Hoje na História: as efemérides coloradas neste 17 de fevereiro

Há 76 anos, nascia Valdomiro. Um pouco mais tarde, em 1971, quem veio ao mundo foi Gamarra. Quadro do Programa do Inter, noticiário da Rádio Colorada, o Hoje na História desta quinta-feira homenageou os ídolos, e também lembrou de partidas que aniversariam neste 17 de fevereiro! Confira:

Nota de pesar: Chiquinho, campeão gaúcho em 1969 e 70

O Sport Club Internacional manifesta pesar pelo falecimento de Chiquinho, ex-centroavante colorado, aos 75 anos de idade. Contratado junto ao Comerciário, de Santa Catarina, chegou ao Clube do Povo junto com o ídolo Valdomiro no final da década de 1960. No Beira-Rio, fez parte do elenco que conquistou os Campeonatos Gaúchos de 1969 e 1970. Desejamos força a familiares e amigos neste momento difícil.

Velhas Súmulas: 50 entrevistas sobre a história do Inter

O programa Velhas Súmulas, da rádio Colorada, chegou a 50 edições neste sábado (01/05). O espaço radiofônico dedicado à história do Internacional, criado em maio de 2020, acumula cinco dezenas de entrevistas e conversas sobre momentos marcantes da trajetória do Clube do Povo.

Para acessar cada conteúdo, basta clicar no nome do/a entrevistado/a:
Abel Braga, Airton Caixão, Alessandro Barcellos, Aloísio, Bagatini, Batista, Beretta, Bibiano Pontes, Bráulio, Caíco, Ceará, Chiquinho, Christian, Claiton, Daniel Carvalho, Daniel Cravo (advogado), Daniel Franco, Dario (“Dadá Maravilha”), Diego, Diogo, Diogo Rincón, Duda Luizelli, Dunga, Elías Figueroa, Francisco Salomón, Gelson Pires (ex-dirigente colorado), Hiran, Iarley, Jair, João Carlos, José Benítez, Kenny Braga (jornalista e escritor), Kleber, Lauro, Luis Carlos Winck, Luis Fernando, Manoel Tobias, Márcio Pinheiro (jornalista, filho do ex-dirigente Ibsen Pinheiro), Michel, Nilmar, Nilson, Pinga, Rubens Cardoso, Rubens Minelli, Sergio Goycochea, Thessa, Tinga, Valdomiro, Vinícius e Wellington Monteiro.

Museu do Inter: Especial Valdomiro 75 anos – Parte 7

Na última parte da série especial Valdomiro 75 Anos, celebramos o dia 17 de fevereiro relembrando as partidas disputadas pelo craque no dia de seu aniversário e os títulos conquistados.

Ao todo, Valdomiro conquistou 14 títulos oficiais e 2 títulos amistosos. Foi Campeão Metropolitano em 1972, dez vezes Campeão Gaúcho (1969-1976, 1978 e 1982), três vezes Campeão Brasileiro (1975, 1976 e 1979), além de ser campeão da Copa Bi-Centenário de Porto Alegre e da Copa Constantino (1975).

O camisa 7 disputou 5 partidas em seu aniversário, nos anos de 1971, 1974, 1976, 1978 e 1979, com 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas. Marcou 1 gol na única vitória diante do Newell’s Old Boys, em 1979.

Neste dia 17 de fevereiro, além de seu aniversário, exaltamos a trajetória ímpar do ponta-direita com a camisa colorada. Ídolo Eterno, está marcado para sempre na memória da torcida rubra, e seu legado passará de geração em geração. Feliz aniversário, Valdomiro Vaz Franco!

Especial Valdomiro 75 anos – Parte 6

Na penúltima parte da série especial Valdomiro 75 Anos, trazemos curiosidades sobre seus 711 jogos: partidas em que marcou hat-tricks, camisas diferentes da nº 7, que tantas vezes envergou, e momentos em que sua trajetória se entrelaçou com a do Clube do Povo. 

Sabia que Valdomiro usou outras camisas além da 7 que o eternizou? O craque usou a 8 e a 11 algumas vezes, mas a mais usada foi a 9, em 1977. Também usou as camisas 14, 15 e 16, estas duas últimas em sua reestreia no Inter e na sua partida nº 700, respectivamente, ambas em 1982.

Valdomiro também foi artilheiro. Por 3 vezes marcou um hat-trick: nas goleadas por 14 a 0 diante do Ferro Carril, de Uruguaiana, em 1976, 6 a 3 diante do São Paulo, de Rio Grande, em 1978, e 6 a 0 diante do Farroupilha, em 1979. Pelo Brasileiro de 1977, marcou um poker-trick (quando um jogador marca 4 gols em uma mesma partida): foi na vitória por 6 a 0 diante do Brasília.

Com uma trajetória tão longa, é de se esperar que o craque visse muitos momentos históricos do clube, como o surgimento de vários ídolos. Foi o caso de Paulo Roberto Falcão, em seu primeiro jogo pelo time principal (1973), Manga (1974) e Ruben Paz (1982). Além disso, participou dos amistosos que tiveram renda revertida para a compra do passe de Elias Figueroa. Também viu a despedida dos Eucaliptos e abraçou o Gigante da Beira-Rio em sua inauguração.

Na última parte do especial, veremos os títulos conquistados por Valdomiro com a camisa colorada, além das partidas que ocorreram em seu aniversário.

> Veja mais do Especial Valdomiro 75 Anos:
Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4

Parte 5

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 5)

Na quinta parte da série especial Valdomiro 75 Anos, trazemos algumas curiosidades do nosso eterno camisa 7 diante do Grêmio. Vimos que Valdomiro marcou seu primeiro gol já em seu primeiro clássico. E sobre gols, nunca perdemos quando ele deixou sua marca: foram 3 empates e 6 vitórias. Além disso, 7 dos 54 clássicos disputados com o ídolo em campo garantiram troféus.

O clássico que ficaria marcado na memória dos colorados e do próprio Valdomiro ocorreu em um dia 17 de dezembro, em uma dessas coincidências da vida. Foi o Gre-Nal nº 52 do ponta-direita, válido pela final do Gauchão de 1978. Nessa partida, o camisa 7 marcou os dois gols da vitória (foi a única vez em clássicos) por 2 a 1, que deu o título para o Inter. Além disso, ele atingiu seu décimo gol na história dos confrontos.

Outro clássico especial de Valdomiro foi o de número 50, pelo Gauchão, disputado no dia 26 de novembro de 1978, com empate em 0 a 0 no Estádio Olímpico.

Na 6ª parte da série, veremos curiosidades sobre os 711 jogos de Valdomiro. Seus tripletes, momentos em que sua trajetória cruzou com a de outros ídolos e muito mais.

Via Museu do Inter

> Veja mais do Especial Valdomiro 75 Anos:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 4)

Na quarta parte da série especial Valdomiro 75 Anos, trazemos números do nosso camisa 7 no clássico Gre-Nal, mostrando porque é um dos grandes personagens da história do nosso maior clássico.

O jovem Valdomiro era um predestinado. Assim como marcou gol em sua estreia com a camisa colorada, também marcou gol no seu primeiro clássico; dia 12 de maio de 1968, Inter e Grêmio empataram em 1 a 1 no Estádio dos Eucaliptos e o gol foi do nosso ponta-direita.

Os números do ponta-direita em clássicos Gre-Nais são invejáveis: 54 partidas, sendo 19 vitórias, 24 empates e apenas 11 derrotas, com 10 gols do camisa 7. Seus últimos dois gols são inesquecíveis: na final do Gauchão de 1978 no Estádio Olímpico, vitória por 2 a 1 e taça no armário.

O retrospecto fica ainda mais interessante quando analisamos os jogos como mandante e visitante: jogando em casa, foram 13 vitórias, 14 empates e 6 derrotas, com 6 gols marcados; na casa do rival, 21 jogos, com 6 vitórias, 10 empates e 5 derrotas, tendo anotado 4 gols.

Na quinta parte do especial, relembraremos alguns dos clássicos emblemáticos da carreira do nosso eterno camisa 7.

Via Museu do Inter

> Veja mais do Especial Valdomiro 75 Anos:

Parte 1
Parte 2
Parte 3

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 3)

> Confira a parte 1
> Confira a parte 2

Seguindo com a série especial #Valdomiro75Anos, trazemos hoje a terceira parte com gols históricos do nosso eterno camisa 7. Vamos lembrar alguns dos 192 gols com a camisa colorada.

Valdomiro estreou no Inter no dia 18 de março de 1968. Neste dia, o jovem de 22 anos na época, vindo de Criciúma, também marcou seu primeiro gol com a camisa alvirrubra, diante do São Paulo de Rio Grande, em Porto Alegre.

Seu 50º gol pelo Inter ocorreu diante do Almirante Barroso-São José em 7 de julho de 1971, na vitória por 2 a 0 (partida nº 196). Já o de número 100, foi diante do S.C. Gaúcho em 15 de setembro de 1974, vitória por 1 a 0 (partida nº 381).

O gol de nº 150, ocorreu pelo Brasileirão de 1978, dia 31 de maio, vitória por 2 a 0 diante do Vitória (partida nº 585). O jogo 686 de Valdomiro ficou marcada pelo 1º gol no retorno ao Inter após passagem pelo Millonarios-COL, vitória por 6 a 1 diante do Taguatinga-DF (06/02/82).

A partida 707, ocorrida em 22 de setembro de 1982, com vitória por 2 a 1 sobre o Esportivo pelo Gauchão, marcou o último gol de Valdomiro com a camisa colorada. Foi também a sua 439ª e última vitória.

Via Museu do Inter

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 2)

Confira a Parte 1

Você sabe qual foi o 100º, 300º ou 500º jogo de Valdomiro? O Museu do Inter pesquisou algumas partidas que representam marcas históricas do ídolo colorado e te conta agora!

O 100º jogo de Valdomiro foi um amistoso diante da Seleção Romena no Estádio Beira-Rio, em 1970. O gol colorado no empate em 1 a 1 foi marcado justamente por Valdomiro. Já a partida nº 200 ocorreu em 1971, pelo Gauchão, no Beira-Rio. Empate em 1 a 1 com o Flamengo de Caxias. Na partida nº 300, vitória por 2 a 0 diante do Atlético Carazinho, fora de casa, em 1973. Outro elemento histórico marcou a partida de nº 400: a despedida de Jorge Andrade, lateral que jogou de 1967 a 1975 no clube, e vitória por 3 a 2 contra o Ruch Chorzow, da Polônia.

O jogo 500 de Valdomiro, em 1976, foi especial: 6 a 0 diante do Figueirense, pelo Brasileiro, e 2 gols do camisa 7. Também pelo Brasileiro foi a partida de nº 600, em 1978: vitória por 2 a 1 diante do Santa Cruz, em Recife, e vaga garantida nas semifinais da competição.

Valdomiro jogou a sua partida de nº 700 em 1982: com a camisa 16, o craque saiu do banco para marcar um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Brasil de Pelotas no Beira-Rio. 

Via Museu do Inter

Especial Valdomiro 75 anos (Parte 1)

O ano de 2021 marca o 75º aniversário de Valdomiro Vaz Franco, um dos grandes nomes da história do Sport Club Internacional. Para celebrar a data, traremos curiosidades sobre a sua trajetória no Clube do Povo, no especial Valdomiro 75 Anos. Na primeira parte da série, falamos sobre os números gerais do ponta-direita com a camisa colorada.

Valdomiro fez sua estreia no Inter em 18 de março de 1968, jogo em que a equipe alvirrubra venceu por 1 a 0 o São Paulo de Rio Grande. O jovem de Criciúma mostrou ter estrela, anotando o gol do jogo, seu 1º no clube. Sua última partida ocorreu em 17 de novembro de 1982, empate em 1 a 1 diante do Esportivo de Bento Gonçalves.

Entre sua estreia e despedida, Valdomiro teve um hiato de 1 ano, 11 meses e 21 dias fora do clube quando jogou pelo Millonarios, da Colômbia. Foram ao todo 711 jogos, com 439 vitórias, 170 empates e 102 derrotas, tendo marcado 192 gols.

Na segunda parte da série, falaremos sobre jogos históricos da trajetória de Valdomiro no Inter. Você sabe qual foi o 100º, 300º ou 500º jogo do camisa 7? A gente foi pesquisar e em breve te conta!

Via Museu do Inter