Raio-X: detalhes da decisão na Bombonera

Dia de decisão! O Colorado visita o Boca Juniors, a partir das 21h30 desta quarta-feira (09/12), para a disputa do duelo de volta das oitavas de final da Libertadores da América. Na Bombonera, o Inter busca reverter a desvantagem após derrota por 1 a 0 no jogo de ida, ocorrido na última semana, no Beira-Rio. Confira tudo sobre o clássico em território hermano!


Pra cima deles, meu Inter!

O Inter já está em Buenos Aires. O desembarque da delegação colorada ocorreu no final da tarde de terça-feira (08/12), horas após a realização do último treino preparativo para o duelo. No CT Parque Gigante, o técnico Abel Braga comandou atividade tática com os prováveis 11 atletas que iniciarão a jornada em solo argentino.

Diante do Boca Juniors, Cuesta e Rodinei, que cumpriram suspensão na quarta passada, voltam a ficar disponíveis, bem como Edenilson, recuperado de Covid-19, e a dupla Moisés e Abel Hernández, que retorna de lesão. Em relação a última rodada do Brasileirão, o regresso fica por conta de Rodrigo Moledo.

O duelo na Bombonera será o primeiro em três semanas a contar com a presença de Abel na casamata colorada. Após testar positivo para o novo coronavírus, o comandante alvirrubro cumpriu o protocolo de quarentena. Plenamente recuperado, ele agora retorna ao banco de reservas em momento decisivo. A volta do técnico foi, inclusive, um dos temas repercutidos por Patrick em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça. Confira a íntegra da fala do Pantera:

“O professor Abel me dá liberdade para fazer o que eu vinha fazendo, para ajudar a equipe do jeito que vinha ajudando. Acredito que tenho como fazer o que sempre fiz: ajudar meus companheiros na marcação, e ofensivamente pisar na área. O importante é, do jeito que o Abel preferir me colocar, eu dar meu melhor e corresponder.”

Patrick

Transmissão

Dia de Inter é dia de Rádio Colorada! A emissora oficial do Clube do Povo estará ao vivo a partir das 20h30, horário de apresentação do Portões Abertos, pré-jogo legitimamente alvirrubro. A Jornada Esportiva começa às 21h15, e será sucedida, ao soar do último apito, pelo Vestiário Vermelho, atração que repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, todos os detalhes do confronto recém-encerrado. Ouça a Mais Vermelha no FM 95.5 ou via Site e APP do Inter.

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

Como sempre, as redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) apresentarão o mais completo minuto a minuto da internet, recheado de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, a Conmebol TV transmite com exclusividade. Confira a numeração do canal:

Conmebol TV:
Claro: 711, 712, 713 e 714.

Sky: 220 e 221 – HD: 620 e 621.

Arbitragem

Roberto Tobar apita, auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios. VAR: Julio Bascuñan. Quarteto chileno.


O caminho para avançar

Derrotado por 1 a 0 na última quarta-feira, o Clube do Povo só sairá da Bombonera classificado em caso de vitória sobre o Boca Juniors. Repetindo o placar do Beira-Rio, o Inter leva a decisão para os pênaltis, enquanto demais triunfos por um tento ou mais de diferença garantem, graças também ao critério do gol fora de casa, vaga colorada nas quartas.

Empate ou novo revés resultam em vaga para os xeneizes. Quem avançar do duelo enfrenta, na luta para chegar às semis da América, o Racing da Argentina. Confira o chaveamento da competição:

Grêmio x SantosRiver Plate x Nacional
SEMIFINALFINALSEMIFINAL
Racing x Inter/Boca JuniorsLibertad x Palmeiras

*Equipes em negrito decidem em casa


O rival

O Boca Juniors garantiu, no último final de semana, classificação para o hexagonal semifinal da Copa Diego Armando Maradona, nome dado ao Campeonato Argentino desta temporada. Diante do Talleres, fora de casa, o técnico Miguel Ángel Russo poupou alguns jogadores e conquistou importante ponto, assegurado após empate sem gols na cancha adversária. Os xeneizes agora duelarão contra River, Racing, San Lorenzo, Huracán e Independiente por uma vaga na final.

Sebastián Villa enfrentou o Talleres/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Desde que assumiu o comando xeneize, Russo comandou a equipe em 21 ocasiões. Campeão argentino no semestre passado, o técnico, último a vencer a Libertadores pelo Boca, em 2007, soma 15 vitórias, quatro empates e apenas dois reveses na atual passagem. No torneio continental, já são cinco triunfos e duas igualdades, com 11 gols marcados e somente um sofrido.

Miguel Ángel Russo/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Os rivais desta quarta-feira estão cada vez mais adaptados ao esquema 4-2-3-1, que tem em Carlitos Tevez o comandante de ataque. Pela direita, Toto Salvio desponta com grande faro artilheiro, enquanto o corredor esquerdo é ocupado pelo velocista Villa.

Cada vez mais prestigiado junto à torcida xeneize, Cardona é o armador. Embora letal na frente, o quarto ofensivo do Boca por vezes apresenta comportamento falho na recomposição, oferecendo espaços que podem ser decisivos para as pretensões do Inter na Bombonera.

Cardona é o armador xeneize/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Preservados no domingo passado (06/12), Tévez, Salvio, Buffarini e Lisandro López devem retornar a campo diante do Inter. Assim, a probabilidade maior é de que Russo repita a formação que atuou no Beira-Rio. Na ocasião, iniciaram a partida o goleiro Andrada; os defensores Buffarini, Lisandro, Izquierdoz e Fabra; os volantes Campuzano e Capaldo; os meias Salvio, Cardona e Villa; e o atacante Tevez.

Lista de relacionados divulgada pelo Boca para esta quarta-feira

Palco

Inaugurado no dia 25 de maio de 1940, o Estádio Alberto José Armando é um templo do futebol mundial. Conhecido como La Bombonera, apelido que faz referência ao formato do palco, parecido ao de uma caixa de bombons, destaca-se como uma das canchas mais temidas do planeta.

Torcida colorada invadiu a Bombonera em 2008

O campo do Boca Juniors conta com capacidade para cerca de 50.000 pessoas. Além da equipe xeneize, o endereço também é muito utilizado pela Seleção Argentina, especialmente em momentos mais delicados para o time hermano, que não hesita em apostar na força das arquibancadas como um acréscimo na busca por grandes resultados.


Retrospecto equilibrado

Inter e Boca Juniors disputam duelo de gigantes sul-americanos. Confronto de envergadura rara no futebol mundial, o embate já viveu nove capítulos até hoje. Destes, cada equipe encerrou quatro como vencedora, números que se somam a um empate na construção do retrospecto, que ainda conta com 14 tentos colorados e 15 xeneizes.


Último encontro na Bombonera

O dia 6 de novembro de 2008 entrou para a história do Internacional. Credenciado por importante triunfo de 2 a 0 no jogo de ida, o Clube do Povo pisou no gramado da Bombonera decidido a avançar para as semifinais da Sul-Americana. Para tanto, sequer buscou apoio na vantagem obtida nos primeiros 90 minutos, e tratou de pressionar o Boca Juniors, apesar da distância de Porto Alegre.

No segundo tempo, Magrão abriu o placar logo cedo. Riquelme, minutos depois, até empatou, em cobrança de pênalti por pouco não defendida por Lauro, goleiro que teve grande exibição naquela primaveril noite. Alex, porém, vivia temporada rara, e após excelente assistência de D’Alessandro, marcou o segundo do Inter e último da noite. Fim de jogo, Clube do Povo classificado!

Fotos: Inter x Boca Juniors – Libertadores/Oitavas de final

Raio-X: tudo sobre o primeiro encontro com o Boca

Dia de Copa! O Clube do Povo enfrenta, a partir das 21h30 desta quarta-feira (02/12), o Boca Juniors, no Beira-Rio. Confronto de ida das oitavas de final da Libertadores da América, o clássico continental abre a disputa por vaga entre as oito melhores equipes do continente. Confira tudo sobre o duelo!


Transmissão

Clique para conferir a programação da Rádio Colorada

A Rádio Colorada abre às 20h30, com o pré-jogo Portões Abertos, a transmissão do duelo entre Inter e Boca Juniors. A partir das 21h15, a emissora que mais transmite o Clube do Povo no mundo inicia a Jornada Esportiva para o clássico continental. Ao soar do último apito, começa o Vestiário Vermelho, atração que repercute, através de entrevistas exclusivas e também coletivas, os detalhes do duelo recém-encerrado. Acompanhe a Mais Vermelha via FM 95.5 ou Site e APP do Inter!

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

As redes sociais do Clube do Povo (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) oferecerão o mais completo minuto a minuto da internet, repleto de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, a Conmebol TV transmite com exclusividade. Confira a numeração do canal em cada operadora disponível:

Conmebol TV:
Claro: 711, 712, 713 e 714.

Sky: 220 e 221 – HD: 620 e 621.

Novas datas

Maradona em duelo contra o Inter válido pelo Torneio Joan Gamper de 1982

Inter e Boca Juniors abririam o embate de oitavas da Libertadores na quarta-feira passada, dia 25 de novembro. Na data, porém, faleceu Diego Armando Maradona, maior ídolo do futebol argentino e um dos principais jogadores da história do futebol. Em sinal de luto à memória del pibe de oro, a Conmebol adiou os duelos de ida e volta em uma semana. Confira as novas datas:

Partida de ida:
Inter x Boca Juniors – Estádio Beira-Rio
02/12/2020 – 21h30 de Brasília

Partida de volta:
Boca Juniors x Inter – La Bombonera
09/12/2020 – 21h30 de Brasília.

Maradona é ídolo no Boca Juniors, time pelo qual torcia

Vamo, Colorado!

O Inter está pronto para encarar o Boca! A preparação colorada foi encerrada na tarde desta terça-feira (01/12), com trabalhos no CT Parque Gigante. Sob o comando dos auxiliares Osmar Loss e Leomir de Souza, uma vez que Abel Braga segue em isolamento após testar positivo para o novo coronavírus, o grupo vermelho realizou atividades que encaminharam a escalação que irá a campo no Beira-Rio.

Na luta para largar em vantagem na Libertadores, o Inter precisará superar uma série de desfalques. Lesionados, Johnny, Abel Hernández, Moisés, Guerrero, Saravia e Boschilia estão fora do confronto, bem como os suspensos Cuesta e Rodinei. O trio Edenilson, Caio Vidal e Matheus Jussa, com Covid-19, completa a lista de ausências.

Artilheiro colorado na temporada com 21 gols marcados, Thiago Galhardo concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (01/12). Antes do treinamento, o camisa 17 do Clube do Povo projetou o duelo que se avizinha no horizonte vermelho e destacou a grandiosidade do confronto contra o Boca Juniors. Confira:

“Todo trabalho demanda tempo. Todos os treinadores dizem isso. Nós, os comandados, sabemos. Aos poucos a gente tem melhorado e tenho certeza que, logo menos, espero que amanhã, a gente já possa começar a dar essa resposta de, além de fazer um bom jogo, conquistar a vitória, que é o que mais importa pra nós.”

Thiago Galhardo


Inscritos

O Inter divulgou na terça-feira retrasada (24/11) a lista atualizada de atletas inscritos na Conmebol Libertadores. Entre as novidades da nominata, que conta com 47 jogadores, está Maurício. Dono da camisa sete, o meio-campista, contratado no início do mês de novembro, soma um gol em três partidas disputadas pelo Clube do Povo. Confira a relação completa:


Arbitragem – com VAR!

Roberto Tobar, auxiliado por Alejandro Molina e Raúl Orellana. VAR: Julio Bascúñan. Quarteto chileno. A partir das oitavas de final, a Libertadores conta com o recurso de vídeo.


O Rival

A imponência da mítica Bombonera/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Vice-campeão da Libertadores em 2018 e eliminado nas semifinais de 2019 – em ambas ocasiões superado pelo rival River Plate -, o Boca Juniors tem na ‘Copa’ sua principal obsessão para a atual temporada. Vencedor da última edição do Campeonato Argentino, o Xeneize manteve a maior parte dos titulares da conquista nacional, e aposta no entrosamento de seus atletas para levantar o principal torneio da América pela sétima vez na história.

O recente título argentino passa muito por Miguel Ángel Russo. Treinador xeneize na última Libertadores conquistada pelo Boca, em 2007, ele retornou para a casamata da Bombonera no início de 2020. Escolhido pela diretoria que tomou posse em dezembro passado, assumiu no lugar de Gustavo Alfero. Sob o comando do profissional de 64 anos, o Azul y Oro construiu excelente arrancada na reta final do Nacional e, com seis vitórias e um empate nas últimas sete rodadas, levantou sua 34º taça do campeonato local.

Miguel Ángel Russo, técnico xeneize/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

A incrível arrancada do Boca de Russo contou, ainda, com 16 gols marcados e apenas um sofrido. Desde a taça nacional, o Xeneize disputou outras 12 partidas oficiais. Do total, venceu oito, empatou duas e perdeu outras duas. No último domingo (01/12), o rival colorado deste meio de semana derrotou o Newell’s Old Boys, na Bombonera, por 2 a 0. Repleto de homenagens a Maradona, o confronto contou com doblete de Cardona.

Goleador do dia, Cardona comemora inidcando imagem de Maradona/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Na Libertadores, o Boca, que envolvido com as últimas partidas do Campeonato Nacional disputou a abertura de sua chave com reservas, somou 14 pontos no grupo H. A equipe marcou 10 gols e sofreu apenas um, exatamente na primeira rodada, em cobrança de falta. Salvio, autor de cinco tentos, foi o artilheiro xeneize na fase. Além dele, marcaram também Tevez, duas vezes, e Ábila, Reynoso e Lisandro López, um cada.

Em relação à equipe que conquistou a Argentina, Miguel Russo sofreu apenas uma baixa: o meio-campista Pol Fernández não acertou sua renovação de contrato e foi descartado dos planos xeneizes. Em seu lugar, o camisa 14 Nicolás Capaldo, cria da casa, tem atuado com relativa frequência. O atleta abre a região central ao lado de Campuzano, volante titular desde o título nacional. A dupla deve ser titular contra o Inter, bem como Cardona, na armação, Villa, na ponta-esquerda, e Tevez, na frente.

Campuzano veste a 21 azul y oro/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

Existem, igualmente, certezas quanto à defesa xeneize. Esteban Andrada será o goleiro, em retaguarda que também contará, da direita para a esquerda, com Buffarini, Izquierdoz e Frank Fabra. Restam, assim, duas dúvidas na nominata xeneize, uma de ordem física e outra por motivos técnicos.

No meio de campo, Toto Salvio costuma atuar pela faixa direita. Dono da camisa 11, o experiente meia de 30 anos sofreu lesão no último dia oito, em partida contra o Newell’s, e deve retornar aos campos exatamente contra o Inter. Sob o comando de Miguel Russo, Salvio, um dos protagonistas da atual geração xeneize, já anotou 10 gols. Caso não atue, Maroni, Wanchope Ábila e Soldano são alternativas.

Cardona, Tevez e Villa: trio deve começar o jogo nesta quarta/Foto: Twitter Boca Juniors, DVG

A segunda incerteza que rodeia a formação xeneize dá conta da dupla de zaga. Lisandro López, experiente defensor de 31 anos que pertence ao Benfica, é o mais cotado para iniciar o duelo no Beira-Rio. O peruano Carlos Zambrano, porém, também tem chances de ser escolhido para os 11 titulares e reeditar, com Izquierdoz, a dupla que enfrentou o Newell’s no domingo passado.

Os relacionados de Miguel Russo para o duelo no Beira-Rio/Divulgação: Twitter Boca Juniors

Chaveamento

O Inter encerrou a fase de grupos da Libertadores na vice-liderança da chave E, e teve seu adversário nas oitavas, primeiro colocado do grupo H, definido através de sorteio. Na ocasião, o Colorado também conheceu o caminho que precisará percorrer até a decisão do torneio.

Nas quartas de final, quem avançar do embate entre Clube do Povo e Boca Juniors enfrentará o Racing-ARG, que na última terça-feira eliminou o Flamengo, no Maracanã, nos pênaltis. Confira o chaveamento da maior competição de clubes das Américas:

Guaraní-PAR x GrêmioIndependiente del Valle-EQU x Nacional-URU
vsSEMIFINALISTASEMIFINALISTAvs
Santos River Plate
FINAL
Racing-ARG Libertad-PAR x Jorge Wilstermann-BOL
vs SEMIFINALISTA SEMIFINALISTAvs
Inter x Boca Juniors Delfín-EQU x Palmeiras

*Equipes em negrito decidem como mandantes


Retrospecto colorado

Duelo entre duas das mais tradicionais camisas do futebol sul-americano, o confronto entre Inter e Boca Juniors já viveu oito capítulos em sua história. Do total, quatro foram encerrados com triunfo colorado e três com vitória argentina, além de uma igualdade sem gols. Clube do Povo e Xeneize mandaram o mesmo número de bolas para as redes: 14.


Gigante, Alex!

O último encontro entre Inter e Boca Juniors no Beira-Rio ocorreu no ano de 2008. Partida de ida das quartas de final da Sul-Americana, foi prestigiada por mais de 36 mil colorados e coloradas, que cozinharam o Boca no caldeirão da Padre Cacique. Sob o comando de Tite, o Clube do Povo contou com dois golaços de Alex, que vivia temporada iluminada, para derrotar os argentinos por 2 a 0. O resultado, somado ao 2 a 1 gaúcho na Bombonera, classificou o Alvirrubro às semis continentais.

Confira a lista de inscritos do Inter para as oitavas da Libertadores

A Libertadores está de volta! à véspera de disputar, no Beira-Rio, os primeiros 90 minutos das oitavas de final contra o Boca Juniors, o Clube do Povo divulgou, nesta terça-feira (24/11), sua lista atualizada de inscritos no principal torneio do continente. Confira a nominata:

Inter perde em Santiago-CHI, mas avança às oitavas da América

O Clube do Povo visitou, nesta quinta-feira (22/10), a Universidad Católica-CHI, em partida da sexta rodada da fase de grupos da Libertadores. Iniciado às 21h30, o confronto, sediado no Estádio San Carlos de Apoquindo, teve o 2 a 1 para os mandantes como placar final, gols de Zampedri, duas vezes, para os chilenos, e D’Alessandro do lado colorado. Com o resultado, o Inter avança para as oitavas da América na segunda colocação da chave E.

O adversário do Clube do Povo nas oitavas de final será revelado no final da manhã desta sexta-feira (23/10), após sorteio na sede da CONMEBOL. Antes disto, o Inter volta a campo, no próximo domingo (25/10), diante do Flamengo, no Beira-Rio. O duelo integra a 18ª rodada do Brasileirão.


Etapa inicial aberta

O jogo transcorreu de maneira extremamente franca em seus 45 minutos iniciais. A cada ataque de um lado, o outro respondia com perigosa oportunidade. Postado, sem a bola, com duas linhas de quatro, o Clube do Povo contava com interessante movimentação de D’Alessandro e Pottker para abrir espaços na linha de defesa rival: o camisa 7 partia da ponta direita para formar a dupla de ataque com Yuri, enquanto D’Ale, que formava a linha de frente na pressão à saída de jogo adversária, descia para o meio de campo, bagunçando a zaga chilena.

Exatamente a partir destas movimentações o Inter chegou ao primeiro gol da partida. Pottker escapou pela direita, progrediu até a área rival e, dentro do grande retângulo, cruzou rasteiro. A zaga afastou em escanteio, cobrado por D’Ale na primeira trave. O alvo era Musto, derrubado por Pinares. Pênalti, convertido pelo camisa 10 e ídolo colorado. No minuto seguinte, porém, os locais igualaram o resultado através de Pinares. O tento suscitou o melhor momento da Católica no jogo, o qual durou uma dezena de minutos e foi sucedido por encerramento de etapa bastante parelho e faltoso.


Segundo tempo truncado

O ritmo visto na etapa inicial foi completamente alterado no segundo tempo, que correu truncado em seus movimentos de abertura. Superada a casa de 20 minutos de partida, Yuri Alberto criou duas ótimas oportunidades, salvas não por Dituro, e sim pela zaga rival, uma em cima da linha. O passar do tempo tornou o Inter uma equipe cada vez mais ofensiva, mas que, ao mesmo tempo em que pressionava, cedia espaços na defesa. Uma lacuna foi aproveitada por Puch, que cruzou para Zampedri marcar, na segunda tentativa, o último gol da noite, anotado de bicicleta.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – Inter pressiona! Peglow cruza da esquerda, aberta, na medida para Pottker, que tenta de voleio. O camisa 7 não acerta em cheio, mas fica com a sobra de corte parcial da zaga, corta para o centro e arrisca. Bloqueada, a bola fica, em definitivo, com os locais.

4min – Parot recebe na intermediária ofensiva colorada e finaliza cruzado. Puch antecipa a marcação e, de carrinho, desvia. Sem direção, a bola sai em tiro de meta para o Inter.

12min – Inter roda a bola por mais de dois minutos no campo de ataque. De frente para a área, Musto percebe infiltração de Yuri e serve em profundidade. Camisa 40 domina e, rente à linha de fundo, cruza rasteiro, para trás. Nenhum colorado consegue completar, e a sobra é da zaga chilena, que afasta de qualquer maneira.

13min – Parot cruza da esquerda. Na segunda trave, Lezcano arremata, mas não pega em cheio. Pela linha de fundo? É tiro de meta!

17min – MILAAAAAGRE DE DITURO! Nonato pressiona a saída de bola adversária e intercepta lançamento. A sobra, pela esquerda da grande área chilena, fica com Yuri, que serve D’Alessandro. Em velocidade, o camisa 10 finaliza de primeira, de canhota, e exige grande defesa do goleiro rival.

19min – Pinares recebe pela direita, corta para o centro e chuta buscando o ângulo cruzado. A bola explode no travessão e, após corte da defesa colorada, o autor do arremate acerta carrinho violento em Peglow e recebe amarelo.

21min – Pottker escapa do campo de defesa, deixa a marcação de Parot para trás, invade a grande área e cruza rasteiro. Zaga corta em escanteio.

22min – PÊNALTI PARA O INTER! D’Alessandro cobra o escanteio da direita na primeira trave. Musto é empurrado por Pinares, que ainda bloqueia o cabeceio do camisa 5 colorado com a mão. Árbitro aponta, mas faltou o amarelo, que seria segundo para o atleta chileno.

24min – GOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! GOOOOOOOOL DO CLUBE DO POVO! É DE D’ALESSANDRO, É DE D10S, É DO ARGENTINO COM MAIS PARTIDAS EM LIBERTADORES NA HISTÓRIA! Camisa 10 colorado cobra no centro do gol, seguro. Dituro cai no canto e sequer chega próximo à bola. Inter na frente!

25min – Zampedri toma a posse de bola, avança pelo centro do campo e arremata. Ela desvia em Cuesta, encobre Lomba e morre nas redes gaúchas.

26min – Cuesta recebe o amarelo por falta em Zampedri.

29min – Recebe o amarelo D’Alessandro.

31min – Puch emenda de bicicleta na área colorada. A bola buscava o ângulo direito de Lomba, que, seguro, manda por escanteio.

36min – UH! Inter tem falta frontal, que D’Alessandro cobra direto, tentando surpreender Dituro. A bola sai tirando tinta da trave direita de Dituro.

38min – Jogada ensaiada! Peglow cobra falta pela direita da intermediária. A bola ia na segunda trave, na direção de Pottker, mas Huerta consegue desviar pela linha de fundo. Corner.

43min – Amarelo para Peglow. Juiz adota critério bastante caseiro neste primeiro tempo.

45min – Mais dois. Vamos a 47!


Segundo tempo

7min – Rebolledo recebe na entrada da área e tenta o arremate. Cruzada, rasteira, bola sai pela linha de fundo.

10min – Muda o Inter: entram Edenilson e Marcos Guilherme, saem Pottker e Peglow.

13min – SAAAAALVA, DITURO! Marcos Guilherme recebe na entrada da grande área e espicha com Rodinei, que invade o retângulo e manda chute forte. Dituro espalma e encaixa no rebote. Boa chegada!

14min – Finalmente… Huerta caça D’Alessandro e, enfim, é punido com amarelo.

18min – Sem a bola, Zampedri acerta Moledo. Amarelado.

26min – Duas substituições no Inter: Bruno Praxedes e Galhardo entram, Nonato e D’Alessandro saem.

27min – EM CIMA DA LINHA! Yuri Alberto intercepta recuo da zaga para o goleiro Dituro, dribla o arqueiro e, mesmo sem ângulo, finaliza de canhota. Ela tinha o caminho do gol mas, literalmente sobre a linha fatal, Huerta dá um carrinho e tira a bola do destino artilheiro.

28min – LOMBA! Cruzamento da direita, de Rebolledo, chega em Pinares, que desvia para a pequena área. Por ali, Zampedri acerta de canela. Goleiro colorado salva.

31min – SAAAAAALVA A ZAGA! Edenilson puxa contra-ataque maravilhoso e, em frente à área rival, serve Yuri Alberto, que invade o retângulo e, no momento de completar para as redes, é travado por carrinho salvador de Puch. Canto bola!

33min – Coudet faz a quinta e última alteração. Vem Jussa, sai Uendel.

34min – Rodinei recebe o amarelo por falta em Puch.

41min – Amarelo para Parot.

43min – Puch desarma Cuesta, invade a área pela direita e cruza. Moledo, salvador, corta, mas o rebote é de Zampedri, que emenda, de bicicleta, para as redes.

44min – Jussa recebe o amarelo.

45min – Mais cinco. Vamos a 50.

47min – Fuenzalida acerta Musto e recebe o amarelo.

50min – Encerrada a partida.


Ficha técnica:

Universidad Católica (2): Matías Dituro; Raimundo Rebolledo, Germán Lanaro, Valber Huerta e Alfonso Parot; Ignácio Saavedra, José Pedro Fuenzalida e César Pinares; Germán Lezcano, Fernando Zampedri e Edson Puch. Técnico: Ariel Holan.

Internacional (1): Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel (Matheus Jussa); Damián Musto; Nonato (Bruno Praxedes), Andrés D’Alessandro (Thiago Galhardo) e João Peglow (Marcos Guilherme); William Pottker (Edenilson) e Yuri Alberto. Técnico: Eduardo Coudet.

Gols: Andrés D’Alessandro, aos 24 minutos do primeiro tempo (I). Fernando Zampedri, aos 25 minutos do primeiro tempo, e aos 43 minutos do segundo tempo (U).

Cartões amarelos: César Pinares, Fernando Zampedri, Alfonso Parot, José Pedro Fuenzalida e Valber Huerta (U). Andrés D’Alessandro, João Peglow, Rodinei e Victor Cuesta (I).

Arbitragem: Mauro Vigliano (ARG), auxiliado por Cristian Navarro (ARG) e Julio Fernández (ARG); quarto árbitro: Darío Herrera (ARG).

Estádio: San Carlos de Apoquindo, Santiago (CHI).

Raio-X: tudo sobre a quinta rodada do Grupo E da Libertadores

Líder do grupo E da Libertadores, o Colorado visita o América de Cali-COL, nesta terça-feira (29/09), para a disputa de partida da quinta rodada do chaveamento continental. O confronto ocorre a partir das 21h30 de Brasília, no Estádio Pascual Guerrero. Penúltimo duelo antes da fase eliminatória, segundo do Inter como visitante, o embate entre rubros assume contornos decisivos na luta pela classificação às oitavas. Para ficar por dentro de tudo sobre a jornada, confira o nosso Raio-X!


Pra cima deles, Colorado!

O Clube do Povo está pronto para o confronto diante do América! O técnico Eduardo Coudet comandou, na tarde desta segunda-feira (28/09), trabalhos táticos no CT do Deportivo Cali. Sem contar com Edenilson e Moisés, suspensos, além de Rodinei, Uendel e Pedro Henrique, afastados com Covid-19, o argentino pode ter à disposição atletas que estavam fora, casos de Patrick, Johnny, Peglow e William Pottker.

Zagueiro colorado, Victor Cuesta concedeu entrevista exclusiva para a mídia do Inter. O defensor projetou o duelo desta terça e analisou a preparação colorada para o confronto. Confira:

O Inter norteia a chave E da Conmebol Libertadores 2020. Dono de sete pontos, conquistados após quatro rodadas, o Clube do Povo soma dois gols de saldo a mais do que o Grêmio, critério que garante a liderança alvirrubra. Também empatados na pontuação, América de Cali-COL e Universidad Católica-CHI têm quatro. Os colombianos, porém, marcaram mais tentos – 6 a 4 -, motivo pelo qual ocupam a terceira posição.

Se derrotar os ‘Diablos Rojos’, o Inter pode garantir classificação antecipada às oitavas da Libertadores. Três pontos na Colômbia levariam o Clube do Povo aos 10, pontuação que apenas poderia ser igualada por Grêmio e Católica. As duas equipes, contudo, também duelam nesta terça. Na capital gaúcha, qualquer resultado distinto de um triunfo chileno, somado à hipotética vitória colorada sobre o América, asseguraria a vaga alvirrubra entre os 16 melhores times do continente.


América pressionado

Os três pontos são igualmente fundamentais para as pretensões do América na Libertadores. Última partida dos calenhos como mandantes, pode ser encerrada tanto com os Rojos na liderança do grupo quanto com a equipe do técnico Juan Cruz Real eliminada da competição. Atual campeã do Finalización, campeonato de segundo semestre da Colômbia, a equipe de Cali ainda não venceu em casa na atual edição do principal torneio de clubes do continente. Dos quatro pontos que soma, apenas um foi conquistado no Pascual Guerrero, consequência do empate em 1 a 1 com a Católica, registrado na última quarta-feira (23/09).

Juan Cruz Real, técnico do América de Cali/Foto: Twitter América de Cali

A Universidad Católica-CHI, inclusive, é a única equipe que cedeu pontos para o América. No Chile, os colombianos conquistaram, na segunda rodada do grupo, importante vitória por 2 a 1. Desde o triunfo, todavia, a equipe conviveu com grandes mudanças no comando técnico, com a saída de Alexandre Guimarães, e no elenco, que perdeu os protagonistas Michael Rangel e Matías Pisano, além dos defensores Juan Zuluaga, Hector Quiñones e Pedro Franco.

O duelo em Santiago-CHI foi o último disputado pelo América de Cali antes da paralisação do calendário futebolístico em virtude da pandemia do novo coronavírus. Ocorrido em 10 de março, a chilena jornada levou quase seis meses para encontrar sucessora no calendário rojo. Foi em oito de setembro que os Diablos voltaram a campo para, diante do Junior de Barranquilla, decidir a Superliga, encerrada, após partidas de ida e volta, com taça para os rivais. Logo depois, os calenhos perderam por 4 a 3 para o Clube do Povo, no Beira-Rio, em duelo da terceira rodada da Libertadores.

Os 13 dias compreendidos entre os embates de ida e volta de Inter e América de Cali estiveram marcados, do lado colombiano, pelo reinício do campeonato nacional, que fora paralisado com oito rodadas disputadas. Os Rojos reabriram o torneio derrotando, por 2 a 1, o Bucaramanga. Já no final de semana passado, última ocasião em que foi a campo, o time calenho sucumbiu, fora de casa, para o Tolima, embate encerrado com o placar mínimo. Na ocasião, Cruz Real preservou alguns titulares, como Vergara e Ramos, e escalou sua equipe com Graterol; Quiñones, Torres, Ortiz e Velasco; Arias, Jaramillo e Sierra; Batalla, Moreno e Sánchez.

América de Cali visitou o Tolima no último sábado (26/09)/Foto: Twitter América de Cali

Último encontro

A Libertadores 2020 foi retomada na segunda semana de setembro. Para o Inter, o campeonato foi reavivado diante do América de Cali, adversário que ofereceu, no Beira-Rio, confronto de altíssimo nível aos olhos da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Marcada por duas etapas completamente distintas, a jornada, disputada no último dia 16, presenciou exibição arrasadora da equipe colorada na etapa inicial, encerrada com magro 3 a 1 para os comandados de Coudet.

O segundo tempo, entretanto, revolucionou o cenário do embate, que chegou a estar empatado em três tentos para cada lado até que Boschilia, aos 45 minutos, igualou Abel Hernández na lista de artilheiros da noite e, ao anotar seu segundo, garantiu o triunfo gaúcho. No placar, 4 a 3, e a liderança da chave seguia com o Clube do Povo!


Arbitragem

Guillero Guerrero, do Equador, apita, auxiliado pelo também equatoriano Bryon Romero e por Luis Murillo, da Venezuela. A fase de grupos da Libertadores, vale lembrar, ainda não conta com o recurso do árbitro de vídeo.


Transmissão

A partir de sábado, jornadas da emissora do Clube do Povo poderão ser acompanhadas via FM

Noite de gala na Rádio Colorada! A emissora oficial do Clube do Povo estará ao vivo a partir das 19h desta terça-feira, com a apresentação do Programa do Inter. Na sequência, às 20h, começa o ‘Portões Abertos‘, pré-jogo legitimamente alvirrubro, sucedido, às 21h, pela jornada esportiva mais vermelha da web. Encerrado o duelo, o ‘Vestiário Vermelho’ repercute, madruga adentro, os desdobramentos da partida, além de transmitir as coletivas alvirrubras e apresentar entrevistas exclusivas dos representantes vermelhos. Acompanhe a cobertura através de Site e App do Inter!

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

Como de costume, as redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contarão com o mais completo minuto a minuto da internet, recheado de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, a Fox Sports anuncia transmissão.


O positivo século XXI

Ao longo de seus 111 anos, o Clube do Povo já enfrentou adversários colombianos em 15 ocasiões. Destas, cinco foram encerradas com vitória do Colorado, duas a mais do que os reveses – outras sete igualdades completam o retrospecto. No atual século, porém, o histórico se apresenta ainda mais alvirrubro.

Quando iniciados os anos 2000, o Inter registrava duas derrotas e quatro empates nos seis encontros que travara contra adversários do país. Desde então, o gigante proprietário do Beira-Rio ostenta cinco triunfos em nove duelos.

Na terceira fase preliminar da Libertadores 2020, Guerrero fez o da vitória sobre o Tolima-COL

Derrota no Beira-Rio

O Clube do Povo recebeu o Grêmio, nesta quarta-feira (23/09), para a disputa de Gre-Nal da quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. Iniciado às 21h30, o clássico, de número 427, teve como resultado final vitória visitante por 1 a 0, gol de Pepê. Com o resultado, o Inter, dono de sete pontos, segue na liderança da Chave E.


Etapa inicial de equilíbrio

Pouco criaram as duas equipes na etapa inicial. Dono da bola na maior parte do tempo, o Grêmio incomodou o time de Eduardo Coudet, forçando seguidos erros na saída de jogo alvirrubra. Desta forma, os visitantes retinham a posse sem oferecer possibilidade de contra-ataque ao Clube do Povo, que permaneceu alguns minutos encaixotado.

O cenário da partida foi alterado a partir dos 30 minutos de confronto. Mais à vontade em campo, o Inter passou a ocupar o campo ofensivo e, por consequência, criar as primeiras chances reais do duelo. Primeiro, Marcos Guilherme escapou pela direita e finalizou forte, rasteiro, levando perigo. Pouco depois o Relâmpago foi lançado nas costas da marcação e cruzou para Galhardo, que exigiu defesa segura de Vanderlei. No minuto seguinte, Abel e Thiago tabelaram, e o camisa 17 somente não concluiu para as redes devido a carrinho de Rodrigues, que acertou o corpo do avante vermelho. Ao soar do último apito, o zero a zero permanecia no escore.


Último tempo resolvido nos detalhes

O Inter retornou melhor dos vestiários, e empilhou oportunidades nos primeiros 15 minutos. Na melhor delas, Galhardo, muito participativo, exigiu milagre de Vanderlei. O passar do relógio, todavia, aumentou a tensão dentro de campo, tornando decisivo cada centímetro de espaço. Na chance que teve, o time visitante marcou com Pepê, em finalização de fora da área. De sua parte, o Clube do Povo muito insistiu, mas esbarrou na falta de pontaria, que impediu nova alteração no marcador.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – Bem, Zé! Cortez recebe pela esquerda, invade a área colorada e cruza rasteiro. Zé Gabriel afasta, com segurança, mandando por escanteio.

10min – UH! Marcos Guilherme recebe escorada de Thiago Galhardo, vai ao fundo pela direita e cruza buscando Abel Hernández. Forte demais, a bola cruza a extensão da área e chega em Boschilia, que tenta o arremate rasteiro, mas é travado. Lateral para o Clube do Povo!

14min – Podia ter pintado cartão… Galhardo entorta Kannemann, que só consegue conter o atacante colorado com falta. Juiz marca, mas não apresenta o amarelo.

15min – UHHH! Boschilia cobra aberto, buscando a segunda trave. Zé Gabriel não desvia por detalhe. Bola perigosa alçada na área rival!

17min – Lindoso recebe o primeiro amarelo da noite.

25min – LINDOSO! Alisson avança com grande perigo pela direita e cruza rasteiro. Rodrigo Lindoso consegue corte providencial.

26min – Pepê recupera a bola na ponta direita e aciona Alisson, que chuta forte, cruzado, buscando o ângulo de Lomba. Bola vai por cima.

30min – UH! Boschilia intercepta troca de passes do ataque gremista e arranca em velocidade. Por dentro, ele aciona Lindoso, que abre tudo para Marcos Guilherme. Relâmpago progride até a intermediária ofensiva e arremata rasteiro, buscando o canto direito de Vanderlei. Levou perigo!

35min – SAAAALVA, VANDERLEI! Cuesta lança Marcos Guilherme nas costas de Orejuela. Camisa 23 domina e, dentro da grande área, cruza buscando o segundo pau. Galhardo, soberano, consegue o desvio e exige boa defesa do goleiro rival.

36min – NADA, PROFESSOR? Galhardo e Abel tabelam na altura da meia-lua da grande área gremista. Uruguaio aciona camisa 17 colorado, que só não manda para as redes tricolores por carrinho violento de Rodrigues. Juiz mandou seguir…

39min – AMARELO! Lucas Silva acerta carrinho violento, frontal, em Marcos Guilherme. Falta e cartão.

45min – Mais um. Vamos a 46.

46min – Intervalo no Gigante. Por ora, empate sem gols.


Segundo tempo

2min – UHHH! Galhardo dá lindo passe para Marcos Guilherme, invertendo o jogo por baixo. Do Relâmpago para Saravia, que vai ao fundo e cruza na segunda trave. A bola chega alta, mas Thiago responde com genialidade, emendando linda bicicleta. Por cima, por pouco!

12min – MILAAAAAAAAGRE! Inter escapa em velocidade após desarme de Abel Hernández. O uruguaio abre com Boschilia pela esquerda, e o camisa 21 cruza linda bola na segunda trave gremista. Livre, Galhardo cabeceia buscando o chão e exige defesa milagrosa de Vanderlei. Que chance!

15min – UHHH! Boschilia cobra escanteio pela direita. Forte, a bola passa raspando a testa de Abel Hernández e sai em tiro de meta para o Grêmio.

22min – Pepê é lançado por Diego Souza, avança pela direita e, cara a cara com Lomba, finaliza torto. Tiro de meta para o Inter.

27min – Agora quem avança pela direita é Alisson, que corta para fora e chuta cruzado. A bola cruza a linha de fundo. Posse para Lomba.

28min – Pepê recebe pela esquerda, corta para a direita e finaliza no canto. Grêmio na frente.

30min – CORTA A ZAGA! Boschilia invade a área pela esquerda e cruza rasteiro, buscando Abel. Defesa gremista afasta o perigo.

31min – MILAAAAAGRE! Bola fica viva na área e Abel, inteligente, prende o adversário com o corpo e emenda linda bicicleta. Um foguete, a bola explode em Vanderlei.

31min – UHHHH! Boschilia progride do centro para a direita e solta a bomba, que passa perto do ângulo gremista.

32min – Muda o Inter: D’Alessandro e Leandro Fernández nas vagas de Lindoso e Marcos Guilherme.

33min – TRAVADO! Leandro recebe cruzamento aberto e, pela direita, ajeita em D’Alessandro. O camisa 10 chega batendo, mas a bola, que tinha o endereço do gol, é travada pela zaga rival.

34min – Lomba! Alisson escapa pela direita e cruza rasteiro. Goleiro colorado consegue desvio providencial.

35min – COMO NÃO ENTROU? D’Ale levanta pela direita. Galhardo consegue desvio maravilhoso e a bola tira tinta da trave esquerda de Vanderlei.

36min – Mudança tripla no Grêmio. Luiz Fernando, Robinho e Isaque nos lugares de Pepê, Darlan e Diego Souza.

43min – Amarelo para Leandro Fernández.

44min – Pra fora! D’Ale pega a sobra de corte parcial da zaga gremista e emenda de primeira. A bola sai levando muito perigo.

45min – Muda o Grêmio. Entra Guilherme Azevedo, sai Alisson.

45min – Vamos a 50. Mais cinco minutos.

49min – Muda o Grêmio. Ruan no lugar de Orejuela.

50min – Encerrado o confronto.


Ficha técnica:

Internacional (0): Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Matheus Jussa; Damián Musto; Marcos Guilherme (Leandro Fernández), Rodrigo Lindoso (Andrés D’Alessandro) e Gabriel Boschilia; Abel Hernández e Thiago Galhardo. Técnico: Eduardo Coudet.

Grêmio (1): Vanderlei; Luis Orejuela (Ruan), Rodrigues, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Lucas Silva, Alisson (Guilherme Azevedo), Matheus Henrique, Darlan (Robinho) e Pepê (Luiz Fernando); Diego Souza (Isaque). Técnico: Renato Portaluppi.

Gol: Pepê, aos 28 minutos do segundo tempo (G).

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso e Leandro Fernández (I). Lucas Silva (G).

Arbitragem: Patrício Loustau apita, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa, trio argentino.

Semana de clássico pela Libertadores

A semana será de clássico histórico para o Inter. Líder da chave E da Conmebol Libertadores, o Clube do Povo recebe, a partir das 21h30 desta quarta-feira (23/09), o Grêmio, em duelo da quarta rodada dos grupos do torneio. No primeiro turno os rivais disputaram, no dia 12 de março, a segunda rodada da fase, confronto realizado na Arena e encerrado com empate sem gols.

A preparação colorada para o clássico terá início nesta segunda-feira (21/09). No CT Parque Gigante, Eduardo Coudet comanda, a partir das 10h, atividade com vistas ao clássico. Na tarde de terça, às 15h30, o argentino realiza o segundo e último treino antes do Gre-Nal 427, primeiro válido pela principal competição de clubes da América e disputado no Beira-Rio, que não receberá público, atendendo às orientações de combate à propagação do novo coronavírus.

Além da igualdade com o Grêmio, o Clube do Povo superou, no primeiro turno, Universidad Católica-CHI e América de Cali-COL, ambas equipes derrotadas no Beira-Rio. O Colorado estreou nos grupos diante dos chilenos, e conquistou maiúsculo triunfo por 3 a 0, gols de Guerrero, duas vezes, e Marcos Guilherme. Já a vitória sobre os colombianos, de 4 a 3, aconteceu na quarta passada (16/09), e contou com dois tentos de Abel Hernández e outra dupla de bolas na rede de Gabriel Boschilia.

Dono de sete pontos, portanto, o Inter tem três a mais do que o Grêmio, vice-líder. Em caso de vitória no clássico, o Colorado pode garantir vaga antecipada na fase de oitavas de final, enquanto, para o rival, uma derrota significaria sair da zona de classificação para as eliminatórias. Decisivo, o Gre-Nal corresponde, também, à última partida do Clube do Povo como mandante nos grupos da Libertadores. Após o clássico, os comandados de Coudet enfrentam América, na Colômbia, em 29 de setembro, e Católica, no Chile, no dia 22 de outubro.

Classificação do Grupo E/Divulgação: Libertadores

Pós-jogo colorado: a repercussão da brigada vitória sobre o América de Cali-COL

O Inter jogou muito, na etapa inicial, e lutou demais, no segundo tempo, para superar o América de Cali-COL, no Beira-Rio, por 4 a 3. Válido pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, o duelo encerrou o primeiro turno da competição, finalizado com liderança colorada na chave E. Após o duelo entre rubros, Eduardo Coudet, técnico do Clube do Povo, e Abel Hernández, escolhido o craque do confronto, concederam entrevista coletiva para a imprensa do continente. Confira os principais trechos:

“Foi uma boa partida de toda a equipe. Lutamos quando necessário, fizemos os gols nos momentos justos. Era importante começar bem. Sei que preciso seguir trabalhando pois não estou 100% em minhas condições físicas.”

Abel Hernández

“Feliz pela vitória e pelo esforço que fizeram os jogadores. Tínhamos muitas baixas no grupo e creio que fizemos uma boa partida, embora tenhamos cometido alguns erros. Sempre há coisas para corrigir, e a Libertadores é assim, duríssima. Todos os rivais são importantes, grandes.”

Eduardo Coudet

Nos vestiários do Beira-Rio, Boschilia e Abel Hernández, responsáveis por dois gols cada, conversaram com exclusividade com a mídia do Internacional. Camisa 21 colorado, autor do tento da vitória, Gabriel comemorou o triunfo, definido como importante para retomar a confiança. Assista:

💬 FALA, BOSCHI! Autor de doblete e gol decisivo no duelo desta noite, meia colorado avalia a vitória sobre o América de Cali e parabeniza o grupo. 👏 #VamoInter 🇦🇹

Posted by Sport Club Internacional on Wednesday, September 16, 2020

De sua parte, o uruguaio Abel Hernández celebrou seus dois primeiros gols com a camisa colorada. Debutando na Libertadores, o camisa 34 destacou, também, a importância do triunfo, definido como justo pela atuação da equipe alvirrubra. Confira:

🇺🇾💬 ¡HABLA, URUGUAYO! Abel Hernández comenta seus primeiros gols com a camisa colorada e a felicidade pelo resultado de hoje. #VamoInter 🇦🇹

Posted by Sport Club Internacional on Wednesday, September 16, 2020

Fotos: Inter 4 x 3 América de Cali – Libertadores/3ª rodada

Clube do Povo conquista importante vitória no Beira-Rio