida assumiu interinamente a casamata do Clube do Povo diante da saída de Alexander Medina, ocorrida depois do empate de 1 a 1 do Inter com o Guaireña, na última quinta-feira (14/04), e comandou os trabalhos prévios à segunda rodada do Brasileirão.

Grupo que participou do último treino da carreira de D’Alessandro/Foto: Ricardo Duarte

O primeiro dia de treinos no CT Parque Gigante contou o com elenco dividido, na medida em que os atletas que enfrentaram a equipe paraguaia realizaram atividades regenerativas na academia. O restante do grupo trabalhou com bola, iniciando os exercícios que foram completados, desta vez por todos os jogadores, na tarde de sábado, quando Cauan organizou dinâmicas táticas que encaminharam a escalação que será titular contra o Leão.

Aos 33 anos, Cauan chegou ao chegou ao Beira-Rio no início de 2022. Instrutor nos cursos da CBF Academy, o profissional conta com licença C da UEFA, e já trabalhou no futebol de Portugal, no América-MG, onde foi tanto técnico de categorias de base, entre 2017 e 2019, quanto auxiliar do time profissional, de 2019 a 2021, e no Vasco. Almeida ainda participou da preparação da Seleção Brasileira Sub-17 para a Copa do Mundo de 2019, conquistada pela Canarinho.

Cauan de Almeida comandará o Inter neste domingo/Foto: Ricardo Duarte

Novidades em campo e nos bastidores 👀

Contratado pelo Inter na última semana, o lateral-esquerdo Renê é a grande novidade na lista de jogadores relacionados para a segunda rodada do Brasileirão. Oriundo do Flamengo, o defensor, que também já vestiu as cores do Sport, poderá fazer sua estreia como jogador colorado. Já Alan Patrick e Pedro Henrique, dupla de reforços que também foi anunciada nos últimos dias, ainda não têm condições de atuar, embora já treinem no CT Parque Gigante. Os dois, vale lembrar, vieram do futebol europeu.

Renê pode fazer sua estreia pelo Inter/Foto: Ricardo Duarte

Se por um lado contará com novidade na defesa, Cauan de Almeida tem, por outro, baixas consideráveis para superar no meio de campo de sua equipe. Com edema ósseo no joelho esquerdo, que inclusive o tirou do gramado ainda no primeiro tempo da mais recente partida disputada pelo Inter, Edenilson é desfalque para o jogo deste domingo, e passará por reavaliação na semana que vem para ter decidida sua condição de atuar nos próximos confrontos. A situação é a mesma de Taison, que estará ausente do embate contra o Fortaleza por conta de edema muscular. Confira a lista de relacionados para o último jogo da carreira de D’Alessandro:

Outra cara nova na rotina colorada, e que já marcou presença nas atividades realizadas neste sábado, é William Thomas. O profissional, que soma mais de 20 anos de atuação no futebol, chega ao Inter para assumir o cargo de Diretor Executivo, e carrega como credenciais a trajetória que construiu no Athletico-PR, onde ajudou a implementar o Departamento de Informação do Futebol, espécie de central de planejamento estratégico do projeto esportivo do Furacão, e os trabalhos que realizou no Santos, entre 2019 e 2020, e no Avaí.

William Thomas já conheceu o CT Parque Gigante/Foto: Ricardo Duarte

Arbitragem 👨‍⚖️

Flávio Rodrigues de Souza apita, auxiliado por Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima. Trio da Federação Paulista de Futebol, assim como Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral, responsável pelo VAR. Quarto árbitro: Rafael Rodrigo Klein, da Federação Gaúcha de Futebol.


Rival 🆚

Rival visitou o River Plate na quarta-feira passada/Foto: Felipe Cruz/Fortaleza

Sensação do Campeonato Brasileiro de 2021, que encerrou na quarta colocação, inclusive emplacando Yago Pikachu como melhor lateral-direito em seleção organizada pela CBF, o Fortaleza abriu 2022 com taça. Finalista do Cearense, que terá sua decisão jogada na próxima semana, o Leão do Pici venceu de forma invicta, no domingo retrasado (03/04), a segunda Copa do Nordeste de sua história. O triunfo que valeu título, porém, foi o último conquistado pelo time de Vojvoda, que estreou no Nacional com derrota de 1 a 0 para o Cuiabá, dentro de casa, e já soma dois reveses na Libertadores, para Colo-Colo (2 a 1) e River Plate (2 a 0).

Vojvoda caminha para completar um ano à frente do Leão/Foto: Mateus Lotif/Fortaleza

Ao longo dos primeiros meses de 2022, o Fortaleza contratou reforços para todos os setores do time. No gol, Fernando Miguel chegou com status de titular, mas logo sofreu entorse no joelho esquerdo. Para a zaga, vieram Brayan Ceballos, do Deportes Quindío-COL, e Landázuri, ex-Independiente del Valle-EQU, ao passo que Benevenuto, que jogava por empréstimo na temporada passada, foi adquirido em definitivo. Volante, Zé Welison foi outra novidade, enquanto o meia Lucas Lima voltou a ser emprestado pelo Palmeiras. Por fim, o ataque recebeu os acréscimos de Renato Kayser, Moisés e Silvio Romero, este oriundo do Independiente-ARG.

As contratações encorpam um elenco que manteve boa parte dos jogadores-chave da temporada passada. Dos titulares absolutos de 2021, as principais baixas do Tricolor foram o volante Éderson, negociado pelo Corinthians, clube que detinha seu passe, com a Salernitana-ITA, e o atacante David, hoje jogador do Inter. Por outro lado, nomes como Tinga, Titi, Yago Pikachu, Lucas Crispim e Robson seguem no Fortaleza, que hoje tem em duas duplas, a de volantes e a de atacantes, suas principais interrogações do time titular.

Na frente, os móveis Robson e Moisés disputam vaga com os centroavantes Kayzer e Romero. No meio, Felipe tenta recuperar espaço em um setor que conta com o prestigiado Zé Welison, o promissor Hércules e o seguro Matheus Jussa. Já nomes como Landázuri e Capixaba, titulares nas últimas partidas, devem retornar naturalmente ao banco de reservas a partir das respectivas recuperações de Tinga e Lucas Crispim, que sofreram com lesões ao longo da recente maratona de jogos do Fortaleza, que foi a campo sete vezes nos últimos 27 dias.

Crispim deve ser titular contra o Inter/Foto: Mateus Lotif/Fortaleza

Diante do Inter, Vojvoda deve escalar o Leão com Max Walef no gol; Tinga, Benevenuto e Titi no trio de zaga; Yago Pikachu e Lucas Crispim nas respectivas alas direita e esquerda; Zé Welison e Jussa como volantes; Lucas Lima na armação; e Moisés e Robson no ataque. O uso de força máxima, apesar da existência de duelo eliminatório no próximo meio de semana, quando o Fortaleza enfrentará, pela Copa do Brasil, o Vitória, encontra justificativa no jejum de triunfos da equipe cearense, que vem ao Beira-Rio com sede de três pontos.


Último encontro 🔙

Internacional e Fortaleza não se enfrentam desde o último dia 19 de setembro, quando o Beira-Rio sediou duelo das duas equipes válido pela 21ª rodada do Brasileirão. Dono das melhores chances no primeiro tempo, o time visitante não aproveitou as oportunidades que criou, e viu o Clube do Povo crescer ao longo da etapa final. No apagar das luzes, quando tudo indicava um empate sem gols no Gigante, Edenilson recebeu passe de Yuri Alberto, invadiu a área a dribles e, pela direita, cara a cara com Felipe Alves, mandou para as redes.


Retrospecto do confronto 📊

A partida deste domingo será a 21ª disputada enter Inter e Fortaleza na história. Até aqui, o Colorado soma 10 vitórias sobre o Leão do Pici, ao passo que os cearenses já superaram o Clube do Povo em seis ocasiões. Ocorreram, ainda, quatro empates no retrospecto, construído através de 25 gols alvirrubros e 21 tentos tricolores.

Yuri Alberto marcou em cima do Fortaleza no início de 2021/Foto: Ricardo Duarte

Serviço de jogo: Inter x Fortaleza – 2ª rodada/Brasileirão 2022

Data: 17 de abril (domingo)
Horário: 
18h
Abertura dos portões: 
16h
Percentual de público permitido: 100%


Índice/Atalhos:

> Valor dos ingressos;
> Calendário de Check-In/Vendas;
> Fluxos de acesso ao Estádio;
> Acesso de menores de 18 anos;
> Protocolos;
> CAS;
> Torcida Visitante;

Outros serviços:

– Coração do Gigante
– Estacionamento

Valor dos ingressos

SetorNão SócioCampeão do MundoNada Vai Nos Separar
ÁREA LIVRER$ 50ISENTOISENTO
CADEIRA LOCADAR$ 160R$ 64R$ 128
Sócio Academia do Povo – Portões 3, 7 e 10ISENTO

Sócio Coloradinho: deve confirmar presença através do Check-In.
Crianças não sócias (5 a 11 anos): devem confirmar sua presença através do ingresso sem custo.

Calendário de Check-In/Vendas

Confira abaixo o calendário das modalidades para Check-In ou venda de ingresso:

Data: 11/04 (10h) até 17/04 (19h)
Colorado Titular (Carteira Vermelha)
Patrimonial Clube
Parque Check-In
Coloradinho

ATENÇÃO: para efetuar o Check-In, acesse normalmente a Área de Sócio (clique aqui), informando sua matrícula e senha. O Check-In será automaticamente creditado em seu cartão de acesso.


Data: 13/04 (10h) até 17/04 (19h)
Campeão do Mundo
Parque Ingresso
Nada Vai Nos Separar
Academia do Povo


Data: 14/04 (10h) até 17/04 (19h)
Não sócios

ONLINE: os ingressos podem ser adquiridos de forma online a partir do dia 14/04, às 10h, até o dia 17/04, às 19h.

BILHETERIA: os ingressos também podem ser adquiridos na bilheteria do Clube, junto ao Ginásio Gigantinho, nos dias 15 e 16/04, das 10h às 17h, e no dia 17/04, das 10h às 19h.

Obs: Para acessar o Estádio, são obrigatórias as apresentações do E-ticket e de documento de identificação com foto.

Fluxos de acesso ao Estádio

Chegue o mais cedo possível para evitar a formação de filas longas!

1 – O acesso ao Estádio será realizado diretamente nos portões selecionados no Check-In ou ingresso.

2 – A entrada de serviço para funcionários e terceiros que trabalharão no jogo se dará pelo Portão 3 – exclusivamente com credenciamento, realizado no Gigantinho.

3 – O pátio do Estádio estará protegido por um perímetro de segurança, com acesso liberado de torcedores através dos pontos controlados pela segurança do Clube.

4 – Os acessos controlados estarão distribuídos ao longo da Avenida Padre Cacique, Rua Nestor Ludwig, Estátua do Fernandão, edifício garagem e Espaço Sunset (escadaria).

Acesso de menores de 18 anos

Confira abaixo todas as informações sobre acesso de crianças (0 a 11 anos) e adolescentes (12 a 17 anos).

REGRA GERAL: todas as crianças e adolescentes, sócios ou não sócios, precisam confirmar presença no Estádio, efetuando o Check-In ou a compra do ingresso.


Crianças de colo até 4 anos: a entrada é gratuita, devendo estar acompanhada pelo responsável. Estão dispensados de confirmar presença.


5 a 11 anos:

Sócio Coloradinho: devem realizar o Check-In na Área de Sócios. O acesso se dará em qualquer portão, acompanhado do responsável, independente do local onde o Check-In foi realizado (exceto Coração do Gigante).

Obs: o Sócio Coloradinho poderá ingressar em qualquer setor da ÁREA LIVRE, acompanhando o responsável. No setor de Locadas/Perpétuas, acompanhando o responsável será permitida a entrada nos lugares disponíveis e respeitando a titularidade das cadeiras.

– Não sócio: a entrada é gratuita, devendo o responsável emitir o ingresso (sem custo). É preciso apresentar E-ticket e documento com foto para acessar o Estádio, além de estar acompanhado pelo responsável.


12 a 17 anos:

– Sócio: Check-In ou compra de ingresso de acordo com a data estipulada para a sua categoria de sócio.

– Não sócio: deve confirmar a presença comprando o ingresso. É preciso apresentar o E-ticket e documento com foto para acessar o Estádio.

Procedimentos do torcedor no Estádio

Por toda a área interna do Estádio estarão afixados cartazes com as orientações aos torcedores, que visam a esclarecer as dúvidas sobre os procedimentos que devem ser cumpridos durante a presença.

CAS

A Central de Atendimento ao Sócio (CAS) funciona de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h, e nos sábados, das 09h às 13h.
* Nesta sexta-feira (15/04), feriado, a CAS estará fechada.

Telefone: (51) 3230-4600 – Opção 2

E-mail: cas@internacional.com.br

Para mais informações, clique aqui.

Torcida visitante

Online: os ingressos podem ser adquiridos de forma online a partir do dia 14/04, às 10h, até o dia 17/04, às 19h.

Bilheteria: a bilheteria física está instalada no container atrás do Centro de Eventos, com acesso pela Rua Nestor Ludwig, e funcionará nos dias 15 e 16/04, das 10h às 17h, e 17/04, entre 10h e 19h.

Adquira sua entrada abaixo:

Leia atentamente as informações presentes no serviço de jogo, e observe os protocolos exigidos e recomendados pelo governo do Rio Grande do Sul.

Por orientação da segurança do Internacional e da Polícia Militar, os visitantes deverão chegar ao Gigante com máxima antecedência possível.

O acesso dos visitantes se dará pelo portal localizado na Rua Nestor Ludwig (entrada sinalizada como de serviço/visitante).

Os representantes de torcidas visitantes deverão contatar o 1º Batalhão de Polícia de Choque pelo e-mail 1bpchq-p3@bm.rs.gov.br, com antecedência de 72h úteis, para ajustar medidas de escoltas e liberação de materiais.

Última la boba com o povo: sócios(as) têm acesso liberado ao jogo de despedida de D’Alessandro

Desde o final da tarde de sexta-feira (08/04), o próximo dia 17 de abril está na cabeça de todos os colorados e coloradas. Domingo de Páscoa, a data marcará a despedida de Andrés Nicolás D’Alessandro dos gramados, já que, como o próprio ídolo adiantou, a partida contra o Fortaleza será a última de sua carreira como atleta profissional. O Check-In para o duelo, válido pela segunda rodada do Brasileirão de 2022, teve início nesta segunda (11/04), às 10h, e o serviço de jogo conta com preços especiais para Maior e Melhor Torcida do Rio Grande.

Sócios e sócias de todas as modalidades terão acesso gratuito às áreas livres Beira-Rio, liberado mediante realização de Check-In ou aquisição do ingresso com custo zero (de acordo com modalidade), enquanto demais torcedores e torcedoras poderão comprar entradas para o setor por um valor 50% inferior ao praticado. Nas cadeiras centrais, associados(as) ‘Campeão do Mundo’ e ‘Nada Vai nos Separar’ contarão com a recentemente anunciada condição especial de 60% e 20% de desconto, respectivamente.

> Acesse o serviço de jogo da segunda rodada do Brasileirão!

Treinos físicos em Fortaleza iniciam preparação para a partida de reencontro com a torcida colorada

Manhã de quinta contou com treinos físicos para o grupo/Foto: Ricardo Duarte

Falta pouco para a torcida colorada reencontrar o Clube do Povo no Beira-Rio! No próximo domingo (10/10), o Internacional enfrenta a Chapecoense, a partir das 11h, em partida da 25ª rodada do Brasileirão, e o elenco alvirrubro iniciou na manhã desta quinta (07/10), pouco mais de 12h depois do empate sem gols com o Ceará, os preparativos para o duelo do final de semana, que já conta com Check-In liberado para diversas modalidades de sócios e sócias!

Os trabalhos desta quinta-feira foram realizados na academia do hotel que serviu de concentração para a delegação colorada em Fortaleza. As atividades físicas comandadas pela comissão técnica inauguraram preparação que também contará com treinamentos na tarde de sexta-feira (08/10) e na manhã de sábado (09/10), este último especialmente organizado para alinhar a rotina do grupo ao horário inusitado da partida de domingo.

Contra a Chapecoense, o Inter contará com o retorno de Victor Cuesta. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o argentino, que sequer viajou para Fortaleza, vinha formando dupla de zaga com o uruguaio Bruno Méndez. Os convocados Edenilson, Guerrero e Palacios seguem fora, enquanto atletas afastados por lesão dependem do aval do Departamento Médico para atuar no Beira-Rio. Oitavo colocado com 33 pontos, o Clube do Povo está a dois do Bragantino, primeira equipe do G6.

Bastidores da segunda vitória consecutiva no Brasileirão

Duas vitórias consecutivas, sete pontos de invencibilidade e mais três pontos na conta. Emocionante, o 1 a 0 conquistado na manhã do último domingo (19/09) aproximou o Inter da parte de cima da tabela. Confira os bastidores da partida disputada no Beira-Rio!

Pós-jogo | “A vitória vale muito”, comemora Aguirre em entrevista coletiva

O início da tarde deste domingo (19/09) foi movimentado no Beira-Rio. Após contar com gol de Edenilson, marcado nos acréscimos da etapa final, para superar o Fortaleza por 1 a 0, o Clube do Povo chegou a sete jogos de invencibilidade e duas vitórias consecutivas no Brasileirão. Os feitos atingidos com o triunfo, bem como a maior proximidade da ponta de cima da tabela, foram repercutidos por Diego Aguirre em coletiva concedida depois do jogo. Confira as principais aspas:

“O resultado é o mais importante. Quem fala outra coisa, no futebol, para mim não é verdade. Mas, obviamente, temos que encontrar os caminhos para conseguir a vitória. Acho que hoje temos que valorizar muito os três pontos. Enfrentamos, na realidade, um dos melhores times do Campeonato Brasileiro, que está no G4, nas semifinais da Copa do Brasil. Então, a vitória vale muito. Tem muito valor.”

Diego Aguirre

“Mais um jogo em que não sofremos gols. Fomos competitivos, lutamos, brigamos e acreditamos. No final, procuramos a vitória e conseguimos. Estou feliz. Obviamente, sempre tem que trabalhar, sempre há coisas para melhorar, mas, quando você enfrenta um time que está em um bom momento, é normal que sofra, que tenha momentos de dificuldades. Nós superamos isso, e estou muito feliz. Essa é a verdade. Com certeza, vou comemorar muito. Nós sofremos muito quando estamos no futebol, porque dependemos do resultado e de momentos. Então, este é um momento de felicidade que sinto. Comemorei o gol, porque fazer nos acréscimos é sempre muito emocionante. De verdade, me sinto feliz, e temos que continuar com humildade, com trabalho, pois, pouco a pouco, vamos melhorar coisas. Continuar evoluindo.”

Diego Aguirre

Somos um time. Não há a parte esquerda, a parte direita, a parte do meio ou da frente. Não. Somos um time. Lembro que antes falavam dos problemas defensivos, e, hoje, acho que o Inter está defendendo muito. Quantos gols sofremos nos últimos jogos? Poucos. Isso precisa ser valorizado. A organização defensiva, a atuação do time todo. Estamos trabalhando muito para evoluir e, a cada jogo, tentar entregar mais.

Diego Aguirre

Herói do jogo, Edenilson conversou de maneira exclusiva com as redes sociais do Inter ainda no gramado do Beira-Rio. Artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro com nove gols marcados, o camisa oito do Clube do Povo destacou a boa fase do Inter, comemorou os três pontos conquistados e reforçou a importância do foco no jogo a jogo, encarando cada jogo com uma final no calendário alvirrubro. Veja:

Quem também concedeu entrevista exclusiva para a Mídia do Inter foi o zagueiro Bruno Méndez. Dono de mais uma atuação extremamente segura na zaga colorada, o uruguaio festejou a alegria oferecida pelo elenco à Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, valorizou o alto nível do adversário deste domingo e compartilhou a boa fase defensiva com todos os companheiros de time. Assista.