Inter reforça importância do Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu, em 2003, o 28 de abril como Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Escolhida em razão de explosão que vitimou, em 1969, 78 trabalhadores de uma mina localizada na Virgína, Estados Unidos, a data será lembrada, na noite desta quarta-feira (28/04), através da iluminação cênica do Beira-Rio, que estará colorida em verde. A iniciativa, porém, passa longe de ser uma ação isolada no cotidiano do Clube do Povo.

Técnico em Segurança do Trabalho do Inter, Luis Eduardo Raya trabalha no Colorado desde abril de 2019. Entrevistado pelo Site do Clube, ele comentou que, em 2021, o tradicional ‘Abril Verde’ ocorre marcado pela preocupação com a pandemia do novo coronavírus – engajamento iniciado há tempos no Beira-Rio.

“O mês de abril é conhecido como ‘Abril Verde’ por duas datas: o Dia Mundial da Saúde, dia sete, e o de hoje. Como a gente está vivendo uma pandemia estratosférica, a OIT tem reportado os números para que todas as áreas de segurança de trabalho das empresas e organizações entendam como uma marca que precisa ser respondida. E nós, bem antes da própria OIT colocar isso em pauta, já estamos trabalhando forte, há muito tempo.”

Luis Eduardo Raya

Inspirado no exemplo da NBA, que em julho passado criou uma bolha sanitária para a disputa das rodadas finais da temporada 2019-2020, Raya destaca que o Clube sempre teve o objetivo de garantir que o Beira-Rio estivesse o mais seguro possível para seus frequentadores. Para isso, o Inter tem adotado práticas que superam, inclusive, o solicitado pelos protocolos das competições disputadas pelo Colorado.

“Na testagem, estamos indo muito além do que as competições pedem, e fazemos o teste rápido em 100% dos trabalhadores envolvidos nos jogos. A gente buscou as melhores práticas de tapetes sanitizantes e avaliações de temperatura, além da colocação de Guardian Safe em ambientes de grande circulação, que ficam sendo sanitizados constantemente para matar bactérias, vírus e fungos no ar.”

Luis Eduardo Raya

Tradicional, o engajamento do Inter em oferecer um ambiente de trabalho seguro é também atestado pela SESMA, setor voltado especificamente para assuntos de Segurança, Saúde e Meio Ambiente. Assim, através da adaptação de estruturas que já faziam parte de seu cotidiano, o Clube tem trabalhado para garantir a melhor estrutura possível para seus colaboradores, dedicação que, nas palavras de Raya, faz do Colorado um time “diferenciado em termos de protocolo e de ações em segurança e saúde do trabalho.”

Beira-Rio sedia rígido protocolo de segurança

Se nas arquibancadas do Gigante o Clube do Povo emulou, através de telões, murais e som ambiente, o tradicional clima vivenciado em partidas disputadas no Beira-Rio, os corredores internos de nossa casa conviveram, neste domingo de portões fechados, com muitas novidades. Atendendo às orientações das autoridades responsáveis, um rígido protocolo foi adotado para garantir a segurança de todos os profissionais envolvidos no duelo entre Inter e Esportivo.

As inovações na operação de jogo puderam ser percebidas logo na chegada ao Estádio. Organizado respeitando o distanciamento social, o estacionamento do Beira-Rio marcava o início de um caminho definido por bretes que conduzia, em fluxo único, os profissionais envolvidos na partida até o local de testagem para Covid-19, a qual era antecedida por avaliação da temperatura do indivíduo. Uma vez no interior do Gigante, tapetes higienizadores, totens de álcool em gel e elucidativa comunicação visual estiveram espalhados pelos corredores de nossa casa.

Todo o processo, é claro, foi monitorado por câmeras e acompanhado por funcionários devidamente orientados. Além disso, o uso de máscaras foi obrigatório para todos, com exceção dos atletas que estavam dentro de campo. Assim, o Gigante, acostumado a servir de exemplo como caldeirão, ofereceu, neste domingo, uma valiosa demonstração enquanto palco seguro.

O Gigante sempre faz a diferença

Foram quase cinco meses de espera. Distante do Beira-Rio desde o dia 8 de março, o Clube do Povo retornou, neste domingo (02/08), ao templo que tem o privilégio de chamar de casa. Extremamente à vontade no tapete verde do Gigante, a equipe de Eduardo Coudet goleou o Esportivo e avançou para a final do segundo turno estadual. Embora conquistada em um Estádio com portões fechados, a vitória passou, como sempre, pelo apoio da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande, que teve sua paixão devidamente representada nas arquibancadas do número 891 da Padre Cacique.

O Inter prestou uma justa homenagem aos colorados e coloradas que, devido à pandemia, não puderam comparecer ao Beira-Rio. Simbolizando seus milhões de torcedores e milhares de associados, o Clube posicionou, na arquibancada inferior, um belíssimo mural de 140m de comprimento por 25m de altura com a imagem do povo vermelho. A ação integrou todo um conjunto de iniciativas organizado para dar o tradicional clima de caldeirão ao Beira-Rio.

No mesmo setor do Estádio, por exemplo, destacaram-se telões, que projetaram tanto vídeos da tradicional festa da torcida alvirrubra, quanto homenagens aos profissionais de saúde, acompanhadas de mensagens de conscientização para a sociedade gaúcha. Por fim, o sistema de som do Gigante reproduziu os cânticos que sempre embalam o Rolo Compressor, completando o clima de jogo reproduzido neste domingo.

A segurança, inclusive, foi outra característica que se sobressaiu no Gigante. Após promover intensa campanha de conscientização nos últimos dias, reforçando que a volta dos jogos ao Beira-Rio não significava o restabelecimento da normalidade em nosso país, que ainda sofre com a pandemia do novo coronavírus, o Clube do Povo adotou rígido protocolo de segurança para proteger os profissionais envolvidos no confronto.

Nota oficial: resultados de testes para Covid-19

O Sport Club Internacional comunica que, seguindo o protocolo estabelecido pela Federação Gaúcha de Futebol, finalizou a bateria de testes RT-PCR nos atletas, comissão técnica e equipe de apoio do departamento de futebol. De todos que foram testados, foi detectado um caso positivo de coronavírus em atleta. O mesmo encontra-se assintomático e já está afastado das atividades. Todos os demais exames deram resultado negativo para Covid-19.

Após o treinamento desta terça-feira, o grupo entra em regime de concentração para as próximas três rodadas do Campeonato Gaúcho. Apenas a delegação que participará do clássico Gre-Nal se deslocará para Caxias do Sul, retornando a Porto Alegre logo após a partida.

Desde a retomada dos trabalhos, o Clube realizou mais de 700 testes para coronavírus nos seus profissionais. O Inter seguirá mantendo os protocolos rígidos para garantir a segurança e saúde de todos seus trabalhadores e, por consequência, contribuindo com a sociedade gaúcha.