Gurias Coloradas avançam para a final do Brasileirão Sub-16

Gurias seguem em busca do bicampeonato/Foto: Adriano Fontes, CBF

As Gurias Coloradas estão na final do Brasileirão Sub-16! Após empate de 2 a 2 no tempo normal, com dois gols de Berchon, o Inter superou o São Paulo nos pênaltis, por 5 a 3, e avançou à grande decisão do Nacional. Amanda Locatelli, Gaby Tomé, Berchon, Mai e Maranhão converteram as cinco cobranças do Clube do Povo.

Atuais campeãs do torneio, as Gurias enfrentarão o Corinthians na luta pelo bicampeonato. Após empate sem gols, as paulistas eliminaram o Minas Brasília, nos pênaltis, na tarde desta sexta-feira (02/07). Na decisão, a exemplo do que ocorrera nas semis, qualquer empate no tempo normal levará o confronto para as penalidades.

A euforia pós-pênaltis/Foto: Adriano Fontes, CBF

Truncado e pautado pelo equilíbrio na posse de bola, o primeiro tempo foi encerrado com as melhores oportunidades pertencendo ao Inter. Logo aos dois, Tainá Maranhão fez grande jogada pela esquerda e cruzou rasteiro, na medida para Bruna Wink, que chutou mascado. A goleira defendeu e, no rebote, Berchon mandou ao lado do poste. Já nos minutos finais, coube à dupla de Gabis protagonizar as chances mais claras.

Primeiro tempo foi bastante disputado/Foto: Adriano Fontes, CBF

Primeiro, aos 26, Berchon serviu Tomé pela esquerda, e a camisa 19 encobriu a goleira com estilo, mas não acertou a meta. Seis minutos mais tarde, a jogada foi repetida, desta vez pela direita, e acabou nas redes paulistas. O tento, porém, foi anulado por impedimento duvidoso, decisivo para a manutenção do zero no placar até o intervalo.

O reinício de partida não poderia ser melhor para as Gurias. Berchon, antes mesmo de o relógio completar sua primeira volta na etapa final, ficou com a sobra de corte da defesa e, apesar da distância da meta, arriscou com força. A bola tomou altura e velocidade antes de cair encobrindo a goleira Bruna, que nada pôde fazer.

Berchon estava com a pontaria afiada/Foto: Adriano Fontes, CBF

Inspirada, Berchon voltou a marcar aos 11, quando cobrou com veneno falta pela direita do ataque. Bruna até tentou a defesa em dois tempos, mas mandou contra o próprio patrimônio. As Gurias abriam vantagem no placar, diferença que só não foi ampliada nos minutos seguintes graças aos milagres de Rayssa, alçada a campo após lesão da goleira titular do Tricolor.

Colorado abriu dois gols de vantagem/Foto: Adriano Fontes, CBF

Nos acréscimos, a individualidade de Carol, camisa 10 paulista, brilhou. Primeiro, a atleta serviu assistência milimétrica para Duda Rodrigues descontar. Logo depois, a própria marcou, de pênalti, o gol de empate. O jogo chegava ao fim, e o São Paulo parecia mais alegre para as penalidades. Só parecia.

Na marca da cal, as Gurias deram show. Amanda Locatelli, responsável por abrir a série, mandou no ângulo, e teve sua precisão acompanhada por Gaby Tomé, Berchon, Mai e Maranhão. Do lado do São Paulo, Ana Júlia, segunda a cobrar, bem que tentou, mas não conseguiu superar a paredão Brito, fundamental na classificação do Inter à final do país!

Ficha técnica:

Internacional (2)(5): Brito; Borges, Maiara, Guta e Erica; Locatelli, Berchon e Bruna Wink (Lidia); Gaby Tomé, Clarinha (Vitória) e Maranhão. Técnico: David da Silva.

Gols: Berchon, a 1/2ºT e 11’/2ºT (I). Duda Rodrigues, aos 35’/2ºT, e Carol, aos 38’/2ºT (S).

Arbitragem: Daiane Caroline Muniz dos Santos, auxiliada por Leandra Aires Cossette e Patricia Carla de Oliveira. Quarta árbitra: Adeli Mara Monteiro.

Estádio: Estádio Municipal de Sorocaba-SP.

Gurias Sub-16 enfrentam São Paulo na luta por vaga na final do Brasileirão

Gurias querem o bicampeonato/Foto: Adriano Fontes, CBF

Sextou com semifinal para as Gurias Coloradas Sub-16! A partir das 11h desta sexta-feira (02/07), elas decidem contra o São Paulo, em Sorocaba-SP, cidade-sede do Brasileirão da categoria, uma vaga na grande decisão nacional. Atual campeão do torneio, o Inter superou os grupos invicto, e segue forte em busca do bicampeonato.

A semifinal do Brasileirão Sub-16 será disputada em jogo único. Líderes do grupo A, as Gurias avançaram para as eliminatórias com a segunda melhor campanha da primeira fase. De sua parte, o São Paulo se classificou como o líder de terceira maior pontuação. Até aqui, o Inter venceu os três jogos que disputou, além de marcar sete gols e sofrer três.

Inter está 100% no Brasileirão Sub-16/Foto: Adriano Fontes, CBF

Impecável, a campanha das comandadas de David da Silva tem duas goleadoras. Tainá Maranhão, jogadora integrada desde o início da temporada ao grupo principal, e Gaby Tomé já marcaram dois gols para as Gurias. Clarinha, Bruna Wink e Berchon, todas recentemente convocadas para a Seleção Sub-17, completam a artilharia colorada.

O São Paulo somou sete pontos nas três rodadas da primeira fase. Integrante do grupo C, o Tricolor teve a mesma pontuação do vice-líder Corinthians, mas ficou na frente pelo saldo. A equipe, que venceu Ferroviária e Kindermann-SC, além de empatar com o Timão, já marcou 12 gols, nove a mais do que os sofridos. Duda, com quatro tentos, é a artilheira da equipe paulista.

O duelo entre Gurias Coloradas e são-paulinas será transmitido por Eleven Sports e SporTV. Quem avançar enfrenta, na grande final, Corinthians ou Minas Brasília, que também duelam nesta sexta, mas às 15h. Em 2020, o Inter levantou a taça exatamente após superar a equipe brasiliense. A decisão está marcada para as 15h de domingo. Qualquer empate no tempo normal dos confrontos eliminatórios leva a decisão para os pênaltis.

Gurias levantaram a taça em 2020/Foto: Adriano Fontes, CBF

Duelo de rivais

O embate de Inter, campeão de 2020, e São Paulo, vencedor em 2019, envolve duas das categorias de base mais vencedoras do Brasil nos últimos anos. Como seria de se esperar para um choque de protagonistas, Gurias Coloradas e tricolores somam uma rica história de enfrentamentos recentes – cujos finais foram felizes para o Clube do Povo.

Sub-18 eliminou o São Paulo no último mês de março/Foto: Mariana Capra

Em 2019, Tricolor e Clube do Povo decidiram o Brasileirão Sub-18. Vencedor na ida por 1 a 0, o Colorado segurou heroico 1 a 1 no Pacaembu, em partida que contou com pênalti defendido pela goleira Mayara, para levantar a taça do torneio da categoria, que voltou a presenciar encontro das duas equipes no início deste ano.

May fez história no Pacaembu/Foto: Mariana Capra

Semifinalistas do Nacional Sub-18, Gurias e São Paulo iniciaram em Porto Alegre a luta por vaga na decisão do país. Após vencer por 3 a 1, o rival tinha a vantagem do empate para o jogo da volta, mas não resistiu ao faro de artilheiro de Mileninha, que postergou o duelo às penalidades. Na marca da cal, Gabi Barbieri, goleira colorada, brilhou, e o Inter, merecedor, avançou.

Gabi Barbieri também foi decisiva diante das paulistas/Foto: Mariana Capra

Em relação ao duelo mais recente, as duas equipes contam com remanescentes. Pelas Gurias, Mai, Berchon e Maranhão participaram do último Brasileirão Sub-18. No São Paulo, Ana Carolina e Duda são as caras conhecidas dentro de campo, enquanto Thiago Viana também comanda a equipe Sub-16. Vale lembrar que, na categoria adulta, Clube do Povo e Tricolor se enfrentarão, no próximo mês de agosto, nas quartas de final do país.

Mai (E) é uma das remanescentes/Foto: Mariana Capra

Gurias estreiam com Gre-Nal no Brasileirão Feminino Sub-16

Gurias embarcaram na manhã desta sexta (25/06)

As Gurias Coloradas iniciam neste sábado (26/06) sua caminhada em busca do bicampeonato brasileiro Sub-16. Em Sorocaba, cidade-sede do Nacional, o Inter enfrenta o Grêmio, a partir das 8h30 da manhã, na rodada de abertura da competição.

+ Conheça as atletas que disputarão o campeonato!

As semanas que antecederam a estreia colorada no Brasileirão presenciaram preparação intensa para o torneio. Sob o comando do técnico David da Silva, o elenco das Gurias realizou diversas atividades técnicas e físicas para chegar a Sorocaba no nível mais alto possível.

Entre as relacionadas por David para a disputa do Brasileirão, alguns nomes conhecidos saltam aos olhos da torcida colorada. Já integradas ao grupo principal das Gurias desde o início da temporada, a atacante Tainá Maranhão, campeã do torneio em 2016, e a meio-campista Mai participarão do torneio, que ocorre durante interrupção do calendário adulto em virtude dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Além de atletas do time principal, as Gurias também apostam em jogadoras que somam grande experiência dentro da categoria Sub-16. Campeãs nacionais em 2020, as zagueiras Guta e Larissa, a lateral Duda Kroth, as volantes Bruna Wink e Amanda Locatelli, a meio-campista Berchon e as atacantes Clarinha e Vitoria estão entre as relacionadas para a edição de 2021.

Berchon é uma das remanescentes da campanha de 2020/Foto: Mariana Capra

O Brasileirão Feminino Sub-16 é disputado por 12 equipes divididas em três grupos de quatro. Na primeira fase, todas se enfrentam em turno único, e as líderes de cada chave avançam, acompanhadas do melhor segundo colocado geral, para as semifinais. Os confrontos eliminatórios serão disputados em uma única partida. Confira a tabela de jogos das Gurias, que figuram no grupo A:

Defesa do título

As Gurias conquistaram o Brasileirão Sub-16 de 2020 em dezembro do ano passado. A taça foi erguida após vitória de 2 a 0 sobre o Minas Brasília na final. Também disputado em Sorocaba, o último Nacional contou com quatro vitórias e um empate do Inter em cinco jogos, além de 11 gols marcados e apenas um sofrido.

A festa das campeãs de 2020/Foto: Laura Zago, CBF