Dos juvenis à titularidade profissional: conheça a trajetória de Bruno Praxedes

Há dois anos ele estreava com a camisa colorada. Há 365 dias, avançava para as quartas do mais tradicional torneio de base do Brasil. Hoje, é titular do Inter vice-líder do Brasileirão. Catapultado por precisa perna canhota, Praxedes ascendeu rapidamente com as cores do Clube do Povo. Conheça a trajetória do jovem até o primeiro gol como profissional.


Início nos juvenis

Praxedes em ação pela categoria Sub-17/Foto: Mariana Capra

Contratado no início de 2019 após passagem pelo Fluminense, Bruno Conceição Praxedes chegou ao Inter com 16 anos. Reforço para a categoria Sub-17, o carioca de Itaboraí encantou logo nos primeiros treinos, rapidamente justificando o porquê de sua chegada ao Clube do Povo e garantindo vaga entre os titulares que disputaram a Copa Santiago no mês de janeiro.

“Alguns jogadores,
um pouco diferenciados,
você tem que antecipar.”

Erasmo Damiani, em entrevista para a Rádio Colorada no mês de dezembro

Encerrada a participação no torneio, os juvenis receberam férias até o mês de março, quando as atividades foram retomadas. Mantido na titularidade, Praxedes marcou diante do Caxias, no segundo amistoso preparativo para o Brasileirão Sub-17, seu primeiro gol com a camisa colorada. Na sequência, o jovem voltou a balançar as redes na jornada 13 que disputou como atleta alvirrubro. Tento de número dois anotado por Bruno, um em jogos oficiais, saiu na quinta rodada do Nacional, contra o América-MG.

Coelho sofreu o primeiro gol oficial de Praxedes na base/Foto: Mariana Capra

Na estreia do Gauchão Sub-17, Praxedes voltou a marcar. O meia fez o primeiro na vitória colorada por 2 a 0 sobre o São José, no CT de Alvorada. Novos encontros com as redes ocorreram na jornada seguinte, diante do Oriente, e nas rodadas de número sete e oito. Por fim, Bruno ainda marcaria em cima do Sergipe, adversário alvirrubro na primeira fase da Copa do Brasil juvenil.

Bruno comemora gol dos juvenis/Foto: Mariana Capra

Brilho nos juniores

Não foram apenas os números de Praxedes que evoluíram com o correr dos meses. Dentro de campo, as grandes atuações, catapultadas por alta qualidade na perna canhota e rara visão de jogo, despertaram a curiosidade de Fábio Matias, técnico da categoria Sub-20. Chancelado pelos diretores da base alvirrubra, entre eles o gerente geral Erasmo Damiani, o comandante então convocou Bruno para o Sub-20.

“No meio do meu primeiro ano aqui, antecipamos os atletas em potencial para eles já começarem a vivenciar uma nova categoria e terem um desafio maior. Foi o que nós fizemos com o Praxedes, que, se fosse pela idade, estaria agora começando a jogar no Sub-20. Quanto potencial estaríamos jogando fora? Por isso, antecipamos. Mas ele não pulou. Primeiro, passou meio ano na 17, e aí foi para a 20.”

Erasmo Damiani para a Rádio Colorada
Praxedes, o terceiro da direita para a esquerda/Foto: Mariana Capra

Praxedes estreou no Sub-20 em partida diante do Fluminense, disputada no dia 8 de agosto de 2019. Vindo do banco, o meio-campista substituiu Lucas Ramos e teve boa atuação, recompensada com a titularidade na rodada seguinte, quando o Celeiro empatou em 2 a 2 com o Grêmio, no Passo D’Areia.

Jovem teve boa atuação no Gre-Nal Sub-20/Foto: Mariana Capra

Consolidado na categoria Sub-20, Bruno chegou a reforçar o time juvenil na partida de volta das quartas da Copa do Brasil. Diante do seu ex-clube, abriu o placar para o Inter com gol de cabeça, chegando a sete na trajetória construída com as cores do Clube do Povo. Apesar do tento, o Colorado acabou eliminado do torneio, desclassificação que encerrou, definitivamente, a trajetória de Praxedes no Sub-17.

Praxedes vazou as redes tricolores/Foto: Mariana Capra

Com as atenções completamente voltadas aos juniores, Praxedes logo desencantou na categoria. Em partida da 15ª rodada do Brasileirão, o jovem marcou, em Belo Horizonte, o primeiro gol colorado diante do Cruzeiro. Dono de oito tentos com a camisa vermelha, Bruno garantia grande prestígio junto à comissão, reconhecimento atestado na sua manutenção entre os 11 iniciais independente de esquema, fosse com três ou quatro meio-campistas.

Gol de Praxedes contra o Cruzeiro/Imagens: MyCujoo

Finalizado o Brasileiro, a equipe Sub-20 passou a focar nas Copas de encerramento da temporada da base. A Ipiranga, primeira, foi antecedida por amistoso preparatório disputado contra o Lajeadense no CT de Alvorada. Vitorioso por 13 a 0, o Clube do Povo contou com gol de Praxedes, que continuaria o bom momento durante o torneio, no qual atuou como titular em todas as partidas.

“Todo meio-campista de alto nível tem algumas coisas que fazem a diferença. Praxedes consegue antever o jogo, enxerga de uma forma diferente. Domina uma função onde a velocidade do jogo, principalmente agora, no profissional, é alta. Ele tem que evoluir coisas naturais de um jovem, mas é um jogador que apresenta coisas diferentes em relação aos da mesma posição.”

Fábio Matias para a Rádio Colorada

Inscrito na Copa São Paulo com a icônica camisa 8 do Clube do Povo, Praxedes marcou dois gols na competição, ambos belíssimos, anotados na partida de estreia e nas quartas de final. Apesar dos poucos 17 anos, o meia demonstrou, ao longo do torneio, mentalidade digna dos mais experientes praticantes do esporte bretão, sempre consciente quanto ao momento de acelerar ou esfriar o jogo.

Gol de Praxedes nas quartas da Copinha/Imagem: SporTV

Chegada aos profissionais

Figura unânime na lista de craques da Copinha, Bruno despertou elogios e expectativa não apenas na torcida colorada, mas também junto à comissão técnica principal, como comprova a data de estreia do jovem com o grupo adulto. Campeão na base no dia 25 de janeiro, em primeiro de fevereiro Praxedes já defendia o Clube do Povo para sua primeira partida como profissional. Diante do Ypiranga, em Erechim, saiu do banco aos 30 minutos da etapa final.

“Comecei 2020 muito bem. Espero dar alegrias à torcida, e agradeço a eles e também os companheiros pelo carinho. Estou muito feliz em poder fazer minha estreia pelo profissional.”

Bruno Praxedes
Bruno em sua estreia como profissional/Foto: Ricardo Duarte

Para além do refino técnico, Praxedes também se sobressaiu pela polivalência dentro de campo. Capaz de atuar nas três funções mais adiantadas da meia-cancha do Clube do Povo de Eduardo Coudet – treinador colorado de então, que escalava o Inter no 4-1-3-2 – o jovem participaria de outras seis partidas do Gauchão de 2020, incluindo duelo eliminatório disputado no Beira-Rio contra o Esportivo.

“Todo atleta sonha em jogar uma Libertadores, mas a gente tem que trabalhar e, pouco a pouco, ir ganhando espaço. Na hora certa, nós, garotos, vamos entrar e dar o nosso melhor.”

Bruno Praxedes
Praxedes ganhou ‘casca’ ao longo do Gauchão/Foto: Ricardo Duarte

Ao mesmo tempo em que era aprovado com êxito nos testes estaduais, Bruno foi inscrito para os grupos da Libertadores. No principal torneio de clubes do continente, estreou na primeira rodada da chave E. Substituto de Cuesta, entrou aos 33 do segundo tempo e, diante de grande público, ofereceu duas assistências açucaradas que Gustavo por pouco não transformou no quarto gol em cima da Universidad Católica-CHI. O alto nível valeria ao jovem atuações em mais duas partidas da fase, contra América de Cali, quando foi titular, e Católica.

Praxedes serviu, Gustavo finalizou/Imagem: SporTV

Por falar em titularidade, a estreia de Praxedes entre os 11 iniciais colorados ocorreu no dia 8 de agosto, data da abertura do Brasileirão. Diante do Coritiba, no Couto Pereira, a cria do Clube do Povo teve boa exibição até deixar o campo, aos 23 da etapa final.

Também como titular, registre-se, Bruno figurou nos três confrontos seguintes que disputou no Nacional. Depois, no encerramento do primeiro turno, Praxedes somou duas vindas do banco, contra São Paulo e Vasco, e outra partida atuando desde a abertura, esta contra o Athletico-PR, também marcada por grande atuação do jovem.

“Eu jogo aonde me botar.
Estou preparado para
dar meu melhor.”

Bruno Praxedes

A estreia do Inter na Copa do Brasil também contou com titularidade de Praxedes. Desta vez na esquerda da trinca central, o meio-campista permaneceu em campo até os 13 da etapa final de duelo contra o Atlético-GO. Enquanto atuou, o jovem protagonizou oportunidades importantes com Moisés, lateral autor de gol na partida. Na volta diante dos goianos, Bruno substituiu Galhardo aos 38 do segundo tempo.

Patrick e Praxedes têm atingido entrosamento cada vez maior/Foto: Ricardo Duarte

Titularidade com Abel

Passados mais de nove meses de sua promoção aos profissionais, Praxedes estava devidamente entrosado ao grupo principal quando Abel Braga chegou ao Inter. Com o novo treinador, reconhecido entusiasta do trabalho junto às categorias de base, Bruno percebeu a oportunidade perfeita para se firmar entre os titulares. Assim, em sua terceira partida sob o comando do campeão mundial, o jovem se mostrou pronto para ganhar mais minutos.

“A cada jogo que passa,
o Praxedes está se soltando.
Ele deu um equilíbrio legal para o meio.”

Abel Braga

Reserva no primeiro mês de Abel no comando alvirrubro, Bruno atuara alguns minutos diante de Santos e América-MG antes de ser chamado a campo no segundo tempo de confronto contra o Atlético, no Mineirão. Alçado aos 14 minutos, deu novo fôlego para o Clube do Povo, renovando a disposição tanto para pressionar a saída de bola rival quanto para criar oportunidades em ritmo mais rápido e irrastreável para os encaixes da defesa rival. Seguindo esta cartilha, inclusive, o empate foi conquistado pelo Colorado, gol de Peglow.

Os ‘guri’ do Celeiro: Praxedes e Peglow/Foto: Ricardo Duarte

A consequência do brilho em território mineiro foi a surpreendente titularidade no jogo de volta das oitavas da Libertadores, disputado no dia 9 de dezembro contra o Boca Juniors. Encarregado de conectar seus pares de meio de campo, o jovem encarou a temida Bombonera com naturalidade comum aos que atuam no quintal de casa. Leve, combinou com Edenilson e Patrick, formando trio protagonista da excelente atuação vermelha, que encerrou o primeiro tempo dona de 65% da posse de bola.

A soberania de Praxedes contra os xeneizes/Foto: Ricardo Duarte

“O Abel vem fazendo um excelente trabalho. No começo, não deu pra ele mostrar muito, mas agora temos essa sequência. Ele gosta de garoto da base, utiliza bastante, é o que ele tem feito comigo e o Caio Vidal, e isso é muito bom pro nosso crescimento.”

Bruno Praxedes

Convocado para a Seleção Sub-20, Praxedes não pôde disputar a jornada seguinte do time colorado. Enquanto os comandados de Abel derrotaram por 2 a 1 o Botafogo, no Beira-Rio, o jovem venceu, junto dos companheiros Pedro Henrique e Mauricio, o amistoso Torneio Internacional Sub-20, realizado na Granja Comary ao lado das seleções de Chile, Bolívia e Peru. Bruno se tornou titular do Brasil ao longo da competição, certame no qual marcou um gol.

Mauricio (E), observador técnico Ricardo Sobrinho, Praxedes e Pedro Henrique: Inter representado na Granja Comary

Presente nos 90 minutos do embate contra o Chile, último do certame Internacional, Praxedes retornou aos titulares colorados menos de 24 horas depois de deixar a Granja Comary. No dia 19 de dezembro, o jovem teve o privilégio de ocupar a função de armador diante do Palmeiras, na partida de despedida do ídolo D’Alessandro. Exaurido pela maratona particular que encarava, Bruno atuou apenas no primeiro tempo, mas ocupou papel importante no irretocável triunfo de 2 a 0.

À disposição para os treinos, Bruno passou a somar crescente entrosamento com seus companheiros de setor. Atualmente, o dono da camisa 45 atua caindo do centro para a faixa esquerda do meio de campo colorado, exercendo tanto a função de armador central quanto de interno nas ocasiões em que fica alinhado a Edenilson.

Dentro desta mecânica, o dia 27 de dezembro ofereceu nova boa atuação de Praxedes com as cores do Internacional. Diante do Bahia, ele ficou em campo até os 37 do segundo tempo, e contribuiu para novo triunfo maiúsculo dos comandados de Abel Braga.

O ano de 2021 foi inaugurado com a manutenção de Praxedes entre os titulares, fato comprovado na escalação colorada que derrotou o Ceará, no Castelão, na quinta-feira sete de janeiro. A constância nos minutos dentro de campo, porém, contrastou com a grande novidade na carreira do jovem, vivenciada, já no Beira-Rio, três dias depois.

“Estamos numa sequência muito boa,
mas temos que manter o pé no chão.
Ainda tem muito pela frente.”

Bruno Praxedes após o jogo contra o Goiás

Sem Edenilson, Abel escalou o meio de campo colorado com Nonato e Bruno, mudança que exigiu protagonismo ainda maior do 45 dentro de campo. A principal resposta do carioca, que esteve diretamente envolvido em todas as construções do ataque do Inter, veio a minutos do intervalo, após escanteio açucarado de Rodinei, pela direita.

“Um momento
que vai ficar marcado
pra sempre
na minha vida.”

Bruno Praxedes depois de marcar seu primeiro gol profissional

Na primeira trave, Praxedes subiu soberano e, do alto de seu 1,86m, cabeceou forte. Goleiro alviverde, Tadeu apenas tentou golpear com a vista, mas sequer acompanhou a velocidade que a bola tomou em direção às redes véu de noiva. Pela primeira vez como profissional, Bruno marcava um gol, e o fazia em palco que figura entre os maiores do futebol mundial.

O gol contra o Goiás pode ser definido como justo, por coroar toda a dedicação do atleta ao longo da temporada. Foi, também, merecido, à altura das qualidades que catapultaram o carioca até o estrelato colorado. Simbólica bola na rede, serviu de ponto alto à grande atuação de Bruno. Exatamente por isso, a comemoração foi efusiva, digna quem sabe o caminho a ser seguido para acumular sorrisos e alegrias em vermelho e branco. Pra cima, Praxedes!

Pós-jogo colorado: os comentários após a quinta vitória seguida no Brasileiro

O Inter está a três pontos da liderança do país. Segundo colocado no Brasileiro, o Clube do Povo superou o Goiás, neste domingo (10/01), em partida da 29ª rodada do Nacional. Após a partida, Rodrigo Moledo, que completou 200 jogos com a camisa colorada, o técnico Abel Braga, Bruno Praxedes, autor do gol da vitória, e Rodinei, responsável pela assistência, concederam entrevista repercutindo o momento vermelho. Confira as aspas:

“Neste jogo, o Goiás tem dois centroavantes muito altos, são muito bons na bola aérea. A gente trabalhou bastante isso durante a semana, o Abel conversou bastante com a gente. Sofremos hoje, mas conseguimos suportar e, mais importante, a vitória.”

Rodrigo Moledo

“Importante a vitória foi e muito. Agora, imposição tem muito a ver com o adversário. Com jogadores altos, e isso é muito difícil de uma equipe encaixar, e a equipe deles está muito bem treinada. Mas, de onde eles pegam a bola, eles jogam em cima. Isso quebra um pouco, apesar de que eu tive três, quatro situações na frente do gol, e não matei o jogo.”

Abel Braga

Ainda na beirada do campo, logo após o encerramento da partida, a dupla Rodinei e Praxedes conversou, de maneira exclusiva, com a Mídia do Inter. Descontraído, o papo revelou aposta entre os dois, além de dívida do jovem meio-campista com o lateral. Confira:

Moledo completa 200 jogos pelo Inter em grande estilo

Defensor que soma três passagens pelo Clube do Povo, Rodrigo Moledo completou, na tarde deste domingo (10/01), 200 jogos com a camisa colorada. Atleta consolidado no coração da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, o zagueiro atingiu o feito, com brilho, em partida disputada pelo Inter diante do Goiás, integrante da 29ª rodada.

Após etapa inicial de domínio colorado, coroado com gol de Praxedes já nos últimos instantes, o Clube do Povo foi maduro na etapa final e conquistou os três pontos no Beira-Rio. Pressionado por um Goiás que luta contra o rebaixamento, o Inter soube conter o ímpeto visitante, muito graças ao muro erguido em frente à grande área alvirrubra, dono da camisa 4. Impecável no jogo aéreo e cirúrgico nas coberturas, Moledo tem motivos de sobra para comemorar na noite deste domingo!

Inter vence o Goiás e fica a três pontos do líder

Vitória no Beira-Rio! O Clube do Povo derrotou o Goiás, no final da tarde deste domingo (10/01), em partida da 29ª rodada do Brasileirão. O triunfo, quinto consecutivo do Inter no campeonato, sexto na temporada, foi conquistado pelo placar mínimo, gol de Praxedes. Com o resultado, o Colorado chega aos 53 pontos e mantém a vice-liderança do Nacional.

+ Confira as aspas do pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida

O Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (17/01), às 20h30, no Beira-Rio. O adversário será o Fortaleza, em partida da 30ª rodada do Brasileirão, de número 11 do returno nacional. No momento, o Inter soma três pontos a menos do que o São Paulo, líder.


Começo truncado

Enfrentar uma equipe com três zagueiros não é simples. Encaixado defensivamente, o Goiás dificultou as ações coloradas na etapa inicial. Ao mesmo tempo, Fernandão e Rafael Moura recebiam lançamentos consecutivos e somavam posse de bola para os visitantes. Durante os primeiros 30 minutos, portanto, o Inter pôde explorar apenas isolados cruzamentos, cenário alterado a partir de maior aproximação entre os jovens Nonato e Praxedes, além de crescente agressividade pelas pontas.

Em um dos muitos escanteios cavados pelo Inter nos instantes finais, Rodinei cobrou com açúcar e Praxedes, na primeira trave, testou seguro, consciente, para noivar com a nova rede da goleira do Beira-Rio. Após o tento, primeiro do jovem como profissional, o jogo viveu minutos mais abertos, mas enquanto Rafael Moura teve seu gol devidamente anulado, Galhardo esbarrou em Tadeu. Intervalo de jogo, e 1 a 0 no Gigante!


Segundo tempo aberto

Se a primeira metade da segunda etapa transcorreu em ritmo cadenciado, os últimos 20 minutos de partida testaram corações vermelhos e alviverdes. Agressivo nos contra-ataques, o Clube do Povo criou oportunidades para ampliar o placar, mas esbarrou na falta de pontaria e no brilho de Tadeu.

Do outro lado, o Goiás insistiu em seguidos cruzamentos, travados por Lomba e, é claro, Rodrigo Moledo, zagueiro que brilhou na sua atuação de número 200 com a camisa colorada. Aos 54 minutos da etapa final, Edina Alves apitou pela última vez e confirmou o importante triunfo do Clube do Povo.


Torcedor ilustre

Ídolo colorado, D’Alessandro marcou presença nas arquibancadas do Beira-Rio neste domingo. Meio-campista do Nacional-URU, cujo contrato com o Clube do Povo foi encerrado no último dia 31 de dezembro, o craque revelou toda sua paixão pelo Inter e serviu de símbolo perfeito para a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, apoiando os antigos companheiros desde as antigas sociais do Gigante.


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – Entra jogo, sai jogo, e segue caçando o menino. Na entrada da área alviverde, Caio é derrubado com falta.

2min – UH! Nonato cobra rasteira. Ela passa por baixo da barreira, mas sai em tiro de meta.

4min – Pra fora! Caio vai ao fundo pela direita e cruza. Patrick cabeceia pela linha de fundo.

9min – Patrick aciona Moisés. Lateral parte para dentro da marcação, invade a grande área rival e solta o canhotaço. Pra fora.

12min – UH! Inter trama de pé em pé. Moisés dispara pela esquerda e cruza na primeira trave, açucarada para Galhardo, que desvia. Por cima, ela sai tirando perigo!

13min – Pegou com estilo! Shaylon recebe na intermediária, domina e, sem deixar cair, manda de primeira, com a canhota. Ao lado da trave de Lomba.

16min – Patrick invade a área alviverde a dribles, coloca na frente mas, antes de soltar a bomba, tenta um último toque na bola. Forte, ela sai pela linha de fundo.

25min – Parada técnica. Calor intenso em Porto Alegre.

27min – Reiniciado o confronto.

28min – Breno recebe o amarelo por falta em Nonato.

36min – UHH! Pela direita da grande área, Moisés cobra falta aberta. A bola vai encobre Tadeu mas, antes de morrer na segunda trave, o goleiro se recupera e dá o tapa em escanteio. Grande chance!

38min – UH! Moisés cobra escanteio na segunda trave. Cuesta desvia e Dourado, na outra ponta da pequena área, testa em direção ao gol.

43min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOL! É GOOL! INTER! INTER! INTER! É DO CLUBE DO POVO, DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES, É COM A ASSINATURA DO CELEIRO DE ASES! PRAXEDES! PRAXEDES! PRAXEEEEEDES! ENTRE A PRIMEIRA TRAVE E A MARCA DO PÊNALTI, JOVEM CAMISA 45 COMPLETA ESCANTEIO COBRADO POR RODINEI DIRETO PARA AS REDES ALVIVERDES. INTER NA FRENTE!

45min – Rafael Moura marca para o Goiás, mas em condição irregular – confirmada pelo VAR.

45min – Vamos a 49. Mais quatro!

48min – TADEEEEEEU! Patrick lança Galhardo em profundidade. O camisa 17 chega antes de Fábio Sanches e finaliza com a canhota. Salva o goleiro.

49min – Mais um. Vamos a 50.

50min – Novo minuto adicional. Vamos a 51.

51min – Intervalo no Beira-Rio. Vitória parcial do Clube do Povo!


Segundo tempo

0min – Inter retorna com mudança. Após sentir desconforto na panturrilha esquerda, Galhardo deixa o campo. Entra Abel Hernández.

14min – UH! Patrick abre o jogo para Caio, que vai ao fundo pela esquerda e cruza rasteiro. Abel faz o pivô, mas não consegue escorar para o Pantera. Foi por detalhe!

15min – Heron recebe o amarelo por falta em Caio Vidal.

19min – Três trocas no Goiás. Entram Vinícius, Daniel Oliveira e Índio, saem Rafael Moura, Breno e Douglas Baggio.

23min – PRA FOOOOOORA! Grande trama do ataque colorado! Caio lança Abel, que domina e abre com Patrick. O Pantera vai ao fundo pela esquerda e cruza rasteiro. Nonato, em velocidade, pisa na pequena área alviverde e finaliza de primeira. Sai tirando tinta!

24min – Dupla troca no Inter. Entram Marcos Guilherme e Lindoso, saem Caio e Nonato.

26min – Parada para hidratação.

28min – Reiniciada a partida.

29min – LOMBA! Fernandão recebe na área colorada, corta para a canhota e finaliza cruzado. Lomba encaixa!

34min – Que perigo. David Duarte cruza da direita. Fechada, a bola quase encobre Lomba, mas o goleiro espalma. Moledo afasta, mas o rebote é alviverde. Vinícius, dentro da área, finaliza colocado, para fora.

36min – Patrick deixa o campo pelo lado colorado. Peglow entra.

37min – LOMBA! Após escanteio cobrado da direita, ataque alviverde escora para a confusão. Arqueiro colorado deixa a meta e, abafando, encaixa.

38min – TADEU! Jogo fica aberto neste encerramento de partida. Marcos Guilherme enfia para Abel, que invade a área, ajeita, mas é travado no arremate por boa saída do goleiro.

38min – Ariel Cabral sai, Miguel entra. Muda o Goiás.

40min – Lucas Ribeiro por Dourado. Abel completa as trocas do início de noite em Porto Alegre.

42min – SAAAAAAALVA, TADEU! Abel Hernández puxa contra-ataque rápido para o Inter. Uruguaio lança Peglow, que dá em profundidade para Marcos Guilherme. Relâmpago finaliza de canhota, exigindo milagre do arqueiro rival.

45min – Mais oito. Vamos a 53.

52min – Novo acréscimo. Partida irá até 54.


Ficha técnica:

Internacional (1): Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Lucas Ribeiro) e Nonato (Rodrigo Lindoso); Caio Vidal (Marcos Guilherme), Bruno Praxedes e Patrick (João Peglow); Thiago Galhardo (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga.

Goiás (0): Tadeu; Shaylon, David Duarte, Fábio Sanches, Heron e Jefferson; Breno (Daniel), Ariel Cabral (Miguel Figueira) e Douglas Baggio (Índio); Rafael Moura (Vinícius) e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos.

Gols: Bruno Praxedes, aos 43 minutos do primeiro tempo (I).

Cartões amarelos: Breno e Heron (G).

Arbitragem: Edina Alves Batista (SP), auxiliada por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Neuza Ines Back (SP). Quarto árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS). Árbitro de Vídeo (VAR): José Cláudio Rocha Filho (SP), auxiliado por Douglas Marques das Flores (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP).

Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre (RS).

Fotos: Inter 1×0 Goiás – Brasileirão/29ª rodada

Inter obteve mais uma vitória no Brasileirão

Raio-X: todas as informações da 29ª rodada do Brasileirão

Em busca da quinta vitória seguida! O Clube do Povo vai a campo neste domingo (10/01), às 18h15, pela 29ª rodada do Brasileirão. No Beira-Rio, os comandados de Abel Braga recebem o Goiás, e buscam dar continuidade à excelente fase no Nacional. Confira, abaixo, tudo sobre o confronto.


Vamo, Colorado!


Abel Braga contou com período curto de tempo para projetar o jogo deste domingo. Após vencer o Ceará, fora de casa, na última quinta-feira (07/01), o Clube do Povo retornou para Porto Alegre já no final da manhã de sexta. Logo depois do desembarque na capital gaúcha, os atletas seguiram para o CT Parque Gigante, iniciando os breves preparativos para o duelo contra o Goiás, os quais foram encerrados no final da tarde deste sábado (08/01).

Diante do Esmeraldino, Abel não contará com Yuri Alberto e Edenilson, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Já Thiago Galhardo volta a ficar disponível. Do lado do Inter, chegam pendurados para a partida oito nomes. São eles: Rodrigo Lindoso, Caio Vidal, Rodrigo Dourado, Marcos Guilherme, Boschilia, Matheus Jussa, Abel Hernández e Leandro Fernández.


Transmissão


Pré-jogo oficial da Rádio Colorada, o Portões Abertos vai ao ar a partir das 17h deste domingo. Às 18h começa a Jornada Esportiva, sucedida, ao soar do último apito, pelo Vestiário Vermelho. A atração repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, todos os detalhes do embate recém-encerrado. Acompanhe a emissora oficial do Clube do Povo via FM 95.5 ou Site e APP do Inter.

As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contam com o mais completo minuto a minuto da internet, repleto de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


Rival


Esmeraldino vive momento de ascensão no Brasileiro/Foto: Rosiron Rodrigues, Goiás

Lanterna do Brasileirão ao encerramento do primeiro turno, o Goiás tem construído grande campanha de recuperação nas últimas rodadas do Nacional. Já comandado, na atual temporada, por Ney Franco, Thiago Larghi e Enderson Moreira, o Esmeraldino atualmente é treinado por uma dupla.

Oriundos da equipe Sub-20, Augusto César e Glauber Ramos dividem a chefia da casamata esmeraldina. Sob o comando dos parceiros, o Goiás passou a atuar com três zagueiros e dois centroavantes, esquema que ofereceu importante equilíbrio dentro de campo.

Glauber Ramos (E) e Augusto César (D)/Foto: Rosiron Rodrigues, Goiás

A dupla de técnicos assumiu a casamata após derrota de 1 a 0 do Esmeraldino para o Athletico Paranaense, em partida da 21ª rodada do Brasileirão. Na primeira jornada sob o comando de Augusto e Glauber, o Goiás conquistou importante vitória pelo placar mínimo sobre um desfalcado Palmeiras. Na sequência, empate de 1 a 1 com o Fortaleza, fora de casa, e revés de 2 a 1 para o Grêmio, na Arena, marcaram a despedida do esquema com duas linhas de quatro.

Derrota para o Athletico marcou a despedida de Enderson Moreira/Foto: Rosiron Rodrigues, Goiás

A estreia da nova formação passou longe de ser positiva, com derrota por 3 a 0, dentro de casa, para o São Paulo. Na ocasião, porém, o Goiás atuou com três atacantes, dois de velocidade. As inovações só foram encerradas, portanto, no sétimo dia de dezembro, quando Rafael Moura e Fernandão comandaram a linha de frente, e David Duarte, Fábio Sanches e Heron protegeram a zaga. Resultado? Vitória de 1 a 0 sobre o rival Atlético-GO.

Augusto (C) conversa com Fernandão (E) e Rafael Moura (D)/Foto: Rosiron Rodrigues, Goiás

Nas quatro rodadas seguintes, um empate, em 0 a 0 com o Grêmio, um revés, de 2 a 1 para o Corinthians, e duas vitórias, sobre Sport – 1 a 0 – e Coritiba – 2 a 1 -, deram maiores embalo e confiança para o Esmeraldino. Curiosamente, apesar de uma média de 11,5 chutes por jogo, o Goiás somou posse de bola inferior à do adversário em todas as seis vezes que atuou com a trinca de defensores.

Contra o Inter, a provável escalação esmeraldina conta com Tadeu; Shaylon, David Duarte, Fábio Sanches, Heron e Jefferson; Ariel Cabral, Breno e Douglas Baggio; Fernandão e Rafael Moura. Na casamata estará Glauber Ramos, uma vez que Augusto ainda não conta com a Licença A da CBF, exigida para técnicos da elite nacional.

Glauber Ramos (E) ocupará a casamata esmeraldina neste domingo/Foto: Rosiron Rodrigues, Goiás

Arbitragem


Edina Alves Batista apita, auxiliada por Danilo Ricardo Manis e Neuza Ines Back. VAR: José Cláudio Rocha Filho. Quarteto de São Paulo.


Estatísticas


Embora ocupem pontas diferentes na tabela, Inter e Goiás vivem fase recente parecida no Brasileirão. Há cinco partidas sem perder, o Clube do Povo venceu as últimas quatro que disputou. De sua parte, o Esmeraldino chega ao Beira-Rio credenciado por duas vitórias consecutivas.

Como mandante, o Inter possui, de acordo com dados do GE, a quarta melhor campanha do Brasileirão, registrando oito vitórias, quatro empates e um único revés. Pertencem ao Clube do Povo, ainda, os quintos melhores ataque, autor de 24 gols, e defesa, vazada 11 vezes, enquanto local.

Por outro lado, o Goiás é o terceiro pior visitante, dono de apenas dois triunfos (ambos conquistados sob o comando de Augusto e Glauber). Vazada em 22 ocasiões, a defesa esmeraldina é a 15ª dentre os times que atuam longe de seus domínios, enquanto o ataque, com 13 gols, é o 13º.

Nos últimos cinco jogos que disputou, o Goiás marcou cinco gols. Destes, dois foram de Fernandão e outros dois de Rafael Moura, comprovando a importância da dupla. Já o Inter vive fase mais artilheira: com 10 bolas na rede nas últimas cinco vezes que foi a campo, o Clube do Povo contou com quatro tentos de Yuri Alberto, além de um de Peglow, Patrick, Edenilson, Dourado, Galhardo e Caio Vidal.


Situação de tabela


O Inter amanheceu neste domingo ocupando a vice-liderança do Brasileirão. Dono de 50 pontos, o Clube do Povo pode, em caso de vitória sobre o Goiás, diminuir a diferença em relação ao São Paulo, líder, para três pontos. Para tanto, o Tricolor precisaria ser derrotado, no Morumbi, pelo Santos. O clássico San-São ocorre a partir das 16h.

Enquanto triunfo no Beira-Rio mantém o Inter na vice-liderança, um empate com o Goiás deixaria o Clube do Povo ao alcance de vitoriosos Atlético-MG e Flamengo. Empatados com 49 pontos, Galo e Rubro-Negro são, respectivamente, terceiro e quarto colocados.

O Urubu recebe o Ceará, às 16h, no Maracanã, enquanto o Alvinegro visita o Red Bull Bragantino, segunda, às 20h. Se perder, o Colorado é ultrapassado até mesmo em caso de empate do Atlético, enquanto o Flamengo, por somar os mesmos 14 triunfos que os comandados de Abel Braga, não conseguiria reverter a diferença no saldo de gols.

Atual 18º colocado, o Esmeraldino está a dois pontos do Bahia, 17º, e três do Vasco, 16º e primeiro fora da zona de rebaixamento. Assim, uma vitória sobre o Inter permitiria ao Goiás a fuga do Z4, desde que acompanhada de triunfo do Botafogo sobre o Cruz-Maltino, em confronto marcado para às 20h deste domingo, em São Januário, e derrota do Bahia para o Atlético-GO, duelo que ocorre em Goiânia no mesmo horário do embate do Beira-Rio.

Confira os oito primeiros classificados do Brasileirão:

PJVEDGPGCSG
1 – São Paulo56281684492623
2 – Internacional50281486432617
3 – Atlético-MG49271548463412
4 – Flamengo49271476473710
5 – Grêmio492812133372314
6 – Palmeiras47271386382513
7 – Fluminense4328127939327
8 – Santos3927109838353

Retrospecto


Inter e Goiás já disputaram 53 duelos até hoje. Na dianteira do retrospecto, o Clube do Povo soma 24 vitórias no confronto, seis a mais do que o rival – ocorreram, ainda, 11 empates. A vantagem colorada também ocorre no número de gols marcados: 74 gaúchos contra 59 goianos.

Forlán em ação contra o Goiás no ano de 2013

O show em 2009


Envolvido na luta pelas primeiras posições da tabela, o Inter recebeu o Goiás em partida da 22ª rodada do Brasileirão de 2009. Disputado no dia 30 de agosto, o confronto, acompanhado por mais de 30 mil colorados e coloradas, foi o primeiro do eterno Fernandão, após sua passagem pelo Beira-Rio, contra o Clube do Povo.

Guiñazú marcou lindo gol no duelo de 2009

Em campo, Marquinhos abriu o placar para o Inter logo aos cinco. Pouco depois, ainda antes dos 15, Fernandão foi expulso após dividida com Magrão. Ato contínuo, Guiñazú ampliou para o Clube do Povo. O gol foi o quarto e último de El Cholo com a camisa colorada. Giuliano e Kleber, este em uma pintura, garantiram, na etapa final, o 4 a 0 alvirrubro.

Inter vai em busca da quinta vitória consecutiva no Brasileirão

Colorado é o vice-líder do Brasileirão (Fotos: Eduardo Schemes)

Domingo é dia de Inter no Beira-Rio! O Colorado está pronto para duelar com o Goiás, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Embalado por cinco vitórias consecutivas, quatro pela competição nacional, o time de Abel Braga busca, a partir das 18h15, dar sequência ao bom momento vivido e seguir subindo na tabela.

Vice-líder, com 50 pontos somados, o Clube do Povo tem seis a menos que o São Paulo, primeiro colocado, e que joga o clássico diante do Santos no Morumbi pouco antes, às 16h.

De olho no duelo com a equipe goiana, o grupo colorado fechou a preparação neste sábado (09/1) em treinamento no CT do Parque Gigante. O meio-campista Edenilson e o atacante Yuri Alberto serão desfalques na partida, em função do terceiro cartão amarelo recebido na vitória sobre o Ceará, quinta passada.

Depois do confronto diante dos goianos, o Inter ainda pega o Fortaleza, dia 17 de janeiro, antes de encarar o São Paulo, na casa do adversário, no dia 20 de janeiro, pela 31ª rodada.

Inter e Goiás empatam pelo Brasileirão Sub-20

Pela 3ª rodada do Brasileirão Sub-20, o Internacional ficou no 2 a 2 com o Goiás, nesta quarta-feira (30/09), em Alvorada. No domingo (04/10) o adversário será o Sport Recife na Arena Pernambuco.

Inter segue invicto na competição (Foto: Jota Finkler)

Antes da partida o técnico Fábio Matias perdeu alguns jogadores que sentiram os efeitos de uma síndrome gastro entérica e não puderam atuar. Na primeira etapa o jogo foi morno e o destaque ficou para o goleiro Emerson Junior que fez duas grandes defesas.

No segundo tempo a partida ganhou em qualidade e foram os visitantes que saíram na frente. Aos 10 minutos Neto marcou depois de apanhar rebote dentro da pequena área. Só que o Internacional contou com a tarde inspirada do volante Lucas Ramos para virar o jogo.

Lucas Ramos avança para marcar seu primeiro gol no jogo (Foto: Jota Finkler)

O primeiro gol veio aos 16 minutos. Rafael Gelatti fez lindo lançamento pelo meio e Lucas Ramos ganhou dos marcadores antes de invadir a área e deslocar o goleiro Marcio Vitor. A virada foi aos 23 minutos. Após novo passe de Gelatti, Ramos mais uma vez não deu chances para os marcadores e da entrada da área bateu rasteiro para virar o marcador.

Depois da expulsão de Rafael Gelatti o Colorado administrava o marcador, mas a pressão do Goiás resultou no gol de empate. Lucão de cabeça marcou aos 45 minutos.

Colombiano Amaya disputa bola com adversário (Foto: Jota Finkler)

O Internacional foi a campo com Emerson Júnior; Vinicius Tobias, Tiago Barbosa, Carlos Eduardo e Jonathan; Rafael Gelatti, Lucas Ramos e Davis Silva; Caio Vidal, João Tavares e Andrés Amaya. Entraram ao longo da partida: Cazzetta, Luiz Vinicius, Cleberson, Vinicius Mello e Vitinho.

Fotos: Goiás 1 x 0 Inter – Brasileirão/10ª rodada

Domingo foi de Inter em campo no Estádio da Serrinha

Derrota na Serrinha

O Clube do Povo visitou o Goiás, na noite deste domingo (13/09), para a disputa de partida da 10ª rodada do Brasileirão. Iniciado às 18h, o confronto, que teve como palco o Estádio da Serrinha, foi encerrado com vitória de 1 a 0 da equipe da casa. O Colorado agora volta suas atenções para a Libertadores, torneio pelo qual recebe o América de Cali-COL, na próxima quarta-feira (16/09), às 19h15. Pelo Nacional, o Clube do Povo retorna a campo no sábado que vem (19/09), às 19h, quando visita o Fortaleza.


Retranca rival funciona

No primeiro minuto de jogo, o Clube do Povo demonstrou que o corredor direito seria um dos caminhos para explorar diante do Goiás. D’Alessandro recuou, Marcos Guilherme infiltrou e Rodinei, inteligente, percebeu a movimentação do companheiro e lançou. O Relâmpago foi ao fundo e cruzou fechado para defesa de Tadeu. No lance, porém, o camisa 23 colorado sofreu violento carrinho de Jefferson, lateral adversário, expulso após consulta do árbitro ao vídeo.

Iniciado o confronto de 11 contra 10, o Goiás, fechado com duas linhas de quatro, conseguiu encaixotar a equipe alvirrubra, que exibiu movimentação intensa de seus meio-campistas, mas pouco conseguiu criar. As melhores oportunidades saíram dos pés de D’Alessandro, em bolas paradas, ou em cruzamentos nas ocasiões em que o Clube do Povo conseguiu chegar ao fundo. Quem abriu o placar, porém, foi o Goiás, já nos instantes finais, quando Vinicius Lopes pegou rebote de corte parcial da defesa alvirrubra. Time da casa 1 a 0, e intervalo inaugurado.


Ataque contra defesa

Só o Inter jogou no segundo tempo. Recheado de atacantes, mas sem abdicar da armação, o Clube do Povo ocupou a intermediária ofensiva durante 45 minutos, não permitindo respiro aos donos da casa. Inspirado, todavia, o goleiro Tadeu impediu o empate colorado, operando milagres em sequência e garantindo o triunfo mínimo para os donos da casa.


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – Tadeu! Rodinei lança Marcos Guilherme nas costas de Jefferson. Relâmpago vai ao fundo e cruza fechado, buscando Abel. Antes do atacante uruguaio, goleiro alviverde deixa o gol pra ficar com ela. No lance, camisa 23 colorado sofreu violento carrinho do lateral adversário.

3min – Na rua! Flavio Rodrigues de Souza consulta o vídeo e apresenta o vermelho para Jefferson. Carrinho violentíssimo acertou em cheio o tornozelo de Marcos Guilherme.

7min – TADEU! Moisés cruza fechado da esquerda buscando Abel. Goleiro sai da meta e afasta de soco.

8min – Muda o Inter. Combalido após violento carrinho, Marcos Guilherme dá lugar a Boschilia.

8min – Troca o Goiás. Keko sai, Caju entra.

10min – DE NOVO ELE! D’Alessandro lança Boschilia nas costas da marcação. Camisa 21 vai ao fundo e finaliza rasteiro, com desvio. Goleiro voa no canto para encaixar rasteiro.

23min – Amarelado. Fabio Sanches puxa Edenilson, impedindo escapada do camisa 8 colorado.

24min – POR CIIIMA! Pela direita, D’Alessandro cobra falta com muito veneno. Fechada, ela supera o travessão por detalhe, levando muito perigo.

26min – Nada, professor? Rafael Moura acerta um coice em Musto. Volante colorado deixa o campo com o rosto sangrando, mas árbitro sequer indica falta.

33min – EXPLODE NA ZAGA! Boschilia recebe pela esquerda e solta a bomba. Desviada na marcação, ela sai em escanteio.

35min – SAAAAAAAAAALVA TADEU! Inter cobra curto o escanteio. Boschilia levanta na área e a bola chega em Abel Hernández. O 99 alvirrubro consegue o domínio na pequena área, briga com a marcação e finaliza mascado para excelente defesa do goleiro esmeraldino.

39min – PASSOU POR TODO MUNDO! Praxedes vai ao fundo pela direta, entorta a marcação e cruza. Abel Hernández aparece em altíssima velocidade para tentar o desvio, mas a bola passa fora do alcance do atacante.

42min – UUUUUUH! D’Alessandro cobra agora pela esquerda. Na primeira trave, Edenilson aparece como elemento surpresa e desvia. A bola sai tirando tinta do poste direito esmeraldino.

43min – Vinícius Lopes fica com a sobra de confusão na área colorada e finaliza rasteiro em direção às redes coloradas. Time da casa na frente.

45min – Cartão amarelo para Victor Cuesta.

45min – Vamos a 48.

46min – Cartão amarelo para Marcelo Rangel, banco do Goiás.

47min – Bruno Praxedes leva o amarelo.

48min – Encerrada a primeira etapa.


Segundo tempo

0min – Inter volta com mudança. Entra Thiago Galhardo, sai Praxedes. Com a troca, D’Alessandro passa a ocupar a função de meia-central. Edenilson cai pela direita, Boschilia na esquerda, e Galhardo forma dupla com Abel.

4min – POR DETALHE! Abel recebe bola viva na área esmeraldina e tenta o chapéu na marcação. Forte, a bola fica com Tadeu.

6min – UHHH! Inter roda da esquerda para a direita. Cuesta cruza aberto, Rodinei domina com liberdade e ajeita para D’Ale. A bola chega mascada no camisa 10, que tenta de primeira, mas manda por cima.

8min – UH! Cuesta cruza da esquerda da intermediária e a bola passa raspando por Thiago Galhardo.

9min – PRESSIONA O INTER! Rodinei cruza e Abel divide no alto com David Duarte. A bola sai em escanteio.

15min – UHHH! Inter insiste com seguidos cruzamentos pela direita. Boschilia pega o rebote de corte parcial da zaga adversária e aciona Moisés, que ajeita para soltar o canhotaço. Foguete, passa ao lado do gol de Tadeu.

17min – MILAAAAAAAAAGRE! D’Alessandro cobra escanteio, a zaga corta e a volta é do camisa 10 colorado, que cruza milimétrica para Pedro Henrique. Jovem zagueiro manda de cabeça buscando o ângulo esmeraldino, mas Tadeu voa para salvar, operando providencial defesa cinematográfica.

22min – Dupla troca no Inter. Pedro Henrique deixa o campo para a entrada de Lindoso, enquanto D’Ale dá lugar a Leandro Fernández.

23min – UHHHHHHHHHHH! Só dá Inter! A bola fica viva na área esmeraldinha e sobra em Leandro Fernández, que cabeceia buscando o ângulo. Tadeu opera um milagre.

24min – PRA FOOOOOOOOORA! Abel Hernández é lançado na área do Goiás e finaliza. Ela desvia em David Duarte e sai em escanteio para o Inter.

26min – TADEEEEEEEEEEU! Rodinei avança pela direita, tabela com Leandro, invade a área e solta uma bomba. Milagre do goleiro esmeraldino.

28min – Abel Hernández tabela com Galhardo e empata para o Inter, mas a arbitragem assinala impedimento.

30min – Galhardo é lançado na área rival, domina no peito e sofre a carga por trás. Árbitro nada marca.

41min – Breno faz cera e deixa o campo. Antes disto, leva o amarelo. Quem entra é Ratinho.

42min – TIIIIIIIIIIRA A ZAGA! Leandro Fernández tenta olímpico mas David Duarte, sobre a linha, consegue o corte. A bola toma altura e é cortada de soco por Tadeu. O goleiro aproveita para ganhar tempo e faz cera.

43min – Entra Moledo, sai Rodinei. Inter completa suas cinco trocas.

45min – Apesar de toda a cera goiana, jogo terá apenas mais cinco minutos.

48min – Muda o Goiás. Entra Gilberto, sai Daniel Bessa.

49min – É IMPRESSIONANTE! Inter cobra escanteio fechado da direita, Tadeu espalma para a confusão, Abel Hernández tenta completar, Fabio Sanches afasta, ela volta em Moledo, que manda para o gol, mas zagueiro e goleiro adversários voltam a salvar o time da casa.

50min – Encerrada a partida.


Ficha técnica:

Goiás (1): Tadeu; Edilson, David Duarte, Fabio Sanches e Jefferson; Sandro, Breno (Ratinho), Daniel Bessa (Gilberto); Vinicius Lopes, Rafael Moura e Keko Villalva (Caju). Técnico: Thiago Larghi.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Rodinei (Rodrigo Moledo), Pedro Henrique (Rodrigo Lindoso), Victor Cuesta e Moisés; Damián Musto; Edenilson, Bruno Praxedes (Thiago Galhardo) e Marcos Guilherme (Boschilia); Andrés D’Alessandro (Leandro Fernández) e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.

Gol: Vinicius Lopes, aos 43 minutos do primeiro tempo (G).

Cartões amarelos: Fabio Sanches, Breno e Marcelo Rangel (G). Victor Cuesta, Pedro Henrique e Bruno Praxedes (I).

Cartão vermelho: Jefferson (G).

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro. VAR: Jose Claudio Rocha Filho. Quarteto paulista.

Estádio: Serrinha-GO.