Ximena é convocada pelo Uruguai

O futebol feminino viverá sua primeira Data FIFA pós-Olimpíadas entre os próximos dias 13 e 21 de setembro, e o período de jogos entre seleções contará com representante colorada empunhando as cores de seu país. Meio-campista das Gurias, a charrua Ximena Velazco foi convocada para defender o Uruguai nos dois amistosos que a Celeste disputará contra o Chile, ambos em território andino.

Charrua e colorada, Velazco é uma das referências do Uruguai/Foto: Mariana Capra

Comandada por Ariel Longo, a Seleção Uruguaia não vai a campo desde o último mês de junho, quando disputou dois amistosos contra Porto Rico. Na ocasião, o Inter esteve representando não apenas por Ximena, mas também pela jovem Wendy Carballo, atacante do grupo profissional colorado. Capitã e protagonista do selecionado charrua, Velazco é atleta das Gurias desde abril, quando chegou ao Clube do Povo oriunda do Peñarol, onde conquistara dois Campeonatos Nacionais.

Vale lembrar que Ximena não é a única atleta das Gurias relacionada para a Data FIFA. Além dela, a goleira Gabi Barbieri, a meio-campista Maiara e a atacante Mileninha foram convocadas pelo técnico Jonas Urias para período de treinos com a Seleção Brasileira Sub-20. Já na categoria Sub-15, seis jogadoras do Inter, além do técnico David da Silva, representarão o Brasil nos Jogos Mundiais Escolares de Belgrado, que começam no próximo dia 11.

Com Bruna Benites, Seleção Feminina estreia nas Olimpíadas nesta quarta-feira

Bruna Benites representa o Inter na Seleção Feminina/Foto: Sam Robles, CBF

O Inter estará representado na luta pelo ouro no Japão! Atleta das Gurias Coloradas, Bruna Benites iniciará nesta quarta-feira a disputa de sua terceira edição de Olimpíadas. Xerifa da seleção de Pia Sundhage, a defensora do Clube do Povo deve ser titular nesta quarta-feira (21/07), diante da China, na partida de estreia do futebol brasileiro nos Jogos de Tóquio.

Contratada pelo Inter em junho de 2019, Bruna Benites já conquistou dois Campeonatos Gaúchos com a camisa do Clube do Povo. Peça fundamental na afirmação do Colorado na elite do futebol feminino brasileiro, a zagueira se destaca pela técnica refinada que apresenta, capaz de aliar botes precisos à enorme qualidade na construção de jogadas. Craque, é reverenciada pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que tem na capitã uma de suas grandes referências.

Bruna é a dona da 3 do Inter/Foto: Mariana Capra

O Inter passa longe de ser uma exceção na carreira multicampeã de Bruna. Aos 35 anos, a zagueira pode se orgulhar da vasta história que possui tanto no futebol brasileiro quanto no do exterior. Bicampeã da Libertadores e vencedora do Mundial com o São José-SP, Benites já atuou na Noruega, nos Estados Unidos e na China, grandes centros da modalidade. Rico, o currículo conta com convocações para os Jogos Olímpicos de Londres e Rio de Janeiro, além do título da Copa América de 2014.

Bruna (14) comemora vitória do Brasil nas Olimpíadas de 2016/Foto: Ricardo Stuckert

O primeiro passo do Brasil na luta pelo ouro olímpico será dado a partir das 5h desta quarta. Contra a China, Bruna e companhia disputarão a rodada de abertura do grupo F de Tóquio, que será sucedida por duelo diante da Holanda, no próximo domingo (24/07), marcado para as 8h. A terceira e última partida ocorre na outra segunda-feira (27/07), também às 8h, contra a Zâmbia. Boa sorte, capitã! Estamos contigo!

Estamos contigo, capitã!/Foto: Mariana Capra

Bruna Benites brilha em amistoso da Seleção Feminina

Bruna (13) comemora o primeiro gol da partida/Foto: Richard Callis, SPP, CBF

A Seleção Feminina do Brasil disputou, diante da Rússia, seu penúltimo amistoso preparatório à disputa das Olimpíadas de Tóquio. Iniciada às 16h desta sexta-feira (11/06), a partida, vencida por 3 a 0 pelas comandadas de Pia Sundhage, contou com brilho de Bruna Benites. Capitã das Gurias Coloradas, a zagueira marcou os dois primeiros gols do confronto, realizado no Estádio Cartagonova-ESP.

Titular durante os 90 minutos (mais acréscimos), Bruna deu o show de sempre na retaguarda defensiva. Pela direita da dupla de zaga, que formou com a palmeirense Rafaelle, a capitã colorada, pouco exigida pelo ataque russo, ofereceu enorme segurança na saída de bola canarinho. Importante na construção de jogo, porém, a camisa 13 do Brasil não resumiu sua participação aos primeiros centímetros do campo.

Bruna é festejada pelas companheiras/Foto: Richard Callis, SPP, CBF

Melhor em campo desde o início do confronto, a Seleção Brasileira custou a abrir o placar contra as russas. Foi apenas aos 41 do primeiro tempo que, após Andressinha cobrar escanteio pela esquerda, Bruna Benites apareceu para tranquilizar a missão canarinho. Atenta, a guria colorada aproveitou desvio de Ludmila, na primeira trave, para se antecipar à marcação e completar de cabeça em direção às redes adversárias.

O segundo gol saiu no segundo tempo, também de bola aérea, mas a partir de outra movimentação. Pela direita, Andressa Alves seguiu à risca o manual dos escanteios, e levantou na altura da marca do pênalti. Atenta, Bruna subiu com autoridade, no terceiro andar, para também respeitar a cartilha dos testaços. Para baixo, no contrapé da goleira Grichenko, a zagueira ampliou a vantagem brasileira.

Os minutos finais de confronto ainda presenciaram gol de Andressa Alves, responsável por encerrar o escore espanhol. O último amistoso prévio aos Jogos Olímpicos ocorre na próxima segunda-feira (14/06), contra o Canadá, também em Cartagena. A estreia do Brasil nas Olimpíadas está prevista para o dia 21 de julho, uma quarta-feira, diante da tradicional Seleção da China.

Bruna, abraçada por Isa (23), já tem um gol marcado no Brasileirão A1 2021/Foto: Mariana Capra