Bruna Benites é homenageada pelo Clube do Povo

O futebol feminino brasileiro é realidade, reafirmada diariamente através de muita luta. Parte viva dessa história desde 2017, as Gurias Coloradas se orgulham de contar com diversas atletas fundamentais para o processo de consolidação da modalidade no país. Dentre elas, Bruna Benites, zagueira homenageada pelo Clube do Povo nesta segunda-feira (09/08).

Vencedora de dois títulos paranaenses, um paulista e outro amazonense, dona de duas Libertadores, duas Copas do Brasil e um Mundial de Clubes, Bruna chegou ao Inter em junho de 2019. Bicampeã gaúcha com as Gurias Coloradas, a capitã ostenta relação de inexplicável gratidão com o Clube do Povo, como a própria atleta fez questão de destacar em entrevista concedida para o Facebook colorado em 2020.

“Minha relação com o Inter é surreal. O Clube apareceu na minha vida quando eu estava me recuperando de cirurgia, momento em que não é todo mundo que acredita. Costumo falar que minha relação vai além do profissional. Adquiri um carinho muito grande, tenho um respeito muito grande. O mínimo que eu posso fazer é dar o meu melhor – e, mesmo que eu faça isso, ainda não estou retribuindo tudo o que foi feito por mim.”

Bruna Benites

O melhor de Bruna é, também, o melhor que existe no futebol brasileiro, não à toa a zagueira é figura carimbada na Seleção desde 2012. A rotina de convocações foi mantida no Inter, e recompensada com presença no elenco relacionado para a disputa das Olimpíadas de Tóquio. Terceira edição a contar com a presença de Benites, os Jogos de 2020 foram realizados nas últimas semanas, e tiveram na defensora colorada uma titular do time de Pia Sundhage.

Bruna (13) defendeu o Brasil em Tóquio/Foto: Sam Robles/CBF

No oriente, Bruna escreveu mais um capítulo no rico currículo que constrói desde os 14 anos de idade. Já eternizada na história do futebol feminino brasileiro e colorado, ela não apenas defendeu o sonho de milhões de conterrâneos, como também propagou o nome do Inter em solo que traz boas lembranças para o povo vermelho. Qualquer agradecimento, portanto, fica pequeno diante de tamanha contribuição para Clube e país, mas não menos necessário.

Minutos antes do início de mais um treino das Gurias Coloradas, que se preparam para as quartas de final do Brasileirão A1, Bruna recebeu uma versão especial da camisa comemorativa aos 30 anos da primeira Copa do Mundo Feminina. Lançado por Inter e adidas no último dia 19 de julho, o manto, que homenageia as precursoras de nosso país, carregava um agradecimento à defensora, fidedigna herdeira desse legado desbravador.

Vamos, capitã!/Foto: Mariana Capra

Obrigado por mais uma vez honrar nossas cores, capitã! Você é gigante! Juntos, buscaremos mais feitos relevantes. Agora, nos gramados de Brasil e Rio Grande. Pra cima!

Dupla de coloradas disputa regata das medalhas em Tóquio

Coloradas buscam o bronze em Tóquio/Foto: DVG/Word Sailing

Inter, Japão e pódio. Conhecida pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, a receita será colocada à prova a partir das 3h30 desta quarta-feira (04/08), quando as coloradas Ana Luiza e Fernanda Oliveira disputarão a regata das medalhas na classe 470 da Vela. Oriundas de Porto Alegre, as duas têm chances matemáticas de conquistar o bronze, feito que buscarão a bordo do barco Colorado, nomeado em homenagem ao seu time do coração.

Fernanda (E), Ana (D) e o Colorado/Foto: DVG/Arquivo pessoal

Primeira mulher brasileira medalhista olímpica na Vela, Fernanda Oliveira disputa, em 2021, sua sexta edição de Jogos. Bronze em Pequim, ela já esteve com Ana Luiza em Londres e no Rio. Juntas, elas encerraram a fase classificatória de Tóquio na quinta posição, somando 77 pontos.

Para chegar ao pódio, as coloradas precisam vencer a regata das medalhas e torcer por insucessos da dupla polonesa, que não pode ficar entre as oito primeiras, e da espanhola, que precisa chegar fora das quatro primeiras. Nas classificatórias, Ana e Fernanda venceram duas das 10 provas que disputaram.

Ana e Fernanda já venceram duas regatas/Foto: Jonne Roriz/COB

Se o coloradismo sempre foi pé-quente em território nipônico, também o recente retrospecto brasileiro nas águas japonesas serve de estímulo para as coloradas. Ítalo Ferreira, no surfe, Martine Grael e Kahena Kunze, na classe 49er FX da vela, e Ana Marcela Cunha, na maratona aquática feminina, conquistaram, até aqui, três dos quatro ouros canarinhos nos Jogos de Tóquio.

Não restam dúvidas: nesta quarta-feira, dormiremos todos um pouco mais tarde. Direto de Porto Alegre, estaremos na torcida por mais uma medalha verde e amarela conquistada nas águas orientais. Essa, porém, também colorada. Boa sorte, gurias! Estaremos com vocês!

Madrugada de Colorado nas águas!/Foto: DVG/Arquivo pessoal

Com Bruna Benites, Seleção Feminina estreia nas Olimpíadas nesta quarta-feira

Bruna Benites representa o Inter na Seleção Feminina/Foto: Sam Robles, CBF

O Inter estará representado na luta pelo ouro no Japão! Atleta das Gurias Coloradas, Bruna Benites iniciará nesta quarta-feira a disputa de sua terceira edição de Olimpíadas. Xerifa da seleção de Pia Sundhage, a defensora do Clube do Povo deve ser titular nesta quarta-feira (21/07), diante da China, na partida de estreia do futebol brasileiro nos Jogos de Tóquio.

Contratada pelo Inter em junho de 2019, Bruna Benites já conquistou dois Campeonatos Gaúchos com a camisa do Clube do Povo. Peça fundamental na afirmação do Colorado na elite do futebol feminino brasileiro, a zagueira se destaca pela técnica refinada que apresenta, capaz de aliar botes precisos à enorme qualidade na construção de jogadas. Craque, é reverenciada pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que tem na capitã uma de suas grandes referências.

Bruna é a dona da 3 do Inter/Foto: Mariana Capra

O Inter passa longe de ser uma exceção na carreira multicampeã de Bruna. Aos 35 anos, a zagueira pode se orgulhar da vasta história que possui tanto no futebol brasileiro quanto no do exterior. Bicampeã da Libertadores e vencedora do Mundial com o São José-SP, Benites já atuou na Noruega, nos Estados Unidos e na China, grandes centros da modalidade. Rico, o currículo conta com convocações para os Jogos Olímpicos de Londres e Rio de Janeiro, além do título da Copa América de 2014.

Bruna (14) comemora vitória do Brasil nas Olimpíadas de 2016/Foto: Ricardo Stuckert

O primeiro passo do Brasil na luta pelo ouro olímpico será dado a partir das 5h desta quarta. Contra a China, Bruna e companhia disputarão a rodada de abertura do grupo F de Tóquio, que será sucedida por duelo diante da Holanda, no próximo domingo (24/07), marcado para as 8h. A terceira e última partida ocorre na outra segunda-feira (27/07), também às 8h, contra a Zâmbia. Boa sorte, capitã! Estamos contigo!

Estamos contigo, capitã!/Foto: Mariana Capra