Inter e Beira-Rio alertam para Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal

O Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal ocorre nesta quarta-feira (19/05). Principal data do ‘Maio Roxo’, serve de marco para a conscientização social acerca de doenças que, autoimunes, dependem de um diagnóstico precoce para maior eficácia do tratamento. Alinhada à campanha, a iluminação do Beira-Rio nesta noite alerta para a importância do tema.

Beira-Rio iluminado em alusão ao Maio Roxo

A casa do Clube do Povo está com um colorido especial na noite desta terça-feira (19/05) para alertar a sociedade porto-alegrense sobre um importante tema. A cobertura do Gigante ganhou luzes em homenagem ao Maio Roxo, nesta data que marca a conscientização das doenças inflamatórias intestinais (DIIs) no mundo.

Contando com a participação ativa do Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal do Brasi (GEDIIB) e da sociedade de pacientes com DII do Rio Grande do Sul (AGADII), a campanha tem como objetivo conscientizar a população sobre as doenças inflamatórias intestinais

Saiba mais sobre as DIIs

As DIIs são representadas principalmente por seus dois fenótipos, a retocolite ulcerativa (RCU) e a doença de Crohn (DC). São doenças imunomediadas que, principalmente, nos países ocidentais, tem mostrado um aumento na incidência e prevalência. O prognóstico de um paciente portador de DII está diretamente relacionado ao tempo que é dispensado para o seu diagnóstico e tratamento inicial. Existem trabalhos que evidenciam que a média que um paciente portador de DII leva para ter o seu diagnóstico confirmado e receber o seu tratamento inicial, na rede básica de saúde, é, em torno de 3 anos. Com isto, estes pacientes, perdem a “janela de oportunidade” para o melhor desfecho da sua patologia.

Acesse o site da GEDIIB para saber mais sobre o assunto.