Celeiro vence o primeiro jogo da final do Gauchão Sub-20

Adriel (C) marcou o gol colorado/Foto: Giancarlo Santorum – FGF

O Celeiro largou em vantagem no jogo de ida da final do Gauchão Sub-20, no Estádio Bento Freitas. As duas equipes tiveram poucas chances de gol, mas o Colorado conseguiu marcar a partir de uma bola parada, o tento foi marcado por Adriel. O segundo jogo da final será disputado ba próxima quinta-feira (16/12), às 15h30, no CT Morada dos Quero-Queros.

Adriel marcou o gol que deu vantagem ao Colorado/Foto: Italo Santos

Aos 24 minutos do segundo tempo, Cleberson cobrou na primeira trave, Adriel subiu mais alto que todo mundo e cabeceou para o chão. O goleiro tocou na bola mas não conseguiu impedir o gol colorado.

Ao final da partida o zagueiro Adriel falou sobre o triunfo em Pelotas: “Sabíamos que seria um jogo muito complicado, aqui é difícil jogar. Conseguimos um bom resultado para definir em casa com essa vantagem na segunda partida”, disse o autor do gol da vitória colorada.

Ficha Técnica:

Brasil (0) – Vitor Belle; Pedro, Rodrigo, Harrison e Mateus; Felipe, Fred (Jonas), Wendell e Fernandinho (Monassa); Breno e Fabião (Guilherme). Técnico: Felipe Sudré.

Internacional (1) – Lucas Flores; Bernardo, Adriel, Tiago Barbosa e Cazzetta (Felipe) ; Igor, Gustavo, Cléberson, Jonathan e Vitinho (Matteo); Lucca. Técnicos: João Miguel e Leonardo Martins.

Gol: Adriel (I)

Arbitragem de Jonathan Giovanella auxiliado por Juarez de Mello e Conrado Bittencourt.

Local: Estádio Bento Freitas.

Vitória das Gurias na segunda rodada da Ladies Cup

Gurias comemoram o gol de Mai/Foto: Maurício Rummens/Brasil Ladies Cup

As Gurias Coloradas venceram a Ferroviária por 2 a 0, com gols de Fabi Simões e Mai, e seguem vivas na Ladies Cup! Em partida truncada, disputada sob muito calor, as Gurias fizeram um bom jogo, tanto ofensivamente quanto defensivamente, algo já característico nesta temporada de 2021, para chegar aos três pontos e assumir a liderança temporário do grupo B da competição. As Gurias voltam a campo na próxima quinta-feira, às 18 horas, contra o São Paulo, no Estádio Municipal de Santana de Parnaíba.

O primeiro tempo foi morno até os 24 minutos, quando Fabi Simões tocou a bola para Mileninha, que recebeu em profundidade, entrou na área e chutou para boa defesa de Luciana. Aos 34, veio a resposta: Raquel recebeu bola na pequena área e chutou. Vivi, que já tinha feito uma bela partida contra o América de Cali, fez uma defesa à queima-roupa, salvando o Colorado.

Poucos minutos depois, o gol do alívio saiu. Djeni recebeu a bola no meio-campo e tocou para Mariana Pires, na entrada área pela ponta-direita, de onde nossa camisa 10 fez um passe espetacular, nas costas da defesa, para Fabi Simões. A artilheira do Inter na temporada deu um toque de perna direita, na bochecha da rede, abrindo o placar para o Clube do Povo.

As Gurias não pararam por ai! Em outro passe antológico, agora de Rafa Travalão, Mai dominou a bola pelo lado esquerdo da grande área e chutou no canto esquerdo da goleira, ampliando o placar para o Internacional.

O segundo tempo foi de pressão das paulistas, mas a zaga composta por Vivi, Ariely, Isa Haas, Sorriso e Ari não deixou passar nada. Vivi teve mais uma atuação invejável, fazendo defesas cruciais e com ótimos confrontos mano a mano. Ariely, em seu quarto jogo como profissional, fez uma partida segura defensivamente, indo ao ataque quando era preciso e tendo poucos erros de passes. Atuação segura de uma jovem atleta!

Isa Haas e Sorriso fizeram uma barreira impenetrável, com desarmes certeiros e coberturas precisas, o que surpreende um total de zero pessoas. Já Ariane fez mais uma boa partida pela lateral esquerda. Nossa atleta de 24 anos, que fez o gol histórico da classificação para a semifinal do Brasileirão Feminino desta temporada, foi muito bem defensivamente, com ótimo tempo de bola e um posicionamento impecável durante a partida.

Ficha técnica:

Internacional (2): Vivi, Ariely (Maranhão); Isa Haas, Sorriso e Ari; Djeni, Mariana Pires (Priscila), Mai e Rafa Travalão (Kewllen); Fabi Simões e Mileninha

Ferroviária (0): Luciana, Carol Tavares (Monalisa), Anny (Géssica), Ana Alice e Barrinha; Luana (Duda), Rafa Mineira (Leidiane) e Sochor (Suzane); Aline Milene (Maísa), Raquel e Larissa (Thayciane)

Gols: Fabi Simões e Mai (I)
 
Estádio: Municipal de Santana da Parnaíba


Gurias Sub-16 conquistam o terceiro lugar na Liga de Desenvolvimento Sub-16

Gurias são top 3 no Brasil/Foto: Adriano Fontes

Depois de empatar em 1 a 1 com o São Paulo no tempo normal, as Gurias Coloradas venceram nos pênaltis a equipe paulista e conquistaram o terceiro lugar na Liga de Desenvolvimento Sub-16. No tempo normal, o gol foi marcado por Guta, nas penalidades, os tentos foram feitos por Guta, Érica, Berchon e Lúcia, além da grande defesa de Brito no último pênalti, ajudando o Clube do Povo.

Internacional e São Paulo tem sido o maior clássico das categorias de base feminina brasileira desde a sua retomada, a decisão do terceiro lugar da Liga de Desenvolvimento Sub-16 não foi diferente. Ainda no primeiro tempo as paulistas saíram na frente, o Colorado querendo buscar a igualdade mudou sua atitude para a etapa complementar.

Aos 8 minutos do segundo tempo, Bruna Wink cobrou escanteio pela ponta direita na segunda trave, Guta dividiu com a zaga e com requintes de crueldade, a bola tocou as redes, empate merecido do Internacional. Com o resultado tudo ficaria para ser decidido nas penalidades.

Nos pênaltis, as Gurias começaram perdendo, Amanda Locatelli com um ótimo histórico na marca da cal, perdeu o primeiro. Na segunda penalidade Guta cobrou deslocando a goleira e tocou para o canto direito. Depois da nossa zagueira, o São Paulo isolou seu pênalti, tudo igual nas cobranças. A partir disto, a confiança das Gurias aumentaram e não houve mais erros: Érica, de perna esquerda, chutou cruzado e fez mais um, Berchon, de perna direita cobrou com extrema categoria e ampliou o resultado para o Colorado, Lúcia, autora do gol da vitória na primeira fase contra o São Paulo fez o último do Inter. No último chute, Brito ficou frente a frente com Amanda Dias, a arqueira colorada pulou no canto certo, canto direito e não deixou passar o chute da adversária. Gurias conquistam o terceiro lugar na Liga de Desenvolvimento Sub-16.

O Internacional do técnico David da Silva foi a campo com: Brito, Joana (Karol), Locatelli, Guta e Érica; Fridrich, Berchon e Bruna Wink (Vitória); Gaby Tomé, Lúcia e Clarinha.

Gurias classificadas na Liga de Desenvolvimento Sub-14

Na segunda rodada do Grupo B da competição, as Gurias Sub-14 venceram a Chapecoense por 9 a 0 e estão classificadas de forma antecipada para a semifinal. O resultado deixou o Inter na primeira colocação do grupo, ultrapassando a Ferroviária, que é a próxima adversária do Colorado na sexta-feira (10/12), às 09h45, o confronto decide quem será a líder do grupo.

Logo aos 5 minutos, depois de muito pressionar, Giovanna conseguiu boa jogada pela ponta esquerda, driblou duas atletas da Chape e tocou para Stephanie, a atacante colorada tirou da goleira e abriu o placar para o Inter. Aos 17, Mila fez bom cruzamento para dentro da área, a volante Manu tentou o chute que bateu na zaga, no rebote, Yasmin acertou um belo chute de perna direita, no ângulo da goleira e fez mais um para o Colorado. Na saída de bola, as Gurias recuperaram a posse rápido e Giovanna deu um lindo lançamento, deixando Yasmin cara a cara com a goleira, nossa camisa 9 chutou alto e cruzado, marcando o seu segundo na partida. Fim de primeiro tempo.

No início da etapa complementar, Giovanna cobrou escanteio pela ponta esquerda, ninguém da Chapecoense tirou e Cecília acertou um chute de perna direita, marcando seu primeiro com a camisa do Internacional e o 4 do Clube do Povo no jogo. As Gurias estavam com fome de gol, 1 minuto depois Myka fez jogada pela ponta direita, cruzou para Yasmin que dividiu a bola com a defesa adversária e deixou para Manu, de perna esquerda nossa camisa 5 acertou a bochecha da rede, ampliando o placar. O Colorado seguiu pressionando e deixando suas linhas altas, Alicia aproveitou o erro da zaga, invadiu a área e chutou cruzado de canhota, não perca as contas: Internacional 6 x 0 Chapecoense.

Alguns minutos depois, aos 8 do segundo tempo, Giovanna recebeu passe de Myka e no círculo central acertou passe em profundidade para Alicia, cara a cara com a goleira, a camisa 19 chutou cruzado e marcou seu segundo na partida. Aos 16, Giovanna driblou 3 adversárias já dentro da área inimiga e tocou para Yasmin, a camisa 9 de perna direita completou para o gol e fez seu hat-trick na partida. Para encerrar, foi a vez da assistente do jogo fazer o seu, depois de um bate-rebate dentro da grande área, Yasmin tocou para Giovanna que bateu de perna direita, forte no ângulo esquerdo da meta, sem chance nenhuma para a arqueira. Fim de partida: Internacional 9 x 0 Chapecoense.

O Inter foi a campo com: Julinha, Mila Seguins, Amanda e Cecília; Aninha, Manu Borba (Clarinha), Myka (Sarah), Giovanna e Clara (Isabela); Stephanie (Alicia) e Yasmin, treinadas pelo técnico David da Silva

Sub-14 estreia com vitória na Liga de Desenvolvimento

As Gurias Coloradas estrearam com vitória na Liga de Desenvolvimento 2021. Em jogo complicado contra o Santos, a vitória de 2 a 0 com gols de Stephanie e Yasmin deram o triunfo para o Colorado e a vice-liderança momentânea de seu grupo. 

O Inter abriu o placar no final do primeiro tempo, com uma jogada que iniciou da defesa, de pé em pé, a bola chegou para Giovanna no círculo central do gramado, que tocou para Myka, a camisa 8 avançou e acionou Stephanie, a atacante colorada entrou a dribles pela ponta direita e na raça conseguiu a chance da finalização, no canto da goleira para abrir o placar da partida. 

No segundo tempo o jogo seguiu muito equilibrado mas o Inter que tinha as melhores chances. Aos 7 minutos, Aninha tocou em profundidade pela ponta direita para Giovanna, a camisa 10 chegou ao fundo e tocou para trás para Manu Borba chegar batendo, nossa volante chutou mascado e Yasmin colocou de letra para o fundo das redes, um golaço que garantiu a vitória das Gurias! 

O próximo confronto do Inter é na quarta-feira (08/12), às 08h, contra a Chapecoense. Lembrando que na Liga de Desenvolvimento os jogos têm duração de 60 minutos, 25 em cada tempo e 10 minutos de intervalo. Todas as partidas estão sendo realizadas em Sorocaba, São Paulo. 

O Internacional do técnico David da Silva foi a campo com: Julinha, Mila Seguins, Amanda e Cecília; Aninha, Manu Borba (Sarah), Myka (Eduarda Santana), Giovanna e Clara (Isabela); Yasmin (Alicia) e Stephanie (Kat).

Gauchão: Sub-20 goleia e encerra primeira fase na liderança do grupo

Na última partida da primeira fase do Gauchão Sub-20, o Internacional goleou o Nova Prata, fora de casa, e garantiu o primeiro lugar do Grupo C. Disputado neste sábado (04/12), o jogo foi encerrado com o placar de 5 a 0, gols de Adriel, Vitinho, Cléberson, Lucca e Jonathan.

Jonathan marcou um dos gols do Inter/Foto: Arquivo/Jota Finkler

Jogando no estádio Luiz Pinzetta, em Paraí/RS, a equipe da dupla de técnicos João Miguel e Leonardo Martins atuou com Lucas Flores; Ryan (Kauan Guedes), Adriel, Felipe e Cazzetta (Alison Rosa); Igor (Lucas Ryan), Bizescki, Cléberson, Vitinho (Matteo) e Jonathan; Lucca (Enzo). Nas próximas horas, a FGF deve divulgar os confrontos da fase de mata-mata, previstos para a próxima semana.

Internacional goleia na ida da semifinal do Gauchão Sub-17

Ghíven (17) marcou quatro dos nove gols do Inter/Foto: Arquivo/Jota Finkler

O Colorado aplicou 9 a 0 sobre o Jaú, na tarde deste sábado (04/12), em jogo válido pela primeira partida da semifinal do Gauchão Sub-17. Disputado em Santo Antônio da Patrulha, o duelo será sucedido na próxima quarta-feira (08/12), data do confronto de volta, no CT Alvorada.

Em campo com sua força máxima, a equipe do técnico Ariel Lanzini se impôs desde o primeiro minuto de jogo para garantir um placar dilatado. Com dois de Ghíven e um de Leonardo, o primeiro tempo foi encerrado em 3 a 0 para o Inter.

Na etapa final, as coisas saíram melhor ainda. O meia Ghíven, artilheiro da tarde, fez mais dois. Leonardo marcou seu segundo no jogo e, com gols de João Carlos, Rangel e Tortello, ficou definido o placar de 9 a 0.

O Internacional atuou com Gabriel Raulino; Guilherme Varjão (José Adilson), Samuel, Tiago Guth e Rangel; Lukayan, Lucas Farias (Tortello), Adriel (João Carlos), Ghíven (Carlos Eduardo) e Carlison; Leonardo (Sarjani).

Gurias Coloradas vencem Grêmio e conquistam a Copa Gaúcha Sub-17

Gurias conquistaram a Copa Gaúcha Sub-17/Foto: João Callegari

A MELHOR BASE DO BRASIL TAMBÉM MANDA NO RIO GRANDE! Na manhã deste sábado (04/12), as Gurias Coloradas bateram as maiores rivais e conquistaram a Copa Gaúcha Sub-17. Palco da competição, o CT Hélio Dourado recebeu clássico Gre-Nal encerrado com o placar de 1 a 0 para o Inter, gol de Tamara, marcado logo no início da etapa final.


Final estrelada

Sedentas pela taça, as duas equipes contaram com times recheados de estrelas neste sábado, que também serve de véspera à decisão do Gauchão Feminino da categoria adulta. De grande rodagem no grupo principal gremista, atletas como Laís Giacomel, Ana Guimarães, Mayara e Núbia foram escaladas pelo técnico Yura, ao passo que Fábio Sanhudo mandou o Inter a campo com as atacantes Priscila e Tamara, além da zagueira Kewllen. Pri é, inclusive, a artilheira das Gurias no campeonato profissional, onde já marcou 10 gols!

Parabéns, Gurias!/Foto: João Callegari

Priscila dá trabalho à zaga rival

As Gurias criaram as melhoras chances da partida desde cedo. Logo aos três, Priscila fez fila pela esquerda, recortou em direção à grande área e, da altura da meia-lua, deixou para Maju, que chegou batendo forte. Rasteira, ela saiu ao lado da meta gremista. Pouco depois, aos seis, Carol Gil entortou a zaga e, da esquerda, levantou em curva até Tamara, que cabeceou com perigo.

Priscila desconcertou a marcação gremista/Foto: João Callegari

As oportunidades coloradas foram respondidas, de parte das donas da casa, por chute forte de Ana, que Mari Zanella segurou sem maiores problemas. Incapazes de encaixar tramas de qualidade no ataque, as gremistas voltaram a sofrer com a velocidade de Priscila pelo corredor esquerdo. Antes dos 20, a colorada criaria duas chances.

A primeira, aos 11, foi finalizada de fora da área. Com estilo, a artilheira usou da parte externa do pé para chutar forte e com curva, mas sem tanta direção. Depois, aos 18, Priscila não se satisfez em tentar de longa distância e avançou a dribles até ficar cara a cara com a goleira Iasmin Paixão. Na rede, de fora, o arremate tirou suspiros da Maior e Melhor Torcida do Rio Grande.

Tamara ‘Bolt’ incomodou as adversárias/Foto: João Callegari

Gurias dominam para conquistar

O gol que teimou em não acontecer no primeiro tempo estava guardado para o início do segundo. Mais uma vez, em jogada de contra-ataque. De novo, pela ponta-esquerda. Agora, com Tamara, que justificou o porquê de ser conhecida como Bolt. Do campo de defesa, a camisa sete transformou bola quebrada pela zaga colorada em assistência, que conduziu até a pequena área antes de finalizar rasteiro, na saída de Paixão. Golaço!

A resposta do Grêmio chegou aos 10, quando a lateral-direita Lais Giacomel apareceu de surpresa no corredor esquerdo. Destra, a atleta conseguiu ângulo para o corte e finalizou com perigo, mas para fora. Muito mais perigosa foi a nova arrancada de Bolt, que quase ampliou em jogada idêntica à do primeiro tento. Travado pela marcação, o chute da camisa 7 virou escanteio que Yasmin, de cabeça, passou perto de enviar às redes.

Fundamental para retardar o primeiro gol colorado, Iasmin Paixão também foi importante para frear o ímpeto da Gurias na busca do segundo tento. Aos 14, Priscila cobrou falta pela esquerda da área gremista em direção à segunda trave, onde Carol Gil apareceu para cabecear em conformidade ao manual – para baixo. Providencial, a goleira espalmou em lance de puro reflexo.

Carol Gil foi importante na blitz colorada pelo corredor esquerdo/Foto: João Callegari

Aos 23, quem assustou por cima foi Maju, que recebeu cruzamento de Kewllen, feito das cercanias do meio de campo, e tentou escorar para a segunda trave, onde Carol Gil e Priscila apareciam com espaço. Mais alto do que a dupla foi o pulo de Paixão, que afastou de soco.

O último milagre da goleira aconteceu nos acréscimos, quando o Grêmio já posicionava, sem sucesso, todas as suas atletas de linha no campo de ataque. A consequência da postura ofensiva foi a oferta de espaços para as artilheiras do Inter, muito bem aproveitados por Priscila, que recebeu de Tamara, venceu a zaga na velocidade e chutou com estilo, mas ao alcance de Paixão.

O Celeiro delas!/Foto: João Callegari

Embora justo diante da produção ofensiva das Gurias, o 2 a 0 não foi estabelecido no placar. Mero detalhe, completamente ignorado pelo Inter no minuto 33, instante em que o árbitro apitou pela última vez. A partir de então, o Rio Grande do Sul, na categoria Sub-17, ficava, definitivamente, colorado! Parabéns, campeãs!

No Sub-17, o Rio Grande é colorado/Foto: João Callegari

Ficha técnica:

Grêmio (0): Paixão; Laís Giacomel (Amanda), Badin (Giovanna), Carol e Ana Guimarães; Duda, Julia (Cinthia), Mayara (Gaby), Raissa Bahia e Nubia (Paola); Nicoly (Pyetra). Técnico: Yura Tittow.

Internacional (1): Mari Zanella; Teté, Carla, Raiara e Carol Gil; Kewllen, Danny Teixeira, Yasmin (Ju Romanelli) e Maju (Kamila); Tamara e Priscila. Técnico: Fábio Sanhudo.

Gol: Tamara, aos 3’/1ºT (I).

Arbitragem: Allan Ricardo da Rosa Azevedo, auxiliado por Estefani Estrela da Rosa e Tais Regina Ruver. Quarto árbitro: Jeissyevan Gonçalves.

Estádio: CT Hélio Dourado.

Bastidores da classificação das Gurias à final do Gauchão

Depois de mais uma goleada pelo Gauchão Feminino, agora pelo placar de 10 a 0, as Gurias se classificaram para a finalíssima do Rio Grande do Sul. Agora, o Canal do Inter te apresenta tudo do jogo de volta contra o Brasil de Farroupilha, que contou com quatro gols de Wendy Carballo, dois de Rafa Travalão e um de Fabi Simões, Shashá, Júllia e Belinha!

Gurias garantem vaga na final do Gauchão Feminino

Gurias golearam neste Dia da Consciência Negra/Foto: João Callegari

Finalistas! As Gurias Coloradas superaram o Brasil de Farroupilha por 10 a 0, na tarde deste sábado (20/11), no confronto de volta das semifinais do Gauchão Feminino de 2021. Wendy Carballo, quatro vezes, Rafa Travalão, duas, e Fabi Simões, Júllia, Shashá e Belinha marcaram os gols do Inter no confronto, disputado no Sesc Protásio Alves. Agora, o Clube do Povo aguarda o classificado de duelo entre Grêmio e Flamengo de São Pedro para conhecer seu adversário na finalíssima, marcada para o próximo dia 5 de dezembro.

Sport Club Internacional · Rádio Colorada | Gols: Brasil de Farroupilha 1 x 6 Gurias Coloradas | 14/11/2021

Coloradas pressionam desde o apito inicial

Antes do apito inicial, a partida deste sábado já carregava significado histórico para as Gurias, que foram a campo vestindo a nova camisa preta do Internacional. No minuto de silêncio que antecedeu o início do embate, as coloradas fizeram uma necessária manifestação contra o racismo, com punhos erguidos em alusão ao Dia da Consciência Negra, comemorado neste 20 de novembro, e que reforçaram a principal mensagem do dia: amamos o Inter, odiamos o racismo!

Colorados fizeram bonito gesto antirracismo antes da partida/Foto: João Callegari

As Gurias iniciaram o confronto afim de jogo, e cobraram pouco mais de um minuto para construir a primeira chegada de perigo à meta rival. Lançada em profundidade, Fabi fintou a goleira e, rente à linha de fundo, cruzou na direção de Rafa Travalão. Antes da camisa 11, contudo, a zaga cortou em escanteio. Logo depois, aos três, Leidi disparou pela direita e levantou na segunda trave, na medida para Shashá, que dominou e finalizou para as redes. O lance, contudo, foi invalidado por toque de mão da atacante colorada.

Wendy abriu o placar no início do confronto/Foto: João Callegari

Intensa, a pressão colorada surtiu efeito aos seis. Em velocidade, Wendy recebeu assistência de Rafa Travalão e, na altura da meia-lua da grande área, percebeu hesitação da goleira para cabecear por cima, de cobertura. Inter 1 a 0, escore duplicado no minuto 16, quando Leidi voltou a aproveitar os espaços oferecidos pela defesa rival. Pela direita da área, a camisa dois cruzou bola rasteira que nem Wendy, nem Shashá aproveitaram. Parcial, o corte da zaga foi aproveitado por Rafa, que soltou a bomba de perna direita para ampliar a conta.

Rafa brilhou na etapa inicial/Foto: João Callegari

A primeira etapa de Rafa foi iluminada. No minuto 20, a camisa 11 recebeu bom passe de Fabi e, da intermediária de ataque, a consideráveis metros de distância da meia-lua, encheu o pé. Teleguiado, o arremate morreu nas redes serranas. Com o terceiro gol, as Gurias passaram a cadenciar o jogo, também porque o Brasil, antes corajoso para enfrentar o Inter de igual para igual, passou a apresentar intensidade distinta àquela de outrora.

Camisa 11 exibiu pontaria afiada/Foto: João Callegari

A envolvente troca de passes do Inter cansou a marcação adversária, que sofreu com o desfalque de Yasmin, expulsa no minuto 41. Logo depois, Fabi fez fila, avançou em velocidade até as cercanias da área e finalizou com estilo, no ângulo. Gurias quatro a zero, em um gol tão bonito quanto a comemoração de punho erguido da artilheira, devidamente ovacionada pela torcida.

A conta de quatro a zero ainda não satisfazia os interesses das Gurias, que voltaram a balançar as redes antes do intervalo. No último minuto da etapa inicial, Djeni dominou pela esquerda da entrada da área e acionou Wendy, que voltou a ser camisa nove para finalizar rasteiro na saída de Bina. Agora sim, os times estavam autorizados a partir para os vestiários.

Fabi fez lindo gol para ampliar a goleada do Inter/Foto: João Callegari

Cinco vira, 10 acaba

Se teve gol no último minuto da primeira etapa, também teria bola na rede no instante de abertura da segunda. De volta a campo com quatro mudanças, simbolizadas nas entradas de Mileninha, Mai, Isa e Belinha nos lugares de Rafa Travalão, Djeni, Bruna Benites e Sorriso, as Gurias aumentaram a conta depois de Isabela, logo em seu primeiro toque na bola, impedir que a zaga serrana afastasse o perigo e levantar na segunda trave, onde Wendy apareceu para acertar testaço consciente.

Shashá marcou uma pintura de fora da área/Foto: João Callegari

O segundo da etapa final, sétimo da tarde, saiu aos cinco. Da meia-lua, Mai tentou arremate de perna canhota, mas viu o chute sair mascado e rasteiro. Assim, a finalização virou assistência, aproveitada por Wendy Carballo, já na pequena área. De fora dela, e também da grande, quem balançou as redes foi Shashá, em lindo tiro de perna direita que a goleira até resvalou, mas não defendeu.

O protagonismo da ala jovem do elenco colorado é uma das principais características da campanha das Gurias no Gauchão de 2021, e foi colocado à prova, por Júllia, no minuto 15 da etapa final. Atuando pela segunda vez com a camisa do Inter, a atacante, que substituiu Fabi Simões, marcou seu segundo gol pelo Clube do Povo após falta cobrada por Leidi. Da direita, a bola viajou até a trave oposta, onde encontrou o pé direito da joia alvirrubra. Eram nove!

Wendy marcou quatro no Sesc Protásio Alves/Foto: João Callegari

Na tarde dos golaços, o último do Inter fez jus à fama do sábado. Da esquerda, Belinha arrastou a marcação antes de cortar para a perna direita e perceber o famoso dormitório da coruja. Nele, o foguete de perna direita explodiu, testando a resistências dos barbantes que sustentam a meta do Sesc. Com o placar agregado de 16 a 1, as Gurias asseguraram a vaga em mais uma final de Gauchão Feminino, a quinta consecutiva.


Ficha técnica:

Internacional (10): Vivi; Leidi, Bruna Benites (Isa Haas), Sorriso (Belinha) e Ari; Djeni (Maiara), Mari Pires, Wendy (Maranhão) e Shashá; Rafa Travalão (Mileninha) e Fabi Simões (Júllia). Técnico: Maurício Salgado.

Brasil de Farroupilha (0): Sabrina; Adri, Letícia, Joyce (Vergani) e Yasmin; Laysa (Dessa) e Luana (Vick); Keka (Bianca Bender), Bruna Lisandra e Barbosa (Yasmin Ramos); Tanque (Duda). Técnico: Fernando Varani.

Gols: Wendy Carballo, aos 6’/1ºT, 48’/1ºT, 1’/2ºT e 5’/2ºT, Rafa Travalão, aos 16 e 20’/1ºT, Fabi Simões, aos 44’/1ºT, Shashá, ao 13’/2ºT, Júllia, aos 15’/2ºT, e Belinha, aos 34’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Rafa Travalão (I). Yasmin, Joyce, Barbosa e Luana (B).

Cartão vermelho: Yasmin (B).

Arbitragem: Ruggeri Damasco da Fontoura, auxiliado por Luiza Reis e Tais Ruver.

Estádio: Sesc Protásio Alves.