SESC Campestre é a nova sede das Gurias Coloradas

Foto: Mariana Capra/Internacional

A partir desta semana, as Gurias Coloradas passam a residir e a treinar no SESC Campestre, na zona norte de Porto Alegre. O elenco vai usufruir de todas as estruturas que o complexo oferece, entre elas dois campos, academia e hotel. “A gente vai aprimorar o nosso planejamento de trabalho, vamos deixar uma estrutura bem melhor e a ideia é que se perpetue agora e se crie um Centro de Treinamentos aqui no SESC”, afirma o vice-presidente de Relacionamento Social, Norberto Guimarães.

Desde 2017 com a reativação do Futebol Feminino do Clube do Povo, a modalidade vêm em um crescimento exponencial no cenário nacional. Além da transição da categoria para a pasta do Futebol já programada para ocorrer, a mudança de sede dos treinamentos qualifica ainda mais o trabalho que vem sendo realizado e possibilita a redução de aproximadamente 30% do valor atual gasto, que vão ser investidos em outras demandas. “Um valor menor ,mas com potencial de trabalho e uma qualidade muito maior, sem dúvida nenhuma”, complementa Norberto.

Realizada segunda reunião de transição para o departamento de futebol

Foi realizada na tarde desta sexta-feira (11) a segunda reunião entre o departamento de Relacionamento Social, pasta responsável pelo futebol feminino do Clube, e o departamento de futebol, para discutir detalhes da transição do futebol feminino para a vice-presidência de futebol.

Neste segundo encontro, os assuntos abordados foram as renovações de contratos e a estrutura de treinamento. Estiveram presentes na reunião o vice-presidente de Relacionamento Social, Norberto Guimarães, os diretores Marcelo Benites e Cláudio Curra, o gerente executivo Rogério Ribeiro, o supervisor geral Rodrigo Figini, o treinador Maurício Salgado e o supervisor administrativo Pedro Kluck.

Relacionamento Social preserva clima de jogo nas arquibancadas do Beira-Rio

Louco amor colorado está sempre presente no Beira-Rio

No lugar do imponente silêncio das arquibancadas, a reprodução do canto eufórico da torcida. Conquistada neste sábado (22/08), a vitória colorada sobre o Atlético-MG foi mais uma a contar com o apoio do povo vermelho, multidão que, mesmo de casa, esteve muito bem representado no Beira-Rio.

Nas últimas partidas disputadas pelo Inter como mandante, a vice-presidência de Relacionamento Social do Inter, através do departamento de Torcidas e Ambiente de Jogo, tem proporcionado aos consulados e às organizadas a possibilidade de estenderem suas faixas nas arquibancadas do Beira-Rio. Além de embelezar o Estádio, o gesto também corresponde à belíssima demonstração de amor ao Clube e de apoio ao time.

Para além do contato junto a consulados e torcidas organizadas, a equipe de Relacionamento Social também é responsável pelo Saci. Personificação da torcida nos jogos, representante também da responsabilidade social que o Inter carrega, o mascote do Clube do Povo continua levando, durante a pandemia, toda sua alegria, dedicação e comprometimento ao ambiente da partida. Desta forma o personagem transmite todo o sentimento enviado, de longe, pelos milhões de apaixonados colorados e coloradas.

Esta representatividade ameniza a saudade do futebol, sensação cada vez mais latente no coração da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que desde março não pode ocupar, fisicamente, as arquibancadas do Beira-Rio. “O Relacionamento Social, mesmo sem poder ter a presença dos nossos consulados e da torcida nos jogos, sempre dá um jeito de, através dos panos das torcidas, das faixas dos consulados e da presença do Saci, levar o carinho do povo colorado para o Beira-Rio”, explica o vice-presidente de Relacionamento Social do Inter, Norberto Guimarães.

Para serem exibidas no Gigante, os representantes colorados podem enviar suas faixas para o Relacionamento Social até a data anterior à partida. O endereço para entrega é Avenida Padre Cacique, 891, Porto Alegre (CEP 90810240).

Relacionamento Social divulga dados de ações consulares

Os Consulados do Inter seguem dando exemplo quando o assunto é solidariedade. Desde meados de março, quando foi intensificada a pandemia de Covid-19 no Brasil, os grupos de torcedores espalhados por Rio Grande do Sul e Brasil têm realizado diversas campanhas para a arrecadação de donativos.

Um levantamento feito pelo departamento de Relacionamento Social do Clube aponta que, nos últimos meses, através de campanhas e ações solidárias, os consulados arrecadaram mais de 118 mil kg de alimentos, 1192 kits de higiene, 2256 máscaras de proteção e cerca de R$ 109 mil, além de 8.100 peças de roupa. Os donativos são sempre destinados para a população em situação de vulnerabilidade ou instituições sociais e entidades assistenciais de cada município.

Em paralelo, os consulados também inciaram campanhas voltadas à arrecadação de agasalhos, consequência da aproximação do inverno. “Mesmo sem ter jogos no Beira-Rio e eventos consulares, mesmo sem poder fazer aglomerações, os consulados dão exemplo de civilidade, voluntariado e ajuda às comunidades nas quais estão situados, representando o Internacional e fazendo um excelente trabalho”, destaca o vice-presidente de Relacionamento Social do Inter, Norberto Guimarães.