Sub-20 arranca vitória em Goiânia e encosta no G-8 do Brasileirão

Matheus Cadorini marcou duas vezes
(Foto: Bruno Corsino ACG)

Já em clima de Revolução Farroupilha, feriado que se aproxima, o Celeiro de Ases demonstrou a tradicional raça gaúcha de pelear até o fim. Em duelo disputado em Goiânia, na tarde deste sábado (18/09), o Internacional encarou o Atlético-GO pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro Sub-20 e arrancou os três pontos no apagar das luzes. O centroavante Matheus Cadorini marcou duas vezes e o Clube do Povo venceu por 2 a 1 no CT do Dragão.

Com a vitória, a gurizada colorada encosta no G-8 do Brasileirão, ganha força na reta final e bate na porta da zona de classificação à próxima fase. Ao todo, são 23 pontos, o que deixa o Inter em 9º da tabela, ao menos, até este domingo, quando se dará o fechamento da rodada. Restam agora três jogos para ficar entre os oito primeiros, diante de Bahia (casa), Sport (fora) e Cruzeiro (casa).

Colorado encarou o Atlético-GO no CT do Dragão
(Foto: Bruno Corsino ACG)

Começo intenso, mas sem gols

Impondo forte pressão na saída de bola do time da casa, o Celeiro criou grande chance logo aos 11min. Allison interceptou passe na intermediária e serviu Matheus Cadorini, que finalizou com perigo ao lado do alvo. Três minutos depois, Matheus Dias avançou pelo meio, bateu firme e Léo segurou no meio do gol.

Nova oportunidade veio aos 21min, quando Cadorini recebeu pelo meio e abriu na ponta para a corrida de Allison. O cruzamento veio rasteiro, o camisa 9 se deslocou e bateu de primeira, parando no goleiro. Cinco minutos depois, Juan Cuesta recebeu pela esquerda, cortou pra dentro e finalizou, mas Léo segurou novamente.

Primeiro tempo sem gols em Goiânia
(Foto: Bruno Corsino ACG)

Inter aumenta o ritmo

A segunda etapa começou como a primeira terminou: com domínio colorado. Porém, com maior ímpeto e volume. Logo no primeiro minuto, Allison quase abriu o placar ao desviar cruzamento de Juan Cuesta. De tanto insistir, a gurizada do Inter foi premiada, aos 11min, em uma bonita transição ofensiva.

Matheus Cadorini fez o pivô na zona central de campo e Allison inverteu da direita para a ponta esquerda, onde estava Juan Cuesta. Após cruzamento do colombiano, Estêvão bateu cruzado e Cadorini, já dentro da área, mandou para as redes. Foi o seu quinto gol na competição, igualando-se a Juan Cuesta na artilharia da equipe.

Camisa 9 deixou sua marca (Foto: Bruno Corsino ACG)

Insistência premiada

Apesar do gol, a alegria durou pouco e os donos da casa responderam de imediato. Aos 18min, Jean Carlos, que acabara de ingressar no jogo, foi lançado na frente, dividiu com Anthoni e aproveitou a sobra para igualar o placar mais uma vez.

Valente, o Colorado não se abateu e persistiu na busca pela vitória. E, quando tudo parecia se encaminhar para um empate em Goiânia, Matheus Cadorini, aos 47min, mostrou seu faro de gol mais uma vez. Bernardo recebeu de Igor pela ponta direita e cruzou no segundo poste. O camisa 9 subiu soberano e cabeceou no contrapé do goleiro – 2 a 1 para o Inter!

FICHA TÉCNICA:

Atlético-GO (1): Léo; Kleberson, Michel, Edilton e Renan; Thiago (Marcos Daniel), João Victor (Jean Carlos), Romário (Gabriel Borges) e Isaac; Ronald (Adson) e Daniel (Kevin). Téc: Rogério Corrêa.

Internacional (2): Anthoni; Vinicius Tobias (Bernardo), Tiago Barbosa, João Felix e Jonathan; Lucas Vital, Matheus Dias (Igor), Allison (Gustavo), Estêvão (Cléberson) e Juan Cuesta (Nicolas); Matheus Cadorini. Téc: João Miguel/Leonardo Martins.

Gols: Matheus Cadorini (I), aos 11’/2T; Jean Carlos (A), aos 18’/2T; Matheus Cadorini, aos 47’/2T.

Local: CT do Dragão, em Goiânia-GO.

Arbitragem: Michelle Peixoto Safatle, auxiliada por Marcio Soares Maciel e Tiego Henrique dos Santos Braga.

Brasileiro Sub-20: Inter mostra garra e bate o Flamengo no fim

Colorado foi sólido na defesa e certeiro no ataque (Fotos: Jota Finkler)

O Celeiro de Ases conseguiu uma importante vitória pelo Campeonato Brasileiro Sub-20 neste domingo (08/08). Em atuação de muita garra da gurizada colorada, o Inter bateu o Flamengo por 1 a 0 no estádio Francisco Novelletto, em partida válida pela 10ª rodada. O gol da vitória foi marcado por Matheus Cadorini já na reta final do jogo.

Com a vitória sobre os cariocas, o time colorado chegou aos 16 pontos em 10 jogos, ocupando a décima posição na tabela, mas com a mesma pontuação de Vasco e Fluminense, oitavo e nono, respectivamente. Na próxima rodada, o nossa base visita o Botafogo no Rio de Janeiro.

Certeiro no ataque, o Celeiro contou com uma atuação extremamente segura defensivamente, cedendo pouco, ou nenhum, espaço para os cariocas. O primeiro tempo foi de bastante igualdade, com poucas oportunidades de ambos os lados.

A melhor chance colorada ocorreu aos 10min, quando Juan Cuesta foi lançado pela ponta esquerda, cortou pra dentro se livrando da marcação e arrematou, mas parou nas mãos de João Fernando. Na reta final, após forte dividida, o colombiano teve que ser substituído por Nicolas.

A partida seguiu na mesma toada na etapa final, com as duas equipes buscando espaço para furar os bloqueios defensivos. Até que, faltando oito minutos para o fim do tempo regulamentar, o Inter matou o jogo.

O lateral Jonathan recebeu pela esquerda e cruzou para a área, a zaga não conseguiu afastar e a bola chegou no segundo poste, onde estava Matheus Cadorini. O camisa 9 finalizou com frieza, deslocando o goleiro, e correu para o abraço.

FICHA TÉCNICA:

Internacional (1): Anthoni; Bernardo (Matteo), João Pedro, Felipe e Jonathan; Lucas Vital, Matheus Dias, Pedrinho (Vinícius Tobias), Juan Cuesta (Nicolas) e Vinícius Mello (Estêvão); Matheus Cadorini. Técnicos: João Miguel e Leonardo Martins.

Flamengo (0): João Fernando; Wesley (Werton), Noga, Otávio e Ítalo; Daniel, Max, Thiaguinho (João Pedro), Pedrinho (Luan Sales) e Pedro Arthur (Yuri); André (Weverton). Técnico: Fábio Matias

Gols: Matheus Cadorini (I), aos 37min/2T.

Local: Estádio Francisco Novelletto

Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Juarez de Mello Júnior e Estefani Adriati Estrela da Rosa.

Gre-Nal empatado pelo Brasileiro Sub-20

Clássico em Eldorado do Sul ficou no 2 a 2 (Fotos: Jota Finkler)

Em partida disputada abaixo de muita chuva, gols e lances polêmicos, Inter e Grêmio proporcionaram um típico clássico Gre-Nal no Campeonato Brasileiro Sub-20. Na tarde desta segunda-feira (26/07), no CT Hélio Dourado, o Celeiro de Ases visitou o rival pela 7ª rodada da competição nacional. Com gols de Juan Cuesta e Matheus Cadorini, o Colorado empatou em 2 a 2 com o Grêmio, que marcou com Rubens e Léo Fenga.

Com o resultado, o Inter vai a 11 pontos e permanece na nona posição da tabela de classificação. Na próxima rodada, o Celeiro de Ases enfrenta o Athletico-PR no bairro Passo D’Areia. A partida está marcada para quinta-feira, às 15h.

Celeiro de Ases encarou o rival na 7ª rodada do Brasileirão Sub-20

Inter pressiona, goleiro salva

Apesar da forte chuva em Eldorado do Sul, a gurizada do Celeiro começou a partida em ritmo alucinante, exercendo forte pressão e acumulando oportunidades de abrir o placar. Com poucos segundos de jogo, Juan Cuesta recebeu pela esquerda e tratou de testar o goleiro Hugo, que encaixou.

Ainda antes de um par de minutos, o colombiano avançou pelo flanco novamente e rolou para Lucas Ramos chegar batendo, mas o meia parou no goleiro, que estava inspirado. Na sequência, após escanteio pela direita, o camisa 1 adversário operou um milagre. O zagueiro João Pedro subiu na área rival e cabeceou firme no canto, mas Hugo voou para espalmar.

Chuva aperta e rival marca

A pressão seguia e Juan Cuesta insistia pela ponta esquerda. Aos 4min, o colombiano cruzou fechado e a bola pegou veneno na direção do gol, obrigando o goleiro a trabalhar novamente. Nos minutos seguintes, a chuva apertou e deixou o jogo mais truncado. Foi então que o rival soube aproveitar a sua primeira oportunidade, aos 14min. Após bola espirrada, Cuiabano ficou com ela e cruzou rasteiro, Léo Fenga fez o corta-luz e Rubens mandou pro gol.

Resposta colorada

Inter igualou com o colombiano Juan Cuesta (E)

O Celeiro de Ases mostrou personalidade e, na base da insistência, deu a resposta. Aos 25min, Lucas Ramos cobrou falta com efeito pela direita, Hugo tirou parcialmente, João Pedro finalizou e Marins cortou em cima da linha. No rebote, não teve jeito – gol colorado: Cuesta encheu o pé e igualou o clássico.

Aos 29min, porém, um golpe duro para o time colorado, que perdeu seu camisa 10. Lucas Ramos sentiu lesão e foi obrigado a deixar o clássico mais cedo, sendo substituído por Murilo. O Colorado voltou a levar perigo aos 40min, em falta cobrada por Thauan Lara que Hugo conseguiu espalmar.

Virada vermelha

O Clube do Povo voltou para o segundo tempo determinado a buscar a vitória em solo rival, e não demorou a passar na frente. Aos 7min, Juan Cuesta engatilhava o chute quando foi derrubado por Rubens dentro da área: pênalti. Matheus Cadorini foi responsável pela cobrança e não desperdiçou: 2 a 1 para o Inter!

Cadorini (E) marcou seu terceiro gol no campeonato

Aos 19min, foi a vez do goleiro colorado brilhar. Velasco foi ao fundo e cruzou no segundo poste para a finalização de cabeça de Léo Fenga. Vitor Hugo cresceu na frente do atacante e tirou com os pés. O Grêmio tentava em jogadas aéreas e, aos 24min, Thauan Lara tirou o perigo embaixo do gol.

Empate rival

Mesmo jogando em casa, o adversário tinha dificuldades de entrar na área colorada. Só conseguiu aos 31min, quando a arbitragem viu pênalti de Thauan Lara em Léo Fenga. O próprio atacante foi para a cobrança, Vitor Hugo ainda tocou na bola, mas ela entrou: 2 a 2.

FICHA TÉCNICA:

Grêmio (2): Hugo; Lucas Kawan, Gustavo Martins, Gustavo Marins e Cuiabano; Velasco, Ronald, Rubens (Mateo Barrios), Gabriel Silva (Lucas Alves) e Léo Fenga (Everton); Kevin. Técnico: Guilherme Bossle.

Internacional (2): Vitor Hugo; Bernardo, João Pedro, João Felix e Thauan Lara; Lucas Vital, Matheus Dias (Igor), Alisson, Lucas Ramos (Murilo) (Cleberson) e Juan Cuesta (Jonathan); Matheus Cadorini. Técnicos: João Miguel e Leonardo Martins.

Gols: Léo Fenga (G), aos 14min/1T; Juan Cuesta (I), aos 25min/1T; Matheus Cadorini (I), aos 9min/2T; Léo Fenga (G), aos 32min/2T.

Local: CT Hélio Dourado

Arbitragem: Anderson da Silveira Farias, auxiliado por Gustavo Marin Schier e Mateus Olivério Rocha.

Copa do Brasil Sub-20: vaga na final escapa em Curitiba

Colorado foi superado por 3 a 2 no Couto Pereira (Fotos: Jota Finkler)

A gurizada do Celeiro de Ases insistiu até o fim, mas não conseguiu a classificação para a decisão da Copa do Brasil Sub-20. O time treinado por Fábio Matias empilhou chances, mas parou em grande atuação do goleiro adversário na tarde desta sexta-feira (4/6), na capital paranaense. Após empate em 1 a 1 no primeiro jogo da semifinal, o Inter foi batido por 3 a 2 pelo Coritiba no estádio Couto Pereira.

O foco agora é no Campeonato Brasileiro da categoria. A equipe colorada faz sua estreia no final deste mês diante do Corinthians. A partida está marcada para o dia 27 de junho, em território paulista – ainda sem local definido.

Donos da casa saem na frente

Como de costume, o Celeiro de Ases iniciou o jogo buscando dominar a iniciativa e a posse de bola. Porém, o adversário aplicava uma forte marcação e dificultava a saída colorada. Aos 7min, Kaio Cesar cruzou na área e o centroavante Luizão subiu alto para o cabeceio: 1 a 0 para o time da casa.


Reação colorada

O time gaúcho não demorou a reagir. Aos 11 minutos, foi a vez do Inter cruzar na área acionando seu centroavante. Matheus Cadorini se esticou pra finalizar e Rafael Willian fez boa defesa. Pouco depois, não teve jeito: Vinícius Mello acertou bonito passe de ruptura buscando Cadorini entre a última linha de defesa. O camisa 11 não desperdiçou e bateu com categoria no cantinho.

A partida seguia em ritmo intenso e não demorou para o placar ser mexido mais uma vez. Biel aproveitou o erro na saída de bola colorada e bateu no canto para colocar o Coxa na frente. O empate quase veio no final do primeiro tempo. Matheus Dias, que acabara de entrar, foi ao fundo e cruzou rasteiro para Cadorini, que desviou com a ponta da chuteira, mas a bola beijou a trave.

Celeiro insiste

O Colorado voltou com tudo na etapa complementar. Com menos de dois minutos já somava duas ocasiões de gol. Na terceira, a bola entrou. De novo com ele: Cadorini. O artilheiro tentou duas vezes, uma com a direita e outra com a esquerda, esta uma bomba sem chances para o goleiro. Pouco depois, o lateral Doigo Batista tentou simular um pênalti e recebeu o segundo cartão amarelo.

Pressão de um lado, gol de outro

Com um a mais, o Inter subiu o tom e passou a pressionar mais ainda, levando perigo em chutes Matheus Dias, duas vezes. Thauan Lara, que entrou no intervalo, aproveitava o espaço pela esquerda e também fazia Rafael Willian trabalhar. Pouco depois, Vini Mello recebeu de Cadorini e obrigou o goleiro a buscar no ângulo.

Aos 25min, quase um golaço. Juan Cuesta tabelou com Matheus Dias, que devolveu de calcanhar para o colombiano chutar cruzado, mas a bola teimava em não entrar. Um duro golpe veio aos 35min, quando foi marcado pênalti após chute de Biel que parou no braço de Matheus Dias. O próprio camisa 10 converteu, colocando o Coxa na frente novamente. Por fim, o Colorado insistiu, mas coube ao goleiro Rafael Willian brilhar em defesas decisivas para a classificação paranaense.

FICHA TÉCNICA:

Coritiba (3): Rafael Willian; Diogo Batista, Thalisson Gabriel, Marcio Silva e Angelo; Maicky, Bernardo (Jean Gabriel) e Biel (Douglas Silva); Ruan Assis (Lucas Ronier), Kaio Cesar (Giovani Neurer) e Luizão (Iruan). Técnico: Cesar Bueno.

Internacional (2): Anthoni; Vinicius Tobias (Pedrinho) (Cleberson), Tiago Barbosa, João Felix e Jonathan (Thauan Lara); Lucas Vital, Gustavo (Mathues Dias), Estevão (Murilo), Juan Cuesta (Vitinho) e Vinícius Mello; Matheus Cadorini. Técnico: Fábio Matias.

Local: Couto Pereira, em Curitiba-PR

Gols: Luizão (C), aos 7min/1T; Matheus Cadorini (I), aos 11min/1T e 3’/2T; Biel (C), aos 21min/1T e 37’/2T;

Arbitragem: Robson Babinski, auxiliado por João Fabio Machado Brischiliari e Heitor Alex Eurich. Quarto árbitro: Elvio Kertelt Legnani.

Celeiro larga em vantagem nas quartas de final da Copa do Brasil Sub-20

Matheus Cadorini marcou o gol da vitória colorada/Foto: Jota Finkler

Vitória maiúscula! O Clube do Povo enfrentou o Vasco, pelas quartas de final da Copa do Brasil Sub-20, na noite desta sexta-feira (14/05). Em São Januário, diante do atual campeão do torneio, os comandados de Fábio Matias alcançaram gigante triunfo de 1 a 0, gol de Matheus Cadorini. O resultado deixa o Inter em vantagem para a partida de volta, que ocorre no próximo sábado (22/05), às 19h, no Beira-Rio.


Jogo aberto

Inter e Vasco foram a campo decididos a jogar bom futebol na noite desta sexta-feira (14/05). Os mandantes quiseram tomar a iniciativa nos primeiros movimentos, mas logo tiveram seu ânimo abatido por grande oportunidade colorada, criada pelo trio de ataque vermelho. Vitinho, da esquerda, cruzou para Cleberson, que arriscou. Fintelman operou um milagre, mas ofereceu rebote para Vinicius Mello, que não abriu o placar por detalhe.

Primeiro tempo foi excelente em São Januário/Foto: Jota Finkler

Inteligentes para pressionar a saída de bola adversária no momento certo, as equipes, até certo ponto espelhadas no 4-3-3, também conseguiram anular os ataques uma da outra. Mesmo assim, novas oportunidades surgiram tanto para a linha de frente carioca, que contava com pontas muito móveis, quanto para o Inter, que soube explorar o pivô de Vinicius Mello e as subidas de Pedrinho. Os goleiros, contudo, não permitiram mudanças no placar, que seguiu zerado até o intervalo.

Vitinho esbanjou saúde pelo corredor esquerdo/Foto: Jota Finkler

Vence o Inter!

Ríspidos, os primeiros 10 minutos da etapa final serviram de exceção ao panorama do confronto. Assim que superados, afinal, o jogo voltou a correr de maneira bastante franca, pautada pela obsessão que as duas partes tinham pela vitória. Comandante colorado, Fábio Matias foi quem mais ousou em busca do resultado.

Cadorini, como centroavante, abriu o placar/Foto: Jota Finkler

O técnico vermelho sacou Igor em nome da entrada do centroavante Matheus Cadorini. Com a troca, Cleberson saiu do corredor direito para ocupar a função de meia-central, enquanto Vinicius Mello assumiu a ponta. O substituto, responsável pelo comando de ataque, precisou de menos de cinco minutos para, após cruzamento açucarado de Tobias, aparecer livre, na pequena área, e abrir o placar. Gol de camisa 9!

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Vasco 0-1 Internacional | 14/05/2021

Em desvantagem, o Vasco partiu para o ataque, ao passo que o Inter seguiu tendo espaços para escapar em velocidade. Na melhor chance carioca, todavia, Anthoni brilhou em excelente saída da meta, enquanto Cadorini, em preciso cabeceio, parou no travessão. Nos minutos finais, Fábio Matias realizou novas mudanças, estas defensivas, fundamentais para encaixotar o time da casa, que não voltou a assustar.

Inter deu exemplo de aplicação defensiva/Foto: Jota Finkler

Ficha técnica:

Vasco (0): Fintelman; JP Galvão (Caio Dantas), Menezes, Zé Vitor e Caio Eduardo; Andrey, Rodrigo (Marlon Santos) e Marlon Gomes; Marcos Dias, Marcos Paulo (Michael) e Arthur Sales. Técnico: Diogo Siston.

Internacional (1): Anthoni; Vinicius Tobias, Tiago Barbosa, João Felix e Cazzetta (Carlos Eduardo); Lucas Vital, Igor (Matheus Cadorini) e Pedrinho (Matheus Dias); Cleberson (Estevão), Vinicius Mello e Vitinho (Lucca). Técnico: Fábio Matias.

Gol: Matheus Cadorini, aos 20’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Rodrigo, Andrey, Marlon Gomes e Caio Eduardo (V). Tiago Barbosa, João Felix Cazzetta e Vinicius Tobias (I).

Arbitragem: Felipe Gonçalves Paludo, auxiliado por Diego Luiz Barcelos e Marcus Vinicius Brandão. Quarto árbitro: João Ennio Sobral.

Estádio: São Januário-RJ.