Empate sem gols encerra participação das Gurias no Brasileiro Sub-18

Gurias ficaram com a terceira colocação no Nacional/Foto: João Callegari

As Gurias Sub-18 receberam o São Paulo, na tarde desta quinta-feira (09/09), para a disputa da partida de volta das semifinais do Brasileirão da categoria. No Sesc Protásio Alves, as coloradas empataram sem gols com o Tricolor, resultado que, somado ao revés do jogo de ida, eliminou o Inter da competição.

Time foi a campo com postura ofensiva nesat quinta/Foto: João Callegari

Superadas por 5 a 1 na semana passada, as Gurias precisavam do resultado para avançar à final do país. Assim, o time de Fábio Sanhudo iniciou o confronto como protagonista, escalado com Loirão e Carol Gil nas pontas do ataque, que tinha em Mileninha sua referência.

Ofensivas, as linhas do Clube do Povo apertaram a saída de bola tricolor no primeiro terço da partida. Visivelmente desconfortável, a equipe visitante tinha dificuldades para sair do seu campo, mas conseguia impedir a criação de chances claras por parte das coloradas.

Inter pressionou no início do confronto/Foto: João Callegari

O correr do tempo foi amigo das paulistas, que conseguiram se soltar dentro de campo. Em busca, principalmente, do contra-ataque, alternativa simpática à linha de frente formada por Giovaninha, Duda Rodrigues e Milena, o São Paulo viveu momentos de pressão bem-sucedida, capaz de prejudicar a saída de bola colorada e armar oportunidades de relativo perigo, embora nenhuma suficiente para mudar o escore.

Defesas estiveram bem postadas no gramado do Sesc/Foto: João Callegari

Fiéis ao plano de jogo até o último minuto, as Gurias retornaram dos vestiários dispostas a correr maiores riscos, concessão necessária para quem buscava o controle do placar. A organização tática, contudo, não foi suficiente para perturbar a goleira Marcelle, logo justificando as primeiras alterações na equipe colorada.

Maranhão e Teté foram as primeiras escolhidas por Sanhudo pra conferir maior imposição física e controle do corredor direito. Voltadas para a frente, as Gurias ainda contaram com a costumeira segurança de Gabi Barbieri, atrás, para perseguir o triunfo, mas ele, infelizmente, não veio. Campeãs do Brasileirão Sub-18 em 2019, as Gurias adiaram o sonho do Bi para 2022.

Ficha técnica:

Internacional (): Gabi Barbieri; Lívia, Guta, Duda Flores (Gabi Bortolon) e Liriel (Milene); Maju (Kamilla), Berchon (Teté) e Mai (Maranhão); Loirão, Mileninha (Ju Romanelli) e Carol Gil. Técnico: Fábio Sanhudo.

São Paulo (): Marcelle; Ravena, Alves, Lauren e Clara (Ingrid); Joyce, Carol e Duda (Isa); Milena (Paola), Giovaninha (Gica) e Duda Rodrigues. Técnico: Thiago Viana.

Cartões amarelos: Mileninha (I). Carol e Milena (S).

Arbitragem: Andressa Hartmann, auxiliada por Ariela Duarte e Estefani Estrela da Rosa. Quarto árbitro: Marcello Ignacio Neto.

Estádio: Sesc Protásio Alves-POA.

Gurias Coloradas decidem vaga na final do Brasileiro Sub-18

Gurias enfrentam o São Paulo nesta tarde de quinta/Foto: Mariana Capra

As Gurias Coloradas Sub-18 recebem o São Paulo, a partir das 15h45 desta quinta-feira (09/09), pela partida de volta das semifinais do Brasileirão da categoria. No Sesc Protásio Alves, as comandadas de Fábio Sanhudo buscam reverter a desvantagem herdada do confronto de ida, disputado em Cotia-SP, para avançar à terceira final consecutiva do Nacional de base. Confira, a seguir, todas as informações sobre o embate.


Vamo, Gurias! 💪

Sub-18 feminino tem desafio grande pela frente/Foto: Adriano Fontes/CBF

A missão não é simples, mas o cenário nada tem de irreversível. Superadas por 5 a 1 na quinta-feira passada (02/09), as Gurias precisam golear o São Paulo para chegar à decisão do Brasileiro Sub-18. Donas da melhor campanha das duas primeiras fases do torneio, as coloradas buscam vitória por cinco gols de diferença para avançar à final, enquanto triunfo que empate o placar agregado leva a decisão para os pênaltis.

Para o desafio no Sesc, as Gurias podem estar reforçadas por nomes de destaque na base brasileira. Presentes na partida de ida após desfalcarem o Clube do Povo na segunda fase, Mileninha e Maiara são possíveis atrações no time de Fábio Sanhudo, bem como Maranhão, que saiu do banco nos jogos mais recentes das categorias adulta e Sub-18. Também ausente no quadrangular anterior às semifinais, a zagueira Guta atuou por alguns minutos em Cotia, e é outra com chances de encarar o Tricolor.

Maranhão é uma das promessas para o ataque colorado/Foto: João Callegari

Até aqui, as Gurias somam sete vitórias, dois empates e uma derrota nas 10 partidas que disputaram no Nacional. Com 26 gols marcados, o Clube do Povo exibe saldo positivo de 15, além de contar com a vice-artilheira do torneio, Loirão, dona de oito tentos. Suficientes para inspirar confiança, os números não são a única demonstração do potencial exibido pelas coloradas na atual edição do Brasileiro, que já presenciou goleada alvirrubra pelos necessários cinco gols de diferença.

Loirão já marcou oito vezes no Brasileiro/Foto: Adriano Fontes/CBF

Na sexta e última rodada da primeira fase da competição, as Gurias enfrentaram o Sport, na cidade de Sorocaba, com a vaga já garantida nos quadrangulares do mês seguinte. A classificação assegurada, porém, passou longe de significar atuação acomodada do Clube do Povo, que apenas se mostrou mais à vontade do que de costume para golear o Leão por 6 a 1. Loirão, três vezes, Manu, Maranhão e Guta marcaram os gols da vitória.

Relembre a campanha colorada:
Primeira fase:
06/07 – Internacional 3 x 0 Sport;
08/07 – Athletico-PR 1 x 4 Internacional;
10/07 – Internacional 3 x 1 América-MG;
12/07 – América-MG 0 x 2 Internacional;
14/07 – Internacional 3 x 0 Athletico-PR;
16/07 – Sport 1 x 6 Internacional;

Segunda fase:
16/08 – Internacional 1 x 0 Flamengo;
18/08 – Santos 2 x 2 Internacional;
20/08 – Internacional 1 x 1 Corinthians;

Semifinal:
02/09 – São Paulo 5 x 1 Internacional;
Vitória contra o Sport contou com hat-trick de Loirão/Foto: Adriano Fontes/CBF


Transmissão 📻

A Rádio Colorada estará ao vivo a partir das 15h15 desta quinta-feira, direto do Sesc, com a cobertura mais vermelha da web para o duelo de ida das semifinais do país. Confira a programação da emissora oficial do Clube do Povo:

Quinta-feira (09/09)Plataforma
0hProgramação musicalInternet e App do Inter
15h15Portões AbertosInternet e App do Inter
15h45Jornada EsportivaInternet e App do Inter
17h45Vestiário VermelhoInternet e App do Inter
18hPrograma do Inter Internet e App do Inter
19hProgramação musicalInternet e App do Inter
Colorada já acompanhou as Gurias profissionais no último domingo/Foto: João Callegari

As redes sociais das Gurias Coloradas (@guriascoloradasoficial no Instagram, @GuriasColoradas no Facebook e @ColoradasGurias no Twitter) transmitirão o minuto a minuto da partida. Com imagens, SporTV e Eleven Sports anunciam cobertura.


Rival 🆚

São Paulo está invicto no Brasileiro Sub-18/Foto: Adriano Fontes/CBF

A escalação do São Paulo também tem chances de estar encorpada por nomes de destaque. Integradas ao elenco princpal, as atletas Giovaninha, Gica, Isa e Clara não estiveram entre as relacionadas para a quinta rodada do Paulistão adulto, disputada pelo Tricolor na tarde desta quarta-feira (08/09), e devem enfrentar o Clube do Povo em Porto Alegre. A primeira delas, inclusive, foi a campo na semana passada, quando marcou três gols na vitória do time de Thiago Viana.

Giovaninha já marcou oito vezes no Brasileirão/Foto: Adriano Fontes/CBF

Não são apenas as peças mais experientes que despertam atenção na equipe paulista. Artilheira tricolor na mais recente edição do Brasileiro Sub-16 e dona de consecutivas atuações de destaque no Sub-18, a ponto de ter jogado como titular na semana passada, Duda Rodrigues comprova a afirmação, bem como a meia Carol, também protagonista em boa parte da campanha do time do Morumbi.

A provável escalação do São Paulo para a partida desta quinta conta com Marcelle; Ravena, Giovana, Letícia Alves e Clara; Joyce, Duda e Carol; Milena, Giovaninha e Isa. Duda Rodrigues, para o ataque, e Ingrid, na lateral-esquerda, são nomes que podem aparecer entre as 11 iniciais, mas suas chances são mais remotas quando comparadas às de suas concorrentes.

Duda Rodrigues briga por vaga entre as titulares/Foto: Adriano Fontes/CBF

Arbitragem 👩‍⚖️

Andressa Hartmann apita, auxiliada por Ariela Duarte e Estefani Estrela da Rosa. Quarto árbitro: Marcello Ignacio Neto. Quarteto gaúcho.


Chaveamento 📖

Caminho até a decisão já está traçado/Foto: Adriano Fontes/CBF

Quem avançar do duelo entre Inter e São Paulo enfrentará, na decisão, Ferroviária ou Corinthians. Na partida de ida, as Grenás superaram o Timão, fora de casa, por 1 a 0, resultado que lhes garante importante vantagem para a volta, que será jogada na Fonte Luminosa. Os dois confrontos semifinais serão disputados de maneira simultânea. Campeãs do Nacional Sub-18 em 2019 e vice na temporada passada, as Gurias buscam o bicampeonato da categoria.

Gurias se despedem do Brasileirão A1

Fotos: DVG/CBF

As Gurias Coloradas disputaram a partida de volta das semifinais do Brasileirão A1 na manhã deste domingo (05/09), no Allianz Parque, diante do Palmeiras. Superadas por 1 a 0 na ida, as atletas do Clube do Povo saíram em desvantagem em São Paulo, chegaram ao gol de empate, mas, após expulsão aos 17 do segundo tempo, sucumbiram pelo placar de 4 a 1.

Com o resultado, as Gurias encerram a melhor campanha da história do Rio Grande do Sul no Brasileirão Feminino. Semifinalista de maneira inédita, o Clube do Povo garantiu vaga na Supercopa do Brasil, que será disputada pela primeira vez na próxima temporada. O retorno aos gramados, porém, ocorre muito antes. No dia 19 de setembro, o Inter estreia no Gauchão de 2021!


Duro golpe no começo

Os primeiros cinco minutos de jogo apresentaram roteiro promissor para as Gurias, que encaixavam uma agressiva pressão no campo ofensivo, capaz de causar desconforto à saída de bola palestrina. Assim que armou um escape, porém, o time da casa abriu o placar. Aos seis, Bianchi lançou Chú, que tirou o zero do escore em duro golpe para as pretensões coloradas.

O jogo correu com domínio rival até os 30 minutos, quando Djeni recolocou o Inter na partida. Da altura da meia-lua, a camisa oito cobrou falta com enorme violência, e só não empatou devido à milagre de Jully. Logo depois, quem assustou foi Ximena, também parada pela goleira, importante para garantir a manutenção da vantagem paulista até o intervalo.


Gurias lutam, mas vaga escapa

As Gurias retornaram melhores do vestiário. A partir das entradas de Fabi Simões e Mileninha, o Clube do Povo recuperou o protagonismo do jogo e voltou a martelar o Palmeiras. O bom momento era merecedor do empate, que chegou aos 15, quando Milena recebeu lindo passe de Shashá e finalizou sem problemas na saída de Jully.

O gol foi um divisor de águas no roteiro da partida. Infelizmente, não como a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande esperava. Logo depois do tento, Sorriso precisou impedir que Chú invadisse a área em velocidade, e recebeu o vermelho por isso. Em desvantagem, as Gurias não abdicaram de jogar, mas passaram a oferecer mais espaços, devidamente aproveitados pelo Palmeiras, que marcaria mais três antes do apito final.


Primeiro tempo

0min – UUUUUUH! Leidi escapa pelo corredor direito e cruza aberto. Wendy, entre as zagueiras, desvia tentando encobrir Jully, mas a goleira encaixa.

6min – Chú é lançada na direita da grande área colorada e, em velocidade, finaliza na saída de Vivi. Palmeiras na frente.

18min – Palmeiras escapa pela ponta direita. Calderan levanta na segunda trave para Carol Baiana, que desvia de cabeça. A bola explode nas costas de Leidi e retorna para a área, onde Bianchi tenta o arremate, mas é travada por Sorriso.

27min – Isa leva o amarelo por falta no campo ofensivo.

31min – UUUUUUUUUUH! Djeni, na meia-lua da área adversária, cobra falta com enorme veneno. A bola desvia em Leidi e toma o endereço do ângulo, mas Jully voa para espalmar.

33min – Encaixa, Jully! Ximena fica com a sobra de bate-rebate na área palestrina e emenda de primeira. Goleira rival defende sem rebote.

36min – MILAAAAAAAAGRE! Maria Alves recebe na direita da área colorada, corta a marcação e finaliza rasteiro, de canhota. Vivi espalma.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

47min – Intervalo no Allianz.


Segundo tempo

0min – Gurias retornam com mudanças. Fabi entra, Mari sai, Mileninha vem, Ximena vai.

3min – QUAAAAAASE! Shashá percebe Fabi com espaço pela direita, a camisa sete vai ao fundo e cruza rasteiro. Antes de Mileninha, Jully defende.

5min – UH! Wendy cruza da direita. Na segunda trave, Mileninha cabeceia na direção do contrapé de Jully, mas a goleira defende.

10min – ENCAIXA, JULLY! Mileninha escapa, agora pela esquerda, e invade a área rival em velocidade. Com a canhota, a cria finaliza forte para boa defesa da goleira.

11min – PRESSÃO! Mileninha recebe de Shashá, muito bem servida por Isa. Atacante tenta o cruzamento, mas é bloqueada pela zaga. Escanteio!

15min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DAS GURIIIIIIIIIIIIIIAS! É DAS COLORAAADAS! MILENINHA! MILENINHA! MILENINHA! MILENIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINHA! Palmeiras sai mal do campo de defesa e a bola sobra com Shashá, que percebe Mileninha com enorme liberdade nas costas da zaga. Atacante colorada, cara a cara com Jully, finaliza sem chance de defesa para a goleira. Tudo igual no Allianz!

16min – Muda o Palmeiras: Rafa Andrade por Camilinha.

17min – Sorriso expulsa por falta em Chú.

18min – Amarelo para Carol Baiana.

23min – Maria Alves recoloca o time da casa em vantagem.

29min – Thessa por Ari. Troca o Clube do Povo!

30min – Carol Baiana serve Chú, que amplia.

31min – Shashá deixa o campo com dores. Vem Duda Flores.

34min – Ottilia é a novidade no time de Belli. Chú deixa o campo.

37min – Katrine, de pênalti, marca o quarto.

39min – Dandara e Tainara entram, Duda Santos e Julia Bianchi saem.

43min – Maranhão entra para fazer sua estreia como profissional. Wendy deixa o campo.

45min – Mais cinco. Vamos a 50!

50min – Fim de jogo no Allianz.


Ficha técnica:

Palmeiras (4): Jully; Bruna Calderan, Agustina, Thaís e Camilinha (Rafa Andrade); Julia Bianchi (Tainara), Duda Santos (Dandara) e Katrine; Chú (Ottilia), Carol Baiana e Maria Alves. Técnico: Ricardo Belli.

Internacional (1): Vivi; Leidi, Bruna Benites, Sorriso e Ari (Thessa); Mari Pires (Mileninha), Djeni, Isa Haas e Shashá (Duda Flores); Ximena (Fabi Simões) e Wendy (Maranhão). Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Chú, aos 6’/1ºT e 30’/2ºT, Maria Alves, aos 23’/2ºT, e Katrine, aos 37’/2ºT (P). Mileninha, aos 15’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Isa Haas (I). Carol Baiana (P).

Cartão vermelho: Sorriso (I).

Arbitragem: Charly Wendy Deretti, auxiliada por Gizeli Casaril e Deise Genoefa Bellaver. Quarta árbitra: Adeli Mara Monteiro. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira.

Estádio: Allianz Parque-SP.

Raio-X: Gurias decidem vaga na final do Brasileirão A1

Gurias enfrentam o Palmeiras na manhã deste domingo/Foto: Jota Finkler

Manhã de decisão para as Gurias Coloradas! A partir das 11h deste domingo (05/09), as guerreiras do Clube do Povo enfrentam o Palmeiras, no Allianz Parque, pela partida de volta das semifinais do Brasileirão A1. Confira entrevista da Rádio Colorada com Maurício Salgado, técnico do Clube do Povo, projetando o duelo. A seguir, fique por dentro de tudo que você precisa saber sobre o confronto!

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Entrevista com Maurício Salgado, técnico das Gurias Coloradas

Transmissão 📻

Presente em todos os jogos das Gurias, a Rádio Colorada estará ao vivo a partir das 10h30 deste domingo. Dona da jornada mais vermelha do planeta bola, a emissora oficial do Clube do Povo acompanhará o duelo direto do Allianz Parque, apresentando, desde o primeiro minuto no ar, entrevistas exclusivas com membros da delegação alvirrubra. Confira a programação:

Domingo (05/09)Plataformas
10h30Portões AbertosInternet e App do Inter
11hJornada EsportivaInternet e App do Inter
13hVestiário VermelhoInternet e App do Inter
13h30Programação musicalInternet e App do Inter
Colorada já acompanhou as Gurias no Morumbi/Foto: João Callegari

O tradicional minuto a minuto das redes sociais das Gurias Coloradas (@guriascoloradasoficial no Instagram, @GuriasColoradas no Facebook e @ColoradasGurias no Twitter) acompanhará as principais emoções do duelo. Com imagens, SporTV e TikTok do Brasileirão Feminino anunciam transmissão.


Pra cima delas, Gurias! 💪

Gurias buscam a vitória diante do Palmeiras/Foto: Jota Finkler

Assim como nas quartas de final, quando precisavam superar o São Paulo, no Morumbi, para ficar com a vaga, as Gurias embarcaram para o duelo deste domingo com grande responsabilidade na bagagem. Diante do Palmeiras, as coloradas tentarão escrever mais um rico capítulo na inédita história que constroem no Brasileirão A1 de 2021, e, para tanto, realizaram intensa preparação na semana de véspera do embate.

Rendimento máximo com desgaste mínimo. Mantra das Gurias ao longo da semana, a frase foi utilizado por Maurício Salgado, na entrevista que concedeu para a Rádio Colorada neste sábado (04/09), para definir os últimos dias de trabalho do elenco. Comandante colorado, o profissional destacou que o foco esteve, sobretudo, voltado à recuperação das atletas – além, é claro, da análise do rival.

Foto: Ricardo Duarte

“Foi uma semana muito curta. Teve a questão de recuperar as atletas que jogaram, até porque os jogos têm uma intensidade muito alta, principalmente no desgaste mental. Então, foi uma semana muito de análise, do que a gente acertou e errou. Análise e recuperação, buscando o rendimento máximo com o esforço mínimo. Estamos bem confiantes, a semana foi bem produtiva.”

Maurício Salgado

O revés do Beira-Rio deixou um gosto amargo tanto para a torcida quanto no elenco. Melhores em campo e donas das principais oportunidades, as Gurias fizeram por merecer um resultado melhor também pela capacidade de reação que demonstraram ao longo dos 90 minutos de segunda-feira passada (30/08), quando nem mesmo as lesões de Fabi Simões e Shashá foram suficientes para abalar a equipe, que seguiu protagonista dentro de campo.

Foto: Jota Finkler

“Qualquer dinâmica que foge do programado é ruim, mas, no jogo, sempre pode acontecer o inesperado. A questão é estar pronto. A gente não esperava essas duas perdas no mesmo setor, de jogadores que são referências. Mas, o ponto positivo que eu tiro, é que o time conseguiu se adaptar, tanto com as que entraram quanto com as que já estavam. Ficamos satisfeitos com a atuação e muito insatisfeitos com o resultado.”

Maurício Salgado

Maurício também compartilhou suas expectativas para a partida deste domingo. Desfalcado da suspensa Rafa Travalão, o técnico das Gurias imagina um jogo bastante disputado no Allianz Parque, onde o Inter colocará mais uma vez à prova o DNA vitorioso que exibe sob seu comando, estilo esse que exigirá a tradicional hierarquia para se impor diante de um adversário qualificado.

Foto: Jota Finkler

“O DNA do Inter é de muita intensidade, de buscar toda hora ter a bola. Dentro disso, existem as estratégias, que dependem da realidade do jogo. Ora marcamos em um bloco muito mais alto, ora em bloco intermediário. Neste jogo, a tendência é que a gente alterne essas dinâmicas. Temos que buscar desde o primeiro minuto, com organização e sendo intensos, mas sem afobar.”

Maurício Salgado
Decisão deste domingo promete grande intensidade/Foto: Jota Finkler

Quem também concedeu entrevista nesta véspera de confronto foi a zagueira Bruna Benites. Capitã das Gurias Coloradas, a camisa três do Clube do Povo compartilhou suas impressões a respeito do embate, além de revelar como sentiu a preparação realizada pelo grupo.

Foto: Luiza Moraes/CBF

“Jogo difícil, como foi o primeiro. Decidido em detalhes. A equipe do Palmeiras é muito qualificada, com peças individuais que dispensam comentários. Vai ser uma guerra. Estudamos bastante, já tínhamos estudado a equipe delas, estudamos o jogo que passou, e vimos que estamos no caminho certo. Estou muito confiante de que vamos sair com um resultado positivo.”

Bruna Benites

Liderança do grupo, Bruna percebe o Inter pronto para fazer história. Do alto de sua experiência de 35 anos, a zagueira de três Olimpíadas não abraça ilusões cegas a respeito do potencial da equipe. Pelo contrário, percebe as Gurias tão preparadas quanto qualquer outro adversário, seja pelas qualidades do elenco, ou mesmo por seus defeitos.

“Sabemos da nossa qualidade, e das nossas falhas também,

mas não existe equipe imbatível.

Acredito que chegamos muito fortes para o segundo jogo.

Estamos a um passo da final, falta pouco!”

Bruna Benites
Bruna Benites sonha em conquistar o Nacional com o Inter/Foto: Luiza Moraes/CBF

Embora vasto, nem mesmo o currículo vitorioso é suficiente para ofuscar o brilho infantil que toma os olhos de Benites quando a capitã se permite imaginar levantando a taça nacional com a braçadeira colorada. Afinal de contas, a campeã de Libertadores e Mundial tem no Brasileirão A1 um dos raros títulos que ainda não conquistou na carreira. De acordo com a própria, camisa alguma lhe parece mais adequada para atingir o topo do país do que a do Clube do Povo.

Foto: Mariana Capra

“Particularmente, eu gostaria muito de ter essa experiência, principalmente vestindo a camisa do Inter. Tenho uma identificação muito grande com o Clube, um carinho muito grande. Se eu pudesse escolher, entre qualquer equipe do Brasil ou do mundo, eu escolheria o Inter. Sei que está muito perto, ainda falta passar alguns obstáculos, mas isso serve de motivação.”

Bruna Benites

Chaveamento 📖

A derrota de 1 a 0 na segunda passada, no Beira-Rio, obriga as Gurias Coloradas a jogarem por vitória de dois ou mais gols de diferença para avançar à decisão no tempo normal. Triunfo pelo escore mínimo levará o confronto do Allianz Parque aos pênaltis, enquanto demais resultados classificam o Palmeiras.

Inter precisa vencer em São Paulo/Foto: Jota Finkler

Quem avançar do duelo entre Inter e Palmeiras enfrentará, na decisão nacional, Corinthians ou Ferroviária. O Timão venceu a partida de ida, disputada em Araraquara-SP, por 3 a 1, e defende a vantagem na volta, marcada para as 20h deste domingo. Vale lembrar que a fase eliminatória do Brasileirão A1 não conta com saldo qualificado por gols marcados fora de casa como critério de desempate.


Arbitragem 👨‍⚖️

Charly Wendy Deretti apita, auxiliada por Gizeli Casaril e Deise Genoefa Bellaver, trio catarinense. Quarta árbitra: Adeli Mara Monteiro, de São Paulo. VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira, também de Santa Catarina.


Rival 🆚

Rival foi a campo no último meio de semana/Foto: Luiza Moraes/CBF

Se a semana colorada foi de treinos, a alviverde contou com partida pelo Paulistão Feminino. Na última quinta-feira (02/09), o Palmeiras foi superado por 1 a 0 pelo Santos, fora de casa, em confronto da quarta rodada estadual. O resultado deu fim à invencibilidade palestrina no torneio, apesar das presenças de Ary Borges, Tainara e Camilinha entre as titulares, e das entradas de Katrine, Thaís, Agustina, Julia Bianchi, Carol Baiana e Maria Alves no decorrer do jogo.

O insucesso dentro de campo contrastou com as excelentes notícias recebidas pelo elenco alviverde na terça-feira passada (31/08). Na data, Pia Sundhage divulgou sua primeira lista de convocadas para a Seleção Brasileira pós-Olimpíadas de Tóquio, e a nominata contou com três palestrinas. Katrine, lateral-esquerda e meio-campista, Thaís, zagueira e volante, e Ary Borges, meio-campista, participarão da Data FIFA marcada para os dias 13 a 21 de setembro.

Ary Borges foi convocada por Pia Sundhage/Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

Integrante da elite feminina brasileira desde a temporada passada, o Palmeiras busca, assim como o Inter, chegar a sua primeira final de Brasileirão A1. Eliminado nas semis de 2020, o Porco exibe sólida campanha na atual edição do torneio, com 13 vitórias em 18 partidas. Após a saída de Bia Zaneratto, que somava 13 gols, as atuais artilheiras da equipe são Carol Baiana e Agustina, ambas com cinco. Diante do Inter, Ricardo Belli estará desfalcado de Ary Borges, suspensa pelo terceiro amarelo.

Agustina (3) é uma das artilheiras do Verdão/Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

Palco 🏟️

Inaugurado em novembro de 2014, o Allianz Parque conta com capacidade para 42 mil pessoas. Casa do Palmeiras, o Estádio foi erguido sob o mesmo solo que abrigava o Palestra Itália, antigo endereço alviverde. Atualmente, o local conta com gramado sintético, inaugurado há mais de um ano e meio.

Panorama do Allianz Parque/Foto: Ricardo Duarte


Para repetir 2020 🔙

As palestrinas exibem excelente aproveitamento como mandantes no Allianz Parque. Casa do Palmeiras feminino desde setembro passado, o Estádio já presenciou 13 jogos da equipe de Ricardo Belli. Destes, 10 foram encerrados com vitória e dois com empate, números atingidos através de 41 gols marcados e 11 sofridos. Até hoje, somente uma equipe conseguiu vencer o time alviverde no palco. No caso, as Gurias Coloradas.

Clube do Povo levou a melhor em 2020/Foto: ME Sports

Pela 13ª rodada do Brasileirão A1 de 2020, Inter e Palmeiras disputaram o primeiro duelo feminino de sua história no dia 5 de outubro do ano passado. No Allianz Parque, as comandadas de Maurício Salgado viveram uma tarde de luxo, capaz de balançar as redes logo aos 16 minutos da etapa inicial, quando Djeni cobrou com precisão falta sofrida por Fabi Simões.

No segundo tempo, Belinha ampliou aos nove, após escanteio cobrado por Rafa Travalão, enquanto Jheniffer, servida por Byanca Brasil, marcou o terceiro no minuto 17. Ex-Inter, Rosana ainda descontaria para as palestrinas. A vitória de 3 a 1 do Clube do Povo encerrou invencibilidade de nove jogos do Palmeiras e levou as Gurias à terceira colocação nacional.

Resultado traz boas recordações à torcida colorada/Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

“Vai ser uma guerra”, projeta Bruna Benites sobre a decisão deste domingo

As Gurias Coloradas encerraram neste sábado (04/09) os preparativos para a partida de volta das semifinais do Brasileirão Feminino. Atividades de academia finalizaram semana marcada pela constante procura por máximo rendimento com mínimo desgaste. Após elas, a capitã Bruna Benites conversou com o Canal do Inter direto da concentração em São Paulo, e projetou o duelo decisivo diante do Palmeiras.

Foto: João Callegari

“É jogo difícil, como foi o primeiro, decidido em detalhes. A equipe do Palmeiras é muito qualificada, forte, com peças individuais que dispensam comentários. Vai ser uma guerra. Estudamos bastante, já tínhamos estudado a equipe delas, estudamos o jogo que passou, e vimos que estamos no caminho certo. Estou muito confiante que vamos sair com um resultado positivo.”

Bruna Benites

Superadas por 1 a 0 na partida de ida, as Gurias precisam de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para garantir a vaga no tempo normal, enquanto triunfo mínimo leva a decisão para os pênaltis. Árdua, a missão colorada encontra precedente em feito atingido pela equipe no ano passado, quando, após vitória de 3 a 1, o Inter se tornou a primeira e única equipe a vencer as palestrinas no Allianz. Sobre isso, Bruna também conversou com a mídia alvrirrubra.

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

“Cada jogo é um jogo. Ano passado foi um em que saímos felizes daqui, é óbvio que a gente sabe que é outro Campeonato, mas temos que trazer que, se batemos esta equipe uma vez, podemos fazer isso de novo. Vai ser um jogo difícil, na casa delas, mas, como o Maurício fala, a nossa casa é onde a gente passa a maior parte do tempo, e a gente passou a maior parte em gramados, em campo.”

Bruna Benites

A campanha construída até aqui já é a melhor das Gurias na história do Brasileirão Feminino. Semifinalistas de maneira inédita, as coloradas superaram inúmeras adversidades para chegar entre as quatro melhores equipes do Nacional. Em constante evolução, o time de Maurício Salgado chega pronto para buscar a vaga no Allianz, decidido a deixar um legado cada vez mais rico no Clube, como revela Bruna.

Foto: Ricardo Duarte

“Traçamos como objetivo estar na final desse ano, e evoluímos enquanto equipe no decorrer da competição. Perdemos atletas importantes, mas soubemos nos reinventar para superar as dificuldades. Chegamos muito fortes para esse jogo. A gente vem construindo nosso legado dentro do Clube, e estamos muito próximas de colocar mais uma vez nosso nome na história, passando para a final e, por que não, sendo campeãs!”

Bruna Benites

Multicampeã, Bruna Benites exibe currículo dos maios vitoriosos já vistos no futebol feminino brasileiro. Vencedora de diversos Estaduais, duas Libertadores e um Mundial, a zagueira de três Olimpíadas possuí pouquíssimas lacunas em sua carreira. Dessas, uma diz respeito ao Brasileirão Feminino, título ainda não conquistado pela capitã, que destaca, sem titubear, o Inter como o Clube de seus sonhos para levantar a cobiçada taça.

Foto: Mariana Capra

“Particularmente, eu gostaria muito de ter essa experiência, principalmente vestindo a camisa do Inter. Tenho uma identificação muito grande com o Clube, um carinho muito grande. Se eu pudesse escolher, entre qualquer equipe do Brasil ou do mundo, eu escolheria o Inter. Sei que está muito perto, ainda falta passar alguns obstáculos, mas isso serve de motivação.”

Bruna Benites

Inter e Palmeiras se enfrentam neste domingo (05/09), a partir das 11h, no Allianz Parque. Partida de volta das quartas de final do Brasileirão A1, a jornada não conta com saldo qualificado por gols marcados fora de casa como critério de desempate. Quem avançar do duelo enfrentará, na decisão, Corinthians ou Ferroviária.

Preparação encerrada: Gurias estão prontas para enfrentar o Palmeiras!

Semana foi de preparação para duelo em São Paulo/Foto: João Callegari

As Gurias Coloradas encerraram na manhã deste sábado (04/09) os preparativos para a partida de volta das semifinais do Brasileirão Feminino. A partir das 11h de domingo (05/09), o Clube do Povo disputa confronto decisivo diante do Palmeiras, no Allianz Parque, e a Rádio Colorada, bem como as redes sociais das Gurias, acompanharão cada detalhe de mais um capítulo histórico para o Futebol Feminino do Inter!

Rendimento máximo com desgaste mínimo: assim pode ser definida a semana de véspera do duelo em São Paulo. Iniciada na quarta-feira passada (01/09), a preparação das Gurias contou com exercícios físicos, técnicos e táticos, além de muita conversa entre o grupo de atletas e a comissão de Maurício Salgado, importante para alinhar os últimos detalhes da equipe que irá a campo diante do Palmeiras.

As Gurias chegaram a São Paulo ainda na sexta-feira (03/09), no final da tarde, horas depois de realizarem treino no gramado do Sesc Protásio Alves. Já no hotel que serve de concentração para o grupo na capital paulista, atividades de academia, organizadas na manhã deste sábado, deram fim aos preparativos para o embate semifinal.

“Foi uma semana muito curta. Tem a questão de recuperar as atletas que jogaram, até porque os jogos têm uma intensidade muito alta, principalmente no desgaste mental. Foi uma semana muito de análise, do que a gente acertou e errou. Análise e recuperação, buscando o rendimento máximo com o esforço mínimo. Estamos bem confiantes, a semana foi bem produtiva.”

Maurício Salgado

Superadas por 1 a 0 na ida, disputada na última segunda-feira (30/08), as Gurias precisam vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar à decisão. Triunfo mínimo leva a decisão para os pênaltis, enquanto demais resultados interessam às palestrinas. Desta forma, o time de Maurício Salgado buscará repetir feito que atingiu em 2020, quando, após bater o Palmeiras por 3 a 1, se tornou a primeira – e, até hoje, única – equipe a superar as alviverdes no Allianz.

Bastidores da histórica classificação das Gurias

ESTAMOS NAS SEMIFINAIS! As Gurias Coloradas fizeram história no domingo passado (22/08), e o Canal do Inter te apresenta os bastidores da gigante vitória de 3 a 1 sobre o São Paulo, que garantiu vaga entre as quatro melhores equipes do país. Confira!

O pós-jogo de uma manhã inesquecível

Gurias comemoraram muito a classificação histórica/Foto: João Callegari

As Gurias Coloradas viveram uma manhã inesquecível no Morumbi! Com gols de Fabi Simões, Ari e Shashá, o Clube do Povo superou o São Paulo por 3 a 1 e avançou, pela primeira vez na história, para as semifinais do Brasileirão Feminino. Conquistada com dois tentos marcados após os 40 minutos do segundo tempo, a vitória foi muito festejada pelas atletas do Inter, e a Rádio Colorada, presente no palco do jogo, acompanhou a comemoração de perto.

Responsável pelo segundo gol do Inter, tento que levava, até aquele instante, a decisão para os pênaltis, Ari foi a primeira entrevistada pela emissora oficial do Clube do Povo. Predestinada, a titular da lateral-esquerda revelou que, até poucos segundos antes de a bola ser alçada na área, não sabia se marcaria presença no campo de ataque para a jogada que colocou as Gurias na frente do placar.

Foto: Luiza Moraes/CBF

“Juro que, por um momento, eu não iria para a área. Estava cansada, a perna esquerda com cãibra. Mas alguma coisa me veio na cabeça para ir, e eu fui e fiquei em um lugar em que nunca me posiciono. Não esperava a bola ali. Foi emocionante fazer esse gol, fomos até o fim com as poucas soldadas que temos!”

Ari

Logo depois da defensora artilheira, quem falou foi Leonardo Menezes. O gerente de Futebol Feminino do Clube do Povo destacou a união do grupo colorado, e teve sua comemoração acompanhada por comentário de Rafael Pokorski, preparador de goleiras, que definiu a vitória como símbolo da garra que caracteriza a história do Internacional.

“Uma vitória do grupo, da superação e da vontade. É uma vitória do Inter, com o espírito que permeia todo mundo que está aqui. Não é da boca para fora: somos uma família, estamos aqui para conquistar coisas muito grandes, do tamanho do Internacional.”

Leonardo Menezes

“Essa vitória é extremamente importante, e vem com a cara do Inter. Acreditando até o final, na raça, com todas se entregando. Foi uma partida equilibrada, e o que decidiu foi a entrega. Uma vitória para a gente botar na história. Estamos nas semis!”

Rafael Pokorski

Reviva a emoção pós-apito final

Passados os festejos no gramado, as Gurias seguiram em celebração dentro dos vestiários do Morumbi. Por lá, a zagueira e capitã Bruna Benites, multicampeã ao longo de sua vitoriosa carreira, não conteve a euforia ao comentar a ambição do elenco colorado, além de deixar claro que, agora que o Inter está entre os quatro melhores times do país, os adversários terão vida difícil para superar a tradicional obstinação daqueles que vestem vermelho.

“Saímos de Porto Alegre com a consciência de que precisaríamos lutar muito, mas de que era plenamente possível. Nosso grupo merece. Ele pode ser reduzido, mas é qualificado. Prefiro correr do lado de 15 meninas dispostas a fazer o que for para vencer, do que com um monte que quer ser só mais uma. Tenho muito orgulho dessa equipe, e quero deixar um abraço para todo mundo que acreditou. Agora, vão ter que segurar. Deixaram chegar, vão ter que segurar.”

Bruna Benites
A íntegra da fala de Bruna Benites para a Rádio Colorada
Capitã vibrou muito com a vitória colorada/Foto: Luiza Moraes/CBF

O significado do feito atingido pelas Gurias no Morumbi foi repercutido por dois entrevistados que têm propriedade de sobra para falar em nome da instituição Internacional. Tanto Alessandro Barcellos, presidente colorado, quanto Claudio Curra, diretor de Futebol Feminino, valorizaram o projeto conduzido desde 2017 pelo Clube, coroado com feito que foi, é claro, atribuído às atletas, e dedicado para a Maior e Melhor Torcida do Rio Grande.

“É o mais longe que já chegamos. Então, estamos muito felizes – e fortes! Eu disse, antes do jogo, que ia ser no detalhe, mas foi melhor: foram dois detalhes. Com a cara do Inter, de raça, de garra, sem desistir nunca, como em todas as conquistas grandes do Clube.”

Claudio Curra
A fala de Claudio Curra para a Mais Vermelha

“É um momento importante, épico, resultado de um trabalho de continuidade, seriedade e comprometimento. Acreditamos sempre, esse é o Inter. Acreditamos no potencial do trabalho com raça, com determinação. Foi isso que a gente viu, hoje, no Morumbi. Quero parabenizar toda a comissão técnica, a direção e, principalmente, as atletas, que deram essa alegria ao torcedor, que merece essa vitória.”

Alessandro Barcellos
Presidente parabenizou o grupo de jogadoras

Quem falou sobre o jogo e a determinação apresentada pelo time foi o técnico Maurício Salgado, que exaltou o controle mental exibido pela equipe ao longo dos 90 minutos (mais acréscimos). A vitória, nas palavras do comandante, foi conquistada graças à fé das jogadoras no trabalho realizado, inabalável mesmo nos momentos mais delicados da partida, e persistente apesar do sol e do cansaço.

Foto: Luiza Moraes/CBF

“A gente tinha um proposta, e não desistimos dela. Quando o Inter estava muito melhor na partida, tomou o gol, e isso é impactante. Já o segundo tempo, a partir dos 30 minutos, nossa equipe estava desgastada, e aí vem aquela coisa de dentro. Hoje, o nosso grande mérito foi pensar no jogo. Teve coração a milhão, mas a cabeça no lugar. Isso é uma coisa que se espera quando se representa o Inter, e elas estão de parabéns.”

Maurício Salgado
Ouça a entrevista de Maurício Salgado para a emissora do Clube do Povo

Persistência, que se diga, é sinônimo perfeito para Shashá. Lateral-esquerda na ida e atacante na volta, a polivalente camisa 33 esperou o momento certo para marcar seu primeiro gol na temporada. Passados os 47 minutos do segundo tempo, ela percebeu enorme espaço na defesa paulista e não titubeou em decidir. Na correria, na qualidade e na vontade, colocou o Inter na semifinal.

Foto: João Callegari

“Foi uma emoção. No momento que recebi a bola, pensei em correr, e, quando a goleira veio para cima de mim, pensei em chutar. Quando bati e vi que foi na trave, saí para pegar a bola, nem que botasse com a mão. Não tinha feito nenhum gol ainda no Campeonato, mas foi o decisivo. É O INTER!”

Shashá

O gol de Shashá, inclusive, foi o único marcado sem participação da meio-campista Djeni no conjunto dos 180 minutos das quartas de final. Responsável por descontar o placar para o Inter, já nos acréscimos do segundo tempo, na partida do Beira-Rio, a camisa oito das Gurias também serviu Fabi e Ari no Morumbi. O protagonismo, de acordo com a própria, representa suas aspirações enquanto atleta do Clube do Povo.

Foto: Luiza Moraes/CBF

“Essa é a postura do Inter, agressiva. A gente busca a vitória em casa e fora. Viemos para buscar essa classificação. Eu não cheguei aqui para ser mais uma atleta. Vim para fazer história com essa camisa, para entrar na história do Clube. Hoje, fizemos história. Estamos nas semis de um campeonato importantíssimo.”

Djeni

Não existe hora boa ou ruim para marcar um gol, dizem. Maior alegria do futebol, a bola na rede é bem-vinda a qualquer momento. Ousando profanar as leis que regem o esporte mais popular do mundo, todavia, parece seguro afirmar que o tento de Fabi Simões saiu no instante certo, exatamente quando o São Paulo começava a crescer no jogo após largar na frente do placar. Alegre, a camisa sete dispensou quaisquer individualidades quando perguntada a respeito de mais uma grande atuação com o manto vermelho.

Foto: LiviaVillasBoas/CBF

“Estou muito feliz por estar trabalhando com esse grupo e fazendo história com a camisa do Inter. Sabemos que o Clube merece muito. A gente joga com o nome da frente para depois ser reconhecida com o nome de trás. Tento ajudar a equipe da melhor forma possível. Agora, temos que manter o pé no chão, pois o jogo das semis vai ser difícil.”

Fabi Simões

Poucas atletas entendem tão bem quanto Leidi a importância da classificação para as semis. Retomado em 2017, o Futebol Feminino do Clube do Povo estreou no Brasileirão A1 em 2019. Desde então, passadas duas edições na elite, as Gurias somavam duas eliminações consecutivas nas quartas. Garantido com a epopéia do Morumbi, o fim do tabu deixa o elenco ainda mais confortável para a sequência do torneio, como revelou a lateral-direita.

Parece que a gente nasceu de novo.

Sabíamos que a nossa hora ia chegar,

lutamos até o final. Agora,

Vamos em busca de algo melhor.”

Leidi

Do Morumbi, o grupo partiu em festa para dar sequência à logística preparada pelo Clube. A primeira parada após o jogo, é claro, ocorreu em restaurante, que recebeu o elenco para a prazerosa refeição das classificadas. Por lá, também foi criada uma sucursal do Beira-Rio, responsável por embalar, a batidas e cantoria, um inesquecível dia 22 de agosto, que ainda estava longe de ser encerrado.

Somente na noite de domingo as Gurias desembarcaram em Porto Alegre, carregando consigo a mais valiosa bagagem já recebida pelo futebol feminino gaúcho. Apoiadas pela torcida na última sexta (20/08), data da viagem para São Paulo, nossas guerreiras foram igualmente recebidas por seu povo no Aeroporto Salgado Filho, em bonita homenagem para as heroínas alvirrubras.

A caminhada, vale lembrar, está longe do fim. Na próxima semana, diante do Palmeiras, começa a luta por uma vaga na final. E coitados dos que ainda não acreditam na força de um grupo decidido como este a fazer história. Primeiro no Beira-Rio, depois no Allianz, buscaremos dar mais um passo em direção à taça. A receita para isso, sabemos, passará pelo trabalho. Vamos para cima, craques!

Seguimos juntas, fazendo história!/Foto: João Callegari

Gurias fazem história, superam São Paulo por 3 a 1 e avançam para as semifinais do Brasileirão A1

Gurias fizeram história no Morumbi/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

É NOSSA! A VAGA É NOSSA! A VAGA É DO CLUBE DO POVO! De virada, as Gurias Coloradas superaram o São Paulo por 3 a 1, na manhã deste domingo (22/08), e se classificaram para as semifinais do Brasileirão A1. Fabi Simões, Ari e Shashá marcaram no Morumbi, as últimas duas já depois dos 40 minutos da etapa final, e garantiram a vaga no tempo normal do confronto.

Na luta por vaga na decisão, o Inter enfrentará o Palmeiras, que eliminou o Grêmio, também neste domingo, após vitória de 4 a 1 no Allianz Parque. Semifinalista, a campanha de 2021 já é a melhor da história das Gurias no Brasileirão A1, e contará com, no mínimo, mais 180 minutos de feitos relevantes.

Festa das semifinalistas/Foto: João Callegari

Sem ceder às injustiças

A classificação não veio por acaso, há de se registrar. Após derrota de 2 a 1 na partida de ida, o cenário do Morumbi podia soar adverso, mas plenamente reversível. Em busca do resultado, as Gurias iniciaram a partida martelando o rival e empilhando oportunidades, deixando clara nossa ambição por protagonismo em nível nacional.

As 11 titulares de uma manhã inesquecível/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

O ditado, infeliz e teimoso, reforça, há anos, que chances desperdiçadas são punidas. E se as Gurias não fizeram, elas sofreram. Fortuito, o gol tricolor saiu aos 21, após cobrança de falta que explodiu no poste e retornou na cabeça de Gislaine. Abatimento, porém, não faz parte do dicionário do Inter, que logo empatou.

Corriam 34 minutos quando Fabi recebeu bom passe de Djeni e ganhou na briga e na vontade da marcadora. Artilheira das Gurias no Brasileirão, a camisa sete cortou ângulo para a perna direita e chutou no canto oposto, sem chances de defesa para Carla, que certamente ouviu a bola explodir no poste antes de estufar as redes tricolores. O placar de 1 a 1 finalizava o primeiro tempo!

Fabi comemora o empate colorado/Foto: Livia Villas Boas/CBF

PARA A HISTÓRIA!

Assim como nos instantes de abertura do jogo, o reinício do duelo presenciou importante volume ofensivo das Gurias, constantemente em busca de gol que, pelo menos, levaria a decisão para as penalidades. A pressão, porém, também significou considerável desgaste, consequência do intenso calor registrado na capital paulista. Superada a casa dos 15 minutos, o São Paulo começou a somar maior posse de bola.

Segundo tempo foi truncado para as Gurias/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

O segundo terço da etapa final tornou pessimistas os que não conhecem a história do Clube do Povo. Da casamata, Maurício promovia mudanças que deixavam o time mais ofensivo e com maior fôlego, mas a bola insistia em procurar os pés paulistas, que se adonavam do meio de campo. Pelo terceiro ano consecutivo, as Gurias deixavam o Brasileirão A1 nas quartas. Mas, em 2021, estávamos no Morumbi – no mês de agosto.

Proprietária das bolas paradas, Djeni Becker ajeitou com carinho, aos 40 minutos, antes de cobrar falta na intermediária direita de ataque. Com açúcar, a camisa oito levantou em conformidade ao manual, na altura da marca do pênalti. Por ali, a predestinada Ari apareceu livre para desviar à queima-roupa. Os pênaltis estavam garantidos, mas não satisfaziam a ambição das guerreiras vermelhas.

Predestinada, Ari!/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Desesperado, o São Paulo partiu para o ataque. Se a vaga ainda não estava perdida, o anímico para as penalidades ficava destroçado. Um gol, portanto, parecia imperativo para a equipe paulista disputar sua segunda semifinal nacional consecutiva. Ofensivo demais, entretanto, o rival esqueceu de Shashá. Velocista atacante que defende o Inter desde 2018, a camisa 33 recebeu de Wendy, aos 47, e teve caminho para avançar.

Gol no Beira-Rio, assistências no Morumbi: Djeni Becker/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Mais do que metros, Shshá percorreu, até a área paulista, anos – em específico, quatro, de história das Gurias. De frente para a goleira, a atacante finalizou com precisão. Em se tratando de Inter, contudo, o gol não poderia vir apenas na qualidade. Por isso, quando a bola explodiu no poste e voltou para a 33, ela apostou na raça. De carrinho, o gol saía. A vaga era nossa. Ninguém mais tirava. Coloradas? Também, mas classificadas!

Na raça, para a história, Shashá marcou/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Primeiro tempo

1min – Boa trama! Inter avança em velocidade pela esquerda do campo e Shashá tenta o cruzamento rasteiro. Antes de Fabi Simões, a zaga corta o perigo.

5min – UH! Ari finaliza de longe, com força. Bola sai por cima.

8min – Gurias seguem na pressão! Fabi recebe de Mari Pires, corta para dentro e finaliza. Com desvio, ela quase engana Carla, mas a goleira defende.

11min – Encaixa, Vivi! Yayá finaliza de longe, e goleira do Inter defende sem problemas.

Goleira ajudou Inter a conquistar a vaga/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

13min – PRA FOOORA! Djeni e Shashá tabelam na intermediária de ataque. Camisa 33 recebe na entrada da área e solta a bomba, que sai em tiro de meta para o São Paulo.

21min – Micaelly cobra falta fechada, na direção da área colorada. Cobrança explode no poste e, no rebote, Gislaine manda para as redes.

24min – SAAAAAALVA, CARLA! Ariane corta a marcação e, pela intermediária esquerda de ataque, solta a bomba. Goleira defende, e manda em escanteio.

26min – VIVIIIIII! Após bate-rebate na área colorada, goleira opera um milagre em arremate de Dani.

34min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOL! É DO IIIIIIINTER! É DAS GURIAS COLORAADAS! É DA MINHA ARTILHEIRA, DA MINHA SETE, É DE FABI SIMÕES! Djeni Becker serve linda bola para Fabi, que invade a área paulista pela direita e, mesmo com o desvio da zaga, consegue o domínio e finaliza com curva. A bola explode no poste e morre nas redes paulistas. Tudo igual no Morumbi!

Comemore o gol de Fabi com a narração da Rádio Colorada

44min – Duda recebe de Micaelly e, na área colorada, pela direita, finaliza rasteiro. Sem direção, ela sai em tiro de meta.

45min – Mais três. Vamos a 48.

46min – Duda amarelada. Chegou atrasada na Isa.

48min – Encerrado o primeiro tempo.

Fabi empatou na reta final do primeiro tempo/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

Segundo tempo

0min – Gurias voltam com mudança. Mari Pires sai, Wendy entra.

3min – UUUUUUUUUH! Shashá recupera a posse na saída paulista, avança até a meia-lua da grande área e manda uma bomba. Carla, espetacular, espalma.

9min – PRESSÃO! Fabi recupera na saída de bola, toma ela de Gislaine e, dentro da área, pela direita, cruza rasteiro. Antes de Djeni, defesa tira.

10min – POR CIIIIIIIIIMA! Fabi faz boa jogada pela direita e cruza rasteiro. Djeni ajeita para Leidi, que solta uma bomba. A bola assovia no poste superior.

Grupo unido em busca do resultado/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

11min – QUASE! Wendy invade a área colorada pela direita, supera duas marcadoras mas, na dividida com a terceira, a bola espirra e vai até Carla.

13min – Dani invade a área colorada pela esquerda e cruza. Na pequena área, Jaqueline fura o cabeceio. Tiro de meta.

17min – Troca o Clube do Povo. Vem Mileninha, vai Rafa Travalão.

18min – Naná é novidade no São Paulo. Duda deixa o campo.

21min – QUE CHEGADA! Fabi enfileira duas e serve Shashá, que escapa com campo aberto pela frente, invade a área e manda rasteiro. Carla defende em dois tempos.

Shashá brilhou no Morumbi/Foto: Luiza Moraes/Staff Images Woman/CBF

23min – Micaelly faz grande jogada, supera duas zagueiras do Inter e entra na área vermelha. Poderia passar, mas escolheu o chute e mandou por cima.

26min – Mai escolhida por Maurício. Entra no lugar de Leidi.

27min – Carol é novidade no time da casa. Glaucia sai.

35min – Vivi! Em contra-ataque rápido, Micaelly corta para a canhota e, próxima da pequena área, chuta rasteiro. Goleira do Inter defende.

36min – Fabi arrisca da intermediária ofensiva e a bola sai por cima.

40min – É NOOOOOOOOOOOOOOSSO! É GOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOL! É DAS GURIAS COLORADAS! É DO CLUBE DO POVO! É DA ACADEMIA FEMININA ALVIRRUBRA! É DA NOSSA PAIXÃO! ARI! ARI! ARI! Pela direita da intermediária de ataque, Djeni levanta na área paulista. Ari se projeta em frente à zaga rival e desvia, indefensável, para as redes. Viramos no Morumbi, empatamos no agregado!

A mais vermelha das narrações para o gol de Ari!

45min – Quatro de acréscimos. Vamos a 49.

47min – A VAGA É NOOOOOOOOOOOOOOOOSA! A VAGA É VERMELHAAAAAAAA! A VAGA É DAS GURIAS! A VAGA É NOSSA! É GOL! É GOL! É GOL! É GOL! É GOL! É GOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É CONTRA-ATAQUE DE ALMANAQUE! É DE SHASHÁ! É DE SHASHÁ! É DE SHASHÁ! É GOL! É GOL DA VITÓRIA! É GOL DA VAGA! Após escanteio pela direita, Isa serve Wendy no corredor direito. Ela tem espaço, ela tem vazio, e percebe Shashá nas costas da zaga. Da uruguaia para a camisa 33, que invade a área e chuta rasteiro. A bola explode no poste e volta para a atacante, que manda para dentro. De carrinho, para as redes. É GOL!

Se emocione com a narração da emissora oficial do Clube do Povo

49min – ACABOOOOOOOOOOOU! ACABOOOOOOOOOOOU! É NOSSA! A HISTÓRIA SEGUE SENDO ESCRITA! É NOSSA! É NOSSA A VAGA!


Ficha técnica:

São Paulo (1): Carla; Giovana, Lauren, Gislaine e Dani; Maressa, Yayá, Jaqueline e Micaelly; Duda (Naná) e Glaucia (Carol). Técnico: Lucas Piccinato.

Internacional (3): Vivi; Leidi (Maiara), Bruna Benites, Sorriso e Ari; Mariana Pires (Wendy), Isa Haas, Djeni e Shashá; Fabi Simões e Rafa Travalão (Mileninha). Técnico: Maurício Salgado.

Gols: Gislaine, aos 21’/1ºT (S). Fabi Simões, aos 34’/1ºT, Ari, aos 40’/2ºT, e Shashá, aos 47’/2ºT (I).

Cartão amarelo: Duda (I).

Arbitragem: Adriano de Assis Miranda, auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Diego Morelli de Oliveira. Quarta árbitra: Marianna Nanni Batalha.

Estádio: Morumbi-SP.

Raio-X: Gurias visitam o São Paulo na partida de volta das quartas do Brasileirão A1

Coloradas e tricolores lutam por vaga nas semis do país/Foto: Ricardo Duarte

É dia de decisão no Morumbi! As Gurias Coloradas visitam o São Paulo neste domingo (22/08), a partir das 11h, na partida de volta das quartas de final do Brasileirão A1. Superadas por 2 a 1 na ida, disputada no Beira-Rio, as comandadas de Maurício Salgado buscam fazer história com uma inédita classificação para as semis do país. Abaixo, fique por dentro de tudo sobre o grande confronto.


Transmissão 📻

Domingo de jornada dupla na Colorada/Foto: João Callegari

Faça chuva ou faça sol, a Rádio Colorada está sempre ao lado das Gurias Coloradas. Emissora oficial do Clube do Povo, a Mais Vermelha estará ao vivo a partir das 10h30 deste domingo, com reportagens direto do Morumbi, para apresentar o clássico do futebol feminino brasileiro. Confira a programação, que pode ser acompanhada via Site e APP do Inter:

AtraçãoPlataforma
10h30Portões Abertos
(São Paulo x Gurias Coloradas –
Quartas de final/Brasileirão A1)
Internet e App do Inter
11hJornada Esportiva
(São Paulo x Gurias Coloradas –
Quartas de final/Brasileirão A1)
Internet e App do Inter
13hVestiário Vermelho
(São Paulo x Gurias Coloradas –
Quartas de final/Brasileirão A1)
Internet e App do Inter
13h30Programação musicalInternet e App do Inter
17hRaio-X
(Santos x Internacional –
17ª rodada/Brasileirão)
Internet e App do Inter
17h30Portões Abertos
(Santos x Internacional –
17ª rodada/Brasileirão)
Internet e App do Inter
18h15Jornada Esportiva
(Santos x Internacional –
17ª rodada/Brasileirão)
Internet e App do Inter
20h15Vestiário Vermelho
(Santos x Internacional –
17ª rodada/Brasileirão)
Internet e App do Inter
21h30Programação musicalInternet e App do Inter

Com imagens, o Sportv e o TikTok do Brasileirão Feminino anunciam transmissão. As redes sociais das Gurias Coloradas (@guriascoloradasoficial no Instagram, @GuriasColoradas no Facebook e @ColoradasGurias no Twitter) também acompanharão o duelo, apresentando o tradicional minuto a minuto enriquecido por imagens dos principais lances da partida.


Pra cima, Gurias! 💪

Semana foi de trabalhos fortes no Sesc/Foto: João Callegari

As Gurias contaram com semana livre para se preparar para o duelo deste domingo. Após receberem o São Paulo na última segunda-feira (16/08), as atletas do Clube do Povo iniciaram na última quarta (18/08) os trabalhos prévios à partida do Morumbi. Realizados com enfoque na preparação física e na simulação de situações de jogo, os exercícios dominaram a rotina do Sesc Protásio Alves até a última sexta (22/08), quando o elenco embarcou para a capital paulista.

Em São Paulo, as Gurias encerraram a preparação para a partida do Morumbi com atividades na academia do hotel em que estão concentradas. Organizados por Douglas Libonorio, preparador físico da comissão técnica comandada por Maurício Salgado, os exercícios foram realizados no turno da manhã, que também contou com a realização dos testes para Covid-19, em conformidade ao protocolo da competição.

Trabalhos na academia encerraram preparativos/Foto: João Callegari

Retomado em 2017, o futebol feminino do Clube do Povo construiu rápida caminhada até a elite nacional. Integrante do Brasileirão A1 desde 2019, o Inter avançou para as quartas de final em todas as edições que disputou. Superadas por Flamengo, no ano de estreia na primeira divisão, e Avaí/Kindermann, na temporada passada, as Gurias têm a chance de, em caso de classificação sobre o São Paulo, escrever um novo e marcante capítulo na história da modalidade alvirrubra.

Em busca da vaga, o técnico Maurício Salgado conta com o excelente desempenho construído por suas comandadas fora de casa em 2021. Até aqui, as Gurias venceram cinco das sete partidas disputadas longe do Beira-Rio, superando Bahia, Flamengo, Napoli, Botafogo e São José. As esperanças coloradas passam também pelo bom ano das jogadoras de frente do Clube do Povo, fato comprovado nos seis gols já marcados por Fabi Simões e pelos cinco anotados por Mileninha.

Mileninha (17) e Fabi comemoram vitória em cima do Botafogo/Foto: Mariana Capra

Para avançar 📊

A fase de mata-matas do Brasileirão A1 não conta com saldo qualificado por gol marcado fora de casa como critério de desempate. Assim, qualquer vitória das Gurias por um gol de diferença levará a decisão da vaga nas semifinais para os pênaltis. Triunfo alvirrubro por maior vantagem garante classificação do Inter, enquanto os demais resultados interessam ao São Paulo.

Gurias vão em busca da vitória no Morumbi/Foto: Ricardo Duarte

Chaveamento 📖

O caminho até a final já é conhecido por todas equipes que disputam as quartas do Brasileirão A1. Se eliminar o São Paulo, o Inter enfrentará, nas semis, o classificado de duelo entre Palmeiras e Grêmio, confronto que teve seus primeiros 90 minutos disputados no último sábado (21/08), em Gravataí, e encerrados com placar de 2 a 1 para as gaúchas.

Inter já conhece caminho a ser percorrido em caso de classificação/Foto: Ricardo Duarte

Do outro lado da chave, Ferroviária ou Santos duelarão com o vencedor de embate entre Corinthians e Avaí/Kindermann. Enquanto as Guerreiras Grená superaram as Sereias, em Araraquara, por 3 a 2, o Timão ostenta larga vantagem após golear as catarinenses, na Ressacada, por 4 a 1. Vale lembrar que todos os confrontos eliminatórios serão disputados em partidas de ida e volta.

Segunda fase segue afunilando equipes do Nacional/Foto: Ricardo Duarte

Arbitragem 👨‍⚖️

Adriano de Asses Miranda apita, auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Diego Morelli de Oliveira. Quarta árbitra: Marianna Nanni Batalha.


Rival 🆚

Rival defende vantagem na partida deste domingo/Foto: DVG/São Paulo

Se a semana colorada ficou marcada pela ausência de jogos, o que permitiu a promoção de trabalhos intensos por parte da comissão técnica alvirrubra, a rotina do São Paulo foi um pouco diferente nos últimos dias. Na quinta-feira passada (19/08), o Tricolor perdeu por 2 a 1 para o Corinthians, na Fazendinha, em partida da segunda rodada do Paulistão, disputada por praticamente todas as titulares do time de Lucas Piccinato.

Apenas Lauren, Yayá e Micaelly, em relação aos 11 nomes que atuaram como titulares diante do Inter, não iniciaram o Majestoso de quinta-feira. Em seus lugares, Thais Regina, Cris e Jaqueline foram as respectivas escolhidas. O trio de novidades, todavia, é formado por atletas que também enfrentaram as Gurias, mas oriundas do banco de reservas. Das preservadas, somente a primeira não foi a campo durante o jogo contra o Corinthians.

Meio de semana tricolor contou com visita ao Corinthians/Foto: DVG/São Paulo

Grande destaque da temporada tricolor, a meio-campista Duda é a principal arma do São Paulo no Brasileiro A1. Dona de 10 gols no Nacional, a camisa 10, vice-artilheira da competição, serviu assistência para o tento de desconto marcado por Giovana no clássico passado. Para este domingo, quem pode aparecer como novidade ao lado dela é a ponta-direita Carol, disponível após cumprir suspensão na última rodada. Veloz, a atleta já balançou as redes em quatro ocasiões nesta temporada.


Palco 🏟️

Morumbi recebe partida desta manhã de domingo/Foto: DVG/São Paulo

Parcialmente inaugurado em 1960 e inteiramente entregue já em 1970, o Morumbi é a casa do São Paulo. Maior estádio particular do Brasil, o palco do duelo deste domingo conta com capacidade para 66.795 pessoas, além de campo oficial com dimensões de 105m de comprimento por 68m de largura.


Confronto de ida ⏱️

Djeni marcou para o Inter na última segunda-feira/Foto: Ricardo Duarte

O São Paulo levou a melhor no movimentado duelo disputado pelas duas equipes na semana passada. Após primeira etapa dividida em dois momentos, cada um com predomínio de um dos lados, os visitantes abriram o placar ainda no terço de abertura do tempo final, graças a penalidade convertida por Glaucia. Já no ocaso da partida, Duda ampliou para as paulistas, mas Djeni, nos acréscimos, descontou para o Inter e emparelhou o cenário para o embate deste domingo.

Gol deixa Gurias a uma vitória simples de igualar o agregado/Foto: Ricardo Duarte