Guerreiro, Inter vence na Bombonera, mas é superado nos pênaltis

O Inter fez por merecer a vaga nas quartas da América. Na Bombonera, os comandados de Abel Braga dominaram partida disputada contra o Boca Juniors, encerrada com vitória de 1 a 0 nos 90 minutos, gol contra de Fabra. Nas penalidades, porém, os donos da casa converteram cinco, uma a mais do que o Inter, que deixa a competição de cabeça erguida.

O Clube do Povo volta a campo no próximo sábado (12/12). No Beira-Rio, o time colorado recebe o Botafogo, a partir das 19h, para a disputa de confronto da 25ª rodada do Brasileirão.


Inter domina

O Inter foi dono do jogo na etapa inicial. Extremamente ligado no jogo, o Clube do Povo encurralou o Boca Juniors na Bombonera, forçando erros seguidos nos raros instantes de posse rival. Raros pois quem teve a bola em quase 65% do tempo de partida foi o Colorado, senhor do meio de campo com o trio Patrick, Edenilson e Praxedes. A partir das combinações dos três, inclusive, os comandados de Abel Braga criaram excelentes oportunidades, quase sempre apoiadas por Moisés, que dava profundidade às tramas ofensivas gaúchas.

Na melhor chance alvirrubra, Moisés tabelou com o Pantera, este foi ao fundo e rolou para Galhardo, que carimbou o travessão. Thiago ainda exigiria bonita defesa de Andrada após cabeceio forte, resultado de bom cruzamento do lateral-esquerdo colorado. Patrick também tornaria a aprontar das suas, sobrecarregando Buffarini. Apesar das muitas oportunidades, todavia, o Clube do Povo não conseguiu abrir o marcador, que seguiu zerado para o intervalo.


Justiça no placar

Logo do reinício do confronto, o Clube do Povo chegou ao merecido gol de abertura do placar. Patrick costurou pelo centro e abriu o jogo com Moisés, que foi ao fundo pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola superou Andrada e, antes de Marcos Guilherme, debaixo das traves na altura do segundo pau, Fabra atentou contra o próprio patrimônio.

A vantagem colorada exigiu postura mais franca dos locais, que tentaram armar uma blitz, mas esbarraram na excelente retaguarda do Clube do Povo. Muito bem postado, o Inter ainda contou com excelentes escapadas, contra-ataques que por detalhe não resultaram em gol que seria fundamental. Prova do desespero xeneize foi a expulsão de Obando, que agrediu Edenilson, já nos acréscimos, e por isso foi retirado de campo. Apesar da maiúscula exibição, os comandados de Abel Braga foram infelizmente eliminados nas penalidades.


Melhores momentos – primeiro tempo

1min – Cartão amarelo para Moisés. Falta fora do lance em Buffarini.

5min – Amarelo para D’Alessandro. No banco, argentino é advertido por reclamação.

9min – UH! Edenilson faz linda jogada individual pela esquerda, deixa dois para trás e serve Galhardo. Do camisa 17 ela chega em Marcos Guilherme, que finaliza travado. Escanteio para o Inter!

16min – NO TRAVESSÃÃÃÃÃÃO! Praxedes quebra as linhas argentinas com excelente passe para Patrick. O Pantera tabela com Moisés, invade a área xeneize e rola para Galhardo. Dentro da área, ele finaliza de primeira, com o pé direito, direto no poste superior dos donos da casa.

25min – SAAAALVA ANDRADA! Edenilson inverte com Patrick, que vai ao fundo pela esquerda, supera a marcação e cruza para Praxedes. Na entrada da área, o jovem colorado testa consciente, para baixo. Em dois tempos, goleiro rival salva os locais.

28min – DE NOVO ELE! Moisés vai ao fundo pela esquerda e cruza na medida para Galhardo, que cabeceia buscando o canto. Andrada, mais uma vez, salva o Boca.

31min – TERCEIRO MILAGRE! Lindoso dá rasteira para Marcos Guilherme, que dispara atrás de Izquierdoz, chega na frente e resvala com o bico da chuteira. Ela passa de Andrada mas, sem força, é defendida pelo goleiro.

32min – SAAAAALVA A ZAGA! Praxedes para Patrick. O Pantera vai ao fundo e cruza rasteiro para trás. Entre Praxedes e Galhardo, Izquierdoz aparece para cortar.

33min – Cera de Andrada. Pressão colorada é imensa na Bombonera!

44min – Assustou! Após cobrança de escanteio curto, Inter ronda a área adversária. Ela fica com Praxedes, da intermediária, que arrisca. Tiro de meta xeneize.

45min – Vamos a 48. Mais três.

47min – ANDRADA! Patrick entorta Buffarini de novo, vai ao fundo e cruza para a marca do pênalti. Goleiro xeneize deixa o gol para ficar com ela.

48min – Encerrada a etapa inicial.


Segundo tempo

2min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! É DA ACADEMIA DO POVO! Patrick, de novo ele, faz grande jogada, quebra a marcação e aciona Moisés. O lateral cruza rasteiro, a bola passa de Andrada e, antes de Marcos Guilherme, Fabra, na segunda trave, manda contra o próprio patrimônio. INTER NA FRENTE NA BOMBONERA!

8min – UHHH! Praxedes entorta a marcação e serve Marcos Guilherme nas costas da marcação. Antes do camisa 23, Andrada deixa o gol e, no limite da grande área, encaixa. Mais um centímetro e o Inter convertia sua segunda oportunidade.

8min – MOLEDO! Tevez domina na entrada da grande área colorada, corta para a direita e finaliza rasteiro. Camisa quatro do Clube do Povo afasta o perigo.

12min – LOMBA! Tevez dispara pela direita, corta para dentro e, caído, finaliza. Lomba espalma em escanteio.

14min – Dupla troca no Boca. Obando e Jara nas vagas de Villa e Buffarini.

19min – Patrick, de novo, leva a melhor e invade a área xeneize. Da esquerda, ele cruza à meia-altura. Andrada encaixa.

23min – Yuri por Marcos Guilherme. Primeira substituição no Inter.

28min – PRA FOOOOORA! Inter puxa contra-ataque com Yuri, que costura da direita para dentro e solta uma bomba. Ela explode na marcação e, na entrada da grande área, pela esquerda, Galhardo desvia no reflexo. Por muito pouco a bola não tomou a direção do gol!

31min – SALVA A ZAGA! Galhardo e Yuri tabelam, o camisa 17 serve o companheiro que, invadindo a área pela direita, tem seu arremate travado.

35min – Dupla troca no Inter. Peglow e Dourado são as novidades. Saíram Galhardo e Praxedes.

36min – ELE ENTROU COM TUDO! Peglow recebe de Cuesta, dá um chapéu no marcador, invade a área pela direita e tenta cruzar rasteiro para o livre Yuri. Antes, a zaga corta.

37min – PRA FOOOOOOOORA! Edenilson cobra escanteio da direita, Andrada deixa ela escapar e Cuesta, de direita, emenda. Por cima da meta, por pouco!

40min – PNEU FUROU! Tevez tenta emendar bicicleta, mas não pegou em cheio.

42min – Abel é advertido com amarelo.

44min – Cardona finaliza com perigo de fora da área, mas a bola sai em tiro de meta para o Clube do Povo.

45min – Segundo tempo vai a 49. Mais quatro.

46min – Obando advertido com amarelo por pizão em Edenilson.

48min – Após consulta ao recurso de vídeo, Roberto Tobar expulsa Obando.

49min – Leandro Fernández por Patrick, nova mudança no Inter.

51min – Encerrada a partida. Vamos para as penalidades.


Pênaltis:

Tevez abre a contagem para o Boca Juniors. 1-0

Rodinei, com excelência, marca para o Inter. 1-1

LOMBA! LOMBA! LOMBA! Goleiro defende a cobrança de Cardona. 1-1

GOL! Edenilson converte! 1-2

Salvio marca para os donos da casa. 2-2

Lindoso cobra por cima. 2-2

Fabra faz o terceiro xeneize. 3-2

YURI IGUALA A CONTAGEM! 3-3

Izquierdoz anota o quarto. 4-3

Leandro! Gol! Vamos para as alternadas. 4-4

Jara faz o quinto do Boca Juniors. 5-4

Peglow desperdiça e a contagem é encerrada. 5-4.


Ficha técnica:

Boca Juniors (0(5)): Andrada; Buffarini (Jara), Lisandro López, Izquierdoz e Fabra; Campuzano, Capaldo, Salvio, Cardona e Villa (Obando); Tevez. Técnico: Miguel Ángel Russo.

Internacional (1(4)): Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Leandro Fernández) e Praxedes (Dourado); Marcos Guilherme (Yuri Alberto) e Thiago Galhardo (Peglow). Técnico: Abel Braga.

Gols: Fabra, contra, aos 2 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Moisés, Abel Braga e D’Alessandro (I).

Cartão vermelho: Obando (B).

Arbitragem: Roberto Tobar, auxiliado por Christian Schiemann e Claudio Rios. VAR: Julio Bascuñan.

Estádio: La Bombonera-ARG.

Raio-X: as informações da jornada contra o Vasco

Vice-líder nacional, o Inter busca, neste domingo (17/10), a quarta vitória consecutiva no Brasileirão. Confronto da 17ª rodada do torneio, o duelo entre Clube do Povo e Vasco da Gama ocorre a partir das 18h15, no Beira-Rio. Para ficar por dentro de tudo sobre a partida, confira, abaixo, o nosso Raio-X!


Pra cima deles, Colorado!

O Inter encerrou neste sábado os preparativos para o duelo diante do Vasco. No CT Parque Gigante, Eduardo Coudet aproveitou o lindo dia de sol para realizar exercícios técnicos e táticos que ajustaram os últimos detalhes da equipe que entrará em campo no Beira-Rio. Contra os cariocas, o comandante colorado contará com o retorno de D’Alessandro, que cumpriu suspensão na rodada passada.

Falar de retornos exige valorizar Rodrigo Dourado. Após 15 meses entregue ao Departamento Médio, o camisa 13 do Clube do Povo voltou aos gramados na última quarta-feira (14/10). Alçado a campo no lugar de Rodrigo Lindoso aos 24 minutos da etapa final, o volante construiu segura atuação na vitória colorada sobre o Sport, fora de casa. Feliz, o atleta conversou de maneira exclusiva com a Mídia do Inter sobre seu retorno, papo no qual fez questão de ressaltar seu coração de torcedor do Inter. Confira:

Dando continuidade à preparação para a partida deste domingo, Patrick participou de entrevista coletiva virtual na última sexta-feira (16/10). Em grande fase, o Pantera, autor de dois gols na vitória sobre o Sport, foi titular nos três triunfos consecutivos que o Inter soma. “Independente da forma com que eles vierem fazer o jogo, nós temos que nos preparar para fazer uma grande partida. É importantíssimo fazer o dever de casa para seguir forte no objetivo.”

Por fim, quem falou neste sábado foi o meia-atacante Marcos Guilherme. Titular nas últimas duas partidas, o Relâmpago, como é carinhosamente chamado pela Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, projetou o duelo diante do Vasco. “Um desafio muito difícil. Mas nós almejamos a liderança, precisamos vencer, ainda mais em casa, onde somos muito fortes. Estamos nos preparando bem para manter essa sequência positiva”.


Projeções de tabela

Vice-líder do Brasileirão com 31 pontos, o Clube do Povo conta com a segunda melhor defesa e o segundo melhor ataque do torneio, além do artilheiro Thiago Galhardo, que já balançou as redes em 13 ocasiões. Embalados, os comandados de Coudet vêm de três vitórias seguidas no Campeonato, contra Bragantino, fora, Athletico, em casa, e Sport, na Ilha do Retiro. Diante do Vasco, portanto, o Colorado busca o quarto triunfo em quatro jogos, resultado que pode garantir a primeira colocação para o Inter.

Empatado em pontos com Atlético-MG, líder, e Flamengo, terceiro, o Clube do Povo entra em campo pouco depois do time carioca, que também neste domingo visita o Corinthians. O duelo ocorre a partir das 16h. De sua parte, o Galo atua apenas na próxima segunda-feira (19/10), quando enfrenta o Bahia, no Pituaçu. Por ter uma vitória a mais do que Colorado e Urubu, o Alvinegro garante a manutenção da ponta em caso de triunfo sobre o Tricolor. Se empatar, porém, o atual primeiro colocado pode ser superado por seus perseguidores.

À frente do Flamengo devido ao saldo, superior em seis gols, o Clube do Povo precisa, para encerrar a rodada no topo, vencer o Vasco e torcer, além de por tropeço mineiro, para que os cariocas não apliquem goleada histórica no Corinthians. Em caso de empate, o Inter também pode chegar à liderança. Para tanto, o Galo teria de perder e o Urubu não poderia ganhar. Se for derrotado, o Colorado fica ao alcance apenas dos rubro-negros.


Arbitragem catarinense

Braulio da Silva Machado apita, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Alex dos Santos. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira. Quarteto de Santa Catarina.


O rival

Vasco, de Talles Magno, perdeu para o Flamengo no sábado passado/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco

O Vasco da Gama vive sequência negativa no Brasileirão. Após iniciar o Campeonato na luta pelo topo da tabela, com direito a aproveitamento de 100% nas três primeiras rodadas que disputou, o time carioca já encara mais de um mês sem triunfos no torneio. A má fase custou o emprego do técnico Ramon Menezes, demitido após revés para o Bahia. Em seu lugar assumiu o interino Alexandre Grasseli, derrotado, na última vez em que o Alvinegro foi a campo, pelo Flamengo, em São Januário.

A atual temporada, verdade seja dita, ofereceu poucos momentos de tranquilidade para a torcida do Vasco da Gama. Iniciado com Abel Braga na casamata, o ano de 2020 contou com eliminação precoce nas duas fases de grupo do Campeonato Carioca. Logo depois da primeira queda no Estadual, a diretoria demitiu o técnico e efetivou Ramon, treinador da equipe já durante a interrupção do calendário futebolístico brasileiro.

Ramon Menezes, ex-comandante do Vasco/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco

Apoiado na excelente fase dos argentinos Benítez e Cano, o Vasco, normalmente armado no sistema 4-3-3, conquistou cinco vitórias (suas únicas no Campeonato) nas primeiras nove partidas que disputou. O último triunfo, obtido em clássico contra o Botafogo, na 10ª rodada, ocorreu em 17 de setembro. Desde então, a equipe sofreu quatro reveses e somou um único ponto, contra o Red Bull Bragantino.

Benítez e Cano, dupla vascaína/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco

Os números provam que a recente má fase do Vasco não se limita ao placar final das partidas. O saldo de gols, por exemplo, que após o duelo contra o Botafogo era seis, fruto de 15 tentos marcados e nove sofridos, hoje indica negativos dois, consequência das atuais 20 ocasiões em que a equipe foi vazada.

Livre para o Vasco, a semana passada contou com muitas novidades em São Januário. Rival do Cruz-Maltino na 16ª rodada do Brasileirão, o Fortaleza disputou, contra o São Paulo, partida antecipada das oitavas de final da Copa do Brasil. Por consequência, o time carioca não entra em campo desde o sábado retrasado (10/10). Neste intervalo, os rivais colorados deste domingo anunciaram as contratações de Ricardo Sá Pinto, novo treinador, e Leonardo Gil, volante.

A dupla, porém, ainda não estará disponível para o confronto contra o Inter. Sob o comando de Alexandre Grasseli, a provável escalação do Vasco para este domingo conta com Fernando Miguel; Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Benítez, Marcos Júnior, Andrey e Carlinhos; Talles Magno e Cano.

Alexandre Grasseli/Foto: Rafael Ribeiro, Vasco

Transmissão tri!

Dia de Inter é dia de sintonizar na Rádio Colorada! A transmissão mais vermelha da web e do FM ocorre a partir das 17h deste dia 18 de outubro. O horário marca a abertura do ‘Portões Abertos’, pré-jogo legitimamente alvirrubro que contará com participação especial de Mauro Galvão, ex-zagueiro e ídolo vermelho, campeão invicto do Brasileirão de 1979.

Na sequência, às 18h, chega a jornada esportiva do duelo entre Inter e Vasco, a qual se estende até o soar do último apito, quando terá início o ‘Vestiário Vermelho’. Com entrevistas exclusivas e também coletivas, a atração repercute todos os detalhes de mais um embate nacional do Clube do Povo. Acompanhe a transmissão através do FM 95,5 ou via Site e App do Inter!

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

As redes sociais do Clube do Povo (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) , você já sabe, apresentam o mais completo minuto a minuto da internet. Neste domingo, não será diferente, com diversas imagens, compartilhadas de maneira instantânea, enriquecendo a cobertura. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


Retrospecto vermelho

É rica a história de encontros entre Clube do Povo e Cruz-Maltino. Ao todo, as equipes já se encontraram em 70 ocasiões, das quais 28 foram encerradas com triunfo colorado, duas a mais do que as finalizadas com vitória carioca. Ocorreram, também, 16 igualdades, em retrospecto que registra 100 gols para cada lado.


Na semana do Rei, um confronto pela realeza

Maior meio-campista da história do futebol brasileiro, o Rei Falcão completou, na última sexta-feira (16/10), 67 anos de idade. Ídolo que figura entre os maiores da biografia colorada, o eterno camisa cinco alvirrubro exibe, exatamente contra o Vasco, um dos capítulos mais lindos de sua trajetória no Beira-Rio.

Falcão comemora o gol marcado sobre o Vasco/Foto: Zero Hora, Divulgação

Bola de Ouro do Brasileirão de 1979, o protagonista do Time que Nunca Perdeu foi o responsável por, diante de um Gigante abarrotado, marcar o gol do Tricampeonato vermelho. Segundo do Inter na finalíssima, o gol do Rei sucedeu tento marcado pelo Príncipe Jajá, e foi o último do Clube do Povo no torneio – mas não do duelo, que ainda contaria com tento de Wilsinho para os visitantes. Colorado, uma vez mais, dono do Brasil!


Ídolos de cá e lá

Atração mais do que especial do pré-jogo da Rádio Colorada, Mauro Galvão não é ídolo apenas do Inter. Revelado, aos 17 anos, pelo Clube do Povo, o ex-defensor conquistou o Brasil logo em sua primeira temporada como profissional. Duas décadas depois, Mauro, dono de carreira extremamente vitoriosa, dominaria a América, desta vez vestindo as cores do Vasco.

Antes mesmo do nascimento de Galvão, porém, Inter e Vasco já contavam com lindas coincidências. Figura que também ocupa posto elevado no panteão de lendas coloradas, Osmar Fortes Barcellos, o Tesourinha, atuou, depois de 10 multicampeãs temporadas consecutivas nos Eucaliptos, com as cores do Vasco. Em São Januário, o ponta conquistaria o Rio de Janeiro e seguiria convocado para a Seleção Brasileira. Com a Canarinho, o imparável driblador venceria, ainda, a Copa América.

Colorado goleia e vai à final do segundo turno do Gauchão

De volta ao Gigante após quase cinco meses de distância, o Inter demonstrou, neste domingo (02/08), a importância de se estar em casa. Diante do Esportivo, o Clube do Povo abriu o placar da semifinal do segundo turno estadual logo aos 40 segundos de jogo, e manteve a aplicação ofensiva ao longo de todo o confronto para conquistar gigante triunfo por 4 a 0. Anotados por Thiago Galhardo, Marcos Guilherme, Paolo Guerrero e Boschilia, os gols alvirrubros garantiram vaga na decisão da Taça Francisco Novelletto Neto, que será disputada, na próxima quarta-feira (05/08), contra o Grêmio.


Gigante com novidades, e também permanências

Como de costume, a vitória deste domingo passou Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que teve sua paixão devidamente representada nas arquibancadas do Beira-Rio. Em homenagem aos colorados e coloradas que, devido à pandemia, estiveram fisicamente distantes do Gigante, o Clube promoveu uma série de iniciativas que criaram verdadeiro clima de jogo nas arquibancadas de nossa casa, entre elas um belíssimo mural de 140m de comprimento por 25m de largura. Ao mesmo tempo, os corredores internos do número 891 da Padre Cacique sediaram rígido protocolo organizado para garantir a segurança de todos os profissionais envolvidos no duelo entre Inter e Esportivo.


Piscou? Perdeu!

A saudade de atuar no Beira-Rio era grande, e o Inter fez questão de deixar isso claro antes mesmo de ser completada a primeira volta do cronômetro. Aos 40 segundos de partida, Saravia cobrou lateral no peito de Edenilson. Com exuberante qualidade, o camisa 8 colorado deu linda fatiada na bola, cruzando na segunda trave. A redonda até passou de Guerrero, mas não de Galhardo, que mandou um testaço indefensável para as redes. Gol colorado, o primeiro do camisa 17 alvirrubro no gramado do Gigante, quinto no Gauchão.

O gol colorado perturbou a equipe visitante. Escalado com uma linha de cinco defensores, o Esportivo teve seus planos de ferrolho defensivo frustrados logo cedo, e custou a se reencontrar dentro de campo. Mortal, o Clube do Povo tirou proveito da desatenção serrana e, apostando na força de seu flanco direito, ampliou, aos 11, com Marcos Guilherme, em lindo chute de fora da área. Apenas três minutos depois, Galhardo, de grande atuação neste domingo, desarmou João Pedro na intermediária ofensiva, invadiu a grande área e cruzou, rasteiro, para Paolo Guerrero, que fez o terceiro e último de uma etapa inicial marcada por exibição maiúscula, intensa e veloz do Internacional.


Grupo forte e entrosado

A vantagem folgada no marcador deu segurança para Coudet promover mudanças na equipe colorada, que vive o início de uma maratona de partidas válidas por distintas competições. Na volta do intervalo, D’Alessandro, Zé Gabriel e William Pottker apareceram como novidades, mudando a dinâmica da equipe, mas mantendo o mesmo nível visto na etapa inicial. Pouco depois, quem entrou foi Patrick, substituição logo acompanhada pelo quarto gol do Clube do Povo, marcado por Boschilia que, em chute forte, completou veloz contra-ataque puxado exatamente por D’Ale, Pottker e Pantera.

Madura, a equipe de Coudet soube cozinhar os últimos 30 minutos de confronto, trocando passes seguros e deixando o tempo passar. A goleada, maior do Inter no ano ao lado do triunfo sobre o São José, conquistado no dia 15 de março, classificou, com autoridade, o Clube do Povo para a final do segundo turno gaúcho.


PRINCIPAIS LANCES DO PRIMEIRO TEMPO:

0min – GOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! GOOOOOOOL DO CLUBE DO POVO! DA COLORADO ALEGRIA DO NOSSO CORAÇÃO, DO ROLO COMPRESSOR! INÍCIO DE JOGO FULMINANTE! Colorado cava lateral na direita do campo ofensivo, cobrada por Saravia no peito de Edenilson. Com muita categoria, camisa 8 domina ela no peito e dá linda fatiada na direção da grande área, buscando a segunda trave. Galhardo, muito bem posicionado, sobe mais alto do que a marcação e manda um testaço indefensável. É o primeiro do camisa 17 no Beira-Rio, quinto no Gauchão. Vamos, Thiagol!

4min – UHHHH! Marcos Guilherme pega a sobra de jogada do ataque colorado e manda chute forte. Renan fica com ela!

11min – GOOOOOOOOOOOOOL DO INTEEEEEER! É COLORADO, É ALVIRRUBRO, É DA ACADEMIA DO POVO, DO ROLO COMPRESSOOOOOR! RELAMPEJOU EM PORTO ALEGRE, OU MELHOR, RELAMPEGOU! Grande jogada de Marcos Guilherme, que tabela com Edenilson, deixa com Musto, recebe do argentino, engatilha o chute e manda um pataço de fora da área. Rasteira, a bola vai picando direto no canto direito de Renan. Inter já tem 2, e o Esportivo? Nada!

13min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTEEEEEER! NÃO PERCA AS CONTAS, MAIS UM, MAIS UM DO COLORADO, DO CLUBE DO POVO, DA GIGANTE ACADEMIA POPULAR! FALTAVA O DELE, O DO PISTOLEIRO ARTILHEIRO, DO PERUANO PAOLO GUERRERO! Thiago Galhardo, que atuação! Camisa 17 desarma João Pedro na intermediária, pela esquerda, dispara em velocidade, invade a área e serve Guerrero, que finaliza rasteiro, no contrapé de Renan. É o terceiro do Inter nesta agitada y intensa tarde de Beira-Rio!

23min – SAAAAAAAAAAAAAAAAAAALVA RENAN! Boschilia recebe em boas condições pela esquerda, faz o giro, engatilha e manda uma bomba. Goleiro do Esportivo espalma, salvando os visitantes.

29min – Amarelou! Cleiton recebe o cartão por falta em Galhardo.

33min – Muda o Esportivo. Entra Igor Bosel, sai Galiardo.

38min – MILAAAAAAAAGRE! Esportivo adianta suas linhas para tentar criar problemas ao Inter. Inteligente, Musto percebe vazio nas costas da última linha serrana e lança Boschilia, que dispara em velocidade pela esquerda, vai ao fundo e cruza rasteiro. Na mesma posição em que há pouco marcou, Guerrero aparece livre e finaliza bem, mas Renan, em saída maravilhosa, opera novo milagre. Salva-se o Esportivo!

43min – POR CIIIIIMA! Pela direita, Boschilia recebe de Galhardo, domina com a canhota, coloca na frente, ajeita e manda arremate de efeito. A bola supera o travessão de Renan, levando muito perigo.

45min – Vamos 48! Juiz adiciona três minutos ao tempo regulamentar.

48min – FIM DE PAPO! Com grande atuação, Inter vai vencendo por 3 a 0.


PRINCIPAIS LANCES DO SEGUNDO TEMPO:

0min – À frente no marcador, Coudet promove mudanças na equipe colorada. Entram Pottker, D’Alessandro e Zé Gabriel nos lugares de Guerrero, Galhardo e Cuesta. Esportivo também muda, com Diogo, cria do Celeiro, substituindo Luís Eduardo.

9min – Muda o Inter mais uma vez. Patrick é a novidade, alçado na vaga de Edenilson.

14min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTEEEEEEER! É DO CLUBE DO POVO, É PRA SACRAMENTAR A GOLEADA. TINHA QUE SER TEU, BOSCHILIA, TEU TINHA QUE SER TEU, MEU CAMISA 21! Grande contra-ataque do Colorado. D’Alessandro fica com a sobra de escanteio cobrado pelo Esportivo e aciona, pela esquerda, Patrick, que coloca Marcos Guilherme para correr. O Relâmpago dispara até os arredores da área alviazul e devolve para o Pantera. Camisa 88 invade a área, pedala para cima da marcação e chama Pottker, que faz a parede e deixa com Boschilia. Camisa 21 chega enchendo o pé, de canhota, e manda para as redes de Renan. Clube do Povo abre 4 a 0 no placar!

18min – Saravia segura Sapeka, impedindo contra-ataque do Esportivo, e é punido com o vermelho.

22min – Emerson e Marcão são novidades no Esportivo. Deixam o campo Flávio Torres e João Pedro.

23min – Quinta e última alteração no Clube do Povo: Praxedes por Marcos Guilherme.

29min – Bem, Musto! Camisa 5 colorado intercepta troca de passes do Esportivo na altura da região central e parte em velocidade para, na entrada da grande área, receber assistência de Pottker. Com a canhota, o volante tenta o chute, mas Renan encaixa firme.

32min – SALVA! Pottker recebe de D’Alessandro, após gringo tabelar com Praxedes, faz o giro em velocidade e solta o canhotaço. Rasteira, ela morre nas mãos de Renan.

35min – Chama a atenção o posicionamento da equipe colorada com um a menos em campo. Time de Coudet está estruturado em duas linhas de 4. A primeira, na defesa, conta com Zé Gabriel na lateral direita, Fuchs e Moisés no miolo de zaga e Patrick na lateral esquerda. À frente, Praxedes é o meia-direita e Boschilia o esquerdo, enquanto Musto e D’Alessandro ocupam as posições centrais.

38min – PAAAAASSA POR TODO MUNDO! Patrick, esbanjando pulmão, faz grande jogada pela esquerda e cruza na medida para Pottker. O camisa 7 escora na confusão, mas ninguém aparece para completar. Grande chance, mais uma, do Inter!

39min – Xaro entra, Sapeka sai. Nova mudança no Esportivo.

45min – Segundo tempo será encerrado aos 49. Juiz acrescenta quatro minutos de acréscimos.

46min – Xaro leva o cartão amarelo.

47min – NADA, PROFESSOR? Zé Gabriel invade a área serrana a dribles, coloca na frente, escapa do último marcador e, nas cercanias do pequeno retângulo, quando preparava para cruzar, é derrubado por carrinho de Rômulo. Pênalti claro, ignorado pela arbitragem.

49min – ESTAMOS NA FINAL! Partida encerrada com goleada do Clube do Povo: 4 a 0!


Ficha técnica:

Internacional (4): Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Bruno Fuchs, Victor Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Damián Musto; Marcos Guilherme (Bruno Praxedes), Edenilson e Gabriel Boschilia; Thiago Galhardo (Andrés D’Alessandro) e Paolo Guerrero (William Pottker). Técnico: Eduardo Coudet.

Esportivo (0): Renan; Vinícius Bovi, Cleiton, Luis Eduardo, Gullithi e Rômulo; Galiardo (Igor Bosel), Robert e João Pedro (Emerson); Gustavo Sapeka (Xaro) e Flávio Tores (Marcão). Técnico: Carlos Eduardo Moraes.

Gols: Thiago Galhardo, aos 40 segundos, Marcos Guilherme, aos 11 minutos, e Paolo Guerrero, aos 13 minutos do primeiro tempo, Boschilia aos 14 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Cleiton e Xaro (E).

Cartão vermelho: Renzo Saravia (I).

Arbitragem: Jean Pierre Lima, auxiliado por Leirson Peng Martins e Michael Stanislau. Quarto árbitro: Marcelo Cavalheiro.

Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre (RS).

Inter joga bem e vence no CT de Alvorada

Espetáculo alvirrubro! O Clube do Povo desfilou no tapete verde do CT de Alvorada e superou, nesta quarta-feira (29/07), o Aimoré, em partida da sexta rodada do Gauchão. Paolo Guerrero, duas vezes, marcou os gols da vitória por 2 a 0, resultado que não traduziu com justiça a superioridade do Inter, que ofereceu uma atuação de luxo aos seus torcedores. Felizmente, as bolas na rede não fizeram falta. Líder do Grupo A, o Colorado enfrenta no próximo fim de semana, como mandante, o Esportivo, confronto válido pela semifinal do segundo turno estadual.


Primeiro tempo de gala

O Clube do Povo deu show em Alvorada! Ofensivamente posicionado desde o apito inicial, o Inter soube apostar na intensa movimentação do seu trio de meio-campistas, sempre apoiado pelos laterais Moisés e Saravia, e no entrosamento da dupla Guerrero e Galhardo para encurralar a equipe visitante. Logo aos 3, Boschilia carimbou o travessão capilé. Pouco depois, quem apareceu foi Thiago Galhardo, primeiro com cabeceio perigoso, depois em foguete defendido por Luiz Felipe. A consequência de tamanha pressão, é claro, foi bola na rede, anotada, aos 19 minutos, por ele, Paolo Guerrero, o matador colorado.

O gol não diminuiu o ritmo da equipe de Coudet – pelo contrário. Incansável, o time colorado seguiu acumulando grandes oportunidades até o intervalo, mas esbarrou em atuação iluminada do goleiro adversário, autor de, no mínimo, três milagres que contribuíram para a etapa inicial ser encerrada com injusto 1 a 0 no placar. Senhor do jogo, o Clube do Povo partiu para o intervalo embalado por grande exibição, fazendo por merecer uma goleada


Etapa final maiúscula

Há quem diga que o Inter não retornou para os vestiários após o primeiro tempo, afinal de contas, o roteiro da partida permaneceu idêntico assim que reiniciado o duelo. A grande diferença, inclusive, foi a companhia que Luiz Felipe ganhou na lista de vilões da tarde colorada. Ao lado do arqueiro, o poste, carimbado em mais duas ocasiões, também prendeu o grito de gol da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande. Ninguém conseguiu parar, entretanto, Guerrero. O centroavante, vivendo tarde inspirada, marcou, aos 15, o segundo e último do Clube do Povo na partida.


Confira os principais lances do confronto:

Primeiro tempo:

1min – Testou o goleiro! Cuesta recebe pela intermediária, com campo aberto pela frente, e manda direito. Ela sai à direita do gol de Luiz Felipe!

3min – FALTA! Saravia afunila o jogo e recebe bom passe de Marcos Guilherme. Com liberdade, prepara-se para acionar Thiago Galhardo, mas o marcador corta o passe com a mão. Boa chance para o Inter!

3min – NO TRAVESSÃÃÃÃO! Boschilia bate com capricho, colocado, tirando o peso da bola. Ela trisca o poste superior, levando muito perigo!

6min – UHH! Saravia recebe na direita e cruza boa bola buscando Galhardo, na primeira trave. O camisa 17 colorado sobe bem e cabeceia buscando o ângulo de Luiz Felipe, mas a bola toma muita altura.

8min – Guerrero sai da área para buscar jogo, consegue o corte no primeiro marcador e escapa em velocidade. Matheus Rodrigues, por trás, comete falta no peruano.

10min – Fatiou! Cuesta inverte tudo com Saravia, que receberia a bola praticamente na grande área, não fosse o corte de Biro Paraíba. Escanteio para o Inter!

14min – Moisés aperta a saída de bola adversária, encurta o espaço de Bruno Ferreira, pressiona o portador da bola e cava escanteio para o Inter.

16min – MILAAAAAAGRE! Inter sai rápido de trás. Galhardo é lançado pela direita, domina, ajeita para a direita e serve assistência açucarada para Guerrero, que mata em velocidade e manda um foguete no ângulo. Luiz Felipe voa para salvar o Aimoré!

16min – DE NOVO ELE! Boschilia cobra escanteio aberto e ela sobra para Fuchs, que consegue o domínio e finaliza colocado, de direita. Luiz Felipe cresce na saída do gol e faz nova defesa providencial.

19min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER! É DO CLUBE DO POVO, DA ACADEMIA DO POVO, DO COLORADO GAÚÚÚÚCHO! Thiago Galhardo e Guerrero, a dupla brilha de novo! O camisa 17 domina antes do zagueiro, que fica no chão, parte em velocidade e serve assistência em profundidade para o centroavante colorado. Livre, de frente para o gol, o matador domina de direita e finaliza rasteiro, com a canhota, no cantinho de Luiz Felipe, que nada pôde fazer. INTER NA FRENTE!

29min – SAAAAAAAAAAALVA LUIZ FELIPE, DE NOVO ELE! Thiago Galhardo e Marcos Guilherme fazem linda tabelinha, trocam passes na direita da área e ela sobra na medida para o camisa 17 mandar um foguete. Goleiro capilé voa no canto e manda em escanteio.

30min – PRA FOOOOOORA! Boschilia, jogando pela direita, faz o corte para o meio e engatilha o chute. A zaga consegue corte parcial, mas a sobra é de Marcos Guilherme, que solta o pé. A bola sai tirando tinta da trave direita de Luiz Felipe.

32min – SAAAAAALVA O ZAGUEIRO! Edenilson desarma na intermediária, escapa em velocidade e serve Boschilia. Nas costas da marcação, o camisa 21 domina e, no momento de completar para as redes, é travado em carrinho providencial. Era o segundo!

36min – Bateram cabeça! Edenilson cobra escanteio pela direita e Cuesta, entre os zagueiros, consegue desvio fraco, mas com direção, buscando o canto. Antes do goleiro, Bruno Ferreira consegue corte estranho, afastando o perigo.

45min – ELA NÃO QUER ENTRAR! Moisés recebe pela esquerda, pedala pra cima do marcador e cruza rasteiro. Guerrero se antecipa à zaga, vai ao fundo e, em curtíssimo espaço, cruza bela bola de canhota para Boschilia. Na segunda trave, Boschilia aparece livre e finaliza de direita, quicando, para milagre incrível de Luiz Felipe. O rebote também é do 21 colorado, que gira e, com o pé esquerdo, finaliza travado. A bola sai em escanteio, tirando tinta do poste!

45min – Vamos a 49, mais quatro de acréscimos!

47min – NO TRAVESSÃO (MAIS UMA VEZ)! Escanteio cobrado aberto na medida para Guerrero encher o pé. Desviada, a bola toma muita altura e cai direto na trave capilé. Só o Inter joga!

48min – QUE PRESSÃO! Marcos Guilherme é lançado em profundidade, vai ao fundo e deixa com Boschilia. O camisa 21 tenta o chute com a canhota, mas é travado. Canto bola!

49min – Encerrado o primeiro tempo! Inter na frente!


Segundo tempo:

0min – Aimoré retorna com mudanças. Entram Isaías e Wagner Freitas. Saem Biro Biro e Matheus Rodrigues.

1min – Luiz Felipe… Boschilia cruza da esquerda na medida para Galhardo, que cabeceia forte, mas no centro do gol. Arqueiro rival defende.

6min – Primeira troca no Inter. Vem Musto, sai Lindoso.

8min – SAAAAAAAAAAAALVA! Após cobrança de escanteio pela direita, a bola sobra com Boschilia, de frente para a área. Camisa 21 emenda um foguete de canhota, vivo, que Luiz Felipe voa para defender.

9min – LUIZ FELIPE, MAIS UMA VEZ ELE, LUIZ FELIPE! Thiago Galhardo faz linda jogada pela direita e lança Guerrero. Com espaço, o camisa 9 arranca em velocidade, invade a área e, de frente para o goleiro, tenta servir Edenilson com a canhota. Goleiro deixa o gol abafando e consegue interceptar.

11min – PRA FOOOORA! Inter voltou no mesmo ritmo da etapa inicial! Guerrero recebe grande cruzamento de Marcos Guilherme, domina no peito com muito estilo e finaliza. Antes do chute, o pique tirou a bola do controle do centroavante, que arrematou à esquerda da meta.

12min – Germano leva amarelo por falta em Boschilia.

13min Muda o Inter! Pottker e Patrick nos lugares de Thiago Galhardo e Marcos Guilherme.

15min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! DO INTER, DO CLUBE DO POVO, DO COLORADO GAÚCHO! É DELE, DE NOVO DELE, DO PISTOLEIRO PERUANO! Patrick aperta o marcador que, sem alternativa, passa para trás. No pé de quem? De Guerrero. Camisa 9 colorado parte em velocidade, sai de cara com o goleiro e finaliza com a tranquilidade de sempre. Agora, a Academia do Povo tem 2. O Aimoré? Nada!

21min – No Aimoré, a novidade é Wesley, que entra na vaga de Felipe Guedes.

22min – SERIA UM GOLAÇO! Boschilia avança pela direita e toca rasteiro para Patrick, na entrada da área. O Pantera deixa de letra para Guerrero, que finaliza no ângulo, marcando para o Inter. Tento é anulado pelo árbitro, que indicou impedimento do camisa 88 do Inter!

29min – Chacho Coudet finaliza as cinco substituições permitidas. Nonato, por Edenilson, e D’Alessandro, na vaga de Boschilia, são os escolhidos.

32min – PRA FOOOOORA! Moisés, da esquerda, serve lindo passe rasteiro para D’Alessandro, livre na direita da área. O camisa 10 colorado domina, ajeita para a canhota e chuta buscando o canto, mas a bola explode na rede de fora.

36min – UHHHHHHHHHH! D’Alessandro cobra falta fechada pela direita. Cuesta, de peixinho, voa para cabecear. Travada, ela vai em escanteio.

39min – PÊNALTI PARA O INTER! Patrick, apertando a saída de bola capilé, recupera para o Inter dentro da área, mas é derrubado. Juiz indica e dá o amarelo para Wagner Freitas.

40min – No travessão! D’Alessandro cobra buscando o ângulo esquerdo, tira do goleiro, mas ela explode no poste superior.

42min – Cuesta leva o amarelo.

44min – POR CIIIIIIIMA! Patrick faz linda jogada pela esquerda e serve Pottker. O camisa 7 recebe no centro, conduz para a direita, faz o giro, ajeita e solta uma bomba da intermediária. A bola sai fazendo uivar o poste superior de Luiz Felipe.

45min – Vamos a 49. Mais quatro.

48min – NO POOOOOSTE! D’Alessandro cobra falta, pela direita, rasteira, buscando a entrada da área. Ensaiada, a jogada chega em Patrick. O aniversariante do dia ajeita para a canhota e solta uma bomba indefensável, que explode no poste direito. Quase, quase o Colorado faz mais um!

49min – Fim de jogo! Vitória colorada!


Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso (Damián Musto), Marcos Guilherme (Patrick), Edenilson (Nonato) e Gabriel Boschilia (Andrés D’Alessandro); Thiago Galhardo (William Pottker) e Paolo Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet.

Aimoré (0): Luiz Felipe; Bruno Ferreira, Pablo, Renato e Germano; Diego Gomes (Jorge Pedra), Felipe Guedes (Wesley), Mardley e Wagner (Leandro Canhoto); Biro Paraíba (Isaías) e Matheus Rodrigues (Wagner Freitas). Técnico: Hélio Vieira.

Gol: Paolo Guerrero, aos 19 minutos do primeiro tempo e 15 do segundo tempo (I).

Arbitragem: Érico Andrade, auxiliado por Tiago Augusto Kappes Diel e Henrique Coromberk.

Estádio: CT de Alvorada.

Colorado volta aos treinamentos no CT

O grupo colorado se reapresentou no CT Parque Gigante na tarde desta quarta-feira. Depois de passar por baterias de exame de Covid-19 na segunda-feira e ter o treino cancelado na terça devido ao temporal que caiu em Porto Alegre, o elenco voltou a trabalhar forte.

A preparação especial segue intensa. Já são quase dois meses de treinamentos físicos e técnicos no gramado do CT. E neste quarta, o treinador Eduardo Coudet comandou – junto da sua comissão – atividades físicas, de força e resistência. Ao final dos exercícios, ainda sobrou tempo para corridas no campo.

Nesta quinta-feira os jogadores darão continuidade à preparação. A Confederação Brasileira de Futebol divulgou na semana passada que o Brasileirão poderá retornar em agosto. O meia-atacante Marcos Guilherme falou da importância dos treinos visando ao retorno das partidas. “Precisamos estar ativos. É importantíssimo nos mantermos trabalhando. Daqui um mês pode iniciar uma grande competição. Quanto antes a gente puder treinar coletivamente será essencial”, destacou.

Jogadores aquecem o coração de sócios colorados

Praticar o isolamento social não é fácil, ainda mais quando por tempo indeterminado. A atualidade, no entanto, apresenta esta como a melhor maneira de combater a disseminação do novo coronavírus. Precisamos ficar em casa, não apenas para cuidar de nós mesmos, mas do coletivo, em especial daqueles que ocupam grupos de risco. Consciente deste panorama, o Inter decidiu ajudar na quarentena de alguns de seus sócios e sócias mais longevos, levando um pouco de carinho para dentro de suas casas.

Os atletas Patrick, Marcos Guilherme, Rodinei, Boschilia e Danilo Fernandes gravaram vídeos mais do que especiais para cinco associados (as) colorados (as) de longa data. Referências para a torcida dentro de campo, os jogadores se dirigiram, respectivamente, a Terezinha Paltian Barbosa, de 80 anos, Paulo Roberto Kappel, 67, Ione Lopes Garcia, 73, José Geraldo da Costa, 79, e Noêmia Martins Fontoura, 86. Espontâneos, passaram, cada um a sua maneira, o mesmo recado de união e solidariedade, recebido com emoção unânime entre os agraciados. Confira:

Sócios colorados

ATENÇÃO: explosão de fofura a seguir! 😍 Separem o lencinho antes de assistir! 🤧Nossos jogadores aqueceram o coração de alguns sócios colorados enviando uma mensagem especial durante a quarentena. Nunca será só futebol! ❤❤ #ClubeDoPovo

Posted by Sport Club Internacional on Thursday, April 9, 2020

A fase é difícil, mas nem ela nos separa. Distantes seguiremos unidos para vencer mais este desafio, atendendo às orientações das autoridades responsáveis e cuidando uns dos outros. Assim, muito em breve nos reencontraremos no Gigante, onde, também juntos, buscaremos novos feitos relevantes para nossa gloriosa história. Vamos!

Coletiva: Eduardo Coudet e Marcos Guilherme avaliam vitória sobre a La U

Técnico Eduardo Coudet e meia-atacante Marcos Guilherme concederam entrevista coletiva após a vitória de 2 a 0 sobre a Universidad de Chile que garantiu a classificação à terceira fase preliminar da Libertadores. Confira a íntegra!

Inter vence Universidad de Chile e avança na Libertadores!

CLASSIFICADOS! O Inter recebeu, na noite desta terça-feira (11/02), a Universidad de Chile, em confronto que finalizou a segunda fase preliminar da Libertadores. Iniciado às 19h15, o duelo, acompanhado por mais de 41 mil pessoas, foi encerrado com vitória do Clube do Povo pelo placar de 2 a 0, gols de Boschilia e Marcos Guilherme. Com o triunfo, o Colorado avança para a terceira fase preliminar do mais prestigiado torneio do continente, última antes dos grupos. O adversário nesta sairá do vencedor de embate entre Macará e Tolima. 

O Clube do Povo iniciou a partida em ritmo intenso, encurralando os chilenos em seu campo de defesa e não permitindo respiro algum aos visitantes. Antes de serem completados 10 minutos, já eram quatro as boas oportunidades do Colorado, que esbarrou tanto em defesas do goleiro Campos, quanto da zaga – que inclusive chegou a usar a mão, com Moya, em penalidade ignorada pela arbitragem. Para responder, a Universidad abusou da cera e das faltas, assim reduzindo a velocidade ao longo da segunda metade da etapa inicial. Atento e ofensivo, contudo, o Inter não se deixou levar pelo antijogo andino e, decidido a abrir o placar antes do intervalo, conseguiu, após pressão na saída de bola rival, recuperar a posse na intermediária com Boschilia e, dos pés do camisa 21, abrir o placar aos 42. Tento importantíssimo, único marcado no duelo no momento da descida das equipes para o vestiário. 

Apesar da vantagem no placar, o Inter retornou a campo na etapa final disposto a ampliar a diferença no escore. Para tanto, reeditou, nos primeiros 10 minutos, o roteiro do primeiro tempo, criando grandes oportunidades em sequência. Dono da posse, o Colorado, com a entrada de Marcos Guilherme na vaga de D’Alessandro, permitiu-se ao luxo de explorar os espaços que o desesperado time chileno deixava em sua defesa. Exatamente de um destes, aos 30 minutos partiu o camisa 23 que, após deixar dois marcadores no chão, estufou as redes visitantes e garantiu o segundo e último tento alvirrubro no duelo.

O Clube do Povo volta a campo em partida da Libertadores no próximo meio de semana, quando abre, fora de casa, o duelo por vaga nos grupos do torneio. Antes disso, no próximo sábado (15/02) o Beira-Rio será palco de Gre-Nal, confronto único da semifinal do primeiro turno do Gauchão. O clásico já conta com serviço de jogo aberto e Check-In liberado. Confira mais informações aqui! Vamo, Inter!

Confira os melhores momentos do confronto:

Primeiro tempo:

1min – UHHHHHHHHHHHHHHHH!! Grande trama do ataque colorado. D’Alessandro se apresenta na intermediária, recebe e abre na esquerda para Moisés, que tem espaço para progredir. O camisa 6 vai ao fundo e cruza buscando Edenilson, na segunda trave. Antes dele a zaga consegue o corte, mas parcial, que encontra o pé do camisa 10 alvirrubro na altura da intermediária. Ele ajeita para a canhota e solta a bomba, milagrosamente defendida. Pressiona o Inter, empurrado por um Gigante em polvorosa!

4min – Inter roda a bola com paciência. D’Alessandro vai se movimentando muito, sempre se juntando ao meio e lateral do lado em que a bola está para gerar triangulações. Colorado vai encurralando a equipe visitante.

7min – SAAAAAAALVA MOYA! Musto dá lindo lançamento para Moisés, que surge livre nas costas da marcação. O lateral se projeta, domina e busca o cruzamento na segunda trave, onde aparecia, livre, Edenilson. Moya, providencial, corta.

8min – NADA? D’Alessandro, mágico, serve Patrick tirando dois marcadores do lance. O Pantera vai ao fundo e cruza aberto. Edenilson escora para a confusão, mas ela explode na mão do marcador. Árbitro deixou seguir.

9min – UHHHHHHHHHHHHH! SÓ O INTER JOGA! Patrick e D’Alessandro reeditam a dobradinha, agora com virada de jogo perfeita do Pantera. O argentino devolve com o camisa 14, que abre em Moisés. Travado, o cruzamento do lateral sobra para Cuesta, que invade a área, corta a marcação e solta a bomba. Rasteira, a bola tira tinta da trave esquerda chilena.

13min – Com dores, Patrick precisa deixar o campo. Em seu lugar, entra Boschilia.

14min – UHHHHHHHHHHHHH! ELE ACABOU DE ENTRAR E JÁ APRONTOU! Boschilia vai ao fundo e, ao lado da área, pela esquerda, cruza rasteiro. Guerrero invade a área em velocidade e tenta de carrinho, mas Del Pino Magno consegue desviar o chute pela linha de fundo. Escanteio!

16min – MAIS DUAS, ENTREGA OS TACOS! Lindoso cruza da intermediária bola venenosa. Matías Rodríguez tenta afastar, mas manda de rosca, para trás. Novo escanteio para o Clube do Povo!

20min – Por incrível que pareça, transcorridos apenas 20 minutos de jogo já é grande a cera chilena. Cada bola parada em vantagem da equipe visitante tem sua cobrança postergada até o último segundo possível.

21min – QUAAAAAAAAAAAAAASE! Guerrero recebe de Cuesta de frente para a grande área, finge o chute com a direita, corta para fora e solta a bomba de canhota. Campos tenta agarrar, mas ela escapa e, por centímetros, Boschilia não consegue o rebote.

29min – OPA! Matías Rodríguez chega com muita força em Moisés, sem bola. Juiz apita a falta e apresenta o cartão, primeiro da noite.

31min – É na base da cera e da pancada… La U insiste em faltas fortes. Agora, quem sofre é Rodinei, aberto na direita, derrubado por um tostão de Beausejour. Desta vez, árbitro apenas indicou a infração.

37min – D’Alessandro tabela com Edenilson na direita, leva a bola ao fundo e cruza de direita. Beausejour desvia e a bola sai perigosamente em escanteio para o Inter.

37min – UHHHHHHHHHH! Rodinei recebe cobrança curta de D’Ale e cruza muito bem, entre a pequena área e a marca do pênalti. Lindoso sobe mais alto do que todo o resto e desvia. A bola raspa no poste direito de Campos!

40min – É grande (até demais) a tolerância do árbitro com o goleiro Campos, que toma quase um minuto de jogo a cada tiro de meta ou reposição.

42min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTER! É DO CLUBE DO POVO, DO COLORADO, ALEGRIA DO NOSSO CORAÇÃO! BOSCHILIA! BOSCHILIA! BOSCHILIA! Camisa 21 esbanja estrela. Marcando pressão, o meio-campista toma a bola de Carrasco, dispara em velocidade, invade a área e chuta colocado, rasteiro, deslocando o goleiro Campos. Estamos na frente!

43min – EXPLODE O BEIRA-RIO COM O GOL! DALE DALE EÔ, COLORADO EU SOU…

45min – Mais dois. Vamos a 47. A cera chilena consumiu muito mais tempo do que isso, vale registrar.

47min – Encerrada a primeira etapa!

Segundo tempo:

0min – Universidad volta com duas trocas. Cornejo e Henríquez deixam o campo para as entradas de Espinoza e Lobos, respectivamente.

1min – UHHHHHH! Lindoso abre o jogo com Boschilia, que deixa para Moisés. O lateral deixa a marcação comendo poeira, chega às cercanias da área e cruza rasteiro, buscando Guerrero. Antes do peruano, a zaga consegue o corte, providencial.

4min – Rodinei leva o amarelo por falta em Aránguiz.

6min – NÃO ENTROOOOOOOOOOOOU?! Edenilson dá lançamento cinematográfico para Guerrero, nas costas da marcação. O camisa 9 domina colocando na frente, mas ela escapa um pouco, obrigando-o a fintar o goleiro, que já pressionava o chute. O peruano deixa Campos no chão, enquadra o corpo e rola para D’Alessandro. Antes do camisa 10, que teria gol aberto a sua frente, a zaga consegue desvio providencial!

8min – D’Alessandro reclama pênalti no lance anterior e é punido com amarelo, assim como Carrasco, que tentou intimidar o camisa 10 colorado.

12min – MOLEDÃO! Aránguiz vai ao fundo, pela direita, e cruza bola fechada. Camisa 4 colorado voa lá no alto para afastar o perigo.

13min – LOMBA! Larrivey sai de frente para o goleiro colorado e tenta chute rasteiro, buscando o canto oposto do arqueiro, que, como se jogasse salão, defende com o pé. Na sequência, arbitragem indica impedimento na origem da jogada.

Foto: Anderson KBLO/Internacional

16min – Muda o Inter. Sai D’Alessandro, entra Marcos Guilherme.

19min – SAAAAAALVA A ZAGA! Inter roda a bola com muita tranquilidade. Boschilia recebe de Rodinei, na direita, e aciona Lindoso, por dentro. O meio-campista deixa para Cuesta, que inverte grande bola com Moisés. Do lateral ela chega em Marcos Guilherme, que cruza rasteiro. Providencial o bloqueio da defesa!

20min – A DUPLA ESTÁ AFIADA! Moisés lança Marcos Guilherme, que dispara em velocidade e, já na altura da grande área, devolve no lateral. Ele domina com a canhota e solta o chute de direita, que Campos encaixa no centro do gol.

21min – NADA? Guerrero dá uma meia-lua no marcador logo no domínio de lançamento vindo da defesa. É puxado, mas a arbitragem ignora.

22min – Agora, Beausejour chega atrasado e pega o calcanhar de Edenilson. A falta é marcada, mas o cartão segue guardado.

24min – EL PATRÓN! Beausejour vai ao fundo e cruza da esquerda. Cuesta, mesmo tendo passado do tempo da bola, estica-se todo e, em uma espécie de peixinho ao contrário, afasta o perigo.

29min – CAAAAMPOS! Rodinei cobra o lateral buscando Guerrero, que domina, ganha da marcação no corpo e estica em Marcos Guilherme. O camisa 23 domina, puxa para dentro e manda colocado, de direita. Goleiro chileno se estica todo para defender, sem rebote.

30min – GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! PINTURA, UMA OBRA DE ARTE, DO INTER, DO CLUBE DO POOOOOVO! MARCOS GUILHERME, O RELÂMPAGO MARQUINHOS É O NOME DA FERA! Camisa 23 dispara em grande velocidade pela direita, recebe lançamento de Moisés, deixa a marcação para trás, invade a área, corta o zagueiro que chegava em carrinho descarrilhado, dribla o goleiro, que também fica no chão, conduz e solta bomba que morre no ângulo da meta chilena. Inter 2 a 0! O Clube do Povo vai passando de fase! é o Coloraaado!

31min – Musto é amarelado.

34min – UHHHHHHHHHHH! Guerrero aciona o relâmpago Marcos Guilherme, que dispara em muita velocidade e só não empurra para as redes pois Campos deixa a área e afasta de carrinho.

35min – VIROU LÍBERO! Ataque colorado em altíssima velocidade. Agora, Cuesta lança Boschilia, que não domina pois Campos, novamente, abandona a área e corta de qualquer maneira.

36min – Cartão amarelo para Guerrero, por reclamação.

37min – Última troca dos visitantes: vem Zacaría, sai Aránguiz.

38min – Cartão para Moya.

39min – No Inter, sai Musto, entra Johnny.

45min – Vamos a 49. Mais quatro!

47min – UHHHH! Inter dispara em velocidade. Boschilia aciona Marcos Guilherme e, dele, a bola chega em Moisés. Forte demais, contudo, o passe não é dominado pelo lateral, e fica com a defesa chilena.

49min – ENCERRADA A PARTIDA! VITÓRIA COLORADA, CLASSIFICAÇÃO DO CLUBE DO POVO! VAMO, INTER!

Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Musto (Johnny); Edenilson, Rodrigo Lindoso e Patrick (Boschilia); D’Alessandro (Marcos Guilherme) e Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet.

Universidad de Chile (0): Cristóbal Campos; Matías Rodríguez, Carrasco, Del Pino Mago e Beausejour; Cornejo (Espinoza), Moya, Galani e Aránguiz (Zacaría); Larrivey e Henríquez (Lobos). Técnico: Hernán Caputo.

Gols: Boschilia, aos 42 minutos do primeiro tempo, e Marcos Guilherme, aos 30 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Rodinei, Musto, Guerrero e D’Alessandro (I). Carrasco, Moya e Matías Rodríguez (U).

Arbitragem: Esteban Ostojich, auxiliado por Carlos Barreiro e Horacio Ferreiro. Trio uruguaio.

Local: Beira-Rio.

Público: 41.864. Pagantes: 38.972. Menores: 1.759. Não pagantes: 1.133.

Renda: R$ 1.794.150,00

Marcos Guilherme comemora chegada ao Inter: ‘Estou pronto, com a ideia de fazer história no Clube’

Meia-atacante colorado com contrato vigente até o final de 2022, Marcos Guilherme foi oficialmente apresentado na manhã desta terça-feira (14/01), após participar, no gramado do CT Parque Gigante, da primeira parte das atividades do sétimo dia de pré-temporada do grupo profissional. Contratado pelo Clube do Povo após passagem pelo Al-Wehda, da Arábia Saudita, o atleta comemorou, em sua primeira coletiva como jogador do Inter, a oportunidade de vestir o manto alvirrubro: “gostaria de salientar meu orgulho e alegria em estar aqui neste momento, vestindo essa camisa. Estou muito pronto, e com a ideia de fazer história no Clube”.

Responsável por introduzir a coletiva de apresentação, Alessandro Barcellos comentou sobre a experiência de Marcos, definido como um jogador que, embora jovem por seus 24 anos, exibe grande experiência, fruto de sua “minutagem em equipes importantes”. Reforçando o profissionalismo do meia-atacante, que já fora sondado pelo Clube em outras oportunidades, o diretor executivo Rodrigo Caetano destacou que, embora atuando no futebol árabe, o atleta já vinha se preparando para retornar a um mercado com nível maior de exigência, como o brasileiro. “Mesmo no futebol árabe, por perceber o diferente nível de exigência, Marcos contava com um staff de profissionais que lhe ofereciam um suporte a mais”. As afirmações, inclusive, foram retificadas pelo reforço, que tem consciência dos passos que deseja seguir na carreira: “tenho objetivos, desejos de chegar em um nível muito alto, por isso segui me preparando. Tudo o que montei foi para poder estar aqui hoje, num gigante como o Inter”.

Confira os principais trechos da coletiva:

Alessandro Barcellos

“Boa tarde a todos e todas. Em nome da diretoria do Sport Club Internacional, da vice-presidência de Futebol, estamos aqui hoje para anunciar o atleta Marcos Guilherme. Aproveito para seguir reforçando o que eu e o Rodrigo temos anunciado: nossa política de reforços, muito baseada naquilo que são características e necessidades pontuais da equipe. Temos trabalhado com processos, envolvendo profissionais do Clube e comissão técnica, o que tem sido importante e rico, nos possibilitando buscar reforços que ofereçam à equipe do nosso treinador, Coudet, a competitividade e as características que ele vem buscando.”

“Marcos Guilherme trata-se de uma convicção do Clube. Um atleta que retorna ao Brasil jovem, mas com experiência, com muita minutagem em equipes importantes. Portanto, seja bem-vindo. Como te dissemos pessoalmente, estamos acreditando muito no teu potencial. Podes ter certeza que terás aqui um Clube com estrutura importante, uma torcida vibrante, e com o ambiente necessário e propício para que possa nos ajudar nesse ano de 2020. Estaremos juntos nessa caminhada.”

Rodrigo Caetano

“Boa tarde a todos. Já faz algum tempo, e por isso reforçamos a questão do processo, que nosso departamento de prospecção e análise de atletas vem monitorando o nome do Marcos. Fizemos algumas tentativas anteriores, mas fomos ter sucesso nessa janela. Por ser uma conviccção, adquirimos 80% dos direitos do jogador, em uma forma de pagamento que é a possível ao Inter nesse momento, não dificultando em nada a realidade que nós temos.”

“Foi decisivo o desejo dele em retornar ao Brasil, vindo ao Inter. Sempre digo que não basta só a gente querer o atleta aqui, mas também é decisiva a ideia dele em querer estar conosco. Feitas essas considerações, o que me resta dizer é que espero que essas questões de conviccção sejam retribuídas dentro de campo, pois quanto ao profissionalismo dele não temos nenhuma dúvida. Esperamos que, o mais rápido possível, esteja no nível dos demais. Para se ter ideia do nível de profissionalismo, inclusive, por mais que tenha chegado alguns dias depois, ele, mesmo no futebol árabe, por perceber o diferente nível de exigência, contava com um staff de profissionais que lhe ofereciam um suporte a mais. Um investimento pessoal dele, que diminui qualquer impacto. Damos as boas-vindas e torcemos para que seja o Marcos Guilherme que a gente sempre esperou.”

Rodrigo Caetano (E), Marcos Guilherme e Alessandro Barcellos

Marcos Guilherme

Sobre o Inter:

“Boa tarde a todos, muito obrigado pela presença. Gostaria de salientar meu orgulho e alegria em estar aqui neste momento, vestindo essa camisa. Agradecer ao Inter, já tem um tempo que temos conversado. Nas outras vezes, infelizmente, não deu. Mas agora, com todo esforço e vontade, tanto do Clube quanto minha, pude escolher esse projeto, onde estou muito feliz.”

“Escolhi o Inter por todo esforço que o Clube tem feito há algum tempo, então podem ter certeza que eu, minha família, meus amigos, todos estamos muito contentes em estar aqui.”

“Minha satisfação está em poder retornar ao Brasil, principalmente em um gigante que é o Internacional, campeão do mundo. Gostaria de jogar em alto nível. Mesmo da Arábia, até por essa questão de negociações, acompanhei o Inter a fundo. Chego muito pronto, tive um staff para estar comigo e, assim, não ficar em um nível abaixo. A gente vê, muitas vezes, jogadores voltando da Arábia, China… com dificuldades físicas e técnicas, então me preparei para esse momento. Estou muito pronto, e com a ideia de fazer história nesse Clube.”

A condição física em que se apresenta:

“Quanto ao staff, tenho um fisioterapeuta que morou comigo na Arábia e também virá aqui para Porto Alegre. Além dele, um preparador físico. Como tenho objetivos, desejos de chegar em um nível muito alto, segui me preparando. Tudo o que montei foi para poder estar aqui hoje, num gigante como o Inter, para disputar o que tiver para disputar. Precisava estar preparado.”

“A diferença entre o que jogamos aqui no Brasil é muito grande em relação à Arábia. Temos toda uma competitividade aqui, seja em Brasileirão, Libertadores ou mesmo Estadual. Vai do jogador se preparar para os objetivos que tem na carreira.”

Características:

“Sou um atleta muito intenso, tenho a característica da velocidade. No futebol de hoje em dia, o atacante também precisa recompor, marcar, e quanto a isso não tenho problema nenhum. Gosto muito dessa parte tática e estou disposto a aprender com Coudet e os jogadores mais experientes. Muito contente com esse desafio.”

“Com relação a posicionamento, estou disposto a ajudar. Depende do treinador, mas estou muito preparado, independente se tiver que atuar por fora, por dentro ou como segundo atacante. Com toda certeza, Coudet pode contar comigo para o que precisar.”

“Não costumo falar muito de metas. Gosto de focar mais na performance, no que posso produzir para a equipe. O que puder ajudar, em entrega, nunca vai faltar. Gols, assistências, tudo é consequência do meu trabalho. No que puder ajudar, estarei presente para isso.”

“Tenho que melhorar sempre. O que faço de bom, devo evoluir. No que estou devendo, ainda mais. Eu tenho muito claro que quero ajudar. Sou atacante, lógico que gosto de fazer gols, dar assistências, mas existem outras formas de ajudar. Vou me preparar no dia após dia para que, dentro de campo, as coisas saiam naturalmente.”

Expectativa:

“Desde o Athletico eu consigo fazer muitos jogos em sequência, no São Paulo e na Arábia também. É difícil machucar, tenho uma recuperação muito boa, e espero repetir isso aqui no Inter. Quanto mais tempo dentro de campo, mais jogos atuar, melhor.”

“A intensidade dos tabalhos do técnico Coudet, até então, ainda não tinha visto igual. As atividades são muito fortes, e isso, com toda a certeza, vai ser um diferencial da equipe para a temporada.”

Marcos Guilherme iniciou sua trajetória profissional no Athletico-PR em 2013, estreando na equipe principal aos 17 anos de idade. No clube paranaense, foi destaque durante quatro temporadas, o que rendeu convocações para a Seleção Brasileira Sub-20, que disputou o Sul-Americano e Mundial da categoria no ano de 2015. Após, o atleta se transferiu para o Dínamo Zagreb, da Croácia, por empréstimo. No retorno ao Brasil, acertou sua ida para o São Paulo, onde estreou, no dia 29 de julho de 2017, marcando dois gols em vitória diante do Botafogo, por 4 a 3. No tricolor paulista, alcançou a marca de atuar por 43 partidas consecutivas. No total, fez 49 jogos, marcando 9 gols.

O bom rendimento chamou a atenção do Al-Wehda-ARA, que tinha Fábio Carille como técnico. A equipe árabe fez um alto investimento para adquirir o atleta em definitivo no meio de 2018. No último clube, Marcos Guilherme totalizou 46 partidas e 11 gols.

Ficha técnica do atleta:

Nome: Marcos Guilherme de Almeida Santos Matos

Nascimento: 05/08/1995

Natural: Itararé-SP

Altura: 1,73m

Carreira

2013 | Athletico-PR

2016 | Dinamo Zagreb (CRO)

2017 | São Paulo

2018 | Al-Wehda (ARA)

Conquistas

2016 | Campeonato Paranaense

Inter contrata meia-atacante Marcos Guilherme

O Sport Club Internacional finalizou as negociacões e anuncia o meia-atacante Marcos Guilherme como seu novo reforço. O jogador estava no Al-Wehda, da Arábia Saudita, e chega ao Colorado com contrato até final de 2022.

O atleta iniciou sua trajetória profissional no Athletico-PR em 2013, estreando na equipe principal aos 17 anos de idade. No clube paranaense, Marcos Guilherme foi destaque durante quatro temporadas, o que rendeu convocações para a Seleção Brasileira Sub-20, que disputou o Sul-Americano e Mundial da categoria no ano de 2015.

Após, o atleta se transferiu para o Dínamo Zagreb, da Croácia, por empréstimo. No retorno ao Brasil, acertou sua ida para o São Paulo, onde estreou no dia 29 de julho de 2017, marcando dois gols na vitória diante do Botafogo, por 4 a 3. No tricolor paulista, alcançou a marca de atuar por 43 partidas consecutivas. No total, fez 49 jogos, marcando 9 gols.

O bom rendimento chamou a atenção do Al-Wehda-ARA, que tinha Fábio Carille como técnico. A equipe árabe fez um alto investimento para adquirir o atleta em definitivo no meio de 2018. No último clube Marcos Guilherme totalizou 46 partidas, assinalando 11 gols.

Ficha do atleta

Nome: Marcos Guilherme de Almeida Santos Matos

Nascimento: 05/08/1995 

Natural: Itararé-SP

Altura: 1,73m

Carreira

2013 | Athletico-PR

2016 | Dinamo Zagreb (CRO) 

2017 | São Paulo

2018 | Al-Wehda (ARA)

Conquistas

2016 | Campeonato Paranaense