Inter desembarca na Venezuela

Menos de 24h após golear o Juventude e confirmar presença na final do Gauchão, o Clube do Povo desembarcou, no final da tarde deste domingo (09/05), na cidade de San Cristóbal. Capital do venezuelano estado de Táchira, o município sediará, a partir das 19h15 da próxima terça-feira (11/05), duelo entre Inter e Deportivo Táchira, válido pela quarta rodada do grupo B da Libertadores.

Agora é a hora de a gente virar a chave, pensar na Libertadores, no jogo contra o Deportivo Táchira. A viagem foi muito cansativa, oito horas, mas isso aí não é desculpa. Estamos preparados para fazer um bom jogo e levar mais uma vitória para Porto Alegre.

Rodinei, para o Canal do Inter

A rotina da delegação colorada foi intensa neste Dia das Mães. Às 10h, o grupo já se encontrava no Salgado Filho, de onde partiu para Manaus. A capital do Amazonas serviu de escala no trajeto até o Aeroporto Internacional de Santo Domingo. Dele, os representantes do Inter seguiram de ônibus até San Cristóbal, trecho responsável por uma das nove horas de duração total da viagem.

Elenco embarcou na manhã deste domingo/Foto: Ricardo Duarte

Breve, a preparação colorada para o duelo continental viverá seu último capítulo na tarde desta segunda-feira (10/05). Em território venezuelano, Miguel Ángel e comissão promoverão o único treinamento com vistas ao embate diante do Táchira. O técnico colorado inclusive comentou, em coletiva após o jogo contra o Juventude, sua visão sobre a maratona de jogos que vive o Colorado.

“A cabeça quer que nos recuperemos rápido, mas a realidade é que, quando se precisa jogar partidas seguidas, vão pesando as pernas. Hoje, vimos. A sequência com tão poucos dias de recuperação é complicada. Quando ganhas, fica um pouco melhor, porque está alegre. Mas é difícil. Temos que trocar o chip por um resultado que nos aproxime da classificação na Libertadores.”

Miguel Ángel Ramírez
Duelo do primeiro turno foi encerrado com vitória vermelha/Foto: Ricardo Duarte

Na Venezuela, o Inter defende a liderança da chave. Com duas vitórias nas primeiras três rodadas, o Clube do Povo soma os mesmos seis pontos do Always Ready-BOL, mas leva vantagem no saldo de gols, superior em quatro tentos. Lanterna do grupo, o Táchira tem três pontos, e busca, diante do Colorado, a reabilitação no torneio.

Patrick marcou o segundo na goleada do Inter

Inter e Deportivo se enfrentaram na segunda rodada da Libertadores. No Beira-Rio, o Colorado superou os visitantes por 4 a 0, gols de Cuesta, Patrick, Galhardo e Yuri. A goleada, vale lembrar, foi construída apesar de o Clube do Povo atuar em desvantagem numérica durante boa parte da etapa final.

“Fizemos um bom jogo contra eles dentro de casa, mas, com certeza, agora vai ser uma pedreira. Jogo difícil. Libertadores não tem jogo fácil, tem que guerrear, tem que lutar, mas o nosso time vem demonstrando isso. Raça nunca vai faltar, estamos conseguindo fazer belas partidas e impor o estilo que o Miguel vem pedindo.”

Rodinei, para o Canal do Inter

Embalado na competição depois de superar o Olimpia, por 6 a 1, na semana passada, o Clube do Povo será o segundo adversário do Táchira na Venezuela. Na estreia, o Deportivo derrotou o Olimpia, por 3 a 2, no Estádio Pueblo Nuevo, palco do confronto desta terça.

Estádio Pueblo Nuevo/Foto: Site Deportivo Táchira

A partida desta terça-feira contará com completa cobertura da Rádio Colorada. Mais vermelha da internet, a emissora oficial do Clube do Povo estará no ar a partir das 18h, e seguirá ao vivo até o encerramento de toda a repercussão do duelo. As redes sociais do Inter (@scinternacional no TwitterInstagram Facebook) também contarão com rico minuto a minuto. Torça com a gente!

A primeira excursão do Internacional

Foram necessários pouco mais de três anos de história para o Clube do Povo fazer sua primeira viagem para fora de Porto Alegre, ocorrida há 108 anos. Após 19 horas de viagem no vapor Itaúba, os jovens atletas colorados desembarcaram em Pelotas, para a realização de dois amistosos, no dia 9 de julho de 1912. A primeira partida, diante do União, ficou marcada por acachapante vitória de 6 a 0. Os gols foram marcados por Ribas (3), Vares (2) e Túlio.

O Inter ainda jogaria contra o Pelotas, dois dias depois, na Boca do Lobo. Encerrando a primeira excursão alvirrubra, os mandantes saíram de campo vencedores pelo placar de 2 a 1. Escalado no à época popular esquema 2-3-5, famosa “pirâmide”, o Colorado disputou os dois amistosos com o mesmo escrete: Barbiéri; Thomaz Ávila e Badu; Hugo, Lay e Argemiro Dornelles; Túlio, Simão, Pedro, Vares e Ribas

Time perfilado para a disputa de amistoso em Pelotas/Foto: Acervo Museu do Inter

Libertadores: pacote de viagem para jogo na Colômbia