Supercopa do Brasil Feminina: caminho definido para as Gurias

Na tarde desta segunda-feira (17/01), aconteceu o sorteio da Supercopa do Brasil Feminina, competição que será disputada na temporada de 2022 pela primeira vez. A estreia das Gurias Coloradas, nas quartas de final, será diante do Real Brasília, com mando de campo do Clube do Povo. O torneio será disputado do dia 6 a 13 de fevereiro, com jogos apenas de mata (duelo único).

As Gurias obtiveram classificação em função da campanha histórica no Brasileirão Feminino A1 da temporada passada, no qual foram as melhores gaúchas classificadas, chegando à semifinal da competição.

Caso avance de fase e chegue na semifinal da Supercopa, as Gurias enfrentarão o vencedor do confronto entre Corinthians e Palmeiras. O jogo será em São Paulo, por conta da melhor classificação da Federação Paulista no ranking da CBF.

Em uma possível final, os adversários do chaveamento oposto são o Cruzeiro (Minas Gerais), Grêmio (Rio Grande do Sul), Esmac (Pará) e Flamengo (Rio de Janeiro). Os locais e os horários das partidas serão definidos em breve.

Gurias Coloradas passam por reformulação no elenco

Depois de uma temporada histórica em 2021, chegando à semifinal do Brasileirão Feminino A1 e conquistando o tricampeonato estadual de forma consecutiva, as Gurias Coloradas se despedem de atletas vitoriosas com a camisa alvirrubra.

Vivi Holzel, goleira experiente e de uma grande carreira, ficou marcada na história do Internacional depois de defender dois pênaltis contra o Grêmio, na final do Gauchão Feminino de 2021, se despede do Colorado depois de atuar em 29 partidas. 

Vivi foi um paredão na final do Gauchão 2021/Foto: João Callegari

Leidiane estava no clube desde a retomada da categoria em 2017, se despede depois de conquistar 4 títulos estaduais (2017, 2019, 2020 e 2021), foram 90 jogos com a camisa do Internacional e 8 gols marcados. A atleta se despede do Colorado com a marca de ser uma das jogadoras que mais vestiu a camisa vermelha. 

Leidiane conquistou o tetracampeonato estadual com a camisa do Internacional/Foto: João Callegari

Ariane estava no clube desde 2018, conquistou o tricampeonato estadual com as Gurias Coloradas e se destacou no jogo contra o São Paulo, pelas quartas de final do Brasileirão Feminino A1 de 2021, marcando o gol que levava o jogo para as penalidades máximas no Morumbi. Ari se despede do Colorado depois de 59 jogos e 7 gols. 

Ari comemora seu gol decisivo contra o São Paulo nas quartas de final do Brasileirão/Foto: Livia Villas Boas/CBF

Vick Moura, jovem volante e lateral que foi vice-campeã como capitã das Gurias Coloradas do Brasileirão Feminino Sub-18 de 2020, disputado em 2021 e campeã do Gauchão profissional disputado neste ano, se despede do Colorado depois de disputar 4 jogos pela equipe profissional.

Vick posando ao lado da taça do Gauchao 2021/Foto: João Callegari

Gilmara chegou do Ceará para a disputa do último Gauchão, e apesar de ter convivido com lesões, a volante se sagrou campeã do Gauchão.

Gilmara (E) se despede do Colorado/Foto: João Callegari

Thessa, volante que esteve junto ao Colorado em todas as temporadas desde a retomada da categoria. Foi apelidada de “Guerreira” por toda raça que demonstrava em campo, além disso, sempre mostrou sua qualidade com a bola no pé, se identificou com a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande e se tornou mais uma torcedora do Clube do Povo. Conquistou o quatro títulos gaúchos (2017, 2019, 2020 e 2021), tendo visto e participado de toda a evolução das Gurias Coloradas de perto. Aos 34 anos, a atleta não se despede apenas do Internacional, mas também dos gramados. Obrigado, Thessa!

Thessa comemora seu tetracampeonato com a camisa do Internacional/Foto: João Callegari

Mariana Pires teve seus primeiros passos no Internacional no ano de 2018. Desde o primeiro Brasileirão Feminino A1 ajudou o Colorado a ficar entre as melhores do país. Sua canhota afiada e técnica apurada qualificaram a jogadora para assumir a camisa 10 nas temporadas seguintes. Mari Pires se despede depois de 77 jogos e 17 gols.

Mari Pires conquistou o tricampeonato estadual/Foto: João Callegari

Rafa Travalão chegou ao Internacional no meio da temporada de 2020. Pelo Colorado, conquistou dois estaduais (2020 e 2021). Sua trajetória em Porto Alegre ficou marcada pela dedicação dentro de campo, atuando em diversas posições quando foi preciso e sempre se doando ao máximo. Rafa se despede depois de 42 jogos e 10 gols marcados.

Shashá, atacante que chegou ao Colorado em 2018 e se tornou uma das principais atletas do futebol gaúcho, conquistou três campeonatos estaduais com o Clube do Povo e jogou todos os clássicos Gre-Nais desde a retomada da categoria, em 2017. Shashá se despede do Internacional com o nome marcado na história, sempre representando a camisa alvirrubra com muita dedicação, empenho e respeito. Atuou em 90 jogos e marcou 38 gols.

Shashá consolidou carreira no futebol feminino brasileiro com a camisa das Gurias/Foto: João Callegari

Wendy, a jovem atacante uruguaia foi a primeira estrangeira a atuar e conquistar um título com a camisa das Gurias Coloradas, desde a retomada da categoria em 2017. Chegou ao clube em 2021, fez 23 jogos e marcou 9 gols. Wendy se destacou, mesmo com pouca idade, por sua luta dentro de campo, onde sempre representou com muito respeito a camisa do Internacional. 

Wendy conquistou seu primeiro título como atleta profissional/Foto: João Callegari

Todas as atletas acima tinham contrato com o Sport Club Internacional até o último dia 31/12/2021, e agora seguem para novos desafios em 2022. O Clube do Povo agradece todos os serviços prestados, respeito e carinho que tiveram com o nosso manto e deseja sucesso na continuidade das suas carreiras.

Gurias se despedem da Ladies Cup

Gurias encerram a temporada de 2021. Foto: João Callegari

Em jogo válido pela terceira rodada da Ladies Cup, o Colorado perdeu para o São Paulo por 1 a 0, com gol de Giovaninha, no estádio Municipal de Santana da Parnaíba. Com o resultado, as Gurias Coloradas se despedem da competição.

Em jogo extremamente complicado, as Gurias sofreram o gol cedo na partida. Giovaninha marcou logo aos 5 minutos em chute cruzado que superou Vivi, de grande atuação na competição. Depois disso, o Inter começou a pressionar as adversárias. Aos 22 minutos, Rafa Travalão cobrou escanteio pela ponta esquerda na segunda trave, Ari subiu mais alto que todo mundo, cabeceou para o chão e a bola tocou no pé da trave. No segundo tempo, logo aos 5 minutos, Priscila roubou a bola no terço final, tocou para Fabi Simões e a nossa camisa 7 chutou de fora da grande área, a goleira são paulina fez a defesa. A etapa complementar foi de pressão colorada, e a última chance para o empate foi de Mileninha. A atacante cobrou falta da intermediária direita, a bola ia caindo no ângulo, porém, Marcelle fez a intervenção, impedindo a igualdade do placar.

Com o fim da Ladies Cup, as Gurias encerram a temporada de 2021 e se reapresentam para a temporada de 2022 no meio do próximo mês de janeiro de 2022.

Ficha Técnica:

Internacional (0): Vivi, Ariely (Priscila), Isa Haas, Sorriso e Ari; Djeni (Maranhão), Mari Pires (Biazinha) e Mai; Rafa Travalão, Fabi Simões e Mileninha. T: Maurício Salgado

São Paulo (1): Carla (Marcelle); Giovana, Thais Regina, Lauren (Gislaine) e Dani; Cris, Duda e Larissa (Clara); Jaqueline, Giovaninha (Maressa) e Gláucia (Milla). T: Lucas Piccinato

Gol: Giovaninha (S)

Estádio: Municipal de Santana da Parnaíba

Vitória das Gurias na segunda rodada da Ladies Cup

Gurias comemoram o gol de Mai/Foto: Maurício Rummens/Brasil Ladies Cup

As Gurias Coloradas venceram a Ferroviária por 2 a 0, com gols de Fabi Simões e Mai, e seguem vivas na Ladies Cup! Em partida truncada, disputada sob muito calor, as Gurias fizeram um bom jogo, tanto ofensivamente quanto defensivamente, algo já característico nesta temporada de 2021, para chegar aos três pontos e assumir a liderança temporário do grupo B da competição. As Gurias voltam a campo na próxima quinta-feira, às 18 horas, contra o São Paulo, no Estádio Municipal de Santana de Parnaíba.

O primeiro tempo foi morno até os 24 minutos, quando Fabi Simões tocou a bola para Mileninha, que recebeu em profundidade, entrou na área e chutou para boa defesa de Luciana. Aos 34, veio a resposta: Raquel recebeu bola na pequena área e chutou. Vivi, que já tinha feito uma bela partida contra o América de Cali, fez uma defesa à queima-roupa, salvando o Colorado.

Poucos minutos depois, o gol do alívio saiu. Djeni recebeu a bola no meio-campo e tocou para Mariana Pires, na entrada área pela ponta-direita, de onde nossa camisa 10 fez um passe espetacular, nas costas da defesa, para Fabi Simões. A artilheira do Inter na temporada deu um toque de perna direita, na bochecha da rede, abrindo o placar para o Clube do Povo.

As Gurias não pararam por ai! Em outro passe antológico, agora de Rafa Travalão, Mai dominou a bola pelo lado esquerdo da grande área e chutou no canto esquerdo da goleira, ampliando o placar para o Internacional.

O segundo tempo foi de pressão das paulistas, mas a zaga composta por Vivi, Ariely, Isa Haas, Sorriso e Ari não deixou passar nada. Vivi teve mais uma atuação invejável, fazendo defesas cruciais e com ótimos confrontos mano a mano. Ariely, em seu quarto jogo como profissional, fez uma partida segura defensivamente, indo ao ataque quando era preciso e tendo poucos erros de passes. Atuação segura de uma jovem atleta!

Isa Haas e Sorriso fizeram uma barreira impenetrável, com desarmes certeiros e coberturas precisas, o que surpreende um total de zero pessoas. Já Ariane fez mais uma boa partida pela lateral esquerda. Nossa atleta de 24 anos, que fez o gol histórico da classificação para a semifinal do Brasileirão Feminino desta temporada, foi muito bem defensivamente, com ótimo tempo de bola e um posicionamento impecável durante a partida.

Ficha técnica:

Internacional (2): Vivi, Ariely (Maranhão); Isa Haas, Sorriso e Ari; Djeni, Mariana Pires (Priscila), Mai e Rafa Travalão (Kewllen); Fabi Simões e Mileninha

Ferroviária (0): Luciana, Carol Tavares (Monalisa), Anny (Géssica), Ana Alice e Barrinha; Luana (Duda), Rafa Mineira (Leidiane) e Sochor (Suzane); Aline Milene (Maísa), Raquel e Larissa (Thayciane)

Gols: Fabi Simões e Mai (I)
 
Estádio: Municipal de Santana da Parnaíba


Gurias são campeãs da Liga de Desenvolvimento Sub-14

Gurias comemoram mais um título nas categorias de base/Foto: Adriano Fontes

As Gurias Coloradas venceram o Centro Olímpico, na manhã desta segunda-feira (13/12), e se sagraram campeãs da Liga de Desenvolvimento na categoria Sub-14. Com gols de Clara e Stephanie, o Inter venceu por 2 a 0, confirmou a campanha invicta e levantou mais uma taça nas categorias de base!

Em jogo truncado, as Gurias conseguiram o abrir o placar cedo. Logo aos 4 minutos, Giovanna cobrou escanteio pelo lado direito, colocando a bola no meio da área, onde Clara subiu mais alto que todo mundo, parou no ar e cabeceou para o chão, como manda o manual, sem chance alguma para a arqueira adversária. Inter na frente!

No final do segundo tempo, Myka roubou a bola na intermediária defensiva colorada e fez um lançamento de 40 metros em direção a Stephanie. A camisa 17 dominou, driblou a mesma zagueira duas vezes e chutou no canto direito da goleira, dando o título para o Clube do Povo.

O Internacional, do técnico David da Silva, foi a campo com: Julinha, Mila Seguins, Amanda e Cecília; Aninha, Manu Borba, Myka, Giovanna e Clara; Stephanie (Clarinha) e Yasmin (Sarinha).

A Campanha

Na fase grupos, as Gurias enfrentaram times fortes e já consolidados no futebol feminino brasileiro – o que não assustou nossas campeãs. No primeiro confronto, Internacional e Santos fizeram jogo disputado, mas prevaleceu a força do Colorado: Internacional 2 a 0, gols de Stephanie e Yasmin.

Yasmin comemorando seu gol contra o Santos/Foto: Adriano Fontes

No segundo jogo, goleada para decidir a classificação antecipada. Em jogo mais tranquilo contra a Chapecoense, um sonoro 9 a 0, com gols de Yasmin (3x), Alícia (2x), Giovanna, Stephanie, Cecília e Manu Borba. A partir daquele momento, a última rodada serviria apenas para decidir quem ficaria em primeiro lugar no grupo, Inter ou Ferroviária, e a próxima adversária.

Clara (E) e Stephanie (D) fizeram um ótimo jogo contra a Chape/Foto: Adriano Fontes

No fechamento da primeira fase, as Gurias fizeram o seu jogo. Tiveram a bola quando queriam ter, jogaram sem ela quando precisaram. Em resumo: uma atuação perfeita. O Colorado venceu a Ferroviária por 2 a 0, com gols de Aninha e Giovanna, e terminou a primeira fase na primeira colocação do Grupo B.

Giovanna (E), Santana (C) e Sarinha (E), foram fundamentais na vitória contra a Ferrinha/Foto: Adriano Fontes

Na semifinal tivemos o maior clássico do Brasil. Internacional e Grêmio se enfrentaram em um dos jogos mais difíceis desta campanha, no qual o resultado foi de 0 a 0 até o minuto 21, quando Clara sofreu uma falta pela ponta direita, grudada na linha de fundo. Giovanna, que atravessou o gramado para cobrar, colocou na entrada da pequena área, e Sarinha, que tinha vindo do banco, pulou mais alto que todo mundo e marcou seu nome na história. De cabeça, nossa volante colocou para o fundo das redes e decretou a classificação para a tão sonhada final.

5 jogos, 5 vitórias, 16 gols feitos e nenhum sofrido. Mais 1 taça para a história.

Campeãs com o nome marcado na história/Foto: Adriano Fontes

O Elenco

Goleiras: Julinha e Évelyn

Defensoras: Aninha, Isabela, Camile Amanda, Mila Seguins, Cecília e Clara

Meio-campistas: Manu Borba, Myka, Sarinha, Clarinha, Santana e Giovanna

Atacantes: Stephanie, Alícia, Kath e Yasmin

Comissão técnica:

David da Silva – Treinador

Helen Oliveira – Auxiliar técnica

João Felipe Feeburg – Preparador físico

Lucas Wasem – Fisioterapeuta

Hebert Nunes – Auxiliar de fisioterapia

Leonardo Senna – Supervisor

Leonardo Menezes – Gerente

Claudio Curra – Diretor

Gurias estreiam com revés na Ladies Cup 2021

Jogo foi extremamente disputado/Foto: Rummens/@BrasilLadiesCup

Na manhã deste domingo (12/12), as Gurias foram superadas pelo América de Cali por 1 a 0 na estreia da Ladies Cup. Em jogo complicado contra o time colombiano, vice-campeão da Libertadores de 2020, o Inter teve dificuldades para conseguir impor seu estilo de jogo, e, em um contra-ataque em velocidade, sofreu o gol que definiu a partida. O resultado deixa o Clube do Povo na terceira colocação do grupo B, empatado com a Ferroviária.

As principais chances de jogo do Colorado vieram em bolas paradas. Aos 21 minutos da etapa inicial, Djeni cobrou falta por cima da goleira, assustando pela primeira vez o gol adversário. As Gurias voltaram a chegar na área rival aos 40, quando Djeni roubou bola no meio-campo e acionou Fabi Simões. A 7 derivou para a direita e, assim que pisou no terço final, soltou um chute de direita, parando em boa defesa de Tapia. O intervalo chegou com o placar zerado para os dois lados.

Djeni Becker foi a capitã do Inter na manhã deste domingo/Foto: Rummens/@BrasilLadiesCup

No segundo tempo, as Gurias chegaram aos 23 minutos, em cobrança de falta de Mariana Pires que, pela ponta direita, acertou a direção do gol, mas a goleira do América fez boa defesa. Aos 34 da etapa complementar, em um contra-ataque pela ponta esquerda ofensiva das colombianas, a bola foi cruzada para o meio da área, onde Guaracuco, com o pé direito, apareceu para colocar no fundo das redes. Depois do resultado adverso, o Inter pressionou em busca do empate, mas a melhor chance, em bola parada de Djeni, morreu na linha de fundo após passar por todo mundo.


Ficha técnica:

Internacional (0): Vivi; Rafa Travalão, Isa Haas, Sorriso e Ari; Djeni, Mari Pires (Biazinha) e Mai (Priscila); Maranhão (Júllia), Mileninha e Fabi Simões. T: Maurício Salgado

América de Cali (1): Tapia; Arias (Iglesias), Castañeda e Yantèn; Bonilla (Robledo), Pineda, Ospina e Basanta (Martínez); Vidal (Gabriela Rodríguez), Catarina Usme e Zamorano (Guarecuco). T: Andrés Usme

Gols: Guarecuco, aos 34’/2ºT (A).

Cartões amarelos: Zamorano e Guarecuco (A); Djeni e Rafa Travalão (I)

Estádio: Municipal de Santana da Parnaíba-SP

Gurias classificadas para a semifinal da Liga de Desenvolvimento Sub-16

Grupo comemora mais uma classificação

As Gurias Coloradas estão classificadas e novamente estão entre as 4 melhores bases do Brasil! Depois de vencer o São Paulo por 1 a 0, o Inter se classificou de forma antecipada a semifinal da competição, com o resultado positivo, a rodada final contra o Palmeiras que está marcada para a próxima sexta-feira (10/12), será para decidir quem passa em primeiro do Grupo A da competição.

Em jogo extremamente complicado contra o São Paulo, algo já costumeiro nas categorias de base feminina, as Gurias Coloradas prevaleceram e conseguiram a vitória. Maria Lúcia, aos 8 minutos do segundo tempo, marcou o gol da vitória em grande estilo. Após arrancar em velocidade do campo de defesa, a camisa 9 das Gurias chamou a zagueira Kedima para dançar e, a alguns passos da meia-lua, pela direita, arriscou. Teleguiada, a bomba voou até o ângulo paulista, sem chance de defesa. Internacional 1 x 0 São Paulo.

O Colorado foi a campo com: Brito, Joana, Guta, Locatelli e Érica; Berchon, Bruna Wink (Larissa) e Gaby Tomé (Karol); Vitória, Maria Lúcia e Clarinha (Aline), treinadas por David da Silva.

Gurias Sub-16 estreiam com goleada na Liga de Desenvolvimento

As Gurias Coloradas estrearam com vitória na Liga de Desenvolvimento 2021. Em jogo contra o Fluminense, a vitória de 4 a 1 com gols de Guta, Berchon, Gaby Tomé e Bruna Wink deram o triunfo para o Colorado e a liderança momentânea de seu grupo. 

O Inter abriu o placar no começo do segundo tempo. Aos 7, Berchon cobrou falta na grande área, Amanda Locatelli desviou e Guta colocou para o fundo das redes. Logo depois, aos 9, Maria Lúcia recebeu na pequena área, fez o pivô e tocou para Berchon, a capitã acertou um belo chute de perna direita e ampliou o placar. 

O Fluminense diminuiu aos 17, na saída de bola, Gaby Tomé recebeu passe pela ponta direita, driblou duas atletas adversária e acertou um chute de cobertura, Inter 3 a 1 Fluminense. O Inter seguiu pressionando o Fluminense, depois de cruzamento pelo lado esquerdo, Fridrich dominou, tocou para Bruna Wink que acertou um chutaço de fora da área, no ângulo da goleira. Fim de jogo e vitória colorada. 

O próximo confronto do Inter é na quarta-feira (08/12), às 16h, contra o São Paulo. Lembrando que na categoria Sub-16 da Liga de Desenvolvimento os jogos têm duração de 70 minutos, 30 em cada tempo e 10 minutos de intervalo. Todas as partidas estão sendo realizadas em Sorocaba, São Paulo. 

O Internacional do técnico David da Silva foi a campo com: Isa Ramires, Joana Borges, Guta, Amanda Locatelli (Larissa) e Érica (Pavarin); Berchon (Fridrich), Bruna Wink e Gaby Tomé; Maria Lúcia (Aline), Clarinha (Karol) e Vitória.

Nos pênaltis, Gurias Coloradas superam o Grêmio e conquistam o tricampeonato gaúcho

AS TRICAMPEÃS DO RIO GRANDE/Foto: João Callegari

O RIO GRANDE TEM PATROAS! CAMPEÃS! ENEA NA HISTÓRIA, TRI CONSECUTIVAS! As Gurias Coloradas conquistaram o Gauchão Feminino na manhã deste domingo (05/12), na Arena Cruzeiro, em cima do Grêmio. Após empate de 1 a 1 no tempo normal, com gol de Fabi Simões para o Inter, o Clube do Povo contou com dois milagres de Vivi para vencer a disputa dos pênaltis por 4 a 3 e garantir mais uma taça estadual para o museu alvirrubro!


Gurias com a bola, Grêmio no contra-ataque

Fabi empatou para o Inter/Foto: João Callegari

Do início ao fim, o roteiro da partida foi o mesmo. Em busca do terceiro título consecutivo, as Gurias Coloradas assumiram o protagonismo do confronto desde o primeiro apito, ao passo que o Grêmio, retraído na própria defesa, apostava nos contra-ataques para ser feliz em Cachoeirinha – como foi aos sete.

Em rápida escapada, Jane Tavares recebeu com espaço pela direita, saiu de frente com Vivi e chutou rasteiro para milagre da goleira colorada. O rebote, porém, foi de Maiara, que mandou de carrinho para as redes. Em vantagem, o Grêmio pôde valorizar a posse de bola, ao passo que as Gurias, ansiosas para igualar a conta, apostaram na bola aérea para buscar o empate.

Gurias apostaram na bola aérea para incomodar a zaga gremista/Foto: João Callegari

Consecutivos e incontáveis escanteios foram acumulados pelo Inter, a maioria cortado com dificuldade pela zaga gremista, mas não finalizado pelo ataque colorado. Até que Rafa decidiu arriscar pela direita da área. Forte, o chute foi espalmado pela marcação. Pênalti para o Clube do Povo!

Gol colorado saiu aos 40 do primeiro tempo/Foto: João Callegari

Na cobrança, a Mulher Gre-Nal, que já somava seis gols na maior rivalidade do país. Decisiva, a multicampeã camisa sete assumiu a responsabilidade com a leveza das craques, e bateu forte para empatar. Lorena, que se diga, até acertou o canto, mas não teve chances de salvar. Fim da primeira etapa, 1 a 1 no placar!

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Gol: Gurias Coloradas 1 x 1 Grêmio | 05/12

Empate teimoso

O segundo tempo testou o coração dos colorados e coloradas, que presenciaram intensa blitz das Gurias no reinício do confronto. Na melhor chance que criou, o Inter quase ampliou com Fabi Simões, que tirou proveito de bate-rebate criado por Mari Pires, dona de dois arremates travados pela zaga, para aparecer com espaço na pequena área. Forte demais, o chute saiu por cima.

Coloradas martelaram em busca do segundo gol/Foto: João Callegari

O forte calor registrado na quase veranil manhã gaúcha e a intensidade do jogo, disputado em altíssima rotação, motivaram trocas nas duas equipes a partir do minuto 15. Além das mudanças, que naturalmente modificaram o ritmo do duelo, a proximidade da disputa de pênaltis também deu contornos mais dramáticos à segunda etapa, que foi encerrada com poucas chances de lado a outro. Pela terceira vez em cinco anos, o Gauchão Feminino seria decidido da marca da cal.

Torcida sofreu e vibrou com o time/Foto: João Callegari

Vivi brilha!

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Pênaltis: Gurias Coloradas 1 (4) x (3) 1 Grêmio | 05/12

Faltaram unhas e sobraram cabelos nas mãos do povo vermelho. Responsável por abrir a série, Bruna Benites desperdiçou a primeira cobrança, muito bem defendida por Lorena. Na sequência, Maiara converteu a batida gremista, abrindo vantagem para as bivice-campeãs – até então.

A tranquilidade colorada foi retomada pelos pés de Rafa Travalão. No centro do gol, a camisa 11 encheu o pé para empatar não só o placar, mas também o anímico, inabalável mesmo com o gol de Maglia. Djeni, terceira a bater para o Inter, também converteu com a precisão de sempre, encaminhando o momento mais decisivo das cobranças.

Mileninha deu show de personalidade/Foto: João Callegari

Depois de Pri Back marcar o terceiro do Grêmio, Fabi Simões provou que existem golaços de pênalti para dar continuidade à caça no placar. Ao Grêmio, restavam duas cobranças. Duas chances de redenção para Vivi, que não desperdiçou a oportunidade. Primeiro, a goleira defendeu a batida de Andréia, que entrara em campo, nos acréscimos da etapa final, apenas para as penalidades.

Símbolo perfeita do protagonismo exercido pela ala jovem do elenco na caminhada colorada rumo ao título, a cobrança de Mileninha, quinta do Inter, garantiu o quarto gol colorado. Se Eudimila errasse, a taça era das Gurias. E ela errou. Vivi, heroína do início de tarde, voou para salvar mais uma e garantir a conquista. O GAUCHÃO, DE NOVO, É NOSSO!

Comemora, paredão!/Foto: João Callegari

Ficha técnica:

Internacional (1): Vivi; Leidi (Mileninha), Bruna Benites, Sorriso e Belinha (Ari); Djeni, Mari Pires (Isa Haas), Wendy (Maranhão) e Shashá; Fabi Simões e Rafa Travalão. Técnico: Maurício Salgado.

Grêmio (1): Lorena; Mariza (Isa)(Nathane), Andressa, Patrícia (Andréia) e Gisseli; Maglia, Pri Back, Jane Tavares (Eudimila), Maiara e Rafa Levis (Tchula); Lais (Gabizinha). Técnica: Patrícia Gusmão.

Gols: Maiara, aos 7’/1ºT (G) e Fabi Simões, aos 40’/1ºT (I).

Cartões amarelos: Leidi, Sorriso, Bruna Benites e Shashá (I). Andressa, Patricia, Rafa Levis e Gabizinha (G).

Arbitragem: Andressa Hartmann, auxiliado por Luiza Reis e Maíra Mastella. Quarto árbitro: Matheus Costa.

Estádio: Arena Cruzeiro-RS.

Raio-X: Gurias disputam final do Gauchão em Cachoeirinha

Manhã decisiva! A partir das 10h deste domingo (05/12), as Gurias decidem o Gauchão Feminino em jogo único, na Arena Cruzeiro, contra o Grêmio. Atuais bicampeãs do estado, as coloradas buscam a nona taça da história do Inter na competição, quarta desde a retomada do Futebol Feminino do Clube do Povo. Confira entrevista da Rádio Colorada com Marina Staudt, jornalista do portal Grêmio Futebol Feminino, projetando o duelo e, a seguir, veja todas as informações sobre a partida!

Sport Club Internacional · Raio-X #62 | Gurias Coloradas x Grêmio | 05/12

Transmissão 📻

A Rádio Colorada anuncia cobertura especial para esta final de Gauchão, com horário de abertura previsto para as 9h. Confira a programação da emissora oficial do Clube do Povo, que acompanhará o duelo direto da Arena Cruzeiro:

Domingo (05/12)Plataforma
Raio-X9hInternet e App do Inter
Portões Abertos9h30Internet e App do Inter
Jornada Esportiva10hInternet e App do Inter
Vestiário Vermelho12hInternet e App do Inter
Torça pelas Gurias com a Colorada!/Foto: João Callegari

As redes sociais das Gurias Coloradas (@guriascoloradasoficial no Instagram, @GuriasColoradas no Facebook e @ColoradasGurias no Twitter) acompanharão a finalíssima com relato minuto a minuto. Com imagens, a RBS TV e a FGF TV anunciam transmissão.


Vamo, Inter! 💪

Últimas duas semanas foram de preparação intensa para as Gurias/Foto: João Callegari

Entre a classificação para a final, conquistada no sábado retrasado (20/11), e o duelo em Cachoeirinha, a comissão técnica contou com duas semanas para trabalhar com o elenco. O período, inicialmente, conviveu com foco na parte física das Gurias, que realizaram atividades em curto espaço, disputas de bola em duplas, embates de 3×3 e dinâmicas em campo reduzido, usando de pivôs ao lado das goleiras e nas laterais, exercício organizado para aguçar a tomada de decisão em tempo curto.

Na sequência, atividades táticas e técnicas, realizadas sob às ordens de Maurício Salgado, simularam situações esperadas para o jogo deste domingo. Na Arena Cruzeiro, as Gurias irão a campo com o objetivo de apresentar o que de melhor exibiram ao longo do ano, como revelou o técnico do Inter em entrevista concedida para a Rádio Colorada.

“A questão das últimas semanas foi o processo de evolução. O que a gente conversa com elas, pra essa final, é de juntar tudo o que trabalhou na temporada. Pegar todas as dificuldades que tivemos, contra as quais a gente se saiu muito bem, e aplicar o que fez de bom. É a ópera final de tudo que trabalhamos, e estamos prontos.”

Maurício Salgado
Maurício Salgado concedeu entrevista para a Rádio Colorada/Foto: João Callegari

Já na reta final da preparação para a partida, as Gurias realizaram, na última quinta-feira (02/12), tradicional trabalho de reconhecimento do gramado, dinâmica importante para gerar maior adaptação ao palco da finalíssima. Encerrado o treino na Arena Cruzeiro, Maurício Salgado também avaliou as condições oferecidas pelo principal estádio de Cachoeirinha.

“A gente encerrou o que tinha que ser dado de informação, e estamos prontos para a final. O treino de hoje foi bom para que a gente pudesse vivenciar os elementos que não estamos acostumados do campo, principalmente a questão do vento. É um local onde venta bastante.”

Maurício Salgado

Por fim, o comandante das Gurias Coloradas ainda comentou a expectativa que antecede a disputa de mais um clássico Gre-Nal. Dono de cinco vitórias nos seis clássicos que já disputou, Maurício destacou o nível crescente apresentado por Inter e Grêmio a cada embate, ressaltando a necessidade de evolução, por parte do Clube do Povo, em nome da manutenção da atual hegemonia na rivalidade.

“A gente fala isso direto: o Gre-Nal tem uma áurea diferente. Você só entende quando vivencia. E esse é um clássico mais importante ainda, porque é uma final. É gostoso estar aqui, é a pressão que quem quer estar no alto rendimento gosta de ter. O que diferencia é ter o coração de torcedor, do amor ao Inter, e uma cabeça de atleta, conseguindo ter leitura de jogo. Temos que ser melhores do que ano passado, porque o Grêmio evoluiu também. Nosso desafio é esse.”

Maurício Salgado
Domingo decisivo para o Inter/Foto: João Callegari

Em busca do Tri 🏆

Gurias levantaram a taça no ano passado/Foto: Mariana Capra

Maior vencedor do Gauchão Feminino, dono de oito taças, o Clube do Povo busca o tricampeonato consecutivo nesta temporada, título que seria o quarto conquistado após a retomada do Futebol Feminino colorado. Campeãs do Rio Grande do Sul em 2019 e 2020, as Gurias superaram o Grêmio nas finais mais recentes que disputaram. Em 2019, o Inter bateu o rival, em Ijuí, pelo placar de 4 a 2, ao passo que o troféu de 2020 foi erguido após triunfo de 2 a 1 na Arena Cruzeiro.

Em 2019, título também foi do Inter/Foto: Mariana Capra

Campanha colorada 📊

As Gurias exibem campanha impecável no Gauchão de 2021. Vitoriosas nas oito partidas que já disputaram no torneio, as coloradas contam com saldo positivo de 62 gols, estatística construída através de tentos anotados por 18 atletas diferentes na competição. Ao todo, o Inter já vazou seus adversários em 64 ocasiões, ao passo que teve suas redes balançadas em apenas duas partidas, contra Elite e Brasil de Farroupilha, ambas realizadas fora de casa.

Clube do Povo tem 100% de aproveitamento no Gauchão/Foto: João Callegari

Artilheira colorada com 10 gols marcados, a atacante Priscila simboliza uma das características mais latentes da campanha das Gurias no Gauchão de 2021: o protagonismo exercido pela ala jovem do elenco. Aos 17 anos, a atleta potiguar balançou as redes em todas as seis partidas que disputou no Estadual, conta inaugurada em confronto diante do Elite, que marcou sua estreia profissional. Além dela, Júllia, Tamara e Kamile também viveram um debute goleador como atletas do grupo principal.

Priscila já marcou 10 vezes no Gauchão/Foto: João Callegari

Priscila é sucedida, na artilharia das Gurias, por Fabi Simões e Wendy, dupla empatada com oito gols. Rafa, com sete, aparece na sequência, acompanhada de perto por Mileninha e Djeni, cada uma com cinco tentos. Maranhão, dona de quatro bolas enviadas às redes rivais, Leidi, três, e Bruna Benites, Shashá, Júllia e Belinha, todas com dois, completam a lista de artilheiras que já vazaram adversárias mais de uma vez neste Gauchão.

Responsável por sete assistências, Leidi é a grande garçonete da campanha colorada, posto que Rafa Travalão e Wendy, cada uma dona de seis passes para gol, ameaçam ocupar. Igualmente bons são os números de Shashá, Djeni e Fabi, que já serviram companheiras em quatro ocasiões – uma a mais do que Mai e duas de sobra em relação a Kamille. Bárbara, Maranhão, Arielly, Priscila, Belinha, Ari e Mariana Pires também já municiaram colegas de equipe, e completam a nominata. Relembre a campanha das Gurias:

Primeira fase:
19/09 (DOM) – Juventude 0 x 8 InternacionalGols: Rafa Travalão (2x), Djeni (2x), Wendy (2x), Maranhão e Kamille;
03/10 (DOM) – Internacional 10 x 0 EliteGols: Maranhão (2x), Priscila (2x), Sorriso, Wendy, Shashá, Fabi Simões, Mileninha e Leidi;
10/10 (DOM) – Flamengo de São Pedro 0 x 6 InternacionalGols: Fabi Simões (2x), Bruna Benites, Mileninha, Tamara e Priscila;
17/10 (DOM) – Internacional 8 x 0 Flamengo de São PedroGols: Fabi Simões (2x), Leidi, Maranhão, Djeni, Isa Haas, Ari e Priscila;
24/10 (DOM) – Elite 1 x 3 InternacionalGols: Priscila (2x) e Júllia.
30/10 (SÁB) – Internacional 13 x 0 JuventudeGols: Rafa Travalão (3x), Mileninha (3x), Priscila (2x), Fabi Simões, Wendy, Leidi, Djeni e Maiara;

Semifinal:
14/11 (DOM) – Brasil de Farroupilha 1 x 6 InternacionalGols: Priscila (2x), Fabi Simões, Djeni, Belinha e Bruna Benites;
20/11 (SÁB) – Internacional 10 x 0 Brasil de FarroupilhaGols: Wendy Carballo (4x), Rafa Travalão (2x), Fabi Simões, Júllia, Shashá e Belinha
Leidi mostrou que está com o pé na forma/Foto: João Callegari

Segunda decisão do final de semana 🏅

As Gurias Coloradas inauguraram o final de semana com taça em cima das rivais. Na manhã de sábado (04/11), a categoria Sub-17 superou o Grêmio por 1 a 0 na final da Copa Gaúcha, gol de Tamara, e levantou a taça no CT Hélio Dourado, casa tricolor que serviu de sede para a competição. Além da autora do tento do título, carinhosamente conhecida como Bolt, as atletas Priscila e Kewllen também representam a ala de jogadoras campeãs na base e integrantes da caminhada no Estadual adulto.

Gurias abriram o final de semana com taça/Foto: João Callegari

Arbitragem 👨‍⚖️

Andressa Hartmann apita, auxiliada por Luiza Reis e Maíra Mastella Moreira. Quarto árbitro: Matheus Souza Costa.


Rival 🆚

Rivais têm 100% de aproveitamento no Gauchão/Foto: Fernando Alves/Grêmio

Assim como o Inter, o Grêmio também chega invicto à final deste domingo. Com oito vitórias na competição, as Gurias Gremistas, que encerraram a primeira fase na liderança do grupo A, superaram o Flamengo de São Pedro nas semis. Fora de casa, as comandadas de Patrícia Gusmão levaram a melhor na ida pelo placar de 9 a 1, resultado sucedido por triunfo de 12 a 0 no final de semana retrasado.

“O Grêmio chega, hoje, na sua melhor fase desde a reabertura do Departamento de Futebol Feminino. Tem a melhor campanha do Gauchão, e chega embalado depois de fazer a sua melhor campanha na história do Brasileirão. Hoje, o Clube trabalha com o Sub-18 muito junto do profissional. Não é mais separado, caso das outras categorias, que trabalham na Escola. Então, a Patrícia consegue ter peças muito diferenciadas.”

Marina Staudt
Eudimilla já marcou 11 vezes no Estadual/Foto: Jessica Maldonado/Grêmio

O Grêmio já marcou 84 gols no Gauchão. Destes, Eudimilla e Lais Estevam são responsáveis, cada uma, por 11. Artilheiras azuis, as duas viveram temporadas bastante distintas antes da final deste domingo. Enquanto Lais, contratada no início do ano após passagem pelo Taubaté-SP, também foi a goleadora tricolor no Brasileirão A1, competição na qual somou sete tentos, Eudimilla passou a maior parte de 2021 entregue ao Departamento Médico, consequência de fratura na clavícula sofrida ainda na segunda rodada do Nacional.

“A Eudimilla é um dos grandes destaques do Grêmio, e um medo que a torcida tem, pelo risco de perder. Tem uma visão de jogo muito boa, está entre as artilheiras, e acho que vai ser um dos diferenciais para infiltrar na defesa colorada. Já a Lais foi desenvolvendo com o passar do tempo, se reposicionando e encontrando em campo. Hoje, vejo mais como uma centroavante, que não fica fixa lá na frente.”

Marina Staudt
Lais é uma das artilheiras do Gauchão/Foto: Fernando Alves/Grêmio

A partir da ausência de Eudimilla, a técnica Patrícia Gusmão promoveu intensa competição para escolher a substituta da atleta no início do ano. Eliminado nas quartas de final do Brasileirão A1, o Grêmio encontrou seu melhor momento na competição a partir da entrada de Rafa Levis na ponta-esquerda, jogadora que passou a formar, ao lado de Maii Maii e Jane Tavares, trio responsável por municiar a centroavante Lais. Aos 19 anos, a jovem é uma das grandes promessas do time do Humaitá.

“Gosto muito da Rafa pelas pontas, independente do lado. Consegue infiltrar na zaga adversária e fazer uma bagunça. E estamos muito bem servidos em função mais centralizada, com a Maiara e a Pri. A Rafa também é uma ótima atleta em cobranças de falta. Do meio para a frente, o Grêmio está muito tranquilo, com várias atletas que podem se destacar.”

Marina Staudt
Jovem Rafa Levis vive 2021 especial/Foto: Fernando Alves/Grêmio

Na defesa, o principal destaque tricolor é a goleira Lorena. Presente nas três listas divulgadas pela técnica Pia Sundhage após a disputa das Olimpíadas, a selecionável foi titular nos dois jogos que integraram as semifinais do Gauchão. Já com o Brasil, a paulista de 24 anos soma uma partida disputada. No caso, a penúltima realizada pela Canarinho, encerrada com vitória de 4 a 1 sobre a Venezuela.

“A Lorena já teve a renovação, está entre as três atletas que temos certeza que ficam. Não tenho dúvidas que vai ser a titular para a próxima temporada. Gosto muito do trabalho das duas, a Raíssa e a Lorena, mas, com certeza, a titular é a Lorena. Goleira de Seleção, que tem tudo para construir seu espaço.”

Marina Staudt
Lorena renovou contrato até 2022/Foto: Jessica Maldonado/Grêmio

Patrícia Gusmão ainda não repetiu escalação no Campeonato Gaúcho de 2021, característica que dificulta a projeção das titulares da finalíssima. Um provável time contaria com Lorena no gol; Lais, Andressa, Patricia e Gisseli na defesa; Maglia e Pri Back na volância, com Maiara mais à frente; Eudimila e Jane nas pontas; Lais no comando do ataque. Tchula e Mariza, na abertura do meio de campo, e Rafa, na ponta, são possibilidades mais remotas na nominata tricolor.


Palco 🏟️

Arena Cruzeiro sediará final pelo segundo ano consecutivo/Foto: João Callegari

Oficialmente nomeada, desde o último dia 27 de maio, Estádio Dirceu de Castro, a Arena Cruzeiro sediará a final do Gauchão Feminino pelo segundo ano consecutivo. Neste domingo, o endereço, que foi inaugurado em 2019, receberá público de até 700 convidados, 350 de cada time.


Retrospecto do confronto 🔙

Gurias venceram sete dos 11 Gre-Nais disputados desde 2017/Foto: Mariana Capra

Inter e Grêmio reativaram seus departamentos de futebol feminino no mesmo ano, em 2017. Desde então, 11 Gre-Nais femininos já foram disputados, e o Clube do Povo leva ampla vantagem no retrospecto. Com sete vitórias e 22 gols marcados, as Gurias Coloradas somam seis triunfos a mais do que as rivais, além de saldo positivo de 13.

Fabi abriu a conta no último Gre-Nal/Foto: Jota Finkler

Na última vez que as equipes se enfrentaram, o Inter saiu de campo vencedor pelo placar de 2 a 1. Válido pela 14ª rodada do Brasileirão A1, penúltima da primeira fase, o embate teve como sede o Beira-Rio, e foi disputado na noite do domingo 20 de junho deste ano. Fabi Simões, na etapa inicial, abriu o placar para as Gurias. No segundo tempo, Lais empatou para as visitantes aos 33, mas Mileninha, já depois dos 40, garantiu a vitória colorada.

2017:
03/12 (DOM) – Grêmio 2 x 0 Internacional;
09/12 (SAB) – Internacional 3 x 1 Grêmio – Gols: Gabi Luizelli, Mylena e Leticia;

2018:
23/05 (QUA) – Grêmio 1 x 5 Internacional – Gols: Daiane Rodrigues (3x), Daiane Moretti e Shashá;
01/12 (SAB) – Grêmio 0 x 0 Internacional;
09/12 (DOM) – Internacional 1 x 1 Grêmio – Gol: Júlia;

2019:
21/09 (SAB) – Internacional 4 x 0 Grêmio – Gols: Fabi Simões (3x) e Júlia;
02/11 (SAB) – Grêmio 0 x 0 Internacional;
01/12 (DOM) – Internacional 4 x 2 Grêmio – Gols: Fabi Simões (2x), Jheniffer e Naná;

2020:
24/09 (QUI) – Grêmio 0 x 1 Internacional – Gol: Rafa Travalão;
20/12 (DOM) – Internacional 2 x 1 Grêmio – Gols: Djeni Becker e Byanca Brasil;

2021:
20/06 (DOM) – Internacional 2 x 1 Grêmio – Gols: Fabi Simões e Mileninha;
Mileninha decretou a vitória colorada no Beira-Rio/Foto: Jota Finkler