Gabi Barbieri é convocada para a Seleção Brasileira principal

Barbieri é seleção!/Foto: Rebeca Reis/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol anunciou, na manhã deste domingo (19/06), a convocação da goleira Gabriela Kasper Barbieri, do Sport Club Internacional, para a Seleção principal. A atleta colorada foi chamada após a lesão de Lelê, que atua pelo Corinthians. Neste período, o Brasil disputará amistosos contra Dinamarca e Suécia, previstos para os dias 24 e 28 de junho, respectivamente.

O jogo contra a Dinamarca será no Estádio Parken, na cidade de Copenhague-DIN, às 14h. Já o confronto com a Suécia ocorrerá às 13h30, na Friends Arena, em Estocolmo-SUE. Após os amistosos, o Brasil disputará a Copa América da Colômbia, com início marcado para o dia 8 do próximo mês. A Seleção está na chave B, junto de Argentina, Peru, Uruguai e Venezuela. As partidas acontecerão nos estádios Pascual Guerrero e Centenário Armênia. A final está marcada para o dia 30 de julho.

Zagueiro colorado celebra título com Seleção Brasileira Sub-17

João Dalla Corte representou a Seleção (Foto: Bruno Pacheco/CBF)

Na tarde desta segunda-feira (18/04), a Seleção Brasileira Sub-17 venceu a Argentina por 2 a 1 e voltou a conquistar o tradicional Torneio de Montaigu, após 38 anos. Entre os titulares da equipe canarinho está o zagueiro colorado João Dalla Corte.

Além do título, o Brasil encerrou sua participação sem perder nenhum jogo e com o melhor ataque, com 11 gols marcados. Na partida final os gols brasileiros foram anotados por Endrick e Luis Guilherme. A seleção comandada pelo técnico Phelipe Leal foi formada por César, Vítor Reis, Da Mata, João Dalla Corte e João Henrique; Vitor Figueiredo, Lucas Camilo e Dudu (Bernardo Valim); Pedrinho (Victor Gabriel), Luis Guilherme e Endrick (Felipe).

Titular durante toda a campanha, Dalla Corte que marcou um gol contra o México vibrou muito com a conquista: “foi uma sensação inexplicável logo no meu primeiro campeonato com amarelinha já sair campeão. Estou muito orgulhoso”, disse.

O jovem ainda ressaltou o trabalho da comissão técnica: “eles conseguiram nos passar toda a experiência deles e foi muito importante, não só para mim como para todos os atletas do grupo. Graças a eles conseguimos chegar soltos e muito confiantes para o torneio”, explicou João Dalla Corte que no retorno para Porto Alegre se reapresenta no time Sub-17 e já trabalha visando a estreia na Copa do Brasil da categoria, prevista para o dia 27 de abril.

Camisa 4, João Dalla Corte comemorou muito a conquista (Foto: Bruno Pacheco/CBF)

Preparador de goleiras das Gurias é convocado para a Seleção Brasileira

O preparador de goleiras das Gurias Coloradas, Felipe França, foi convocado para representar a Seleção Brasileira Feminina. Além dele, Mayara, goleira do Internacional, está presente na convocação. O primeiro embate do time comandado por Pia Sundhage será contra a Espanha, nesta quinta-feira (07/04), em jogo marcado para as 15h no horário de Brasília.  

Bom, receber este convite do Thiago Mehl foi uma honra imensa pois tenho ele como uma referência na nossa área. Já temos uma amizade de algum tempo que foi criada, pois anteriormente trabalhava com a Bárbara, que era goleira da Seleção. Ele monitorava a todo momento o nosso trabalho, e a partir daí criamos um vínculo onde trocamos ideia sobre treinamento de goleiras e o que pode ser praticado para evolução da modalidade.

Felipe França comenta sobre a felicidade de receber o convite de Thiago Mehl.

Nesta Data FIFA, além da Espanha, o Brasil também enfrentará a Hungria. O duelo será na próxima terça-feira (11), às 15h30 (Horário de Brasília), na Pinatar Arena, em San Pedro de Pinatar (ESP). O duelo também contará com transmissão ao vivo da TV Globo e do Sportv.

Trio de coloradas é convocado para a Seleção Sub-20

Sexta-feira canarinho no Clube do Povo! Depois de Mayara ser chamada para a Seleção principal, três atletas das Gurias Coloradas foram convocadas pelo técnico Jonas Urias, neste dia 18 de março, para a disputa do Sul-Americano Sub-20. Gabi Barbieri, goleira, e Mileninha e Biazinha, atacantes, estão entre as 22 jogadoras que representarão o Brasil na competição que ocorrerá no próximo mês de abril, no Chile.

O Brasil venceu todas as oito edições já disputadas do Sul-Americano Feminino Sub-20. Em busca da nona taça, a Seleção figura no Grupo B do torneio, chave que também conta com Paraguai, Equador, Uruguai e Bolívia. A estreia canarinho está marcada para as 16h da quinta-feira 7 de abril, e terá como rival a equipe charrua. Antes isso, o grupo estará reunido desde o dia 21 de março, quando iniciará, em Pinheral, a preparação para o certame. Parabéns, Gabi, Milena e Bia!

Tesourinha, uma centenária lenda colorada

Ídolo (C) marca, no Eucaliptos, um de seus 178 gols pelo Inter

Se você é hoje torcedor colorado e herdou esta paixão centenária, muito se deve a um sujeito chamado Osmar Fortes Barcelos, o lendário Tesourinha. Um legítimo craque, revelado no Celeiro de Ases, que ajudou a catapultar a fama do Rolo Compressor e o nome do Sport Club Internacional pelo Brasil afora. Mais do que isso, um atleta nascido para jogar no Clube do Povo.

No Dia do Torcedor Colorado, celebrado neste 17 de dezembro, vamos relembrar a trajetória do histórico ponta-direita que completaria um século de vida em 2021, mas que permanece eternizado na raiz de cada alvirrubro.

Imagem: Revista Panorama Esportivo

O primeiro capítulo da história entre Inter e Tesourinha foi escrito ainda no nascimento do ídolo, em 3 de outubro de 1921. Osmar Fortes Barcellos viveu sua infância na Ilhota, primeira grande favela de Porto Alegre, marcada pela mistura de futebol e samba, que em 1909 também serviu de berço colorado.

Seu apelido veio de um bloco carnavalesco, chamado ‘Os Tesouras’, do qual ele e familiares faziam parte. Mas poderia também ser referência à maneira como cortava os adversários, em dribles desconcertantes, muito comparado aos de Garrincha.

Bem-humorado, o ídolo divertia-se ao explicar o motivo do apelido: “Por causa de um bloco chamado Os Tesouras, que no final da década de 30 fez misérias na Cidade Baixa (bairro de Porto Alegre). Diziam que eu fazia misérias com os adversários, daí o apelido”.

Tesourinha infernizava os adversários pela ponta-direita

Quando de fato chegou ao Inter, em 1939, ainda era franzino e muito pobre. Assim, ganhou do Clube a autorização especial para pegar diariamente dois litros de leite nos armazéns próximos ao Estádio dos Eucaliptos.

Sua chegada ao Inter culminou com a formação do famoso Rolo Compressor, com o qual foi octacampeão citadino e gaúcho, tornando-se o quinto maior artilheiro da história colorada, com 178 gols. Formou, junto de Carlitos, Adãozinho e Villalba, um dos principais ataques da história do futebol brasileiro. Ajudou o Clube do Povo a se consolidar como maior time do Rio Grande do Sul, além de garantir a vigente supremacia no clássico Gre-Nal, obtida em 1945.


Atingiu feito raro entre os gaúchos na sua época ao ser convocado para a Seleção Brasileira – o primeiro atuando no Inter. Superou a desconfiança da imprensa do eixo Rio-São Paulo e foi igualmente brilhante, sendo eleito por duas vezes o melhor jogador do continente. Entre seus títulos com a Seleção, conquistou a Copa América de 1949 e a Copa Roca, em 1945. Era nome certo para a Copa do Mundo de 1950, no Brasil, mas acabou cortado pelo técnico Flávio Costa por causa de uma grave lesão no joelho.


Na despedida do Estádio dos Eucaliptos, em 1969 – vitória por 4 a 1 sobre o Rio Grande -, foi homenageado ao ingressar em campo no segundo tempo para receber um último aplauso da nação colorada. Como merecida recordação, levou para casa as redes da goleira, tanta vezes balançadas por ele, retirada com uma tesoura – emblemática.

Edenilson volta a atuar pelo Brasil durante vitória de 4 a 1 sobre o Uruguai

Edenilson foi a campo pelo Brasil diante do Uruguai/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira goleou o Uruguai, na noite desta quinta-feira (14/10), em partida da 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. A vitória de 4 a 1 do time do técnico Tite, campeão da Sul-Americana com o Inter em 2008, marcou a segunda atuação de Edenilson vestindo verde e amarelo. Alçado a campo aos 42 do segundo tempo, o meio-campista do Clube do Povo teve mais uma boa atuação pela Canarinho.

Edenilson entrou em campo no lugar de Fred, atleta cria do Celeiro de Ases que brilhou com assistência para o primeiro gol do Brasil, marcado por Neymar aos nove da etapa inicial. Com a camisa 15 às costas, o vice-artilheiro colorado no Brasileirão atuou na segunda função do meio de campo canarinho, com liberdade para se movimentar a partir do corredor direito da região central. Inserido nesta dinâmica, participou das duas últimas tramas da Seleção no jogo ao longo dos poucos mais de seis minutos que permaneceu em campo antes do apito final.

Craque colorado teve boa movimentação nos minutos que permaneceu em campo/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Primeiro, Edenilson tabelou com Everton Ribeiro e, após escapar pelo centro, abriu jogo até Gabigol, que levantou para a área. Em velocidade, Neymar conseguiu o domínio dentro do retângulo, mas foi travado antes de arrematar. No lance, SuperEd aparecia com espaço na altura da marca do pênalti. Logo depois, o oito colorado só não deu assistência para o 10 do Brasil por culpa de Coates, que impediu que bonita trama da dupla fosse concluída com gol. Na cobrança da falta, o atleta do PSG quase fez o quinto, mas mandou por cima.

Da direita do meio para o campo inteiro: prazer, Edenilson/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Segunda partida de Edenilson pelo Brasil, que já estreara com a amarelinha no último dia 10 de setembro, quando o time de Tite superou o Peru por 2 a 0 em confronto da 10ª rodada das Eliminatórias para a Copa, a vitória sobre o Uruguai levou a Seleção aos 31 pontos na tabela. Com 15 de vantagem para a Colômbia, atual quarta colocada, a Canarinho, líder da corrida sul-americana para o Catar, está virtualmente classificada para o Mundial de 2022. Já SuperEd retorna ao Inter após ser desfalque nas três últimas rodadas.

Edenilson volta a ser convocado por Tite

Edenilson já marcou nove gols no Brasileirão 2021/Foto: Ricardo Duarte

O artilheiro do Brasileirão voltou a ser convocado para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo! Camisa oito colorado, Edenilson foi relacionado pelo técnico Tite para nova rodada tripla sul-americana. O meio-campista, que estreou pela Seleção Brasileira na Data FIFA mais recente, integra lista de 25 nomes divulgada nesta sexta-feira (24/09), e que também conta com o goleiro Alisson e o meia Fred, crias do Celeiro de Ases.

Entrevistado pelo Canal do Inter acerca da convocação, SuperEd compartilhou o sentimento de ser convocado pela segunda vez consecutiva para a Seleção. Realizando, mais uma vez, um sonho de criança, o camisa oito destacou o alto nível dos companheiros de Brasil, time que atualmente lidera as Eliminatórias Sul-Americanas com incríveis 100% de aproveitamento nas oito rodadas que já disputou. Além disso, Edenilson comentou como ele e família receberam a notícia do chamamento por Tite.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

“Muito feliz, honrado, de estar podendo representar o nosso país juntamente com a Seleção. Como falei da outra vez, é a melhor do mundo, com os melhores jogadores, então, sei o quão difícil é chegar até ela, e valorizo muito isso. Foi bem emocionante. Estava em casa, ansioso, porque sabia da possibilidade, tinham essas questões burocráticas de novo, de quem seria liberado e quem não seria. Meu filho também ficou emocionado de novo, dessa vez não filmei ele, mas tenho certeza que está muito feliz.”

Edenilson

Dono de oito gols no Brasileirão 2021, Edenilson integra grupo que enfrentará, nos dias 7, 10 e 14 de outubro, as respectivas equipes de Venezuela, Colômbia e Uruguai. O clássico com os charruas ocorrerá em Manaus, enquanto os dois primeiros duelos serão realizados com mando adversário. O meio-campista tem apresentação marcada para o próximo dia 4, segunda-feira seguinte à partida entre Inter e Atlético-MG.

Edenilson estreou pelo Brasil no último dia 9 de setembro, em vitória sobre o Peru/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Edenilson estreia pela Seleção durante vitória brasileira sobre o Peru

SuperEd é seleção!/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O dia 9 de setembro de 2021 jamais será esquecido por Edenilson. Aos 31 anos e 266 dias de idade, o camisa oito colorado disputou, nesta quinta-feira (09/09), sua primeira partida pela Seleção Brasileira. Ao todo, SuperEd atuou durante 11 minutos na vitória de 2 a 0 da Canarinho sobre o Peru, válida pela 10ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 e sediada na Arena Pernambuco.

Convocado por Tite no final do mês de agosto, o meio-campista foi entrevistado na Zona Mista Virtual organizada pela CBF após a partida. Nos bastidores da Arena Pernambuco, Edenilson destacou a receptividade dos nomes mais tarimbados do grupo junto aos estreantes da Seleção, acolhimento importante para que os trabalhos fossem realizados da melhor maneira possível.

“O que eu levo é a força do grupo. Desde o primeiro dia, me receberam muito bem, trataram como se eu já estivesse aqui. Isso facilita. Foi uma experiência única. O professor falou, logo no começo, para a gente deixar de lado o orgulho e concentrar na partida, e foi isso que tentei fazer. Queria trabalhar com a maior seriedade possível para poder ajudá-los.”

Edenilson
Edenilson saiu do banco nesta quinta-feira/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Ed entrou em campo aos 38 minutos do segundo tempo. Com a 15 às costas, o meio-campista acertou todos os seis passes que deu para seus companheiros, e também obteve êxito no lançamento que arriscou. Segura, a atuação toma contornos ainda mais positivos quando considerada a expectativa natural que tomou o atleta no momento em que foi chamado por Tite.

“Esse é o sonho de todo jogador, de todo menino brasileiro. A gente sonha, mas nunca sabe como vai ser o sonho quando realizado. Se entra querendo fazer de tudo um pouco, mas, também, precisa estar concentrado para fazer os movimentos treinados. Como falei, estou aqui há mais de 10 dias treinando intensamente, igual aos meus companheiros, e procurei entrar para ajudá-los a manter o resultado que já tinha sido construído.”

Edenilson
Meio-campista não errou nenhum passe na partida/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Será breve o intervalo até a próxima Data FIFA, uma vez que o Brasil volta a campo já no dia 7 de outubro, quando visitará a Venezuela. Logo depois, na terça-feira dia 12, o Uruguai enfrentará os comandados de Tite na Arena da Amazônia, em Manaus. Até lá, Edenilson, atual artilheiro do Brasileirão ao lado de Bruno Henrique e Gilberto, todos com oito gols, sabe o que precisa fazer para seguir monitorado de perto pela comissão canarinho.

“O mesmo que me trouxe até aqui, ou mais,

já que a gente sempre tem margem de melhora;

é isso que vou procurar fazer para, quem sabe,

ser lembrado nas próximas.”

Edenilson
Atleta colorado buscará novas convocações para a Seleção/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Que se diga: nada têm de clubistas os elogios feitos a Edenilson. Até mesmo o volante Casemiro, um dos melhores do mundo na posição, destacou o desempenho apresentado por SuperEd nas atividades realizadas pela Seleção. Um dos capitães de Tite, o camisa cinco comemorou, em entrevista concedida ainda no gramado, logo depois do apito final, o vasto leque de alternativas atualmente disponíveis para o meio de campo do Brasil.

O Edenilson fez bons treinamentos,

entrou bem no jogo hoje.

Isso é bom para abrir o leque,

porque nós temos, no mínimo,

três seleções de grandes jogadores.”

Casemiro
Casemiro (5) elogiou o desempenho de Edenilson/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

De todos os sorrisos que despertou com sua estreia pelo Brasil, porém, o mais comemorado por Edenilson certamente foi o de seu filho Murilo. Há cerca de duas semanas, o garoto não conteve as lágrimas quando soube da convocação do pai, proporcionando cena que conquistou a todos pelo país. Nesta quinta, a emoção deve ter tomado conta da família dos Santos mais uma vez. Vez esta que, no que depender da ambição do super-herói da casa, está longe de ser a última.

Brasil tem classificação encaminhada

Devido à suspensão do clássico diante da Argentina, que seria disputado no último domingo (05/09), e também ao adiamento de partida contra a Colômbia, que integra a quinta rodada, o Brasil disputou somente oito partidas até aqui nas Eliminatórias da Copa do Mundo, e venceu todas. Com 24 pontos, a equipe de Tite lidera lidera com folga a corrida das seleções sul-americanas pelas quatro vagas diretas para o Mundial do Catar.

Gabi Barbieri, Maiara e Mileninha são convocadas para a Seleção Brasileira Sub-20

A segunda-feira (30/08) de decisão para as Gurias Coloradas foi inaugurada em grande estilo, com a presença de três atletas do grupo principal na lista de convocadas para a Seleção Brasileira Sub-20. Gabi Barbieri, Mai e Mileninha foram relacionadas pelo técnico Jonas Urias para período de treinos que ocorre na Data FIFA dos próximos dias 13 a 21 de setembro.

Mileninha, com cinco gols, é a vice-artilheira das Gurias em 2021/Foto: Mariana Capra

Sediada no CT do Brasiliense, localizado no Distrito Federal, a semana de trabalhos da Amarelinha contará com jogos-treinos contra Real Brasília e Minas Brasília, equipes que disputaram a elite do Brasileirão A1 deste ano. Além de integradas ao grupo principal, as coloradas convocadas também estão envolvidas na disputa do Nacional Sub-18, torneio que tem no Inter uma de suas equipes semifinalistas.

Edenilson é convocado para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo

O meio-campista colorado Edenilson foi convocado pelo técnico Tite para a disputa de rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Presente em lista divulgada nesta sexta-feira (27/08), o camisa oito do Clube do Povo defenderá a Seleção Brasileira nos jogos contra Chile, Argentina e Peru, previstos para os próximos dias 2, 5 e 9 de setembro.

SuperEd foi convocado para rodada tripla das Eliminatórias da Copa do Mundo/Foto: Ricardo Duarte

Em entrevista para Canal do Inter, SuperEd comemorou o feito, inédito em sua carreira. O camisa oito fez questão de registrar a felicidade de ser escolhido para defender “a melhor seleção do mundo”, como definiu, além de compartilhar a convocação com todos os seus companheiros de dia a dia, tanto do presente quanto do passado.

“Fico muito feliz. É uma sensação única, difícil descrever, um sentimento que não cabe dentro do peito. Na hora, quis ligar para a minha família e agradecer cada companheiro, os de hoje e os que passaram. A gente sabe que o futebol é trabalho coletivo, em que, às vezes, um se sobressai mais e é chamado. Só tenho a agradecer. Representar a maior seleção do mundo, que tem mais história, o país do futebol! São poucos que têm esse privilégio, e me sinto honrado.”

Edenilson

A convocação chega em reconhecimento à grande temporada que o atleta vive com a camisa do Clube do Povo. Artilheiro do Brasileirão, ao lado de Bruno Henrique e Gilberto, com oito tentos, o gaúcho de Porto Alegre também já ofereceu cinco assistências no campeonato, números que lhe tornam o jogador com maior participação em gols na competição.

Ninguém no Brasileirão criou mais gols do que o oito do Inter/Foto: Ricardo Duarte

No Inter desde 2017, o camisa oito colorado é um dos nove nomes que foram adicionados à lista originalmente divulgada no último dia 13 de agosto. A convocação destes novos jogadores ocorre em meio às incertezas que rondam a presença de atletas da Premier League na rodada tripla, uma vez que o Brasil aparece na lista vermelha do Reino Unido, indicado como país de alto risco de contaminação por Covid-19.

Confira o calendário da Seleção:

02/09 – Chile x Brasil – 22h
05/09 – Brasil x Argentina – 16h
09/09 – Brasil x Peru – 21h30

Camisa oito é o artilheiro do Brasileirão/Foto: Ricardo Duarte

Duelo contra companheiros

Edenilson encontrará dois companheiros de Inter durante sua caminhada com a Amarelinha. Adversário na primeira das três rodadas que serão disputadas neste início de setembro, o Chile contará com o atacante Carlos Palacios, enquanto o Peru, rival no dia 9, convocou Paolo Guerrero. Sobre as coincidências, o camisa oito revelou a expectativa por enfrentar seus colegas de equipe, mas deixou claro o resultado que espera para o final:

“Primeiro, vou focar no jogo contra o Atlético-GO,

para ajudar a equipe junto do Paolo e do Palacios.

Depois, que a gente possa se encontrar

– e o Brasil sair vencedor desses confrontos.”

Edenilson
Melhor volante do Brasileirão 2020 defenderá a Seleção/Foto: André Porto