Inter vence no Rio e segue na ponta do Brasileirão

Vitória e liderança! O Clube do Povo superou o Botafogo, na noite deste sábado (29/08), em partida da sexta rodada do Brasileirão. No Nilton Santos, Thiago Galhardo e Boschilia marcaram na vitória alvirrubra por 2 a 0, resultado que levou o Inter aos 15 pontos no Nacional. Desta forma, os comandados de Coudet mantêm a primeira colocação independente das demais partidas do final de semana. Na próxima quarta-feira (02/09), às 21h30, o Colorado volta a campo para enfrentar, o São Paulo, o Palmeiras.

+ Confira as aspas no pós-jogo

+ Assista aos Bastidores da partida


Primeiro tempo de luxo

O Inter entrou em campo com novidade no time titular. D’Alessandro foi o eleito por Eduardo Coudet para compor o ataque ao lado de Thiago Galhardo, e a escolha se provou acertada logo aos três minutos, quando o camisa 10 colorado pegou a sobra de cruzamento de Saravia e, por muito pouco, não abriu o placar. A oportunidade, porém, não foi lamentada por muito tempo. Aos cinco, Cuesta serviu Moisés, que foi ao fundo pela esquerda e cruzou açucarada para testaço de Thiagol, responsável por inaugurar o escore.

Maduro, o Clube do Povo reduziu o ritmo após o gol, consciente de que seguir com a mesma postura seria fisicamente insustentável. O respiro passou longe de significar recuo, prova da posse de bola colorada, sempre próxima à casa dos 60%. Inteligente, o Inter também escolheu o momento certo para voltar a pressionar. Aos 27, após tabela com D’Alessandro, Galhardo deixou Boschilia de cara com Gatito, e o camisa 21 não titubeou para ampliar. Depois do gol, cada equipe teve uma chance. Para os mandantes, Babi marcou, mas teve seu tento anulado pelo VAR. De parte alvirrubra, Thiago quase fez, aos 47, o terceiro do time de Coudet.


Segundo tempo da experiência

Em dívida no marcador, o Botafogo bem que tentou encurralar o Inter nos minutos de abertura do segundo tempo, mas nada conseguiu criar diante de um Clube do Povo que seguiu cozinhando o duelo. A resposta de Autuori veio com duas trocas. Logo após as mudanças, Bruno Nazário, um dos alçados a campo, balançou as redes coloradas, mas o tento foi invalidado após consulta ao VAR.

Correta, a anulação do gol arrefeceu o ânimo dos mandantes, que seguiram pouco eficientes na frente, diferente do Colorado, que quase marcou, aos 43, com Marcos Guilherme, completando excelente contra-ataque puxado por Edenilson e Galhardo. Por fim, aos 50, Lomba operou milagre após cobrança de falta de Danilo Barcelos e garantiu o 2 a 0 vermelho!


Melhores momentos – primeiro tempo

0min – Escanteio para o Inter! Moisés avança pela esquerda e cruza rasteiro. Marcelo Benevenuto afasta pela linha de fundo.

3min – MILAAAAAGRE! Edenilson lança Saravia, que vai ao fundo pela direita e cruza rasteiro. Gatito espalma, impedindo que a bola chegue até Galhardo. O rebote, porém, é de D’Alessandro, que finaliza de canhota. No chão, o goleiro botafoguense se atira nos pés do camisa 10 colorado e salva o Botafogo.

3min – UHHHH! D’Alessandro cobra escanteio aberto, na meia-lua, buscando Edenilson. Camisa 8 colorado domina e manda um foguete, que explode em Forster.

5min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO, DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! GALHARDO, GALHARDO, THIAGOL GALHARDO! Moisés avança pela esquerda e cruza bola açucarada, nas costas da marcação, na medida para Galhardo chegar testando na pequena área carioca. O artilheiro colorado, vivendo grande fase, não perdoa e, sem chances para Gatito, manda para as redes. Inter na frente!

https://www.facebook.com/scinternacional/posts/3393287990710428
Sport Club Internacional · Gol Thiago Galhardo contra o Botafogo pela sexta rodada do Brasileirão 2020 | Rádio Colorada

13min – Lomba! Cruzamento fechado, pela direita, é seguramente espalmado pelo goleiro colorado. Na sobra, D’Alessandro completa para afastar o perigo.

14min – Por cima! Matheus Babi recebe cruzamento de Barrandeguy e, de carrinho, atira-se na bola. Ela vai por cima do gol colorado!

20min – UH! Boschilia recebe pela intermediária, conduz, ajeita para a canhota e finaliza rasteiro. A bola sai à esquerda da meta de Gatito.

24min – Guilherme Santos avança pela esquerda, invade a área colorada e finaliza com muita força. Desviada, ela sai em escanteio para os donos da casa.

27min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! GOL GOL GOL GOL DO CLUBE DO POVO! DA ACADEMIA DO POVO, DO SPORT CLUB INTERNACIONAL! BOSCHILIA É O NOME DA ALEGRIA COLORADA, BOSCHILIA, BOSCHILIAAA! D’Alessandro e Galhardo tabelam pelo centro. Forte, o passe do camisa 10 ficava fica fora da medida para Thiago, mas ele não se dá por vencido, briga com a marcação e garante a posse. Com ela em seu domínio, serve Boschilia. Livre, leve e solto, o camisa 21 invade a área e finaliza colocado, no cantinho de Gatito, que não consegue a defesa. Amplia o Inter!

Sport Club Internacional · Gol Boschilia contra o Botafogo pela sexta rodada do Brasileirão 2020

31min – Cartão amarelo para Caio Alexandre.

36min – D’Ale leva o amarelo.

42min – Matheus Babi desconta para o Botafogo, mas o gol é anulado, pelo VAR, por impedimento de Rhuan na origem da jogada.

45min – Vamos a 48! Mais três minutos de acréscimos.

47min – UUUUUUH! Inter escapa em velocidade, puxando bom contra-ataque. Edenilson avança pela direita e deixa com Lindoso, pelo centro. Inteligente, o meio-campista dá bonita fatiada e oferece passe cruzado para Galhardo. A bola desvia na marcação e chega viva para o domínio de Thiagol, que domina no peito mas, no momento do arremate, é pressionado por Gatito, que opera um milagre. Era o terceiro!

48min – Fim de primeiro tempo! Vitória parcial do Internacional!


Segundo tempo

0min – Equipes voltam a campo sem alterações.

10min – Amarelo para Pedro Raul, que cometeu falta sobre Boschilia.

13min – Dupla troca no Botafogo. Entram Bruno Nazário e Luiz Otávio. Deixam o campo Caio Alexandre e Rafael Forster.

15min – O Botafogo marca com Bruno Nazário, mas o tento é anulado por falta de Matheus Babi em Patrick. Na origem da jogada, o camisa 11 alvinegro acertou o cotovelo no rosto do Pantera. Thiago Duarte consulta o vídeo e não apenas indica a irregularidade, como também apresenta o amarelo para o atacante carioca.

21min – Muda o Inter. Musto entra, D’Alessandro sai. A partir da troca, Boschilia é adiantado para formar o ataque com Galhardo. Já o argentino camisa 5 assume a primeira função, enquanto Lindoso ocupa a região central da linha de três meio-campistas do Clube do Povo.

26min – No Botafogo, vem Cícero e sai Rhuan.

33min – Coudet promove a segunda alteração. Entra Marcos Guilherme, sai Patrick. O relâmpago passa a formar o ataque ao lado de Galhardo, enquanto Boschilia ocupa a esquerda, onde antes estava o Pantera.

39min – Combalido, Zé Gabriel deixa o campo. Entra Moledo.

43min – PRA FOOOOOOOORA! Edenilson faz jogada cinematográfica pela direita e lança Galhardo, que vai ao fundo e cruza bola perfeita, rasteira, que Marcos Guilherme finaliza debaixo das traves. De canhota, o relâmpago não acerta em cheio e manda por cima do travessão. Era o terceiro!

45min – Mais seis. Vamos a 51!

50min – LOOOOMBA! Danilo Barcelos cobra direto falta de muito longe. Com veneno, ela busca o ângulo colorado, mas goleiro alvirrubro opera lindo milagre e manda em escanteio.

51min – FIM DE JOGO! VITÓRIA COLORADA, VITÓRIA DE LÍDER!


Ficha técnica:

Botafogo (0): Gatito Fernández; Federico Barrandeguy, Marcelo Benevenuto, Kanu e Danilo Barcelos; Rafael Forster (Luiz Otávio), Caio Alexandre (Bruno Nazário), Rhuan (Cícero) e Guilherme; Matheus Babi e Pedro Raul. Técnico: Paulo Autuori.

Internacional (2): Marcelo Lomba; Renzo Saravia, Zé Gabriel (Rodrigo Moledo), Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso; Gabriel Boschilia, Edenilson e Patrick (Marcos Guilherme); Andrés D’Alessandro (Damián Musto) e Thiago Galhardo. Técnico: Eduardo Coudet.

Gols: Thiago Galhardo, aos 5 minutos do primeiro tempo, e Boschilia, aos 27 minutos do primeiro tempo (I).

Cartões amarelos: Caio Alexandre, Matheus Babi e Pedro Raul (B). Andrés D’Alessandro (I).

Arbitragem:
Thiago Duarte Peixoto, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Caetano Ribeiro da Costa. VAR: Jose Claudio Rocha Filho. Quarteto paulista.

Estádio: Nilton Santos, Rio de Janeiro – RJ.

Raio-X: tudo sobre o duelo contra o Botafogo

Para defender a liderança! Primeiro colocado no Brasileirão, o Inter enfrenta o Botafogo, neste sábado (29/08), no Rio de Janeiro, em partida da sexta rodada do Nacional. O confronto ocorre a partir das 17h, no Estádio Nilton Santos, e vale, para o Clube do Povo, a manutenção da ponta da tabela. Para ficar por dentro de tudo sobre o duelo confira, abaixo, o nosso Raio-X!


Pra cima deles, Colorado!

O último treino da equipe colorada foi realizado na tarde desta sexta-feira (28/08), no CT Parque Gigante. Eduardo Coudet orientou trabalhos técnicos e táticos no gramado, ajustando os últimos detalhes do time que entrará em campo no Rio de Janeiro. O argentino não poderá contar com os atacantes Guerrero, Pottker e Yuri Alberto, lesionados, além de Peglow e Lucas Ribeiro, que estão com covid e, portanto, afastados das atividades.

O Clube do Povo assumiu a liderança do Brasileirão na rodada passada, quando superou, no Beira-Rio, o Atlético-MG. Disputado no último sábado (22/08), o duelo entre Saci e Galo teve Thiago Galhardo como artilheiro solitário. O triunfo foi o quarto do Inter em cinco jogos válidos pelo torneio.

Dono de 12 pontos no Brasileirão 2020, o Colorado soma dois a mais do que o Vasco, vice-líder que também vai a campo neste sábado (28/08), quando visita o Fluminense, no Maracanã. Caso supere o Botafogo, o Inter garantirá a manutenção da primeira colocação. Se empatar no Nilton Santos, o Clube do Povo pode ser ultrapassado pelo time de São Januário e também pelo São Paulo, que recebe, na manhã de domingo, o Corinthians. Em caso de revés, o time de Coudet corre risco de ser alcançado, ainda, pelo Atlético-MG.


O rival

O Botafogo, 11º colocado, ainda não foi derrotado no Brasileirão 2020. Comandado por Paulo Autuori, o Alvinegro soma uma vitória, sobre o Galo, e três empates, contra Red Bull Bragantino, Fortaleza e Flamengo. O time da estrela solitária disputou apenas quatro rodadas, consequência do adiamento de sua estreia, que ocorreria frente ao Bahia, uma vez que o Tricolor estava envolvido na decisão do Campeonato Baiano.

A última partida disputada pelo Fogo, todavia, não valeu pelo Brasileirão. Pela terceira fase da Copa do Brasil, o time carioca visitou, na quarta-feira passada (26/08), o Paraná. Em vantagem no agregado após vitória de 1 a 0 conquistada nos primeiros 90 minutos, realizados ainda no mês de março, a equipe de Autuori superou os mandantes por 2 a 1. Danilo Barcelos e Marcelo Benevenuto marcaram para o Alvinegro, que foi a campo com Gatito; Kevin, Marcelo, Kanu, Forster e Guilherme Santos (Danilo); Caio Alexandre, Honda (Luiz Otávio) e Bruno Nazário (Matheus Babi); Luis Henrique (Rhuan) e Pedro Raul. Para o embate diante do Inter, a grande expectativa da torcida botafoguense recai sobre a possível estreia do experiente atacante Salomon Kalou, que já está registrado no BID.

Atacante Kalou durante treino do Botafogo/Foto: Vitor Silva, Botafogo

Arbitragem

Thiago Duarte Peixoto apita, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Caetano Ribeiro da Costa. VAR: Jose Claudio Rocha Filho. Quarteto paulista.


Transmissão

Respeitando os rígidos e necessários protocolos estabelecidos pelas autoridades responsáveis contra a propagação do novo coronavírus, o duelo entre Botafogo e Inter será disputado com portões fechados. De longe, porém, enviaremos nosso apoio para os comandados de Coudet, que lutarão por nova vitória no Campeonato Nacional. Para acompanhar o jogo torcendo, é claro, não existe alternativa melhor do que a Rádio Colorada, que contará com programação especial neste sábado!

A emissora oficial do Clube do Povo estará ao vivo a partir das 14h com a apresentação do programa ‘Velhas Súmulas’. Na sequência, às 16h, tem início o Portões Abertos, pré-jogo legitimamente alvirrubro. Depois, às 16h45, será aberta a jornada da partida, sucedida, até as 20h, pelo ‘Vestiário Vermelho’, responsável por repercutir todos os detalhes do embate. Você acompanha toda a cobertura através via Site ou APP do Inter!

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para Android

Clique aqui para fazer o download do APP do Inter para IOS

As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) contarão, como de costume, com o mais completo minuto a minuto da internet, repleto de imagens compartilhadas de maneira instantânea. Na TV, o Premiere anuncia transmissão.


Palco grandioso

Construído para os Jogos Pan-Americanos de 2007, o Estádio Nilton Santos foi erguido pela prefeitura do Rio de Janeiro no bairro do Engenho de Dentro, localizado na Zona Norte da capital carioca. No mesmo ano, o Botafogo venceu licitação realizada pela poder municipal e passou a mandar seus jogos no local, além de administrá-lo e explorá-lo comercialmente.

Panorama do Nilton Santos/Foto: Site Botafogo

Apelidado Engenhão em referência ao bairro em que se encontra, o Estádio leva o nome de Nilton Santos desde 2015, em uma justa homenagem àquele que foi considerado por muitos o maior lateral-esquerdo do século XX. Atualmente, o local, muito utilizado nas Olimpíadas de 2016, tem capacidade para receber 46 mil pessoas.


Retrospecto colorado

Eterno capitão colorado, Fernandão disputa a posse contra a defesa botafoguense

Inter e Botafogo já se enfrentaram em 74 ocasiões na história. O Clube do Povo soma 26 triunfos, contra 21 dos cariocas. Ocorreram, ainda, 27 igualdades. Positivo, o histórico colorado foi construído através de 95 gols marcados – os rivais já balançaram as redes 93 vezes.


Vitória no último encontro

O último encontro entre Alvirrubro e Alvinegro aconteceu no dia 30 de novembro de 2019. Válido pela 36ª e antepenúltima rodada do Brasileirão, o embate, realizado no Nilton Santos, foi encerrado com vitória colorada por 1 a 0, gol de Paolo Guerrero. Fundamental para garantir a classificação do Clube do Povo à Libertadores de 2020, o triunfo foi conquistado já nos últimos instantes de partida, após canhotaço do centroavante peruano.


O primeiro gol de D’Alessandro

O Clube do Povo viajou até o Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo na 25ª rodada do Brasileirão de 2008. No Nilton Santos, à época apelidado de Engenhão, Tite escalou pela primeira vez o inesquecível losango de meio-campistas que consagrou geração dona de futebol extremamente vistoso. Na base, esteve Edinho. Pela direita, Magrão, acompanhado pelo canhoto Guiñazú. À frente, D’Alessandro armava para a dupla de atacantes Nilmar e Alex.

Aos 30 do primeiro tempo, D’Ale lançou Nilmar, que antecipou-se ao goleiro e cruzou na direção do gol aberto. Por ali, quem apareceu foi Alex, que apenas completou para a meta aberta. Apenas na etapa final, porém, a grande pintura da noite saiu. Acionado por Guiña, que antes tabelara com Taison, El Cabezón invadiu a área, cortou o zagueiro, que ficou no chão, e mandou chute forte, rasteiro, no cantinho da goleira alvinegra. Golaço, o segundo do Clube do Povo no jogo, que seria encerrado com o 2 a 1 no placar, foi também o primeiro dos 94 já marcados pelo gringo com a camisa do Inter.