Bastidores: vitória das Gurias no Beira-Rio

Na base da superação, com uma a menos desde o primeiro tempo, as Gurias venceram mais uma no Brasileirão A1! Com dois gols de Millene e um de Isabela, o Inter virou para cima do Santos e fez a festa da torcida presente no Beira-Rio. Confira, com o Canal do Inter, os bastidores da 14ª rodada do Nacional:

Visitantes, Gurias jogam melhor e ficam no 1 a 1 com o Corinthians

Millene marcou o gol do Inter em São Paulo/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

Melhores em campo e donas das principais chances da partida, as Gurias Coloradas empataram em 1 a 1 com o Corinthians, na tarde deste sábado (18/06), em partida da 13ª rodada do Brasileirão de 2022. Millene, de pênalti, marcou o gol do Inter no confronto, disputado no Estádio da Fazendinha. Com o resultado, o Clube do Povo chega aos 30 pontos e recupera a liderança momentânea da competição.


Jogo movimentado, placar também

Inter começou melhor a partida/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

Embora visitantes, as Gurias dominaram os primeiros 10 minutos de confronto, impondo uma bem-sucedida pressão na saída de bola alvinegra. Aos cinco, Juliana aproveitou eficiente desarme na intermediária de defesa do Inter para lançar Millene nas costas da marcação. Em velocidade, a camisa 14 conseguiu o domínio já dentro da grande área, mas foi travada por Tarciane antes do chute. Na sequência do lance, Lelê, de cabeça, tirou tinta do poste de Paty.

A partir dos 15, o time da casa cresceu no jogo, e passou a igualar a posse de bola colorada. Com dificuldades para entrar na área vermelha, contudo, o Corinthians mais apostou em cruzamentos e arremates de longa distância do que na construção por baixo. Neste cenário, encontrou a tradicional segurança de Gabi Barbieri, ao mesmo tempo em que cometia erros que mantiveram perigoso o contra-ataque das Gurias.

Fabi quase marcou um golaço/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

Aos 33, o Inter quase abriu o placar após escape de Fabi, que recebeu boa inversão de Juliana, cortou a marcação na altura da quina esquerda da grande área e finalizou de direita. De mão trocada, Paty salvou o Corinthians. Mais uma vez garçonete, Ju encontrou Isabela aos 38, e a lateral-esquerda só foi parada, dentro da área, por corte feito com a mão pela zagueira Campiolo. Pênalti para as Gurias, que Millene converteu com enorme tranquilidade.

Coloradas largaram em vantagem aos 39/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

No minuto seguinte ao gol, uma ducha de água fria: após confusão na área alvirrubra, Jheniffer igualou o escore. Embalado pelo empate, o Corinthians partiu para o ataque nos últimos 10 minutos, e rondou assustadoramente a área vermelha. Envolvente, a tradicional troca de passes da ofensiva alvinegra enfim apareceu, mas não resultou em arremate verdadeiramente perigoso para a meta gaúcha.


Banho de bola – e de chances perdidas

Se já haviam sido melhores na etapa inicial, as Gurias Coloradas foram senhoras absolutas do jogo no segundo tempo. Vilã da partida, a goleira Paty brilhou com inúmeros milagres providenciais para o time da casa, e também foi auxiliada pelo poste, que travou arremate venenoso de Juliana logo aos cinco minutos pós-reinício. Maii Maii, aos oito, até marcou, mas teve o gol corretamente anulado, pois a bola já cruzara a linha de fundo na origem da jogada.

Maii Maii marcou, mas não valeu/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

De sua parte, o Corinthians praticamente não incomodou na etapa final. Além disso, os raros escapes que teve foram travados tanto por grande atuação da dupla Sorriso e Bruna quanto pela segurança de Gabi Barbieri. Assim, muito graças às defesas da arqueira rival, que seguiu brilhando até os acréscimos, o duelo, último disputado pelo Inter antes da pausa do calendário para a Copa América, foi encerrado com o 1 a 1 no placar.

Agora, o calendário reserva 45 dias livres de partidas no horizonte das Gurias Coloradas. A volta do Inter aos gramados está prevista apenas para o dia três de agosto, uma quarta-feira, quando o Sesc Protásio Alves sediará duelo da 14ª rodada nacional. A partir das 16h, o time de Maurício Salgado enfrentará o Santos. Para seguir na liderança do Brasileirão até a retomada do certame, o Clube do Povo torce por tropeço do Palmeiras, amanhã, diante do Cresspom-DF.

Coloradas voltam a campo somente em agosto/Foto: Rebeca Reis/Staff Images/CBF

Primeiro tempo

5min – UUUUUUUH! Juliana recupera a posse para o Inter e lança Millene, que se projeta nas costas da zaga. Dentro da área, a camisa 14 consegue o domínio, mas é travada por Tarciane, que manda pela linha de fundo.

6min – PRA FOOOOORA! Duda cobra escanteio venenoso pela direita. Na pequena área, Lelê desvia com consciência, mas para fora.

10min – Corinthians se complica na saída de bola, Duda fica com a posse, dribla duas jogadoras e tenta a assistência para Lelê. Em condição irregular, embora livre na grande área, camisa nove sequer tenta o domínio.

13min – Valeu! De longe, Duda cobra falta direto para o gol alvinegro. A bola tinha endereço, mas foi encaixada, sem rebote, por Paty.

14min – Boa, Gabi! Jhennifer consegue cabeceio fraco na área do Inter. Com direção, ela toma o caminho do gol colorado, e Barbieri encaixa.

20min – GABIIIII! Adriana, de fora da área, arrisca chute forte e cruzado. No canto, Barbieri se estica e espalma pra fora.

23min – SORRIIIIIISO! Jaqueline recebe passe em profundidade e invade a área colorada, mas finalização é travada pela xerife do Inter.

28min – COMO JOGA A MINHA 10! Com a parte externa do pé, Duda lança Fabi, que parte para cima de Tamires, invade a área, corta para a canhota e finaliza colocado. Paty encaixa.

33min – MILAAAAAAAAAAAAAGRE! Juliana inverte linda bola para Millene, que prende a marcação com o corpo e atrai Fabi. A camisa sete domina na quina esquerda da grande área, corta para a perna direita e finaliza buscando o ângulo. Paty se estica e salva as mandantes.

35min – De muito longe, Tamires arrisca. Gabi, segura, encaixa.

38min – PÊÊÊÊÊÊNAALTI PARA O IIIINTER! Isabela recebe lindo passe de Juliana e tenta o drible sobre Campiolo, que corta com o braço esquerdo. Árbitro viu e marcou!

39min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOL DO INTER! É GOL DO CLUBE DO POVO! MILLENE, MILLENE, MILLEEEEEEENE! Da marca da cal, camisa 14 cobra no canto direito de Paty, que pula para o outro lado. É gol do Inter! É gol colorado! É gol das Gurias e da nossa nova artilheira!

Ouça: o gol de Millene na narração da Rádio Colorada

40min – Jheniffer, de cabeça, empata para o Corinthians.

45min – Mais três. Vamos a 48!

48min – Intervalo em São Paulo.


Segundo tempo

0min – Com dores no joelho direito, Fabi deixa o campo. Entra Maiara.

2min – SAAAAAAAAAAAALVA A GOLEIRA! Inter pressiona a saída de bola e recupera a posse com Mai, que aciona Millene. Da 14 para Duda, que faz o giro dentro da área e finaliza abafada por excelente saída de Paty.

5min – NO POOOOOOOOOOOSTE! Millene intercepta novo erro da goleira Paty e toca para Lelê. De calcanhar, camisa nove faz o pivô para Ju, que chega batendo de perna canhota, sem dominar, e carimba a trave paulista.

8min – GOL, MAS NÃO VALEU! Lelê cruza fechado da direita, Paty espalma para o travessão, e Maii Maii, em cima da linha, manda para as redes. Arbitragem indica que, antes da assistência da centroavante, a bola já cruzara a linha de fundo.

9min MAIS UMA DEFESA DELA! Maii Maii é lançada por Millene, toma a frente da zagueira e finaliza para milagre de Paty.

13min – Da intermediária de ataque, Jaqueline arrisca, mas Gabi encaixa mais uma.

16min – PRA FOOOOOOORA! Millene prende a marcação e lança Maii Maii, que cruza rasteiro. Ju, na segunda trave, solta a bomba e tira tinta do poste.

17min – DEFEEEEEEEENDE A GOLEIRA! Mai, dentro da área, deixa de perna direita para Duda, que chega batendo de primeira. Mascada, ela é defendida por Paty.

19min – Duas mudanças no Inter! Biazinha e Priscila substituem Lelê e Maii Maii.

22min – MILAAAAAAAAAGRE! Biazinha deriva da ponta-esquerda para o centro e, a poucos passos da meia-lua, bate colocado. Paty salva DE NOVO!

24min – Andressa, Liana Salazar, Grazi e Miriã entram no Corinthians. Arthur Elias tira Tarciane, Diany, Mariza e Jaqueline.

25min – PRA FOOOORA! Duda recebe de Millene e bate de primeira. Dentro da área, o arremate sai pela linha de fundo.

31min – SORRIIISO! Portilho recebe na área colorada, faz o giro e tenta o chute. Camisa quatro colorada trava o arremate.

35min – DE NOVO. MEU DEUS, DE NOVO! Duda recebe linda enfiada de bola de Mai, entra na área e arremata para MILAGRE de Paty.

36min – POR CIMA! Isa recebe pivô de Millene e solta o canhotaço por cima. Quase o segundo!

37min – NA REDE, MAS DE FORA! Juliana finaliza pela direita da área paulista. Tamires resvala no chute, que explode nos barbantes.

38min – Mai bate escanteio da direita. Na segunda trave, Bruna cabeceia para o alto, a bola quase encobre a goleira, mas ela consegue a defesa com um tapa.

38min – QUE GOLEIRA! Miriã enche o pé, em finalização a partir da entrada da área colorada. Sem rebote, Gabi defende.

41min – Bia deixa três marcadoras para trás e, da intermediária, finaliza. Paty encaixa.

42min – Mudam as locais. Mylena por Jheniffer.

43min – Sorriso recebe o primeiro amarelo da tarde.

45min – Mais quatro. Vamos a 49!

45min – Amarelo para Salazar.

49min – Fim de partida!


Ficha técnica:

Corinthians (1): Paty; Paulinha, Campiolo (Andressa), Tarciane e Tamires; Mariza (Grazi), Diany (Liana Salazar), Gabi Portilho e Jaqueline (Miriã); Adriana e Jheniffer (Mylena). Técnico: Arthur Elias.

Internacional (1): Gabi Barbieri; Capelinha, Bruna Benites, Sorriso e Isabela; Juliana, Maiara (Biazinha) e Duda; Fabi Simões (Mai), Lelê (Priscila) e Millene. Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Millene, aos 39’/1ºT (I). Jheniffer, aos 40’/1ºT (C).

Cartões amarelos: Lia Salazar (C). Sorriso (I).

Arbitragem: Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Amanda Pinto Matias e Bruno Silva de Jesus. Quarto árbitro: João Vitor Gobi.

Estádio: Fazendinha-SP.

Bastidores: Gurias vencem o São José-SP

Da preleção ao aquecimento, além da roda no vestiário e da vibração com os gols que garantiram três pontos decisivos, o Canal do Inter apresenta os Bastidores da vitória de 3 a 1 das Gurias sobre o São José, pela 12ª rodada do Brasileirão A1. Confira!

Gurias vencem São José-SP e dormem na liderança do Brasileirão

Gurias bateram o São José-SP por 3 a 1/Foto: João Callegari

Foi com emoção, mas as Gurias Coloradas superaram o São José-SP, nesta tarde de sábado (11/06), por 3 a 1, e assumiram a liderança momentânea do Brasileirão A1. Biazinha, Priscila e Millene marcaram os gols do Clube do Povo no confronto, válido pela rodada 12 do Nacional e disputado no Sesc Protásio Alves.

+ Confira a galeria de fotos da partida;

+ Veja os bastidores do confronto;

Com 29 pontos, as Gurias podem encerrar a rodada no topo da tabela caso o Palmeiras perca para o São Paulo. O clássico paulista será disputado na próxima segunda-feira (13/06), com mando do Tricolor. Já o Inter voltará a campo no sábado que vem (18/06), fora de casa, contra o Corinthians.

Vitória foi muito festejada no Sesc/Foto: João Callegari

Primeiro tempo truncado

Apesar das realidades diferentes que cada time encarava antes do jogo, com o São José -SP lutando contra o descenso e o Inter pela liderança, ninguém esperava vida fácil no SESC, e a expectativa foi justificada ao longo da etapa inicial. Armado com uma linha de cinco defensoras, acompanhada por outras quatro meio-campistas, o Formigão do Vale oferecia raríssimos espaços para as Gurias, que pouco assustaram antes do intervalo.

Primeiro tempo foi de poucos espaços/Foto: Ricardo Duarte

Aos 30 minutos, Capelinha tentou de longe, e arrancou o primeiro suspiro do público presente no Sesc. Pouco depois, Millene recebeu boa assistência de Lelê e arriscou da entrada da área. Rasteiro, o chute morreu nos braços de Zany. Já aos 41, na melhor chance até então criada, Duda surgiu com espaço para cabecear e desviou buscando o canto, mas mandou para fora.


Experiência e juventude, somadas, resolvem

As Gurias retornaram do vestiário com novidade. Artilheira no último meio de semana, quando marcou o primeiro da vitória de 4 a 0 do Inter sobre o Grêmio, pelo jogo de volta das semifinais do Brasileirão Sub-20, Biazinha substituiu Eskerda, e cobrou menos de um minuto para justificar o porquê de sua entrada. Depois de corte parcial da defesa paulista, que afastava cruzamento vindo da direita, a cria do Celeiro emendou chute forte, de bate-pronto, direto para as redes adversárias. Antes delas, a bola ainda explodiu no poste, consagrando o primeiro golaço da tarde.

Biazinha foi muito festejada pelas companheiras/Foto: João Callegari

Ouça: o gol de Biazinha na narração da Rádio Colorada

A entrada de Bia também modificou o esquema tático das coloradas, que passaram a jogar com Capelinha presa à linha de zaga, ao lado de Bruna e Sorriso, e com Fabi e a substituta nas alas. Ofensivo, o Clube do Povo voltou a assustar depois de abrir a conta, mas não com a mesma efetividade do São José-SP.

De grande estatura, a zagueira Letícia Fagundes fez as vezes de atacante para, após bola levantada na primeira trave colorada, cabecear cruzado, para o chão, e empatar. A igualdade levou Maurício a fazer novas trocas, colocando Haas, Mai e Priscila nas vagas de Capela, Maii Maii e Lelê. Renovado o fôlego, era hora de recuperar a vantagem!

Priscila entrou e decidiu/Foto: João Callegari

Arma tradicional dos jogos do Clube do Povo, a perna direita de Duda Sampaio segue com média de uma participação em gol por partida. Aos 35, a camisa 10 transformou cobrança de escanteio em assistência, a oitava que ofereceu no Brasileiro. Desta vez, o cruzamento da craque voou até a cabeça de Priscila, e a joia não perdoou. Fulminante, testou para as redes praticamente no mesmo instante em que Jonas Urias, técnico da Seleção Sub-20, anunciou que a camisa 19 estava convocada para a próxima Data FIFA. Que tarde para a jovem atacante!

Duda (E) cruzou, Pri (19) guardou!/Foto: João Callegari
Ouça: o gol de Priscila na narração da Rádio Colorada

Vacinadas pelo susto sofrido mais cedo, as Gurias não deram chance para novo empate do São José, e trataram de confirmar os três pontos com mais um golaço. Já nos acréscimos, Millene roubou a bola no campo de ataque, fintou duas marcadoras, ganhou ângulo para a perna direita e mandou uma bomba no contrapé de Zany. Três pontos, três gols e festa vermelha na Protásio, consagrando a estreia da EstrelaBet como novo patrocinador do Inter!

Ouça: o gol de Millene na narração da Rádio Colorada

Ficha técnica:

Internacional (3): Gabi Barbieri; Capelinha (Haas), Bruna Benites, Sorriso e Eskerdinha (Biazinha); Juliana, Maiara (Mai) e Duda (Thamirys); Fabi Simões, Lelê (Priscila) e Millene. Técnico: Maurício Salgado.

São José-SP (1): Zany; Evellyn, Poliana, Verónica, Letícia Fagundes e Camila (Karen); Vitória Calhau e Sara; Larissa Vasconcelos, Ju Oliveira e Rafa Marques (Julia Cipriani). Téncico: Paulo César.

Gols: Biazinha, a 1’/2ºT, Priscila, aos 35’/2ºT, e Millene, aos 47’/2ºT (I). Letícia, aos 13’/2ºT (S).

Cartões amarelos: Lelê (I). Sara e Camila (S).

Arbitragem: Francisco Soares Dias, auxiliado por Mateus Olivério Rocha e Fagner Bueno Cortes. Quarto árbitro: Lucas Horn.

Estádio: Sesc Protásio Alves.

Gurias vencem o líder Palmeiras em São Paulo

Millene marcou o gol da vitória/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

As Gurias Coloradas conquistaram uma vitória espetacular na manhã deste sábado (30/04). No Estádio Canindé, pela oitava rodada do Brasileirão A1, o Inter bateu o Palmeiras, líder do Nacional, pelo placar de 1 a 0. Millene Fernandes, em magistral chute de perna direita, garantiu o triunfo do Clube do Povo, que chega aos 19 pontos na tabela, igualando as palestrinas. O retorno alvirrubro a campo está previsto para o próximo dia 15, diante do Cruzeiro, no Sesc Protásio Alves.

Ouça o gol de Millene na narração da Rádio Colorada

Gurias se impõem

Gurias venceram a sexta partida no Brasileirão/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

Dono da casa, o atual líder do campeonato começou o jogo em cima, pressionando nos primeiros 10 minutos. A principal arma palestrina, como de costume, era a movimentação de Bia Zaneratto, que deixava o comando de ataque para abrir espaços às companheiras Byanca Brasil e Chú, escaladas nas respectivas pontas direita e esquerda. Compactado, porém, o Inter soube preencher a entrada de sua área e impedir que grandes vazios surgissem para as velocistas atacantes do Palmeiras.

Com o passar dos minutos, o time de Maurício Salgado, seguro atrás, ficou à vontade para chegar na frente. Aos nove, Millene recebeu linda assistência de Fabi, saiu de frente com a goleira Jully, conseguiu o drible, mas finalizou na rede de fora. O lance, na sequência, seria invalidado por impedimento tardiamente assinalado. A partir de então, a posse de bola, antes concentrada na intermediária de defesa do Inter, migrou para o campo de ataque do Clube do Povo.

Gurias tiveram boa atuação no primeiro tempo/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

O momento de maior pressão das Gurias chegou na casa dos 30. Duda, na bola parada, assustou em dois cruzamentos fechados, que Jully precisou cortar no desespero. Aos 36, na melhor chance da etapa inicial, Lelê desarmou a zaga paulista pela direita da grande área e cruzou rasteiro. Na primeira trave, Millene dominou fintando duas marcadoras e ganhando ângulo para o chute cruzado de perna direita. O pique no gramado impediu o gol e manteve o placar zerado.


Golaço na frente, paredão atrás

Millene marcou cedo na etapa final/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

Míseros 30 segundos. As Gurias precisaram disso, e nada mais, para chegar pela primeira vez ao ataque no segundo tempo. Fulminante, o reinício de partida das coloradas não tardou para resultar em gol. Aos sete, Millene Fernandes pressionou a saída de jogo do Palmeiras, desarmou a volante Samia e percebeu Jully adiantada. A artilheira emendou lindo chute de perna direita, que encobriu a goleira a morreu no cantinho da meta paulista. Golaço, o terceiro da goleadora no Brasileirão A1!

Festa no Canindé/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

O Palmeiras sentiu o baque com o gol colorado, e por pouco não foi nocauteado aos 16. Antes goleadora, Millene quis ser garçonete, e cruzou da direita da grande área alviverde. Jully não encaixou, e a bola surgiu, no susto, para Priscila, que finalizou para fora. Aos 18, quem entortou a marcação foi Duda, dona de chute forte que Agustina quase desviou contra o próprio patrimônio. Desgostoso com a atuação de suas comandadas, Hoffmann Túlio logo mudou o Palmeiras, colocando Camilinha no corredor direito do ataque.

De fôlego renovado, o Porco criou para chegar ao empate, mas não contava com a magnífica atuação da goleira Gabi Barbieri, que disputava sua primeira partida como atleta profissional. Aos 26, a cria colorada voou no canto direito para espalmar chute forte de Bia Zaneratto, que arriscara, com a canhota, da meia-lua. No minuto seguinte, Byanca Brasil finalizou, da quina esquerda da área do Inter, de chapa. O endereço era o ângulo, mas a camisa 1 do Clube do Povo, de mão trocada, deu o tapa e impediu o gol rival. PA-RE-DÃO!

Ouça os milagres de Gabi Barbieri na narração da Rádio Colorada
Gabi brilhou no Canindé/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

O Palmeiras seguiu pressionando até o último dos 52 (!) minutos da etapa final, enquanto o Inter voltou a assustar em contra-ataques, muitos armados pelas substitutas Tamara e Biazinha. Na defesa, Isa Haas, que entrou para formar trio com Bruna Benites e Sorriso, ajudou a bloquear os seguidos cruzamentos do ataque adversário, que teve sua última chance aos 48, quando Bruna Calderan finalizou com perigo, mas pela linha de fundo. Pela sexta vez em oito rodadas: vitória das Gurias!

VAMOS, GURIAS!/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

Primeiro tempo

2min – UUH! Fabi Simões escapa pela direita e cruza na direção de Duda. Livre na segunda trave, a camisa 10 teria espaço para concluir às redes, mas foi antecipada por corte da zaga, que afastou em escanteio.

4min – SORRISO! Palmeiras avança em superioridade numérica, mas Chú adianta demais a bola e é desarmada pela camisa quatro do Clube do Povo.

4min – Bia Zanerrato, de cabeça, desvia cruzamento de Day. Com perigo, a bola sai pela linha de fundo.

7min – Gabi Barbieri faz sua primeira defesa como goleira profissional. Segura, ela encaixa chute mascado de Bia Zaneratto.

Gabi estreou aos 19 anos de idade/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

9min – CHEGA O INTER! Millene é lançada por Fabi Simões nas costas da marcação, invade a área, dribla Jully e chuta na rede de fora. Lance, porém, já estava parado por impedimento de Fernandes.

29min – BATERAM CABEÇA! Da intermediária esquerda de ataque, Duda cobra falta em direção à segunda trave palestrina. Agustina antecipa a força aérea colorada, mas corta em cima de Sorriso. Lelê teria a sobra, mas Jully, com os pés, manda pela linha de fundo.

30min – TEM QUE TESTAR! De fora da área, Sorriso finaliza, a bola quica em frente a Jully e a goleira quase se complica.

Xerife colorada assustou na frente/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

36min – PRA FOOOOOOOOOOORA! Lelê desarma na direita do ataque colorado e cruza rasteiro para Millene, que domina cortando a marcadora e, da quina da pequena área, chuta cruzado. Era gol, mas a bola acerta o montinho do gramado e sai pela linha de fundo.

40min – Só assim pra parar ela! Fabi escapa em velocidade pela esquerda, e Bruna Calderan, que comia poeira, acerta a sete colorada em carrinho por trás. Amarelo apresentado.

40min – COMO JOGA A MINHA 10! Duda cobra mais uma falta venenosa, que passa por Sorriso e é espalmada por Jully.

Duda teve mais uma grande atuação/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

45min – Mais três! Vamos a 48.

48min – Intervalo no Canindé.


Segundo tempo

0min – Recomeço fulminante! Da esquerda, Lelê recebe cruzamento, consegue o domínio, mas perde a posse na entrada da pequena área. Jully encaixa.

2min – Segura, Gabi! De fora da área, Duda Santos finaliza forte. No centro do gol, Barbieri encaixa.

5min – GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO-AÇO-AÇO-AÇO! MILLENE! É GOL DA ARTILHEIRA! É PINTURA DA CRAQUE! OBRA DE ARTE NO CANINDÉ! Jully sai jogando com passe enforcado para Samia. Millene percebe a dificuldade da adversária no domínio, recupera a posse, deixa a bola picar e, diante da goleira adiantada, solta um foguete de perna direita. Por cobertura, no cantinho, as Gurias abrem o placar!

6min – GABIIIIIIII! Da entrada da área, Bia Zaneratto finaliza de perna canhota. No cantinho, Barbieri espalma.

8min – Troca nas locais. Sochor por Samia.

15min – Duas mudanças no Inter: Priscila e Haas nos lugares de Lelê e Maii Maii.

16min – PRA FOOOOOOOOOOOOOOOOORA! Millene escapa em velocidade pela direita e cruza rasteiro para Priscila. Jully faz o movimento para encaixar, mas deixa a bola passar, e Priscila, quase debaixo das traves, finaliza no susto. Que pecado!

18min – MILAAAAAAAAAGRE! Pela direita, Duda faz fila, entra na área mesmo cercada por três marcadoras e cruza por baixo. Agustina afasta na direção do próprio patrimônio, mas Jully consegue salvar.

18min – Fabi Simões recebe o amarelo.

21min – Muda o Palmeiras. No lugar de Chú, entra Camilinha.

26min – MILAAAAAAAAAGRE DE GABI! Bia Zaneratto finta duas zagueiras coloradas, invade a meia-lua e finaliza de perna canhota. Barbieri voa para espalmar.

Goleira parou o melhor ataque do Brasileirão/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

27min – GABIIIIIIIIIIIIII! Byanca Brasil, pela quina esquerda da área colorada, finaliza colocado. De chapa, a bola buscava o ângulo, mas foi cinematograficamente espalmada por Barbieri, que mandou em direção ao poste superior.

30min – Tamara por Millene. Maurício Salgado muda mais uma vez.

33min – UH! Tamara escapa em altíssima velocidade pela esquerda, combina com Duda e Priscila, e finaliza colocado. Tiro de meta para o Palmeiras.

34min – Zóio impede contra-ataque palestrino. Amarelada.

Zóio fechou o meio de campo do Inter/Foto: Rebeca Reis/Staff Images Woman/CBF

35min – Sochor acerta Fabi. Amarelo para ela!

45min – Mais cinco.

47min – Duda Santos levanta na área do Inter pela direita. Sochor, na pequena área, desvia por cima.

48min – SAAAAAAAAAI DAQUI! Bruna Calderan recebe grande assistência de Byanca Brasil e finaliza pela direita da área colorada. Pra fora, por pouco.

52min – DEIXOU CORRER ATÉ 52, MAS ACABOOOOOOOOU! ACABOOOOOOOOOOU!


Ficha técnica:

Palmeiras (0): Jully; Bruna Calderan, Agustina, Thais e Day Silva (Katrine); Julia Bianchi, Samia (Sochor), Duda Santos, Byanca Brasil e Chú (Camilinha); Bia Zaneratto. Técnico: Hoffmann Túlio.

Internacional (1): Gabi Barbieri; Capelinha, Bruna Benites, Sorriso e Eskerdinha; Zóio, Duda e Maii Maii (Haas); Fabi Simões (Biazinha), Lelê (Priscila) e Millene (Tamara). Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Millene, aos 5/2ºT (I).

Cartões amarelos: Bruna Calderan e Sochor (P). Zóio e Fabi Simões (I).

Arbitragem: Paulo Cesar Francisco apita, auxiliado por ítalo de Paula Andrade e Patricia de Oliveira. Quarto árbitro: Adeli Mara Monteiro.

Estádio: Canindé-SP.

Imagens: Gurias Coloradas 1 x 1 Flamengo – 7ª rodada/Brasileirão A1

Em São Leopoldo, no Monumental do Cristo Rei, as Gurias Coloradas receberam o Flamengo e ficaram no 1 a 1 pela sétima rodada do Brasileirão de 2022. Millene marcou o gol colorado no confronto! Confira os gols da partida:

Millene vence lesão e pandemia para desencantar pelo Inter no Beira-Rio

Millene Fernandes marcou seu primeiro gol pelo Inter/Foto: João Callegari

Após um ano no exterior, a artilheira do penúltimo Campeonato Brasileiro, quando marcou o maior número de gols em uma única edição do Nacional A1, retornava para o futebol do país. Goleadora nata, protagonista na relação de atletas que mais vezes balançaram as redes na principal competição de clubes do Brasil, Millene era um reforço à altura do Clube do Povo. Felizes, colorados e coloradas contavam as horas para o início da temporada de 2021, ansiosos para torcer pela craque da camisa 14. Até que uma lesão mudou tudo.

Camisa 14 é uma das referências do ataque do Inter/Foto: João Callegari

Natural do município de Cacoal, em Rondônia, Millene foi revelada pelo Atlético-MG, clube que defendeu de 2012 a 2015, quando partiu para o Rio Preto-SP. Fulminante, a caminhada da jogadora por São Paulo contou com título brasileiro logo na primeira temporada, e não demorou para despertar a atenção do Corinthians, que contratou a atacante em 2018, logo após Fernandes levantar a taça do Paulistão.

Autora de cinco gols no Brasileirão de 2017, Millene praticamente dobrou essa estatística no primeiro ano como atleta do Timão. Campeã do país em 2018, a camisa 14 contribuiu com nove tentos na caminhada até o título. O auge individual, porém, chegou na temporada seguinte, quando Fernandes fez história ao marcar 19 vezes na campanha vice-campeã do Brasil, maior número já registrado em uma única edição da elite do futebol nacional.

Millene nos tempos de Parque São Jorge/Foto: Bruno Teixeira/Corinthians

A julgar pela contínua evolução que Millene construía, reconhecida até mesmo com convocações para a Seleção, tudo levava a crer que 2020 seria o melhor ano da já vitoriosa carreira da atacante. Logo no início da temporada, a artilheira, que acabara de ser eleita a craque do Brasileirão passado, decidiu alçar voos internacionais, e partiu para o futebol chinês. No Oriente, entretanto, ela defenderia o Wuhan Xinjiyuan, equipe sediada em cidade que serviu de epicentro para a pandemia de Covid-19.

Artilheira encerrou 2019 com gol pelo Brasil/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Diante da gravidade da situação, a brasileira decidiu partir de Wuhan e retornar para casa, mas o processo de saída da China não foi fácil. Apenas em março, após semanas de quarentena na Europa, Millene chegou ao Brasil, inicialmente emprestada para o Corinthians, equipe que sequer voltou a defender devido à imediata interrupção das competições nacionais. Já junho, o time detentor do passe da atleta solicitou seu retorno para o Oriente, adiando o reencontro de Millene com os estádios canarinhos.

“Eu teria mais uma temporada na China, mas,

com tudo que estamos vivendo, de muitas incertezas,

optei por ficar um pouco mais próxima da família.

E escolhi o Inter por acreditar no projeto.”

Millene, março de 2021
Atacante chegou ao Inter no início de 2021/Foto: Mariana Capra

Março de 2021, dia dois. Depois da saída de Byanca Brasil, artilheira da temporada recém-encerrada, o Inter anunciava Millene Fernandes para a composição do ataque colorado. No lugar da 9, que partiu para o Santos ocupando o posto de jogadora com mais gols marcados em Brasileirões Femininos – à época 48 -, chegava a 14, que então já somava 46 tentos anotados em todas as edições que havia disputado do Nacional. Consenso em Porto Alegre? A reposição estava mais do que à altura.

“Podem esperar de mim uma atleta muito dedicada,

com sede de dar o melhor e ajudar a equipe.

Venho com muita empolgação!”

Millene, março de 2021

Infelizmente, a euforia com a nova contratada, ao mesmo tempo que grande, foi breve. Pouco tempo após desembarcar em Porto Alegre e antes mesmo da estreia na temporada, Millene sofreu uma grave lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito, que só poderia ser tratada mediante intervenção cirúrgica, resultando em longo período fora de combate. A partir de então, a dedicação prometida pela atleta no momento de sua chegada seria necessária não para brilhar gramados, mas, sim, para vencer os meses de fisioterapia.

Millene (E) e Livia Rodrigues (D): dupla trabalhou forte ao longo de 2021/Foto: João Callegari

E assim fez Millene. Sempre com um sorriso no rosto, símbolo da vontade contagiante que lhe servia de combustível, a atacante encarou os longos meses de recuperação com a cabeça erguida. Dia após dia, de semana em semana, a rondoniana fez por merecer cada novo capítulo desbravado rumo ao retorno aos gramados, dos trabalhos de academia e caminhadas no campo aos primeiros contatos com bola e posteriores atividades ao lado do grupo.

“Tive a lesão, fiquei um ano todo fora, foi muito ruim.

Sofri demais mentalmente,

fiquei muito triste,

mas entendo que faz parte da profissão.

Millene, fevereiro de 2022
Pouco a pouco, Millene buscou a melhor forma/Foto: Joao Callegari

Ao mesmo tempo em que perseguia com obstinação a plenitude física durante os trabalhos da semana, a cada rodada de Brasileirão ou Campeonato Gaúcho a atacante marcava presença nas arquibancadas coloradas para apoiar suas companheiras. Aos 26 anos, Millene também se mostrou uma atleta de grupo, vibrando intensamente com as vitórias que levaram as Gurias à semifinal do país, ao Tri do Rio Grande do Sul e à pioneira participação na Ladies Cup. Mais do que adaptada ao elenco, portanto, a craque iniciou 2022 pronta para voltar a fazer o que mais ama.

“Confesso que

estou ansiosa!”

Millene, em fevereiro de 2022
Pronta para um grande 2022!/Foto: João Callegari

Fevereiro de 2022, dia quatro. No Beira-Rio, as Gurias Coloradas disputavam a primeira partida da história da Supercopa do Brasil, e, em campo, Millene debutava como jogadora do Clube do Povo. Diante do Real Brasília, a camisa 14 participou de 85 intensos minutos, que integraram as quartas de final do torneio eliminatório. Na melhor oportunidade que teve, Fernandes quase marcou um golaço, mas teve lindo chute de perna direita parado pela goleira Dida, heroína da polêmica vitória de 1 a 0 da equipe visitante.

Craque quase estreou com gol/Foto: João Callegari

Verdade seja dita, a estreia poderia ser melhor, e Millene, bem como o restante do elenco, sabia que a evolução dependia apenas das próprias Gurias. Se o jogo contra o Real ocorreu míseras duas semanas após a reapresentação para 2022, agora o calendário vermelho reservava um longo mês de pré-temporada para o Inter, que aproveitou ao máximo o período que antecedeu o começo do Brasileirão.

A rodada de abertura do Campeonato Brasileiro A1 foi disputada com mando do Clube do Povo. No Sesc, as Gurias superaram o Cresspom-DF por 2 a 1, em partida que contou com gols de Lelê e Sorriso para o Internacional. Responsável pelo penúltimo passe na jogada que abriu o placar da tarde, Millene, enfim, vencia a primeira com as Gurias, vitória que logo recebeu a companhia de outra, esta conquistada em cima da Esmac-PA.

Millene (C) comemora com Fabi (D) e Lelê (E) na vitória sobre o Cresspom/Foto: João Callegari

Em Belém, a camisa 14, titular pela terceira vez no ano, superou com naturalidade a elevada exigência do confronto, que foi disputado, especialmente no primeiro tempo, debaixo de intensa chuva. Além disso, ela ainda participou ativamente da trama do segundo dos quatro gols marcados pelo Inter na vitória de 4 a 0, e só não deixou o seu por teimosia da goleira e do destino. Parecia que a hora de desencantar com a camisa colorada ainda não havia chegado, e nós logo entenderíamos o porquê.

“Eu tô muito feliz!

Sonhava com esse momento todos os dias!”

Millene, após enfrentar o São Paulo
Rondoniana também foi importante na segunda vitória/Foto: Alex Daniel/Esmac

Março de 2022, dia 21. De volta ao Beira-Rio, as Gurias Coloradas precisavam vencer o São Paulo para se isolar na liderança e confirmar o melhor início de Brasileirão A1 de sua história. Diante do rival superado nas inesquecíveis quartas de final nacionais do ano passado, o Futebol Feminino do Clube do Povo tinha a chance de escrever mais um feito relevante. O palco para isso, gigante, estava pronto. A jogadora certa? Também, como finalmente percebemos.

Corridos cinco minutos de partida, Duda e Lelê fizeram boa combinação no corredor central do ataque, e a camisa 10, após receber pivô da centroavante, mal precisou levantar a cabeça para encontrar Millene. Livre pela direita, a camisa 14 dominou em cima da risca da grande área e não fez questão de interagir muito com a bola. Pelo contrário, já no segundo toque finalizou forte e rasteiro, por baixo da goleira Carla, que nada pôde fazer. Gol!

O gol da craque/Fotos: João Callegari

Eufórica, Millene nem precisou ouvir o barulho das redes estufadas para começar a correr sem direção pela área paulista. Com efusivos socos no ar, a camisa 14, primeiro, vibrou sozinha, mas logo tratou de convocar as colegas de time para a festa. Enquanto era comemorada por suas amigas, agradeceu aos céus pelo tão sonhado reencontro com as redes, e, por último, ainda chamou as parceiras de ataque, Lelê e Fabi, para a já famosa dancinha diante das câmeras.

“Estava muito ansiosa por esse momento.

Que isso possa acontecer mais vezes,

o Campeonato está competitivo e a vitória é muito importante.”

Millene, após enfrentar o São Paulo
A festa com o gol no Gigante/Foto: João Callegari

Na etapa final, a artilheira seguiu em campo até os 32 minutos, e só foi substituída quando o placar já indicava vantagem de 2 a 0 para o Inter, que marcara o segundo gol com Bruna Benites. Vitoriosas, as Gurias mantiveram os 100% de aproveitamento e encerraram a terceira rodada no topo da tabela do Campeonato Brasileiro. Colocação importante, é claro, mas que em nada satisfaz o interesse de quem tem ambições tão grandes quanto as do Inter.

No próximo domingo (27/03), as Gurias visitarão a Ferroviária, atual vice-líder do Brasil, em Araraquara. Mais uma vez, a vitória será o objetivo do time de Maurício Salgado, que voltará a contar com o poético faro artilheiro da camisa 14 para seguir brilhando no Nacional. Que em 2022, torcemos, Millene repita o 1975 de outro 14, o ídolo Escurinho. Apoio para isso, afinal, não irá faltar. Pra cima delas, braba!

Tamo junto, Millene!/Foto: João Callegari

Fotos: Gurias Coloradas 2 x 0 São Paulo – 3ª rodada/Brasileirão A1

Em partida da terceira rodada do Brasileirão A1, as Gurias Coloradas contaram com gols de Millene Fernandes e Bruna Benites para superar o São Paulo, no Beira-Rio, por 2 a 0. Confira as imagens do triunfo, que levou o Inter à primeira colocação isolada no Nacional!